SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Baixar para ler offline
#2 Evolução
Centro de Ensino São José
1B - Prof. Kyoshi Beraldo
04/02/2015
Imagem:http://shirt.woot.com/derby/archive/332/evolution?sort=Votes/
Aula de Hoje:
- Macacos
- Super-bactérias
- Variabilidade
- Barreira do Andes
- Lamarck
- Darwin
O homem veio do macaco?
Imagem:http://permanentcultures.com
● Se hoje há humanos e
macacos, então “um se
transformou” no outro?
Imagem:www.wsj.com
● Cuidado com a idéia de
“evolução linear”!
O homem veio do macaco?
Imagem:http://www.skepticalraptor.com
Humanos e macacos
compartilham
ancestrais comuns
(que estão extintos)
Evolução em bactérias
Imagem:pt-br.infomedica.wikia.com
Notícia de out.2013, disponível em:
http://www.dw.de/bact%C3%A9rias-super-res
istentes-amea%C3%A7am-a-base-da-medicina-
moderna/a-17180844
“Perderíamos a possibilidade de oferecer
tratamentos que hoje são o padrão. Transplantes,
ou quimioterapia funcionam apenas quando o
paciente pode ser protegido de infecções.”
Alguns fatos sobre bactérias
Imagemhttp://www.frametoon.com
1.Bactérias se duplicam rápido
uma população pode dobrar de tamanho a cada 30min
2.Populações bacterianas são enormes
podem caber 100 milhões de bactérias em 1mm quadrado
3.Mutações são raras, mas sempre ocorrem
se a chance for de 1 para 1bilhão, basta ter 1 bilhão de bactérias
4.Uma só bactéria sobrevivente pode colonizar um local
e todas as bactérias daquele local terão a mesma característica
Imagemoneinabillionblog.com
Fábrica de monstros
1. Pessoa doente tem bilhões de bactérias
2. Mutações ocorrem naturalmente
3. Bactérias com grande variabilidade genética
4. Antibiótico mata 99,99% das bactérias
5. Apenas 0,01% é um mutante resistente
6. Mutante se duplica sem competição
7. Pessoa doente espalha cepa nova
Variabilidade genética Pressão seletiva Nova população
Variabilidade intra-específica
Imagem:netnature.wordpress.com
Variação de formas
dentro da mesma
espécie:
Heliconius
melpomene
Toda
espécie
abriga
grande
diversidade
genética
Variabilidade intra-específica
Imagem:g1.globo.com
A espécie Homo
sapiens têm 7,2
bilhões de
indivíduos
diferentes
Na espécie
Homo sapiens,
70% dos
indivíduos não
digere lactose
Imagem:www.facebook.com
Especiação por barreiras
Imagem:http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/zoologia/ate-que-os-andes-os-separem/
Aranha colombiana Aranha brasileiraSurgimento dos Andes
1.População inicial
2.Divisão em pop.A e pop.B
3.Mutações em cada pop.
4.Pop.A e B tornam-se
espécies diferentes
1 2
3 4
Imagem:flightofthecondors.wordpress.com
Histórico do Evolucionismo
Neodarwinismo
Fixismo
Lamarck
Evolucionismo
Darwin
Genética Mendeliana
Gregos
Lamarck: uso e desuso
Imagem:gracieteoliveira.pbworks.com
Imagem:biologiaparalela.blogspot.com
● Evolucionista pioneiro
(admirado por Darwin)
● Principal obra em 1809
● Exemplo da girafa -> cuidado
Exemplo da teoria
● Ancestrais da cobra
usavam pouco as pernas
● Pernas atrofiaram
● Característica adquirida é
transmitida aos
descendentes
Darwin: ancestralidade comum
Imagem:www.crohnecolite.com.br
Imagem:sysbio.oxfordjournals.org
Exemplo da teoria
● Ancestrais da cobra com
variados tamanhos de perna
● Locomoção na areia é ruim
com pernas grandes
● Principal obra em 1859
● Somente os
sem-perna
deixaram
descendentes
Tardígrado é mais evoluído?
Imagem:www.tardigrada.net
Notícia de jan.2015, disponível em:
http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/01/tardigrado-vira-obj
eto-de-estudos-por-ter-incrivel-capacidade-de-resistencia.html
“Se ele sai da água, se transforma em uma bolinha
e entra em um estado de hibernação (…)
Nesse processo, ele consegue desidratar o corpo,
fabricar um revestimento extra da cutícula do
corpo, e essa desidratação inibe as reações que
os levaria a morte (…)
Ele consegue resistir de -270º a 150ºC e sobrevive
no vácuo, a altíssimos níveis de radiação solar.”
Imagemapod.nasa.gov
Imagem:curiosabelavida.blogspot.com
Imagem:www.crohnecolite.com.br
Imagem:epicofevolution.com
Você disse...
Mais evoluído?
Vida surgiu há 4,56 bi
Ancestral comum universal
Todas espécies atuais:
mesmo tempo de evolução
Nenhuma espécie é mais
evoluída do que a outra
Adaptação: sobreviver bem
onde se vive
Espécie não adaptada →
extinção
Repórteres e tardígrados
estão igualmente adaptados
Imagem:https://netnature.wordpress.com
Evolução do Beija-flor
Andorinhão
Bico curto
Come insetos
Asas longas
Beija-flor
Bico longo
Suga néctar
Asas curtas
Foto:
Eupetomena
macronura
Ancestral comum
Bico curto
Asa intermediária
Fóssil: Eocypselus rowei
50
mi
42
mi
Imagem:www.flickriver.comImagem:www.religiaocientifica.com
Notícia jul.2014, disponível em:
https://netnature.wordpress.com/2014/07/22/beija-flores-22-milhoes-d
e-anos-de-historia-notavel-que-esta-longe-de-terminar/
hoje
Imagem:www3.amherst.edu
Evolução do Beija-flor
22
mi
Data do ancestral
comum
dos beija-flores
● População ancestral
de beija-flores
● Diversidade de bicos
● Flores de tubo longo
com néctar
● Seleção natural para
bico longo
● Selecionados vivem e
deixam descendentes
Imagem:tabletmag.com
“Nada na Biologia 
faz sentido excepto 
à luz da Evolução”
Theodosius Dobzhansky, 1973

