Análise Estatística
Cícero Quarto, Prof.
cicero@engcomp.uema.br
www.ciceroquarto.com
1
Estrutura
 Vídeo do autor
 Objetivos
 Fundamentos básicos
 Um pouco de história da Estatística
 Conceitos básicos
 M...
Fala do professor Cícero
Quarto
Clic no ícone do alto-falante
para escutar
3
Objetivos
1. Examinar e relacionar os dados dentro de um
paradigma, ou em termos de verificabilidade dos dados;
2. Relacio...
Fundamentos Básicos
 Um pouco de história
Assista ao
vídeo
5
Fundamentos Básicos
 Conceitos básicos
Assista ao
vídeo
6
Fundamentos Básicos
 Método estatístico
Assista ao
vídeo
7
♦ Análise Descritiva
♦ Análise Preditiva
♦ Análise Normativa
♦ Análise Prescritiva
♦ Análise Quantitativa
♦ Análise Qualit...
Análise Descritiva
Clic no ícone do alto-
falante para escutar
 Variável dependente (y)
 Variáveis relacionais ( x  y )...
Análise Preditiva
A análise preditiva é a forma antecipada de responder certas questões
sobre eventos ou fenômenos que têm...
Análise Normativa
A análise normativa fundamenta-se num valor ou sistema de
valores. Está implícita ou explicitamente subo...
Análise Prescritiva
É utilizada para demonstrar como e quando metas desejáveis
poderão aparecer. A análise prescritiva inc...
Análise Quantitativa
A análise quantitativa dos materiais da pesquisa não deve ser
confundida com os métodos formais da an...
Análise Qualitativa
Nesta forma de análise, trata-se de decompor o fenômeno, o
problema ou o assunto nas suas partes essen...
 Concluído o trabalho de campo (coleta de dados, observação
de laboratório, aplicação de testes e formulários, etc), os d...
 A técnica mais simples da análise, consiste em tomar como
ponto de partida uma variável principal (dependente e/ou
indep...
 Questão preliminar à análise é comprovar se os dados
obtidos são suficientes para a verificação das hipóteses, o que
efe...
Testes de significância na análise
quantitativa de dados da pesquisa científica
A análise dos dados, em que se utilizam es...
Saiba + sobre Estatística e Análise
Estatística nos links abaixo
 O que é Estatística?
https://www.youtube.com/watch?v=-W...
Obrigado pela
atenção de todos
cicero engcomp.uema.br
20
Referências Bibliográficas
 Livros
FERRARI, A. T. Metodologia da Pesquisa Científica.
São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Analise estatistica trabcicero

322 visualizações

Publicada em

Análise estatística

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
322
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Analise estatistica trabcicero

