Unidades visuais

388 visualizações

Publicada em

Semiótica. Imagens que imaginam o tempo que imaginam o espaço.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
388
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Unidades visuais

  1. 1. S’E A N“ O que vemos ao contemplar as imagenstécnicas não é “o mundo”, masdeterminados conceitos relativos ao Rmundo”. Flusser (2002, p.14-15) T S EM N E M A G I “imagens eletrônicas que imaginam o tempo, que imaginam o espaço”. Moraes, Cybeli (Audiovisualidades da cultura, 2010, p. 225) ComDig turma 2010 Prof.: Ms. Cybeli Moraes Aluno Nelson Postay Trabalho de análise das unidades visuais. 31/05/2011 Semiótica
  2. 2. Tons frios,cinzentos, imagens em escala de cinza Gestalt
  3. 3. NÓS Adentrar as molduras das imagens “Fechar o foco”
  4. 4. Modos de ser da imagem para quem observa.Capturar os movimentos do olhar sobre algo fotografado imagem naturalizada
  5. 5. Atribuição de sentido A imagem de uma foto filmada na tela deixa de ser uma representação pictórica ou uma inscrição no espaço, para se reconstruir através de pontos elementares de pixels que reconstroem leituras na temporalidadeAs imagens ligam-se a uma imagem-tempo que subordina o movimento (Deleuze) Leitura da imagem
  6. 6. Significados por segmentação A imagem completa existe naduração do tempo, não sendo umainscrisão no espaço. Constante forma emmovimentação. Arlindo Machado (1997, p. 24) Leitura da imagem
  7. 7. Nós (Nelson Postay) Próximo a janela de um metro um casal se olha enquanto relembramomentos do passado. A personagem Denise tem lembranças dos momentosintímos da relação com Osvaldo, enquanto ele relembra como a viu pelaprimeira vez. Denise era freira, Osvaldo simplismente não era nada emespecial. A narrativa aborda as interações psicológicas que envolvem ospersonagens e que produzem sentido nas cenas finais. A inversão deesteriotipos clásicos de que os homens tem uma maio imaginação sexual ficadescontituida pela cenas de lembrança queela tem, lembranças mais“picantes”, enquanto Osvaldo é relacionado com sentimentos mais ligadosaos rompimentos sociais que eles enfrentaram para assumir a relaçãoafetivados dois. Síntese

×