SlideShare uma empresa Scribd logo
GESTÃO DE PESSOAS

SORRISO- MT 2013
Trabalho apresentado para a avaliação da disciplina de Gestão de Pessoas do
curso de Administração, administrada pelo professor ESP: Jazon Pereira.
Pelo Acadêmico (a): Juliézia Moreira de Bessa

SORRISO-MT 24 de setembro de 2013
James C. Hunter
É um consultor-chefe da empresam J.D.HUNTER Associats, LLC, uma
empresa estadunidense de consultoria de trabalho e treinamento, fundada em
1985. Lastreado nos anos de sua experiência profissional, Hunter, alem de
consultor, tornou-se também instrutor e palestrante, principalmente na área de
liderança funcional e organização de grupos comunitários.
Atualmente ele mora em Michigan (EUA) com esposa e filha.
COMO
SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR

OS PRINCIPIOS DE LIDERANÇA DE

O MONGE E O EXECUTIVO
Informações sobre o livro

De acordo com James C. Hunter o livro tem dois objetivos:
1- Objetivo é compilar de maneira simples, concisa e clara os princípios de
liderança servidora apresentados em seu livro anterior.
2- É proporcionar um guia que facilite a aplicação desses princípios em sua
vida e no trabalho .
Este livro mostra que o desenvolvimento de liderança e a construção do
caráter são a mesma coisa, ambos exigem mudanças. Os princípios da
liderança servidora podem ser aprendidos e aplicados por quem tem a
vontade e a intenção de mudar, crescer e melhorar.
Como se tornar um líder servidor apresenta aplicações praticas do
conceito de liderança servidora, já detalhada no livro “O MONGE E O
EXECUTIVO”. E traz ainda ensinamentos sobre como funcionam as
empresas bem sucedidas à busca do profissional com o perfil ideal, os
planos de renumeração por resultados, as maneiras de tornar mais
desafiador as avaliações de lideranças e os treinamentos eficientes.
James C. Hunter defende a tese de que os lideres devem ter caráter, uma
base espiritual muito forte e a consciência de que liderança não é poder e
sim autoridade, conquistada com amor, dedicação, e respeito pelas
pessoas.
O autor mostra que é preciso praticar diariamente as habilidades da
liderança servidora para que elas se tornem um habito. Basta se engajar
em um processo de melhoria continua , aceitar feedback de seus
subordinados e estar dispostos a assumir os riscos para eliminar a
distancia entre o que você precisa mudar para se tornar um líder realmente
eficaz.
Capitulo 01
Ele começa mostrando que todas as empresas têm o CHUCHY, e que
nós passamos todo o tempo tentando silenciar os nossos CHUCHYS
pessoais.
A maioria dos problemas nas empresas começa pela liderança, elas
estão mais interessadas nas opiniões que vão causar do que cuidar, zelar,
amar, dividir instruir e liderar as pessoas.
Para termos sucesso no nosso propósito, temos que conhecer a
diferença entre líder e gerente, só assim conseguiremos trabalhar com as
pessoas por mais tempo.
Gerente; Em geral, autoritário e centralizador, acredita erroneamente
que tem todas as respostas, resolve todos os problemas e consegue que
as pessoas fiquem do seu lado por medo.
Líder; Conquista pessoas, envolve-as de forma que coloquem seu
coração, mente espírito, criatividade e exelencia a serviço de um objetivo.
“Liderança não é ser chefe, um bom profissional não quer dizer que é um
bom líder”.
Você já nasce líder, cabe a você escolher ser um bom líder ou se vai
ser gerente. O gerente a responsabilidade dele é maior, a imagem é mais
dura sem falar que chega só no final do caminho para colher os resultados,
os poucos aliados foram intimidados.
O líder pode ser pai, mãe, pastor, treinador, professor e etc. A imagem é
positiva seus seguidores sente orgulho e no final o líder esta ao lado de
pessoas que não são só seguidores, mas também parceiros.
Um bom líder leva você a fazer coisas boas, desenvolver os bons
sentimentos, ampliar a criatividade, o líder trabalha com o caráter e em
cima de seu caráter, nos da escolha, opções, estímulos.
O líder sempre deixa sua marca, cabe a nos procura e saber conhecê.

Capitulo 02
As duas coisas que é certa é a morte e as opções (escolhas). Hoje a
vida que você leva depende das suas escolhas, só de não escolher é uma
escolha.
Uma de nossa escolha é entre o poder ou a autoridade, pois não
podemos ter os dois.
Poder é a capacidade de obrigar, por causa da sua posição ou força, os
outros a obedecerem a sua vontade, mesmo que eles preferissem não o
fazer. Autoridade muito diferente de poder, já que ela envolve a
habilidade de levar os outros a fazerem de bom grado, sua vontade.
Nas empresas o poder funciona, os gerentes conseguem as coisas na
base da imposição. Mas o poder ele cresce sempre e à medida que cresce
destrói o relacionamento.
O relacionamento é à base de todas as empresas com os funcionários,
colegas sócios filho conjugue e principalmente com clientes. Sem eles não há
negocio
Não é de hoje o estilo de liderança baseada no poder, vêm a milhares de
anos.
Um exemplo as grandes pirâmides do Egito.
Hoje esse método de liderança esta aplicado em lares familiares: pai no
topo, mãe no meio e as crianças na base.
O poder ele nem sempre é descartável, às vezes você precisa para atender as
necessidades de um individuo ou da organização. Mas na questão de liderança
tenha autoridade e não poder.

