Web vira palco da
                                                           Fórmula Truck
                               ...
Editorial                                      Mensagens instantâneas                                  >> Novidades e curi...
Fotos: Sérgio Zacchi   Bate-Papo




                                                              lo durante bate-papo
  ...
Bate-Papo


                   Melissa: Com a experiência de vo-        ciante subsidiando parte do tráfego. Em
          ...
Bate-Papo


comprando o 3G para ver multimídia e bai-        mil pessoas. E com garantia de entrega. Ven-          Melissa...
Negócios e Empresas                        >> O making of das melhores campanhas online




                      Carga pe...
tão espalhadas na Web e se dedicam ao
                                                                                    ...
Tendências e atualidades                        >> Assuntos que você não pode deixar de saber




Celulares ligados na Web...
Tendências e atualidades



Rodrigo Moretz, gerente de marketing de
relacionamento da Samsung, afirma que os
formatos do Y...
Tendências e atualidades                         >> Assuntos que você não pode deixar de saber


                         ...
Mural                                        >> Fábio Boucinhas


“Temos que refletir na comunicação todo o
potencial que ...
COM AS PESSOAS
             EM TODO LUGAR.




                Yahoo! Celular
 mobilidade segmentação cobertura performanc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista Insider nº 19

906 visualizações

Publicada em

Yahoo Insider nº 19 - Web vira palco da Fórmula Truck. Ricardo Barion, da Volkswagen Caminhões e Ônibus, e Isabelle Fernandes, da Almap BBDO, falam da parceria com o Yahoo! na cobertura da competição de caminhões.

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
906
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Insider nº 19

