Eficiência energética apresentação guiada 11_08_2011

802 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Eficiência energética apresentação guiada 11_08_2011

  1. 1. Este material foi concebido para apoiar você na apresentação dos slides. Para começar a apresentação, um bom caminho é entender o nível de conhecimento do público ouvinte sobre o tema Eficiência Energética. Pergunte aos presentes o que eles entendem por “Eficiência Energética”. Independentemente das respostas, não os corrija – o objetivo da pergunta é entender o público, não avaliá-lo. Diga que, para que todos entendam a importância do tema, você precisa, rapidamente, apresentar o contexto no qual ela se insere. Esse é o objetivo dos 3 próximos slides.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 1
  2. 2. A principal mensagem aqui é que as atividades da sociedade moderna se baseiam no uso intensivo de energia. Se quiser promover interação com público, proponha que pensem em um dia comum da vida deles e que rapidamente digam em que momentos a energia está presente. Depois, peça para fazerem o mesmo exercício pensando na empresa onde trabalham ou na escola onde estudam. Depois você também pode pedir para fazerem um novo exercício: “Pensem em um dia comum da sua vida 10 anos atrás… hoje há mais ou menos demanda por energia?”. Todas responderão “Mais!” e você emenda dizendo que o consumo de energia por parte das empresas também cresceu nos últimos anos, não só no Brasil como em todos os países do mundo. Além disso, você pode trazer a questão para o âmbito social. Se todos os brasileiros fizessem esse mesmo exercício teriam um universo de comparação ainda mais surpreendente, afinal muitos nem tinham acesso a energia elétrica há 10 anos. Como muitas pessoas em todo o mundo, ainda não têm.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 2
  3. 3. Precisamos de energia, mas ela tem custos econômicos, sociais e ambientais associados à sua geração e consumo. Para gerar energia é preciso investir e bancar o impacto que uma usina (de qualquer tipo) gera ao meio ambiente e à população que vive no local onde ela é instalada. Coloque a seguinte provocação (que não precisa de debate ou resposta): “Por que não encaramos esta equação por outro viés: ao invés de gerar mais energia, podemos pensar também em usar melhor a energia já gerada? Chegamos aqui à questão central da apresentação! Em tempos em que convivemos com a demanda por energia para suportar o avanço econômico, maior competitividade entre as empresas e crises ambientais que preocupam o mundo, a eficiência energética é uma solução econômica, eficaz e rápida para diminuir custos, reduzir impactos ambientais e beneficiar mais pessoas.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 3
  4. 4. Por que ajuda a diminuir os riscos? Se a demanda por energia continuar aumentando sem eficiência, tudo indica que teremos escassez de recursos naturais e aumento de preços. Neste caso, quanto maior a dependência de energia, maior o risco de ter o seu dia a dia ou o funcionamento da sua empresa comprometido, e dessa conta ficar mais cara para seu bolso. Empresas mais eficientes, além de contribuírem para que não tenhamos esse problema lá na frente, terão mais fôlego para contornar esse desafio e serão mais competitivas. Sem contar que os consumidores valorizam as empresas comprometidas com o meio ambiente e com o país. E dá pra economizar sem fazer grandes revoluções no dia a dia da sua empresa e da sua casa! É disso que vamos falar daqui pra frente!Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 4
  5. 5. O objetivo da apresentação é mostrar algumas alternativas. Mas há muito mais a ser estudado sobre o tema e há muitas soluções que nem serão discutidas aqui, além das soluções que ainda nem conhecemos, afinal todos podem criar novas soluções.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 5
  6. 6. Explique que eficiência energética trata-se de contar com equipamentos, sistemas e práticas que ajudem a diminuir o consumo e o desperdício de energia. Para isso, contamos cada vez mais com novidades tecnológicas e fontes alternativas de energia, mas nossas atitudes são fundamentais. E é importante mostrar que, quando se fala de energia, é preciso pensar no custo- benefício – uma lâmpada fluorescente, por exemplo, é mais cara que uma lâmpada incandescente, mas, como ela dura mais e perde menos energia no seu funcionamento, acaba saindo mais barata ao longo do tempo.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 6
  7. 7. Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 7
  8. 8. Ao chegar aqui, provavelmente o público já se convenceu que Eficiência Energética é um bom negócio e estão ávidos para saber como podem praticar. Então, passe rapidamente por esse slide e parta para o guia de ações práticas.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 8
  9. 9. Mostre que para a maior parte dos eletrodomésticos já existem orientações sobre consumo e eficiência expressas em selos colados nos produtos. Para os produtos ainda não analisados pelo Inmetro, sempre vale buscar informações para comparar os dados de consumo de diferentes marcas. Se durante a apresentação, houver conexão de internet no local, vale a pena entrar na página do Procel e mostrar como se acessa a lista de equipamentos.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 9
  10. 10. Lembre que se a eficiência energética for planejada desde a fase de concepção do projeto de uma casa ou de um escritório, é possível conseguir resultados ainda melhores! Assim, pode-se planejar formas inteligentes de usar a luz do sol, poupando o uso de energia durante o dia. Como também pensar em sistemas setorizados (que possibilitam o acendimento somente de parte das luzes) em momentos que não for necessária a iluminação intensa. É sempre bom lembrar que algumas soluções mais eficientes, embora mais caras, permitem economizar custos e apresentam uma vida útil maior. Por isso, na hora de decidir a compra, é preciso considerar que o custo, às vezes mais caro de certos produtos, pode sair bem mais barato no final, pois o valor do equipamento mais eficiente tenderá a ser compensado com o tempo. O caso da lâmpada fluorescente compacta comparada à incandescente é emblemático nessa questão.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 10