  1. 1. Análise Estatística Cícero Quarto, Prof. cicero@engcomp.uema.br www.ciceroquarto.com 1
  2. 2. Estrutura  Vídeo do autor  Objetivos  Fundamentos básicos  Um pouco de história da Estatística  Conceitos básicos  Método estatístico  Tipos de análise  As hipóteses como base da análise  Testes de significância na análise quantitativa de dados  Referências 2
  3. 3. Fala do professor Cícero Quarto Clic no ícone do alto-falante para escutar 3
  4. 4. Objetivos 1. Examinar e relacionar os dados dentro de um paradigma, ou em termos de verificabilidade dos dados; 2. Relacionar as causas a seus efeitos ou vice-versa; 3. Procurar as funções de determinadas variáveis; 4. Tratar de inferir certas propriedades, como na análise combinatória e em outros procedimentos, de acordo com a área do conhecimento "formal", e/ou "empírico" 4
  5. 5. Fundamentos Básicos  Um pouco de história Assista ao vídeo 5
  6. 6. Fundamentos Básicos  Conceitos básicos Assista ao vídeo 6
  7. 7. Fundamentos Básicos  Método estatístico Assista ao vídeo 7
  8. 8. ♦ Análise Descritiva ♦ Análise Preditiva ♦ Análise Normativa ♦ Análise Prescritiva ♦ Análise Quantitativa ♦ Análise Qualitativa Tipos de análise Clic no ícone do alto- falante para escutar 8
  9. 9. Análise Descritiva Clic no ícone do alto- falante para escutar  Variável dependente (y)  Variáveis relacionais ( x  y ), onde x é a variável “independente” e y é a variável “dependente” para estabelecer conexões de causa e efeito; produtor- produto e correlação no sentido de explicitar e justificar a existência do fenômeno. Aprenda mais sobre Análise Descritiva clicando no ícone ao lado 9
  10. 10. Análise Preditiva A análise preditiva é a forma antecipada de responder certas questões sobre eventos ou fenômenos que têm probabilidade de acontecer. Por exemplo: Que acontecerá no Brasil na década de 2010 a 2019 se a taxa de crescimento da população (TCP) continuar no ritmo atual de 1,7% e, também o índice de expansão de oportunidade de trabalho (EOT) continuar idêntico ao que se observa n atualidade. Algumas alternativas deverão ser contrastadas para inferir a preditividade, assim: - Aumento da TCP e aumento da EOT - Aumento da TCP e diminuição da EOT - Aumento da TCP e permanência fixa da EOT - Diminuição da TCP e aumento da EOT - Diminuição da TCP e diminuição da EOT - Diminuição da TCP e permanência fixa da EOT - Outras alternativas são admissíveis Aprenda mais sobre Análise Preditiva clicando no ícone ao lado 10
  11. 11. Análise Normativa A análise normativa fundamenta-se num valor ou sistema de valores. Está implícita ou explicitamente subordinada a julgamentos do ponto de vista pessoal do que existe ou existirá. Reflete uma variedade de graus de preferências pessoais, podendo ser elas legais, morais, políticas, sociais e assim por diante. Por exemplo, alguns católicos que julgam que os espíritas não são pessoas religiosas terão muita dificuldade em avaliar objetivamente as obras sociais que esses crentes vêm realizando. Aprenda mais sobre Análise Normativa clicando no ícone de pdf ao lado 11
  12. 12. Análise Prescritiva É utilizada para demonstrar como e quando metas desejáveis poderão aparecer. A análise prescritiva inclui sugestões para um plano de ação, de como o analista atingirá seus objetivos. Existem numerosas técnicas de análise prescritiva que incluem a sugestão, a implicação e a generalização. Para tanto, deverão ser tomadas em consideração às metas-afins, os valores relacionados com a política a seguir, bem como as estratégias, etc. Assim, um facultativo pode manifestar a enfermeira num hospital: "Fulano está precisando tomar insulina, providencie para evitar a morte por choque diabético". 12
  13. 13. Análise Quantitativa A análise quantitativa dos materiais da pesquisa não deve ser confundida com os métodos formais da análise matemática e da análise lógica matemática. A análise quantitativa é o procedimento que consiste em aplicar os princípios, técnicas e métodos das ciências matemáticas dentro das ciências fatuais. Clic no ícone para assistir ao vídeo 2 Clic na imagem para ir para a URL do material Clic no ícone para assistir ao vídeo 1 13