  1. 1. Web vira palco da Fórmula Truck Ricardo Barion, da Volkswagen Caminhões e Ônibus, e Isabelle Fernandes, da Almap BBDO, Insider falam da parceria com o Yahoo! na cobertura da competição de caminhões Páginas 6 e 7 Notícias e tendências da Internet no Brasil e no mundo Número 19 - Março - Abril / 2009 TENDÊNCIAS E ATUALIDADES RODRIGO MORETZ, DA SAMSUNG, ALESSANDRA CECCO, DA LG, EDMAR BULLA, DA NOKIA, E OUTROS EXECUTIVOS INVESTEM NA WEB PARA CONSOLIDAR IMAGEM Páginas 8 A 11 BATE-PAPO MARCELO CASTELO, DA F.BIZ, LÉO XAVIER, DA PONTOMOBI, E MELISSA BELTRÃO, DO YAHOO! DEBATEM MÍDIA MÓVEL Páginas 3 a 5 Ricardo Barion: “objetivo da Volkswagen é disponibilizar o conteúdo da corrida MURAL para um público maior e em um portal AÇÕES PUBLICITÁRIAS de credibilidade” GANHAM DESTAQUE NO FLICKR Página 11
  2. 2. Editorial Mensagens instantâneas >> Novidades e curiosidades Prezados leitores, >> E-mail do Yahoo! ganha caixa de entrada inteligente Reprodução O Yahoo! Brasil contará em breve com novidades no e-mail. É a nova Caixa de Entrada Inteligente. Por meio de mais essa inovação, os usuários do serviço ganharão mais eficiência e tecnologia na caixa postal, facilitando os contatos de trabalho e pessoais. Com as mudanças, os e-mails dos prin- cipais contatos são mostrados com prioridade e a busca das mensagens dos preferidos será Guilherme Ribenboim passa o bastão ainda mais rápida. O internauta também para André Izay poderá ver, direto da caixa de entrada, que Nova caixa de entrada inteligente no e-mail oferece tipos de arquivos ou updates seus amigos ao usuário mais eficiência na caixa postal A Internet se consolida como a segun- da maior mídia de cobertura do Brasil e compartilham na Internet. A nova tecnologia mesmo assim recebe somente 3,5% dos também permite que o usuário se conecte com pessoas atualizações em blogs, fotos e redes de relacionamen- investimentos publicitários. São mais de que possuem outros serviços de e-mail, e recomen- to dos contatos; haverá mais espaço para comparti- 62 milhões de brasileiros segundo divul- da pessoas que poderiam se tornar novos contatos. lhar fotos e vídeos; e avisos para lembrar o usuário gação do IAB Brasil com base nos dados Outras novidades: será possível acompanhar as das datas de aniversário de seus amigos e familiares. do Ibope Nielsen Online. É fato que agências e anunciantes já consideram a Internet em seus planos de mídia, mas ainda temos um longo ca- >> Mais buscados na Web e no celular minho para conquistarmos uma fatia de Web: investimento que reflita a importância do 1. Concurso Público meio junto ao consumidor. Consumidor este que adota cada vez mais as novas 2. Clodovil Hernandes Os quadros ao lado mostram os temas mais buscados no mês tecnologias e canais de comunicação di- 3. Big Brother Brasil de março de 2009. A página, além de imagens dos termos gital que surgem todos os dias. 4. Maíra Cardi e da opção de navegação por dia e mês, mostra também o Nesta edição, publicitários debatem a 5. Campeonato Carioca ranking dividido por categorias: Top 10, Celebridades, mídia móvel, nova aposta que se fortalece 6. Fernanda Paes Leme Música, Esportes, Entretenimento, Tecnologia e Notícias. com a tecnologia 3G nos celulares e que permite melhor navegação na Internet. 7. Luana Piovani Reprodução Na seção Tendências e Atualidades, 8. Vera Fischer veja como as gigantes LG, Samsung e Nokia, 9. Alfie Patten fabricantes de telefones celulares, usaram a 10. Jennifer Lopez Web para comunicar seus lançamentos e se relacionar com seus consumidores. E na matéria de capa, o destaque é a Mobile: parceria entre a Volkswagen Caminhões e 1. BBB Ônibus e o Yahoo! Brasil para a cobertura 2. Jogos da Fórmula Truck, evento esportivo mais 3. São Paulo importante da categoria. 4. Petr4 Em tempo, aproveito e passo o bas- tão desse Editorial ao gerente-geral do 5. Pânico na TV Yahoo! Brasil, André Izay, que estará com 6. Paulistão vocês em todas as proximas edições. 7. BVSP 8. Fotos Página dos mais buscados é “termômetro” do que os Boa leitura! usuários buscam na Internet e nos celulares 9. Corinthians Guilherme Ribenboim Presidente do Yahoo! América Latina 10. Brasília YAHOO! BRASIL Jornalista Responsável Claudia Reis (MTB 15693) Presidente América Latina Guilherme Ribenboim Textos Renata Chiurciu EM TEMPO: o que mais temos hoje Gerente-geral André Izay Foto da Capa Sérgio Zacchi são spams. Portanto, se não quiser rece- Y! INSIDER Diagramação e Produção Gráfica Izabel Gromik Conselho editorial Agenor Castro, Alan Pires, ber esta newsletter, basta enviar um e- Y! Insider é uma publicação do Yahoo! Brasil. Cristiana Sant´Anna, Eduardo Muniz, Fábio mail para br-insider@yahoo-inc.com. © Yahoo! do Brasil Internet Ltda. Todos os direitos reservados Boucinhas, Gisele Perasolo Alves, Katsura Eguti, Agora, se você gostou tanto que não Nenhuma informação poderá ser reproduzida sem o Marcello Alvarenga, Marcelo Miranda, Olavo Ferreira, quer dividi-la com ninguém, indique um Sandra Moraes e Viviane Portela prévio consentimento por escrito do Yahoo! Brasil amigo pelo mesmo endereço eletrônico. Produção editorial Press à Porter Gestão de Imagem Rua Fidêncio Ramos, 195, 12º andar CEP 04551-010 São Paulo SP publicidade-br@yahoo-inc.com www.yahoo.com.br 2
