UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA
PRO-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO
PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊN...
A PLURISSIGNIFICAÇÃO DA LINGUAGEM LITERÁRIA: CONOTAÇÃO E
DENOTAÇÃO
♪♪Dois Rios♪♪
Skank
O céu está no chão
O céu não cai do...
CONHECENDO AS DIFERENÇAS ENTRE A LINGUAGEM LITERÁRIA E NÃO-
LITERÁRIA
A linguagem não-literária é objetiva e impessoal, su...
OS GÊNEROS LITERÁRIOS NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA
Durante o império grego a Literatura teve uma grande importância e para
faci...
Gênero lírico: composto por textos em que há a manifestação de um eu lírico (a
voz que fala no poema) que expressa suas em...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Modulo 7

342 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
342
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modulo 7

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRO-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID LETRAS PROJETO: Clic CULTURA, LITERATURA E CRIATIVIDADE: DO ERUDITO AO POPULAR PROFESSORES: FLÁVIA KELLYANE MEDEIROS DA SILVA LÍGIA ALBUQUERQUE QUEIROZ PRISCILA DA SILVA SANTANA RODRIGUES VANESSA KISHIMA DO BÚ MÓDULO 7: “LITERATURA: A ARTE DA PALAVRA” ALUNO:___________________________________________________ wwwprojetoclicraul.blogspot.com
  2. 2. A PLURISSIGNIFICAÇÃO DA LINGUAGEM LITERÁRIA: CONOTAÇÃO E DENOTAÇÃO ♪♪Dois Rios♪♪ Skank O céu está no chão O céu não cai do alto É o claro, é a escuridão O céu que toca o chão E o céu que vai no alto Dois lados deram as mãos Como eu fiz também Só pra poder conhecer O que a voz da vida vem dizer Que os braços sentem E os olhos vêem Que os lábios sejam Dois rios inteiros Sem direção O sol é o pé e a mão O sol é a mãe e o pai Dissolve a escuridão O sol se põe se vai E após se pôr O sol renasce no Japão Eu vi também Só pra poder entender Na voz a vida ouvi dizer Que os braços sentem E os olhos vêem E os lábios beijam Dois rios inteiros Sem direção E o meu lugar é esse Ao lado seu, meu corpo inteiro Dou o meu lugar pois o seu lugar É o meu amor primeiro O dia e a noite as quatro estações Que os braços sentem E os olhos vêem E os lábios Sejam Dois rios inteiros Sem direção DENOTAÇÃO CONOTAÇÃO Palavra com significação restrita Palavra com significação ampla, criada pelo contexto Palavra com o sentido comum, encontrado no dicionário Palavra com sentidos carregados de valores sociais, afetivos, ideológicos, etc Palavra utilizada de modo objetivo Palavra utilizada de modo criativo, artístico Linguagem exata e precisa Linguagem expressiva, rica em sentidos
  3. 3. CONHECENDO AS DIFERENÇAS ENTRE A LINGUAGEM LITERÁRIA E NÃO- LITERÁRIA A linguagem não-literária é objetiva e impessoal, sua função de linguagem predominante é a referencial, enfatiza a informação e o conteúdo, e tende à denotação. Diferentemente da objetividade presente na linguagem não-literária, a linguagem literária é pessoal, repleta de emoções e de valores do seu emissor, enfatiza a expressão, recria a realidade, possui uma intenção estética e tende à conotação, ou seja, o sentido figurado. Vejamos os textos a seguir:  Poema Poema Tirado de uma Notícia de Jornal (Manuel Bandeira) João Gostoso era carregador de feira livre e morava no morro da Babilônia num barracão sem número Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro Bebeu Cantou Dançou Depois se atirou na lagoa Rodrigo de Freitas e morreu afogado. Notícia Homem morre afogado após ingerir bebida alcoólica Uma tragédia abalou a comunidade do povoado Pé Leve, em Limoeiro de Anadia, por volta das 20 horas. Parentes da vítima, José Fábio da Silva Viana, 24, conhecido como Paraguai, contaram que ele bebia com amigos quando resolveu tomar banho na lagoa e morreu afogado. Pessoas que testemunharam a morte de Paraguai, contaram que tentaram salvá-lo, mas não houve tempo. O GPM local tomou conhecimento da ocorrência e acionou o IML, além da Polícia Civil, para dar continuidade às providências. Disponível em: aranoticia.blogspot.com.br. Acesso em: 04/02/2013.
  4. 4. OS GÊNEROS LITERÁRIOS NA ANTIGUIDADE CLÁSSICA Durante o império grego a Literatura teve uma grande importância e para facilitar a identificação dos textos literários, os gregos dividiram esses textos em três gêneros que representavam as manifestações literárias da época: Gênero Dramático: Correspondiam aos textos destinados para representação cênica, com atores, essas peças tanto poderiam ser encenadas na forma de tragédia como de comédia; Gênero Épico: Narra fatos grandiosos, centrados na figura de um herói. Sua origem vem da palavra “épos” que vem do grego e significa “versos” sendo, portanto, uma narrativa em versos que apresenta episódios heróicos da história de um povo. Em boa parte das vezes, textos épicos possuem o narrador (conta a história praticada por outros no passado com uma sucessão de acontecimentos em torno das quais giram os fatos), o tempo (geralmente se apresenta no passado) e o espaço (local onde se dá a ação dos personagens); Gênero Lírico: Textos dessa natureza apresentam caráter emocional centrados na presença da subjetividade do sujeito lírico. OS GÊNEROS LITERÁRIOS NA ATUALIDADE Os textos literários podem apresenta diferentes formas como, por exemplo, em verso (poema) e em prosa, organizados em frases, parágrafos, capítulos, partes etc. Além disso, os textos literários são divididos em gêneros literários que foram inicialmente classificados pelos gregos na Antiguidade Clássica e hoje se encontram organizados em:
  5. 5. Gênero lírico: composto por textos em que há a manifestação de um eu lírico (a voz que fala no poema) que expressa suas emoções do mundo interior ante o mundo exterior. Portanto, são textos de natureza subjetiva com pronomes e verbos em 1ª pessoa. Ex: sonetos, ode e hino; Gênero narrativo: composto por texto que relatam acontecimentos reais ou fictícios, situado em tempo e lugar determinados, envolvem uma ou mais personagens. Ex: romances, contos, novelas, poemas épicos, crônicas e fábulas; Gênero dramático: composto por textos que são produzidos com o intuito de serem representados por atores no teatro ou palco. Os textos se desenvolvem a partir de diálogos. Ex: peças de teatro.

×