Capitulo 03
Começa apontando Jesus Cristo como o maior líder de todos os tempos.
E ainda é, pela influencia, e mostrou a essência, o verdadeiro significado de
liderança.
“Para ser líder primeiro precisa servir”
“Quando o discípulo esta pronto o mestre chega”
Quando nós sacrificamos e servimos os outros, estamos desenvolvendo
autoridade e em consequência influenciamos as pessoas. Qualquer pessoa
pode servir e liderar, se servimos os outros, temos de perdoar, pedir desculpas,
e dar uma segunda chance mesmo se não sentimos a vontade para isso.
“Não precise esperar o momento certo, o momento é você que faz, não
podemos ser egoísta, agir como crianças de dois anos “eu primeiro”, o certo”
você primeiro “ e “ nós fazemos” .
Quer ser grande líder, observe , espelhe nos grandiosos de antes;
Gandhi, Madre Teresa e principalmente Jesus Cristo, que mesmo com toda
aquela gloria, foi humilde e pensou sempre em primeiro lugar nos outros.

Capitulo 04
Ele introduz o conceito do amor na liderança, amor à família, aos
funcionários, a organização e principalmente amor ao que faz amor a sua
profissão.
O amor não é só você dizer “eu amo” tem que demonstrar, com gesto
atitudes, palavras , se ama mostre ,provem. Quando se é líder, o amor dentro
da liderança se encaixa com em um casamento, por exemplo;
“O amor é paciente, o amor é gentil, não é pomposo e arrogante
(humilde), não age de maneira inconveniente (respeitoso), não procura seu
próprio interesse (altruísta), não se regozija na injustiça, mas na verdade
(honesto) suporta todas as coisas, nunca falta (dedicado).”
Se você é líder tem que ser gentil , pois é através da gentileza que
aprecia, encoraja os outros. Ser gentil, mas também é preciso ser humilde, pois
o amor é companheiro da humildade. E você precisa dos dois para tomar
decisões certas . Lideres humilde não quer dizer inferior, menos capacitado, ao
contrario ele pode não saber tudo, mas é humilde o bastante para admitir,
estudar, buscar novas informações e se garante.
Mesmo na liderança o líder é capaz de respeitar, dividir, pois o líder ele
não ganhou esse respeito pela posição ele conquistou esse respeito. O líder
altruísta coloca as necessidades dos outros acima das suas. Abre mão do seu
momento por um minuto feliz do funcionário.
Líder tem que saber pedir perdão, se erra reconheça e pede perdão, se
não errou chama o funcionário conversa faz um acordo . Pedir perdão não é
demonstração de fraqueza ao é de corajem. O líder precisa ser honesto, e
garantir um ambiente de trabalho o mais honesto possível. O método de evitar
os grupos destrutivos das empresas e garantir um local melhor é o líder
conhecer, interagir com os seus funcionários.
Liderança precisa gostar do que faz ai sim você vai ter compromisso
com a organização, pessoas, trabalho etc. Começa agir espontaneamente,
procura fazer as coisas de que gosta, não faz só por que prometeu. Trabalhe,
crie por prazer e não por obrigação.
“SEJA FIEL AS SUAS ESCOLHAS”
Capitulo 05
Começa citando um dos casos que resolveu e serviu de inspiração para
o seu livro.
Que é o fato das pessoas serem educadas e amáveis, só com quem ele se
julgue importantes. As pessoas não se dão ao trabalho de escutar os seus
funcionários, por achar que eles não são importantes.
Às vezes na organização a questão da responsabilidade é dividida
desonesta e desigual , é dada muita para uma pessoa com capacidade para
pouca e vice-versa . Com isso não favorecemos ninguém a não sermos nós
mesmos.
Disciplinar é conhecer os seus funcionários, qual o cargo se encaixa
melhor, onde tem mais dificuldade, e apoia-los, eliminando-as dificuldades
deles.
Líder precisa saber hora de chamar atenção, hora de relaxar, hora de
dar bronca e hora de descontrair, hora de ser profissional, e hora de se colega
para sair juntos.
O líder ele conhece e age no seu tempo.

Capitulo 06
O modo como nos exercitamos, e usamos a nossa natureza humana énos que escolhemos como será se vai ser em beneficio do bem ou em
beneficio do mal, pois assim que nascemos foi nos dado o direito ao Livio
arbítrio. Temos também o senso comum, que nos faz pensar antes de agir se
desenvolvido muito tempo esse “músculo moral” alcançaremos a sastifaçao
imediata. O músculo moral também conhecido como caráter.

Capitulo 07
Caráter é uma palavra que tem recebido muita atenção nos últimos
anos.
Há quem sugira que o caráter pessoal não tem nada a ver com
liderança. Mas uma das características para se ter uma boa liderança é ter
personalidade, que é a mascara que usamos para o mundo ver. Ela pode ser
falsa ou verdadeira, se for verdadeira vem acompanhada do caráter, que é a
firmeza moral de uma pessoa, portanto é o sinal visível de sua natureza
inferior. E o que somos por baixo de nossa personalidade (mascara).
A cada dia que passa ele cresce ao contrario da personalidade que se
forma na infância, o caráter cresce e desenvolve a nossa força moral, ética,
comportamento, valores, princípios adequados. Os bons e maus hábitos
formam o nosso caráter, que são fortemente influenciados tanto pela
hereditariedade quanto pelo ambiente. Influenciados, sim, determinados, não.
O caráter é basicamente a soma total de nossos hábitos, virtudes, vicios
. E saber o que é certo e o errado, fazer o bem e evitar fazer o mal, nos
tornarmos justos e praticarmos atos justos, resumindo caráter são questão de
escolha, basicamente a escolha certa.
O caráter era construído tendo como base a metáfora do banco de três pernas.
Uma perna representava o lar, onde as crianças aprendiam conceitos
morais ao longo de anos de disciplinas afetuosas. A segunda e terceira perna
representa a escola e a comunidade, onde se esperava dos estudantes e
membros os mais altos padrões de comportamento.
As opções que fazemos no dia a dia não apenas determinam o que somos
hoje mas também o que vamos ser amanha.

