Profa. QUEILA FERRAZ MONTEIRO                             ARTE E CULTURA1- Cronologia da História da Cultura do Ocidente1ª...
2- HISTÓRIA: período posterior ao surgimento da escrita, ou seja: aquilo queficou documentado - 6.000 a.C.2-a: ANTIGUIDADE...
Pré-            Idade Antiga             Idade Média      Idade            Idadehistória                                  ...
Estilos Modernos.Renascimento do séc.XV ItáliaBarroco séc. XVI – Espanha - Holanda – América IbéricaRococó séc. XVII Franç...
considerado um ser divino que ao partir voltava para junto dos deuses, de ondeviera.As pirâmides se elevavam para o céu po...
Começaram copiando em pedra as estátuas egípcias, mas usando os própriosolhos para criar suas imagens, representando figur...
Na historia da arte ocidental o Calendário Gregoriano, criado pelo PapaGregório, O Grande, divide a Idade Antiga da Idade ...
na terra para representar o reino de Deus. Elas foram projetadas e construídaspelos nórdicos (homens do norte) e suas pare...
não era com o que representar e sim como representar. Existe uma diferençaentre os góticos e os gregos, estes queriam real...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Arte e cultura

2.319 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Arte e cultura

  1. 1. Profa. QUEILA FERRAZ MONTEIRO ARTE E CULTURA1- Cronologia da História da Cultura do Ocidente1ª- DEFINIÇÃO DE HISTÓRIA: É a ciência que estuda a relação do homematravés do tempo com a natureza e seus semelhantes. Das relações com anatureza derivam os modos de sobrevivência e a religião. Das relações comseus semelhantes, os homens criam as sociedades e suas formas políticas.A ciência histórica observa a ação humana por vários aspectos. A arte é oaspecto da vida humana que mostra a ação do homem através dos objetos queeste é capaz de criar e construir, e por tanto, é o olhar através da imagemconstruída e humanamente retratada da construção das civilizações.Para Kenneth Clark(1995: 13) Civilização é o conjunto de verdades que ohomem elabora para poder se apoderar da natureza e agir sobre ela. Oconjunto de tais verdades regula as relações coma vida, com o mundo e com anatureza e permite ao homem conquistar segurança e tranqüilidade; eliminam oterror das forças que não consegue controlar e adquirindo fé em si mesmo comum corpo de crenças que geram segurança material e espiritual.2ª- A Arte é função essencial do homem. É indispensável ao indivíduo e asociedade por que o homem se exprime se compreende, e se realiza através daarte, tornando os mundos inteligíveis, acessíveis e familiares.O papel da arte é conhecer e julgar as motivações dos atos humanos,entendendo as razões da criação das coisas, das atribuições de valorespositivos e negativos através dos conceitos de Bom e Mau e de Feio e Belo,estabelecendo por tanto a imagem de bom para o outro, a imagem que ohomem faz da vida e de seu mundo, construindo imagens capazes de mudarcostumes políticos dos homens.Tais imagens têm o poder de mostrar o paralelismo entre diferentes tipos deexpressão artística, elas são uma linguagem cultural que tem, raiz histórica,psicológica e técnica e, que precisa de elementos para ser reconhecida atravésda história. O conjunto desses elementos é chamado de estilo.Como a ciência histórica organiza sua observação dividindo e classificando aação humana através do tempo, todo olhar histórico está dividido em períodos:1- PRÉ-HISTÓRIA: período anterior à escrita - 50.000 a.C1- a: IDADE DA PEDRA.1- b: IDADE DOS METAIS.
  2. 2. 2- HISTÓRIA: período posterior ao surgimento da escrita, ou seja: aquilo queficou documentado - 6.000 a.C.2-a: ANTIGUIDADE.2-b: IDADE MÉDIA.2-c: IDADE MODERNA.2-d: IDADE CONTEMPORÂNEA.MARCOS CRONOLÓGICOS DA HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES NO OCIDENTE1- Descoberta da Escrita = Antiguidade2- Nascimento de Cristo = Ano I3- Renascimento = 1500 d.C.4- Revolução Francesa =17895- Revolução Industrial = 18506- 1* e 2* Guerras Mundiais =1914/19357- Guerra do Vietnã = 1960MARCOS ESTILÍSTICOS DA HISTÓRIA DA ARTE1- Antiguidade Egípcia 6- Arte Neoclássica2- Antiguidade Clássica 7- Romantismo3- Arte Cristã Bizantina 8- Art- Nouveau4- Arte Medieval: Estilo Românico e Gótico 9- Modernismo5- Arte Renascentista: Estilo Barroco e Rococó 10- Vanguardas e ArteAmericanaFILMES INDICADOS PARA OBSERVAÇÃO DE TRAJES, CENÁRIOS,NATUREZA E POLÍTICA: REI DAVI = MESOPOTÂMEA E POVOS BÍBLICOS OS DEZ MANDAMENTOS = EGITO E POVOS HEBREUS ALEXANDRE = GRÉCIA E ORIENTE TROYA = GRÉCIA E TURQUIA O GLADIADOR = IMPÉRIO ROMANO Calendário Gregorianoa.C - d.C./ Queda do Império Romano/ Reforma Protestante/ Rev.Francesa35000 a.C 6000 a.C 476 d.C. 1476 d.C 1789/1850
  3. 3. Pré- Idade Antiga Idade Média Idade Idadehistória Contemporânea Moderna-Paleolítico Antig. Oriental Alta-Neolítico - Mesopotâmia Idade Média - Navegações -Industrialização- Id. Metais - Egito - Bárbaros. - Descobertas -Repúblicas - Mouros - Absolutismo -Urbanização Antig. Clássica - Bizantinos - Protestantes -Transportes - Creta - Feudalismo - Inquisição -Era Vitoriana - Grécia - Cristianismo - Colonização -Napoleão - Roma - Cruzadas - Guilhotina -Abolição Baixa Renascimento -Neoclassicismo Idade Média Barroco - Romantismo - Burgos Rococó -Belle Epoque - Reinos - Modernismos - Catedrais -Guerras do séc.SOBRE ARTECultura Medieval – 300 a 1400 DC.Características 1- Queda do Império Romano – 330 DC. 2- Império Romano Oriente – 330 DC. 3- Domínio do Cristianismo – Catolicismo. 4- Sistema Feudal – estilo Românico na Arte. 5- Cruzadas. 6- Nobreza, Cavalaria e Vassalos. 7- Cultura bárbara. 8- Budismo e Islamismo. 9- Bárbaros + Cristãos = estilo Gótico na Arte.. Cultura Moderna – 1500 1900. Características Grandes descobertas - Países Ibéricos. Mercantilismo – Inglês e Italiano. Absolutismo – Francês. Renascimento – Italiano. Reforma e Contra Reforma – Alemanha, países Católicos e colôniasamericanas ibéricasRevolução Francesa.Independência das colônias americanas.
  4. 4. Estilos Modernos.Renascimento do séc.XV ItáliaBarroco séc. XVI – Espanha - Holanda – América IbéricaRococó séc. XVII França.Neo-Clássico séc. XVIII – França.Romantismo séc. XVIII – AlemanhaLiberty – séc. XIX – IGLATERRA.Art Noveau séc. XIX – FrançaCultura Contemporânea – 1890-2000Características1-Guerras Mundiais2-Poder da mídia – universalização dos costumes – 1° a 3º mundo3-Funcionalismo e Vanguarda na arte4-Revolução contra Cultura – Hippies e PUNK.5-Moda Alta Costura, Prêt-à-Porter e Tribos Urbanas6-Fenômeno do Jeans e SportsWear7-Indústria do lazer8-Cultura do Oriente + Ocidente.9-Cinema, Novela e Música Pop10-Cultura do computadorEVOLUÇÃO DA ARTENão há uma tradição direta que ligue a criatividade dos primitivos aos nossosdias, mas existe uma ligação direta que liga o nosso tempo às artes e osvalores das culturas dos Vales do Tigre, Eufrates e Nilo, de cerca de seis milanos atrás, pois sabemos que os mestres gregos freqüentaram a escolaegípcia e depois difundiram sua técnica para a cultura de Roma.EGITO: Fala-se de uma terra tão evoluída e tão organizada que foi possívelempilhar gigantescos morros tumulares durante a vida de um faraó. Aspirâmides não eram meros monumentos, eram túmulos reais. O rei era
  5. 5. considerado um ser divino que ao partir voltava para junto dos deuses, de ondeviera.As pirâmides se elevavam para o céu porque a alma preservada em forma demúmia viveria ali para sempre.A escultura tinha um poder mágico. Escritos, desenhos e o que era esculpidoestavam dentro da pirâmide para ajudar o morto a demonstrar sua bondade emvida na hora do julgamento final, diante do deus sol que o levaria para a vidaeterna.A combinação da regularidade geométrica e aguda observação da natureza é acaracterística de toda arte egípcia, visíveis no relevo e pintura dos túmulos,uma arte que não pretendia ser vista por ninguém, exceto pela alma do morto eseus deuses, e se destinava a manter vivo aquilo que ali estava reproduzido,usando a imagem como substituto da vida dentro das pirâmides.Tudo tinha que ser representado com muita clareza, desde seu ângulo maiscaracterístico. A cabeça era mais facilmente vista de perfil, assim como oombro e o corpo era reconhecido melhor de frente.A arte egípcia se baseou no que o artista sabia que pertencia a um indivíduo edos significados das coisas para aquele povo.As leis que ordenam um modo de trabalho para o artista é o que chamamos deESTILO. Ex: estátuas sentadas tinham que ter as mãos sobre os joelhos, oshomens deveriam ser pintados com a pele mais escura que as mulheres,Horus, o deus sol, tinha que ser representado com a cabeça de falcão.GRECIA: As condições da arte onde a natureza é pródiga ao homem, o climatemperado e as terras banhadas pelo mar, onde as regiões não estavamdominadas por um único rei tirânico, e eram esconderijos de reis piratas quecruzavam os mares até os seus limites, permitiram a criação de uma arterevolucionaria por volta de 1.000 a.C.Esta arte começou de maneira geométrica muito simples com o estilo Dórico,nela nada era desnecessário e sem função, foi edificada para seres humanos,não havia um governante divino que forçasse o povo a trabalhar como escravo.Foi lá que a história da arte produziu a mais surpreendente revolução.A cidade estado de Atenas foi a mais importante na história da arte daantiguidade, dela saíram as bases para a arte ocidental.
  6. 6. Começaram copiando em pedra as estátuas egípcias, mas usando os própriosolhos para criar suas imagens, representando figuras humanas acrescentandomovimento e sorriso, confiando no que os olhos viam.Inicialmente os pintores eram mais famosos que os escultores. Presente nacerâmica e nos murais das paredes, partiram da figura egípcia em perfil para avisão frontal e com gestualidade nos corpos. Isso foi chamado de ESCOPO.As mudanças na arte grega correspondem a mudanças na visão política docidadão que se pôs a contestar a dominação das divindades sobre os destinoshumanos. Daí surge a filosofia, a ciência e o teatro, para que pudessemcompreender as condições da vida humana. Criaram a Democracia, diferentedo despotismo e da religiosidade Persa e Egípcia.A idéia básica de mostrar o funcionamento do corpo em movimento gerou aestatuária grega com rosto colorido e olhos de pedras preciosas queimpressionavam pela beleza e não pelo poder mágico.O valor mais importante desta arte é a liberdade de representar a vida interior,tendo o corpo como o representante das atividades da alma, observando omodo como os sentimentos afetam o corpo em ação.Arte Grega Jônia (Atenas ) VENUS, APOLO, ATENAS, CUPIDOA arte grega que se criou depois das conquistas de Alexandre é conhecidacomo Helenismo ou arte Corinta. O Estilo Corinto adicionou folhagem ao capitelda coluna.Mostrou a luta entre os deuses do Olimpo e os gigantes, abandonou a levezada arte jônia, os movimentos eram desordenados. Passou a mostrar que oshomens sofriam e sentiam medo da morte. Mostrou as causas dos acertos eerros humanos na condução do próprio destino, esta foi a função da tragédiagrega.Foi no helenismo que se começou a colecionar arte.Surge a literatura contando sobre a vida cotidiana e a vida campestre.ROMA: sua mais notável contribuição foi a construção do Coliseu e seu arcos.Seus artistas eram gregos.Arte Ocidental: IDADE MEDIA
  7. 7. Na historia da arte ocidental o Calendário Gregoriano, criado pelo PapaGregório, O Grande, divide a Idade Antiga da Idade Media e, estabelece que asimagens sejam úteispara ensinar aos leigos a palavra sagrada.O inicio da Idade Media foi marcado pelo fim do Império Romano e pelosurgimento dos países europeus, isto ocorreu aproximadamente entre 360 d.C eo ano 1000. O Império Romano caiu com as invasões bárbaras, Hunos eGodos.Os bárbaros tinham uma tradição de artífices habilidosos que trabalhavam commetal e fina joalheria. Gostavam de motivos com dragões e aves retorcidas.Os dragões tinham um caráter mágico, dominavam os quatro elementos danatureza e protegiam os navegadores Vikings dos espíritos do mar.Os monges irlandeses celtas e saxões ingleses tentaram aplicar à arte nórdica aarte do cristianismo.Os egípcios desenhavam o que sabiam existir, os gregos desenhavam o queviam e na Idade Media o artista aprendeu a expressar o que sentia, queriacomunicar a seu irmão de Fe o conteúdo da historia sagrada.A ARTE ROMANICA: A IGREJA MILITANTE – SEC.XIEm 1066 os Normandos (homens do Norte) desembarcaram na Inglaterratrazendo um novo tipo de construção, feita em pedra. Nesta hora, a Idade Mediajá estava estabelecida e o primeiro estilo deste período foi criado pelos Bispos eNobres da igreja católica, os novos senhores feudais. Estes, começaram afirmar seu poderio mediante a construção dos Mosteiros, Abadias e Castelos.O estilo Normando ficou conhecido como Românico.A igreja era o único edifício de pedra da redondeza, seu campanário era umponto de referencia para quem chegava de longe e o toque do sino era amarcação do tempo, tocava ao sol nascer, ao meio dia e ao anoitece.A construção de um mosteiro ou abadia transformava toda a vida de umacomunidade. O modelo da abadia era baseado nas basílicas romanas econstruídas em forma de cruz, com arcos robustos, paredes de pedracompactas e sem janelas.A igreja militante tinha como missão combater as trevas no Juízo Final, por isso,todas elas tinham no pórtico a escultura de cenas do Julgamento e no interior aCruz de Cristo para lembrar do sacrifício pascoal.Foi na Franca que as igrejas Românicas começaram a ser decoradas comesculturas de Cristo, os Apóstolos, Anjos e Evangelistas.Este foi também o período das Cruzadas que juntou a arte Barbara com asinfluencias bizantinas dos mosaicos e iluminuras.ARTE GOTICA: A IGREJA TRIUNFANTE – SEC.A construção da Catedral de Notre Dame de Paris marca o inicio de um novotempo na historia da cultura ocidental e o principio de um novo estilo na arte: OESTILO GOTICO, que era o estilo do Burgo, urbano e totalmente diferente domundo feudal. Paris foi a primeira cidade construída para ser uma capital dereino ocidental.A Catedral e um edifício de pedra e vidro colorido como jamais o mundo haviavisto antes, elas davam aos fieis o vislumbre da Jerusalém celestial posta aqui
  8. 8. na terra para representar o reino de Deus. Elas foram projetadas e construídaspelos nórdicos (homens do norte) e suas paredes de vitral eram sustentadas porarcos de Ogiva. Nelas, alem dos vitrais, as torres apontavam para o céu e asesculturas eram representações dos anfitriões celestiais e dos chefes da cidade.Catedral significa A Cadeira do Bispo.A arte ocidental nunca foi estática como a do Oriente, foi e é inquieta na buscade novas soluções.A arte Gótica surgiu na Franca no sec, XII, as Catedrais foram construídas paraproclamar as glorias celestial no pórtico ficavam as esculturas que eramreconhecidas por qualquer pessoa devida as suas feições humanas, dandoimportância para o sorriso , as mãos e os pés.A Franca era o pais mais rico da Europa depois do termino das Cruzadas, aUniversidade de Paris era o centro do mundo intelectual ocidental.As catedrais foram imitadas pela Inglaterra e Alemanha. Na Itália as cidadesviviam em guerra umas com as outras, as principais eram Veneza e Florença e,estavam mais ligados ao Império Bizantino por causa do comercio com oOriente. A arte Bizantina permitiu ao artista italiano transpor a barreira entre aescultura e a pintura preservada do helenismo através do mosaico. A grandeobra gótica italiana foi a pintura de Giotto que criava sobre um painel dourado ea partir dele tem inicio a pintura italiana que abre o Renascimento.E normal começar um novo capitulo da historia da arte com Giotto, os italianosestavam convencidos de que uma arte inteiramente nova estava começando .Suas obras são murais e afrescos pintados em paredes enquanto o rebocoainda estava molhado. Seus temas prediletos eram a historia de Jesus e NossaSenhora.Giotto descobriu a Perspectiva sob a superfície plana.O sec, VIII foi o das grandes Gatedrais com suas imensas torres apontadaspara o céu, vital em todas as laterais e a Rosácea no pórtico central, iluminandoo altar da igreja durante todo o dia, sendo que o altar era de ouro.O sec.XIV os burgos haviam se transformado em cidades com centro decomercio e os burgueses se tornando cada vez mais independentes do poderda igreja e dos senhores feudais, os senhores do castelo. Já não era mais otempo das Cruzadas e nem da Cavalaria, e os gestos sociais se tornavam maisdelicados, com festas e talheres nas mesas.Os arquitetos se voltavam para a construção de Palácios e prédios públicos euniversidades.Na escultura os trabalhos em prata mostravam a tradição dajoalheria dos godos e o gosto pelo luxo.Na pintura aparecem os Calendários, e famoso o Calendário das Horas doDuque de Berry, que diferente da arte sacra, pintava o cotidiano da vida danobreza, com bonitas donzelas, cenas de caca e seus servos, mostravatambém o ritmo da natureza e as estações do ano e o trabalho do homem docampo.O artista gótico tinha como objetivo contar uma historia sagrada, falavam doAntigo Testamento, Moises, Abraão e os apóstolos. Cada figura erareconhecida por um emblema, Moises tinha os Dez Mandamentos. A esculturaera toda criada para as catedrais e as iluminuras era trabalho dos pintores nosmanuscritos.E neste período que surgem as escritas das línguas neo latinas e nelas eramescritas as escrituras sagradas com letras góticas. A preocupação do escultor
  9. 9. não era com o que representar e sim como representar. Existe uma diferençaentre os góticos e os gregos, estes queriam realizar a imagem de um belocorpo, enquanto os góticos queriam dar vida à pedra, mostrando os sentimentosda figura. Não havia retrato, o pintor criava uma figura e colocava as insígniasdo cargo, como exemplo temos para o escriba o rolo de texto, para o rei a coroae o cetro, para o cavaleiro a espada e o escudo.Surgiu a Tapeçaria.

×