Canvas tb de piedley

247 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
247
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Canvas tb de piedley

  1. 1.   EQUIPE:  Carlilda Alves  Daniel Saraiva  Erivânia Rodrigues  Guilherme Alves  Lenivânia Nascimento  Maria Selma  Myrla kelvia  Priscila Sá  Talys Moises • Professor Piedley Macedo • Disciplina Gestão Empreendedora e Desenvolvimento Local
  2. 2.  O QUE ABORDAREMOS?
  3. 3.
  4. 4.
  5. 5.
  6. 6.
  7. 7.
  8. 8.
  9. 9.
  10. 10.
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25.
  26. 26.
  27. 27.
  28. 28.
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31.
  32. 32.
  33. 33.
  34. 34.   “PADRÃO, na arquitetura, é a ideia de capturar ideias do design arquitetônico como descrições arquetípicas e reutilizáveis”. O QUE É PADRÃO?
  35. 35.
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39.
  40. 40.
  41. 41.
  42. 42.
  43. 43.
  44. 44.
  45. 45.
  46. 46.
  47. 47.
  48. 48.
  49. 49.
  50. 50.
  51. 51.
  52. 52.   O desafio é desenvolver uma boa compreensão dos clientes, que deve servir como base na hora de fazer escolhas na construção de Modelos de Negócios.  O desafio da inovação é desenvolver uma compreensão mais profunda dos clientes e não simplesmente perguntar o que eles querem.  Outro desafio é saber quais clientes ouvir e quais clientes ignorar.  EXEMPLO: Apple; INSIGHTS DOS CLIENTES
  53. 53.
  54. 54.  Caracteriza-se como um processo criativo para gerar um grande um grande número de ideias e isolar as melhores.  STATUS QUO. Não olhar para trás, pois o passado indica pouco do que é possível para os Modelos de Negócios futuros. IDEAÇÃO
  55. 55.   A Ideação possui duas fases principais:  Geração de Ideias: onde a quantidade é que importa;  Síntese: na qual as ideias são discutidas, combinadas e reduzidas a um pequeno número de opções viáveis.
  56. 56.   Utilizar ferramentas visuais como figuras, rascunhos, diagramas e post-its.  O pensamento visual aprimora os questionamentos estratégicos, tornando o abstrato concreto, iluminando as relações entre os elementos e simplificando o que era complexo. PENSAMENTO VISUAL
  57. 57.   Um protótipo é uma ferramenta pensante, que nos ajuda a explorar diferentes direções nas quais podemos levar nosso modelo de negócio. O questionamento deve significar uma busca incansável pela melhor solução.  Um protótipo de um modelo de negócio pode ser qualquer coisa, desde um rascunho bruto de uma ideia em um guardanapo a um detalhado quadro de modelo de negócios, até um modelo de negócio testado na prática. PROTÓTIPOS
  58. 58.
  59. 59.  CONTANDO HISTÓRIAS  Uma história sendo usada para apresentar e discutir uma questão de negócios. A narrativa ajudará a comunicar com eficiência o assunto que se trata. A história é uma ferramenta ideal para gerar uma discursão profunda de um modelo de negócios e sua base. VENDER COM EFICIÊNCIA SUAS IDEIAS PARA A LIDERANÇA É CRUCIAL!
  60. 60.  Palavra & Imagem; Vídeo; Interpretação; Texto & Imagem; Quadrinhos. Técnicas
  61. 61.   CENÁRIO – Análise do segmento de determinada empresa no mercado que atua.  Diferentes tipos de clientes: como os produtos ou serviços são utilizados, quem os utiliza, preocupações desejos e objetivos;  Ambientes futuros: nos quais um modelo de negócio pode competir. O OBJETIVO NÃO É PREVER O FUTURO, MAS IMAGINAR POSSÍVEIS FUTUROS. CENÁRIOS
  62. 62.   O que influencia externamente o sucesso de uma empresa? (Faculdade).  Concorrência? - competitividade  Mercado? – demanda para os cursos  Governo? - Mec  Economia? – Inflação, variação da moeda  IDH? – crescimento X desenvolvimento  ... Incertezas ???
  63. 63.
  64. 64.
  65. 65.   ESTRATÉGIA é o conjunto de planos, estudos, premissas e avaliações que, considerados os valores, a missão, a visão e o negócio da organização, objetivam atingir os resultados previstos originalmente quando da concepção teórica definida pela direção corporativa Definição
  66. 66.  Ambiente: Tudo que está ao nosso redor. Ambiente
  67. 67.  Ambiente do Modelo de Negócio Influência das forças externas
  68. 68.  Avaliação de Modelo de Negócio
  69. 69.   Conceito criado por Kim e Mauborgne é um método para questionar propostas de valor, Modelos de Negócios e explorar novos segmentos de clientes.
  70. 70.   Para obter a inovação de valor, Kim e Mauborgne propõem uma ferramenta a que chamaram de Modelo das Quatro Ações:
  71. 71.   Como implementar e gerenciar novos modelos mantendo os já existentes? R = organizações ambidestras. Gerenciar múltiplos modelos de negócios INTEGRAÇÃO AUTONOMIA SEPARAÇÃO APRIMORAR INVENTAR
  72. 72.
  73. 73.   PROCESSO – Curso de ação para alcance de determinado objetivo.  Ponto de partida para inovação do modelo de negócio: Conceito INOVAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE MODELOS DE NEGÓCIO FATORES ESPECÍFICOS AS ORGANIZAÇÕES ESTABELECIDAS Satisfazer o mercado (Lulu.com) Reativo (IBM nos anos 90) Levar ao mercado (xerox 914) Adaptativo (Nokia) Aprimorar o mercado (Dell) Expansivo (ipod/itunes) Criar mercado (Google) Proativo/explorativo (Amazon Web Services)
  74. 74.
  75. 75.  REFERENCIAS

×