  3. 3. Fotos: Sérgio Zacchi Bate-Papo lo durante bate-papo Léo Xavier, Melissa Beltrão e Marcelo Caste sobre marke ting para celulares Conversa de celular Especialistas debatem mídia móvel, a mais recente aposta da era digital com a chegada da tecnologia 3G D os 152 milhões de celulares ativa- Melissa: A publicidade no celular como job, mas integrado com Web. O ce- dos no Brasil, três milhões já pos- começou há mais ou menos dois anos. lular tem algumas vantagens que a Web não suem tecnologia 3G, que permite Temos ouvido muitas coisas a respeito. tem, como a cobertura e a mobilidade. E é a navegação de qualidade na Internet e a trans- Depois de tudo que já foi dito e feito, a partir daí que justificamos para o cliente que missão de dados em alta velocidade. Estar o mídia móvel pegou? ele precisa estar nas duas plataformas. Não tempo inteiro onde estão os consumidores é é uma mera sobreposição. São coisas que se o que, na prática, esses aparelhos permitem, Marcelo: Pegou por um simples mo- complementam. em ações puramente móveis ou integradas a tivo: existe uma cultura sendo criada e o Léo: Já pegou. Obviamente ainda é outros meios. cliente está demandando esse tipo de mídia. um mercado insipiente e em formação, sem Para debater esta nova tendência do Quando ele vê pela primeira vez, vira quase definição correta dos players e da cadeia de marketing mundial, Insider reuniu Marcelo uma obrigação ter. As contas viraram digi- valor. Então existe uma confusão inicial, Castelo, sócio-diretor da F.biz, Léo Xavier, tais, com campanhas na Web e no celular, como acontece com qualquer mercado e diretor-geral da Pontomobi e Melissa Bel- além das campanhas offline. Eu diria que com qualquer meio. trão, gerente de soluções móveis do Yahoo! em todas as últimas propostas para anun- Brasil. Leia a seguir os melhores momentos ciantes conseguimos emplacar Web/celular. desse bate-papo. A estratégia é não encarar o meio móvel 3
  4. 4. Bate-Papo Melissa: Com a experiência de vo- ciante subsidiando parte do tráfego. Em cês, o que as agências devem fazer e que Barcelona vi uma solução que achei muito caminho devem seguir para fazer publici- interessante. O usuário baixa um aplicativo dade em celular? no celular, aparece um banner no desktop do aparelho dele e a operadora subsidia o Léo: Elas devem pensar integrado. tráfego. É bom para o usuário, que paga Como parte fundamental integrada e estru- mais barato o tráfego, é bom para a opera- turada do planejamento de marketing, seja dora, que aumenta a penetração e mais pes- em um ambiente digital ou em um ambien- soas vão usar, e é bom para o anunciante, te offline. Eu acho que o celular ainda será que tem sua marca em um lugar de destaque um dos poucos meios nos quais pensar vai no aparelho da pessoa, que é o desktop. ser mais fácil do que fazer. Haverá muitas Léo: Mas só o subsídio não vai resol- pessoas pensando no que fazer, mas poucas ver esse problema, por ser uma ação pontual empresas de verdade estarão fazendo. Esta- que acaba ali. A grande mudança vai acon- mos numa fase de experimentação, partin- tecer em dois movimentos. O primeiro feito do para a fase de conquista de credibilidade, pelas operadoras, que cada vez mais vão ter para depois ter um crescimento mais cons- taxas fixas. O segundo grande movimento, tante e consistente. que vai acontecer muito mais rápido do que a gente imagina, é a Internet sem fio, o wi- Melissa: Hoje em dia já temos mé- fi, no celular. O consumidor pode não ser tricas, possibilidades de segmentação de um ás no computador, mas sabe mandar um campanhas, cases locais com resultados. SMS, tirar uma foto e sabe que Bluetooth é O que mais pode motivar a agência/clien- de graça e envia fotos e músicas sem gastar te a investir na mídia móvel? um centavo por isso. Marcelo: Todos têm que estar na mí- Melissa: Vocês acham que o celular dia móvel. Quando falamos em celular, poderá vir a ser o ponto principal de aces- que tem uma cobertura e uma penetração so do usuário ao conteúdo da Internet? muito maior do que a Internet, então fica muito fácil justificar para o anunciante. Léo: O acesso primário digital da Todas as classes sociais têm celulares. A pe- maioria das pessoas no país no espaço de netração nas classes A e B é de 100%, na C três a cinco anos vai ser no mobile. Eu não é de 70%/80% e nas D e E é de 50%. O tenho a menor dúvida. É um movimen- trabalho da agência é entender o problema to comportamental. Com a revolução das do cliente e ver como usar esse meio. Eu application stores (lojas de aplicativos para acho que existe preconceito e desconheci- celulares), a produção de aplicativos vai ser mento. Hoje é mais fácil vender anúncio descentralizada e o acesso vai ser muito mais na Internet porque as pessoas estão acostu- simples e com porte para diversos apare- madas a usar a Internet e nunca entraram lhos. A relação que as pessoas terão com o num site WAP. A partir do momento que a celular será de felicidade e de dependência pessoa tem um iPhone ela começa a nave- muito intensas. Então vamos assistir a uma gar na Internet móvel. revolução na forma como se usa o celular a partir das aplicações. Aí será complicado Melissa: O que as agências, produ- o publicitário não entender disso pra poder toras, veículos e operadoras precisam falar com um mínimo de propriedade para melhorar para diminuir o medo que o o cliente dele. consumidor tem do botão WAP? Melissa: A porcentagem de aparelhos Marcelo: Eu acredito muito em con- com tecnologia 3G no Brasil é de 1,7%. São teúdo patrocinado, em subsídio. O anun- três milhões de aparelhos. As pessoas estão 4
