UPE – UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCOFACULDADE DE TECNOLOGIA, CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO DE GARANHUNS – FACETEGNÚCLEO DE ESTUDO EM EDU...
Gripe A/H1N1Esta gripe é causa pelo vírus influenza tipo A/H1N1 modificado. Este é o resultante de material genético de ce...
O contagio da “Gripe A” H1N1*As forma de transmissão da gripe A são semelhantes a de qualquer outra gripe * É dado através...
Sintomas da “Gripe A” H1N1<br />Os sintomas são similares aos da gripe convencional, porém com maior ênfase nos sintomas.<...
Prevenção da “Gripe A” H1N1* Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir, preferencialmente com lenço descartável.*Lavar as ...
O que será feito para alertar toda a população para os cuidados prévios?Informações sobre o assunto e formas de prevenção ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atividade De Tecnologia Educacional Ii 2003

426 visualizações

Publicada em

Informações sobre o vírus da Gripe A H1N1

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
426
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividade De Tecnologia Educacional Ii 2003

  1. 1. UPE – UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCOFACULDADE DE TECNOLOGIA, CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO DE GARANHUNS – FACETEGNÚCLEO DE ESTUDO EM EDUCAÇÃO A DISTANCIALICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLOGICASJOSY VANESSA DA SILVA RODRIGUES OLIVEIRA<br /> Trabalho solicitado pelos professores Lívia Lima e Walmir Soares, da disciplina de Tecnologia educacional, do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, modalidade à Distância, da Universidade de Pernambuco - UPE, Faculdade de Ciências, Educação e Tecnologia de Garanhuns – FACETEG, como requisito para fins avaliativos.<br />GARANHUNS –PE<br />2009<br />
  2. 2. Gripe A/H1N1Esta gripe é causa pelo vírus influenza tipo A/H1N1 modificado. Este é o resultante de material genético de cepas da gripe humana, aviaria e suína, ela extrapolo a barreira de espécies e atingiu seres humanos. <br />Em dezoito de março do ano de 2009, a organização mundial de saúde anunciou a ocorrência de casos desta gripe no México e pouco tempo depois nos estados unidos, Espanha, Canadá e outras regiões, como o próprio Brasil. Por dais motivos declarou a organização mundial de saúde uma emergência de saúde publica internacional, criando o gabinete permanente de saúde publica, afim de monitorar o vírus tomando as medidas necessárias e cabíveis, como tratamento dos casos e busca de viabilização de vacinas contra essa cepa. <br />No Brasil, o ministro da Saúde informa que foram confirmados 72 novos casos ate dia 08/07 e no total são de 977 o número de casos de infectados no país. São os casos mais recentes: São Paulo (42), Rio de Janeiro (11), Rio Grande do sul (7), Bahia (3), , Maranhão (2), Pernambuco (2), Acre (1), Ceara (1), Paraná (1), , Paraíba (1) e Rio Grande do norte (1).<br />
  3. 3. O contagio da “Gripe A” H1N1*As forma de transmissão da gripe A são semelhantes a de qualquer outra gripe * É dado através do ar, por vias aéreas e contato direto com pessoas contaminadas. Embora seja mais transmissível que a gripe aviaria, e assim como qualquer outro vírus de gripe, o contato com saliva contendo partículas virais, eliminadas principalmente ao espirrar e tossir ou secreção de pessoas infectadas são as formas mais comum de contaminação. O consumo de carne de porco não oferece risco se cosido a 71º Celsius.<br />
  4. 4. Sintomas da “Gripe A” H1N1<br />Os sintomas são similares aos da gripe convencional, porém com maior ênfase nos sintomas.<br />Presença de febre repentina e acima de 38º e tosse, podendo vir acompanhada de diarréia, dificuldade respiratória e dores de cabeça, nas articulações e músculos.<br />O período de incubação pode variar entre 24 horas e duas semanas.<br />
  5. 5. Prevenção da “Gripe A” H1N1* Cobrir nariz e boca ao espirrar ou tossir, preferencialmente com lenço descartável.*Lavar as mãos frequentemente com água e sabão.*Não tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies. *Evitar aglomerações. *Não utilizar fármacos sem prescrição medica, e buscar auxilio medico em caso de manifestações de sintomas.*Uma alimentação balanceada e boa ingestão de líquidos reforçam o sistema imunológico, reduzindo as chances de contaminação.<br />
  6. 6. O que será feito para alertar toda a população para os cuidados prévios?Informações sobre o assunto e formas de prevenção da mesma, em cada posto de saúde este é o primeiro passo. <br />

×