SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 92
CURSO DE ATUALIDADES 2008 [email_address] http://mariodemori.blogspot.com/ http://focosdetensoesinternacionais.blogspot.com/
GEOPOLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS ,[object Object],[object Object],[object Object]
RICAS EMERGENTES POBRES PRODUTORAS PERTURBADORAS EXTRATORAS 1 º NÍVEL DIRETRIZES DE ALCANCE MUNDIAL 2 º NÍVEL COMBINA DIRETRIZES REGIONAIS E INTERNACION. 4 º NÍVEL RELACIONAM. SIGNIFICATIVO COM VIZINHOS 3 º NÍVEL DIRETRIZES REGIONAIS 5 º NÍVEL APENAS MARGINAL- MENTE INTER -ATUAM COM OUTROS ESTADOS ESTÁGIO GEOPOLÍTICO DA INFÂNCIA ESTÁGIO GEOPOLÍTICO DA ADOLESCÊNCIA ESTÁGIO GEOPOLÍTICO DA MATURIDADE CLASSIFICAÇÃO GEOPOLÍTICA DAS NAÇÕES
Geopolítica,  Relações Internacionais e Tensões Atuais Aula 02
I –   Introdução: o que foi a Guerra Fria e Atualmente  ,[object Object]
Imagem clássica do final da segunda guerra, com a vitória dos Aliados 1961: Início da Construção  do Muro
->  Características principais: ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object]
II – Raízes das tensões atuais entre EUA e Rússia  ,[object Object]
Novo sistema de defesa dos EUA envolvendo a Europa do Leste desagrada líder russo, Vladimir Putin
->  O avanço diplomático e militar estadunidense sobre os países da antiga “cortina de ferro” – região que era zona de influência da ex-URSS – e sobre a qual a atual Federação Russa pretende manter controle, evitando, entre outras coisas, a adesão de antigos países socialistas à OTAN. Wladimir Putin, equiparou a situação atual a Crise dos Mísseis (Cuba, 1962); ->  A ofensiva diplomática estadunidense rumo ao Leste, estende-se até a países que formavam a antiga União Soviética, como Geórgia e Ucrânia. E, liderando, as forças da OTAN, bases militares devem ser instaladas na Bulgária e Romênia, com 5 mil soldados cada uma; ->  Putin – que, às vezes, compara os EUA sob Bush, à Alemanha nazista de Hitler – acusa os Estados Unidos de unilateralismo hostil, ou seja, que o país realiza ações e ataques militares sem consultar as demais nações, fazendo o “excessivo uso da força nas relações internacionais”. Em resposta, a essa agressividade latente ameaçou apontar mísseis russos contra cidades européias.
Ataque ao Iraque seria uma das provas do unilateralismo hostil estadunidense, segundo Putin
Putin: um novo czar ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Putin: um novo czar ,[object Object]
Outros impasses ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Caso passe a dispor de armas nucleares, o Irã será o 2º país do Oriente Médio a tê-las, equiparando-se a Israel – país aliado dos EUA e inimigo do Irã.
Outros impasses ,[object Object],[object Object]
A imprensa brasileira estereotipa do governo Chavez tal como interessa aos EUA, cumprindo seu contínuo papel de “meios de manipulação” – muito distante da informação séria e contextualizada
Outros impasses ,[object Object],[object Object],[object Object]
Kosovo ,[object Object]
KOSOVO INDEPENDENTE ,[object Object],[object Object],[object Object]
Conclusão ,[object Object],[object Object]
III – A Rússia contemporânea ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
1 – O caldeirão étnico ,[object Object],[object Object]
 
