Ortografia e acentuação gráfica

14.248 visualizações

Publicada em

Material para introduzir o assunto e elucidar algumas dúvidas sobre ortografia, acentuação gráfica e uso do hífen.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.248
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
465
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ortografia e acentuação gráfica

  1. 1. ORTOGRAFIA EACENTUAÇÃOGRÁFICAProfessorAdeildoJúnior
  2. 2. APRESENTAÇÃOEste é um resumo, em linguagem e organização simples, dasdisposições do Acordo Ortográfico da LínguaPortuguesa, aprovado pelos oito países lusófonos (que falamo português como sua língua nacional) em 16 de dezembro de1990. Os oito países são: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, TimorLeste (que assinou posteriormente).No Brasil, o Acordo foi aprovado pelo Congresso em abril de1995, e oficialmente ratificado como medida executiva com aassinatura do presidente Luís Inácio Lula da Silva em 29 desetembro de 2008, com início de vigência marcado para 1º dejaneiro de 2009 e um período de adaptação até dezembro de2011.
  3. 3. APRESENTAÇÃOO texto do Acordo não dirime todas as dúvidas, pois mencionaeventualmente parâmetros genéricos, como „consagrado pelouso‟, e resume algumas listas de casos com „etc.‟, deixandodúvida quanto à abrangência da regra. A elucidação dequalquer dúvida remanescente (que poderá suscitarmudanças neste e em outros guias a nova ortografia) pode sersolucionada com a consulta da nova edição do VocabulárioOrtográfico da Língua Portuguesa (VOLP), editada pelaAcademia Brasileira de Letras. Por meio do portal da ABLtambém é possível consultar o VOLP. O endereço é:http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=23Neste outro link é possível acessa na íntegra (em pdf.) o AcordoOrtográfico oficial no site da Academia Brasileira de Letras:http://www.academia.org.br/abl/media/O%20Acordo%20Ortográfico%20da%20Língua%20Portuguesa_anexoI%20e%20II.pdf
  4. 4. AS MUDANÇAS NOALFABETOALFABETOAo alfabeto da língua portuguesa acrescem-se as letras K, We Y, e ele passa a ter 26 letras*:A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X YZ*Na prática, essas letras já se usavam como símbolos demedidas (km, kg, W) e em palavras estrangeiras e suasderivadas em português: know-how, Kant, kantiano, yin-yang, walkman,
  5. 5. AS MUDANÇAS NAORTOGRAFIAUSO DE VOGAIS ÁTONAS E E IEm palavras com sufixos –ano e –ense que se combinamcom um i que pertencem ao tema (havaiano [deHavaí], italiano [de Itália] etc.) ou derivadas de palavras quetêm na última sílaba um e átono (Acre, Açores), escreve-seantes da sílaba tónica –iano e não –eano:acriano, açoriano, sofocliano, torriense.Mas escreve-se –eano se a última sílaba da palavra de origemtiver e tônico: daomeano, guineano ou guineense etc.
  6. 6. REGRAS DEACENTUAÇÃOa) proparoxítonas - são todas acentuadas. E o caso de:lâmpada, Atlântico, Júpiter, ótimo, flácido, relâmpago, trôpego,lúcido, víssemos.b) paroxítonas - são as palavras mais numerosas dalíngua e justamente por isso as que recebem menosacentos. São acentuadas as que terminam em: i, is: táxi, beribéri, lápis, grátis; us, um, uns: vírus, bônus, álbum, parabélum (arma defogo), álbuns, parabéluns; l, n, r, x, ps:incrível, útil, próton, elétron, éter, mártir, tórax, ônix, bíceps, fórceps; ã, ãs, ão, ãos: ímã, órfã, ímãs, órfãs, bênção, órgão, órfãos, sótãos;
  7. 7. REGRAS DEACENTUAÇÃOc) oxítonas - são acentuadas as que terminam em: a, as: Pará, vatapá, estás, irás; e, es: você, café, Urupês, jacarés; o, os: jiló, avô, retrós, supôs; em, ens: alguém, vintém, armazéns, parabéns.d) monossílabos tônicos - são acentuados os terminadosem: a, as: pá, vá, gás, Brás; e, es: pé, fé, mês, três; o, os: só, xô, nós, pôs.
