EBD
Pra Luciana Evangelista
"Portanto, meus amados, fugi da
idolatria."
(1 Co 10.14)
O segundo mandamento proíbe a
idolatria, adoração de ídolo,
imagem de um deus ou de
qualquer objeto de culto.
Êxodo 20.4-6;
Deuteronômio 4.15-19
O primeiro mandamento estabelece a
adoração somente a Deus e a mais
ninguém. A ordem do segundo
mandamento é para adorar a...
1. Ídolo e Imagem:
péssel (hebraico) – imagem
de escultura
eidolon (grego) – ídolo
Ídolo – objeto de culto que
pelos idóla...
Aserá ou Astarote:
deusa cananéia da
fertilidade, do amor
e da guerra.
2. Idolatria: O termo "idolatria" vem de eidolon,
"ídolo", e latreia, "serviço sagrado, culto,
adoração". Idolatria é a fo...
a)‘... ajoelhar-me-ia eu diante de um pedaço de árvore?.…’ (Is. 44.19b)
b) Obras de mãos de homens (Sl 115, 4b).
c) São co...
a) São maldições em nossas casas (Dt 7.25,26).
b) Elas atraem maldições em nossas vidas. (Dt 7.25,26).
c) São malditos aqu...
a) Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. (I Jo 5.21).
b) Que ligação há entre o santuário de Deus e os
ídolos. (II Co 6.16).
...
1. O Deus zeloso.
2. As Ameaças.
3. As Promessas.
“Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como
prata o...
1. Adoração
2. Deus é espírito (Cl 1.15; 1 Tm 1.17; Jo 4.24)
3. Deus é imanente e transcendente.
Imanência - s.f. Caracter...
1. O que dizem os teólogos católicos romanos?
2. Uma interpretação forçada.
3. O uso de figuras como símbolo de adoração.
...
Segundo os estudiosos, por volta do ano
310 foi introduzida a oração aos mortos e o sinal
da cruz, práticas que deram iníc...
 Não. A idolatria se caracteriza por tudo aquilo
que toma o lugar de Deus no coração da
pessoa.
 Não. O objetivo é contrastar o castigo para
"terceira e quarta geração" com o propósito de
Deus de abençoar a milhares d...
 Em primeiro lugar, Maria, apesar de ser a mãe
de Jesus, era uma mulher igual às outras, mas
achada graciosa pelo Senhor....
 Não. Não há nada na Bíblia que condene ter
objetos decorativos em casa.
 Não. Temos de ter discernimento para não
proibirmos o que a Bíblia não proíbe. Temos de
distinguir os ídolos dos objetos...
Devemos ter discernimento para distinguir ídolos
de objetos meramente decorativos. Tudo aquilo
que a pessoa ama mais do qu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas

609 visualizações

Publicada em

Revista da CPAD. 1º Trimestre de 2015. Os Dez Mandamentos: Valores Divinos para uma Sociedade em Constante Mudança. Comentarista: Esequias Soares.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
609
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas

  1. 1. EBD Pra Luciana Evangelista
  2. 2. "Portanto, meus amados, fugi da idolatria." (1 Co 10.14)
  3. 3. O segundo mandamento proíbe a idolatria, adoração de ídolo, imagem de um deus ou de qualquer objeto de culto.
  4. 4. Êxodo 20.4-6; Deuteronômio 4.15-19
  5. 5. O primeiro mandamento estabelece a adoração somente a Deus e a mais ninguém. A ordem do segundo mandamento é para adorar a Deus diretamente, sem mediação de qualquer objeto. A idolatria é o primeiro dos três pecados capitais na tradição judaica, "a idolatria, a impureza e o derramamento de sangue". Os cristãos devem se abster da contaminação dos ídolos (At 15.20).
  6. 6. 1. Ídolo e Imagem: péssel (hebraico) – imagem de escultura eidolon (grego) – ídolo Ídolo – objeto de culto que pelos idólatras tem poderes sobrenaturais Imagem – representação do ídolo
  7. 7. Aserá ou Astarote: deusa cananéia da fertilidade, do amor e da guerra.
  8. 8. 2. Idolatria: O termo "idolatria" vem de eidolon, "ídolo", e latreia, "serviço sagrado, culto, adoração". Idolatria é a forma pagã de adoração a ídolos, de adorar e servir a outros deuses ou a qualquer coisa que não seja o Deus verdadeiro. 3. Semelhança ou Figura: temunah (hebraico) – aparência, representação, manifestação, figura. É proibido adorar ao Deus verdadeiro utilizando qualquer tipo de objeto como intermediário.
  9. 9. a)‘... ajoelhar-me-ia eu diante de um pedaço de árvore?.…’ (Is. 44.19b) b) Obras de mãos de homens (Sl 115, 4b). c) São condenados por deus quem faz e confia. (sl 115, 1-8). d) São abomináveis ao Senhor. (dt 7.25). e) Deus odeia. (Dt 16.22). f) Deus proíbe a fabricação de imagens. (Ex 20.4; Dt 5.8; Lv 19.4; 26.1). g) A lei de Deus proibia tal prática (Ex 20. 3-4; 34.17; Is 44.10-18; Lv 19.4; 26.1). h) Os profetas condenaram tal prática. (Is 30.22; 42.17; 45.20; Os 13.2). i) Maldito o homem que faz. (Dt 27. 15). j) Proibição de imagens em forma de homens e mulheres(Dt 4. 15-19). k) Deus não divide Sua glória com imagens de escultura. (Is 42.8). l) É mudar a glória de Deus por semelhança humana. (Rm 1.23). m) É mudar a verdade de Deus em mentira. (Rm 1.25; Sl 115 4-8). n) É amar mais as criaturas do que o Criador. (Rm 1.25; Sl 115 4-8). o) O ídolo é mentira. (Jr 10.14). p) A imagem é destituída de proveito. (Jz 10:14; Is 46:7). q) Vaidade, obra ridícula. (Jr 10.14).
  10. 10. a) São maldições em nossas casas (Dt 7.25,26). b) Elas atraem maldições em nossas vidas. (Dt 7.25,26). c) São malditos aqueles que as fazem. (Dt 27.15). d) São malditos aqueles que as escondem. (dt 27.15). e) Provoca a ira de Deus. (jr 25.6-7). f) Serão confundidos os que servem e se gloriam das imagens. (Sl 97.7). g) Serão abatidos, humilhados e não serão perdoados. (Is 2.8,9). h) Serão afastados da misericórdia divina. (Jn 2.8). i) Ficam fora de si, sem compreensão e conhecimento. (Is 44.19). j) Estupidez desprovida do saber. (Jr 10.14). k) No tempo do seu castigo virão a perecer. (Jr 10.14). l) Serão confundidos e envergonhados. (Is 42.17).
  11. 11. a) Filhinhos, guardai-vos dos ídolos. (I Jo 5.21). b) Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos. (II Co 6.16). c) “... Se abstenha da contaminação de ídolos.” (At. 15.20). d) Detestá-las e abominá-las, pois são amaldiçoadas (Dt. 7.25). e) Queimá-las, não cobiçá-las nem tomá-las para si. (Dt 7.26). f) Lançá-las fora como coisa imunda e dirás: fora daqui! (Is 30.22). g) Derrubar, quebrar e cortar. (Ex 34.13). …”
  12. 12. 1. O Deus zeloso. 2. As Ameaças. 3. As Promessas. “Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver que lhes foi transmitida por seus antepassados, mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito, conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.” (I Pe 1.18-20)
  13. 13. 1. Adoração 2. Deus é espírito (Cl 1.15; 1 Tm 1.17; Jo 4.24) 3. Deus é imanente e transcendente. Imanência - s.f. Característica do que é imanente. Filosofia. Característica do que faz parte da essência de alguma coisa em oposição à existência (real, imaginária ou fictícia). Característica ou particularidade daquilo que é intrínseco ao mundo material e concreto. Aquilo que existe materialmente; o que é real. Transcendência - s.f. Qualidade, caráter do que é transcendente. Filosofia. Caráter do que está fora do alcance de nossa ação ou até de nosso pensamento: Kant afirma a transcendência da coisa em si com relação ao conhecimento humano.
  14. 14. 1. O que dizem os teólogos católicos romanos? 2. Uma interpretação forçada. 3. O uso de figuras como símbolo de adoração. (Sl 115.4-8) 4. Mariolatria - Nós reconhecemos o papel honroso da mãe de nosso Senhor Jesus Cristo, mas ela mesma jamais aceitaria ser cultuada (Lc 1.46, 47; 11.27, 28; 1 Tm 2.5).
  15. 15. Segundo os estudiosos, por volta do ano 310 foi introduzida a oração aos mortos e o sinal da cruz, práticas que deram início aos desvios doutrinários no seio da Igreja e que levariam à construção do Romanismo. Logo em seguida a este primeiro desvio doutrinário, tivemos a introdução tanto do uso de velas (por volta do ano 320), como também a chamada “veneração” de anjos e de “santos falecidos” (por volta do ano 375). No Concílio de Éfeso, em 431, quando Maria foi proclamada “Mãe de Deus”, deu-se o início da mariolatria, ou seja, da adoração a Maria. (Ev. Dr. Caramuru Afonso Francisco)
  16. 16.  Não. A idolatria se caracteriza por tudo aquilo que toma o lugar de Deus no coração da pessoa.
  17. 17.  Não. O objetivo é contrastar o castigo para "terceira e quarta geração" com o propósito de Deus de abençoar a milhares de gerações.
  18. 18.  Em primeiro lugar, Maria, apesar de ser a mãe de Jesus, era uma mulher igual às outras, mas achada graciosa pelo Senhor. E ela jamais aceitaria ser cultuada, pois a glória deve ser dada somente a Deus.
  19. 19.  Não. Não há nada na Bíblia que condene ter objetos decorativos em casa.
  20. 20.  Não. Temos de ter discernimento para não proibirmos o que a Bíblia não proíbe. Temos de distinguir os ídolos dos objetos meramente decorativos e das artes e esculturas artísticas. Deus mesmo inspirou artistas entre os israelitas no deserto (Êx 35.30-35).
  21. 21. Devemos ter discernimento para distinguir ídolos de objetos meramente decorativos. Tudo aquilo que a pessoa ama mais do que a Deus torna-se idolatria (Ef 5.5; Cl 3.5). A Bíblia não proíbe as artes, nem a escultura em si mesma e nem a pintura. Deus mesmo inspirou artistas entre os israelitas no deserto (Êx 35.30-35). O rei Salomão mandou esculpir querubins na parede e touros e leões para decorar o templo (1 Rs 6.29; 7.29) e o palácio real (1 Rs 10.19, 20), mas nunca com objetivo de que tais objetos fossem adorados.

×