A questão da Chechênia   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A RÚSSIA NA GUERRA COM A GEÓRGIA  ,[object Object],[object Object]
Ascensão da Rússia e da China na Nova Ordem Mundial
O Colapso da URSS e a Transição Chinesa ,[object Object],[object Object]
[object Object],Gorbachov Deng-Xiaoping Conds. Iniciais Economia de planejamento central industrializada e diversificada com sub-sistema comercial especializado e integrado entre estados nacionais e regiões. Unificação política e militar realizada pelo PCUS Economia de planejamento central semi-industrializada. Unificação política e militar realizada pelo PCC Desafio Político Externo Enfrentamento da corrida armamentista,  da derrota no Afeganistão e da ruptura política no leste europeu. Busca de nova política de desarmamento reduzindo o “fardo militar” Afirmação da China soberana Aproveitamento inicial do conflito EUA/URSS e, com a extinção da URSS e a Guerra do Golfo,  a busca de novo papel na Ásia Desafio Interno Retomar o crescimento através de gastos públicos não militares e reforma das empresas visando maior inovação, incentivos e disciplina e combate a corrupção  Acelerar o crescimento econômico e modernizar a economia pela cópia de técnicas com destaque para as grandes EE
[object Object],Gorbachov Deng-Xiaoping Estratégia de Mudança e Reestruturação Estratégia focada na redução dos gastos militares e  reforma das empresas estatais Modernização controlada focada em setores e regiões, expansão dos gastos militares com liberalização progressiva Aliança Interna/Coalizão de Poder  Envolvimento de setores civis, intelectuais e opinião publica externa, isolamento do PC e da cúpula do EV Manutenção do monopólio do PCC e aliança com os militares Ideologia Ruptura com a “luta de classe internacional” como estratégia militar e valores democráticos ocidentais A retórica dos “4 princípios cardeais” e da estratégia militar contra o imperialismo
Putin e a Reconstrução do Estado Russo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A Expansão Chinesa Recente e os Desafios Geopolíticos ,[object Object]
A Expansão Chinesa Recente e os Desafios Geopolíticos ,[object Object],[object Object]
A Expansão Chinesa Recente e os Desafios Geopolíticos ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Ascensão Nacional numa Perspectiva Comparada  Rússia China Conds. Iniciais/ Desafios Políticos Contração violenta da produção, liberalização de preços e privatização em massa/Contenção do separatismo e ruptura do estado nacional Manutenção do alto crescimento com liberalização progressiva da economia/Contenção da autonomia de Taiwan, redução das desigualdades sociais e regionais Estrats. Políticas Econômicas Recentralização do Estado, centralização e estabilização do cambio, redução da dívida externa, combate ao separatismo na Chechênia, nacionalização da energia,  exportação de energia e armas, transferências das rendas petroleiras e desenvolvimento do complexo industrial militar  Onda de investimentos na indústria pesada e construção civil, manutenção do cambio, deslocamento das exportações para setores intensivos em ciência, importação de energia e conversão energética, expansão do orçamento militar e desenvolvimento do complexo industrial militar
Ascensão Nacional numa Perspectiva Comparada  Rússia China Aliança Interna/ Coalizão de poder Expansão do poder político dos militares e dos quadros associados à antiga KGB. Pacto com as oligarquias subordinando-as ao Estado Manutenção do monopólio do PC e aliança com os militares Desafio Político Externo/ Percepção das Oportunidades Política de contenção dos EUA, “Revoluções coloridas”, expansão da OTAN para ex-aliados/Diplomacia da energia, aproximação com a China e com a Europa Ocidental (Alemanha) Política de contenção dos EUA, armamento de Taiwan, expansão do PACON, fragilidade energética/ Multilateralismo, diplomacia na Ásia, aproximação com a Rússia Ideologia Defesa do multilateralismo, nacionalismo e projeção externa do poder político Defesa do multilateralismo, nacionalismo e defesa da “ascensão pacífica”
LINKS PARA VÍDEOS DE CONFLITOS INTERNACIONAIS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
CONFLITOS GEOPOLÍTICOS
CONFLITOS GEOPOLÍTICOS ,[object Object],[object Object],[object Object]
 
MÉXICO ,[object Object]
Pobreza e riqueza em Chiapas
Subcomandante Marcos
COLÔMBIA ,[object Object]
                                                     
 
IRLANDA DO NORTE ,[object Object],[object Object],[object Object]
 
ESPANHA / BASCOS ,[object Object],[object Object]
 
RÚSSIA / CHECHÊNIA / CÁUCASO ,[object Object],[object Object],[object Object]
 