  8. 8. REGRAS DEACENTUAÇÃOVerifique que essas regras criam um sistema de oposiçãoentre as terminações das oxítonas e as das paroxítonas.Compare as palavras dos pares seguintes e note que osacentos das paroxítonas e os das oxítonas são mutuamenteexcludentes: portas (paroxítona, sem acento) e atrás (oxítona, com acento); pele (paroxítona, sem acento) e café (oxítona, com acento); corpo (paroxítona, sem acento) e maiô (oxítona, com acento); garantem (paroxítona, sem acento) e alguém (oxítona, com acento); hífens (paroxítona, sem acento) e vinténs (oxítona, com acento); táxi (paroxítona, com acento) e aqui (oxítona, sem acento).
  9. 9. AS MUDANÇAS NAACENTUAÇÃOMUDANÇAS NA ACENTUAÇÃO E NO USO DO TREMAOs ditongos abertos tônicos éi e ói perdem o acento agudoquando caem na penúltima sílaba (portanto, de palavrasparoxítonas):Cuidado: o acento não cai se incide nesses ditongos emsílabas tônicas de palavras oxítonas (com acento tônico naúltima sílaba) ou proparoxítonas (com acento tônico naantepenúltima sílaba):
  10. 10. AS MUDANÇAS NAACENTUAÇÃOCai o acento circunflexo de palavras paroxítonas terminadasem ôo e em êem:Cuidado: As flexões dos verbos ter e vir na 3ª pess. pl. dopres. do indic. mantêm o acento: têm, vêm, diferençando dasflexões de 3ª pess. sing. tem, vem, bem como nos derivadosdesses verbos, como mantém e mantêm, provém eprovêm, retém e retêm, convém e convêm etc.
  11. 11. AS MUDANÇAS NAACENTUAÇÃONão se usa acento gráfico (agudo ou circunflexo) em palavrasparoxítonas para diferençá-las de outras palavras delashomógrafas (com a mesma grafia). São estas as palavrasafetadas:Lembre-se: o v. pôr (infinitivo) e pôde (flexão na 3ª pes. sing.pret. perf. do v. poder) mantêm o acento, diferençandorespectivamente da preposição por e da flexão de 3ª pess.sing. do pres. indic. pode É facultativo usar ou não circunflexoem fôrma (com o fechado) para diferençar de forma (com oaberto)
  12. 12. AS MUDANÇAS NAACENTUAÇÃOPerdem o acento agudo as vogais tônicas i e u de palavrasparoxítonas, quando antecedidas de ditongo:Cuidado: mantém-se o acento quando a palavra éproparoxítona (feiíssimo, bauínia) ou oxítona (tuiuiú, teiú, teiús)
  13. 13. AS MUDANÇAS NAACENTUAÇÃONos verbos arguir e redarguir deixa-se de usar o acento agudo no utônico nas flexões rizotônicas (ou seja, nas quais o acento tônicocai em sílaba do radical, no caso argu e redargu):Nos verbos terminados em –guar, -quar, e –quir(aguar, apaziguar, enxaguar, obliquar, delinquir etc.), as flexõespodem ser pronunciadas com acento na sílaba do u ou, como noBrasil, na sílaba anterior. No primeiro caso cai o acento agudo doú, no segundo, a vogal tônica da sílaba anterior recebe acento agudo:
  14. 14. AS MUDANÇAS NAACENTUAÇÃOO trema deixa de ser usado para assinalar a pronúncia do u*em sílabas como güe, güi, qüe e qüi. Permanece em palavrasestrangeiras e suas derivadas.*mesmo sem o trema, o u continua a ser pronunciado
  15. 15. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENMUDANÇAS NO USO DO HÍFEN EM PALAVRAS COMPOSTAS• Usa-se o hífen em palavras compostas cujos elementos, denatureza nominal, adjetival, numeral ou verbal compõem umaunidade sintagmática e de significado e mantêm cada um suaacentuação própria (o primeiro elemento pode estar em formareduzida):ano-luz, arco-íris, decreto-lei, médico-ortopedista, segundo-tenente, guarda-noturno, mato-grossense, afro-brasileiro, quarta-feira, vermelho-claro, primeira-dama, conta-gotas, marca-passo, tira-teima, bota-fora etc.Atenção: o Acordo menciona explicitamente as exceções (emcompostos nos quais se perdeu em certa medida a noção decomposição) que se grafam aglutinadamente:girassol, madressilva, mandachuva, pontapé, paraquedas, paraquedista , paraquedismo
