Questões para ateus02Filhos da nossa cultura, continuamos a pensar      Índice:01.09. A entrega total só pode ser mútua (8...
Somos filhos nos planos físico e cultural                 2/8 Temos umbigo como legado de quem  nascemos. Existimos porqu...
Somos filhos nos planos físico e cultural   3/8 A nossa existência e inteligência  têm uma dívida básica com a sua  orige...
A inteligência pode sempre mais: continua a pensar        4/8 Sempre que conhecemos algo, sabemos,  ao mesmo tempo, que h...
Cada cultura é fundamento, e não constrangimento dopensamento                                            5/8 A cultura qu...
Cada cultura é fundamento, e não constrangimento dopensamento                                               6/8 Se a cult...
Ser inteligente significa e exige superar os limitesculturais                                                 7/8 Aliment...
Ser inteligente significa e exige superar os limitesculturais                                               8/8 Receber o...
Ficha técnica                                                                9/8 Slides   Original em português europeu ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Questões para ateus (2)

252 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Questões para ateus (2)

  1. 1. Questões para ateus02Filhos da nossa cultura, continuamos a pensar Índice:01.09. A entrega total só pode ser mútua (8 slides) A Origem do Universo (8 slides)02.10. Filhos daque Deus se revele (10slides) pensar (8 slides) É lógico nossa cultura, continuamos a11. Deus não está “fora” do mundo (8 slides)12. Deus As expressões “antes” doque” e “sou slides) 03. não apareceu “eu creio mundo (8 da opinião que” têm o13. mesmo significado? (9 (9 slides) Criatividade e Criação slides) 04. “Deus existe”: é uma questão de fé ou de razão? (10 slides) 05. Deus está no de um Interlocutor Absoluto (8 slides) 14. A existência íntimo, e em cada detalhe (10 slides)06. Matéria e está em cada detalhe, por que há mal?slides)15. Se Deus casualidade? No mundo há mais…( 8 (9 slides)07. Porquê meter-se nadores naturais?de criar? ( 11 slides ) 16. E os males e “complicação” (10 slides)08. Ser (pessoa): amar e ser amado (10 slides)
  2. 2. Somos filhos nos planos físico e cultural 2/8 Temos umbigo como legado de quem nascemos. Existimos porque outros nos deram a existência, tanto física como intelectual. Sem isto não sería- mos nada. Somos capazes de pensar porque os nossos pais, professores, toda a sociedade e a nossa cultu- ra alimentam a nossa inteligência. Somos filhos nos planos físico e cultural.
  3. 3. Somos filhos nos planos físico e cultural 3/8 A nossa existência e inteligência têm uma dívida básica com a sua origem: pais, mestres, cultura e sociedade. É necessário reconhe- cê-lo para nos conhecermos e poder continuar a avançar.
  4. 4. A inteligência pode sempre mais: continua a pensar 4/8 Sempre que conhecemos algo, sabemos, ao mesmo tempo, que há mais verdade por conhecer, que há mais para aprender e pensar. Em cada momento, conhecemos o que conhecemos, mas a inteligência pode sempre mais. Ser inte- ligente significa que se pode sempre – e temos esse dever – de continuar a pensar. No caso das crianças, quando aprendem algo novo, dão-se conta de que isso não é tudo, e perguntam: e porquê?
  5. 5. Cada cultura é fundamento, e não constrangimento dopensamento 5/8 A cultura que recebemos é a base e o alimento do nosso pensamento, mas não é limite do acto de pensar. Uma vez assimilada a cultura, pode- mos e devemos repensar e melhorar aquilo que recebemos. Se não, nem o assimilamos de verdade, nem lhe fazemos justiça.
  6. 6. Cada cultura é fundamento, e não constrangimento dopensamento 6/8 Se a cultura fosse um limite absoluto do pensamento, não haveria, provavelmente, pensamento. Não seríamos inteli- gentes e capazes de pensar. E, assim, também não haveria uma cultura anterior de que se alimentasse. Assim: Afirmar que todo o pensa- mento está condicionado nos limites da sua cultura é contraditório.
  7. 7. Ser inteligente significa e exige superar os limitesculturais 7/8 Alimentados por uma cultura concreta, somos capazes de ver as suas limita- ções, de fazer uma crítica da nossa cultura, ver que há que melhorar, e continuar a avançar.. Podemos comparar a nossa cultura com outras culturas. Ver as vantagens e limitações de cada uma, e reconhecer a superioridade de uma ou outra nos seus distintos aspectos.
  8. 8. Ser inteligente significa e exige superar os limitesculturais 8/8 Receber o legado da nossa cultura exige-nos continuar a pensar, superar os nossos limites, avançar. Só assim somos dignos da herança inteligente que recebemos.
  9. 9. Ficha técnica 9/8 Slides  Original em português europeu - disponível em inicteol.googlepages.com

×