Conflito e oleodutos
CÁUCASO: REGIÃO DE CONFLITOS LATENTES
PONTOS POLÊMICOS DO CÁUCASO
ANTIGA IUGOSLÁVIA
Histórico da Iugoslávia ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Diversidade étnica na ex-Iugoslávia
O conflito na Bósnia
O acordo de Dayton - 1995
O conflito em Kosovo 1998-99
O ex-presidente iugoslavo e defensor da formação da Grande Sérvia, Slobodan Milosevic, deposto e preso após o conflito em Kosovo, responde por seus crimes de guerra perante o Tribunal Penal Internacional para a Iugoslávia (TPII)
O horror da guerra ,[object Object],[object Object]
ORIENTE MÉDIO
 
ISRAEL X PALESTINA ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Yasser Arafat
IRAQUE ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Sadam Hussein, ditador iraquiano entre 1979 e 2003
 
AFEGANISTÃO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
ÁFRICA ,[object Object],[object Object],[object Object]
Os excluídos da globalização ,[object Object],[object Object]
 
 
 
O inferno de Ruanda Campo de refugiados ruandeses na Tanzânia
                                 Com 350 mil refugiados, o campo de Kibumba cresceu ainda mais quando o governo do Zaire transferiu refugiados de Goma e de Munigi para lá. Zaire, 1994                                              Como 350 mil pessoas chegaram ao campo de Benako em apenas quatro dias, as condições iniciais eram deploráveis. Tanzânia, 1994.
                                      Cadáveres de tutsis (a maioria estava cruelmente mutilada) em uma escola abandonada. Nyarubuye, Ruanda, 1995                                        No campo de Kibumba, milhares de ruandeses morriam todo dia de cólera, disenteria, fome e desespero. Os tratores do exército francês empilham os corpos contra montes de lava vulcânica, depois os cobrem com terra. A morte tornou-se um problema logístico. Zaire, 1994.
Angola                             Durante quase quatro décadas de guerra, os exércitos angolanos e estrangeiros teriam espalhado entre 10 e 12 milhões de minas de 67 diferentes tipos. Angola, 1997.                                              O número de mutilados é tão elevado que o centro ainda está muito distante de atender a toda demanda de próteses, ainda que metade dos que pisam nas minas (80%, no caso das crianças) morram instantaneamente. Bomba Alta, Angola, 1997.
ÍNDIA X PAQUISTÃO ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
CURDISTÃO ,[object Object]
 
TIMOR LESTE ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
“ Eu achei que você preferiria chorar por motivos menos fúteis que uma cebola!” Mafalda

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUAFormação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUAPaulo Alexandre
 
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptxESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptxFrederico Marques Sodré
 
Desenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimentoDesenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimentoAbner de Paula
 
América Latina
América LatinaAmérica Latina
América LatinaFURG
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônicaProfessor
 
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EMPRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EMprofrodrigoribeiro
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamentalAbner de Paula
 
Estado nação, território e poder
Estado nação, território e poderEstado nação, território e poder
Estado nação, território e poderVinicius Coelho
 
Nova ordem mundial
Nova ordem mundialNova ordem mundial
Nova ordem mundialkarolpoa
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)Nefer19
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilguiodrumond
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilProfessor
 
Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisJane Mary Lima Castro
 
Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialLUIS ABREU
 

Mais procurados (20)

Formação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUAFormação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUA
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptxESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
ESTADO, NAÇÃO, TERRITÓRIO - 2ª SÉRIE.pptx
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
America latina
America latina America latina
America latina
 
Desenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimentoDesenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimento
 
América Latina
América LatinaAmérica Latina
América Latina
 
América anglo saxônica
América anglo saxônicaAmérica anglo saxônica
América anglo saxônica
 
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EMPRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
 
América do sul
América do sulAmérica do sul
América do sul
 
Divisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalhoDivisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalho
 
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
Regionalização do espaço brasileiro    fundamentalRegionalização do espaço brasileiro    fundamental
Regionalização do espaço brasileiro fundamental
 
Estado nação, território e poder
Estado nação, território e poderEstado nação, território e poder
Estado nação, território e poder
 
Nova ordem mundial
Nova ordem mundialNova ordem mundial
Nova ordem mundial
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
 
A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 
Organizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiaisOrganizações internacionais mundiais
Organizações internacionais mundiais
 
Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundial
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
 

