Sua carreira em 12 anosSua carreira em 12 anos
Professor, advogado, vereador, deputado
estadual, prefeito e governador de ...
profabio117.blogspot.comprofabio117.blogspot.com
Carta renúncia de Jânio Quadros.Carta renúncia de Jânio Quadros.
"Ao Congresso Nacional. Nesta data, e por este instrument...
Membro da UDN, fundador e proprietário da Tribuna da Imprensa e governador da
Guanabara:
Fui vencido pela reação e, assim, deixo o Governo.Fui vencido pela reação e, assim, deixo o Governo. Nestes sete meses, cu...
Imagens da Campanha
Legalista liderada por Leonel
Brizola direto do RS
Movimento armado liderado por Leonel
Brizola (RS) com apoio do 3º Exército a fim
de garantir que o vice, Jango, assumisse ...
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955485-legalidade-mostrou-que-sociedade-http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissim...
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955466-legalidade-foi-o-primeiro-levante-civil-a-impedir-golpe-diz-http://www1.f...
http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955464-ideia-da-legalidade-era-repetir-revolucao-de-30-diz-ex-lider-do-http://ww...
Em sentido horário: Jango agradece o legalista Brizola; Mazzilli coloca a faixa presidencial em Jango
(07/09/1961); Jango ...
Maria Teresa Fontella GoulartMaria Teresa Fontella Goulart
(1940, 21 anos)(1940, 21 anos)
Maria e Jango foram anistiados e...
Morte de Carmem Miranda:Morte de Carmem Miranda:
05/08/195405/08/1954Renúncia de Jânio:Renúncia de Jânio:
25/08/196125/08/...
Temática 45 campanha da legalidade ss
Temática 45 campanha da legalidade ss
Temática 45 campanha da legalidade ss
Temática 45 campanha da legalidade ss
Temática 45 campanha da legalidade ss
Temática 45 campanha da legalidade ss
Temática 45 campanha da legalidade ss
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Temática 45 campanha da legalidade ss

324 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
324
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Temática 45 campanha da legalidade ss

  1. 1. Sua carreira em 12 anosSua carreira em 12 anos Professor, advogado, vereador, deputado estadual, prefeito e governador de SP, deputado federal e Presidente do país. Eleito pela Coligação PTN-PDC-UDN-PR-PL com 5,6 mi de votos Símbolo de campanha: a vassoura Seu governo: 31/01/1961 a 25/08/1961 Marcas de governoMarcas de governo Política externa independente Relações econômicas com a China maoísta Condecoração de ‘Che’ Guevara no Congresso BrasileiroJânio da Silva QuadrosJânio da Silva Quadros Campo Grande, 25/01/1917 SP, 16/02/1992 (o único mato-grossense presidente do país)
  2. 2. profabio117.blogspot.comprofabio117.blogspot.com
  3. 3. Carta renúncia de Jânio Quadros.Carta renúncia de Jânio Quadros. "Ao Congresso Nacional. Nesta data, e por este instrumento, deixando com o Ministro da Justiça, as razões de meu ato, renuncio ao mandato de Presidente da República. Brasília, 25.8.61."
  4. 4. Membro da UDN, fundador e proprietário da Tribuna da Imprensa e governador da Guanabara:
  5. 5. Fui vencido pela reação e, assim, deixo o Governo.Fui vencido pela reação e, assim, deixo o Governo. Nestes sete meses, cumpri meu dever. Tenho-o cumprido, dia e noite, trabalhando infatigavelmente, sem prevenções nem rancores. Mas, baldaram- se os meus esforços para conduzir esta Nação pelo caminho de sua verdadeira libertação política e econômica, o único que possibilitaria o progresso efetivo e a justiça social, a que tem direito o seu generoso povo. Desejei um Brasil para os brasileiros, afrontando, nesse sonho, a corrupção, a mentira e a covardia que subordinam os interesses gerais aos apetites e às ambições de grupos ou indivíduos, inclusive, do exterior. Forças terríveis levantam-se contra mim, e me intrigam ou infamam, até com a desculpa daForças terríveis levantam-se contra mim, e me intrigam ou infamam, até com a desculpa da colaboração. Se permanecesse, não manteria a confiança e a tranquilidade, ora quebradas, ecolaboração. Se permanecesse, não manteria a confiança e a tranquilidade, ora quebradas, e indispensáveis ao exercício da minha autoridade.indispensáveis ao exercício da minha autoridade. Creio mesmo, que não manteria a própria paz pública. Encerro, assim, com o pensamento voltado para a nossa gente, para os estudantes e para os operários, para a grande família do País, esta página de minha vida e da vida nacional. A mim, não falta a coragem da renúncia. Saio com um agradecimento, e um apelo. O agradecimento, é aos companheiros que, comigo, lutaram e me sustentaram, dentro e fora do Governo e, de forma especial, às Forças Armadas, cuja conduta exemplar, em todos os instantes, proclamo nesta oportunidade. O apelo, é no sentido da ordem, do congraçamento, do respeito e da estima de cada um dos meus patrícios para todos; de todos para cada um. Somente, assim, seremos dignos deste País, e do Mundo. Somente, assim, seremos dignos da nossa herança e da nossa predestinação cristã. Retorno, agora, a meu trabalho de advogado e professor.Retorno, agora, a meu trabalho de advogado e professor. Trabalhemos todos. Há muitas formas de servir nossa pátria. Brasília, 25-8-61.
  6. 6. Imagens da Campanha Legalista liderada por Leonel Brizola direto do RS
  7. 7. Movimento armado liderado por Leonel Brizola (RS) com apoio do 3º Exército a fim de garantir que o vice, Jango, assumisse a Presidência dentro dos parâmetros legais. A Campanha tem a envergadura da Revolução de 30 e das Diretas-Já
  8. 8. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955485-legalidade-mostrou-que-sociedade-http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955485-legalidade-mostrou-que-sociedade- organizada-impede-golpe-afirma-historiador.shtmlorganizada-impede-golpe-afirma-historiador.shtml UNE, UBES E UMES, UDN, OAB, ABI, CNBB, mas também federações umbandistas e até diretorias de clubes de futebol repudiaram o golpe. A imprensa, majoritariamente, apoiou a legalidade (apenas "O Globo", "O Estado de S. Paulo" e "Tribuna da Imprensa" apoiaram o veto a Goulart) Na capital, cerca de 45 mil pessoas se alistaram para a formação de batalhões populares. (...) Brizola armou a população em Porto Alegre. No interior, o trabalho foi feito pelos CTG, mas nesse caso com armas artesanais, como lanças, arcos e flechas, facões etc. O fato é que Machado Lopes (...) nas escadarias do Palácio havia cerca de 100 mil pessoas. O silêncio era enorme. Quando eles subiam as escadas, alguém começou a cantar o hino nacional. Machado Lopes e os generais pararam, viraram-se para o povo, botaram a mão no peito (na altura do coração) e também cantam o hino. Milhares de pessoas choraram nesse momento. Jorge Ferreira, 54Jorge Ferreira, 54 Prof. de História do Brasil da UFF Autor de "João Goulart, uma Biografia” [Civilização Brasileira, 2011]
  9. 9. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955466-legalidade-foi-o-primeiro-levante-civil-a-impedir-golpe-diz-http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955466-legalidade-foi-o-primeiro-levante-civil-a-impedir-golpe-diz- moniz-bandeira.shtmlmoniz-bandeira.shtml Luiz Alberto Moniz Bandeira, 75Luiz Alberto Moniz Bandeira, 75 Historiador e cientista político, autor de "A Renúncia de Jânio Quadros e a Crise Pré- 64" [Brasiliense, 1989] "O Governo João Goulart - As Lutas Sociais no Brasil (1961-1964)” [Civilização Brasileira, 1977]. A Campanha da Legalidade não deixou nenhum legado, pois o golpe frustrado em 1961 aconteceu em 1964 Dos EUA: a Aliança para o Progresso vs a Civic Action Defesa da democracia vs o apoio às Forças Armadas O respeitável jornalista Carlos Castelo Branco, seu secretário de imprensa, ouviu-o dizer a Francisco Castro Neves, ministro do Trabalho: "Não farei nada por voltar, mas considero minha volta inevitável. Dentro de três meses, se tanto, estará na rua, espontaneamente, o clamor pela reimplantação do nosso governo". (jan/ 1960): Na viagem, escutei diversas vezes Jânio declarar que processaria o Congresso perante o povo, promoveria sua responsabilidade, caso ele não lhe desse as leis que pedia, culpando-o pela situação do país. Jânio manifestava o inconformismo de ter de governar dentro dos marcos constitucionais. Repetia que não poderia governar "com aquele Congresso".
  10. 10. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955464-ideia-da-legalidade-era-repetir-revolucao-de-30-diz-ex-lider-do-http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/955464-ideia-da-legalidade-era-repetir-revolucao-de-30-diz-ex-lider-do- ptb.shtmlptb.shtml Estava no meu gabinete e vi um verdadeiro tropel de jornalistas a correr (...) Jânio era uma pessoa de difícil compreensão, desmerecia o Congresso, era agressivo muitas vezes (...) A volta de Jânio não entrou no debate. É o Getulio de 1950 de volta, o monopólio estatal do petróleo 9...) Também é dele a Eletrobrás, o que acabava com a Light. Sem esse tipo de análise fica pobre, parecendo um veto anti-Jango strito sensu. Mostra como ainda estávamos numa etapa democrática muito pobre (...) A minha tristeza é que eu não acho que nós tenhamos evoluído tanto (...) São os caudilhos com nomes diferentes. São eles que vão à TV e falam em nome do partido. Almino Affonso, 82Almino Affonso, 82 Na época, ele era líder do PTB e da oposição ao governo Jânio Quadros. Autor de “Raízes do Golpe”
  11. 11. Em sentido horário: Jango agradece o legalista Brizola; Mazzilli coloca a faixa presidencial em Jango (07/09/1961); Jango anuncia as Reformas de Base na Central do Brasil (13/03/ 1964); Jango é deposto pelos milicos em 1º/04/1964
  12. 12. Maria Teresa Fontella GoulartMaria Teresa Fontella Goulart (1940, 21 anos)(1940, 21 anos) Maria e Jango foram anistiados em 15/11/08 Pensão mensal de R$ 5.425,00 Retroativa a 1999: R$ 644 mil pagos em 10 anos + R$ 100 mil pelos 15 anos no exterior Lula afirmou que o governo "reconhece os erros do passado e pede desculpas a um homem que defendeu a nação e seu povo do qual jamais poderíamos ter prescindido“. profabio117.blogspot.comprofabio117.blogspot.com
  13. 13. Morte de Carmem Miranda:Morte de Carmem Miranda: 05/08/195405/08/1954Renúncia de Jânio:Renúncia de Jânio: 25/08/196125/08/1961 Morte de JK:Morte de JK: 22/08/197622/08/1976 Morte de Vargas:Morte de Vargas: 24/08/195424/08/1954 Morte de Raul:Morte de Raul: 21/08/198921/08/1989 Morte de Glauber:Morte de Glauber: 22/08/198122/08/1981

×