  5. 5. Bate-Papo comprando o 3G para ver multimídia e bai- mil pessoas. E com garantia de entrega. Ven- Melissa: O que o anunciante tem xar vídeo ou porque a publicidade e os pla- demos a leitura, o click, o acesso, o cadastro, que pensar na hora de planejar a mídia nos da operadora estão incentivando o 3G? a votação e o download. Tudo em mobile, no celular? com exceção do Bluetooth, por enquanto, Léo: São as duas coisas. A publicidade é entra na base do paga por performance. Marcelo: Ele tem que pensar que já a grande criadora da necessidade e a qualida- Marcelo: Outra questão é hoje o mo- temos 20 milhões de pessoas acessando a de de serviço que você tem no 3G é outra. bile estar muito caracterizado como inova- Internet móvel. O celular permite que toda Marcelo: Temos o 3G no celular e o ção. E esse é um problema porque aí não a mídia que é offline passe a ser interativa. 3G na plaquinha. A plaquinha eu posso ter vira recorrência. É experimentação. A hora O celular tem as vantagens da Internet por- para trabalhar, para usar no aeroporto ou que sair do job e virar fee, aí muda a his- que é interativo. Além disso, você consegue em viagens. Quando o usuário tem um ce- tória. Quando o projeto de mobile é bem segmentar e personalizar. É um ambiente de lular 3G ele quer navegar bastante e ele já vendido, quando alinha a expectativa antes massa porque tem muita penetração, além tem Internet banda larga na casa dele. Hoje, e entrega resultados, vira recorrente. Quan- da mobilidade. E você ainda consegue co- 88,6% da Internet residencial já é banda do a proposta é apresentada com proprieda- locar características de localização dentro larga. Começamos discados, estamos no 2G de, com números e com boas justificativas, dessa mobilidade. e migrando pra 3G. Tenho certeza que em é fácil vender. três anos vamos ter muito mais 3G do que Melissa: A mídia para celular é muito 2G. É um movimento sem volta. Melissa: Temos a questão de privacida- mais cara? de. O celular é um aparelho muito privativo Melissa: Já são 150 milhões de celula- para as pessoas. Como fazer comunicação Léo: Depende. Vamos fazer a compa- res ativos no Brasil. Com o acesso cada vez para esse segmento sem ser intrusivo? ração com todas as outras mídias. Hoje o maior das pessoas aos celulares, aumenta a CPM (custo por mil impressões) médio do expectativa dos anunciantes sobre a mídia Marcelo: Acho que o nosso desafio é mobile Internet é o dobro do CPM na In- móvel. O que as empresas de mídia para ser relevante. As operadoras têm muita in- ternet tradicional. Os cases têm demonstrado esse segmento devem dizer os anunciantes? formação. Elas sabem se o plano é pós-pago que a taxa média de clicks está entre 5 e 10 ou pré-pago, se a pessoa já fez download de vezes mais do que o que você tem na Inter- Léo: É uma questão só de alinhar o dis- algum ringtone e qual o tipo de aparelho net tradicional. O CPM é mais caro, mas no curso. Qual o número de leitores de uma re- que possui. O nosso papel é segmentar an- final das contas, o custo por interação, por vista segmentada, por exemplo? Se forem 16 tes. É olhar para atingir o público certeiro. efetivação e por engajamento é infinitamente mil exemplares e cada exemplar for lido, em Entregando um conteúdo relevante, você mais baixo. O caro é o mal pensado e o mal média, por quatro pessoas, são 64 mil leito- deixou de ser intrusivo e passou a oferecer planejado. Aí qualquer meio fica caro. O caro res. Qualquer segmentação que você fizer no um serviço, um benefício. Tem que ser rele- e o barato dependem da qualidade da publi- universo mobile te dá muito mais do que 100 vante pra não queimar o canal. cidade. Cada meio com seu propósito. Para ler o bate-papo na íntegra no portal do Yahoo! Brasil! acesse o link: www.publicidadeyahoo.com.br/insider/batepapo19.php F.biz Pontomobi Agência interativa de marketing no mobile e na Web que realiza Empresa especializada em mobile marketing e interatividade. todas as etapas de um projeto interativo, desde o planejamento Case: A Pontomobi realizou em parceria com a ID/TBWA até a programação. campanha de mobile marketing para o Banco Real com 13 totens Case: A F.biz é responsável pela presença interativa de Seda interativos nos aeroportos do Rio de Janeiro e de São Paulo. Foi desde 2004. Fez a campanha de Seda Teens que integrou Web, utilizado o conceito de interatividade multi-teclas ao cruzar SMS, WAP, cinema e um celular exclusivo da Nokia. publicidade nos totens e SMS para celulares para promover o Kit Empresa, produto lançado recentemente pelo banco. 5
