LIGA O SOM E ESPERA QUE A MÚSICA COMECELIGA O SOM E ESPERA QUE A MÚSICA COMECE
Perante tantas feridas que nos causam dano e que nosPerante tantas feridas que nos causam dano e que nos
poderiam endurece...
É uma das mais distintas práticas quaresmaisÉ uma das mais distintas práticas quaresmais
que a Igreja nos recomenda. Devem...
São o resultado da combustão das coisasSão o resultado da combustão das coisas
ou das pessoas. Representam a consciênciaou...
Deriva da palavra latinaDeriva da palavra latina “Incendere”,“Incendere”,
“incender”“incender”. É uma das resinas que. É u...
A palavra “círio” vemA palavra “círio” vem
do latimdo latim “cereus”“cereus” , de cera,, de cera,
o produto das abelhas.o ...
É um lugar despovoado, árido, inabitado, falandoÉ um lugar despovoado, árido, inabitado, falando
geograficamente. É o luga...
É fruto da misericórdia.É fruto da misericórdia.
A esmola é aquela que Deus quer.A esmola é aquela que Deus quer.
Tem de s...
O JejumO Jejum
É elemento significativo do caminhoÉ elemento significativo do caminho
quaresmal. O jejum tem sentido sequa...
AA
ABSTINÊNCIAABSTINÊNCIA
É muito aconselhável manter-se esta forma deÉ muito aconselhável manter-se esta forma de
abstinê...
Todavia, o essencial do espírito de abstinência
é a escolha de uma alimentação simples e pobre
e a renúncia ao luxo e ao e...
Simbolismo da quaresma
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Simbolismo da quaresma

242 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
242
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simbolismo da quaresma

