Aula 8º ano - Sistema respiratório

9.216 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.216
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
235
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 8º ano - Sistema respiratório

  1. 1. 11 O sistema respiratório
  2. 2. 2 Por que precisamos de oxigênio?Por que precisamos de oxigênio?  O gás oxigênio está relacionado ao processo de liberação de energia dosO gás oxigênio está relacionado ao processo de liberação de energia dos nutrientes do corpo humano.nutrientes do corpo humano.  A respiração ocorre em dois níveis: no nível dos pulmões (ventilaçãoA respiração ocorre em dois níveis: no nível dos pulmões (ventilação pulmonar) e no nível das células (respiração celular).pulmonar) e no nível das células (respiração celular).  A respiração ou ventilação pulmonar é a entrada e a saída de ar dosA respiração ou ventilação pulmonar é a entrada e a saída de ar dos pulmões. O oxigênio é levado até os pulmões, onde será distribuído pelopulmões. O oxigênio é levado até os pulmões, onde será distribuído pelo sangue para o corpo todo.sangue para o corpo todo.  Na respiração celular, o oxigênio chega às células e quebra a glicose (obtidaNa respiração celular, o oxigênio chega às células e quebra a glicose (obtida pela digestão de carboidratos complexos ou ingerida diretamente napela digestão de carboidratos complexos ou ingerida diretamente na alimentação), liberando energia para o organismo.alimentação), liberando energia para o organismo.
  3. 3. 3 Respiração pulmonarRespiração pulmonar  Na respiração, ocorrem dois tipos de movimento: inspiração e expiração.Na respiração, ocorrem dois tipos de movimento: inspiração e expiração.  Na inspiração, o ar penetra pelo nariz e chega aos pulmões.Na inspiração, o ar penetra pelo nariz e chega aos pulmões.  Na expiração, o ar presente nos pulmões é eliminado para o ambienteNa expiração, o ar presente nos pulmões é eliminado para o ambiente externo.externo. Composição do ar inspirado Composição do ar expirado
  4. 4. 4 Respiração celularRespiração celular  Processo que torna a energia dos alimentos disponível para as células.Processo que torna a energia dos alimentos disponível para as células.  Ocorre em todas as células do corpo, no interior de organelas chamadasOcorre em todas as células do corpo, no interior de organelas chamadas mitocôndriasmitocôndrias..  Nesse processo, o gás oxigênio combina-se com a glicose, um carboidratoNesse processo, o gás oxigênio combina-se com a glicose, um carboidrato simples resultante da digestão dos alimentos. Essa combinação liberasimples resultante da digestão dos alimentos. Essa combinação libera grandes quantidades de energia, além de formar moléculas de água e degrandes quantidades de energia, além de formar moléculas de água e de gás carbônico.gás carbônico.  A energia é usada em diversas atividades das células, como a contraçãoA energia é usada em diversas atividades das células, como a contração muscular e a produção de substâncias. A água é utilizada pelo organismo,muscular e a produção de substâncias. A água é utilizada pelo organismo, mas o gás carbônico precisa ser eliminado. O acúmulo de gás carbônicomas o gás carbônico precisa ser eliminado. O acúmulo de gás carbônico interrompe a respiração celular e pode levar a célula à morte.interrompe a respiração celular e pode levar a célula à morte.
  5. 5. 5 Respiração celularRespiração celular
  6. 6. 6 Respiração celularRespiração celular
  7. 7. 7 Respiração celularRespiração celular
  8. 8. 8 Metabolismo das células do corpo humanoMetabolismo das células do corpo humano
  9. 9. 9 Sistema respiratórioSistema respiratório
  10. 10. 10 Sistema respiratórioSistema respiratório  É composto pelasÉ composto pelas vias respiratóriasvias respiratórias (por onde o ar passa) e(por onde o ar passa) e pelospelos pulmõespulmões (onde ocorrem as trocas gasosas).(onde ocorrem as trocas gasosas).  Vias respiratóriasVias respiratórias: fossas nasais, faringe, laringe, traqueia.: fossas nasais, faringe, laringe, traqueia.  PulmõesPulmões:: brônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonaresbrônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonares
  11. 11. 11 Fossas nasais ou cavidades nasaisFossas nasais ou cavidades nasais  Duas cavidades (esquerda e direita) existentes no nariz separadas pelo septo nasal, comunicando-se com o exterior pelas aberturas chamadas narinas e com a faringe pelos cóanos.  São revestidas internamente pela mucosa nasal, que contém pelos junto às narinas e fabrica uma secreção viscosa chamada muco. Os pelos e o muco atuam como filtros capazes de reter microrganismos e partículas sólidas que penetram no nariz com o ar.  Por isto, é recomendado inspirar pelo nariz e não pela boca, pois este ar é mais limpo, além de ser aquecido e umidificado nas cavidades nasais.
