UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA
PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO
PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊN...
♪♪música: Que País É Esse?♪♪
(Legião Urbana)
Nas favelas, no Senado
Sujeira pra todo lado
Ninguém respeita a Constituição
...
♪♪Música: SemanaQue Vem♪♪
(Pitty)
Amanhã eu vou revelar
Depois eu penso em aprender
Daqui a uns dias eu vou dizer
O que me...
Pode nem chegar
Ah! Ah! Ah! Ah!
Esse pode ser o último dia
De nossas vidas
Última chance de fazer
Tudo ter valido a pena
A...
♪♪MÚSICA:O Tempo Não Para♪♪
(Cazuza)
Disparo contra o sol
Sou forte, sou por acaso
Minha metralhadora cheia de mágoas
Eu s...
Dias sim, dias não
Eu vou sobrevivendo sem um arranhão
Da caridade de quem me detesta
A tua piscina tá cheia de ratos
Tuas...
Meu sex anddrugs
Não tem nenhum rock 'n' roll
Eu vou pagar
A conta do analista
Pra nunca mais
Ter que saber
Quem eu sou
Ah...
♪♪MÚSICA: Unimultiplicidade♪♪
(Ana Carolina)
Neste Brasil corrupção
pontapé bundão
puto saco de mau cheiro
do Acre ao Rio ...
♪♪MÚSICA: O Prefeito♪♪
(Ton Oliveira)
Mamãe, agora eu quero ser prefeito
Garanto que vou me candidatar
Do jeito que já sei...
♪♪MÚSICA:Epitáfio♪♪
(Titãs)
Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até er...
♪♪MÚSICA:MinhaAlma(APazQueEuNãoQuero)♪♪
(O Rappa)
A minha alma tá armada e apontada
Para cara do sossego!
(Sêgo! Sêgo! Sêg...
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão
Me abrace e me dê um beijo,
Faça um filho comigo,
Mas não me deix...
Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
Brasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Módulo avulso VIII (gregório de matos)

101 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
101
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
19
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Módulo avulso VIII (gregório de matos)

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID LETRAS PROJETO: CLIC CULTURA, LITERATURA E CRIATIVIDADE: DO ERUDITO AO POPULAR PROFESSORES: FLÁVIA KELLYANNE MEDEIROS DA SILVA LÍGIA ALBUQUERQUE QUEIROZ PRISCILA DA SILVA SANTANA RODRIGUES VANESSA KISHIMA DO BÚ MÓDULO 08:AVULSO: GREGÓRIO DE MATOS: POLÍTICA E SOCIEDADE ALUNO(A):__________________________________________________ www.projetoclicraul.blogspot.com
  2. 2. ♪♪música: Que País É Esse?♪♪ (Legião Urbana) Nas favelas, no Senado Sujeira pra todo lado Ninguém respeita a Constituição Mas todos acreditam no futuro da nação Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? No Amazonas, no Araguaia iá, iá, Na baixada fluminense Mato grosso, Minas Gerais e no Nordeste tudo em paz Na morte o meu descanso, mas o Sangue anda solto Manchando os papeis e documentos fieis Ao descanso do patrão Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? Terceiro mundo se foi Piada no exterior Mas o Brasil vai fica rico Vamos faturar um milhão Quando vendermos todas as almas Dos nossos índios num leilão Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse?
  3. 3. ♪♪Música: SemanaQue Vem♪♪ (Pitty) Amanhã eu vou revelar Depois eu penso em aprender Daqui a uns dias eu vou dizer O que me faz querer gritar Aaaahhhhhh!! No mês que vem Tudo vai melhorar Só mais alguns anos E o mundo vai mudar Ainda temos tempo Até tudo explodir Quem sabe quanto vai durar Aaaahhhhh!! Não deixe nada pra depois Não deixe o tempo passar Não deixe nada Pra semana que vem Porque semana que vem Pode nem chegar Pra depois O tempo passar Não deixe nada Pra semana que vem Porque semana que vem Pode nem chegar... A partir de amanhã Eu vou discutir Da próxima vez Eu vou questionar Na segunda eu começo a agir Só mais duas horas Pra eu decidir... Não deixe nada pra depois Não deixe o tempo passar Não deixe nada Pra semana que vem Porque semana que vem Pode nem chegar Pra depois O tempo passar Não deixe nada Pra semana que vem Porque semana que vem
  4. 4. Pode nem chegar Ah! Ah! Ah! Ah! Esse pode ser o último dia De nossas vidas Última chance de fazer Tudo ter valido a pena Ah! Ah! Ah! Diga sempre tudo O que precisa dizer Arrisque mais Pra não se arrepender Nós não temos Todo tempo do mundo E esse mundo Já faz muito tempo... O futuro é o presente E o presente já passou O futuro é o presente O presente já passou... Não deixe nada pra depois Não deixe o tempo passar Não deixe nada Pra semana que vem Porque semana que vem Pode nem chegar Pra depois O tempo passar Não deixe nada Pra semana que vem Porque semana que vem Pode nem chegar... Pra depois o tempo passar Nada pra semana que vem Porque semana que vem Pode nem chegar...(2x)