  6. 6. Negócios e Empresas >> O making of das melhores campanhas online Carga pesada na pista Volkswagen Caminhões e Yahoo! fecham parceria para a cobertura via Web da Fórmula Truck V ocê acha que caminhões combinam com corridas de velocidade? Poucos diriam que sim. Afinal sempre que pensamos neles vem à mente aquela fila de lentos veículos atravancando o trânsito. Mas não é desse tipo de caminhão que vamos falar. A grande estrela desta matéria são os robustos modelos da Fórmula Truck e a parceria do Yahoo! com a Volkswagen Caminhões e Ôni- bus na cobertura desse evento, que é o mais importante do setor e que movimenta não só a indústria e os apaixonados por caminhões, mas também a publicidade no Brasil. A par- ceria levará para a Internet, no portal Yahoo! Brasil, a cobertura completa da temporada de 2009, com patrocínio exclusivo da Volkswa- gen Caminhões e Ônibus. “ Vamos oferecer informações de todo o evento, sem ficar presos só ao que se refere à Volkswagen Caminhões e Ônibus, o que é uma forma de atingir ainda mais internautas” Ricardo Barion, da Volkswagen Caminhões e Ônibus O principal desafio dessa cobertura, se- gundo Ricardo Barion, gerente de marketing da Volkswagen Caminhões e Ônibus, é ser pioneira desse evento na Internet e se tornar, junto com o Yahoo!, uma referência para qualquer pessoa que procure saber da Fór- mula Truck na Web. “Vamos oferecer infor- mações de todo o evento, sem ficar presos só ao que se refere à Volkswagen Caminhões e Ônibus, o que é uma forma de atingir ainda mais internautas”, diz Barion. Foto: Sérgio Zacchi O executivo ressalta que a Volkswagen Caminhões e Ônibus escolheu o Yahoo! por se tratar de um portal muito importante e reconhecido mundialmente. “O perfil ino- vador nos agrada muito e também sentimos que faríamos uma grande parceria, pelo com- Ricardo Barion, da Volkswagen Caminhões e Ônibus: o desafio de fazer prometimento e entusiasmo do pessoal do a cobertura da Fórmula Truck é se tornar uma referência para qualquer pessoa que procure saber da competição na Web Yahoo!”, afirma Ricardo Barion. A cobertura vai trazer para o público in- formações sobre as provas, equipes, pilotos, classificação e tudo que envolve o universo 6
  7. 7. tão espalhadas na Web e se dedicam ao campeonato. Segundo Ricardo Barion, acompanhar e conhecer o que é dito sobre a empresa dentro dessas comunidades é essen- cial para poder oferecer ao público informa- ções relevantes e serviços que eles precisam. Estar cada vez mais próximo dos inter- nautas é dar oportunidade para que eles par- ticipem ativamente na comunicação, como no caso do projeto de parceria do Yahoo! com a Volkswagen Caminhões e Ônibus. “Entender o que os usuários falam e pensam sobre a marca e conseguir utilizar essa infor- mação para responder à altura às expectativas é uma maneira excelente de criar relaciona- mento e estar próximo deles”, avalia Isabelle. Um dos motivos que impulsiona a em- presa a patrocinar o evento e a investir na cobertura em parceira com o Yahoo! são os bons resultados. Segundo Ricardo Barion, outra vantagem é poder demonstrar toda a tecnologia dos produtos e também agregar a imagem vencedora adquirida. “Além disso, a Fórmula Truck é muito importante para es- treitarmos relacionamentos. Só no ano passa- do, levamos mais de sete mil convidados, en- tre área vip e arquibancada, em nove etapas. Este ano teremos dez etapas”, comemora. Para Isabelle, o aspecto de aventura e es- porte que a prova traz para o universo desse Reprodução produto faz com que os caminhões fiquem mais próximos de outros públicos, e não so- mente de frotistas e caminhoneiros. “O even- to amplia o universo de contato da marca Canal da Fórmula Truck no portal do Yahoo! com patrocínio exclusivo da com diferentes targets e consegue destacar os Volkswagen Caminhões e Ônibus outros aspectos positivos do produto, como tecnologia, robustez etc.”, explica. “ da Fórmula Truck, como garante Isabelle não havia veículo de comunicação que fizesse Entender o que os usuários Fernandes, planejadora de mídias interativas a cobertura abrangente e com o conteúdo falam e pensam sobre a marca da Almap BBDO, agência de publicidade da que a empresa desejava. “Queríamos colocar e conseguir utilizar essa Volkswagen. “Porém, não é apenas trazer a o conteúdo não só no site da Volkswagen, informação para responder informação, mas possibilitar que os usuários mas abrir para um público maior em um à altura às expectativas é colaborem, participem e interajam”, diz ela. portal com credibilidade. Foi uma parceria uma maneira excelente de na qual tanto a Volkswagen quanto o Yahoo! criar relacionamento e estar Canal exclusivo recheado de informação uniram o útil ao agradável, levando conteúdo próximo deles” No portal Yahoo! haverá um canal inteira- para as pessoas que têm curiosidade em saber Isabelle Fernandes, da Almap BBDO, mente dedicado à Fórmula Truck, com notí- sobre a Fórmula Truck, mas que não tinham agência de publicidade da Volkswagen cias atualizadas, vídeos e fotos, além de um onde buscar”, diz ela. grupo especial no Flickr e ações no Yahoo! Ela considera um grande desafio atingir Respostas. “Vamos trazer