Capitulo 08
Poucos consideram a liderança como uma habilidade que precisa ser
aprendida, desenvolvida e refinada ao longo do tempo. Você pode aprender
sobre liderança por meio de leitura de um livro, participando de seminário ou
assistindo a um videoteipe.
A boa noticia sobre o desenvolvimento da inteligência emocional
(caráter) dos seres humanos é que ela não é fixada geneticamente, como o
QI, que muda pouco depois da adolescência.
A ma noticia é que precisamos fazer um grande esforço para romper
hábitos antigos e substituí-los por novos.
Quando qualidades de caráter são incentivadas no local de trabalho e as
pessoas tem a oportunidade de coloca-las em praticas, os efeitos espalham-se
por toda sociedade. O objetivo não é ser perfeito afinal ninguém consegue o
tempo todo. É fundamental permanecer empenhado e confiante, pois o objetivo
é se mantiver em movimento.
Portanto esqueça a perfeição, nossa sociedade é exigente com os
lideres, mas é da natureza humana errar, causar decepções, recuar sentir
medo, avançar novamente. Tudo isso faz parte é do nosso instintito de
sobrevivência.
Capitulo 09
A motivação é um componente importante da liderança. Toda ação cria
uma ação, ações impulsionadas pelas consequências, cria se uma reação.
A verdadeira motivação consiste em manter a pessoa entusiasmada
querendo agir, dar o melhor de si a equipe. Motivar é influenciar e inspirar a
ação. Não é só o dinheiro, benefícios, presentes, e etc. Que motiva as pessoas
é gostar do que faz poder compartilhar suas alegrias, sonhos, pesares,
preocupações, e você sentir seguro no ambiente de trabalho, ter alto estima
etc.
Os seres humanos tem um profundo anseio por significado e propósito
em sua vida, e retribuição a quem os ajuda a conseguir essa necessidade.
Essa necessidade é a maior motivação do homem.
O líder precisa assumir esse lado “missionário” e mostrar os valores da
empresa, o que ela preza o que ela tenta realizar e a quem serve. Como
lideres, temos a responsabilidade de providenciar um ambiente saudável para
os nossos funcionários. Respeite o seu pessoal, faça um elogio sincero e
especifico, saiba a hora certa e como fazer esse elogio. Seja o primeiro a dar
bom dia, quando chega,, desenvolva habilidade de fazer perguntas, mas não
perguntas idiotas, inteligentes que motive o pessoal a buscar as respostas.
As pessoas querem fazer parte de uma empresa de que posam se
orgulhar, em que os padrões para admissão e as expectativas cotidianas sejam
elevadas, e as pessoas fiquem felizes quando vão para casa a noite porque se
sentem fazendo a coisa certa, o que gosta.
Constrói um ambiente de trabalho positivo, onde as pessoas podem
viver e trabalhar sem barreiras e distrações necessárias. Sem diferenciais
sociais, políticas, étnicas, raciais e outras, superam pelo um objetivo maior.
Ensina pelo exemplo, corrija o errado, elogia o certo.
Motiva a si mesmo sempre, pois a verdadeira motivação vem de dentro
para fora, depois motive seus companheiros, colegas, parceiros etc.

.
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR  OS PRINCIPIOS DE LIDERANÇA DE  O MONGE E O EXECUTIVO) Juliézia Moreira de Bessa
Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR  OS PRINCIPIOS DE LIDERANÇA DE  O MONGE E O EXECUTIVO) Juliézia Moreira de Bessa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Proatividade
ProatividadeProatividade
ProatividadeRASC EAD
 
O monge e o executivo
O monge e o executivo O monge e o executivo
O monge e o executivo deboraduarteee
 
O adolescente e a escolha da profissão
O adolescente e a escolha da profissãoO adolescente e a escolha da profissão
O adolescente e a escolha da profissãomorganaproinfo
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalKarol Oliveira
 
Trabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
Trabalho em Equipe e Gestão de ConflitosTrabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
Trabalho em Equipe e Gestão de ConflitosThiago Villaça
 
Aula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil ComportamentalAula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil Comportamentaltelevisita
 
Treinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderançaTreinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderançaGaylha Wegila
 
Conceito de relacionamento intrapessoal
Conceito de relacionamento intrapessoalConceito de relacionamento intrapessoal
Conceito de relacionamento intrapessoalProfessorRogerioSant
 
Palestra motivacional
Palestra motivacionalPalestra motivacional
Palestra motivacionalFernando Lima
 
Palestra Motivacional
Palestra Motivacional Palestra Motivacional
Palestra Motivacional Lucas Fonseca
 
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.Paulo Fonseca
 

Mais procurados (20)

Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Proatividade
ProatividadeProatividade
Proatividade
 
O monge e o executivo
O monge e o executivo O monge e o executivo
O monge e o executivo
 
Autocuidado
Autocuidado Autocuidado
Autocuidado
 
O adolescente e a escolha da profissão
O adolescente e a escolha da profissãoO adolescente e a escolha da profissão
O adolescente e a escolha da profissão
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
 
Trabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
Trabalho em Equipe e Gestão de ConflitosTrabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
Trabalho em Equipe e Gestão de Conflitos
 
Aula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil ComportamentalAula: Perfil Comportamental
Aula: Perfil Comportamental
 
Liderança de equipes
Liderança de equipesLiderança de equipes
Liderança de equipes
 
