SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Câmara Municipal de
Curitiba
PROPOSIÇÃO N° 005.00037.2006
O(A) Vereador(a) Professora Josete, infra-assinado(a)(s), no uso de suas
atribuições legais, submete à apreciação da Câmara Municipal de Curitiba a
seguinte proposição:
Projeto de Lei Ordinária
SÚMULA
Dispõe sobre o limite máximo de
alunos por sala de aula no âmbito da
Rede Municipal de Ensino e dá
outras providências.
Art. 1º O número máximo de alunos por sala de aula na rede municipal de ensino
o b e d e c e a o d i s p o s t o n e s t a l e i .
Art. 2º O limite máximo de alunos por sala de aula nos estabelecimentos da Rede
Municipal de Ensino, observa o espaço mínimo de:
I - 4 . 5 m ² a o p r o f e s s o r ;
II - 1,5 m² ao aluno de educação infantil;
III - 1,2 m² ao aluno de ensino fundamental.
Art. 3º O número máximo de alunos por sala de aula nos estabelecimentos da
R e d e M u n i c i p a l d e E n s i n o é d e :
I - Até 20 (vinte) alunos na Educação Infantil, na Etapa Inicial do Ciclo I do
Ensino Fundamental, na Primeira Etapa do Ciclo I do Ensino Fundamental e em
e t a p a s e q u i v a l e n t e s ;
II - Até 25 (vinte e cinco) alunos na Segunda Etapa do Ciclo I do Ensino
Fundamental, na Primeira e na Segunda Etapas do Ciclo II do Ensino
Fundamental e em etapas equivalentes;
III - Até 30 (trinta) alunos nas turmas de 5ªs, 6ªs, 7ªs e 8ªs séries do Ensino
Fundamental e etapas equivalentes.
Art. 4º O número máximo de alunos na Educação Infantil é de:
I - 5 alunos por professor para crianças da zero a 3 (três) anos;
II - 10 alunos por professor para crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos;
III - 20 alunos por professor para crianças de 6 (seis) anos.
Art. 5º O limite máximo de alunos por sala de aula será implementado
g r a d u a l m e n t e .
I - No ano de 2008, 20% (vinte por cento) da Rede Municipal de Ensino;
II - No ano de 2009, 50% (cinqüenta por cento) da Rede Municipal de Ensino;
III - A partir do ano de 2010, 100% (cem por cento) da Rede Municipal de
Ensino estará dentro dos limites estabelecidos nesta lei.
Ensino estará dentro dos limites estabelecidos nesta lei.
Art. 6º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Palácio Rio Branco, 24 de fevereiro de 2006
Professora Josete
Vereador(a)
Justificativa
Ao longo das duas últimas décadas, o processo de universalização do acesso ao
ensino fundamental avançou incontestavelmente, por todo o país. No entanto,
esse avanço não garantiu a qualidade do ensino. Entre diversas medidas de
cunho estrutural e pedagógico que cabem ao poder público implementar,
algumas, bastante simples, poderiam impulsionar um processo de construção de
parâmetros de qualidade. Entre elas destaca-se a constituição de limites para o
número de alunos por sala de aula. Tal limite procura garantir boas condições de
aprendizado, visto que possibilita uma maior atenção individualizada aos alunos.
É sob esta formulação, que em junho de 2005, o Conselho Estadual de
Educação, aprovou a deliberação 02/2005, onde estabelece tais parâmetros, a
partir das necessidades pedagógicas das diversas faixas etárias. O presente
projeto tem o objetivo de adequar a Rede Municipal de Ensino a estes
parâmetros estabelecidos pelo Conselho Estadual de Educação. Entretanto, esta
legisladora está ciente das dificuldades estruturais para uma imediata adequação
às normas estaduais, visto que implicaria em uma ampliação imediata de toda
rede. Pois é sabido que, hoje, há um número superior de alunos por sala de aula,
e a adequação exigiria imediata construção de novos equipamentos públicos.
Assim, o projeto tem o cuidado de estabelecer prazos compatíveis com a
realidade orçamentária do município, considerando, também, os novos aportes
financeiros advindos da iminente aprovação do FUNDEB (Fundo de
Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos
Professores) que significarão, ao longo dos próximos anos, um crescimento do
orçamento para a área educacional.Diante do exposto, temos a certeza do apoio
dos demais colegas.
Signatários:

Mais conteúdo relacionado

Destaque (20)

Guião de actividades
Guião de actividadesGuião de actividades
Guião de actividades
 
A herança de aloisio
A herança de aloisioA herança de aloisio
A herança de aloisio
 