  1. 1. LIGA O SOM E ESPERA QUE A MÚSICA COMECELIGA O SOM E ESPERA QUE A MÚSICA COMECE
  2. 2. Perante tantas feridas que nos causam dano e que nosPerante tantas feridas que nos causam dano e que nos poderiam endurecer o coração, somos chamadospoderiam endurecer o coração, somos chamados a submergirmo-nos no mar da oração, que é o mar imensoa submergirmo-nos no mar da oração, que é o mar imenso de Deus, para saborear a sua ternura. A Quaresma é tempode Deus, para saborear a sua ternura. A Quaresma é tempo de oração, de uma oração mais intensa, mais prolongada, maisde oração, de uma oração mais intensa, mais prolongada, mais assídua, mais capaz de se tornar encargo das necessidadesassídua, mais capaz de se tornar encargo das necessidades dos irmãos; oração de intercessão, para rogar ante Deusdos irmãos; oração de intercessão, para rogar ante Deus por tantas situações de pobreza e sofrimento.por tantas situações de pobreza e sofrimento. A ORAÇÃOA ORAÇÃO A oração é a força do cristãoA oração é a força do cristão e de cada pessoa crente. Nae de cada pessoa crente. Na debilidade e na fragilidade dadebilidade e na fragilidade da nossa vida, podemos dirigir-nosnossa vida, podemos dirigir-nos a Deus com confiança de filhosa Deus com confiança de filhos e entrar em comunhão com Ele.e entrar em comunhão com Ele.
  3. 3. É uma das mais distintas práticas quaresmaisÉ uma das mais distintas práticas quaresmais que a Igreja nos recomenda. Devemos praticarque a Igreja nos recomenda. Devemos praticar a caridade com todo aquele que nos está maisa caridade com todo aquele que nos está mais próximo, seja familiar ou profissional e tambémpróximo, seja familiar ou profissional e também sobre aquele que se encontra em dificuldades.sobre aquele que se encontra em dificuldades.
  4. 4. São o resultado da combustão das coisasSão o resultado da combustão das coisas ou das pessoas. Representam a consciênciaou das pessoas. Representam a consciência do nada, da nulidade da criaturado nada, da nulidade da criatura em relaçãoem relação ao Criador. Simbolizam o sofrimento, o luto,ao Criador. Simbolizam o sofrimento, o luto, o arrependimento.o arrependimento. As CinzasAs Cinzas
  5. 5. Deriva da palavra latinaDeriva da palavra latina “Incendere”,“Incendere”, “incender”“incender”. É uma das resinas que. É uma das resinas que produz um agradável aroma ao arder.produz um agradável aroma ao arder. O incenso é encontrado principalmenteO incenso é encontrado principalmente no Oriente, e desde antigamente nono Oriente, e desde antigamente no Egipto, antes dos israelitas chegaremEgipto, antes dos israelitas chegarem era usado em cerimónias religiosas,era usado em cerimónias religiosas, por seu fácil simbolismo de perfumepor seu fácil simbolismo de perfume e festa, de sinal de honra e respeitoe festa, de sinal de honra e respeito ou de sacrifício aos deuses e aindaou de sacrifício aos deuses e ainda símbolo de oferenda sacrificial.símbolo de oferenda sacrificial. O incenso é usado na missa,O incenso é usado na missa, quando se quer ressaltar a festividadequando se quer ressaltar a festividade do dia, o altar, as imagens da Cruzdo dia, o altar, as imagens da Cruz ou da Virgem, o livro do evangelho,ou da Virgem, o livro do evangelho, as oferendas sobre o altar,as oferendas sobre o altar, os ministros e o povo cristãoos ministros e o povo cristão no ofertório, o Santíssimo depoisno ofertório, o Santíssimo depois da consagração ou nas celebraçõesda consagração ou nas celebrações do culto eucarístico.do culto eucarístico. O IncensoO Incenso
  6. 6. A palavra “círio” vemA palavra “círio” vem do latimdo latim “cereus”“cereus” , de cera,, de cera, o produto das abelhas.o produto das abelhas. O círio mais importanteO círio mais importante é o que se acende na Vigíliaé o que se acende na Vigília Pascal como símbolo dePascal como símbolo de Cristo – Luz, e que ficaCristo – Luz, e que fica sobre uma elegante colunasobre uma elegante coluna ou candelabro adornado.ou candelabro adornado. O Círio Pascal é,O Círio Pascal é, desde os primeiros séculos,desde os primeiros séculos, um dos símbolos maisum dos símbolos mais expressivos da vigília.expressivos da vigília. O CírioO Círio
  7. 7. É um lugar despovoado, árido, inabitado, falandoÉ um lugar despovoado, árido, inabitado, falando geograficamente. É o lugar do jejum, consideradogeograficamente. É o lugar do jejum, considerado como desprendimento e solidão interior e exterior,como desprendimento e solidão interior e exterior, para levar à união com Deus. Para a Bíblia, o desertopara levar à união com Deus. Para a Bíblia, o deserto é, igualmente, um tempo de oração intensa.é, igualmente, um tempo de oração intensa. É o lugar do sofrimento purificador e da reflexão.É o lugar do sofrimento purificador e da reflexão. OO DesertoDeserto
  8. 8. É fruto da misericórdia.É fruto da misericórdia. A esmola é aquela que Deus quer.A esmola é aquela que Deus quer. Tem de ser fruto do amor, da partilha,Tem de ser fruto do amor, da partilha, da humildade, da libertaçãoda humildade, da libertação ou da transparência.ou da transparência. AA EsmolaEsmola
  9. 9. O JejumO Jejum É elemento significativo do caminhoÉ elemento significativo do caminho quaresmal. O jejum tem sentido sequaresmal. O jejum tem sentido se abala a nossa segurança, e inclusive seabala a nossa segurança, e inclusive se dele advém benefício para os demais,dele advém benefício para os demais, se nos ajuda a cultivar o estilo do Bomse nos ajuda a cultivar o estilo do Bom Samaritano, que se inclina sobreSamaritano, que se inclina sobre o irmão em dificuldade e se ocupa dele.o irmão em dificuldade e se ocupa dele. Permite a eleição de uma vida sóbria, no seu estilo; uma vida que não esbanja, uma vida que não «afasta». Jejuar ajuda-nos a treinar o coração para a essencialidade no partilhar. É um sinal de tomada de consciência e de responsabilidade ante as injustiças, os atropelos, especialmente o respeito pelos pobres e os “pequenos”, e é sinal da confiança que pomos em Deus e na sua providência.
  10. 10. AA ABSTINÊNCIAABSTINÊNCIA É muito aconselhável manter-se esta forma deÉ muito aconselhável manter-se esta forma de abstinência, particularmente nas sextas-feiras daabstinência, particularmente nas sextas-feiras da Quaresma. Mas poderá ser substituída pela privaçãoQuaresma. Mas poderá ser substituída pela privação de outros alimentos e bebidas,de outros alimentos e bebidas, sobretudo mais requintados e dispendiosossobretudo mais requintados e dispendiosos ou da especial preferência de cada um.ou da especial preferência de cada um. A abstinência consiste naA abstinência consiste na escolha de uma alimentaçãoescolha de uma alimentação simples e pobre. A suasimples e pobre. A sua concretização na disciplinaconcretização na disciplina tradicional da Igrejatradicional da Igreja era a abstenção de carne.era a abstenção de carne.
  11. 11. Todavia, o essencial do espírito de abstinência é a escolha de uma alimentação simples e pobre e a renúncia ao luxo e ao esbanjamento. Só assim a abstinência será privação e se revestirá de carácter penitencial. Contudo, devido à evoluçãoContudo, devido à evolução das condições sociais e dodas condições sociais e do género de alimentação,género de alimentação, aquela concretização podeaquela concretização pode não bastar para praticar anão bastar para praticar a abstinência como actoabstinência como acto penitencial.penitencial. ELABORAÇÃO E FORMATAÇÃOELABORAÇÃO E FORMATAÇÃO António Elísio PortelaAntónio Elísio Portela MÚSICAMÚSICA André Rieu,André Rieu, Flores da PrimaveraFlores da Primavera

×