  5. 5. ♪♪MÚSICA:O Tempo Não Para♪♪ (Cazuza) Disparo contra o sol Sou forte, sou por acaso Minha metralhadora cheia de mágoas Eu sou um cara Cansado de correr Na direção contrária Sem pódio de chegada ou beijo de namorada Eu sou mais um cara Mas se você achar Que eu tô derrotado Saiba que ainda estão rolando os dados Porque o tempo, o tempo não para Dias sim, dias não Eu vou sobrevivendo sem um arranhão Da caridade de quem me detesta A tua piscina tá cheia de ratos Tuas ideias não correspondem aos fatos O tempo não para Eu vejo o futuro repetir o passado Eu vejo um museu de grandes novidades O tempo não para Não para, não, não para Eu não tenho data pra comemorar Às vezes os meus dias são de par em par Procurando agulha num palheiro Nas noites de frio é melhor nem nascer Nas de calor, se escolhe: é matar ou morrer E assim nos tornamos brasileiros Te chamam de ladrão, de bicha, maconheiro Transformam o país inteiro num puteiro Pois assim se ganha mais dinheiro A tua piscina tá cheia de ratos Tuas ideias não correspondem aos fatos O tempo não para Eu vejo o futuro repetir o passado Eu vejo um museu de grandes novidades O tempo não para Não para, não, não para
  6. 6. Dias sim, dias não Eu vou sobrevivendo sem um arranhão Da caridade de quem me detesta A tua piscina tá cheia de ratos Tuas ideias não correspondem aos fatos O tempo não para Eu vejo o futuro repetir o passado Eu vejo um museu de grandes novidades O tempo não para Não para, não, não para ♪♪MÚSICA: Ideologia♪♪ (Cazuza) Meu partido É um coração partido E as ilusões Estão todas perdidas Os meus sonhos Foram todos vendidos Tão barato Que eu nem acredito Ah! eu nem acredito... Que aquele garoto Que ia mudar o mundo Mudar o mundo Frequenta agora As festas do "Grand Monde"... Meus heróis Morreram de overdose Meus inimigos Estão no poder Ideologia! Eu quero uma pra viver Ideologia! Eu quero uma pra viver... O meu prazer Agora é risco de vida
  7. 7. Meu sex anddrugs Não tem nenhum rock 'n' roll Eu vou pagar A conta do analista Pra nunca mais Ter que saber Quem eu sou Ah! saber quem eu sou.. Pois aquele garoto Que ia mudar o mundo Mudar o mundo Agora assiste a tudo Em cima do muro Em cima do muro... Meus heróis Morreram de overdose Meus inimigos Estão no poder Ideologia! Eu quero uma pra viver Ideologia! Pra viver... Pois aquele garoto Que ia mudar o mundo Mudar o mundo Agora assiste a tudo Em cima do muro Em cima do muro... Meus heróis Morreram de overdose Meus inimigos Estão no poder Ideologia! Eu quero uma pra viver Ideologia! Eu quero uma pra viver.. Ideologia! Pra viver Ideologia! Eu quero uma pra viver...
  8. 8. ♪♪MÚSICA: Unimultiplicidade♪♪ (Ana Carolina) Neste Brasil corrupção pontapé bundão puto saco de mau cheiro do Acre ao Rio de Janeiro Neste país de manda-chuvas cheio de mãos e luvas tem sempre alguém se dando bem de São Paulo a Belém Pego meu violão de guerra pra responder essa sujeira E como começo de caminho quero a unimultiplicidade onde cada homem é sozinho a casa da humanidade Não tenho nada na cabeça a não ser o céu não tenho nada por sapato a não ser o passo Neste país de pouca renda senhoras costurando pela injustiça vão rezando da Bahia ao Espírito Santo Brasília tem suas estradas mas eu navego é noutras águas E como começo de caminho quero a unimultiplicidade onde cada homem é sozinho a casa da humanidade
  9. 9. ♪♪MÚSICA: O Prefeito♪♪ (Ton Oliveira) Mamãe, agora eu quero ser prefeito Garanto que vou me candidatar Do jeito que já sei mentir bastante Acho que de hoje em diante minha vida vai mudar Pra quem me apoiar eu dou abraço Se fala mal de mim eu dou dinheiro e ele muda E vai ficar tudo do mesmo jeito Se eu ganhar para prefeito É o mesmo "deus nos acuda" (e vai ficar tudo do mesmo jeito) (se eu ganhar para prefeito) (é o mesmo "deus nos acuda") É a cidade esburacada (ai aiai) E o povo vivendo mal (ui uiui) Mas quando a coisa ficar preta Eu invento uma micareta E faço aquele carnaval Trago um conjunto da Bahia (ai aiai) Pago mais do que ele merece (ui uiui) Se pagar 100 digo é 500 Desviando os 400 meu saldo banqueiro cresce Ai o povo esquece tudo (ai aiai) E no embalo desse som (ui uiui) A cidade fica feliz E ainda tem gente que diz: "eita, que prefeito bom!" (a cidade fica feliz) (e ainda tem gente que diz:) ("eita, que prefeito bom!")