Destaque

Geografia dos-conflitos-aula
Geografia dos-conflitos-aulaGeografia dos-conflitos-aula
Geografia dos-conflitos-aularsaloes
 
Aula Geopolitica
Aula GeopoliticaAula Geopolitica
Aula GeopoliticaItalo Alan
 
A geopolítica brasileira
A geopolítica brasileiraA geopolítica brasileira
A geopolítica brasileiraamandageo
 
Um só mundo: Problemas e desafios para o futuro
Um só mundo: Problemas e desafios para o futuroUm só mundo: Problemas e desafios para o futuro
Um só mundo: Problemas e desafios para o futuroumsomundo1
 
Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.
Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.
Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.Isaní Vieira Jardim
 
Introdução a geopolitica
Introdução a geopoliticaIntrodução a geopolitica
Introdução a geopoliticaBruna Azevedo
 
Governos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasilGovernos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasilRodrigo Luiz
 
Contratos Internacionais entre os países do BRIC
Contratos Internacionais entre os países do BRICContratos Internacionais entre os países do BRIC
Contratos Internacionais entre os países do BRICAdler Martins
 
A geopolítica no Brasil
A geopolítica no BrasilA geopolítica no Brasil
A geopolítica no BrasilLarissa Silva
 
Presidentes do Brasil (1889-2012)
Presidentes do Brasil (1889-2012)Presidentes do Brasil (1889-2012)
Presidentes do Brasil (1889-2012)Elton Zanoni
 
A geopolítica no brasil
A geopolítica no brasilA geopolítica no brasil
A geopolítica no brasilLarissa Silva
 

Destaque (20)

Geografia dos-conflitos-aula
Geografia dos-conflitos-aulaGeografia dos-conflitos-aula
Geografia dos-conflitos-aula
 
Aula Geopolitica
Aula GeopoliticaAula Geopolitica
Aula Geopolitica
 
Geopolítica e Blocos Econômicos - 2
Geopolítica e Blocos Econômicos - 2Geopolítica e Blocos Econômicos - 2
Geopolítica e Blocos Econômicos - 2
 
Conflitos no cáucaso
Conflitos no cáucasoConflitos no cáucaso
Conflitos no cáucaso
 
Geopolitica 2 ano ifpa
Geopolitica   2 ano ifpaGeopolitica   2 ano ifpa
Geopolitica 2 ano ifpa
 
Geopolítica EUA
Geopolítica EUAGeopolítica EUA
Geopolítica EUA
 
Chechênia
ChechêniaChechênia
Chechênia
 
A geopolítica brasileira
A geopolítica brasileiraA geopolítica brasileira
A geopolítica brasileira
 
Geopolítica dos EUA
Geopolítica dos EUAGeopolítica dos EUA
Geopolítica dos EUA
 
Como se faz uma tese
Como se faz uma teseComo se faz uma tese
Como se faz uma tese
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
 
Um só mundo: Problemas e desafios para o futuro
Um só mundo: Problemas e desafios para o futuroUm só mundo: Problemas e desafios para o futuro
Um só mundo: Problemas e desafios para o futuro
 
Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.
Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.
Trafico humano do Brasil colônia aos dias atuais.
 
Introdução a geopolitica
Introdução a geopoliticaIntrodução a geopolitica
Introdução a geopolitica
 
Governos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasilGovernos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasil
 
Contratos Internacionais entre os países do BRIC
Contratos Internacionais entre os países do BRICContratos Internacionais entre os países do BRIC
Contratos Internacionais entre os países do BRIC
 
A geopolítica no Brasil
A geopolítica no BrasilA geopolítica no Brasil
A geopolítica no Brasil
 
Presidentes do Brasil (1889-2012)
Presidentes do Brasil (1889-2012)Presidentes do Brasil (1889-2012)
Presidentes do Brasil (1889-2012)
 
A geopolítica no brasil
A geopolítica no brasilA geopolítica no brasil
A geopolítica no brasil
 
Geopolítica
GeopolíticaGeopolítica
Geopolítica
 

Semelhante a Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais

DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...Faga1939
 
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...Unipessoal
 
Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014Ternuma
 
CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA
CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIACENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA
CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIAFernando Alcoforado
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.Roberto Rabat Chame
 
