SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Página EXPRESSO — Notícias, opinião, blogues, fóruns, podcasts. O semanário de referê...                             1 de 1




Os católicos e a política

Henrique Raposo (www.expresso.pt)
ontem às 8:00

Há sempre um ponto que me desgosta em muitos amigas e amigos católicos: é a distância em relação ao debate público
e político, é o nojo fácil pela política. Isso é visível, por exemplo, no Facebook. Ali podemos ver milhentas pessoas a
assumir com orgulho a identidade católica e, ao mesmo tempo, a desprezar a identidade política. Na secção "religious
views", surge triunfante a palavra "católica". Na secção "political views", surge um pobre e fácil "não uso disso" ou um
"são todos iguais", etc. Na revista Communio (Setembro 1988), o omnipresente Francisco Lucas Pires escreveu um artigo
que é, para mim, a melhor resposta a esta pobreza apolítica de um certo catolicismo.
Nesta prosa, intitulada "Pureza de Coração e Vida Política", Lucas Pires afirma que existem duas maneiras de um cristão
lidar com a esfera política. A primeira passa por aceitar que os princípios e regras da esfera política são de "outro tipo" e
que, por isso, o cristão só deve ter preocupações com a salvação da sua consciência. Ou seja, o cristão deve criar uma
redoma à sua volta, retirando-se assim dos debates da Cidade. Nesta via, o cristão julga-se tão puro, que não quer
sujar as mãos na realidade. "Sim, sou muito católico, mas não quero nada com a política, são todos iguais".
Como já perceberam, Francisco Lucas Pires critica esta primeira via, e defende uma alternativa. Para o ex-líder do CDS e
inspirador de boa parte do PSD atua l, um cristão tem o dever de lutar na Cidade, tem o dever de fazer opções
públicas e políticas. Porque o leigo não é o padre a viver fora da Cidade. O leigo tem de viver no mundo, tem de
produzir e/ou participar numa narrativa normativa para a Cidade, mesmo quando essa Cidade é dura e suja. Sim, a
política namora com o pecado e com a mentira, mas - precisamente por causa disso - a política é o terreno
propício para se apurar a "pureza de coração". Só podemos testar a nossa pureza num mundo imperfeito e duro. A
redoma apolítica é uma via fácil e pouco cristão.
Portanto, numa lógica algo parecida à de T.S. Eliot, Lucas Pires diz que o cristão tem de tentar influenciar o espaço
público, tem de levar os seus valores cristãos para a Cidade. O cristão não tem apenas de salvar a sua consciência:
também tem de salvar a sua cultura. O cristão não é apenas um ser metafísico, também é um ser historicamente
situado. No fundo, não deve existir uma separação entre a obediência moral (a Cristo, a Deus) e a vida política e
colectiva aqui na Cidade dos homens. Pelo contrário: deve existir uma tensão criadora entre a ética cristã e a realidade
política.


Palavras-chave Blogues, Negócios e Finanças, Economia




http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=print&op=view&fokey=ex.stories/669920&sid=ex.... 27-08-2011

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Cristãos e política - o dever de influenciar o espaço público

áUreo busetto a democracia cristã no brasil - princípios e práticas
áUreo busetto   a democracia cristã no brasil - princípios e práticasáUreo busetto   a democracia cristã no brasil - princípios e práticas
áUreo busetto a democracia cristã no brasil - princípios e práticasleniogravacoes
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...ParoquiaDeSaoPedro
 
Mensagem quaresma 2014 pobreza e riqueza de deus e dos homens
Mensagem quaresma 2014   pobreza e riqueza de deus e dos homensMensagem quaresma 2014   pobreza e riqueza de deus e dos homens
Mensagem quaresma 2014 pobreza e riqueza de deus e dos homensCdjp Aveiro
 
Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?
Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?
Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?Samuel Lima
 
Protestantismo brasileiro
Protestantismo brasileiroProtestantismo brasileiro
Protestantismo brasileiroElias Sants
 
A evangelizaçao da política 2 ee
A evangelizaçao da política 2 eeA evangelizaçao da política 2 ee
A evangelizaçao da política 2 eeElisio Estanque
 
Liderança missional e igreja missional
Liderança missional e igreja missionalLiderança missional e igreja missional
Liderança missional e igreja missionalArturo Menesses
 
Matriz crista europa
Matriz crista europaMatriz crista europa
Matriz crista europaEwmyx Marinho
 
Livro visoes e ilusoes politicas david t koyzis
Livro visoes e ilusoes politicas david t koyzisLivro visoes e ilusoes politicas david t koyzis
Livro visoes e ilusoes politicas david t koyzisCarlos Alves
 
Encontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristã
Encontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristãEncontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristã
Encontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristãUFMT Rondonópolis
 
Huberto rohden que vos parece do cristo
Huberto rohden   que vos parece do cristoHuberto rohden   que vos parece do cristo
Huberto rohden que vos parece do cristoUniversalismo Cultura
 
