Aula 3 metafísica

2.480 visualizações

Publicada em

Aula sobre metafísica

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.480
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
591
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
192
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 3 metafísica

  1. 1. Metafísica Professorleosilva.blogspot.com
  2. 2. FILOSOFIA CONCEITO DE METAFÍSICA É uma tentativa de entender o Ser enquanto Ser, e porque podemos classificar determinado “objeto” em um ou outro conjunto de seres. A Metafísica trabalha com a essência dos seres (“estudo do Ser enquanto Ser”). APARÊNCIAESSÊNCIA
  3. 3. FILOSOFIA INÍCIO DA METAFÍSICA Parmênides O ser é Heráclito O ser está sempre sendo
  4. 4. FILOSOFIA PLATÃO
  5. 5. FILOSOFIA
  6. 6. FILOSOFIA ARISTÓTELES  Curiosidade: • Organização dos livros.  Principais ideias: • Platão (teoria da reminiscência) X Aristóteles (experiência).  Substância: • Essência (é o que faz determinada substância ser esta substância). • Acidente (é um atributo que se tiver ou não, não faz a substância deixar de ser substância).
  7. 7. FILOSOFIA ARISTÓTELES  Matéria e forma: • Matéria (aquilo de que é feito algo). • Forma (aquilo que faz com que uma coisa seja o que é).  Ato e Potencia.  Teoria das quatro causas: • Causa material (do que determinada coisa é feita). • Causa eficiente (é aquilo que dá impulso ao movimento). • Causa formal (aquilo que a coisa tende a ser). • Causa final (aquilo para a qual a coisa é feita). Motor Imóvel (exceção ao devir)
  8. 8. FILOSOFIA
  9. 9. FILOSOFIA PARADOXO DO BARCO DE TESEU
  10. 10. FILOSOFIA
  11. 11. FILOSOFIA Segundo Aristóteles, o movimento pode ser explicado pelas noções de matéria e forma e de ato e potência. Enquanto toda substância é constituída pela forma - principio inteligível pelo qual todo ser é o que é -, a matéria indiferenciada é pura passividade e possui a forma em potência de. Para passar da potência para o ato é preciso que um ser já em ato atualize o ser em potência de. Logo, o movimento é a passagem da potência para o ato, embora seja preciso examinar os tipos de causa que ocasionam a passagem do ato para a potência. Aristóteles explica esse processo lançando mão de quatro causas, que são:
  12. 12. FILOSOFIA a)causa material, causa atual, causa formal e causa sensível. b)causa substancial, causa atual, causa formal e causa sensível. c)causa material, causa eficiente, causa formal e causa final. d)causa substancial, causa atual, causa substancial e causa sensível.
  13. 13. FILOSOFIA a)causa material, causa atual, causa formal e causa sensível. b)causa substancial, causa atual, causa formal e causa sensível. c)causa material, causa eficiente, causa formal e causa final. d)causa substancial, causa atual, causa substancial e causa sensível.
  14. 14. FILOSOFIA METAFÍSICA CRISTÃ Gregos Cristãos • O mundo é eterno • A divindade é uma força cósmica impessoal • Homem é um ser natural • Liberdade é a razão guiando homem • Conhecimento é uma atividade intelectual • O mundo foi criado • Deus triúno onipotente e onipresente • Homem é ser misto (corpo e alma imortal) • Livre-arbítrio • Razão imperfeita, por isto precisa de fé
  15. 15. FILOSOFIA Santo Agostinho • Liberdade • Trindade • Teoria da iluminação São Tomás de Aquino • 1ª via: Primeiro Motor Imóvel • 2ª via: Causa Eficiente • 3ª via: Ser necessário e seres possíveis (contingentes) • 4ª via: Argumento dos Graus de Perfeição • 5ª via: Governo Supremo (ordem e finalidade)
  16. 16. FILOSOFIA
  17. 17. FILOSOFIA O trecho que segue foi extraído das Confissões, de Santo Agostinho: "Quem nos mostrará o Bem? Ouçam a resposta: está gravada dentro de nós a luz do vosso rosto Senhor. Nós não somos a luz que ilumina a todo homem, mas somos iluminados por Vós." A partir dos seus conhecimentos sobre as filosofias de Santo Agostinho e Tomás de Aquino, identifique qual das afirmações abaixo está CORRETA:
  18. 18. FILOSOFIA a) As cinco vias de Tomás de Aquino são argumentos diretos e evidentes da existência de Deus. Partem de afirmações gerais e racionais sobre a existência, para chegar a conclusões sobre as coisas sensíveis, particulares e verificáveis sobre o mundo natural. b) Os argumentos de Santo Agostinho que provam a existência de Deus denotam a influência direta que ele teve do pensamento de Aristóteles, principalmente da Metafísica. c) Para Santo Agostinho, a irradiação da luz divina faz com que conheçamos imediatamente as verdades eternas em Deus. Essas verdades eternas e necessárias não estão no interior do homem, porque seu intelecto é mutável e contingente. d) Tomás de Aquino construiu uma argumentação para provar a existência de Deus à luz das ideias de Platão e de vários fragmentos da Bíblia. e) Para Santo Agostinho, a irradiação da luz divina atua imediatamente sobre o intelecto humano, deixando-o ativo para o conhecimento das verdades eternas. Essas verdades, necessárias e imutáveis, estão no interior do homem.
  19. 19. FILOSOFIA a) As cinco vias de Tomás de Aquino são argumentos diretos e evidentes da existência de Deus. Partem de afirmações gerais e racionais sobre a existência, para chegar a conclusões sobre as coisas sensíveis, particulares e verificáveis sobre o mundo natural. b) Os argumentos de Santo Agostinho que provam a existência de Deus denotam a influência direta que ele teve do pensamento de Aristóteles, principalmente da Metafísica. c) Para Santo Agostinho, a irradiação da luz divina faz com que conheçamos imediatamente as verdades eternas em Deus. Essas verdades eternas e necessárias não estão no interior do homem, porque seu intelecto é mutável e contingente. d) Tomás de Aquino construiu uma argumentação para provar a existência de Deus à luz das ideias de Platão e de vários fragmentos da Bíblia. e) Para Santo Agostinho, a irradiação da luz divina atua imediatamente sobre o intelecto humano, deixando-o ativo para o conhecimento das verdades eternas. Essas verdades, necessárias e imutáveis, estão no interior do homem.

×