A Hegemonia dos EUA
A Hegemonia dos EUAA Hegemonia dos EUA
A Hegemonia dos EUAJoão Lima
 
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãnia
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãniaO complexo impasse político no conflito rússia ucrãnia
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãniaFernando Alcoforado
 
Aula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O Mundo
Aula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O MundoAula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O Mundo
Aula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O MundoProfMario De Mori
 
LOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIAL
LOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIALLOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIAL
LOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIALFernando Alcoforado
 
Analise análisedeconjuntura marco.2014
Analise análisedeconjuntura marco.2014Analise análisedeconjuntura marco.2014
Analise análisedeconjuntura marco.2014Roberto Rabat Chame
 
Imperialismo - EUA
Imperialismo - EUAImperialismo - EUA
Imperialismo - EUANAPNE
 
Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014
Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014
Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014Antonio Bueno Bueno
 
SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1
SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1
SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1Tiago Rafael
 
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...Grupo de Economia Política IE-UFRJ
 
A GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdf
A GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdfA GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdf
A GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdfFaga1939
 
Um sobrevoo do BideNato.pdf
Um sobrevoo do BideNato.pdfUm sobrevoo do BideNato.pdf
Um sobrevoo do BideNato.pdfGRAZIA TANTA
 

Semelhante a Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais (20)

DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
 
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
 
Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014
 
Os desafios da ucrânia
Os desafios da ucrâniaOs desafios da ucrânia
Os desafios da ucrânia
 
CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA
CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIACENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA
CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
 
A Hegemonia dos EUA
A Hegemonia dos EUAA Hegemonia dos EUA
A Hegemonia dos EUA
 
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãnia
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãniaO complexo impasse político no conflito rússia ucrãnia
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãnia
 
Aula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O Mundo
Aula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O MundoAula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O Mundo
Aula Sobre QuestõEs PolíTicas Do Brasil E O Mundo
 
Quo Vadis EUA
Quo Vadis EUAQuo Vadis EUA
Quo Vadis EUA
 
LOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIAL
LOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIALLOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIAL
LOUCOS E CEGOS CONDUZEM O MUNDO RUMO A NOVA GUERRA MUNDIAL
 
Analise análisedeconjuntura marco.2014
Analise análisedeconjuntura marco.2014Analise análisedeconjuntura marco.2014
Analise análisedeconjuntura marco.2014
 
Imperialismo - EUA
Imperialismo - EUAImperialismo - EUA
Imperialismo - EUA
 
Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014
Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014
Cenario para 2014 gustavo heck jan 2014
 
SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1
SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1
SLIDES DA SITUAÇÃO DE APRENDIZAGEM 3 - 1º ANO VOL.1
 
Texto 1- 2ºbimestre
Texto 1- 2ºbimestreTexto 1- 2ºbimestre
Texto 1- 2ºbimestre
 
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
 
A GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdf
A GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdfA GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdf
A GUERRA E A PAZ ENTRE ESTADOS UNIDOS E RÚSSIA.pdf
 
Um sobrevoo do BideNato.pdf
Um sobrevoo do BideNato.pdfUm sobrevoo do BideNato.pdf
Um sobrevoo do BideNato.pdf
 
Em marcha nova guerra fria
Em marcha nova guerra friaEm marcha nova guerra fria
Em marcha nova guerra fria
 

Mais de ProfMario De Mori

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEMProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ProfMario De Mori
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosProfMario De Mori
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE ProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosProfMario De Mori
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosProfMario De Mori
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE ProfMario De Mori
 

Mais de ProfMario De Mori (20)

100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
100 DICAS PARA ACERTAR NO ENEM
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 2º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 1º ANOS
 
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
ATIVIDADES DAS TIRAS E DO ATLAS 9º ANOS
 
100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11100 DICAS ENEM PARTE 11
100 DICAS ENEM PARTE 11
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
 
100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08100 DICAS ENEM PARTE 08
100 DICAS ENEM PARTE 08
 
100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07100 DICAS ENEM PARTE 07
100 DICAS ENEM PARTE 07
 
100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06100 DICAS ENEM PARTE 06
100 DICAS ENEM PARTE 06
 