Educação Corporativa
Educação CorporativaEducação Corporativa
Educação Corporativa
 
Treinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderançaTreinamento sobre liderança
Treinamento sobre liderança
 
Palestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - VixPalestra Motivação - Vix
Palestra Motivação - Vix
 
Conceito de relacionamento intrapessoal
Conceito de relacionamento intrapessoalConceito de relacionamento intrapessoal
Conceito de relacionamento intrapessoal
 
Revele seu potencial
Revele seu potencialRevele seu potencial
Revele seu potencial
 
Aula 5 - Liderança servidora.pptx
Aula 5 - Liderança servidora.pptxAula 5 - Liderança servidora.pptx
Aula 5 - Liderança servidora.pptx
 
Palestra motivacional
Palestra motivacionalPalestra motivacional
Palestra motivacional
 
Estilos lideranca
Estilos liderancaEstilos lideranca
Estilos lideranca
 
Palestra Motivacional
Palestra Motivacional Palestra Motivacional
Palestra Motivacional
 
O poder do foco
O poder do focoO poder do foco
O poder do foco
 
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
Preparando-se para uma entrevista de emprego / seleção de pós-graduação.
 

Destaque

Palestra: Liderança Servidora - James C. Hunter
Palestra: Liderança Servidora - James C. HunterPalestra: Liderança Servidora - James C. Hunter
Palestra: Liderança Servidora - James C. HunterExpoGestão
 
Lições de liderança - O monge e o executivo
Lições de liderança - O monge e o executivoLições de liderança - O monge e o executivo
Lições de liderança - O monge e o executivoCursos Profissionalizantes
 
Liderança servidora e os Desafios da Motivação em Grupo
Liderança servidora e os Desafios da Motivação em GrupoLiderança servidora e os Desafios da Motivação em Grupo
Liderança servidora e os Desafios da Motivação em GrupoRafael Barbosa Camargo
 
ApresentaçãO Assessment
ApresentaçãO AssessmentApresentaçãO Assessment
ApresentaçãO Assessmenthamilton2
 
Apresentação Joel Dutra
Apresentação Joel DutraApresentação Joel Dutra
Apresentação Joel Dutragusebs
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEduardo Fagundes
 
Estilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do LíderEstilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do LíderRenato Martinelli
 
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointDicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointBruno Oliveira
 
Slides sobre Lideranca
Slides sobre LiderancaSlides sobre Lideranca
Slides sobre Liderancaguest99f679
 
Liderança e Motivação
Liderança e  MotivaçãoLiderança e  Motivação
Liderança e MotivaçãoVania Cardoso
 

Destaque (14)

Palestra: Liderança Servidora - James C. Hunter
Palestra: Liderança Servidora - James C. HunterPalestra: Liderança Servidora - James C. Hunter
Palestra: Liderança Servidora - James C. Hunter
 
Liderança servidora
Liderança servidoraLiderança servidora
Liderança servidora
 
Lições de liderança - O monge e o executivo
Lições de liderança - O monge e o executivoLições de liderança - O monge e o executivo
Lições de liderança - O monge e o executivo
 
Liderança servidora e os Desafios da Motivação em Grupo
Liderança servidora e os Desafios da Motivação em GrupoLiderança servidora e os Desafios da Motivação em Grupo
Liderança servidora e os Desafios da Motivação em Grupo
 
Liderança servidora
Liderança servidoraLiderança servidora
Liderança servidora
 
ApresentaçãO Assessment
ApresentaçãO AssessmentApresentaçãO Assessment
ApresentaçãO Assessment
 
Fichamento o monge e o executivo ti
Fichamento    o monge e o executivo tiFichamento    o monge e o executivo ti
Fichamento o monge e o executivo ti
 
Apresentação Joel Dutra
Apresentação Joel DutraApresentação Joel Dutra
Apresentação Joel Dutra
 
O monge eo executivo
O monge eo executivoO monge eo executivo
O monge eo executivo
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano Azul
 
Estilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do LíderEstilos de Liderança - Postura do Líder
Estilos de Liderança - Postura do Líder
 
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power pointDicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
Dicas para montar excelentes apresentações de slides no power point
 
Slides sobre Lideranca
Slides sobre LiderancaSlides sobre Lideranca
Slides sobre Lideranca
 
Liderança e Motivação
Liderança e  MotivaçãoLiderança e  Motivação
Liderança e Motivação
 

Semelhante a Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERANÇA DE O MONGE E O EXECUTIVO) Juliézia Moreira de Bessa

Art. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worstArt. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worstHugo Santos
 
Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01Universidade Unesa
 
A essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptxA essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptxVanildaCapinam
 
Slides sobre liderança e gestão de pessoas
Slides sobre liderança e gestão de pessoasSlides sobre liderança e gestão de pessoas
Slides sobre liderança e gestão de pessoasPaulaSandoval55
 
Aula 20 desenvolvendo a arte de administrar
Aula 20   desenvolvendo a arte de administrarAula 20   desenvolvendo a arte de administrar
Aula 20 desenvolvendo a arte de administrarLuiz Siles
 
Lider-Liderança-Workshop - Tatuape.potx
Lider-Liderança-Workshop - Tatuape.potxLider-Liderança-Workshop - Tatuape.potx
Lider-Liderança-Workshop - Tatuape.potxNorberto Tomasini Jr
 
Lider-Liderança- Espírita
Lider-Liderança- Espírita Lider-Liderança- Espírita
Lider-Liderança- Espírita NorbertoTomasini
 
Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...
Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...
Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...Lúcia Choi
 
Boletim coaching julho 2015
Boletim coaching   julho 2015Boletim coaching   julho 2015
Boletim coaching julho 2015Myrthes Lutke
 