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
emanuel
 
Aula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres VivosAula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres Vivos
Plínio Gonçalves
 
Evoluçao especiação 19032010
Evoluçao especiação 19032010Evoluçao especiação 19032010
Evoluçao especiação 19032010
guest900530
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
Roberto Bagatini
 

Mais procurados (20)

Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)Evolução ( Lamarck e darwin)
Evolução ( Lamarck e darwin)
 
Resumo corpo humano
Resumo corpo humanoResumo corpo humano
Resumo corpo humano
 
Teorias de evolução
Teorias de evoluçãoTeorias de evolução
Teorias de evolução
 
Evolução das espécies.
Evolução das espécies.Evolução das espécies.
Evolução das espécies.
 
Origem da vida
Origem da vidaOrigem da vida
Origem da vida
 
Evolução Humana
Evolução HumanaEvolução Humana
Evolução Humana
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
 
Aula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres VivosAula Classificação dos Seres Vivos
Aula Classificação dos Seres Vivos
 
Especiação
EspeciaçãoEspeciação
Especiação
 
Introdução a genetica
Introdução a geneticaIntrodução a genetica
Introdução a genetica
 
Conceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genéticaConceitos básicos de genética
Conceitos básicos de genética
 
Conceitos basicos em genetica
 Conceitos basicos em genetica Conceitos basicos em genetica
Conceitos basicos em genetica
 
9 ano origem da vida
9  ano origem da vida9  ano origem da vida
9 ano origem da vida
 
IV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espéciesIV. 1 Formação de novas espécies
IV. 1 Formação de novas espécies
 
Genetica
GeneticaGenetica
Genetica
 
Evoluçao especiação 19032010
Evoluçao especiação 19032010Evoluçao especiação 19032010
Evoluçao especiação 19032010
 
Reprodução seres vivos 2011
Reprodução seres vivos   2011Reprodução seres vivos   2011
Reprodução seres vivos 2011
 
Conceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de GenéticaConceitos básicos de Genética
Conceitos básicos de Genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
Evolucao humana
Evolucao humanaEvolucao humana
Evolucao humana
 

Destaque

Teoria da evolução das espécies 3A
Teoria da evolução das espécies 3ATeoria da evolução das espécies 3A
Teoria da evolução das espécies 3A
cunhafernanda
 
