SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Baixar para ler offline
#8 Mundo microscópico
16/03/2015
1B – Prof. Kyoshi Beraldo
Centro de Ensino São José
Imagem:http://resources0.news.com.au/
Aula de Hoje:
● Revisão de
alimentação
● Eucariotos
● Microscópios
o tardígrado mede (adoráveis) 100μm
Revisão da Alimentação
● Carboidratos
● Lipídios
● Proteínas
● Vitaminas
● Ácidos
nucleicos
Imagem:https://www.globo.com.br
● Glicose ->
Amido ou Glicogênio
● Reservas vegetais -
Amido
● Reservas animais -
Glicogênio
01) Carboidratos
Imagem:http://upload.wikimedia.org
01 (Unifor-CE) As fibras musculares dos animais armazenam um
carboidrato a partir do qual se obtém energia para a contração. Essa
substância de reserva se encontra na forma de:
02) Colesterol
● Precursor químico
● testosterna
● progesterona
● Componente de
membrana celular
Imagem:http://1.bp.blogspot.com
02 (Ufrn) Embora seja visto como um
vilão, o colesterol é muito importante
para o organismo humano porque ele é:
03)Enzimas quentes
Imagem:http://perso.ya.com/geopal/
03 (Mack) A velocidade de um processo celular foi medida durante 10h.
Nesse período, a temperatura foi aumentada gradativamente, passando de
20°C para 40°C. O resultado foi expresso no gráfico.
Ótimo enzimático
Veloc. reação
proporcional ao
aquecimento
Baixa atividade
enzimática
(baixa Temp.)
Queda brusca:
desnaturação
04)Ácidos nucleicos
Imagem:https://www.algosobre.com.br
04 (Uece) Com relação à composição das moléculas, o RNA difere do DNA
quanto ao tipo de:
● Base nitrogenada: Uracila (e não timina)
● Pentose: Ribose (e não desoxirribose)
05)Carboidratos
● Energia solar
● Fotossíntese
● Energia química (glicose)
● Reservas vegetais
● Energia química (amido)
● Herbívoro come planta
● Energia química (glicose)
● Reservas animais
● Energia química (glicogênio)
● Energia cinética
Imagem:http://www.lolja.com.br/
05) A energia que um animal usa para se movimentar vem, em última
instância, do sol. Esse fluxo energético passa pelos carboidratos glicose,
glicogênio e amido, que armazenam energia química em suas ligações
moleculares. As etapas podem ser resumidas em:
Potato-Friendzone
06) Vitaminas e Lipídios
● Vitamina A e Ácidos
Graxos são apolares
● Ambos têm longas
cadeias de carbono
● Óleo é apolar
● Água é polar
Imagem:http://www.especialista24.com
06) No programa desta terça-feira, ela está em dúvida se deve cozinhar a
cenoura em água ou refogar em óleo, a fim de aumentar a disponibilidade de
vitamina A no prato final. Use seus conhecimentos sobre vitaminas, ácidos
graxos e polaridade de moléculas para ajudar a nossa querida apresentadora:
Vitamina A
07) Enzimas azedas
● pH 2: ótimo
● pH 5: a enzima
pepsina sofre
desnaturação e
não age mais
Imagem:http://4.bp.blogspot.com
07) Se uma pessoa ingerisse uma quantidade exagerada de antiácidos, a ponto
aumentar o pH do estômago para 5, o que ocorreria com a atividade da
pepsina no estômago desta pessoa?
O mundo microscópico
Aula prática amanhã
● Ler protocolo
disponível no link:
tinyurl.com/protocoloescalas
● Ler pg.127 e 128
● Trazer:
● Lápis, régua, uniforme,
livro didático
3 tipos de célula
Procariótica (sem núcleo)
1)Bacteriana
● sem organelas
● com parede celular (bacteriana)
Eucariótica (com núcleo)
2)Animal
● forma irregular (sem parede)
● organelas (ex: mitocôndria)
3)Vegetal
● com parede celular (vegetal)
● cloroplasto e vacúolo
Origem dos eucariotos
● Núcleo protege DNA
● Maior complexidade
estrutural (organelas)
Imagem:http://static.bbci.co.uk
Procariotos surgiram há 3,5 bi Eucariotos surgiram há 1,7 bi
● DNA sujeito a radiação
● Variedade imensa de
metabolismos
(respeite as bactérias!)
Três domínios
3)Eucariotos
● Animais
● Plantas
● Fungos
● Protoz.
●
Imagem:http://sgugenetics.pbworks.com
Procariotos:
1)Bactéria; 2)Arquéias
Organelas esquisitas
Mitocôndria e Cloroplasto:
● têm tamanho de bactéria
● têm DNA próprio
● têm ribossomos
Imagem:https://creationsciencenews.files.wordpress
Teoria da endossimbiose
1.Célula eucariótica primitiva englobou bactérias
2.Relação de simbiose (abrigo por alimento)
3.Bactéria torna-se organela indispensável
Imagem:http://biogeolearning.com
Escalas microscópicas
Site: http://learn.genetics.utah.edu/content/cells/scale/
Microscópio óptico
● Aumentos de 40x, 100x, 400x, 1000x (μm)
● Imagens 2D. Tecidos, células, etc.
Imagem:http://thumbs.dreamstime.com/z/
foto: células da mucosa bucal e fio de cabelo
escala
Microscópio eletrônico de varredura
● Feixe de elétrons. Aumento: 300.000x (μm)
● Imagens 3D. Bactérias, organelas etc.
Imagem:http://objetoseducacionais2.mec.gov.br
escala
Microscópio eletrônico de transmissão
● Feixe de elétrons. Aumento: 500.000x (nm)
● Imagem 2D. Organelas, membranas, etc.
Imagem:http://advanced-microscopy.utah.edu
foto: membrana celular de célula muscular
escala
Imagem:http://img.desmotivaciones.es/201205/PLanctoonn.jpg