10 princípios para liderar como nelson mandela
10 princípios para liderar como nelson mandela10 princípios para liderar como nelson mandela
10 princípios para liderar como nelson mandelaPatty Oliver
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegieHOME
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegieHOME
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegieHOME
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegieHOME
 
Curso online liderança
Curso online  liderançaCurso online  liderança
Curso online liderançaGeazi San
 
2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetente
2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetente2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetente
2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetenteFernando Monteiro D'Andrea
 

Semelhante a Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERANÇA DE O MONGE E O EXECUTIVO) Juliézia Moreira de Bessa (20)

liderança
liderançaliderança
liderança
 
Art. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worstArt. 6.0 learn with the worst
Art. 6.0 learn with the worst
 
Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01Lideranca 120402214620-phpapp01
Lideranca 120402214620-phpapp01
 
A essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptxA essência da liderança.pptx
A essência da liderança.pptx
 
Slides sobre liderança e gestão de pessoas
Slides sobre liderança e gestão de pessoasSlides sobre liderança e gestão de pessoas
Slides sobre liderança e gestão de pessoas
 
Aula 20 desenvolvendo a arte de administrar
Aula 20   desenvolvendo a arte de administrarAula 20   desenvolvendo a arte de administrar
Aula 20 desenvolvendo a arte de administrar
 
Lider-Liderança-Workshop - Tatuape.potx
Lider-Liderança-Workshop - Tatuape.potxLider-Liderança-Workshop - Tatuape.potx
Lider-Liderança-Workshop - Tatuape.potx
 
Lider-Liderança- Espírita
Lider-Liderança- Espírita Lider-Liderança- Espírita
Lider-Liderança- Espírita
 
Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...
Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...
Competências de uma_Líder_de_Sucesso - Dicas_Práticas - Lucia_Choi_e_Mulheres...
 
Boletim coaching julho 2015
Boletim coaching   julho 2015Boletim coaching   julho 2015
Boletim coaching julho 2015
 
10 princípios para liderar como nelson mandela
10 princípios para liderar como nelson mandela10 princípios para liderar como nelson mandela
10 princípios para liderar como nelson mandela
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
 
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
1572544318 e book--_aprenda_a_pensar_e_agir_como_um_grande_lder_-_dale_carnegie
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Curso online liderança
Curso online  liderançaCurso online  liderança
Curso online liderança
 
2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetente
2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetente2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetente
2012 03-07 - harvard business school - lidando com seu chefe incompetente
 
Lideranca
LiderancaLideranca
Lideranca
 
Equipe 3
Equipe 3Equipe 3
Equipe 3
 

Mais de Jazon Pereira

O GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana Rippel
O GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana RippelO GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana Rippel
O GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana RippelJazon Pereira
 
Por que o professor nunca será substituído pela tecnologia
Por que o professor nunca será substituído pela tecnologiaPor que o professor nunca será substituído pela tecnologia
Por que o professor nunca será substituído pela tecnologiaJazon Pereira
 
Contabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadoresContabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadoresJazon Pereira
 
A arte da guerra JHONATHAN FERNANDO
A arte da guerra JHONATHAN FERNANDOA arte da guerra JHONATHAN FERNANDO
A arte da guerra JHONATHAN FERNANDOJazon Pereira
 
Trabalho gestão de pessoas mayara crozetta
Trabalho gestão de pessoas   mayara crozettaTrabalho gestão de pessoas   mayara crozetta
Trabalho gestão de pessoas mayara crozettaJazon Pereira
 
Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013Jazon Pereira
 
Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013Jazon Pereira
 
Trabalho gestão de pessoas i 4º adm CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANN
Trabalho gestão de pessoas i 4º adm  CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANNTrabalho gestão de pessoas i 4º adm  CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANN
Trabalho gestão de pessoas i 4º adm CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANNJazon Pereira
 
RECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOASRECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOASJazon Pereira
 
Gestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI, JOICE CRISTINA KUNZLER
Gestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI,  JOICE CRISTINA KUNZLERGestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI,  JOICE CRISTINA KUNZLER
Gestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI, JOICE CRISTINA KUNZLERJazon Pereira
 
RECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOASRECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOASJazon Pereira
 
Trabalho arte da guerra
Trabalho   arte da guerraTrabalho   arte da guerra
Trabalho arte da guerraJazon Pereira
 
Resumo estratégias empresariais
Resumo estratégias empresariaisResumo estratégias empresariais
Resumo estratégias empresariaisJazon Pereira
 
Passo a passo da resenha crítica
Passo a passo da resenha críticaPasso a passo da resenha crítica
Passo a passo da resenha críticaJazon Pereira
 
Como fazer um resumo (passo a passo)
Como fazer um resumo (passo a passo)Como fazer um resumo (passo a passo)
Como fazer um resumo (passo a passo)Jazon Pereira
 
Resumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminski
Resumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminskiResumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminski
Resumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminskiJazon Pereira
 
TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...
TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...
TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...Jazon Pereira
 
COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...
COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...
COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...Jazon Pereira
 

Mais de Jazon Pereira (20)

O GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana Rippel
O GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana RippelO GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana Rippel
O GERENTE DE PROJETO PREGUIÇOSO ACADÊMICA: Veridiana Rippel
 
Por que o professor nunca será substituído pela tecnologia
Por que o professor nunca será substituído pela tecnologiaPor que o professor nunca será substituído pela tecnologia
Por que o professor nunca será substituído pela tecnologia
 
Contabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadoresContabilidade para não contadores
Contabilidade para não contadores
 
