Variações linguísticas

9.851 visualizações

Publicada em

Aula de variações linguísticas para o 9º ano.
Professora Adriana Carrion de Oliveira

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.851
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.087
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
183
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Variações linguísticas

  1. 1. Variações linguísticas<br />Professora Adriana Carrion<br />
  2. 2.
  3. 3. ENEM/2010<br /> <br /> <br />Gerente – Boa tarde. Em que eu posso ajudá-lo?<br />Cliente – Estou interessado em financiamento para compra de veículo.<br />Gerente – Nós dispomos de várias modalidades de crédito. O senhor é nosso cliente?<br />Cliente – Sou Júlio César Fontoura, também sou funcionário do banco.<br />Gerente – Julinho, é você, cara? Aqui é a Helena! Cê tá em Brasília? Pensei que você inda tivesse na agência de Uberlândia! Passa aqui pra gente conversar com calma.<br /> <br />Na representação escrita da conversa telefônica entre a gerente do banco e o cliente, observa-se que a maneira de falar da gerente foi alterada de repente devido:<br /> <br />
  4. 4. A) à adequação de sua fala à conversa com um amigo, caracterizada pela informalidade.<br />B) à iniciativa do cliente em se apresentar como funcionário do banco.<br />C) ao fato de ambos terem nascido em Uberlândia (Minas Gerais).<br />D) à intimidade forçada pelo cliente ao fornecer seu nome completo.<br />E) ao seu interesse profissional em financiar o veículo de Júlio.<br />
  5. 5. Evocação do Recife<br />“A vida não me chegava pelos jornais nem pelos livros Vinha da boca do povo na língua errada do povo Língua certa do povo Porque ele é que fala gostoso o português do Brasil Ao passo que nós O que fazemos É macaquear A sintaxe lusíada…” Manuel Bandeira <br />
  6. 6. Variante culta<br />A variante culta tem status privilegiado em nosso idioma, mas isso não é uma exclusividade do português. A variante culta existe em muitos idiomas e exerce importantes funções sociais Basta-nos saber que ela é de grande importância e funciona como uma referência para qual convergem os agentes do idioma sempre que precisam de porto seguro em questões de língua. <br />É a variante ensinada na escola. Os meios de comunicação que buscam uma imagem de idoneidade a cultivam e a literatura técnica e científica tem clara preferência por ela.<br />
  7. 7.
  8. 8. Variantes regionais<br />Temos diversas variantes regionais no português do Brasil. <br /> Falantes reconhecem com facilidade algumas delas que são bem delimitadas geograficamente como a nordestina, a carioca ou a gaúcha. <br />Existe ainda uma variante de cunho geográfico, a que poderíamos chamar de interiorana, que está presente no interior de vários estados brasileiros como São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Paraná, entre outros. <br />
  9. 9.
  10. 10. Quem quer ....<br />pão de sal, pão de bico, pão d´água, média, carioquinha, filão, cacetinho?<br />
  11. 11. Você gosta de macaxeira, aipim ou mandioca?<br />
  12. 12. Vício na fala - Oswald de andrade<br />Para dizerem milho dizem mioPara melhor dizem mióPara pior pióPara telha dizem teiaPara telhado dizem teiadoE vão fazendo telhados.<br />
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16. Variantes sociais<br />A condição social costuma ser fator determinante na expressão. No Brasil, ainda se observa uma polarização entre a expressão das camadas sociais abastadas e das menos favorecidas. <br />As camadas sociais abastadas têm mais acesso à escola e aos bens culturais e, por isso, na sua expressão incorporam mais a variante culta, ao contrário das camadas menos favorecidas que se expressam segundo variantes ligadas à sua realidade cultural.<br />
  17. 17. Chico bento<br />
  18. 18.
  19. 19. Variantes grupais<br />A língua pode ganhar especificidade na expressão de grupos sociais restritos. Daí surgem variantes ligadas a atividades profissionais, a grupos de interesse e de convívio. Essas variantes originam os jargões profissionais e as gírias. <br />
  20. 20.
  21. 21. Variantes grupais<br />A língua pode ganhar especificidade na expressão de grupos sociais restritos. <br />Daí surgem variantes ligadas a atividades profissionais, a grupos de interesse e de convívio. <br />Essas variantes originam os jargões profissionais e as gírias. <br />

×