Aula 18 - Evolução e revolução

1.173 visualizações

Publicada em

Aula 18 - Evolução e revolução

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.173
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 18 - Evolução e revolução

  1. 1. 2º ano: Apostila 03 / Aula 18 Professor Claudio Henrique Ramos Sales SOCIOLOGIA
  2. 2.  POSITIVISMO  REVOLUÇÃO  LEGALIDADE, LEGITIMIDADE E VIOLÊNCIA  REVOLUÇÃO SOCIALISTA  SITUAÇÃO REVOLUCIONÁRIA
  3. 3.  Evolução: mudança, transformação. (não associar com progresso)  Revolução: mudanças bruscas, profundas, fazendo as sociedades mudarem de rumo.
  4. 4.  Final do século XIX, cobrança para que a Sociologia apresentasse resultados práticos em relação aos conflitos políticos decorrentes das lutas de classes. Na análise de Comte, a Sociologia deveria:  Ser Isenta, buscando interpretações e soluções para as questões sociais, sem levar em consideração ideologias ou injustiças.  Deveria ser uma “Física Social”  Comte: “conservador”, contrário às agitações políticas do século XIX.  Defendia o restabelecimento da ordem nas ideias e nos conhecimentos.  Seu ideal “Positivo” não visava a destruição das instituições e sim a preocupação com a organização social.  Ordem e Progresso
  5. 5. No plano social e político:  Tentativa, acompanhada de violência, de derrubar as autoridades políticas existentes e de as substituir, a fim de se efetuar profundas mudanças nas relações políticas, no ordenamento jurídico constitucional e na esfera socioeconômica.  As revoluções podem ser isentas de ideologias.  Visam apenas a satisfação de interesses de alguns grupos.  Exemplo Golpe de Estado, que visa apenas a substituição dos governantes.  REVOLTA: levante popular contra o governo ou a ordem social vigente.  O conceito de revolução permite várias interpretações, sendo normalmente associado a transformações.
  6. 6. Transformações sociais, devem levar em consideração os seguintes aspectos:  LEGALIDADE: quando as transformações ocorrem dentro das regras legais ou de acordo com os valores tradicionais.  LEGITIMIDADE: refere-se ao apoio concedido pelo povo ao sistema político que confere aos dirigentes o direito moral de governar.  Em outras palavras: é o reconhecimento e a aceitação social.  Não devemos confundir os dois conceitos, uma vez que nem tudo que é legal é legítimo, e vice-versa. Ex:  AI5 legal, ilegítimo.  Privilégios políticos: legal, ilegítimo
  7. 7.  Quanto maior a legitimidade, menor a utilização da violência e da força para a manutenção da ordem social.  Quanto menor o consenso, maior será a utilização da força/violência.
  8. 8.  As classes dominantes não abrem mão do poder pacificamente.  Existe a necessidade da utilização da violência para que os “revolucionários” possam conseguir uma maior participação política.  Os grupos dominantes se valem dos instrumentos de coerção social como o exército, polícia para a repressão dos opositores.  Essa disputa é conhecida como conflito civil, sendo que a sua intensidade e duração, dependem da correlação das forças envolvidas.
  9. 9. Teoria:  Transformação radical.  Substituição do capitalismo.  Alteração nas relações de produção  Caráter criador: desenvolver uma nova sociedade CARACTERÍSTICAS:  Ditadura do proletariado;  Aliança proletário + campesinato;  Fim propriedade privada;  Desenvolvimento planejado da economia;  Revolução cultural (educação)
  10. 10. Visão crítica:  Poder centralizado nas mãos dos partidos comunistas.  Ditaduras totalitárias.  Governos tiranos contra opositores e em muitos casos contra a própria população.  Liberdades individuais básicas limitadas (exemplo: o direito de livre expressão e o direito de ir e vir).  Desabastecimento e pobreza. 5 principais motivos para o fracasso das sociedades socialistas:  1. Você não pode levar o mais pobre à prosperidade apenas tirando a prosperidade do mais rico;  2. Para cada um recebendo sem ter de trabalhar, há uma pessoa trabalhando sem receber;  3. O governo não consegue dar nada a ninguém sem que tenha tomado de outra pessoa;  4. Ao contrário do conhecimento, é impossível multiplicar a riqueza tentando dividi-la;  5. Quando metade da população entende a ideia de que não precisa trabalhar, pois a outra metade da população irá sustentá-la, e quando esta outra metade entende que não vale mais a pena trabalhar para sustentar a primeira metade, então chegamos ao começo do fim de uma nação.
  11. 11.  Deve ser amadurecida;  Tem um tempo certo para ocorrer;  Série de fatores que iniciariam o processo segundo Lenin. Condições mínimas:  Dificuldades econômicas para a maioria da população;  Disposição das massas para reagir;  Vanguarda política organizada;  Divisão política na classe dominante.
  12. 12. Análise marxista:  As revoluções são a locomotiva da História.  Possibilitaram as grandes transformações da História, possibilitando a formação da atual configuração mundial.
  13. 13.  Teria o capitalismo capacidade de reorganização?  O modelo já esgotou suas possibilidades?

×