  11. 11. Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 11
  12. 12. Ar condicionado é um grande consumidor de energia. Portanto, só use-o se e quando for realmente necessário. Lembre que o objetivo do ar condicionado deve ser manter o conforto: controlar o calor em ambientes internos e não necessariamente mantê-los gelados. Portanto, na maior parte dos casos ele não precisa ser usado no limite da sua capacidade. Leve em conta que ar condicionado tem bastante impacto na saúde das pessoas!Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 12
  13. 13. Fica mais legal falar sobre o Teto Verde, mostrando imagens. Procure pelos termos “teto verde” ou “green roof” no Google Imagens . Caso não haja conexão de internet, imprima algumas fotos e mostre-as ao grupo.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 13
  14. 14. Lembre que não adianta ter cuidados na escolha e aquisição dos equipamentos caso sejam usados de forma não-eficiente e não recebam a manutenção adequada (aparelhos mal conservados geram até 30% de consumo adicional e podem gerar acidentes!). Passe rapidamente pelas dicas de uso e manutenção. Aparelhos em Stand-By: desligar os aparelhos da tomada pode parecer incômodo. Uma boa opção é comprar uma “régua” (o tal do benjamim) com botão de liga e desliga e deixá-la em lugar mais acessível. Assim você não precisa se contorcer para ligar e desligar os aparelhos. É só deixar a régua do lado da TV, por exemplo, e acioná-la quando necessário.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade
  15. 15. Mostre como evitar horários de pico faz diferença na prática, dando destaque para o caso da Higra. Se houver conexão de internet, apresente a seção “Banco de Práticas” do Portal do Espaço de Práticas em Sustentabilidade (www.santander.com.br/sustentabilidade) onde são disponibilizados este e outros casos.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade
  16. 16. Os próximos dois slides sumarizam alguns dos principais temas que precisamos ter em conta na hora de pensar em eficiência energética. É como check-list que podemos ter em mãos na hora de comprar um equipamento, planejar um projeto ou repensar nosso consumo.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 16
  17. 17. E encoraje-o a levar os ensinamentos a diante, tal qual você está fazendo! Todos podemos ser multiplicadores!Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 17
  18. 18. Caso as pessoas se interessem em saber mais sobre a atuação do Santander em relação ao tema, os próximos slides apresentarão o que o banco oferece aos seus clientes e o que pratica internamente.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 18
  19. 19. Algumas soluções para eficiência energética podem parecer caras ou inviáveis à primeira vista, mas podem ser financiadas e gerar muito economia ao longo do tempo, além de outras melhorias econômicas, sociais e ambientais.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 19
  20. 20. Estes são apenas alguns exemplos de soluções que podem ser financiadas. Enfatize que nas referências há links para aprofundamento e indicações de Associações que permitem entender melhor sobre essas soluções e conhecer outras alternativas.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 20
  21. 21. Este e os próximos slides são alguns exemplos de clientes do Santander, que ao financiar a aquisição de equipamentos, passaram a economizar recursos, além de gerar ganhos sociais e ambientais. Para mais informações sobre este e outros casos, acesso o “Banco de Práticas”: http://sustentabilidade.santander.com.br/bancodepraticas/default.aspxEspaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 21
  22. 22. 22
  23. 23. Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 23
  24. 24. Serão apresentadas algumas práticas internas do SantanderEspaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 24
  25. 25. Essas são algumas práticas que o Santander adota, que podem inspirar outras empresas e escritórios e gerar grandes economias.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 25
  26. 26. Lembre que para ser mais eficiente é importante acompanhar os dados de consumo! As empresas podem incentivar a redução do uso de energia, gerando incentivos e reconhecimentos às pessoas que conseguirem diminuir seu consumo. Pequenas Centrais Hidrelétricas geram inundação de menores áreas de terra, quando comparadas às grandes Centrais.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 26
  27. 27. A maior parte das soluções não funcionam sozinhas, por isso não basta implementar novas tecnologias, sem conscientizar as pessoas. A mudança de atitude é fundamental. E para isso passar informações não é suficiente, é preciso sensibilizar as pessoas, para que percebam como o tema tem a ver com elas e como podem colocar em prática. Educação transversal significa inserir temas de sustentabilidade dentro de cursos que já existem, fazendo conexão com os assuntos ministrados. Educação específica é criar cursos focados em determinados temas da sustentabilidade.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 27
  28. 28. Caso haja conexão de internet, vale a pena entrar nos links desta página e mostrar os conteúdos rapidamente.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade
  29. 29. Estimule o aprofundamento do público.Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 29
  30. 30. Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 30
  31. 31. Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 31
  32. 32. Espaço de Práticas em Sustentabilidade: www.santander.com.br/sustentabilidade 32

×