  16. 16. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENComentário: a definição do conceito da exceção („em certamedida‟, „noção de recomposição‟) e o „etc.‟ final tornam aaplicação desta regra um tanto vaga. A nova edição doVocabulário Ortográfico dirime as dúvidas porventurasubsistentes. A posição da ABL, no processo de edição doV.O., portanto antes de sua publicação, era de que o etc. deveser desconsiderado valendo como exceção apenas asexplicitamente mencionadas (acima). Todas asoutras, portanto, manteriam o hífen:para-lama, para-brisa, lero-lero, marca-passo, tira-teima, cata-vento etc.
  17. 17. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENJá vigentes na prática, são agora definidos como regras:a) Nos topônimos (nomes de lugares geográficos) usa-sehífen com os prefixos Grão- e Grã-, em nomes cujo primeiroelemento é verbal e quando os elementos estão ligados porartigos:Grão-Pará, Grã-Bretanha, Passa-Quatro, Trás-os-Montes, Todos-os-Santosb) Têm hífen palavras compostas que designam espéciesbotânicas e zoológicas:couve-flor, erva-doce, andorinha-do-mar, bem-te-vi, leão-marinho
  18. 18. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENUsa-se hífen (e não travessão) entre elementos que formamnão uma palavra, mas um encadeamento vocabular:ponte Rio-Niterói, Alsácia-Lorena, Liberdade-Igualdade-FraternidadeNão se usa hífen em locuções (alguns exemplos):substantivas: café da manhã, fim de semana, cão de guardaadjetivas: cor de açafrão, cor de vinhopronominais: cada um, ele mesmo, quem quer que sejaadverbiais: à vontade, à parte, depois de amanhãprepositivas: a fim de, acerca de, por meio de, a par deConjuncionais ou conjuntivas: contanto que, noentanto, logo que
  19. 19. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENComentário: Também é um tanto vaga a noção de„consagrada pelo uso‟, o que implica que só com a publicaçãodo V.O. estarão definidas todas as locuções em que se usa(ou não) hífen., como, p.ex., água que passarinho nãobebe, arco da aliança, água de cheiro etc. Pressupõe-seque, na lógica de só serem válidas as exceções explicitamentemencionadas no Acordo, todas deverão perder ohífen, desconsiderando-se o „etc.‟Exceções consagradas pelo uso:água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao deus-dará, à queima-roupa
  20. 20. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENMUDANÇAS NO USO DO HÍFEN EM PALAVRAS COMPOSTASPOR PREFIXAÇÃO E RECOMPOSIÇÃOGeralmente, a não ser nas exceções que serão estabelecidas naregras seguintes, em palavras compostas com prefixos ou falsosprefixos (radicais gregos ou latinos que ganharam o significadodas palavras das quais faziam parte, como aero, radio, tele etc.)usa-se hífen se o segundo elemento começa por hanti-histórico, super-homem, multi-horário, mini-habitação, co-herdeiroAtenção: quando se usam os prefixos des- e in- (e tb. com an edis) caem o h e o hífen:desumano, inabitável, desonra, inábil, anistórico, disidriaTambém com os prefixos co- e re- eliminam-se o h e o hífen:coerdar, coabitar, reabilitar, reabitar
  21. 21. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENPassa-se a usar hífen entre o prefixo e o segundo elementoquando o prefixo termina na mesma vogal pela qual começa osegundo elemento:antiinflacionário passa a ser anti-inflacionárioteleeducação passa a ser tele-educaçãoneoortodoxia passa a ser neo-ortodoxiaObs.: nos prefixos terminados em a, já era o usovigente, agora consolidado pela regra: contra-almirante,extra-articular, ultra-altoExceção: o prefixo co- se aglutina com segundo elementocomeçado por o: cooptar, coobrigação; re- se aglutina compalavras começadas por e: reeleição, reestudar. reerguer
  22. 22. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENUsa-se hífen com circum- e pan- quando seguidos deelemento que começa por vogal, m e n, além do já citado h:cirumnavegação passa a ser circum-navegaçãocircumediterrâneo passa a ser circum-mediterrâneocircumeridiano passa a ser circum-meridianoObs.: já era uso vigente para pan- e alguns usos decircum-, agora ratificados como regra.