para mais pessoas esse tipo de consumidor ágil e participativo, Para Barion, a importância da Fórmula a possibilidade de acompanhar o evento, tanto da Internet como dos outros meios de Truck dentro do automobilismo nacional é ampliando os pontos de contato com o comunicação. “Precisamos saber como falar muito grande. Por ser pioneiro no segmento, público”, comenta Isabelle. “Essa divulgação com esse público nos diferentes momentos o evento hoje tem o apoio das principais é muito mais do que um patrocínio e do que do dia e de maneira relevante. Procurar es- montadoras. “O evento tem mais público um logo da Volkswagen dentro de um canal tratégias que pensem no todo, no mix de co- que a Fórmula 1, se contarmos apenas o dia com o conteúdo da Fórmula Truck. As in- municação, trabalhando com sinergia entre a da corrida. E para a Volkswagen Caminhões formações são compartilhadas entre os par- Internet e os demais meios”, diz Isabelle. e Ônibus, é o evento esportivo mais impor- ceiros”, complementa. tante e também o que recebe maior investi- Segundo a publicitária, a Volkswagen Rede Social tem atenção da Volkswagen mento”, finaliza. Caminhões e Ônibus sempre teve um inte- As comunidades virtuais também já são uma resse muito grande na Fórmula Truck, mas realidade dentro da Fórmula Truck. Elas es- 7
  8. 8. Tendências e atualidades >> Assuntos que você não pode deixar de saber Celulares ligados na Web Empresas de telefonia móvel investem cada vez mais na Internet para cativar o cliente e construir sua imagem O que acontece quando você junta a popularidade da Internet com o avanço tecnológico dos celulares? Para as marcas e agências de publicidade do setor, a resposta é uma só: é hora de inves- tir pesado na mídia digital. Os números do setor mostram que Web e mobile são uma convergência definitiva, seja com alternativa para anunciantes de todos os segmentos, seja como opção preferencial para as empresas fabricantes de celulares anunciarem seus próprios produtos. A mídia digital foi a que mais cresceu Foto: Sérgio Zacchi no setor de comunicação em 2008, fatu- rando R$ 760 milhões contra os R$ 527 milhões alcançados em 2007, segundo o IAB-Brasil. Estudo TGI Brasil feito pelo IBOPE em 2008 mostra que, em relação às outras mídias, a Internet é o segundo Rodrigo Moretz, da Samsung: formatos do Yahoo! têm impacto e sempre foram os mais meio mais utilizado para a decisão de compra almejados pela empresa para a consolidação da marca e de busca por informação de produtos. E é mero ainda é maior: 66%. Assim está criado o utiliza a Internet de maneira efetiva em suas justamente o aparelho celular um dos pro- cenário ideal para marcas e agências apostarem ações de mídia desde 2006 e sempre destaca dutos mais procurados na Web ao lado dos suas fichas na rede mundial como meio capaz o Yahoo! como portal de grande relevância. equipamentos eletrônicos. de estreitar os relaciona- “Um dos motivadores mentos com clientes e desse segmento é que os ampliar negócios. Por isso, resultados de hoje sempre as empresas fabricantes de abrem portas para resultados celulares não querem saber melhores amanhã, ou para de ficar paradas: está todo uma ação mais inusitada. mundo procurando seu Esse dinamismo é o que jeito de surfar na onda da fascina” mídia digital. Rodrigo Moretz, da Samsung Samsung busca Ainda segundo o estudo, das pessoas ineditismo e relevância que possuem celular, 58% são internautas. Se considerarmos os donos de telefones com Empresa coreana Reprodução tecnologia 3G (celulares de última geração que está no mercado com conexão banda larga móvel) esse nú- há 70 anos, a Samsung Campanha da Samsung mostra, por meio de interação do usuário, os recursos do celular Touchwiz F480 8
  9. 9. Tendências e atualidades Rodrigo Moretz, gerente de marketing de relacionamento da Samsung, afirma que os formatos do Yahoo! têm impacto e sempre foram os mais almejados pela empresa no momento de consolidação de marca e inicia- ção no cenário digital. Pipo Calazans, diretor de atendimento da One Digital, a então agência interativa da Samsung, explica que na campanha “Na- Foto: Sérgio Zacchi tal Tá Quente, Tá Frio Samsung”, veiculada no Yahoo! em 2008, o grande desafio era fazer algo que fosse inédito e relevante o suficiente para que a Samsung se destacasse num mercado inundado de promoções de Alessandra Cecco, da LG: ferramentas do Yahoo!, como o e-mail, o Flickr e os links todas as marcas, algo que que atingisse os patrocinados são de grande importância em todas as ações objetivos de cadastro e exposição. Para Calazans, as estratégias publicitá- Segundo Alessandra Cecco, gerente de ma- design. Portanto, impactar nossos consumi- rias dirigidas ao público online precisam estar rketing da empresa, um dos motivos que leva dores onde eles estiverem, de maneira cria- focadas no consumidor. “Devemos tirá-lo da posição de espectador e o colocá-lo como par- a LG a investir em marketing digital no por- tiva e gerando grande exposição, é o nosso te da solução. Assim, as chances de engajá-lo tal é a audiência qualificada e a possibilidade objetivo”, diz ela. e de conseguirmos passar a nossa mensagem de