O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

PHP Aula 05 - E-mails, Cookies e Sessoes

1.034 visualizações

Publicada em

Aula referente ao uso de funções para envio de e-mails, além do conceito de Cookies e Sessões em PHP. Controle de acesso a páginas e de conteúdo identificado por usuário.

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

PHP Aula 05 - E-mails, Cookies e Sessoes

  1. 1. Programação Dinâmica para Web E-mails, Cookies e Sessões www.DanielBrandao.com.br
  2. 2. Envio de E-mails via PHP
  3. 3. Envio de E-mails via PHP  mail: Envia um e-mail de acordo com as configurações SMTP do servidor;  OBS.: Para o envio, deve haver no servidor a configuração do serviço SMTP. Do contrário o envio não será possível. 3 mail (destino, assunto, corpo) Parâmetros Descrição destino Endereço de e-mail do destino assunto Assunto do e-mail corpo Corpo do e-mail
  4. 4. Manipulação de Arquivos  Função mail() – Exemplo: 4
  5. 5. Cookies
  6. 6. Cookies • Frequentemente utilizados para identificar um usuário, trata-se de um pequeno arquivo texto que o servidor “instala” no computador do usuário; • Cada vez que este computador efetuar uma requisição pelo navegador, ele também enviará o cookie ao servidor;
  7. 7. Cookies • Utilidades práticas de Cookies e Sessões: – Autenticação de usuários; – Carrinho de compras; – Exibição de anúncios ou imagens; – Personalização de Páginas.
  8. 8. Criando um Cookie
  9. 9. Criando um Cookie • A função setcookie() é utilizada para setar um cookie. Sua sintaxe é simples e segue essa estrutura: 10
  10. 10. Criando um Cookie • Exemplo: 11
  11. 11. Obtendo o Valor de um Cookie
  12. 12. Obtendo o Valor de um Cookie • A variável superglobal $_COOKIE é utilizada para receber o valor de um Cookie. Exemplo: 13
  13. 13. Excluindo um Cookie
  14. 14. Excluindo um Cookie • Para excluir um Cookie, podemos fazer de duas maneiras. 1) Assegurar que o tempo de expiração foi atingido. Exemplo: 15
  15. 15. Excluindo um Cookie • Para excluir um Cookie, podemos fazer de duas maneiras. 2) Executar apenas o parâmetro nome. Exemplo: 16
  16. 16. Exercício 1
  17. 17. Exercício 1 • Etapas 1: – Crie uma pasta chamada cookies no diretório raiz (htdocs) ; 18
  18. 18. Exercício • Etapa 2 – Criação de um formulário HTML  Crie uma página HTML com um formulário, onde o usuário deverá digitar seu nome e a cidade que nasceu;  Método de envio: GET;  Os dados deverão ser submetidos para o script “cria_cookies.php”;  Salve o documento HTML na pasta cookies com o nome formulario.html; 19
  19. 19. Exercício • Etapa 3 – Criação do script cria_cookies.php na pasta cookies – O script deverá receber os dados submetidos pelo formulário HTML anterior; – Armazenar cada dado em um Cookie; – Redirecionar o usuário para o script mensagem.php (Como fazer isso? Usando HTML? Usando PHP?); 20
  20. 20. Exercício • Etapa 4 – Criação do script mensagem.php na pasta cookies – O script deverá receber os dados armazenados em cookies pelo script anterior e exibir a frase: “_________ nasceu em _________”; 21
  21. 21. Exercício • Etapa 5 – Testar a aplicação  Abra um navegador e acesse o arquivo formulario.html criado;  Digite seu nome e a cidade que você nasceu para testar a aplicação;  Verifique se o retorno foi igual aos valores digitados no formulário. 22
  22. 22. Variáveis de Sessão
  23. 23. Variáveis de Sessão • São usadas para armazenar informações do usuário no servidor para uso posterior. Exemplos: – Nome de Usuário; – Itens de um carrinho de compras; • Tais variáveis estão disponíveis para todas as páginas da aplicação;