Carta da Mudanca voto2
Carta da Mudanca voto2Carta da Mudanca voto2
Carta da Mudanca voto2
 
Dica 001
Dica 001Dica 001
Dica 001
 
Physio news 01
Physio news 01Physio news 01
Physio news 01
 
[Texto 1]4 de outubro
[Texto 1]4 de outubro[Texto 1]4 de outubro
[Texto 1]4 de outubro
 
La conducta
La conductaLa conducta
La conducta
 
Problema%20do%20mês%20de%20 novembro[1]
Problema%20do%20mês%20de%20 novembro[1]Problema%20do%20mês%20de%20 novembro[1]
Problema%20do%20mês%20de%20 novembro[1]
 
7ª série 24ª lista
7ª série   24ª lista7ª série   24ª lista
7ª série 24ª lista
 
Felipe 902
Felipe 902Felipe 902
Felipe 902
 
Arogyasena - Adalat 10 Oct.10
Arogyasena - Adalat 10 Oct.10Arogyasena - Adalat 10 Oct.10
Arogyasena - Adalat 10 Oct.10
 
Cabelos e inteligencia
Cabelos e inteligenciaCabelos e inteligencia
Cabelos e inteligencia
 
Pág.crianças 2 outubro2010
Pág.crianças 2 outubro2010Pág.crianças 2 outubro2010
Pág.crianças 2 outubro2010
 
Concurso uma frase sobre biblioteca
Concurso uma frase sobre bibliotecaConcurso uma frase sobre biblioteca
Concurso uma frase sobre biblioteca
 
In Associarnet
In AssociarnetIn Associarnet
In Associarnet
 
Dia das bibliotecas escolares
Dia das bibliotecas escolaresDia das bibliotecas escolares
Dia das bibliotecas escolares
 
Cédula de identde estrangeiro
Cédula de identde estrangeiroCédula de identde estrangeiro
Cédula de identde estrangeiro
 
Viaduto
ViadutoViaduto
Viaduto
 
Portugal continental
Portugal continentalPortugal continental
Portugal continental
 
Como escrever uma redação nota 10 no enem
Como escrever uma redação nota 10 no enemComo escrever uma redação nota 10 no enem
Como escrever uma redação nota 10 no enem
 

Semelhante a Limite de alunos por sala de aula na rede municipal de ensino

APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016
APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016
APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016Valdeci Correia
 
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia s...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia  s...Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia  s...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia s...vinicius_lyma
 
Instrução normativa nº 06.2008.
Instrução normativa nº 06.2008.Instrução normativa nº 06.2008.
Instrução normativa nº 06.2008.elannialins
 
Instrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamental
Instrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamentalInstrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamental
Instrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamentalelannialins
 
Portariade matrícula
Portariade matrículaPortariade matrícula
Portariade matrículaMac Amaral
 
Estatuto do magistério de irecê
Estatuto do magistério de irecêEstatuto do magistério de irecê
Estatuto do magistério de irecêLília Marques
 
Instrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudantes
Instrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudantesInstrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudantes
Instrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudanteselannialins
 
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacionalA nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacionalmarcinhamarcelino
 
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacionalA nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacionalmarcinhamarcelino
 
Lei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO
Lei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIOLei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO
Lei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIOsouzaprev
 
Ldb atualizada-e-comentada (1)
Ldb atualizada-e-comentada (1)Ldb atualizada-e-comentada (1)
Ldb atualizada-e-comentada (1)Cristiane Farias
 
Instrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 jan
Instrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 janInstrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 jan
Instrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 janelannialins
 
Pl 027 15 plano municipal de educação
Pl 027 15  plano municipal de educaçãoPl 027 15  plano municipal de educação
Pl 027 15 plano municipal de educaçãoClaudio Figueiredo
 
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...Claudio Figueiredo
 
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...Claudio Figueiredo
 
Plano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptx
Plano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptxPlano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptx
Plano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptxSaraFlavioFelipe
 

Semelhante a Limite de alunos por sala de aula na rede municipal de ensino (20)

APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016
APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016
APOSTILA PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL II E MÉDIO - SME/SP 2016
 
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia s...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia  s...Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia  s...
Simulado concurso professor de educacao fisica questoes concurso pedagogia s...
 
Instrução normativa nº 06.2008.
Instrução normativa nº 06.2008.Instrução normativa nº 06.2008.
Instrução normativa nº 06.2008.
 