formatos diferenciados com intervenções Sérgio Caruso, presidente da Sinc, com sucesso aumentam exponencialmente. não invasivas, nas quais o usuário participa agência da LG responsável pelas campa- Com as mídias interativas, o consumidor se quiser. Ela explica que as ferramentas do nhas, acrescenta que no case específico do passou a ser mais exigente e a decidir o que portal, como o e-mail, o Flickr e os links celular LG Cookie, veiculado no Yahoo!, o quer ver”, defende ele. patrocinados são de grande importância em objetivo foi proporcionar entretenimento Moretz ressalta que os resultados do in- todas as ações. ao consumidor que, enquanto navega na vestimento online variam conforme a cam- Web, não está pensando em interagir com Para Alessandra, o maior desafio da panha, mas na avaliação final é percebido o as peças publicitárias. Sérgio credita o cres- LG é buscar o consumidor dentro das várias ganho de visibilidade no universo digital e cimento da mídia na Internet à capacidade vertentes da mídia digital de maneira suave. a geração de tráfego para o site e hotsites da desse meio de gerar engajamento e interação “Queremos estar sempre à frente no que se marca. “Um dos motivadores desse segmen- com a marca. “Nossa visão é de que a mídia refere ao posicionamento da marca. Somos to é que os resultados de hoje sempre abrem online continuará crescendo fortemente nos uma marca jovem e moderna, com produtos próximos três ou quatro anos, quando te- portas para resultados melhores amanhã, ou tecnologicamente avançados e com muito remos um mercado mais maduro”, comen- para uma ação mais inusitada. Esse dinamis- Reprodução ta. E acrescenta que mesmo com mo é o que fascina”, finaliza. Segun- do Calazans, a Samsung coloca, em todos os tipos de limitações de suas ações, o consumidor no seu verbas, formatos e prazos, as pos- devido lugar: o trono. E é isso que sibilidades na Web são infinitas e garante o sucesso na tão disputada parceiros como o Yahoo!, com suas atenção do consumidor. soluções diferenciadas e inovado- ras, geram muitas oportunidades LG procura impacto, mas sem para os clientes. invadir consumidor Dentre os resultados alcan- çados, o mais relevante, segundo A também coreana LG sempre Alessandra, foi o aumento do re- investiu nas ações em mídias digi- conhecimento da LG como marca tais e tem trabalhado campanhas inovadora e sempre alinhada com no Yahoo! desde março de 2008. os seus consumidores na Internet. Na ação da LG, usuário consegue movimentar o celular Cookie enquanto a home do Yahoo! desmonta na tela 9
  10. 10. Tendências e atualidades >> Assuntos que você não pode deixar de saber efetividade quando implementamos campa- nhas. É um canal que não é só um veículo, mas um parceiro que compartilha pesquisas, notícias e novos formatos”, diz Bulla. A Nokia utiliza o canal online como meio de divulgação e principalmente de sustentação das campanhas. Para Bulla a mídia online, além de ser mais barata que os outros canais tradicionais, tem uma cobertura muito gran- de, um público qualificado que adere à tecno- logia e busca informações e que tem um com- portamento jovem. “A Web é extremamente importante para as vendas”, argumenta. “Impactar nossos Foto: Divulgação consumidores onde eles estiverem, de maneira criativa e gerando grande exposição, é o nosso objetivo” Edmar Bulla: para as pessoas que nasceram na era digital, a Internet não tem diferença Alessandra Cecco, da LG do mundo offline e é por isso que as empresas devem investir em mídia online “A campanha do Celular Music Phone nos posicionamento a Nokia passou a ser uma posicionou como uma das marcas mais men- empresa de soluções de mobilidade e a inves- O executivo ressalta que mais impor- cionadas pela mídia social em 2008, de acor- tir cada vez mais nesse canal”, afirma. tante do que falar de resultados a partir desse do com a Revista Advertising Age. Hoje con- Bulla argumenta que o canal online é investimento, é poder controlar diariamente seguimos encontrar consumidores em blogs e muito importante porque existe uma mu- a performance de cada centavo que a Nokia comunidades que chegam a traçar uma linha dança de hábito de consumo de mídia e o investe na Internet. E diz que as redes sociais virtual entre ações em mídias sociais antes e celular transformou-se em mais uma alterna- são uma das três plataformas de mídia usadas depois da LG”, comemora Alessandra. tiva. Logo, se a empresa oferece serviços pela pela empresa. “O público brasileiro é muito Internet, deve oferecer também pelo celular. aderente às redes sociais e tem grande poder Nokia aposta em recursos e valoriza es- “A Nokia acredita nesse canal e ter parceiros construtivo ou destrutivo sobre as marcas, sência da marca como o Yahoo! é fundamental porque é um dependendo da utilização que faz. Portanto, a portal que oferece visibilidade de resultados e Nokia procura garantir a imparcialidade des- Líder mundial em comuni- Reprodução sas pessoas investindo em programas cação móvel, a finlandesa Nokia de relacionamento com formadores também investe pesado na mídia de opinião, lançando blogs, contas online. Edmar Bulla, gerente de de twitter; e em conteúdos gerados marketing digital da Nokia, con- pelo usuário”, finaliza. ta que a empresa anunciou ofi- cialmente no início de 2008 que Para Adilson Batista, vice-pre- passaria a adicionar serviços ao seu sidente executivo da Wunderman, portfólio de produtos para oferecer uma das agências da Nokia, as peças ao consumidor uma experiência publicitárias precisam ser ricas e re- mais completa. Mais: esses serviços pletas de recursos multimídia, já que seriam oferecidos basicamente por os produtos e serviços proporcionam meio da Internet. “A partir desse experiências novas para seu público. Ação da Nokia veiculada no Yahoo! mostra na home, depois do click do usuário, várias funções do celular N95 8GB