  23. 23. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENUsa-se hífen quando o prefixo ou falso prefixo termina emconsoante e o segundo elemento começa pela mesmaconsoante ou por r ou hObs.: São casos desta regra, e também de regra específicado Acordo, o uso de hífen com os prefixos hiper-, inter-, super-, ciber- e nuper- quando o segundo elementocomeça por r ou h (hiper-requintado, inter-resistente, super-radical, inter-hospitalar); não se usahífen em outros casos nos quais o prefixo termina emconsoante e o segundo elemento começa por vogal ouconsoante diferente de h ou r:subsequência, sublinear, subaquático (mas sub-reptício, sub-rogar), interativo, hiperativo, superabundante, hiperacidez,interlocução. O uso de hífen com sub-r... É omitido noAcordo.
  24. 24. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENQuando o prefixo ou falso prefixo termina em vogal e osegundo elemento começa por r ou s não se usa mais o hífene a consoante r ou s é duplicada:Não se usa hífen quando o prefixo ou falso prefixo termina emvogal e o segundo elemento começa por vogal diferente ouconsoante (se esta for r ou s, como visto acima, se duplica):
  25. 25. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENAlguns casos que não mudam, mas convém lembrar:Com os prefixos ou falsos prefixos ex-, sota-, soto-, vice-vizo-, pré-, pró- e pós- sempre se usa hífen;Usa-se hífen antes dos sufixos de função adjetiva de origemtupi-guarani -açu, -guaçu e -mirim, quando o primeiroelemento acaba em vogal tônica(cajá-mirim, cipó-guaçu) ouquando se necessita separar a pronúncia da vogal final da dosufixo (anda-açu);Usa-se hífen nas formas verbais com pronomes átonos(diga-me, vestir-se, vingá-lo, dizer-lhes);Se a quebra de linha (translineação)ocorre onde há umhífen gramatical, deve-se repetir o hífen no início da linhaseguinte.
  26. 26. AS MUDANÇAS NO USODO HÍFENLOCUÇÕESNão se usa hífen em locuções de qualquer tipo(nominais, adjetivas, pronominais, adverbiais, prepositivas, conjuncionais), com as seguintes exceções: água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao deus-dará, à queima-roupa.Assim:
  27. 27. FIXAÇÃO DOASSUNTOProf. Adeildo Júnior
  28. 28. USO DO HÍFEN COMPALAVRAS COMPOSTASUsamos hífen para criar palavras compostas:Copo de leite = substantivo + preposição + substantivo (trêspalavras = como com leite) – “Bebi um copo de leite”;Copo-de-leite = substantivo composto (= nome de um tipo de umaplanta) – “Pôs os copos-de-leite no verso”;Dia a dia = locução adverbial (três palavras= dia apósdia, diariamente) – “ Sua candidatura cresce dia a dia”;Dia-a-dia = substantivo composto (=cotidiano) – “Nossosrepórteres acompanham o dia-a-dia da seleção brasileira”;Sem teto = preposição + substantivo (duas palavras) – “Otemporal deixou várias casas sem teto”;Sem-teto = substantivo composto – “ Os sem-teto invadiram oprédio abandonado”.