A arte da guerra JHONATHAN FERNANDO
A arte da guerra JHONATHAN FERNANDOA arte da guerra JHONATHAN FERNANDO
A arte da guerra JHONATHAN FERNANDO
 
Trabalho gestão de pessoas mayara crozetta
Trabalho gestão de pessoas   mayara crozettaTrabalho gestão de pessoas   mayara crozetta
Trabalho gestão de pessoas mayara crozetta
 
Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013
 
Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013Avaliação tga 2 2013
Avaliação tga 2 2013
 
Trabalho gestão de pessoas i 4º adm CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANN
Trabalho gestão de pessoas i 4º adm  CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANNTrabalho gestão de pessoas i 4º adm  CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANN
Trabalho gestão de pessoas i 4º adm CRISLEY DE OLIVEIRA MACARIO MOISES DILLMANN
 
RECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOASRECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOAS
 
Gestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI, JOICE CRISTINA KUNZLER
Gestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI,  JOICE CRISTINA KUNZLERGestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI,  JOICE CRISTINA KUNZLER
Gestão de Pesoas mercado de trabalho CAROLINE LONGHI, JOICE CRISTINA KUNZLER
 
Gestão de pessoas
Gestão de pessoasGestão de pessoas
Gestão de pessoas
 
RECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOASRECRUTAMENTO DE PESSOAS
RECRUTAMENTO DE PESSOAS
 
Trabalho arte da guerra
Trabalho   arte da guerraTrabalho   arte da guerra
Trabalho arte da guerra
 
Resumo estratégias empresariais
Resumo estratégias empresariaisResumo estratégias empresariais
Resumo estratégias empresariais
 
Passo a passo da resenha crítica
Passo a passo da resenha críticaPasso a passo da resenha crítica
Passo a passo da resenha crítica
 
Como fazer um resumo (passo a passo)
Como fazer um resumo (passo a passo)Como fazer um resumo (passo a passo)
Como fazer um resumo (passo a passo)
 
Resumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminski
Resumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminskiResumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminski
Resumo do filme um sonho de liberdade.Roger kaminski
 
TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...
TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...
TEORIA GERAL DA AMINISTRAÇÃO (TGA) ANACLÉIA SOUSA ELIZIANE AIMONE JUCICLÉIA S...
 
COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...
COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...
COOPERATIVISMO JESSICA NAIARA A. DE SOUZA, KALIANE AMANDA OTTONI, TAMIRES CAR...
 
Tga
TgaTga
Tga
 

Último

Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfLeandroTelesRocha2
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergBrenda Fritz
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 

Último (20)

Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 

Gestão de pessoas (COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERANÇA DE O MONGE E O EXECUTIVO) Juliézia Moreira de Bessa