Delibera%c3%a7%c3%a3o%2001%20de%202003[1]
Delibera%c3%a7%c3%a3o%2001%20de%202003[1]Delibera%c3%a7%c3%a3o%2001%20de%202003[1]
Delibera%c3%a7%c3%a3o%2001%20de%202003[1]
 
Instrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamental
Instrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamentalInstrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamental
Instrução normativa n° 03.2011 publicada 05 02-2011 - travessia fundamental
 
Portariade matrícula
Portariade matrículaPortariade matrícula
Portariade matrícula
 
Estatuto do magistério de irecê
Estatuto do magistério de irecêEstatuto do magistério de irecê
Estatuto do magistério de irecê
 
EleiçAo Diretores Ijuí
EleiçAo Diretores IjuíEleiçAo Diretores Ijuí
EleiçAo Diretores Ijuí
 
Instrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudantes
Instrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudantesInstrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudantes
Instrução normativa nº 06.2008 do 30.09.08 cadastro e matricula dos estudantes
 
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacionalA nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
 
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacionalA nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
A nova-lei-das-diretrizes-e-bases-da-educação-nacional
 
Lei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO
Lei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIOLei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO
Lei complementar 001/209 PLANO DE CARREIRA DO MAGISTÉRIO
 
Ldb atualizada-e-comentada (1)
Ldb atualizada-e-comentada (1)Ldb atualizada-e-comentada (1)
Ldb atualizada-e-comentada (1)
 
Ldb 20
Ldb 20Ldb 20
Ldb 20
 
Legislação EAD no Brasil
Legislação EAD no BrasilLegislação EAD no Brasil
Legislação EAD no Brasil
 
Instrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 jan
Instrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 janInstrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 jan
Instrução normativa nº 02 2011 (republicada) 29 jan
 
Pl 027 15 plano municipal de educação
Pl 027 15  plano municipal de educaçãoPl 027 15  plano municipal de educação
Pl 027 15 plano municipal de educação
 
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
 
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...Prot. 1347 15   pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
Prot. 1347 15 pl 027-2015 - substitutivo - aprova o plano municipal de educ...
 
Plano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptx
Plano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptxPlano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptx
Plano-Municipal-de-Educacao_MS_Slides.pptx
 

Mais de Professora Josete (20)

TRABALHO, EMPREGO E ECONOMIA SOLIDÁRIA
TRABALHO, EMPREGO E ECONOMIA SOLIDÁRIATRABALHO, EMPREGO E ECONOMIA SOLIDÁRIA
TRABALHO, EMPREGO E ECONOMIA SOLIDÁRIA
 
SERVIDORES MUNICIPAIS
SERVIDORES MUNICIPAISSERVIDORES MUNICIPAIS
SERVIDORES MUNICIPAIS
 
SAÚDE PÚBLICA
SAÚDE PÚBLICASAÚDE PÚBLICA
SAÚDE PÚBLICA
 
POLÍTICAS PARA MULHERES
POLÍTICAS PARA MULHERESPOLÍTICAS PARA MULHERES
POLÍTICAS PARA MULHERES
 
ORÇAMENTO PÚBLICO E PARTICIPAÇÃO POPULAR
ORÇAMENTO PÚBLICO E PARTICIPAÇÃO POPULARORÇAMENTO PÚBLICO E PARTICIPAÇÃO POPULAR
ORÇAMENTO PÚBLICO E PARTICIPAÇÃO POPULAR
 
MOBILIDADE URBANA
MOBILIDADE URBANAMOBILIDADE URBANA
MOBILIDADE URBANA
 
MEIO AMBIENTE
MEIO AMBIENTEMEIO AMBIENTE
MEIO AMBIENTE
 
JUVENTUDE
JUVENTUDEJUVENTUDE
JUVENTUDE
 
FISCALIZAÇÃO
FISCALIZAÇÃOFISCALIZAÇÃO
FISCALIZAÇÃO
 
EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃOEDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO
 
ASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSISTÊNCIA SOCIALASSISTÊNCIA SOCIAL
ASSISTÊNCIA SOCIAL
 
Revista josete balanco
Revista josete balancoRevista josete balanco
Revista josete balanco
 
Fiscais
FiscaisFiscais
Fiscais
 
Função dos fiscais
Função dos fiscaisFunção dos fiscais
Função dos fiscais
 
Realocação xaxim
Realocação xaximRealocação xaxim
Realocação xaxim
 
Dia contra a homofobia
Dia contra a homofobiaDia contra a homofobia
Dia contra a homofobia
 