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologiaTeus_matt
 
Vidrarias de laboratório
Vidrarias de laboratórioVidrarias de laboratório
Vidrarias de laboratórioFatima Comiotto
 
Equipamentos utilizados em laboratório de química
Equipamentos utilizados em laboratório de químicaEquipamentos utilizados em laboratório de química
Equipamentos utilizados em laboratório de químicaPoliano123
 
Apresentação de células
Apresentação de célulasApresentação de células
Apresentação de célulascejlrodrigues
 
Oficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose Sequencial
Oficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose SequencialOficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose Sequencial
Oficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose SequencialGracieli Henicka
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animalarvoredenoz
 
Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasnaymarques
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidoscrisbassanimedeiros
 
Lista de materiais de química
Lista de materiais de químicaLista de materiais de química
Lista de materiais de químicaNai Mariano
 
Vidraria e equipamentos básicos laboratório de química
Vidraria e equipamentos básicos   laboratório de químicaVidraria e equipamentos básicos   laboratório de química
Vidraria e equipamentos básicos laboratório de químicaMariana Pinheiro
 
Tecido Epitelial
Tecido EpitelialTecido Epitelial
Tecido Epitelialemanuel
 
Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)
Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)
Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)Claudio Cesar Pontes ن
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasCarlos Priante
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemasRegina E Franck
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAsandranascimento
 

Destaque (20)

Apresentação sobre células citologia
Apresentação sobre células    citologiaApresentação sobre células    citologia
Apresentação sobre células citologia
 
Citodiagnostico del cancer de cuello uterino modificado
Citodiagnostico del cancer de cuello uterino modificadoCitodiagnostico del cancer de cuello uterino modificado
Citodiagnostico del cancer de cuello uterino modificado
 
Vidrarias de laboratório
Vidrarias de laboratórioVidrarias de laboratório
Vidrarias de laboratório
 
Equipamentos utilizados em laboratório de química
Equipamentos utilizados em laboratório de químicaEquipamentos utilizados em laboratório de química
Equipamentos utilizados em laboratório de química
 
Apresentação de células
Apresentação de célulasApresentação de células
Apresentação de células
 
A hipótese endossimbiótica ou simbiogênese
A hipótese endossimbiótica ou simbiogêneseA hipótese endossimbiótica ou simbiogênese
A hipótese endossimbiótica ou simbiogênese
 
Oficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose Sequencial
Oficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose SequencialOficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose Sequencial
Oficinas sobre Teoria da Complexidade e Teoria da Endossimbiose Sequencial
 
Material básico de laboratorio
Material básico de laboratorioMaterial básico de laboratorio
Material básico de laboratorio
 
Material laboratorio
Material laboratorioMaterial laboratorio
Material laboratorio
 
Histologia Animal
Histologia AnimalHistologia Animal
Histologia Animal
 
Organelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticasOrganelas citoplasmáticas
Organelas citoplasmáticas
 
8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos8 ano principais tipos de tecidos
8 ano principais tipos de tecidos
 
Lista de materiais de química
Lista de materiais de químicaLista de materiais de química
Lista de materiais de química
 
Vidraria e equipamentos básicos laboratório de química
Vidraria e equipamentos básicos   laboratório de químicaVidraria e equipamentos básicos   laboratório de química
Vidraria e equipamentos básicos laboratório de química
 
Tecido Epitelial
Tecido EpitelialTecido Epitelial
Tecido Epitelial
 
Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)
Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)
Manuseio de Produtos Químicos (Oficial)
 
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemasOrganização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
Organização dos organismos- Tecidos, órgãos e sistemas
 
célula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemascélula- tecido- órgãos e sistemas
célula- tecido- órgãos e sistemas
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
 

Semelhante a 1EM #8 mundo microscópico

1EM #06 Alimentação 1 (2016)
1EM #06 Alimentação 1 (2016)1EM #06 Alimentação 1 (2016)
1EM #06 Alimentação 1 (2016)Professô Kyoshi
 
Alimentos e qualidade de vida
Alimentos  e qualidade de vida Alimentos  e qualidade de vida
Alimentos e qualidade de vida DonaRayane
 
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.pptClassificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.pptPerpetuaMacedo
 
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.pptClassificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.pptRoberto Luiz de Sousa Muniz
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)Cíntia Ribeiro
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagemNutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagemIvone Reges
 
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema DigestórioAula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema Digestórioedu.biologia
 
Aula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia HumanaAula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia Humanaedu.biologia
 
Informativo Nutrição.pdf
Informativo Nutrição.pdfInformativo Nutrição.pdf
Informativo Nutrição.pdfEstfaniPerini
 
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e DigestãoAula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e DigestãoFelipe Beijamini
 
Bioquímica Celular e os nutrientes do organismo
Bioquímica Celular e os nutrientes do organismoBioquímica Celular e os nutrientes do organismo
Bioquímica Celular e os nutrientes do organismoLetícia da Silva
 
Biologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdrianoBiologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdrianoPré-Enem Seduc
 
1EM #4 Conceito de vida e Níveis
1EM #4 Conceito de vida e Níveis1EM #4 Conceito de vida e Níveis
1EM #4 Conceito de vida e NíveisProfessô Kyoshi
 
1EM #07 Alimentação 2 (2016)
1EM #07 Alimentação 2 (2016)1EM #07 Alimentação 2 (2016)
1EM #07 Alimentação 2 (2016)Professô Kyoshi
 

Semelhante a 1EM #8 mundo microscópico (20)

1EM #6 alimentação 1
1EM #6 alimentação 11EM #6 alimentação 1
1EM #6 alimentação 1
 
1EM #06 Alimentação 1 (2016)
1EM #06 Alimentação 1 (2016)1EM #06 Alimentação 1 (2016)
1EM #06 Alimentação 1 (2016)
 
Fisiologia
FisiologiaFisiologia
Fisiologia
 
Alimentos e qualidade de vida
Alimentos  e qualidade de vida Alimentos  e qualidade de vida
Alimentos e qualidade de vida
 
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.pptClassificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
 
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.pptClassificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
Classificação dos alimentos de acordo com sua composição química.ppt
 
ramiressom1.pptx
ramiressom1.pptxramiressom1.pptx
ramiressom1.pptx
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagemNutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
 
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema DigestórioAula Fisiologia_Sistema Digestório
Aula Fisiologia_Sistema Digestório
 
Aula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia HumanaAula Fisiologia Humana
Aula Fisiologia Humana
 