  • 2. Trabalho apresentado para a avaliação da disciplina de Gestão de Pessoas do curso de Administração, administrada pelo professor ESP: Jazon Pereira. Pelo Acadêmico (a): Juliézia Moreira de Bessa SORRISO-MT 24 de setembro de 2013
  • 3. James C. Hunter É um consultor-chefe da empresam J.D.HUNTER Associats, LLC, uma empresa estadunidense de consultoria de trabalho e treinamento, fundada em 1985. Lastreado nos anos de sua experiência profissional, Hunter, alem de consultor, tornou-se também instrutor e palestrante, principalmente na área de liderança funcional e organização de grupos comunitários. Atualmente ele mora em Michigan (EUA) com esposa e filha.
  • 4. COMO SE TORNAR UM LIDER SERVIDOR OS PRINCIPIOS DE LIDERANÇA DE O MONGE E O EXECUTIVO
  • 5. Informações sobre o livro De acordo com James C. Hunter o livro tem dois objetivos: 1- Objetivo é compilar de maneira simples, concisa e clara os princípios de liderança servidora apresentados em seu livro anterior. 2- É proporcionar um guia que facilite a aplicação desses princípios em sua vida e no trabalho . Este livro mostra que o desenvolvimento de liderança e a construção do caráter são a mesma coisa, ambos exigem mudanças. Os princípios da liderança servidora podem ser aprendidos e aplicados por quem tem a vontade e a intenção de mudar, crescer e melhorar. Como se tornar um líder servidor apresenta aplicações praticas do conceito de liderança servidora, já detalhada no livro “O MONGE E O EXECUTIVO”. E traz ainda ensinamentos sobre como funcionam as empresas bem sucedidas à busca do profissional com o perfil ideal, os planos de renumeração por resultados, as maneiras de tornar mais desafiador as avaliações de lideranças e os treinamentos eficientes. James C. Hunter defende a tese de que os lideres devem ter caráter, uma base espiritual muito forte e a consciência de que liderança não é poder e sim autoridade, conquistada com amor, dedicação, e respeito pelas pessoas. O autor mostra que é preciso praticar diariamente as habilidades da liderança servidora para que elas se tornem um habito. Basta se engajar em um processo de melhoria continua , aceitar feedback de seus subordinados e estar dispostos a assumir os riscos para eliminar a distancia entre o que você precisa mudar para se tornar um líder realmente eficaz.
  • 6. Capitulo 01 Ele começa mostrando que todas as empresas têm o CHUCHY, e que nós passamos todo o tempo tentando silenciar os nossos CHUCHYS pessoais. A maioria dos problemas nas empresas começa pela liderança, elas estão mais interessadas nas opiniões que vão causar do que cuidar, zelar, amar, dividir instruir e liderar as pessoas. Para termos sucesso no nosso propósito, temos que conhecer a diferença entre líder e gerente, só assim conseguiremos trabalhar com as pessoas por mais tempo. Gerente; Em geral, autoritário e centralizador, acredita erroneamente que tem todas as respostas, resolve todos os problemas e consegue que as pessoas fiquem do seu lado por medo. Líder; Conquista pessoas, envolve-as de forma que coloquem seu coração, mente espírito, criatividade e exelencia a serviço de um objetivo. “Liderança não é ser chefe, um bom profissional não quer dizer que é um bom líder”. Você já nasce líder, cabe a você escolher ser um bom líder ou se vai ser gerente. O gerente a responsabilidade dele é maior, a imagem é mais dura sem falar que chega só no final do caminho para colher os resultados, os poucos aliados foram intimidados. O líder pode ser pai, mãe, pastor, treinador, professor e etc. A imagem é positiva seus seguidores sente orgulho e no final o líder esta ao lado de pessoas que não são só seguidores, mas também parceiros. Um bom líder leva você a fazer coisas boas, desenvolver os bons sentimentos, ampliar a criatividade, o líder trabalha com o caráter e em cima de seu caráter, nos da escolha, opções, estímulos. O líder sempre deixa sua marca, cabe a nos procura e saber conhecê. Capitulo 02 As duas coisas que é certa é a morte e as opções (escolhas). Hoje a vida que você leva depende das suas escolhas, só de não escolher é uma escolha. Uma de nossa escolha é entre o poder ou a autoridade, pois não podemos ter os dois. Poder é a capacidade de obrigar, por causa da sua posição ou força, os outros a obedecerem a sua vontade, mesmo que eles preferissem não o
  • 7. fazer. Autoridade muito diferente de poder, já que ela envolve a habilidade de levar os outros a fazerem de bom grado, sua vontade. Nas empresas o poder funciona, os gerentes conseguem as coisas na base da imposição. Mas o poder ele cresce sempre e à medida que cresce destrói o relacionamento. O relacionamento é à base de todas as empresas com os funcionários, colegas sócios filho conjugue e principalmente com clientes. Sem eles não há negocio Não é de hoje o estilo de liderança baseada no poder, vêm a milhares de anos. Um exemplo as grandes pirâmides do Egito. Hoje esse método de liderança esta aplicado em lares familiares: pai no topo, mãe no meio e as crianças na base. O poder ele nem sempre é descartável, às vezes você precisa para atender as necessidades de um individuo ou da organização. Mas na questão de liderança tenha autoridade e não poder. Capitulo 03 Começa apontando Jesus Cristo como o maior líder de todos os tempos. E ainda é, pela influencia, e mostrou a essência, o verdadeiro significado de liderança. “Para ser líder primeiro precisa servir” “Quando o discípulo esta pronto o mestre chega” Quando nós sacrificamos e servimos os outros, estamos desenvolvendo autoridade e em consequência influenciamos as pessoas. Qualquer pessoa pode servir e liderar, se servimos os outros, temos de perdoar, pedir desculpas, e dar uma segunda chance mesmo se não sentimos a vontade para isso. “Não precise esperar o momento certo, o momento é você que faz, não podemos ser egoísta, agir como crianças de dois anos “eu primeiro”, o certo” você primeiro “ e “ nós fazemos” . Quer ser grande líder, observe , espelhe nos grandiosos de antes;