O medronheiro: da diversidade à ecologia
O medronheiro: da diversidade à ecologiaO medronheiro: da diversidade à ecologia
O medronheiro: da diversidade à ecologia
Luis Quinta-Nova
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
Raquel Freiry
 
Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?
Elder Moraes
 
a teoria do criacionismo e hipótese da abiogenése
a teoria do criacionismo e hipótese da abiogenésea teoria do criacionismo e hipótese da abiogenése
a teoria do criacionismo e hipótese da abiogenése
Luis Athayde
 
B1 diversidade na biosfera
B1 diversidade na biosfera B1 diversidade na biosfera
B1 diversidade na biosfera
Vanessa Jorge
 
Ppt 24 Teoria Da EvoluçãO
Ppt 24    Teoria Da EvoluçãOPpt 24    Teoria Da EvoluçãO
Ppt 24 Teoria Da EvoluçãO
Nuno Correia
 
Álbum de imagens 4 – Evolução humana
Álbum de imagens 4 – Evolução humana Álbum de imagens 4 – Evolução humana
Álbum de imagens 4 – Evolução humana
Vitoria Cancelli
 
(6) biologia e geologia 10º ano - distribuição de matéria
(6) biologia e geologia   10º ano - distribuição de matéria(6) biologia e geologia   10º ano - distribuição de matéria
(6) biologia e geologia 10º ano - distribuição de matéria
Hugo Martins
 

Destaque (20)

Darwinismo
DarwinismoDarwinismo
Darwinismo
 
Teoria da evolução das espécies 3A
Teoria da evolução das espécies 3ATeoria da evolução das espécies 3A
Teoria da evolução das espécies 3A
 
O medronheiro: da diversidade à ecologia
O medronheiro: da diversidade à ecologiaO medronheiro: da diversidade à ecologia
O medronheiro: da diversidade à ecologia
 
3EM #13 Processo evolutivo (2016)
3EM #13 Processo evolutivo (2016)3EM #13 Processo evolutivo (2016)
3EM #13 Processo evolutivo (2016)
 
O pequeno vermelho e pequeno verde
O pequeno vermelho e pequeno verdeO pequeno vermelho e pequeno verde
O pequeno vermelho e pequeno verde
 
Evolução biológica
Evolução biológicaEvolução biológica
Evolução biológica
 
Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?Criacionismo ou Acaso?
Criacionismo ou Acaso?
 
Histocompatibilidade MHC
Histocompatibilidade MHCHistocompatibilidade MHC
Histocompatibilidade MHC
 
Moleculas mhc1
Moleculas mhc1Moleculas mhc1
Moleculas mhc1
 
Seminario biologia criacionismo e evolucionismo.
Seminario biologia criacionismo e evolucionismo.Seminario biologia criacionismo e evolucionismo.
Seminario biologia criacionismo e evolucionismo.
 
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a BiodiversidadeURGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
URGENTE! Diversidade de Acções para Cuidar a Biodiversidade
 
Teoria do criacionismo
Teoria do criacionismoTeoria do criacionismo
Teoria do criacionismo
 
a teoria do criacionismo e hipótese da abiogenése
a teoria do criacionismo e hipótese da abiogenésea teoria do criacionismo e hipótese da abiogenése
a teoria do criacionismo e hipótese da abiogenése
 
B1 diversidade na biosfera
B1 diversidade na biosfera B1 diversidade na biosfera
B1 diversidade na biosfera
 
Ppt 24 Teoria Da EvoluçãO
Ppt 24    Teoria Da EvoluçãOPpt 24    Teoria Da EvoluçãO
Ppt 24 Teoria Da EvoluçãO
 
Álbum de imagens 4 – Evolução humana
Álbum de imagens 4 – Evolução humana Álbum de imagens 4 – Evolução humana
Álbum de imagens 4 – Evolução humana
 
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
Biologia  (lamarckismo e darwinismo)Biologia  (lamarckismo e darwinismo)
Biologia (lamarckismo e darwinismo)
 
(6) biologia e geologia 10º ano - distribuição de matéria
(6) biologia e geologia   10º ano - distribuição de matéria(6) biologia e geologia   10º ano - distribuição de matéria
(6) biologia e geologia 10º ano - distribuição de matéria
 
Australopithecus anamensis
Australopithecus anamensisAustralopithecus anamensis
Australopithecus anamensis
 
Seleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptaçãoSeleção natural e adaptação
Seleção natural e adaptação
 

Semelhante a 1EM #2 Evolução

Prova 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SMEProva 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SME
Leonardo Kaplan
 
Teoria da evolução blog
Teoria da evolução blogTeoria da evolução blog
Teoria da evolução blog
Raquel Freiry
 
A variabilidade de características.ppt
A variabilidade de características.pptA variabilidade de características.ppt
A variabilidade de características.ppt
AOCMELO
 
Questoes 7 ano darwin e lamarck
Questoes 7 ano darwin e lamarckQuestoes 7 ano darwin e lamarck
Questoes 7 ano darwin e lamarck
Ana Lucia Pazera
 
Brenda e gabryelle
Brenda e gabryelleBrenda e gabryelle
Brenda e gabryelle
infoAndreia
 
Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
César Milani
 

Semelhante a 1EM #2 Evolução (20)

evolução etec finalizada.pdf
evolução etec finalizada.pdfevolução etec finalizada.pdf
evolução etec finalizada.pdf
 
Prova 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SMEProva 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SME
Prova 7º ano - 1º bimestre - 2010 - SME
 
Origem da vida-exercícios
Origem da vida-exercíciosOrigem da vida-exercícios
Origem da vida-exercícios
 
Aula cristiane filo molusco
Aula cristiane filo moluscoAula cristiane filo molusco
Aula cristiane filo molusco
 
Teoria da evolução blog
Teoria da evolução blogTeoria da evolução blog
Teoria da evolução blog
 
Revisão de Biologia #03 - Enem 2015
 Revisão de Biologia #03 - Enem 2015 Revisão de Biologia #03 - Enem 2015
Revisão de Biologia #03 - Enem 2015
 
A variabilidade de características.ppt
A variabilidade de características.pptA variabilidade de características.ppt
A variabilidade de características.ppt
 
A variabilidade de características.ppt
A variabilidade de características.pptA variabilidade de características.ppt
A variabilidade de características.ppt
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
 
biologia_3ª DARWINISMO.pptx
biologia_3ª  DARWINISMO.pptxbiologia_3ª  DARWINISMO.pptx
biologia_3ª DARWINISMO.pptx
 
Teorias evolutivas.pdf
Teorias evolutivas.pdfTeorias evolutivas.pdf
Teorias evolutivas.pdf
 
Revisão para teste cn 1o tri 7o ano 2017
Revisão para teste cn 1o tri 7o ano 2017Revisão para teste cn 1o tri 7o ano 2017
Revisão para teste cn 1o tri 7o ano 2017
 
Evolucionamismo
EvolucionamismoEvolucionamismo
Evolucionamismo
 
Livro 384
Livro 384Livro 384
Livro 384
 
Questoes 7 ano darwin e lamarck
Questoes 7 ano darwin e lamarckQuestoes 7 ano darwin e lamarck
Questoes 7 ano darwin e lamarck
 
Evolucao
EvolucaoEvolucao
Evolucao
 
Brenda e gabryelle
Brenda e gabryelleBrenda e gabryelle
Brenda e gabryelle
 
Evidencias da evolução.pptx
Evidencias da evolução.pptxEvidencias da evolução.pptx
Evidencias da evolução.pptx
 
Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
 
Biologia Tércio
Biologia TércioBiologia Tércio
Biologia Tércio
 

Mais de Professô Kyoshi

Mais de Professô Kyoshi (20)

1EM #06 Química da vida (2017)
1EM #06 Química da vida (2017)1EM #06 Química da vida (2017)
1EM #06 Química da vida (2017)
 
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
1EM #08 Escalas Microscópicas (2017)
 
1EM #07 Origem da Vida (2017)
1EM #07 Origem da Vida (2017)1EM #07 Origem da Vida (2017)
1EM #07 Origem da Vida (2017)
 
2EM #21 Embriologia Animal (2017)
2EM #21 Embriologia Animal (2017)2EM #21 Embriologia Animal (2017)
2EM #21 Embriologia Animal (2017)
 
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
2EM #19 Platelmintos e Nematelmintos (2017)
 
2EM #17 Anelídeos (2017)
2EM #17 Anelídeos (2017)2EM #17 Anelídeos (2017)
2EM #17 Anelídeos (2017)
 