  29. 29. Exercício 1 – Una oselementos a seguir com ousem hífenPé + de + cabra=João + de + barro=Cão + de +guarda=Dor + de + cabeça=Hei + de + vencer=Tem + de + sair=Não + me + toque=Disse + me + disse=Dia + a + dia=Passo + a + passo=À + toa=Mal + educado=Bem + vindo=Democrata + cristão=Anglo + americano=Verde + escuro=Verde + garrafa=Corre + corre=Zigue + zague=Primeiro + ministro=Sexta + feira=Obra + prima=
  30. 30. Grão + mestre=Grã + fino=Socio + cultural=Sócio + fundador=Socio + político + econômico=Couve + flor=Tenente + coronel=Homem + bomba=Célula + tronco=Sequestro + relâmpago=Jogo + treino=Bate + bola=Quebra + mar=Guarda + chuva=Guarda + civil=São + Paulo=São + paulino=Porto + alegrense=Sul + americano=Para + raios=Para + militares=Para + lama=Para + olimpíadas=Sem + número=Sem + terra=
  31. 31. USO DO HÍFEN COMPREFIXOSUSO DO HÍFEN – COM PREFIXOSSegundo o novo acordo ortográfico, nas formações comprefixos (AUTO, CONTRA, EXTRA, INFRA, INTRA, NEO, PROTO, PSEUDO, SEMI, SUPRA, ULTRA, ANTE, ANTI ARQUI, SOBRE) eem formações com falsos prefixos (MACRO,MICRO, MEGA, MINI, MAXI, TELE...), só se empregao hífen quando o segundo elemento começa por “H” ouquando o prefixo ou pseudo prefixo termina com a MESMAVOGAL com que se inicia o segundo elemento: anti-herói, anti-imperialista, contra-ataque, mini-hospital, micro-ônibus.
  32. 32. Exercício 2 – Qual é a forma correta?( ) autoipnose OU ( ) auto-hipnose;( ) autoobservação OU ( ) auto- observação;( ) autoanàlise OU ( ) auto-análise;( ) autorretrato OU ( ) auto-retrato;( ) autossustentável OU ( ) auto-sustentável;( ) automedicação OU ( ) auto-medicação;( ) contraalmirante OU ( ) contra-almirante;( ) contraindicação OU ( ) contra-indicação;( ) contrassenso OU ( ) contra-senso;( ) contraprova OU ( ) contra-prova;
  33. 33. ( ) extraoficial OU ( ) extra-oficial;( ) extracampo OU ( ) extra-campo;( ) infraepático OU ( ) infra-hepático;( ) infraassinado OU ( ) infra-assinado;( ) infraestrutura OU ( ) infra-estrutura;( ) infrarrenal OU ( ) infra-renal;( ) intrauterino OU ( ) intra-uterino;( ) intravenoso OU ( ) intra-venoso;( ) intrarracial OU ( ) intra-racial;( ) neoamburguês ou ( ) neo-hamburguês.
