02 Atividade - Proteção Radiológica

547 visualizações

Publicada em

02 Atividade - Proteção Radiológica

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
547
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 Atividade - Proteção Radiológica

  1. 1. Nome: Professor: Gustavo Pires Turma: Disciplina: Proteção Rad. Curso: Téc. Radiologia Médica– M e V / 2ª Semana Lei da Desintegração Radioativa 1. O elemento netúnio (93 237 Np), após a emissão de sete partículas alfa e quatro partículas beta, transforma-se em qual elemento químico? a) 92 238 U b) 90 232 Th c) 88 226 Ra d) 85 210 At e. 83 209 Bi 2. O radioisótopo 222 do 86Rn, por uma série de desintegrações, transforma-se no isótopo 206 do 82Pb. Determine o número de partículas alfa e o número de partículas beta envolvidas nessas transformações. a) 2 partículas alfa e 2 partículas beta b) 2 partículas alfa e 4 partículas beta c) 4 partículas alfa e 3 partículas beta d) 4 partículas alfa e 4 partículas beta. e) 3 partículas alfa e 3 partículas beta 3. O que acontece com o número de massa e com o número atômico de um núcleo instável se ele emite uma partícula beta? Número de massa Número atômico a) Sem alteração Aumenta em 1 unidade. ___/___/____ _
  2. 2. b) Sem alteração Diminui em 1 unidade c) Diminui em 1 unidade Sem alteração d) Aumenta em 1 unidade Sem alteração e) Diminui em 1 unidade Aumenta em 1 unidade 4. O criptônio-89 possui o tempo de meia-vida igual a 3,16 minutos. Dispondo-se de uma amostra contendo 4,0 . 1023 átomos desse isótopo, ao fim de quanto tempo restarão 1,0 . 1023 átomos? a) 3,16 minutos b) 6,32 minutos. c) 9,48 minutos d) 12,64 minutos e) 15,8 minutos 5. O césio-137 possui meia-vida de 30 anos. Se tivermos 12 g desse elemento, após quanto tempo essa massa será reduzida para 0,75 g? a) 30 anos. b) 60 anos. c) 90 anos. d) 120 anos e) 150 anos. 6. Em Goiânia, 100 g de 137 CsCℓ foram liberados de uma cápsula, antes utilizada em radioterapia, e causaram um grave acidente nuclear. O gráfico representa a cinética de desintegração desse isótopo. Para o 137 Cs, o tempo de meia-vida e o tempo para que 87,5% tenha se desintegrado são, em anos, respectivamente: a) 60 e 30. b) 30 e 7,5. c) 60 e 90. d) 30 e 90 e) 120 e 60
  3. 3. 7. Bomba de cobalto é um aparelho muito usado na radioterapia para tratamento de pacientes, especialmente portadores de câncer. O material radioativo usado nesse aparelho é o 27 60 Co, com um período de meia-vida de aproximadamente 5 anos. Admita que a bomba de cobalto foi danificada e o material radioativo exposto à população. Após 25 anos, a atividade deste elemento ainda se faz sentir num percentual, em relação à massa inicial, de: a) 3,125%. b) 6% c) 0,31% d) 31,25% e) 60% 8. Sendo a radiação gama de origem eletromagnética, ela: a) É desviada por campos elétricos. b) É desviada por campos magnéticos. c) Não é desviada por campos elétricos ou magnéticos d) É desviada por espelhos. e) A, b e d estão certas. 9. O núcleo ao emitir uma partícula alfa ou beta, torna-se excitado, ele retorna ao estado fundamental pela emissão de: a) Partículas alfa b) Partículas beta c) Radiação gama d) Pósitrons e) Negatrons 10. Uma das aplicações nobres da energia nuclear é a síntese de radioisótopos que são aplicados na medicina, no diagnóstico e tratamento de doenças. O Brasil é um país que se destaca na pesquisa e fabricação de radioisótopos. O fósforo-32 é utilizado na medicina nuclear para tratamento de problemas vasculares. No decaimento deste radioisótopo, é formado enxofre-32, ocorrendo emissão de a) partículas alfa. b) partículas beta c) raios gama. d) nêutrons. e) raios X

×