  10. 10. ♪♪MÚSICA:Epitáfio♪♪ (Titãs) Devia ter amado mais Ter chorado mais Ter visto o sol nascer Devia ter arriscado mais E até errado mais Ter feito o que eu queria fazer... Queria ter aceitado As pessoas como elas são Cada um sabe a alegria E a dor que traz no coração... O acaso vai me proteger Enquanto eu andar distraído O acaso vai me proteger Enquanto eu andar... Devia ter complicado menos Trabalhado menos Ter visto o sol se pôr Devia ter me importado menos Com problemas pequenos Ter morrido de amor... Queria ter aceitado A vida como ela é A cada um cabe alegrias E a tristeza que vier... O acaso vai me proteger Enquanto eu andar distraído O acaso vai me proteger Enquanto eu andar...(2x) Devia ter complicado menos Trabalhado menos Ter visto o sol se pôr...
  11. 11. ♪♪MÚSICA:MinhaAlma(APazQueEuNãoQuero)♪♪ (O Rappa) A minha alma tá armada e apontada Para cara do sossego! (Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!) Pois paz sem voz, paz sem voz Não é paz, é medo! (Medo! Medo! Medo! Medo!) Às vezes eu falo com a vida, Às vezes é ela quem diz: "Qual a paz que eu não quero conservar Pra tentar ser feliz ?" (2x) A minha alma tá armada e apontada Para a cara do sossego! (Sêgo! Sêgo! Sêgo! Sêgo!) Pois paz sem,paz sem voz, Não é paz é medo (Medo! Medo! Medo! Medo!) As vezes eu falo com a vida, As vezes é ela quem diz: ''Qual a paz que eu não quero conservar Pra tentar ser feliz ?'' (2x) As grades do condomínio São prá trazer proteção Mas também trazem a dúvida Se é você que tá nessa prisão Me abrace e me dê um beijo, Faça um filho comigo, Mas não me deixe sentar na poltrona No dia de domingo (domingo!) Procurando novas drogas de aluguel Neste vídeo coagido, É pela paz que eu não quero seguir admitindo. As vezes eu falo com a vida, As vezes é ela quem diz: ‘’Qual a paz que eu não quero conservar Pra tentar ser feliz ?’’ (2x) As grades do condomínio São prá trazer proteção
  12. 12. Mas também trazem a dúvida Se é você que tá nessa prisão Me abrace e me dê um beijo, Faça um filho comigo, Mas não me deixe sentar na poltrona No dia de domingo (domingo!) Procurando novas drogas de aluguel Neste vídeo coagido, É pela paz que eu não quero seguir admitindo. (2x) Me abrace e me dê um beijo, Faça um filho comigo, Mas não me deixa sentar na poltrona No dia de domingo! (domingo!) Procurando novas drogas de aluguel Neste vídeo coagido, É pela paz que eu não quero seguir admitido. (2x) É pela paz que eu não quero seguir É pela paz que eu não quero seguir É pela paz que eu não quero seguir admitido. (2x) ♪♪MÚSICA:Brasil♪♪ (Cazuza) Não me convidaram Pra esta festa pobre Que os homens armaram Pra me convencer A pagar sem ver Toda essa droga Que já vem malhada Antes de eu nascer... Não me ofereceram Nem um cigarro Fiquei na porta Estacionando os carros Não me elegeram Chefe de nada O meu cartão de crédito É uma navalha...
  13. 13. Brasil! Mostra tua cara Quero ver quem paga Pra gente ficar assim Brasil! Qual é o teu negócio? O nome do teu sócio? Confia em mim... Não me convidaram Pra essa festa pobre Que os homens armaram Pra me convencer A pagar sem ver Toda essa droga Que já vem malhada Antes de eu nascer... Não me sortearam A garota do Fantástico Não me subornaram Será que é o meu fim? Ver TV a cores Na taba de um índio Programada Prá só dizer "sim, sim" Brasil! Mostra a tua cara Quero ver quem paga Pra gente ficar assim Brasil! Qual é o teu negócio? O nome do teu sócio? Confia em mim... Grande pátria Desimportante Em nenhum instante Eu vou te trair Não, não vou te trair... Brasil! Mostra a tua cara Quero ver quem paga Pra gente ficar assim Brasil! Qual é o teu negócio? O nome do teu sócio? Confia em mim...(2x)

×