  11. 11. Mural >> Fábio Boucinhas “Temos que refletir na comunicação todo o potencial que a marca traz para a vida dos con- Publicidade ganha sumidores”, diz ele. Para criar identificação entre a marca destaque no Flickr e seu público-alvo na Internet, Adilson res- Grupos patrocinados salta que é necessário pensar na experiência que o consumidor vai ter ao chegar ao site ajudam anunciantes e no contato dele em cada uma das etapas a interagir com as posteriores ao clique na peça de mídia. “Esse comunidades do site é um fenômeno que não há nas mídias tradi- cionais”, acrescenta. O Flickr, site de compartilhamento de Para Marcelo Prais, o então diretor de imagens do Yahoo!, conquistou os in- interatividade da JWT Brasil, agência de pu- ternautas brasileiros. É o líder da cate- blicidade da Nokia, o consumidor digital não goria no Brasil e, portanto, desperta o é diferente do consumidor offline. Fazer essa interesse do mercado publicitário, que distinção é um grande equívoco que muitas está de olho na ferramenta com o obje- produtoras digitais ainda fazem. “A Web não tivo de engajar marcas, produtos e ser- viços, e utilizar a comunidade em favor irá substituir os demais meios. Vai ganhar das empresas. muito mais relevância e terá um papel ainda O conteúdo diferenciado do site mais importante em nossas vidas. Nas classes gera interesse dos usuários formadores A e B, é inviável pensar o cotidiano sem Web. de opinião, que por sua vez influencia- Fábio Boucinhas Com o crescimento desse meio nas classes C, rão os demais usuários. O Flickr é mui- Diretor de Produtos D e E, a tendência é a mesma”, acrescenta. to mais que um repositório de imagens Yahoo! Brasil bonitas. É um canal de conexão entre seus membros, funcionando como tes- sumidores. Com a criação de grupos “A mídia online, além de temunha de suas experiências pessoais. com temas inspiradores e relevantes, o ser mais barata, tem uma E como é a própria comunidade que anunciante atrai a comunidade do Fli- cobertura muito grande, produz seu conteúdo, o uso do site para ckr para a criação de buzz ao redor de um público qualificado que fins publicitários tem um conjunto de re- sua marca ou produto. Escolhendo um adere à tecnologia e busca gras bastante específicas. O conteúdo das ponto de partida criativo, os usuários informações e que tem um ações publicitárias no Flickr normalmen- reagem compartilhando suas fotos mais comportamento jovem” Edmar Bulla, da Nokia te é fornecido pela própria comunidade relevantes segundo o desafio proposto. de usuários e todas as soluções de publici- O anunciante pode também es- dade devem ser costuradas sob a ótica do tender o impacto e alcance de seu gru- engajamento na comunidade. po patrocinado no Flickr mostrando Os anunciantes, diz Marcelo, estão cada vez Como aliar, então, a publicidade as imagens enviadas ao grupo em seu mais preocupados em ter gestores de marca ao Flickr? O Yahoo! oferece diferen- próprio microsite, por meio do uso de como seus parceiros estratégicos e, por esse tes soluções como alternativas para o APIs comerciais. Usar o código aberto motivo, as agências ditas tradicionais já se anunciante, sendo os grupos patroci- da página para divulgar as fotos de seu prepararam. “A grande notícia é: há modelos nados uma das mais atraentes. Com grupo é uma ótima maneira de destacar e modelos, gente trabalhando de diferentes esse recurso, o anunciante tem a pos- a comunidade em seu próprio site e ins- maneiras e o mercado está crescendo. Apesar sibilidade de interagir ativamente com pirar mais pessoas a participarem. a comunidade, estimulando os usuários Com conteúdo relevante e criati- do investimento em mídia online ser de 3,5% a contribuirem com suas próprias fotos vidade, os anunciantes como patroci- do total, devemos olhar o copo meio-cheio e relacionadas ao tema daquele grupo. nadores podem inspirar os membros não a metade vazia”, finaliza Marcelo. Além disso, o anunciante pode lançar da comunidade a fazerem parte de mão dos banners onde a interação com uma experiência com sua marca. É só a marca realmente ocorre. ter em mente que o Flickr é um am- Trata-se de uma plataforma in- biente frequentado por uma comuni- terativa para alcançar potenciais con- dade vibrante e singular. 11
  12. 12. COM AS PESSOAS EM TODO LUGAR. Yahoo! Celular mobilidade segmentação cobertura performance Anuncie no Yahoo! Celular. Veja mais em: www.publicidadeyahoo.com.br PARCEIROS:

×