  12. 12. 12 FaringeFaringe  É um canal comum à digestão e à respiração.  No caso da respiração, estabelece a comunicação das cavidades nasais com a laringe.  Tubo cartilaginoso na parte anterior do pescoço. “Gogó”: cartilagem tireóidea.  Comunica-se com a faringe através da abertura chamada glote. Junto dela está a epiglote, cartilagem elástica que fecha a entrada da laringe quando engolimos um alimento. Engasgar e tossir são reações do organismo de desobstrução da laringe para só passar ar. LaringeLaringe
  13. 13. 13 Vias respiratórias abertas: passagem do ar pela faringe é desobstruída pela epiglote Vias respiratórias fechadas: Epiglote obstruindo a passagem do ar pela faringe e permitindo que o alimento possa ser engolido
  14. 14. 14 TraqueiaTraqueia  Órgão em forma de tubo cartilaginoso que se bifurca no final, dando origem aos brônquios (direito e esquerdo). BrônquiosBrônquios  Bifurcações da traqueia que se subdividem várias vezes no interior dos pulmões, dando origem aos bronquíolos. Bronquíolos  Os bronquíolos terminam em pequenos “sacos” agrupados na forma de cachos de uva, os alvéolos pulmonares, onde ocorrem as trocas gasosas.
  15. 15. 15 Traqueia, brônquios, bronquíolosTraqueia, brônquios, bronquíolos e alvéolos pulmonarese alvéolos pulmonares
  16. 16. 16 PulmõesPulmões  Temos dois pulmões: o direito e o esquerdo.  São órgãos elásticos, que preenchem a maior parte da cavidade torácicacavidade torácica, sendo protegidos pela caixa torácicacaixa torácica, formada por músculos e ossos, e ficam apoiados no músculo chamado diafragmadiafragma.  Revestindo os pulmões há uma membrana finíssima chamada pleurapleura, que, que confere uma superfície lisa e escorregadia, facilitando a expansão e aconfere uma superfície lisa e escorregadia, facilitando a expansão e a retração dos pulmões.retração dos pulmões.
  17. 17. 17 As trocas gasosas nos alvéolos pulmonaresAs trocas gasosas nos alvéolos pulmonares  Os alvéolos são estruturas elásticas, formadas por uma membrana bem fina e envolvida por uma rede de vasos capilares sanguíneos.  Existem milhões de alvéolos em cada pulmão. Em cada um deles ocorrem as trocas gasosas entre o pulmão e o sangue.  Nos alvéolos, ocorre uma difusão dos gases por diferença de concentração e, consequentemente, da pressão dos gases. Ou seja: um gás vai de um lugar onde está em maior quantidade de moléculas (mais concentrado) para outro local onde está em menor quantidade de moléculas (menos concentrado).  O sangue que chega aos alvéolos absorve o oxigênio que inspiramos da atmosfera. Ao mesmo tempo, o sangue elimina gás carbônico no interior dos alvéolos; esse gás é então expelido do corpo por meio da expiração.
  18. 18. 18 As trocas gasosas nos alvéolos pulmonaresAs trocas gasosas nos alvéolos pulmonares  O oxigênio do ar inspirado passa dos capilares dos alvéolos para o sangue, combinando-se com a hemoglobina (proteína presente nos glóbulos vermelhos do sangue – hemácias).  O gás carbônico do sangue, proveniente das células de todo o corpo, passa para os alvéolos pulmonares e faz o caminho inverso: segue pelas vias respiratórias para ser expulso do organismo no momento da expiração.  Ou seja: ao mesmo tempo que o oxigênio sai dos alvéolos e entra no sangue, o gás carbônico sai do sangue e entra nos alvéolos, sendo levado para fora do corpo.  Essa troca gasosa é chamada de hematosehematose.