Informativo Nutrição.pdf
Informativo Nutrição.pdfInformativo Nutrição.pdf
Informativo Nutrição.pdf
 
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e DigestãoAula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão
Aula 03 e 04 - Alimento metabolismo e Digestão
 
Bioquímica Celular e os nutrientes do organismo
Bioquímica Celular e os nutrientes do organismoBioquímica Celular e os nutrientes do organismo
Bioquímica Celular e os nutrientes do organismo
 
Biologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdrianoBiologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdriano
 
Aula5
Aula5Aula5
Aula5
 
UNI I. Bioenergética - parte 1.pdf
UNI I. Bioenergética - parte 1.pdfUNI I. Bioenergética - parte 1.pdf
UNI I. Bioenergética - parte 1.pdf
 
Trabalho PROTEINAS
Trabalho PROTEINAS Trabalho PROTEINAS
Trabalho PROTEINAS
 
1EM #4 Conceito de vida e Níveis
1EM #4 Conceito de vida e Níveis1EM #4 Conceito de vida e Níveis
1EM #4 Conceito de vida e Níveis
 
1EM #07 Alimentação 2 (2016)
1EM #07 Alimentação 2 (2016)1EM #07 Alimentação 2 (2016)
1EM #07 Alimentação 2 (2016)
 

Mais de Professô Kyoshi

1EM #06 Química da vida (2017)
1EM #06 Química da vida (2017)1EM #06 Química da vida (2017)
1EM #06 Química da vida (2017)Professô Kyoshi
 
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)Professô Kyoshi
 
1EM #07 Origem da Vida (2017)
1EM #07 Origem da Vida (2017)1EM #07 Origem da Vida (2017)
1EM #07 Origem da Vida (2017)Professô Kyoshi
 
2EM #21 Embriologia Animal (2017)
2EM #21 Embriologia Animal (2017)2EM #21 Embriologia Animal (2017)
2EM #21 Embriologia Animal (2017)Professô Kyoshi
 
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)Professô Kyoshi
 
3EM #09 Intro Ecologia (2017)
3EM #09 Intro Ecologia (2017)3EM #09 Intro Ecologia (2017)
3EM #09 Intro Ecologia (2017)Professô Kyoshi
 
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)Professô Kyoshi
 
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)Professô Kyoshi
 
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)Professô Kyoshi
 
2EM #08 Homem Primata (2017)
2EM #08 Homem Primata (2017)2EM #08 Homem Primata (2017)
2EM #08 Homem Primata (2017)Professô Kyoshi
 
3EM #08 Diversificação da vida (2017)
3EM #08 Diversificação da vida (2017)3EM #08 Diversificação da vida (2017)
3EM #08 Diversificação da vida (2017)Professô Kyoshi
 
3EM #07 O evolucionismo (2017)
3EM #07 O evolucionismo (2017)3EM #07 O evolucionismo (2017)
3EM #07 O evolucionismo (2017)Professô Kyoshi
 
3EM #06 Processo evolutivo (2017)
3EM #06 Processo evolutivo (2017)3EM #06 Processo evolutivo (2017)
3EM #06 Processo evolutivo (2017)Professô Kyoshi
 
3EM #05 Biologia molecular (2017)
3EM #05 Biologia molecular (2017)3EM #05 Biologia molecular (2017)
3EM #05 Biologia molecular (2017)Professô Kyoshi
 
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)Professô Kyoshi
 

Mais de Professô Kyoshi (20)

1EM #06 Química da vida (2017)
1EM #06 Química da vida (2017)1EM #06 Química da vida (2017)
1EM #06 Química da vida (2017)
 
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
 
1EM #07 Origem da Vida (2017)
1EM #07 Origem da Vida (2017)1EM #07 Origem da Vida (2017)
1EM #07 Origem da Vida (2017)
 
2EM #21 Embriologia Animal (2017)
2EM #21 Embriologia Animal (2017)2EM #21 Embriologia Animal (2017)
2EM #21 Embriologia Animal (2017)
 
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
 
2EM #17 Anelídeos (2017)
2EM #17 Anelídeos (2017)2EM #17 Anelídeos (2017)
2EM #17 Anelídeos (2017)
 