  24. 24. Variáveis de Sessão • Informações de sessão são temporárias! – Serão excluídas quando o usuário deixar o site/sistema; • Sessões trabalham com a criação de um ID único (UID) para cada visitante e armazena variáveis baseadas nessas IDs;
  25. 25. Iniciando uma Sessão PHP
  26. 26. Iniciando uma Sessão PHP • Antes de armazenar informações de sessão, você deverá iniciá-la; 27
  27. 27. Criando uma Variável de Sessão
  28. 28. Criando uma Variável de Sessão • Para declarar, atribuir e obter variáveis de sessão, deveremos utilizar a variável superglobal $_SESSION; 29
  29. 29. Excluindo uma Sessão
  30. 30. Excluindo uma Sessão • Para excluir uma variável de sessão, utilizamos a função unset(); • Para excluir todas as variáveis de sessão, utilizamos a função session_destroy() 31
  31. 31. Exercício 2
  32. 32. Exercício 2 • Etapa 1 – Preparação do Domínio  Crie uma pasta em htdocs chamada sessoes; 33
  33. 33. Exercício • Etapa 2 – Criação de um formulário HTML  Crie um formulário HTML que permita ao usuário digitar seu login e senha;  Método de envio: POST;  Os dados deverão ser submetidos para o script “checa_login.php”;  Salve o documento HTML na pasta sessoes com o nome formulario.html; 34
  34. 34. Exercício • Etapa 3 – Criação do script checa_login.php  O script deverá inicialmente receber o login e senha submetidos na etapa anterior e checar se o login e a senha estão corretos;  Considere que o login padrão do sistema seja aula e a senha seja php;  Caso o usuário tenha o acesso confirmado, o script deverá criar a variável de sessão logou, atribuindo a mesma o valor 1;  Caso contrário, o script deverá atribuir o valor 0 para a variável de sessão logou;  Logo em seguida, o script deverá redirecionar o usuário para o script principal.php (função header); 35
  35. 35. Exercício • Etapa 4 – Criação do script principal.php na pasta sessoes – O script deverá checar se o usuário tem permissão para acessá-lo (checar se a variável de sessão logou é igual a 1) ; – Caso o usuário tenha permissão, o script deverá exibir a frase “Bem-vindo ao Sistema”; – Caso contrário, o script deverá redirecionar o usuário para a página formulario.html; 36
  36. 36. Exercício • Etapa 5 – Testar a aplicação  Abra um navegador e acesse formulário.html na pasta sessoes;  Insira Usuario e Senha e tente logar;  Deu certo? 37
  37. 37. EXTRA: A função include()
  38. 38. A função include() • Podemos inserir o conteúdo de um arquivo PHP em outro arquivo PHP antes que o servidor os execute; • Através desta função, podemos criar arquivos PHP que podem ser reusados por outros arquivos, evitando repetição de codificação; • Desta forma, podemos criar arquivos PHP que contém funções ou trechos de código que se repetem com frequência;
  39. 39. A função include() • A função include() obtém todo o conteúdo de um arquivo específico e o inclui no arquivo que invocou a função; • Se um erro ocorrer (ex.: o arquivo indicado na função não existir), tal função irá gerar uma mensagem de advertência, mas o script continuará sua execução;
  40. 40. A função include() • Ex. - Script PHP que calcula a soma de dois números (funcoes.php): <?php function soma($num1, $num2) { $resultado = $num1 + $num2; return $resultado; } ?>
  41. 41. A função include() • Ex. - Arquivo PHP que invoca o arquivo funcoes.php e calcula a soma de dois números (calcula.php): <?php include(“funcoes.php”); soma(4,7); ?>
  42. 42. A função include() • Tente fazer testes e pesquise mais sobre esta função específica. • Pesquise também sobre a função Require(), que tem objetivo semelhante.
  43. 43. OBSERVAÇÃO • Lembre-se que esses dois exercícios farão parte da lista de exercícios finais a ser entregue no final do 2º Estágio.

×