100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05100 DICAS ENEM PARTE 05
100 DICAS ENEM PARTE 05
 
100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04100 DICAS ENEM PARTE 04
100 DICAS ENEM PARTE 04
 
100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03100 DICAS ENEM PARTE 03
100 DICAS ENEM PARTE 03
 
100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02100 DICAS ENEM PARTE 02
100 DICAS ENEM PARTE 02
 
100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01100 DICAS ENEM PARTE 01
100 DICAS ENEM PARTE 01
 
Aula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anosAula charges sociologia 2º anos
Aula charges sociologia 2º anos
 
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 2º anos - 2º BIMESTRE
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anosAula charges sociologia 1º anos
Aula charges sociologia 1º anos
 
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
Aula atlas 1º anos - 2º BIMESTRE
 

Último

Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 

Último (20)

Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 

Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais

  • 1. CURSO DE ATUALIDADES 2008 [email_address] http://mariodemori.blogspot.com/ http://focosdetensoesinternacionais.blogspot.com/
  • 2.
  • 3. RICAS EMERGENTES POBRES PRODUTORAS PERTURBADORAS EXTRATORAS 1 º NÍVEL DIRETRIZES DE ALCANCE MUNDIAL 2 º NÍVEL COMBINA DIRETRIZES REGIONAIS E INTERNACION. 4 º NÍVEL RELACIONAM. SIGNIFICATIVO COM VIZINHOS 3 º NÍVEL DIRETRIZES REGIONAIS 5 º NÍVEL APENAS MARGINAL- MENTE INTER -ATUAM COM OUTROS ESTADOS ESTÁGIO GEOPOLÍTICO DA INFÂNCIA ESTÁGIO GEOPOLÍTICO DA ADOLESCÊNCIA ESTÁGIO GEOPOLÍTICO DA MATURIDADE CLASSIFICAÇÃO GEOPOLÍTICA DAS NAÇÕES
  • 4. Geopolítica, Relações Internacionais e Tensões Atuais Aula 02
  • 5.
  • 6. Imagem clássica do final da segunda guerra, com a vitória dos Aliados 1961: Início da Construção do Muro
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Novo sistema de defesa dos EUA envolvendo a Europa do Leste desagrada líder russo, Vladimir Putin
  • 11. -> O avanço diplomático e militar estadunidense sobre os países da antiga “cortina de ferro” – região que era zona de influência da ex-URSS – e sobre a qual a atual Federação Russa pretende manter controle, evitando, entre outras coisas, a adesão de antigos países socialistas à OTAN. Wladimir Putin, equiparou a situação atual a Crise dos Mísseis (Cuba, 1962); -> A ofensiva diplomática estadunidense rumo ao Leste, estende-se até a países que formavam a antiga União Soviética, como Geórgia e Ucrânia. E, liderando, as forças da OTAN, bases militares devem ser instaladas na Bulgária e Romênia, com 5 mil soldados cada uma; -> Putin – que, às vezes, compara os EUA sob Bush, à Alemanha nazista de Hitler – acusa os Estados Unidos de unilateralismo hostil, ou seja, que o país realiza ações e ataques militares sem consultar as demais nações, fazendo o “excessivo uso da força nas relações internacionais”. Em resposta, a essa agressividade latente ameaçou apontar mísseis russos contra cidades européias.
  • 12. Ataque ao Iraque seria uma das provas do unilateralismo hostil estadunidense, segundo Putin
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16. Caso passe a dispor de armas nucleares, o Irã será o 2º país do Oriente Médio a tê-las, equiparando-se a Israel – país aliado dos EUA e inimigo do Irã.
  • 17.
  • 18. A imprensa brasileira estereotipa do governo Chavez tal como interessa aos EUA, cumprindo seu contínuo papel de “meios de manipulação” – muito distante da informação séria e contextualizada
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.  
  • 26.
  • 27.
  • 28. Ascensão da Rússia e da China na Nova Ordem Mundial