3EM #09 Intro Ecologia (2017)
3EM #09 Intro Ecologia (2017)3EM #09 Intro Ecologia (2017)
3EM #09 Intro Ecologia (2017)
 
2EM #15 Equinodermos
2EM #15 Equinodermos2EM #15 Equinodermos
2EM #15 Equinodermos
 
2EM #14 Peixes (2017)
2EM #14 Peixes (2017)2EM #14 Peixes (2017)
2EM #14 Peixes (2017)
 
2EM #13 Anfíbios (2017)
2EM #13 Anfíbios (2017)2EM #13 Anfíbios (2017)
2EM #13 Anfíbios (2017)
 
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
 
2EM #11 Mamíferos (2017)
2EM #11 Mamíferos (2017)2EM #11 Mamíferos (2017)
2EM #11 Mamíferos (2017)
 
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
 
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
 
2EM #08 Homem Primata (2017)
2EM #08 Homem Primata (2017)2EM #08 Homem Primata (2017)
2EM #08 Homem Primata (2017)
 
3EM #08 Diversificação da vida (2017)
3EM #08 Diversificação da vida (2017)3EM #08 Diversificação da vida (2017)
3EM #08 Diversificação da vida (2017)
 
3EM #07 O evolucionismo (2017)
3EM #07 O evolucionismo (2017)3EM #07 O evolucionismo (2017)
3EM #07 O evolucionismo (2017)
 
3EM #06 Processo evolutivo (2017)
3EM #06 Processo evolutivo (2017)3EM #06 Processo evolutivo (2017)
3EM #06 Processo evolutivo (2017)
 
3EM #05 Biologia molecular (2017)
3EM #05 Biologia molecular (2017)3EM #05 Biologia molecular (2017)
3EM #05 Biologia molecular (2017)
 
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
 

Último

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...azulassessoria9
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfManuais Formação
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
Aula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemáticaAula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemáticaJulianeNassaralla1
 
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxOrações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxKtiaOliveira68
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...azulassessoria9
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...azulassessoria9
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...azulassessoria9
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Cabiamar
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024azulassessoria9
 

Último (20)

425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
Aula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemáticaAula de ampliação e redução - matemática
Aula de ampliação e redução - matemática
 
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptxOrações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
Orações subordinadas substantivas- 9ano.pptx
 
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
O desenvolvimento é um conceito mais amplo, pode ter um contexto biológico ou...
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
 
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
Historia de Portugal - Quarto Ano - 2024
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
Considerando as pesquisas de Gallahue, Ozmun e Goodway (2013) os bebês até an...
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 