Cotrans
CotransCotrans
Cotrans
 
Hospital do idoso
Hospital do idosoHospital do idoso
Hospital do idoso
 
Proposicao 062.00086.2011
Proposicao 062.00086.2011Proposicao 062.00086.2011
Proposicao 062.00086.2011
 
Pedido de informação refic
Pedido de informação reficPedido de informação refic
Pedido de informação refic
 

Limite de alunos por sala de aula na rede municipal de ensino

  • 1. Câmara Municipal de Curitiba PROPOSIÇÃO N° 005.00037.2006 O(A) Vereador(a) Professora Josete, infra-assinado(a)(s), no uso de suas atribuições legais, submete à apreciação da Câmara Municipal de Curitiba a seguinte proposição: Projeto de Lei Ordinária SÚMULA Dispõe sobre o limite máximo de alunos por sala de aula no âmbito da Rede Municipal de Ensino e dá outras providências. Art. 1º O número máximo de alunos por sala de aula na rede municipal de ensino o b e d e c e a o d i s p o s t o n e s t a l e i . Art. 2º O limite máximo de alunos por sala de aula nos estabelecimentos da Rede Municipal de Ensino, observa o espaço mínimo de: I - 4 . 5 m ² a o p r o f e s s o r ; II - 1,5 m² ao aluno de educação infantil; III - 1,2 m² ao aluno de ensino fundamental. Art. 3º O número máximo de alunos por sala de aula nos estabelecimentos da R e d e M u n i c i p a l d e E n s i n o é d e : I - Até 20 (vinte) alunos na Educação Infantil, na Etapa Inicial do Ciclo I do Ensino Fundamental, na Primeira Etapa do Ciclo I do Ensino Fundamental e em e t a p a s e q u i v a l e n t e s ; II - Até 25 (vinte e cinco) alunos na Segunda Etapa do Ciclo I do Ensino Fundamental, na Primeira e na Segunda Etapas do Ciclo II do Ensino Fundamental e em etapas equivalentes; III - Até 30 (trinta) alunos nas turmas de 5ªs, 6ªs, 7ªs e 8ªs séries do Ensino Fundamental e etapas equivalentes. Art. 4º O número máximo de alunos na Educação Infantil é de: I - 5 alunos por professor para crianças da zero a 3 (três) anos; II - 10 alunos por professor para crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos; III - 20 alunos por professor para crianças de 6 (seis) anos. Art. 5º O limite máximo de alunos por sala de aula será implementado g r a d u a l m e n t e . I - No ano de 2008, 20% (vinte por cento) da Rede Municipal de Ensino; II - No ano de 2009, 50% (cinqüenta por cento) da Rede Municipal de Ensino; III - A partir do ano de 2010, 100% (cem por cento) da Rede Municipal de Ensino estará dentro dos limites estabelecidos nesta lei.
  • 2. Ensino estará dentro dos limites estabelecidos nesta lei. Art. 6º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Palácio Rio Branco, 24 de fevereiro de 2006 Professora Josete Vereador(a) Justificativa Ao longo das duas últimas décadas, o processo de universalização do acesso ao ensino fundamental avançou incontestavelmente, por todo o país. No entanto, esse avanço não garantiu a qualidade do ensino. Entre diversas medidas de cunho estrutural e pedagógico que cabem ao poder público implementar, algumas, bastante simples, poderiam impulsionar um processo de construção de parâmetros de qualidade. Entre elas destaca-se a constituição de limites para o número de alunos por sala de aula. Tal limite procura garantir boas condições de aprendizado, visto que possibilita uma maior atenção individualizada aos alunos. É sob esta formulação, que em junho de 2005, o Conselho Estadual de Educação, aprovou a deliberação 02/2005, onde estabelece tais parâmetros, a partir das necessidades pedagógicas das diversas faixas etárias. O presente projeto tem o objetivo de adequar a Rede Municipal de Ensino a estes parâmetros estabelecidos pelo Conselho Estadual de Educação. Entretanto, esta legisladora está ciente das dificuldades estruturais para uma imediata adequação às normas estaduais, visto que implicaria em uma ampliação imediata de toda rede. Pois é sabido que, hoje, há um número superior de alunos por sala de aula, e a adequação exigiria imediata construção de novos equipamentos públicos. Assim, o projeto tem o cuidado de estabelecer prazos compatíveis com a realidade orçamentária do município, considerando, também, os novos aportes financeiros advindos da iminente aprovação do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Professores) que significarão, ao longo dos próximos anos, um crescimento do orçamento para a área educacional.Diante do exposto, temos a certeza do apoio dos demais colegas. Signatários: