SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 45
Baixar para ler offline
Um homem de Deus
em depressão
    1º Trimestre de 2013
           5ª Lição
        Pr. Moisés Sampaio de Paula




                                      1
Texto Áureo
                  "Em tudo somos atribulados, mas não
                     angustiados; perplexos, mas não
                   desanimados; perseguidos, mas não
                    desamparados; abatidos, mas não
                        destruídos“ (2 Co 4.8,9).

Verdade Prática

         Os conflitos de Elias o levaram a enfrentar
         períodos de depressão e tristeza. Mas o
         Senhor ajudou-o a superar.

                           Pr. Moisés Sampaio de Paula   2
Objetivos da Lição
• Compreender a humanidade do
  profeta Elias.
• Identificar as causas e sintomas da
  depressão de Elias.
• Detalhar o tratamento de Deus à
  depressão de Elias

                Pr. Moisés Sampaio de Paula   3
Introdução
             • A Escritura mostra os homens de Deus
               como de fato são, homens fiéis,
               vigorosos, destemidos, corajosos e
               ousados - mas ainda assim humanos.
             • Com Elias também foi assim. Um servo
               de Deus de profunda convicção
               espiritual e consciente de sua missão
               profética. Isso deixou uma sobrecarga
               sobre ele, e foi isso que fez aflorar na
               vida do profeta de Tisbe todo o seu
               lado humano, frágil e carente da ajuda
               divina.
               Pr. Moisés Sampaio de Paula                4
Super-Crentes?
• No ambiente eclesiástico é
  comum pensar que o crente é
  imune às doenças da alma.
• É como se o seguidor de Jesus
  vivesse dentro de uma redoma de
  vidro isolado e "protegido" de
  qualquer             desconforto                     As Escrituras falam
  psicossocial. Ledo engano! David                      claramente das
  Brainerd, missionário norte-
  americano; John Bunyan, profícuo
                                                     fragilidades humanas
  escritor cristão e pregador                        e descreve-as na vida
  britânico; William Cowper, poeta                        dos maiores
  e compositor britânico, todos                             "gigantes
  passaram por problemas terríveis                        espirituais". 5
                       Pr. Moisés Sampaio de Paula
Pr. Moisés Sampaio de Paula   6
Esboço da Lição
I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS OUTROS
  1. Um homem espiritual.
  2. Um homem sentimental.
II. AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE ELIAS
  1. Decepção.
  2. Medo.
III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONFLITOS
  1. Fuga e isolamento
  2. Autopiedade e desejo de morrer.
IV. O SOCORRO DIVINO
  1. Provisão física.
  2. Provisão espiritual.
                      Pr. Moisés Sampaio de Paula   7
Palavra chave: Depressão

• É um distúrbio mental e
  afetivo caracterizado pela
  tristeza, pessimismo, baixa
  autoestima, que aparecem
  com freqüência e podem
  combinar-se entre si.
• É imprescindível o
  acompanhamento médico
  tanto para o diagnóstico
  quanto para o tratamento
  adequado.

                     Pr. Moisés Sampaio de Paula   8
Casos Bíblicos de Depressão

•   - Moisés (Nm 11.10-15)
•   - Davi (Sl 88.1-5)
•   - Elias (1 Rs 19.4; Tg 5.17)
•   - Jeremias(Jr 20.14-18)
•   - Jonas (Jn 4.1-3)
•   - Jó(Jó 3.11, 13, 20, 21-26;
    9.21)

                      Pr. Moisés Sampaio de Paula   9
Números da Depressão

• Cerca de 340 milhões de pessoas de
  ambos os sexos no mundo inteiro
  padecem desse tipo de sofrimento
  profundo.
• O Brasil possui 17 milhões de
  depressivos de todas as
  idades, classes sociais e
  raças, mergulhadas numa melancolia
  atroz que altera seus hábitos de
  vida, afastando-as do convívio social e
  do trabalho.
• 33% dos filhos de pais depressivos
  têm depressão.       Pr. Moisés Sampaio de Paula   10
Números da Depressão
• O mundo gasta 7 bilhões de dólares por ano com
  antidepressivos.
• Segundo a OMS, depressão e ansiedade são
  responsáveis pela metade (740 milhões de pessoas)
  das doenças mentais existentes no mundo (Veja e
  Boehringer)
• Hoje a doença é a quarta causa global de
  incapacidade e deve se tornar a segunda até o ano de
  2021.
• A estima que cerca de 75% das pessoas com
  depressão não recebem tratamento adequado."
  (Booehringer) "A média etária de sua primeira
  manifestação é de 26 anos.
         OMS = Organização Mundial da Saúde
                          Pr. Moisés Sampaio de Paula    11
Causas da Depressão

• A depressão é uma doença. Há uma série de
  evidências que mostram alterações químicas no
  cérebro do indivíduo deprimido, principalmente
  com relação aos neurotransmissores
  (serotonina, noradrenalina e, em menor
  proporção, dopamina), substâncias que
  transmitem impulsos nervosos entre as células.




                   Pr. Moisés Sampaio de Paula     12
As principais causas de depressão

Fatores genéticos
• "A genética tem forte
  influência em seu
  desenvolvimento. Se um dos
  pais tem depressão o risco do
  filho sofrer dessa doença é
  três vezes maior.
• "Se ambos os pais tem
  depressão, o risco do filho
  desenvolver depressão é de
  75%", completa.

                   Pr. Moisés Sampaio de Paula   13
As principais causas de depressão

Mulheres sofrem mais
• As mulheres têm o dobro de
  chance de vir a desenvolver o
  distúrbio, isso por conta da
  instabilidade hormonal a que
  estão sujeitas.
• Além disso, as mulheres
  estão mais sujeitas à
  ocorrência de eventos
  estressantes, como o parto.
                   Pr. Moisés Sampaio de Paula   14
As principais causas de depressão

Atenção aos idosos
• A incidência da doença é maior
  entre a população idosa.
• O fato de idosos terem mais
  doenças físicas,
• usarem mais medicamentos e
• frequentemente ficarem mais    Por isso, fique atento aos
  isolados socialmente aumenta o seus parentes com idade
  risco de depressão nesta faixa      mais avançada,
  etária.                         principalmente àqueles
                                                    que moram sozinhos.

                      Pr. Moisés Sampaio de Paula                     15
As principais causas de depressão
Doenças crônicas
• Vivenciar um estresse
  constante, sofrer com
  dores, debilitação ou incapacitação
  física, medo de morrer e alterações
  no estilo de vida são alguns dor
  problemas que um portador de
  doença crônica sofre.
• Alguns medicamentos usados para
  doenças crônicas, como o
  câncer, podem favorecer surgimento
  de sintomas da depressão.

                        Pr. Moisés Sampaio de Paula   16
A depressão e o coração
• Quem tem depressão
  corre o dobro do risco de
  desenvolver doença
  coronariana e infarto do
  miocárdio.
• O risco de mortalidade
  em pacientes com câncer
  ou doença cardíaca
  aumenta muito se o
  paciente desenvolve
  depressão.

                   Pr. Moisés Sampaio de Paula   17
As principais causas de depressão
Traumas
• Situações traumatizantes como
   sequestros, abuso sexual e violência.
• Crianças vítimas de violência e abuso
   sexual têm risco aumentado de
   desenvolver depressão quando se
   tornam adultas.
• Isso pode acontecer em qualquer
   momento da vida. Por isso é
   importante o acompanhamento
   médico na fase pós-traumática, a fim
   de que ele oriente a vítima e evite o
   desenvolvimento dessa patologia.
                         Pr. Moisés Sampaio de Paula   18
As principais causas de depressão

Eventos estressantes
• Qualquer tipo de evento
  estressante, seja bom ou
  ruim, pode desencadear
  depressão.
• Desde muita pressão no
  trabalho, até organizar um
  casamento, passando por
  problemas familiares, estresse com
  os estudos, divórcios e gravidez.
• Lembrando que nesses casos a
  incidência também é maior em
  pessoas que tenham parentes
  próximos com depressão.
                       Pr. Moisés Sampaio de Paula   19
As principais causas de depressão

Medicamentos e seus efeitos
  colaterais
• "Inúmeros medicamentos
  podem levar a depressão"
  afirma o psiquiatra Edson
  Hirata. De acordo com
  ele, merecem destaque os
  medicamentos para
  emagrecer como
  anfepramona, fenproporex e
  os derivados de anfetamina.

                   Pr. Moisés Sampaio de Paula   20
As principais causas de depressão
O uso de álcool e outras drogas
• O consumo de álcool e outras drogas
  como maconha ou cocaína são
  importantes gatilhos para depressão.
• Essas drogas levam a uma sensação
  de euforia por conta descarga de
  neurotransmissores como dopamina,
  serotonina e noradrenalina.
• Quando o efeito das drogas diminui, o
  organismo sofre uma queda brusca
  dessas substâncias, o que explica
  porque a pessoa sente uma profunda
  tristeza após o uso de drogas.
                         Pr. Moisés Sampaio de Paula   21
Sintomas de Depressão
• Humor depressivo ou
  irritabilidade, ansiedade e
  angústia, diminuição ou incapacidade de
  sentir alegria e prazer em atividades
  anteriormente consideradas agradáveis.
• Desânimo, cansaço fácil, necessidade de
  maior esforço para fazer as
  coisas, desinteresse, falta de motivação e
  apatia, falta de vontade e indecisão.
• Sentimentos de
  medo, insegurança, desespero, desamparo e
  vazio.
• O isolamento social é um sintoma típico da
  depressão                Pr. Moisés Sampaio de Paula   22
Sintomas de Depressão
• Pessimismo, ideias frequentes e
  desproporcionais de culpa, baixa
  autoestima, sensação de falta de
  sentido na
  vida, inutilidade, ruína, fracasso, doen
  ça ou morte. A pessoa pode desejar
  morrer, planejar uma forma de
  morrer ou tentar suicídio
• Interpretação distorcida e negativa da
  realidade. Dificuldade de
  concentração, raciocínio mais lento e
  esquecimento.
• Diminuição do desempenho sexual
  (pode até manter atividade
  sexual, mas sem a conotação Sampaio de Paula
                            Pr. Moisés           23
Tratamento de Depressão
• Alguns pacientes precisam de
tratamento medicamentosos de
manutenção ou preventivo, que pode
levar anos ou a vida inteira, para evitar o
aparecimento de novos episódios de
depressão.
• A psicoterapia ajuda o paciente, mas
não previne novos episódios, nem cura a
depressão. A técnica auxilia na
reestruturação psicológica do
indivíduo, além de aumentar a sua
compreensão sobre o processo de
depressão e na resolução de conflitos, o
que diminui o impacto provocado pelo
estresse.                   Pr. Moisés Sampaio de Paula   24
sete atitudes que ajudam no
                 tratamento
•   Pratique exercícios físicos
•   Mantenha a agenda em dia
•   Alimente-se bem
•   Fuja do álcool
•   Volte a ver beleza nas pequenas coisas
•   Ocupe-se com atividades divertidas
•   Reconquiste uma boa noite de sono

                    Pr. Moisés Sampaio de Paula   25
Alimentos que combatem a Depressão
• Castanha-do-pará, nozes e amêndoas
• Leite e iogurte desnatado
• Melancia, abacate, mamão, banana, tanger
  ina e limão. Laranja e maçã.
• Banana e abacate
• Mel
• Ovos
• Carnes magras e peixes.
• Carboidratos complexos
• Aveia e centeio. Folhas verdes e Soja

                       Pr. Moisés Sampaio de Paula   26
I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS
OUTROS

                         Elias era um homem como
                         outro qualquer. Sujeito às
                         intempéries da vida

                             1. Um homem espiritual.
                             2. Um homem sentimental.



            Pr. Moisés Sampaio de Paula          27
I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS
OUTROS
       1. Um homem espiritual.
              • Elias era um homem
                espiritual e vários fatos
                narrados nas Escrituras
                atestam essa verdade:
              1. Um profeta profundamente
                 envolvido com a Palavra de
                 Deus
              2. Um profeta que possuía
                 uma profunda vida
                 devocional
             Pr. Moisés Sampaio de Paula   28
I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS
OUTROS
       2. Um homem sentimental.

              • Mas Elias não era apenas
                um homem espiritual, ele
                também era sentimental:
                    Elias era homem sujeito às mesmas
                    paixões que nós e, orando, pediu
                    que não chovesse, e, por três anos
                    e seis meses, não choveu sobre a
                    terra" (Tg 5.17)


             Pr. Moisés Sampaio de Paula             29
Pr. Moisés Sampaio de Paula   30
II. AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE
    ELIAS

                           •        A Bíblia diz: “Não temas.”
                                    cerca de 150 vezes.



                               1. Decepção.
                               2. Medo.



             Pr. Moisés Sampaio de Paula                    31
II. AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE
    ELIAS
      1. Decepção.
              • O Senhor havia respondido a
                oração do seu servo, enviando
                fogo do céu em resposta à sua
                oração (1 Rs 18.38).
              • O que Elias esperava em
                resposta a esse avivamento era
                um total quebrantamento do
                povo, incluindo a casa real.
                Todavia, o avivamento não
                alcançou as proporções
                desejadas.
             Pr. Moisés Sampaio de Paula     32
I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS
OUTROS
      2. Medo
                • Diante da ameaça de morte
                  sentenciada pela rainha
                  Jezabel, a reação de Elias foi
                  imediata: "O que vendo ele, se
                  levantou, e, para escapar com
                  vida, se foi, e veio a
                  Berseba, que é de Judá, e
                  deixou ali o seu moço" (1 Rs
                  19.3). Elias teve medo e fugiu!


            Pr. Moisés Sampaio de Paula         33
Pr. Moisés Sampaio de Paula   34
III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS
    CONFLITOS




                              1. Fuga e isolamento
                              2. Autopiedade e desejo de
                                 morrer.


             Pr. Moisés Sampaio de Paula             35
III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS
    CONFLITOS
    1.   Fuga e isolamento
                 • Elias não apenas fugiu; ele
                   também se isolou. "E ele
                   se foi ao deserto" (1 Rs
                   19.4). Essa é a marca de
                   uma pessoa deprimida -
                   ela busca o isolamento.
             Somos seres sociais e como tais, não
             podemos viver no isolamento.


                 Pr. Moisés Sampaio de Paula        36
III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS
    CONFLITOS
    2. Autopiedade e desejo de morrer.
                      autopiedade ou autocomiseração - é o
                      sentimento, emoção ou comportamento
                      de pena de si mesmo diante de um evento
                      estressante.

                 1.      Elias achava que somente ele ficara como
                         um servo fiel do Senhor: "Eu fiquei só" (1
                         Rs 19.10).
                 2.      Ele achava ainda que todos haviam
                         apostatado ou abandonado a fé. Não
                         havia mais fiéis, somente ele. Ele via a
                         realidade de forma distorcida. Deus
                         possuía ainda seus sete mil (1 Rs 19.18).
                 3.      Mas Elias foi mais além - ele agora queria
                         morrer: "e pediu em seu ânimo a morte"
                         (1 Rs 19.4).
                Pr. Moisés Sampaio de Paula                      37
A autopiedade leva à depressão.
Sentir autopiedade é ter pena da gente
       mesmo, achando-nos uns
coitadinhos, ninguém nos dá atenção!


       Pr. Moisés Sampaio de Paula       38
IV. O SOCORRO DIVINO

                       Quando nos sentimos fatigados
                       após uma grande experiência
                       espiritual, lembremo-nos de que
                       o propósito de Deus para nossas
                       vidas ainda não está terminado

                            1.       Provisão física.
                            2.       Provisão espiritual.




           Pr. Moisés Sampaio de Paula                      39
IV. O SOCORRO DIVINO
         1. Provisão física.
                          • A inapetência ou alteração dos
                               hábitos alimentares é um sintoma
                               da depressão de Elias. Nesse
                               estado, a pessoa pode não querer
                               comer como também pode
                               possuir um apetite exagerado.
                          • Em ambos os casos é necessário o
                               auxilio de terceiros. No caso do
                               profeta, o anjo do Senhor é quem
                               o auxilia providenciando-lhe
um anjo o tocou e lhe          alimento.
disse: Levanta-te e       • Ele precisava alimentar-se e Deus
come" (1 Rs 19.5).             fez com que isso fosse
                               providenciado
                        Pr. Moisés Sampaio de Paula             40
IV. O SOCORRO DIVINO
    2. Provisão espiritual.
                 • o próprio Deus a quem Elias
                   servia o conduziu durante
                   todo o tempo.
                 • A própria ida de Elias ao
                   monte Horebe fez parte
                   dessa terapia.
                 • Ali, Elias seria revitalizado
                   não apenas na sua vida
                   espiritual, mas também na
                   sua vida emocional (1 Rs
                   19.8-15).
                Pr. Moisés Sampaio de Paula    41
Sete ações de Deus para tratar Elias.
1. Deixou Elias dormir e descançar.
2. Alimentou Elias com pão e água por
   duas vezes.
3. Estimulou Elias a andar 40 dias até o
   monte Horebe estimulando
   concentração e os pensamentos
4. Questionou Elias – “O que fazes aqui?”
5. Deixou Elias desabafar e colocar para
   fora as máguas.
6. Respondeu aos questionamentos de
   Elias.
7. Restaurou e o ocupou com uma nova
   missão.

                        Pr. Moisés Sampaio de Paula   42
Conclusão
• O servo de Deus conta com uma forma de auxílio
  diferenciado - ele não está sozinho neste mundo. Por
  isso, não depende apenas dos recursos humanos que
  são tão limitados. O Senhor faz-se presente nas horas
  conflituosas da vida e presta-nos o seu auxílio. Lemos
  nos Salmos: "Deus é o nosso refúgio e
  fortaleza, socorro bem presente na angústia" (Sl 46.1).
                            Quando nos sentimos fatigados
                           após uma grande experiência
                           espiritual, lembremo-nos de que
                           o propósito de Deus para nossas
                           vidas ainda não está terminado
                      Pr. Moisés Sampaio de Paula            43
Horebe
• Horebe, Monte Horebe ou Monte de Deus
  é a montanha em que o livro de
  Deuteronômio na Bíblia hebraica diz que os
  Dez Mandamentos foram dados a Moisés
  por Deus. Ele é descrito em dois lugares
  (Êxodo 3:1 e I Reis 19:8) como a Montanha
  de Deus. A montanha também é chamada
  de Montanha de Yhwh.
• Em outras passagens bíblicas, esses
  eventos são descritos como tendo
  acontecido no Monte Sinai, mas apesar de
  Sinai e Horebe serem muitas vezes
  considerados como tendo sido nomes
  diferentes para o mesmo lugar, há um
  corpo de opinião de que eles podem ter
  sido localizações diferentes.
 Para ter uma segunda opinião acerca do local do monte Horebe acesse:
 http://www.moisessampaio.com/EstudosBiblicos/curiosidades/exodo.html
                              Pr. Moisés Sampaio de Paula               44
Contato


          Pr. Moisés Sampaio
              É pastor auxiliar na Assembléia de Deus em Rio
              Branco, Acre, Brasil.

          •   Site: www.moisessampaio.com
          •   Face: www.facebook.com/prmoisessampaio
          •   Blog: http://prmoisessampaio.blogspot.com.br
          •   E-mail: prmoisessampaio@gmail.com
          •   Fone: (68)9971-3335

                  Pr. Moisés Sampaio de Paula           45

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoLição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoErberson Pinheiro
 
Mandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoMandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoPr Ismael Carvalho
 
DEPRESSÃO
DEPRESSÃODEPRESSÃO
DEPRESSÃOEnerliz
 
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO Karla Lopes
 
Sinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristoSinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristoPaulo Roberto
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualPaulo Roberto
 
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna Cacilda Barbosa Santiago
 
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Cristiano Marinho Maciel
 
O fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristãoO fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristãoEduardo Sousa Gomes
 
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendoiceanapolis
 
109513320 apostila-de-libertacao-office-2003
109513320 apostila-de-libertacao-office-2003109513320 apostila-de-libertacao-office-2003
109513320 apostila-de-libertacao-office-2003George Átila Moreira
 

Mais procurados (20)

Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoLição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
 
Mandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editadoMandamentos para o casal editado
Mandamentos para o casal editado
 
DEPRESSÃO
DEPRESSÃODEPRESSÃO
DEPRESSÃO
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
Apostila palestra para casais
Apostila   palestra para casaisApostila   palestra para casais
Apostila palestra para casais
 
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
OS DESAFIOS DO JOVEM CRISTÃO
 
Tristeza e depressão
Tristeza e depressãoTristeza e depressão
Tristeza e depressão
 
Palestra cuidando de quem cuida!
Palestra cuidando de quem cuida!Palestra cuidando de quem cuida!
Palestra cuidando de quem cuida!
 
Sinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristoSinais que antecedem a volta de cristo
Sinais que antecedem a volta de cristo
 
INTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUSINTIMIDADE COM DEUS
INTIMIDADE COM DEUS
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
PALESTRA-PARA-CASAIS.pdf
PALESTRA-PARA-CASAIS.pdfPALESTRA-PARA-CASAIS.pdf
PALESTRA-PARA-CASAIS.pdf
 
Ansiedade
AnsiedadeAnsiedade
Ansiedade
 
Três campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritualTrês campos de batalha espiritual
Três campos de batalha espiritual
 
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
A família cristã e os desafios da sociedade Pós-moderna
 
EBD Rm 16- Relacionamento interpessoal
EBD   Rm 16- Relacionamento interpessoalEBD   Rm 16- Relacionamento interpessoal
EBD Rm 16- Relacionamento interpessoal
 
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
Curto Cirucuito - Palestra Para Jovens Evangélicos.
 
O fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristãoO fruto do espírito a essencia do carater cristão
O fruto do espírito a essencia do carater cristão
 
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
2 reis 6 8 23 vivendo e aprendendo
 
109513320 apostila-de-libertacao-office-2003
109513320 apostila-de-libertacao-office-2003109513320 apostila-de-libertacao-office-2003
109513320 apostila-de-libertacao-office-2003
 

Destaque

Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...
Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...
Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...vinicius-tadeu
 
Método CIS
Método CISMétodo CIS
Método CISfebracis
 
O Poder do Foco - Paulo Vieira - Febracis
O Poder do Foco - Paulo Vieira - FebracisO Poder do Foco - Paulo Vieira - Febracis
O Poder do Foco - Paulo Vieira - FebracisBase do Sucesso
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeVilmar Nascimento
 
Elias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em DepressãoElias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em Depressãocesarsilas
 
Aplicacões do Processo de Coaching III
Aplicacões do Processo de Coaching IIIAplicacões do Processo de Coaching III
Aplicacões do Processo de Coaching IIIpsimais
 
V6 125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabas
V6   125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabasV6   125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabas
V6 125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabassilvana oliver
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasRicardo Silva Coqueiro
 
Inteligência emocional as 5 chaves fundamentais
Inteligência emocional   as 5 chaves fundamentaisInteligência emocional   as 5 chaves fundamentais
Inteligência emocional as 5 chaves fundamentaisManuela Selas
 

Destaque (18)

Sonhos x metas
Sonhos x metasSonhos x metas
Sonhos x metas
 
Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...
Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...
Palestra GRÁTIS: O Poder do Foco + Curso O Poder do Foco do Paulo Vieira | Vi...
 
Método CIS
Método CISMétodo CIS
Método CIS
 
O Poder do Foco - Paulo Vieira - Febracis
O Poder do Foco - Paulo Vieira - FebracisO Poder do Foco - Paulo Vieira - Febracis
O Poder do Foco - Paulo Vieira - Febracis
 
Depressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafeDepressão espiritual de asafe
Depressão espiritual de asafe
 
A Roda Da Vida
A Roda Da VidaA Roda Da Vida
A Roda Da Vida
 
Elias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em DepressãoElias; um homem de Deus em Depressão
Elias; um homem de Deus em Depressão
 
Ciranda das sílabas volume 3
Ciranda das sílabas   volume 3Ciranda das sílabas   volume 3
Ciranda das sílabas volume 3
 
Ciranda das sílabas volume 6
Ciranda das sílabas   volume 6Ciranda das sílabas   volume 6
Ciranda das sílabas volume 6
 
Aplicacões do Processo de Coaching III
Aplicacões do Processo de Coaching IIIAplicacões do Processo de Coaching III
Aplicacões do Processo de Coaching III
 
V6 125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabas
V6   125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabasV6   125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabas
V6 125 atividades com sílabas complexas - coleção ciranda das sílabas
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
 
Ciranda das sílabas volume 2
Ciranda das sílabas   volume 2Ciranda das sílabas   volume 2
Ciranda das sílabas volume 2
 
Ciranda das sílabas volume 1
Ciranda das sílabas   volume 1Ciranda das sílabas   volume 1
Ciranda das sílabas volume 1
 
Ciranda das sílabas volume 5
Ciranda das sílabas   volume 5Ciranda das sílabas   volume 5
Ciranda das sílabas volume 5
 
Ciranda das sílabas volume 3
Ciranda das sílabas   volume 3Ciranda das sílabas   volume 3
Ciranda das sílabas volume 3
 
Inteligência emocional as 5 chaves fundamentais
Inteligência emocional   as 5 chaves fundamentaisInteligência emocional   as 5 chaves fundamentais
Inteligência emocional as 5 chaves fundamentais
 
Ciranda das sílabas volume 4
Ciranda das sílabas   volume 4Ciranda das sílabas   volume 4
Ciranda das sílabas volume 4
 

Semelhante a Um homem de Deus em depressão

estudo biblico depressao.pptx
estudo biblico depressao.pptxestudo biblico depressao.pptx
estudo biblico depressao.pptxNidia. Paula.
 
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)didaque
 
Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancoliaguestaa6f1b
 
Palestra depressoemelancolia
Palestra depressoemelancoliaPalestra depressoemelancolia
Palestra depressoemelancoliamoreneninha
 
Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancoliaguestaa6f1b
 
Setembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
Setembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptxSetembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
Setembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptxTelma Lima
 
Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio - dezembro 2014 - policia...
Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio -  dezembro 2014 - policia...Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio -  dezembro 2014 - policia...
Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio - dezembro 2014 - policia...Dr. Icaro Alves Alcântara
 
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPsicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPatriciaAiresCosta1
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃORodrigo
 

Semelhante a Um homem de Deus em depressão (20)

Depressão.pptx
Depressão.pptxDepressão.pptx
Depressão.pptx
 
estudo biblico depressao.pptx
estudo biblico depressao.pptxestudo biblico depressao.pptx
estudo biblico depressao.pptx
 
Ansiedade e depressao
Ansiedade e depressaoAnsiedade e depressao
Ansiedade e depressao
 
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASILO QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
O QUE VOCÊ DEVE SABER SOBRE A DEPRESSÃO - CELSO BRASIL
 
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
Shober, sthephan superando a depressão biblica e naturalmente (artigo)
 
Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancolia
 
Palestra depressoemelancolia
Palestra depressoemelancoliaPalestra depressoemelancolia
Palestra depressoemelancolia
 
Palestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E MelancoliaPalestra Depress O E Melancolia
Palestra Depress O E Melancolia
 
Não se mate você não morre
Não se mate você não morreNão se mate você não morre
Não se mate você não morre
 
Depressão e Suicício
Depressão e SuicícioDepressão e Suicício
Depressão e Suicício
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Setembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
Setembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptxSetembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
Setembro-Amarelo-Vamos-falar-sobre-suicídio.pptx
 
Depresao
DepresaoDepresao
Depresao
 
Depressão
DepressãoDepressão
Depressão
 
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão? Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
Por que algumas pessoas sofrem de depressão?
 
Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio - dezembro 2014 - policia...
Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio -  dezembro 2014 - policia...Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio -  dezembro 2014 - policia...
Palestra stress, ansiedade, depressão e suicídio - dezembro 2014 - policia...
 
Cura espiritual da depressão
Cura espiritual da depressãoCura espiritual da depressão
Cura espiritual da depressão
 
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPsicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
 
Cuidador de idoso_29
Cuidador de idoso_29Cuidador de idoso_29
Cuidador de idoso_29
 
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃOFeira do conhecimento   2014 - DEPRESSÃO
Feira do conhecimento 2014 - DEPRESSÃO
 

Mais de Moisés Sampaio

Mais de Moisés Sampaio (20)

Jesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiroJesus e o dinheiro
Jesus e o dinheiro
 
As limitações dos discípulos
As limitações dos discípulosAs limitações dos discípulos
As limitações dos discípulos
 
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demôniosO poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
O poder de Jesus sobre a natureza e os demônios
 
Poder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e mortePoder sobre as doenças e morte
Poder sobre as doenças e morte
 
Mulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram JesusMulheres que ajudaram Jesus
Mulheres que ajudaram Jesus
 
Jesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulosJesus escolhe seus discípulos
Jesus escolhe seus discípulos
 
A tentação de Jesus
A tentação de JesusA tentação de Jesus
A tentação de Jesus
 
A infância de Jesus
A infância de JesusA infância de Jesus
A infância de Jesus
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
 
O evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo LucasO evangelho segundo Lucas
O evangelho segundo Lucas
 
A igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de DeusA igreja e a lei de Deus
A igreja e a lei de Deus
 
9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum9 - Cafarnaum
9 - Cafarnaum
 
8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia8 - Mar da Galiléia
8 - Mar da Galiléia
 
Não cobiçarás
Não cobiçarásNão cobiçarás
Não cobiçarás
 
7- Tiberíades
7- Tiberíades7- Tiberíades
7- Tiberíades
 
6 meggido
6   meggido6   meggido
6 meggido
 
Não darás falso testemunho
Não darás falso testemunhoNão darás falso testemunho
Não darás falso testemunho
 
5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo5 - Monte Carmelo
5 - Monte Carmelo
 
4 - Haifa
4 - Haifa4 - Haifa
4 - Haifa
 
3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima3 - Cesaréia Marítima
3 - Cesaréia Marítima
 

Último

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 

Último (12)

O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 

Um homem de Deus em depressão

  • 1. Um homem de Deus em depressão 1º Trimestre de 2013 5ª Lição Pr. Moisés Sampaio de Paula 1
  • 2. Texto Áureo "Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos“ (2 Co 4.8,9). Verdade Prática Os conflitos de Elias o levaram a enfrentar períodos de depressão e tristeza. Mas o Senhor ajudou-o a superar. Pr. Moisés Sampaio de Paula 2
  • 3. Objetivos da Lição • Compreender a humanidade do profeta Elias. • Identificar as causas e sintomas da depressão de Elias. • Detalhar o tratamento de Deus à depressão de Elias Pr. Moisés Sampaio de Paula 3
  • 4. Introdução • A Escritura mostra os homens de Deus como de fato são, homens fiéis, vigorosos, destemidos, corajosos e ousados - mas ainda assim humanos. • Com Elias também foi assim. Um servo de Deus de profunda convicção espiritual e consciente de sua missão profética. Isso deixou uma sobrecarga sobre ele, e foi isso que fez aflorar na vida do profeta de Tisbe todo o seu lado humano, frágil e carente da ajuda divina. Pr. Moisés Sampaio de Paula 4
  • 5. Super-Crentes? • No ambiente eclesiástico é comum pensar que o crente é imune às doenças da alma. • É como se o seguidor de Jesus vivesse dentro de uma redoma de vidro isolado e "protegido" de qualquer desconforto As Escrituras falam psicossocial. Ledo engano! David claramente das Brainerd, missionário norte- americano; John Bunyan, profícuo fragilidades humanas escritor cristão e pregador e descreve-as na vida britânico; William Cowper, poeta dos maiores e compositor britânico, todos "gigantes passaram por problemas terríveis espirituais". 5 Pr. Moisés Sampaio de Paula
  • 6. Pr. Moisés Sampaio de Paula 6
  • 7. Esboço da Lição I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS OUTROS 1. Um homem espiritual. 2. Um homem sentimental. II. AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE ELIAS 1. Decepção. 2. Medo. III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONFLITOS 1. Fuga e isolamento 2. Autopiedade e desejo de morrer. IV. O SOCORRO DIVINO 1. Provisão física. 2. Provisão espiritual. Pr. Moisés Sampaio de Paula 7
  • 8. Palavra chave: Depressão • É um distúrbio mental e afetivo caracterizado pela tristeza, pessimismo, baixa autoestima, que aparecem com freqüência e podem combinar-se entre si. • É imprescindível o acompanhamento médico tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento adequado. Pr. Moisés Sampaio de Paula 8
  • 9. Casos Bíblicos de Depressão • - Moisés (Nm 11.10-15) • - Davi (Sl 88.1-5) • - Elias (1 Rs 19.4; Tg 5.17) • - Jeremias(Jr 20.14-18) • - Jonas (Jn 4.1-3) • - Jó(Jó 3.11, 13, 20, 21-26; 9.21) Pr. Moisés Sampaio de Paula 9
  • 10. Números da Depressão • Cerca de 340 milhões de pessoas de ambos os sexos no mundo inteiro padecem desse tipo de sofrimento profundo. • O Brasil possui 17 milhões de depressivos de todas as idades, classes sociais e raças, mergulhadas numa melancolia atroz que altera seus hábitos de vida, afastando-as do convívio social e do trabalho. • 33% dos filhos de pais depressivos têm depressão. Pr. Moisés Sampaio de Paula 10
  • 11. Números da Depressão • O mundo gasta 7 bilhões de dólares por ano com antidepressivos. • Segundo a OMS, depressão e ansiedade são responsáveis pela metade (740 milhões de pessoas) das doenças mentais existentes no mundo (Veja e Boehringer) • Hoje a doença é a quarta causa global de incapacidade e deve se tornar a segunda até o ano de 2021. • A estima que cerca de 75% das pessoas com depressão não recebem tratamento adequado." (Booehringer) "A média etária de sua primeira manifestação é de 26 anos. OMS = Organização Mundial da Saúde Pr. Moisés Sampaio de Paula 11
  • 12. Causas da Depressão • A depressão é uma doença. Há uma série de evidências que mostram alterações químicas no cérebro do indivíduo deprimido, principalmente com relação aos neurotransmissores (serotonina, noradrenalina e, em menor proporção, dopamina), substâncias que transmitem impulsos nervosos entre as células. Pr. Moisés Sampaio de Paula 12
  • 13. As principais causas de depressão Fatores genéticos • "A genética tem forte influência em seu desenvolvimento. Se um dos pais tem depressão o risco do filho sofrer dessa doença é três vezes maior. • "Se ambos os pais tem depressão, o risco do filho desenvolver depressão é de 75%", completa. Pr. Moisés Sampaio de Paula 13
  • 14. As principais causas de depressão Mulheres sofrem mais • As mulheres têm o dobro de chance de vir a desenvolver o distúrbio, isso por conta da instabilidade hormonal a que estão sujeitas. • Além disso, as mulheres estão mais sujeitas à ocorrência de eventos estressantes, como o parto. Pr. Moisés Sampaio de Paula 14
  • 15. As principais causas de depressão Atenção aos idosos • A incidência da doença é maior entre a população idosa. • O fato de idosos terem mais doenças físicas, • usarem mais medicamentos e • frequentemente ficarem mais Por isso, fique atento aos isolados socialmente aumenta o seus parentes com idade risco de depressão nesta faixa mais avançada, etária. principalmente àqueles que moram sozinhos. Pr. Moisés Sampaio de Paula 15
  • 16. As principais causas de depressão Doenças crônicas • Vivenciar um estresse constante, sofrer com dores, debilitação ou incapacitação física, medo de morrer e alterações no estilo de vida são alguns dor problemas que um portador de doença crônica sofre. • Alguns medicamentos usados para doenças crônicas, como o câncer, podem favorecer surgimento de sintomas da depressão. Pr. Moisés Sampaio de Paula 16
  • 17. A depressão e o coração • Quem tem depressão corre o dobro do risco de desenvolver doença coronariana e infarto do miocárdio. • O risco de mortalidade em pacientes com câncer ou doença cardíaca aumenta muito se o paciente desenvolve depressão. Pr. Moisés Sampaio de Paula 17
  • 18. As principais causas de depressão Traumas • Situações traumatizantes como sequestros, abuso sexual e violência. • Crianças vítimas de violência e abuso sexual têm risco aumentado de desenvolver depressão quando se tornam adultas. • Isso pode acontecer em qualquer momento da vida. Por isso é importante o acompanhamento médico na fase pós-traumática, a fim de que ele oriente a vítima e evite o desenvolvimento dessa patologia. Pr. Moisés Sampaio de Paula 18
  • 19. As principais causas de depressão Eventos estressantes • Qualquer tipo de evento estressante, seja bom ou ruim, pode desencadear depressão. • Desde muita pressão no trabalho, até organizar um casamento, passando por problemas familiares, estresse com os estudos, divórcios e gravidez. • Lembrando que nesses casos a incidência também é maior em pessoas que tenham parentes próximos com depressão. Pr. Moisés Sampaio de Paula 19
  • 20. As principais causas de depressão Medicamentos e seus efeitos colaterais • "Inúmeros medicamentos podem levar a depressão" afirma o psiquiatra Edson Hirata. De acordo com ele, merecem destaque os medicamentos para emagrecer como anfepramona, fenproporex e os derivados de anfetamina. Pr. Moisés Sampaio de Paula 20
  • 21. As principais causas de depressão O uso de álcool e outras drogas • O consumo de álcool e outras drogas como maconha ou cocaína são importantes gatilhos para depressão. • Essas drogas levam a uma sensação de euforia por conta descarga de neurotransmissores como dopamina, serotonina e noradrenalina. • Quando o efeito das drogas diminui, o organismo sofre uma queda brusca dessas substâncias, o que explica porque a pessoa sente uma profunda tristeza após o uso de drogas. Pr. Moisés Sampaio de Paula 21
  • 22. Sintomas de Depressão • Humor depressivo ou irritabilidade, ansiedade e angústia, diminuição ou incapacidade de sentir alegria e prazer em atividades anteriormente consideradas agradáveis. • Desânimo, cansaço fácil, necessidade de maior esforço para fazer as coisas, desinteresse, falta de motivação e apatia, falta de vontade e indecisão. • Sentimentos de medo, insegurança, desespero, desamparo e vazio. • O isolamento social é um sintoma típico da depressão Pr. Moisés Sampaio de Paula 22
  • 23. Sintomas de Depressão • Pessimismo, ideias frequentes e desproporcionais de culpa, baixa autoestima, sensação de falta de sentido na vida, inutilidade, ruína, fracasso, doen ça ou morte. A pessoa pode desejar morrer, planejar uma forma de morrer ou tentar suicídio • Interpretação distorcida e negativa da realidade. Dificuldade de concentração, raciocínio mais lento e esquecimento. • Diminuição do desempenho sexual (pode até manter atividade sexual, mas sem a conotação Sampaio de Paula Pr. Moisés 23
  • 24. Tratamento de Depressão • Alguns pacientes precisam de tratamento medicamentosos de manutenção ou preventivo, que pode levar anos ou a vida inteira, para evitar o aparecimento de novos episódios de depressão. • A psicoterapia ajuda o paciente, mas não previne novos episódios, nem cura a depressão. A técnica auxilia na reestruturação psicológica do indivíduo, além de aumentar a sua compreensão sobre o processo de depressão e na resolução de conflitos, o que diminui o impacto provocado pelo estresse. Pr. Moisés Sampaio de Paula 24
  • 25. sete atitudes que ajudam no tratamento • Pratique exercícios físicos • Mantenha a agenda em dia • Alimente-se bem • Fuja do álcool • Volte a ver beleza nas pequenas coisas • Ocupe-se com atividades divertidas • Reconquiste uma boa noite de sono Pr. Moisés Sampaio de Paula 25
  • 26. Alimentos que combatem a Depressão • Castanha-do-pará, nozes e amêndoas • Leite e iogurte desnatado • Melancia, abacate, mamão, banana, tanger ina e limão. Laranja e maçã. • Banana e abacate • Mel • Ovos • Carnes magras e peixes. • Carboidratos complexos • Aveia e centeio. Folhas verdes e Soja Pr. Moisés Sampaio de Paula 26
  • 27. I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS OUTROS Elias era um homem como outro qualquer. Sujeito às intempéries da vida 1. Um homem espiritual. 2. Um homem sentimental. Pr. Moisés Sampaio de Paula 27
  • 28. I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS OUTROS 1. Um homem espiritual. • Elias era um homem espiritual e vários fatos narrados nas Escrituras atestam essa verdade: 1. Um profeta profundamente envolvido com a Palavra de Deus 2. Um profeta que possuía uma profunda vida devocional Pr. Moisés Sampaio de Paula 28
  • 29. I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS OUTROS 2. Um homem sentimental. • Mas Elias não era apenas um homem espiritual, ele também era sentimental: Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse, e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra" (Tg 5.17) Pr. Moisés Sampaio de Paula 29
  • 30. Pr. Moisés Sampaio de Paula 30
  • 31. II. AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE ELIAS • A Bíblia diz: “Não temas.” cerca de 150 vezes. 1. Decepção. 2. Medo. Pr. Moisés Sampaio de Paula 31
  • 32. II. AS CAUSAS DOS CONFLITOS DE ELIAS 1. Decepção. • O Senhor havia respondido a oração do seu servo, enviando fogo do céu em resposta à sua oração (1 Rs 18.38). • O que Elias esperava em resposta a esse avivamento era um total quebrantamento do povo, incluindo a casa real. Todavia, o avivamento não alcançou as proporções desejadas. Pr. Moisés Sampaio de Paula 32
  • 33. I. ELIAS – UM HOMEM COMO OS OUTROS 2. Medo • Diante da ameaça de morte sentenciada pela rainha Jezabel, a reação de Elias foi imediata: "O que vendo ele, se levantou, e, para escapar com vida, se foi, e veio a Berseba, que é de Judá, e deixou ali o seu moço" (1 Rs 19.3). Elias teve medo e fugiu! Pr. Moisés Sampaio de Paula 33
  • 34. Pr. Moisés Sampaio de Paula 34
  • 35. III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONFLITOS 1. Fuga e isolamento 2. Autopiedade e desejo de morrer. Pr. Moisés Sampaio de Paula 35
  • 36. III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONFLITOS 1. Fuga e isolamento • Elias não apenas fugiu; ele também se isolou. "E ele se foi ao deserto" (1 Rs 19.4). Essa é a marca de uma pessoa deprimida - ela busca o isolamento. Somos seres sociais e como tais, não podemos viver no isolamento. Pr. Moisés Sampaio de Paula 36
  • 37. III. AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONFLITOS 2. Autopiedade e desejo de morrer. autopiedade ou autocomiseração - é o sentimento, emoção ou comportamento de pena de si mesmo diante de um evento estressante. 1. Elias achava que somente ele ficara como um servo fiel do Senhor: "Eu fiquei só" (1 Rs 19.10). 2. Ele achava ainda que todos haviam apostatado ou abandonado a fé. Não havia mais fiéis, somente ele. Ele via a realidade de forma distorcida. Deus possuía ainda seus sete mil (1 Rs 19.18). 3. Mas Elias foi mais além - ele agora queria morrer: "e pediu em seu ânimo a morte" (1 Rs 19.4). Pr. Moisés Sampaio de Paula 37
  • 38. A autopiedade leva à depressão. Sentir autopiedade é ter pena da gente mesmo, achando-nos uns coitadinhos, ninguém nos dá atenção! Pr. Moisés Sampaio de Paula 38
  • 39. IV. O SOCORRO DIVINO Quando nos sentimos fatigados após uma grande experiência espiritual, lembremo-nos de que o propósito de Deus para nossas vidas ainda não está terminado 1. Provisão física. 2. Provisão espiritual. Pr. Moisés Sampaio de Paula 39
  • 40. IV. O SOCORRO DIVINO 1. Provisão física. • A inapetência ou alteração dos hábitos alimentares é um sintoma da depressão de Elias. Nesse estado, a pessoa pode não querer comer como também pode possuir um apetite exagerado. • Em ambos os casos é necessário o auxilio de terceiros. No caso do profeta, o anjo do Senhor é quem o auxilia providenciando-lhe um anjo o tocou e lhe alimento. disse: Levanta-te e • Ele precisava alimentar-se e Deus come" (1 Rs 19.5). fez com que isso fosse providenciado Pr. Moisés Sampaio de Paula 40
  • 41. IV. O SOCORRO DIVINO 2. Provisão espiritual. • o próprio Deus a quem Elias servia o conduziu durante todo o tempo. • A própria ida de Elias ao monte Horebe fez parte dessa terapia. • Ali, Elias seria revitalizado não apenas na sua vida espiritual, mas também na sua vida emocional (1 Rs 19.8-15). Pr. Moisés Sampaio de Paula 41
  • 42. Sete ações de Deus para tratar Elias. 1. Deixou Elias dormir e descançar. 2. Alimentou Elias com pão e água por duas vezes. 3. Estimulou Elias a andar 40 dias até o monte Horebe estimulando concentração e os pensamentos 4. Questionou Elias – “O que fazes aqui?” 5. Deixou Elias desabafar e colocar para fora as máguas. 6. Respondeu aos questionamentos de Elias. 7. Restaurou e o ocupou com uma nova missão. Pr. Moisés Sampaio de Paula 42
  • 43. Conclusão • O servo de Deus conta com uma forma de auxílio diferenciado - ele não está sozinho neste mundo. Por isso, não depende apenas dos recursos humanos que são tão limitados. O Senhor faz-se presente nas horas conflituosas da vida e presta-nos o seu auxílio. Lemos nos Salmos: "Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia" (Sl 46.1). Quando nos sentimos fatigados após uma grande experiência espiritual, lembremo-nos de que o propósito de Deus para nossas vidas ainda não está terminado Pr. Moisés Sampaio de Paula 43
  • 44. Horebe • Horebe, Monte Horebe ou Monte de Deus é a montanha em que o livro de Deuteronômio na Bíblia hebraica diz que os Dez Mandamentos foram dados a Moisés por Deus. Ele é descrito em dois lugares (Êxodo 3:1 e I Reis 19:8) como a Montanha de Deus. A montanha também é chamada de Montanha de Yhwh. • Em outras passagens bíblicas, esses eventos são descritos como tendo acontecido no Monte Sinai, mas apesar de Sinai e Horebe serem muitas vezes considerados como tendo sido nomes diferentes para o mesmo lugar, há um corpo de opinião de que eles podem ter sido localizações diferentes. Para ter uma segunda opinião acerca do local do monte Horebe acesse: http://www.moisessampaio.com/EstudosBiblicos/curiosidades/exodo.html Pr. Moisés Sampaio de Paula 44
  • 45. Contato Pr. Moisés Sampaio É pastor auxiliar na Assembléia de Deus em Rio Branco, Acre, Brasil. • Site: www.moisessampaio.com • Face: www.facebook.com/prmoisessampaio • Blog: http://prmoisessampaio.blogspot.com.br • E-mail: prmoisessampaio@gmail.com • Fone: (68)9971-3335 Pr. Moisés Sampaio de Paula 45