1EM #8 mundo microscópico

  • 1. #8 Mundo microscópico 16/03/2015 1B – Prof. Kyoshi Beraldo Centro de Ensino São José Imagem:http://resources0.news.com.au/ Aula de Hoje: ● Revisão de alimentação ● Eucariotos ● Microscópios o tardígrado mede (adoráveis) 100μm
  • 2. Revisão da Alimentação ● Carboidratos ● Lipídios ● Proteínas ● Vitaminas ● Ácidos nucleicos Imagem:https://www.globo.com.br
  • 3. ● Glicose -> Amido ou Glicogênio ● Reservas vegetais - Amido ● Reservas animais - Glicogênio 01) Carboidratos Imagem:http://upload.wikimedia.org 01 (Unifor-CE) As fibras musculares dos animais armazenam um carboidrato a partir do qual se obtém energia para a contração. Essa substância de reserva se encontra na forma de:
  • 4. 02) Colesterol ● Precursor químico ● testosterna ● progesterona ● Componente de membrana celular Imagem:http://1.bp.blogspot.com 02 (Ufrn) Embora seja visto como um vilão, o colesterol é muito importante para o organismo humano porque ele é:
  • 5. 03)Enzimas quentes Imagem:http://perso.ya.com/geopal/ 03 (Mack) A velocidade de um processo celular foi medida durante 10h. Nesse período, a temperatura foi aumentada gradativamente, passando de 20°C para 40°C. O resultado foi expresso no gráfico. Ótimo enzimático Veloc. reação proporcional ao aquecimento Baixa atividade enzimática (baixa Temp.) Queda brusca: desnaturação
  • 6. 04)Ácidos nucleicos Imagem:https://www.algosobre.com.br 04 (Uece) Com relação à composição das moléculas, o RNA difere do DNA quanto ao tipo de: ● Base nitrogenada: Uracila (e não timina) ● Pentose: Ribose (e não desoxirribose)
  • 7. 05)Carboidratos ● Energia solar ● Fotossíntese ● Energia química (glicose) ● Reservas vegetais ● Energia química (amido) ● Herbívoro come planta ● Energia química (glicose) ● Reservas animais ● Energia química (glicogênio) ● Energia cinética Imagem:http://www.lolja.com.br/ 05) A energia que um animal usa para se movimentar vem, em última instância, do sol. Esse fluxo energético passa pelos carboidratos glicose, glicogênio e amido, que armazenam energia química em suas ligações moleculares. As etapas podem ser resumidas em: Potato-Friendzone
  • 8. 06) Vitaminas e Lipídios ● Vitamina A e Ácidos Graxos são apolares ● Ambos têm longas cadeias de carbono ● Óleo é apolar ● Água é polar Imagem:http://www.especialista24.com 06) No programa desta terça-feira, ela está em dúvida se deve cozinhar a cenoura em água ou refogar em óleo, a fim de aumentar a disponibilidade de vitamina A no prato final. Use seus conhecimentos sobre vitaminas, ácidos graxos e polaridade de moléculas para ajudar a nossa querida apresentadora: Vitamina A
  • 9. 07) Enzimas azedas ● pH 2: ótimo ● pH 5: a enzima pepsina sofre desnaturação e não age mais Imagem:http://4.bp.blogspot.com 07) Se uma pessoa ingerisse uma quantidade exagerada de antiácidos, a ponto aumentar o pH do estômago para 5, o que ocorreria com a atividade da pepsina no estômago desta pessoa?
  • 10. O mundo microscópico Aula prática amanhã ● Ler protocolo disponível no link: tinyurl.com/protocoloescalas ● Ler pg.127 e 128 ● Trazer: ● Lápis, régua, uniforme, livro didático
  • 11. 3 tipos de célula Procariótica (sem núcleo) 1)Bacteriana ● sem organelas ● com parede celular (bacteriana) Eucariótica (com núcleo) 2)Animal ● forma irregular (sem parede) ● organelas (ex: mitocôndria) 3)Vegetal ● com parede celular (vegetal) ● cloroplasto e vacúolo
  • 12. Origem dos eucariotos ● Núcleo protege DNA ● Maior complexidade estrutural (organelas) Imagem:http://static.bbci.co.uk Procariotos surgiram há 3,5 bi Eucariotos surgiram há 1,7 bi ● DNA sujeito a radiação ● Variedade imensa de metabolismos (respeite as bactérias!)
  • 13. Três domínios 3)Eucariotos ● Animais ● Plantas ● Fungos ● Protoz. ● Imagem:http://sgugenetics.pbworks.com Procariotos: 1)Bactéria; 2)Arquéias
  • 14. Organelas esquisitas Mitocôndria e Cloroplasto: ● têm tamanho de bactéria ● têm DNA próprio ● têm ribossomos Imagem:https://creationsciencenews.files.wordpress
  • 15. Teoria da endossimbiose 1.Célula eucariótica primitiva englobou bactérias 2.Relação de simbiose (abrigo por alimento) 3.Bactéria torna-se organela indispensável Imagem:http://biogeolearning.com
  • 17. Microscópio óptico ● Aumentos de 40x, 100x, 400x, 1000x (μm) ● Imagens 2D. Tecidos, células, etc. Imagem:http://thumbs.dreamstime.com/z/ foto: células da mucosa bucal e fio de cabelo escala
  • 18. Microscópio eletrônico de varredura ● Feixe de elétrons. Aumento: 300.000x (μm) ● Imagens 3D. Bactérias, organelas etc. Imagem:http://objetoseducacionais2.mec.gov.br escala
  • 19. Microscópio eletrônico de transmissão ● Feixe de elétrons. Aumento: 500.000x (nm) ● Imagem 2D. Organelas, membranas, etc. Imagem:http://advanced-microscopy.utah.edu foto: membrana celular de célula muscular escala