Reprovação, aprovação e abandono escolar

959 visualizações

Publicada em

Trabalho da disciplina de EEPP IV, da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense - UERJ. Trata dos índices de reprovação, aprovação e abandono escolar nas Escola Municipal Almirante Newton Braga de Faria, que se localiza no bairro de Irajá, no município do Rio de Janeiro e Estado do mesmo nome.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
959
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
259
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reprovação, aprovação e abandono escolar

  1. 1. Reprovação, aprovação e abandono escolar.
  2. 2. Índice das séries iniciais
  3. 3. Ano de 2011
  4. 4. Ano de 2012
  5. 5. Ano 2013
  6. 6. Avaliação dos anos iniciais O único ano com um resultado alarmante das séries iniciais foi no ano de 2012, onde 18,2% dos alunos abandonaram a escola. Como essa turma de 5° ano é uma turma de educação para jovens e adultos, crê-se na falta de motivação ou até mesmo de tempo dos alunos em frequentarem a escola, o que acabou resultando num abandono. Algum déficit na própria estrutura da escola, não só física mas também corporativa pode ter ocorrido no ano de 2012, já que no ano de 2011 teve apenas 4% de reprovação. O ano de 2013 não houve turmas de séries iniciais.
  7. 7. Índice das séries finais
  8. 8. Ano de 2011
  9. 9. Ano de 2012
  10. 10. Ano de 2013
  11. 11. Avaliação dos anos finais O 6° ano, em todos os três anos, tem o índice de reprovação altíssimo. Algumas possibilidades de explicação para essas reprovações é a falta de preparo da escola em receber o aluno de uma escola diferente, onde tinha uma aprendizagem diferente ou um déficit do próprio aluno, pelas mudanças que o início do Ensino Fundamental II traz. Mas, com esse índice tão alto, não podemos deixar, de forma alguma de culpabilizar a escola, que pode sim ter muitas falhas.
  12. 12. No ano de 2011, nenhum abandono foi apontado pela escola. Já nos anos de 2012 e 2013, há um crescimento perturbador, mediante ao índice de 2011. O que pode ter acontecido para o abandono ter sido tão grande? Os jovens estão desinteressados ou a escola não oferece um ensino que explore e utilize todos os artifícios que o aluno pode oferecer? Há uma série de questões serem analisadas a fim de encontrar o fundamento desse problema, pois índices tão altos de reprovação escolar não é algo a ser considerado normal.
  13. 13. A escola não possui ensino médio, mas conta com recursos como EJA (Educação para Jovens e Adultos), Acelera, uma espécie de supletivo) e Nenhum Jovem a Menos, um reforço escolar que auxilia as matérias e dá um apoio aos professores, trabalhando com os alunos suas dificuldades e os desafios.
  14. 14. Fonte: Todos essas estatísticas são oficiais do INEP (http://www.inep.gov.br/) e publicadas pelo site QEdu (www.qedu.org.br/), que é um site que informa sobre a qualidade do aprendizado em cada escola, município e estado do Brasil. Um site aberto para qualquer um que queira analisar esses dados.

×