Huberto Rohden - Que vos Parece do Cristo
Huberto Rohden - Que vos Parece do CristoHuberto Rohden - Que vos Parece do Cristo
Huberto Rohden - Que vos Parece do Cristouniversalismo-7
 
A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL Jorge Miklos
 
Robson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no Brasil
Robson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no BrasilRobson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no Brasil
Robson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no BrasilPR. ROBSON FERNANDES
 

Semelhante a Cristãos e política - o dever de influenciar o espaço público (20)

áUreo busetto a democracia cristã no brasil - princípios e práticas
áUreo busetto   a democracia cristã no brasil - princípios e práticasáUreo busetto   a democracia cristã no brasil - princípios e práticas
áUreo busetto a democracia cristã no brasil - princípios e práticas
 
Igreja e Cultura/Sociedade
Igreja e Cultura/SociedadeIgreja e Cultura/Sociedade
Igreja e Cultura/Sociedade
 
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
Folha de São Pedro - O Jornal da Paróquia de São Pedro (Salvador-BA) - Março ...
 
( Espiritismo) # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica
( Espiritismo)   # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica( Espiritismo)   # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica
( Espiritismo) # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica
 
( Espiritismo) # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica
( Espiritismo)   # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica( Espiritismo)   # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica
( Espiritismo) # - altivo pamphiro - o espirita perante a politica
 
Mensagem quaresma 2014 pobreza e riqueza de deus e dos homens
Mensagem quaresma 2014   pobreza e riqueza de deus e dos homensMensagem quaresma 2014   pobreza e riqueza de deus e dos homens
Mensagem quaresma 2014 pobreza e riqueza de deus e dos homens
 
Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?
Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?
Artigo // Afinal, quem são os evangélicos?
 
Protestantismo brasileiro
Protestantismo brasileiroProtestantismo brasileiro
Protestantismo brasileiro
 
A evangelizaçao da política 2 ee
A evangelizaçao da política 2 eeA evangelizaçao da política 2 ee
A evangelizaçao da política 2 ee
 
Teologia 14
Teologia 14Teologia 14
Teologia 14
 
Apostila 14
Apostila 14Apostila 14
Apostila 14
 
Liderança missional e igreja missional
Liderança missional e igreja missionalLiderança missional e igreja missional
Liderança missional e igreja missional
 
Matriz crista europa
Matriz crista europaMatriz crista europa
Matriz crista europa
 
Livro visoes e ilusoes politicas david t koyzis
Livro visoes e ilusoes politicas david t koyzisLivro visoes e ilusoes politicas david t koyzis
Livro visoes e ilusoes politicas david t koyzis
 
Encontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristã
Encontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristãEncontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristã
Encontro Fe e Politica Dimensões éticas da fé cristã
 
Pensando o Brasil - Eleições 2014
Pensando o Brasil - Eleições 2014Pensando o Brasil - Eleições 2014
Pensando o Brasil - Eleições 2014
 
Huberto rohden que vos parece do cristo
Huberto rohden   que vos parece do cristoHuberto rohden   que vos parece do cristo
Huberto rohden que vos parece do cristo
 
Huberto Rohden - Que vos Parece do Cristo
Huberto Rohden - Que vos Parece do CristoHuberto Rohden - Que vos Parece do Cristo
Huberto Rohden - Que vos Parece do Cristo
 
A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL A RELIGIÃO NO BRASIL
A RELIGIÃO NO BRASIL
 
Robson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no Brasil
Robson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no BrasilRobson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no Brasil
Robson T. Fernandes - Porque eu defendo uma intervenção militar no Brasil
 

Mais de pr_afsalbergaria (20)

Cesar e Deus
Cesar e DeusCesar e Deus
Cesar e Deus
 
A Vinha do Senhor
A Vinha do SenhorA Vinha do Senhor
A Vinha do Senhor
 
O Caminho da Cruz
O Caminho da CruzO Caminho da Cruz
O Caminho da Cruz
 
Tu és Pedro
Tu és PedroTu és Pedro
Tu és Pedro
 
Coragem sou Eu
Coragem sou EuCoragem sou Eu
Coragem sou Eu
 
O meu avô
O meu avôO meu avô
O meu avô
 
Joio e Trigo
Joio e TrigoJoio e Trigo
Joio e Trigo
 
O Semeador
O SemeadorO Semeador
O Semeador
 
Sim Pai
Sim PaiSim Pai
Sim Pai
 
Pedro e Paulo
Pedro e PauloPedro e Paulo
Pedro e Paulo
 
O Medo
O MedoO Medo
O Medo
 
A Messe
A MesseA Messe
A Messe
 
Solenidade da Santíssima Trindade
Solenidade da Santíssima TrindadeSolenidade da Santíssima Trindade
Solenidade da Santíssima Trindade
 