3EM #09 Intro Ecologia (2017)
3EM #09 Intro Ecologia (2017)3EM #09 Intro Ecologia (2017)
3EM #09 Intro Ecologia (2017)
 
2EM #15 Equinodermos
2EM #15 Equinodermos2EM #15 Equinodermos
2EM #15 Equinodermos
 
2EM #14 Peixes (2017)
2EM #14 Peixes (2017)2EM #14 Peixes (2017)
2EM #14 Peixes (2017)
 
2EM #13 Anfíbios (2017)
2EM #13 Anfíbios (2017)2EM #13 Anfíbios (2017)
2EM #13 Anfíbios (2017)
 
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
2EM #12 Répteis, dinos, aves (2017)
 
2EM #11 Mamíferos (2017)
2EM #11 Mamíferos (2017)2EM #11 Mamíferos (2017)
2EM #11 Mamíferos (2017)
 
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
2EM #10 Intro Reino Animal (2017)
 
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
2EM #09 Classificacão e Cladogramas (2017)
 
2EM #08 Homem Primata (2017)
2EM #08 Homem Primata (2017)2EM #08 Homem Primata (2017)
2EM #08 Homem Primata (2017)
 
3EM #08 Diversificação da vida (2017)
3EM #08 Diversificação da vida (2017)3EM #08 Diversificação da vida (2017)
3EM #08 Diversificação da vida (2017)
 
3EM #07 O evolucionismo (2017)
3EM #07 O evolucionismo (2017)3EM #07 O evolucionismo (2017)
3EM #07 O evolucionismo (2017)
 
3EM #06 Processo evolutivo (2017)
3EM #06 Processo evolutivo (2017)3EM #06 Processo evolutivo (2017)
3EM #06 Processo evolutivo (2017)
 
3EM #05 Biologia molecular (2017)
3EM #05 Biologia molecular (2017)3EM #05 Biologia molecular (2017)
3EM #05 Biologia molecular (2017)
 
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
3EM #04 Herança do X e permuta (2017)
 

Último

atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
Autonoma
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
azulassessoria9
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
azulassessoria9
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
LeandroLima265595
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
azulassessoria9
 

Último (20)

atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdfatividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
atividade-de-portugues-paronimos-e-homonimos-4º-e-5º-ano-respostas.pdf
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptxProva nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
Prova nivel 3 da XXII OBA DE 2019 - GABARITO POWER POINT.pptx
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
No processo de aprendizagem motora, a forma como o indivíduo processa as info...
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
O estudo do controle motor nada mais é do que o estudo da natureza do movimen...
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 2 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
Aprender as diferentes formas de classificar as habilidades motoras é de extr...
 