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36. Ascensão Nacional numa Perspectiva Comparada Rússia China Conds. Iniciais/ Desafios Políticos Contração violenta da produção, liberalização de preços e privatização em massa/Contenção do separatismo e ruptura do estado nacional Manutenção do alto crescimento com liberalização progressiva da economia/Contenção da autonomia de Taiwan, redução das desigualdades sociais e regionais Estrats. Políticas Econômicas Recentralização do Estado, centralização e estabilização do cambio, redução da dívida externa, combate ao separatismo na Chechênia, nacionalização da energia, exportação de energia e armas, transferências das rendas petroleiras e desenvolvimento do complexo industrial militar Onda de investimentos na indústria pesada e construção civil, manutenção do cambio, deslocamento das exportações para setores intensivos em ciência, importação de energia e conversão energética, expansão do orçamento militar e desenvolvimento do complexo industrial militar
  • 37. Ascensão Nacional numa Perspectiva Comparada Rússia China Aliança Interna/ Coalizão de poder Expansão do poder político dos militares e dos quadros associados à antiga KGB. Pacto com as oligarquias subordinando-as ao Estado Manutenção do monopólio do PC e aliança com os militares Desafio Político Externo/ Percepção das Oportunidades Política de contenção dos EUA, “Revoluções coloridas”, expansão da OTAN para ex-aliados/Diplomacia da energia, aproximação com a China e com a Europa Ocidental (Alemanha) Política de contenção dos EUA, armamento de Taiwan, expansão do PACON, fragilidade energética/ Multilateralismo, diplomacia na Ásia, aproximação com a Rússia Ideologia Defesa do multilateralismo, nacionalismo e projeção externa do poder político Defesa do multilateralismo, nacionalismo e defesa da “ascensão pacífica”
  • 38.
  • 40.
  • 41.  
  • 42.
  • 43. Pobreza e riqueza em Chiapas
  • 45.
  • 47.  
  • 48.
  • 49.  
  • 50.
  • 51.  
  • 52.
  • 53.  
  • 55. CÁUCASO: REGIÃO DE CONFLITOS LATENTES
  • 58.
  • 59. Diversidade étnica na ex-Iugoslávia
  • 60. O conflito na Bósnia
  • 61. O acordo de Dayton - 1995
  • 62. O conflito em Kosovo 1998-99
  • 63. O ex-presidente iugoslavo e defensor da formação da Grande Sérvia, Slobodan Milosevic, deposto e preso após o conflito em Kosovo, responde por seus crimes de guerra perante o Tribunal Penal Internacional para a Iugoslávia (TPII)
  • 64.
  • 66.  
  • 67.
  • 68.  
  • 70.
  • 71.  
  • 72. Sadam Hussein, ditador iraquiano entre 1979 e 2003
  • 73.  
  • 74.
  • 75.  
  • 76.
  • 77.
  • 78.  
  • 79.  
  • 80.  
  • 81. O inferno de Ruanda Campo de refugiados ruandeses na Tanzânia
  • 82.                                  Com 350 mil refugiados, o campo de Kibumba cresceu ainda mais quando o governo do Zaire transferiu refugiados de Goma e de Munigi para lá. Zaire, 1994                                              Como 350 mil pessoas chegaram ao campo de Benako em apenas quatro dias, as condições iniciais eram deploráveis. Tanzânia, 1994.
  • 83.                                       Cadáveres de tutsis (a maioria estava cruelmente mutilada) em uma escola abandonada. Nyarubuye, Ruanda, 1995                                        No campo de Kibumba, milhares de ruandeses morriam todo dia de cólera, disenteria, fome e desespero. Os tratores do exército francês empilham os corpos contra montes de lava vulcânica, depois os cobrem com terra. A morte tornou-se um problema logístico. Zaire, 1994.
  • 84. Angola                             Durante quase quatro décadas de guerra, os exércitos angolanos e estrangeiros teriam espalhado entre 10 e 12 milhões de minas de 67 diferentes tipos. Angola, 1997.                                              O número de mutilados é tão elevado que o centro ainda está muito distante de atender a toda demanda de próteses, ainda que metade dos que pisam nas minas (80%, no caso das crianças) morram instantaneamente. Bomba Alta, Angola, 1997.
  • 85.
  • 86.  
  • 87.
  • 88.  
  • 89.
  • 90.  
  • 91.  
  • 92. “ Eu achei que você preferiria chorar por motivos menos fúteis que uma cebola!” Mafalda