Pentecostes
PentecostesPentecostes
Pentecostes
 
Ascensão
AscensãoAscensão
Ascensão
 
Caminho, Verdade e Vida
Caminho, Verdade e VidaCaminho, Verdade e Vida
Caminho, Verdade e Vida
 
Fica conosco
Fica conoscoFica conosco
Fica conosco
 
A Comunidade
A ComunidadeA Comunidade
A Comunidade
 
Ressuscitou
RessuscitouRessuscitou
Ressuscitou
 
Ramos
RamosRamos
Ramos
 

Último

A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).natzarimdonorte
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .natzarimdonorte
 
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de DeusAULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de DeusFilipeDuartedeBem
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequeseanamdp2004
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadofreivalentimpesente
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfnatzarimdonorte
 
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptxA CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptxPIB Penha
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............Nelson Pereira
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaDenisRocha28
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 

Último (15)

A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
A Besta que emergiu do Abismo (O OITAVO REI).
 
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
O SELO DO ALTÍSSIMO E A MARCA DA BESTA .
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de DeusAULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
AULA 08-06-2022.pptx - provas da existência de Deus
 
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos  Fiéis Festa da Palavra CatequeseOração dos  Fiéis Festa da Palavra Catequese
Oração dos Fiéis Festa da Palavra Catequese
 
Material sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significadoMaterial sobre o jubileu e o seu significado
Material sobre o jubileu e o seu significado
 
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdfAS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
AS FESTAS DO CRIADOR FORAM ABOLIDAS NA CRUZ?.pdf
 
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptxA CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
A CHEGADA DO EVANGELHO À EUROPA - ATOS 16 e 17.pptx
 
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
ARMAGEDOM! O QUE REALMENTE?.............
 
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo DiaSérie: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
Série: O Conflito - Palestra 08. Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 

Cristãos e política - o dever de influenciar o espaço público

  • 1. Página EXPRESSO — Notícias, opinião, blogues, fóruns, podcasts. O semanário de referê... 1 de 1 Os católicos e a política Henrique Raposo (www.expresso.pt) ontem às 8:00 Há sempre um ponto que me desgosta em muitos amigas e amigos católicos: é a distância em relação ao debate público e político, é o nojo fácil pela política. Isso é visível, por exemplo, no Facebook. Ali podemos ver milhentas pessoas a assumir com orgulho a identidade católica e, ao mesmo tempo, a desprezar a identidade política. Na secção "religious views", surge triunfante a palavra "católica". Na secção "political views", surge um pobre e fácil "não uso disso" ou um "são todos iguais", etc. Na revista Communio (Setembro 1988), o omnipresente Francisco Lucas Pires escreveu um artigo que é, para mim, a melhor resposta a esta pobreza apolítica de um certo catolicismo. Nesta prosa, intitulada "Pureza de Coração e Vida Política", Lucas Pires afirma que existem duas maneiras de um cristão lidar com a esfera política. A primeira passa por aceitar que os princípios e regras da esfera política são de "outro tipo" e que, por isso, o cristão só deve ter preocupações com a salvação da sua consciência. Ou seja, o cristão deve criar uma redoma à sua volta, retirando-se assim dos debates da Cidade. Nesta via, o cristão julga-se tão puro, que não quer sujar as mãos na realidade. "Sim, sou muito católico, mas não quero nada com a política, são todos iguais". Como já perceberam, Francisco Lucas Pires critica esta primeira via, e defende uma alternativa. Para o ex-líder do CDS e inspirador de boa parte do PSD atua l, um cristão tem o dever de lutar na Cidade, tem o dever de fazer opções públicas e políticas. Porque o leigo não é o padre a viver fora da Cidade. O leigo tem de viver no mundo, tem de produzir e/ou participar numa narrativa normativa para a Cidade, mesmo quando essa Cidade é dura e suja. Sim, a política namora com o pecado e com a mentira, mas - precisamente por causa disso - a política é o terreno propício para se apurar a "pureza de coração". Só podemos testar a nossa pureza num mundo imperfeito e duro. A redoma apolítica é uma via fácil e pouco cristão. Portanto, numa lógica algo parecida à de T.S. Eliot, Lucas Pires diz que o cristão tem de tentar influenciar o espaço público, tem de levar os seus valores cristãos para a Cidade. O cristão não tem apenas de salvar a sua consciência: também tem de salvar a sua cultura. O cristão não é apenas um ser metafísico, também é um ser historicamente situado. No fundo, não deve existir uma separação entre a obediência moral (a Cristo, a Deus) e a vida política e colectiva aqui na Cidade dos homens. Pelo contrário: deve existir uma tensão criadora entre a ética cristã e a realidade política. Palavras-chave Blogues, Negócios e Finanças, Economia http://aeiou.expresso.pt/gen.pl?p=print&op=view&fokey=ex.stories/669920&sid=ex.... 27-08-2011