1EM #2 Evolução

  • 1. #2 Evolução Centro de Ensino São José 1B - Prof. Kyoshi Beraldo 04/02/2015 Imagem:http://shirt.woot.com/derby/archive/332/evolution?sort=Votes/ Aula de Hoje: - Macacos - Super-bactérias - Variabilidade - Barreira do Andes - Lamarck - Darwin
  • 2. O homem veio do macaco? Imagem:http://permanentcultures.com ● Se hoje há humanos e macacos, então “um se transformou” no outro? Imagem:www.wsj.com ● Cuidado com a idéia de “evolução linear”!
  • 3. O homem veio do macaco? Imagem:http://www.skepticalraptor.com Humanos e macacos compartilham ancestrais comuns (que estão extintos)
  • 4. Evolução em bactérias Imagem:pt-br.infomedica.wikia.com Notícia de out.2013, disponível em: http://www.dw.de/bact%C3%A9rias-super-res istentes-amea%C3%A7am-a-base-da-medicina- moderna/a-17180844 “Perderíamos a possibilidade de oferecer tratamentos que hoje são o padrão. Transplantes, ou quimioterapia funcionam apenas quando o paciente pode ser protegido de infecções.”
  • 5. Alguns fatos sobre bactérias Imagemhttp://www.frametoon.com 1.Bactérias se duplicam rápido uma população pode dobrar de tamanho a cada 30min 2.Populações bacterianas são enormes podem caber 100 milhões de bactérias em 1mm quadrado 3.Mutações são raras, mas sempre ocorrem se a chance for de 1 para 1bilhão, basta ter 1 bilhão de bactérias 4.Uma só bactéria sobrevivente pode colonizar um local e todas as bactérias daquele local terão a mesma característica Imagemoneinabillionblog.com
  • 6. Fábrica de monstros 1. Pessoa doente tem bilhões de bactérias 2. Mutações ocorrem naturalmente 3. Bactérias com grande variabilidade genética 4. Antibiótico mata 99,99% das bactérias 5. Apenas 0,01% é um mutante resistente 6. Mutante se duplica sem competição 7. Pessoa doente espalha cepa nova Variabilidade genética Pressão seletiva Nova população
  • 7. Variabilidade intra-específica Imagem:netnature.wordpress.com Variação de formas dentro da mesma espécie: Heliconius melpomene Toda espécie abriga grande diversidade genética
  • 8. Variabilidade intra-específica Imagem:g1.globo.com A espécie Homo sapiens têm 7,2 bilhões de indivíduos diferentes Na espécie Homo sapiens, 70% dos indivíduos não digere lactose Imagem:www.facebook.com
  • 9. Especiação por barreiras Imagem:http://cienciahoje.uol.com.br/noticias/zoologia/ate-que-os-andes-os-separem/ Aranha colombiana Aranha brasileiraSurgimento dos Andes 1.População inicial 2.Divisão em pop.A e pop.B 3.Mutações em cada pop. 4.Pop.A e B tornam-se espécies diferentes 1 2 3 4 Imagem:flightofthecondors.wordpress.com
  • 11. Lamarck: uso e desuso Imagem:gracieteoliveira.pbworks.com Imagem:biologiaparalela.blogspot.com ● Evolucionista pioneiro (admirado por Darwin) ● Principal obra em 1809 ● Exemplo da girafa -> cuidado Exemplo da teoria ● Ancestrais da cobra usavam pouco as pernas ● Pernas atrofiaram ● Característica adquirida é transmitida aos descendentes
  • 12. Darwin: ancestralidade comum Imagem:www.crohnecolite.com.br Imagem:sysbio.oxfordjournals.org Exemplo da teoria ● Ancestrais da cobra com variados tamanhos de perna ● Locomoção na areia é ruim com pernas grandes ● Principal obra em 1859 ● Somente os sem-perna deixaram descendentes
  • 13. Tardígrado é mais evoluído? Imagem:www.tardigrada.net Notícia de jan.2015, disponível em: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2015/01/tardigrado-vira-obj eto-de-estudos-por-ter-incrivel-capacidade-de-resistencia.html “Se ele sai da água, se transforma em uma bolinha e entra em um estado de hibernação (…) Nesse processo, ele consegue desidratar o corpo, fabricar um revestimento extra da cutícula do corpo, e essa desidratação inibe as reações que os levaria a morte (…) Ele consegue resistir de -270º a 150ºC e sobrevive no vácuo, a altíssimos níveis de radiação solar.” Imagemapod.nasa.gov Imagem:curiosabelavida.blogspot.com
  • 14. Imagem:www.crohnecolite.com.br Imagem:epicofevolution.com Você disse... Mais evoluído? Vida surgiu há 4,56 bi Ancestral comum universal Todas espécies atuais: mesmo tempo de evolução Nenhuma espécie é mais evoluída do que a outra Adaptação: sobreviver bem onde se vive Espécie não adaptada → extinção Repórteres e tardígrados estão igualmente adaptados
  • 15. Imagem:https://netnature.wordpress.com Evolução do Beija-flor Andorinhão Bico curto Come insetos Asas longas Beija-flor Bico longo Suga néctar Asas curtas Foto: Eupetomena macronura Ancestral comum Bico curto Asa intermediária Fóssil: Eocypselus rowei 50 mi 42 mi Imagem:www.flickriver.comImagem:www.religiaocientifica.com Notícia jul.2014, disponível em: https://netnature.wordpress.com/2014/07/22/beija-flores-22-milhoes-d e-anos-de-historia-notavel-que-esta-longe-de-terminar/ hoje
  • 16. Imagem:www3.amherst.edu Evolução do Beija-flor 22 mi Data do ancestral comum dos beija-flores ● População ancestral de beija-flores ● Diversidade de bicos ● Flores de tubo longo com néctar ● Seleção natural para bico longo ● Selecionados vivem e deixam descendentes