  • 8. Gandhi, Madre Teresa e principalmente Jesus Cristo, que mesmo com toda aquela gloria, foi humilde e pensou sempre em primeiro lugar nos outros. Capitulo 04 Ele introduz o conceito do amor na liderança, amor à família, aos funcionários, a organização e principalmente amor ao que faz amor a sua profissão. O amor não é só você dizer “eu amo” tem que demonstrar, com gesto atitudes, palavras , se ama mostre ,provem. Quando se é líder, o amor dentro da liderança se encaixa com em um casamento, por exemplo; “O amor é paciente, o amor é gentil, não é pomposo e arrogante (humilde), não age de maneira inconveniente (respeitoso), não procura seu próprio interesse (altruísta), não se regozija na injustiça, mas na verdade (honesto) suporta todas as coisas, nunca falta (dedicado).” Se você é líder tem que ser gentil , pois é através da gentileza que aprecia, encoraja os outros. Ser gentil, mas também é preciso ser humilde, pois o amor é companheiro da humildade. E você precisa dos dois para tomar decisões certas . Lideres humilde não quer dizer inferior, menos capacitado, ao contrario ele pode não saber tudo, mas é humilde o bastante para admitir, estudar, buscar novas informações e se garante. Mesmo na liderança o líder é capaz de respeitar, dividir, pois o líder ele não ganhou esse respeito pela posição ele conquistou esse respeito. O líder altruísta coloca as necessidades dos outros acima das suas. Abre mão do seu momento por um minuto feliz do funcionário. Líder tem que saber pedir perdão, se erra reconheça e pede perdão, se não errou chama o funcionário conversa faz um acordo . Pedir perdão não é demonstração de fraqueza ao é de corajem. O líder precisa ser honesto, e garantir um ambiente de trabalho o mais honesto possível. O método de evitar os grupos destrutivos das empresas e garantir um local melhor é o líder conhecer, interagir com os seus funcionários. Liderança precisa gostar do que faz ai sim você vai ter compromisso com a organização, pessoas, trabalho etc. Começa agir espontaneamente, procura fazer as coisas de que gosta, não faz só por que prometeu. Trabalhe, crie por prazer e não por obrigação. “SEJA FIEL AS SUAS ESCOLHAS”
  • 9. Capitulo 05 Começa citando um dos casos que resolveu e serviu de inspiração para o seu livro. Que é o fato das pessoas serem educadas e amáveis, só com quem ele se julgue importantes. As pessoas não se dão ao trabalho de escutar os seus funcionários, por achar que eles não são importantes. Às vezes na organização a questão da responsabilidade é dividida desonesta e desigual , é dada muita para uma pessoa com capacidade para pouca e vice-versa . Com isso não favorecemos ninguém a não sermos nós mesmos. Disciplinar é conhecer os seus funcionários, qual o cargo se encaixa melhor, onde tem mais dificuldade, e apoia-los, eliminando-as dificuldades deles. Líder precisa saber hora de chamar atenção, hora de relaxar, hora de dar bronca e hora de descontrair, hora de ser profissional, e hora de se colega para sair juntos. O líder ele conhece e age no seu tempo. Capitulo 06 O modo como nos exercitamos, e usamos a nossa natureza humana énos que escolhemos como será se vai ser em beneficio do bem ou em beneficio do mal, pois assim que nascemos foi nos dado o direito ao Livio arbítrio. Temos também o senso comum, que nos faz pensar antes de agir se desenvolvido muito tempo esse “músculo moral” alcançaremos a sastifaçao imediata. O músculo moral também conhecido como caráter. Capitulo 07 Caráter é uma palavra que tem recebido muita atenção nos últimos anos. Há quem sugira que o caráter pessoal não tem nada a ver com liderança. Mas uma das características para se ter uma boa liderança é ter personalidade, que é a mascara que usamos para o mundo ver. Ela pode ser falsa ou verdadeira, se for verdadeira vem acompanhada do caráter, que é a firmeza moral de uma pessoa, portanto é o sinal visível de sua natureza inferior. E o que somos por baixo de nossa personalidade (mascara).
  • 10. A cada dia que passa ele cresce ao contrario da personalidade que se forma na infância, o caráter cresce e desenvolve a nossa força moral, ética, comportamento, valores, princípios adequados. Os bons e maus hábitos formam o nosso caráter, que são fortemente influenciados tanto pela hereditariedade quanto pelo ambiente. Influenciados, sim, determinados, não. O caráter é basicamente a soma total de nossos hábitos, virtudes, vicios . E saber o que é certo e o errado, fazer o bem e evitar fazer o mal, nos tornarmos justos e praticarmos atos justos, resumindo caráter são questão de escolha, basicamente a escolha certa. O caráter era construído tendo como base a metáfora do banco de três pernas. Uma perna representava o lar, onde as crianças aprendiam conceitos morais ao longo de anos de disciplinas afetuosas. A segunda e terceira perna representa a escola e a comunidade, onde se esperava dos estudantes e membros os mais altos padrões de comportamento. As opções que fazemos no dia a dia não apenas determinam o que somos hoje mas também o que vamos ser amanha. Capitulo 08 Poucos consideram a liderança como uma habilidade que precisa ser aprendida, desenvolvida e refinada ao longo do tempo. Você pode aprender sobre liderança por meio de leitura de um livro, participando de seminário ou assistindo a um videoteipe. A boa noticia sobre o desenvolvimento da inteligência emocional (caráter) dos seres humanos é que ela não é fixada geneticamente, como o QI, que muda pouco depois da adolescência. A ma noticia é que precisamos fazer um grande esforço para romper hábitos antigos e substituí-los por novos. Quando qualidades de caráter são incentivadas no local de trabalho e as pessoas tem a oportunidade de coloca-las em praticas, os efeitos espalham-se por toda sociedade. O objetivo não é ser perfeito afinal ninguém consegue o tempo todo. É fundamental permanecer empenhado e confiante, pois o objetivo é se mantiver em movimento. Portanto esqueça a perfeição, nossa sociedade é exigente com os lideres, mas é da natureza humana errar, causar decepções, recuar sentir medo, avançar novamente. Tudo isso faz parte é do nosso instintito de sobrevivência.
  • 11. Capitulo 09 A motivação é um componente importante da liderança. Toda ação cria uma ação, ações impulsionadas pelas consequências, cria se uma reação. A verdadeira motivação consiste em manter a pessoa entusiasmada querendo agir, dar o melhor de si a equipe. Motivar é influenciar e inspirar a ação. Não é só o dinheiro, benefícios, presentes, e etc. Que motiva as pessoas é gostar do que faz poder compartilhar suas alegrias, sonhos, pesares, preocupações, e você sentir seguro no ambiente de trabalho, ter alto estima etc. Os seres humanos tem um profundo anseio por significado e propósito em sua vida, e retribuição a quem os ajuda a conseguir essa necessidade. Essa necessidade é a maior motivação do homem. O líder precisa assumir esse lado “missionário” e mostrar os valores da empresa, o que ela preza o que ela tenta realizar e a quem serve. Como lideres, temos a responsabilidade de providenciar um ambiente saudável para os nossos funcionários. Respeite o seu pessoal, faça um elogio sincero e especifico, saiba a hora certa e como fazer esse elogio. Seja o primeiro a dar bom dia, quando chega,, desenvolva habilidade de fazer perguntas, mas não perguntas idiotas, inteligentes que motive o pessoal a buscar as respostas. As pessoas querem fazer parte de uma empresa de que posam se orgulhar, em que os padrões para admissão e as expectativas cotidianas sejam elevadas, e as pessoas fiquem felizes quando vão para casa a noite porque se sentem fazendo a coisa certa, o que gosta. Constrói um ambiente de trabalho positivo, onde as pessoas podem viver e trabalhar sem barreiras e distrações necessárias. Sem diferenciais sociais, políticas, étnicas, raciais e outras, superam pelo um objetivo maior. Ensina pelo exemplo, corrija o errado, elogia o certo. Motiva a si mesmo sempre, pois a verdadeira motivação vem de dentro para fora, depois motive seus companheiros, colegas, parceiros etc. .