  19. 19. 19 As trocas gasosas nos alvéolos pulmonaresAs trocas gasosas nos alvéolos pulmonares
  20. 20. 20 Os movimentos respiratóriosOs movimentos respiratórios  Inspiração:Inspiração:  Diafragma se contrai e desceDiafragma se contrai e desce  Músculos intercostais seMúsculos intercostais se contraemcontraem  Costelas se elevamCostelas se elevam  Volume da caixa torácica aumentaVolume da caixa torácica aumenta  Ar entra, preenchendo os pulmõesAr entra, preenchendo os pulmões  Expiração: • Diafragma relaxa e sobe • Músculos intercostais relaxam • Costelas se abaixam • Volume da caixa torácica diminui • Ar sai, esvaziando os pulmões
  21. 21. 21 Os movimentos respiratóriosOs movimentos respiratórios
  22. 22. 22 Resumo da respiraçãoResumo da respiração
  23. 23. 23 Resumo do sistema respiratórioResumo do sistema respiratório
  24. 24. 24 Resumo do sistema respiratórioResumo do sistema respiratório
  25. 25. 25  1- Aula dada é aula estudada.1- Aula dada é aula estudada.  2- Nunca falte às aulas.2- Nunca falte às aulas.  3- Sempre faça anotações nas aulas.3- Sempre faça anotações nas aulas.  4- Converse sempre com o seu professor (tire suas4- Converse sempre com o seu professor (tire suas dúvidas).dúvidas).  5- Não converse durante a aula.5- Não converse durante a aula.  6- Estude pouco, mas estude todo dia.6- Estude pouco, mas estude todo dia.  7- Estude em locais adequados para estudar.7- Estude em locais adequados para estudar.  8- Nunca vire a noite estudando na véspera da prova.8- Nunca vire a noite estudando na véspera da prova.  9- Alimente-se bem antes da prova (nem demais, nem de9- Alimente-se bem antes da prova (nem demais, nem de menos).menos).  10- Resolva as questões mais fáceis primeiro.10- Resolva as questões mais fáceis primeiro. Dicas de como aprender mais e melhorDicas de como aprender mais e melhor e ir melhor nas provase ir melhor nas provas
  26. 26. 26  1- Aula dada é aula estudada.1- Aula dada é aula estudada. Assistir à aula não garante o aprendizado. Estudando depois,Assistir à aula não garante o aprendizado. Estudando depois, sozinho, você sabe o quanto entendeu do conteúdo e quais são suas dúvidas.sozinho, você sabe o quanto entendeu do conteúdo e quais são suas dúvidas.  2- Nunca falte às aulas.2- Nunca falte às aulas. Assistir à aula economiza tempo de estudo em casa.Assistir à aula economiza tempo de estudo em casa.  3- Sempre faça anotações nas aulas.3- Sempre faça anotações nas aulas. Não apenas do que o professor escreve no quadro.Não apenas do que o professor escreve no quadro. Faça os seus próprios resumos do que você está entendendo. Qual é o tema central da aula? O que éFaça os seus próprios resumos do que você está entendendo. Qual é o tema central da aula? O que é importante eu saber? (Veja aquilo que o professor mais falou, pois provavelmente isso será cobrado.)importante eu saber? (Veja aquilo que o professor mais falou, pois provavelmente isso será cobrado.)  4- Converse sempre com o seu professor (tire suas dúvidas).4- Converse sempre com o seu professor (tire suas dúvidas).  5- Não converse durante a aula.5- Não converse durante a aula. O professor está ali para te ajudar a aprender, mas issoO professor está ali para te ajudar a aprender, mas isso também depende de você.também depende de você. Não perca o foco na aula. Concentração total durante o momento da aula.Não perca o foco na aula. Concentração total durante o momento da aula. Existem os intervalos e recreios para conversas e brincadeiras.Existem os intervalos e recreios para conversas e brincadeiras.  6- Estude pouco, mas estude todo dia.6- Estude pouco, mas estude todo dia. Nunca acumule matéria. Talvez não dê tempoNunca acumule matéria. Talvez não dê tempo de estudar toda a matéria.de estudar toda a matéria.  7- Estude em locais adequados para estudar.7- Estude em locais adequados para estudar. Não estude em locais barulhentos eNão estude em locais barulhentos e que distraiam a sua atenção (TV, internet, mãe, etc).que distraiam a sua atenção (TV, internet, mãe, etc). Ideal: bibliotecas.Ideal: bibliotecas.  8- Nunca vire a noite estudando na véspera da prova.8- Nunca vire a noite estudando na véspera da prova. Isso vai te deixar comIsso vai te deixar com sono, com o cérebro cansado na hora da prova (as informações ficam numa área do cérebro que armazenasono, com o cérebro cansado na hora da prova (as informações ficam numa área do cérebro que armazena as memórias curtas, mais recentes, por isso são mais facilmente esquecidas). Por isso, durma cedo e bemas memórias curtas, mais recentes, por isso são mais facilmente esquecidas). Por isso, durma cedo e bem nas vésperas de prova.nas vésperas de prova.  9- Alimente-se bem antes da prova (nem demais, nem de menos).9- Alimente-se bem antes da prova (nem demais, nem de menos).  10- Resolva as questões mais fáceis primeiro.10- Resolva as questões mais fáceis primeiro. Perder tempo com as mais difíceisPerder tempo com as mais difíceis cansa o seu cérebro no início da prova e pode errar questões fáceis por conta do cansaço. Faça a provacansa o seu cérebro no início da prova e pode errar questões fáceis por conta do cansaço. Faça a prova com muita atenção às pegadinhas para não cair nelas. Use todo o tempo da prova! A pressa é inimiga dacom muita atenção às pegadinhas para não cair nelas. Use todo o tempo da prova! A pressa é inimiga da perfeição.perfeição. Dicas de como aprender mais e melhor e ir melhor nas provas

×