  34. 34. ( ) neoacadêmico OU ( )neo-acadêmico;( ) neozelandês OU ( ) neo-zeladês;( ) protohistória OU ( ) proto-história;( ) protoevangelho OU ( ) proto-evangelho;( ) protofonia OU ( ) proto-fonia;( ) pseudoartista OU ( ) pseudo- artista;( ) pseudopoeta OU ( ) pseudo-poeta;( ) pseudossábio OU ( ) pseudo-sábio;( ) semiinterno OU ( ) semi-interno;( ) Semiárido OU ( ) semi-árido;
  35. 35. ( ) Semirreta OU ( ) semi-reta;( ) Semisselvagem OU ( ) semi-selvagem;( ) Supraanal OU ( ) supra-anal;( ) Supraepático OU ( ) supra-hepático;( ) Suprarrenal OU ( ) supra-renal;( ) Supracitado OU ( ) supra-citado;( ) Ultraaquecido OU ( ) ultra-aquecido;( ) Ultraelevado OU ( ) ultra-elevado;( ) Ultrarradical OU ( ) ultra-radical;( ) Ultrassom OU ( ) ultra-som;
  36. 36. Exercício 03 – Qual é a forma certa?( ) ante histórico OU ( ) ante-histórico;( ) anteprojeto OU ( ) ante-projeto;( ) anterrepublicano OU ( ) ante-republicano;( ) anteassala OU ( ) ante-sala;( ) antiemorrágico OU ( ) anti-hemorrágico;( ) antiinflamatório OU ( ) anti-inflamatório;( ) antiinflacionário OU ( ) anti-inflacionário;( ) antissocial OU ( ) anti-social;( ) antirracista OU ( ) anti-racista;( ) antiácido OU ( ) anti-ácido;
  37. 37. ( ) antiofídico OU ( ) anti-ofídico;( ) arquiinimigo OU ( ) arqui-inimigo;( ) arquirrival OU ( ) arqui-rival( ) arquimilionário OU ( ) arqui-milionário;( ) Arquissacerdote OU ( ) arqui-sacerdote;( ) sobreerguer OU ( ) sobre-erguer;( ) sobre humano OU ( ) sobre-humano;( ) sobreaviso OU ( ) sobre-aviso;( ) sobrecoxa OU ( ) sobre-coxa;( ) sobressair OU ( ) sobre-sair.
  38. 38. Exercício 4 – Uma os doiselementos abaixo com OU semhífen:Agro + negócio =Áudio + visual =Bi + campeão =Bio + ritmo =Cardio + vascular =Centro + avante =Des + harmonia =desarmoniaHidro + avião =Macro + economia =Micro + computador =Micro + ondas =Mega + evento =Mega + empresário =Mini + dicionário =Mini + saia =ssMini + reforma =Mini + hotel =Moto + serra =ssPenta + campeão =Psico + social =Radio + amador =Retro + agir =Sacro + santo =Tele + vendas =Tele + sexo =Tele + atendimento =Tele + marketing =Termo + elétrica =Tetra + campeão =Tri + campeão =
  39. 39. Exercício 7 – Qual é a forma correta?( ) hiperativo OU ( ) hiper-ativo;( ) hiperinflação OU ( ) hiper-inflação;( ) hiperreativo OU ( ) hiper-reativo;( ) hipersensível OU ( ) hiper-sensível;( ) hiper hidratação OU ( ) hiper-hidratação;( ) interclubes OU ( ) inter-clubes;( ) interescolar OU ( ) inter-escolar;( ) interracial OU ( ) inter-racial;( ) interregional OU ( ) inter-regional;( ) interestadual OU ( ) inter-estadual;( ) supercampeão OU ( ) super-campeão;( ) superfaturado OU ( ) super-faturado;( ) super habilidade OU ( ) super-habilidade;( ) superrequintado OU ( ) super-requintado;( ) supersônico OU ( ) super-sônico;
  40. 40. Exercício 5 – Uma o prefixo SUB àpalavra seguinte:Sub + aquático =Sub + base =Sub + chefe =Sub + delegado =Sub + editor =Sub + emprego =Sub + item =Sub + mundo =Sub + oficial =Sub + prefeitura =Sub + raça =Sub + reitor =Sub + síndico =Sub + humano =Sub + hepático =Exercício 6 – Una os elementosabaixo com OU sem hífen:Além + túmulo =Aquém + fronteiras =Bem + amado =Bem + dizer =Bem + vindo =Ex + deputado =Ex + portador =Pré + natal=Pré + estreia =Pre + determinado =Pre + existência =Pre + estabelecido =Pré + gravado =Pós + moderno =Pos + pôr =
  41. 41. Exercício 7 – Uma oselementos abaixo usandoOU não o hífen:Circum + hospitalar =Circum + navegação =Circum + murado =Circum + escolar =Pan + Americano =Pan + mágico =Pan + negritude =Co + herdeiro =Co + habitante =Co + operação =Co + ordenação =Co + autor =Co + fundador =Co + tangente =Co + seno =Re + erguer =Re + eleição =Re + escrever =Re + haver =Re + ratificação =

×