  14. 14. Análise Qualitativa Nesta forma de análise, trata-se de decompor o fenômeno, o problema ou o assunto nas suas partes essenciais, como acontece na "análise elementar" no campo da química, ou na "análise componencial" da lingüística, na "análise estrutural" da antropologia e sociologia, na "análise de conteúdo" no campo da comunicação; por exemplo, a decomposição de um fenômeno em suas partes, de tal modo que essas partes se organizem em sua recíproca dependência, procurando estabelecer as relações que se estabelece entre as partes. Métodos observacionais, experimentais e comparativos permitem realizar esse tipo de análise. Aprenda mais sobre Análise Qualitativa clicando no ícone de pdf ao lado Clic no ícone para assistir ao vídeo1 Clic no ícone para assistir ao vídeo2 14
  15. 15.  Concluído o trabalho de campo (coleta de dados, observação de laboratório, aplicação de testes e formulários, etc), os dados recebem tratamento adequado, isto é, passa-se a ordená-los seguindo critérios de relacionamento recíproco, de acordo com a orientação das hipóteses. "Se existe uma elaborada rede de hipóteses vinculada ao tipo de dados que se dispõe, cada hipótese pode ser considerada como uma norma que prescreve uma certa ação à adotar em relação aos dados". Assim sendo, "quanto mais específica a hipótese, mais específica a ação". Deste modo, a análise torna-se procedimento quase automático, pois trata-se de obter as combinações apropriadas dos dados, para serem lidos em conformidade com as normas de "verificabilidade" e "falsificabilidade" das hipóteses. As hipóteses como base da análise 15
  16. 16.  A técnica mais simples da análise, consiste em tomar como ponto de partida uma variável principal (dependente e/ou independente, ou ambas). Esta variável é denominada de variável básica ou permanente, porque deve ser consensual, válida e confiável. Geralmente a variável fundamental está ligada às hipóteses e ao problema central da pesquisa. Tende a se repetir nos quadros de análise, ou no cruzamento com outras variáveis. Por exemplo, se a hipótese é: "a educação é o fator mais importante de desenvolvimento social"; neste caso, a variável educação será cruzada com renda, consumo, saúde e outras variáveis denotativas ou indicativas de desenvolvimento e/ou subdesenvolvimento. As hipóteses como base da análise 16
  17. 17.  Questão preliminar à análise é comprovar se os dados obtidos são suficientes para a verificação das hipóteses, o que efetua por simples inspeção. Também, antes de proceder a construção dos quadros de análise o estudioso deverá ter a garantia de que as variáveis tenham o número adequado de valores. O que dependerá, da maneira como foram estruturados os instrumentos de obtenção de dados, pois os sistemas de testes, questionários, escalas, sob perspectivas nominais, ordinais, de intervalos e de razão, permitirão que tais variáveis tenham valores adequados. As hipóteses como base da análise 17
  18. 18. Testes de significância na análise quantitativa de dados da pesquisa científica A análise dos dados, em que se utilizam estatísticas, exige prévia relação de significância entre as variáveis. Os testes de significância permitem indicar se o resultado da pesquisa é ou não um produto casual, isto é, se tem alta probabilidade de acontecer. Para entender o que é um teste de significância e como se operacionaliza, se faz necessário considerar algumas exigências como a da “hipótese nula”, “nível de significância”, “erros do teste”, “direcionalidade do teste”, “poder do teste”, e assim por diante. Clic no ícone para assistir ao vídeo1 Clic no ícone para assistir ao vídeo2 Clic no ícone para assistir ao vídeo3 18
  19. 19. Saiba + sobre Estatística e Análise Estatística nos links abaixo  O que é Estatística? https://www.youtube.com/watch?v=-Wm9cxiXUe0&hd=1  Tratamento da Informação: gráficos e estatísticas https://www.youtube.com/watch?v=-E61WDtNlwM&hd=1  Matemática (Interpretação de gráficos, Estatística e Probabilidade) https://www.youtube.com/watch?v=k1C-zIWxq64&hd=1  Métodos Quantitativos, Qualitativos e Coleta de Dados https://www.youtube.com/watch?v=tR7DE1utCo4&hd=1 19
  20. 20. Obrigado pela atenção de todos cicero engcomp.uema.br 20
  21. 21. Referências Bibliográficas  Livros FERRARI, A. T. Metodologia da Pesquisa Científica. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1982.  Internet WIKIPEDIA - http://www.wikipedia.org/  Vídeos www.youtub.com 21

×