Aulas de tga 30 10-13

1.047 visualizações

Publicada em

Max Weber (1864-1920), sociólogo alemão, foi o criador da Sociologia da Burocracia. Foi professor das Universidades de Friburgo e de Heidelberg e ficou famoso pela teoria das estruturas de autoridade. Com a tradução de alguns de seus livros para a língua inglesa, por Talcott Parsons, tomou corpo nos Estados Unidos a Teoria da Burocracia em Administração. Sua obra é realmente muito vasta. Seu principal livro, para o propósito deste estudo, é "A Ética Protestante e o Espírito de Capitalismo", São Paulo, Livrada Pioneira Editora, 1967.

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.047
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
145
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aulas de tga 30 10-13

  1. 1. TGA – Teoria Geral da Administração Teoria da Burocracia Prof. Jazon Pereira
  2. 2. Entendendo a Teoria da Burocracia A Burocracia, a Teoria Administrativa e a Administração Científica são três correntes da perspectiva clássica nessas correntes, as organizações tem sido vistas em larga escala como estruturas mecanicistas. É possível observar que essas três escolas de teorias administrativas desenvolveram-se de maneira independentes.
  3. 3. Os fundadores da administração foram quase todos engenheiros e industriais interessados na concepção da administração como “CIÊNCIA e TÉCNICA”, usando principalmente a matemática e a engenharia como base das especulações e ações, ou eram estudiosos preocupados com aspectos específicos do trabalho industrial, especialmente com as consequências psicofísicas e econômicas.
  4. 4. Perspectiva Clássica Administração Científica Teoria Clássica da Administração Administração como ciência e técnica Teoria da Burocracia Técnicas baseadas na matemática e engenharia Busca da eficiência TO-04 4
  5. 5. ORIGENS DA BUROCRACIA Europa - Sec. XX (Max Weber) Buscava racionalidade técnica para construir um sistema administrativo Estrutura de relacionamentos humanos necessários para expandir a produtividade Visão institucional - não ligava-se ao processo produtivo Nasceu da necessidade de se organizar as empresas que cresceram em tamanho e complexidade Definição de burocracia:trabalho baseado em papéis e documentos, movimentados em seqüência contínua entre as várias unidades componentes da estrutura organizacional Organização burocrática: exercício do controle com base no conhecimento TO-04 5
  6. 6. Como conhecida originalmente A BUROCRACIA DE WEBER apresentava as seguintes características • Divisão do trabalho: Tarefas simples para qualquer pessoa se especializar em tempo mínimo • Hierarquia de autoridade: Cadeia de comando com responsabilidades, deveres e privilégios específicos • Racionalidade: Seleção, promoção, adequação do desempenho do trabalho às qualificações • Regras e padrões: Decisões guiadas por regras, disciplina e controles TO-04 6
  7. 7. • Compromisso profissional: administradores ganham salários fixos e não são donos dos negócios; gerente treinados para melhor qualificação e eficiência organizacional • Registros escritos: continuidade e uniformidade de ação sobre transações da organização • Impessoalidade: regras e procedimentos aplicados de modo uniforme e imparcial
  8. 8. TEORIA DA AUTORIDADE (Sistema de controle social) • Poder: é a probabilidade de o indivíduo executar sua vontade apesar das resistências opostas (controle mediante ameaças, coações, manipulação das condições) autoridade (obediência voluntária) • Persuasão: É a faculdade de o indivíduo influenciar a decisão ou ação de outro, mediante a razão, a lógica e a argumentação TO-04 8
  9. 9. • Tipos puros de autoridade – Tradicional: ordem social sagrada. Direito divino, tradição cultural, herança. Ex: tribo, clã, sociedade medievais, família. – Carismática: rejeição à tradição e contra ordem social vigente. Ordem encarnada numa pessoa. Ex: partidos políticos, revolucionários, grupos religiosos – Racional: Baseada em normas sociais, administradas pela meritocracia, com traços impessoais, técnicos e racionais. Ex: exércitos, administração pública e empresas
  10. 10. Forma de Organização Burocrática TO-04 10
  11. 11. FUNÇÕES DA BUROCRACIA • Especialização: Objetiva o crescimento da produtividade • Estrutura: Dá forma e conteúdo à organização • Previsibilidade: Estabilização (por regras, regulamentos e estruturas, racionalização relações humanas) => previsão sociedade anárquica • Racionalidade: Julgamentos segundo critérios gerais x capricho, prestígio ou extravagância • Democracia: competência como única base para manutenção de um cargo regra-impedimento A experiência tende universalmente a mostrar que o tipo de administração de organização puramente burocrático é, do ponto de vista puramente técnico, capaz de alcançar o mais alto grau de eficiência e é, neste sentido, formalmente o meio mais racional de levar a efeito um controle imperativo sobre os seres humanos TO-04 11
  12. 12. AS DISFUNÇÕES DA BUROCRACIA • Maior internalização das diretrizes: de meios para objetivos • Maior despersonalização nos relacionamentos: Cargos x pessoas • Hierarquia como base do processo decisorial: decisões nos níveis mais altos independentemente do conhecimento • Formalismo e conformidade às rotinas: Formalismo das comunicações e devoção às normas TO-04 12
  13. 13. Modelo Geral da Burocracia TO-04 13
  14. 14. MODELO BUROCRÁTICO DE MERTON TO-04 14
  15. 15. MODELO BUROCRÁTICO DE SELZNICK TO-04 15
  16. 16. MODELO BUROCRÁTICO DE GOULDNER TO-04 16
  17. 17. Contingências da Burocracia • Tamanho: número total de empregados • Formalização: nível de documentação escrita • Especialização: é o grau em que as atividades organizacionais são divididas em tarefas separadas. Maior especialização-> menor gama de trabalho realizado • Padronização: atividades semelhantes do trabalho são realizadas de maneira uniforme • Centralização: ponto geométrico da tomada de decisão. TO-04 17
  18. 18. Relação entre tamanho e demais elementos da Estrutura Burocrática TO-04 18
  19. 19. CRÍTICAS E AMEAÇAS À BUROCRACIA • Críticas – Ênfase exagerada nas regras, procedimentos podem se tornar mais importantes em si do que para seus fins – Executivos podem desenvolver dependência do “status” – Sufocar a iniciativa quando não houver regras. Falta de flexibilidade e adaptabilidade a mudanças – Comportamento burocrático oficiosos – Relações impessoais podem levar a comportamentos estereotipados e à falta de sensibilidade para incidentes ou problemas pessoais TO-04 19
  20. 20. • Ameaças – Mudanças rápida e inesperada (boa para rotina) – Crescimento em tamanho (tamanho leva à complexidade) – Complexidade da tecnologia (diversificação e especialização) – Ameaça psicológica, ocorrendo a partir de uma mudança no comportamento gerencial(ser humano; colaboração;ideais)
  21. 21. COMPARAÇÃO DAS TEORIAS CLÁSSICAS TO-04 21
  22. 22. Valeu! Boa noite!

×