Resumo procedimentos avaliativos

1.072 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.072
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo procedimentos avaliativos

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA SETOR DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA WELLINTON PRESTES DA LUZ INSTRUMENTOS E PROCEDIMENTOS AVALIATIVOS: ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS PONTA GROSSA – PR 2013
  2. 2. WELLINTON PRESTES DA LUZ INSTRUMENTOS E PROCEDIMENTOS AVALIATIVOS: ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS Trabalho apresentado à disciplina de Didática, ministrado pela Professora Ana Keli Moletta, com o objetivo de obtenção de nota do curso de Educação Física da Universidade Estadual de Ponta Grossa. PONTA GROSSA – PR 2013
  3. 3. Instrumentos e Procedimentos Avaliativos: Orientações Didáticas. Há diferentes técnicas de avaliação, e cada uma delas parte para um determinado objetivo do professor a ser alcançado pelo aluno durante a avaliação. Sacristán e Gómez (1998), sugerem que os professores apresentem de antemão ao aluno as provas que serão aplicadas, para não acabar realçando as falhas do aluno durante o teste, mas sim seu conhecimento. As questões objetivas são de pouca vantagem para um teste, pois contam com respostas delimitadas, sendo mais apropriado o uso desse em sala de aula durante os exercícios. Para esse teste devem-se usar frases positivas, e construir frases com elementos importantes do conteúdo trabalhado. As perguntas de múltipla escolha, propõem aos alunos um enunciado com um conjunto de opções para a resposta, contendo geralmente uma verdade e as demais sendo consideradas falsas. Neste caso o professor deve procurar deixar a questão um pouco mais complexa, fazendo com que o aluno tenha que associar a resposta a outros conhecimentos. A elaboração de perguntas inteligentes, são de suma importância na elaboração das provas descritivas, essas perguntas devem ser estimuladoras para a inteligência, procurando não a paralisar ou limitá-la. Essas questões permitem a reflexão do aluno, exclui o fator de sorte e adivinhação, usa argumentos, possibilita avaliar a capacidade de organização. Alguns autores classificam as perguntas das provas descritivas em três categorias. Categoria simples: o quê, quando, onde, quem; Segunda categoria: relacione, defina, exemplifique; Terceira categoria: desenvolva, resuma, analise, critique, organize. Durante a elaboração das questões, evitar expressões como: o que pensa, comente, fale sobre... pois não transmitem o significado do que se deseja como resposta, e palavras de comando, devem ser utilizadas no texto e no contexto permitindo o parâmetro correto para a questão. Provas orais tem suas vantagens e desvantagens na avaliação, por um lado elas permitem avaliar a capacidade reflexiva e crítica dos alunos, são importantes no ensino de línguas, em defesa de testes, etc., por outro lado, fornecem amostra reduzida do conhecimento, os alunos são examinados em desigualdade de condições e pode haver interferência dos atributos pessoais do aluno como simpatia. Para realização da prova, procurar um ambiente calmo e silencioso, receber os alunos com atitude acolhedora e sempre manter um diálogo. A prova com consulta ajuda o aluno a resolver um caso, e escolher uma fonte para delas retirar as informações que lhe serão necessárias durante a
  4. 4. realização do teste. As questões devem ser elaboradas cuidadosamente, para não haver simples transcrição do material para a prova. O professor com essa prova permite que o aluno evite a exclusiva memorização dos temas e conteúdos, permite a seleção de questões que priorizem a reflexão, a elaboração de conceitos e a interpretação do tema estudado. Com as produções individuais ou coletivas, cabe ao professor propor aos grupos atividades que possam serem feitas por cada um dos integrantes dos grupos de forma diferente, resultando um trabalho que é o resultado de um esforço compartilhado. as produções coletivas exigem definição de temas para estudo e delimitação de papéis para cada componente do grupo de trabalho. Se não houver orientação prévia, podem favorecer o trabalho de cópia, reprodução e, além disso, podem caracterizar o trabalho de somente alguns integrantes do grupo. recomenda-se a construção de fichas de auto-avaliação para que cada componente explicite suas contribuições e suas formas de participação no grupo. Essa ficha tem a função de verificar o conhecimento construído, pode ser elaborada para uma aluno ou para todos alunos. O portfólio é uma coleção de trabalhos e atividades que os alunos produziram durante um determinado período, e estes de forma organizada irão mostrar o crescimento e o desenvolvimento que cada aluno teve durante este período. Para a confecção de um portfólio usa-se uma pasta individual ou um caderno, contemplando um índice sequencial do material, conforme cada disciplina. O portfólio favorece a oportunidade de reflexão sobre o progresso do aluno em relação ao seu próprio processo de aprendizagem, ao mesmo tempo em que possibilita a introdução de mudanças e continuas na condição do processo ensino aprendizagem. Ensino Individual, Mútuo e Simultâneo: Métodos de Ensino na Didática Escolar. Ensino individualista: Para Zanon e Althaus (2010), esse ensino tinha como objetivo atender à educação intelectual e moral da criança ou adolescente, o que implicava uma relação intersubjetiva entre perceptor – professor – aluno. Uma das características dessa forma de ensino era o professor chama sucessivamente para perto de si cada aluno e lhe dá atenção por alguns minutos. Esse ensino demandava muito tempo e não apresentava bons resultados. Ensino simultâneo: Pode ser definido como a situação na qual o professor dirige a um conjunto de alunos em uma turma, os alunos se reúnem sob a orientação do professor, para que o conhecimento seja transmitido simultaneamente a um grupo de estudantes. Os aspectos negativos desse ensino apontam para o fato de que não possibilita ao
  5. 5. professor ocupar-se de cada aluno, e os alunos que apresentam certa dificuldade ficam com desvantagem. Ensino mútuo: Esse método divide a responsabilidade entre o professor e os alunos monitores. Os monitores coordenavam o trabalho de aprendizagem por setores, os alunos eram agrupados conforme a idade e adiantamento de estudos, a escola era dividida em classes diferentes, de acordo com as disciplinas e no nível de conhecimento dos alunos, para subir ate a mesa do professor, havia vários degraus. Uma das desvantagens desse método é ao dizer que quem ensina, não domina suficientemente o que ensina para poder adaptar-se à diversidade de reações dos alunos e proceder às alterações e transposições que possam exigir, além de faltar a formação e a experiência pedagógica. Referências ALTHAUS; ZANON. Didática. Licenciaturas - Educação a distancia. Ponta Grossa: UEPG/NUTEAD, 2010.

×