Arquitetura de Informação - Sistemas de Rotulação e de Informação

3.977 visualizações

Publicada em

Aula da disciplina de criação de produção de texto (webwriting e arquitetura de informação) da Pós Graduação em Mídias Sociais e Interativas do SENAC do Rio de Janeiro.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arquitetura de Informação - Sistemas de Rotulação e de Informação

  1. 1. Arquitetura de Informação Sistemas de Rotulação Sistemas de Informação
  2. 2. Arquitetura de Informação Descobrindo o conteúdo Rotulação – nomeando/representando o conteúdo
  3. 3. Arquitetura de Informação Principais dificuldades Falar a língua do usuário Ausência de feedback instantâneo
  4. 4. Arquitetura de Informação “ Vou cortar a jaca para dar uma beiçada ”
  5. 5. Arquitetura de Informação “ Vou facilitar o namoro para beijar na boca ”
  6. 6. Arquitetura de Informação Rotulação
  7. 7. Arquitetura de Informação Rotulação
  8. 8. Arquitetura de Informação Rotulação
  9. 9. Arquitetura de Informação Rotulação
  10. 10. Rotulando o conteúdo: > Consistência > Certifique-se que os “labels” funcionam ao serem justapostos > Use a linguagem apropriada > Evite jargões e gírias Arquitetura de Informação Rotulação
  11. 11. Rotulando o conteúdo: > Homônimos – mesma grafia / pronúncia mas significado diferente. Ex: cesta, sexta, sesta > Sinônimos – mesmo sentido > Antônimos – sentido oposto > Polissemia – vários significados. Ex: “cabeça do grupo”; “cabeça dura”; “cabeça oca” > Parônimos – mesmo som mas significado diferente . Ex: descrição e discrição; vultoso e vultuoso > Hiperônimos – mesmo campo semântico, mas sentido abrangente > Hipónimos – mesmo campo semântico, mas sentido restrito Arquitetura de Informação Rotulação animal: mamífero; informática: computador meios de transporte: ônibus casa: cozinha profissão: médico doença: câncer Ex: Grupos de refugiados chegam diariamente do sertão castigado pela seca. São pessoas famintas, maltrapilhas, destruídas. Note que a palavra “pessoas” é um hiperônimo da palavra “refugiados”, uma vez que “pessoas” apresenta um significado mais abrangente que seu hipônimo “refugiados”.
  12. 12. > Main, Main Page, Home, Home-Page, Página Inicial. > Search, Find, Busca, Buscar. > Sitemap, Contents, Table of Contents, Index, Mapa do Site. > Contact, Contact Us, Contact Webmaster, Feedback, Contate-nos, Fale Conosco, Entre em contato. > Help, FAQ, Frequently Asked Questions, Ajuda, Dúvidas, Tire suas Dúvidas. > News, What’s New, Notícias, Últimas Notícias. > About, About us, About (company name), Who We Are, Quem Somos Arquitetura de Informação Rotulação Exemplos de termos que geram dúvidas
  13. 13. Arquitetura de Informação O que fazer ? KISS Testar!
  14. 14. Arquitetura de Informação Os usuários precisam encontrar o conteúdo antes de usá-lo. (Peter Morville & Louis Rosenfeld, in Information Architecture for the World Wide Web )
  15. 15. Arquitetura de Informação Descobrindo o conteúdo > Identificar o que distingue um objeto do outro Organização da informação > Levantar o conteúdo do site > Determinar quais facetas podem funcionar como metadados
  16. 16. Arquitetura de Informação 1. Análise dos tipos de conteúdo Ajuda a pensar sobre como será a navegação, qual a periodicidade de atualização das páginas, classificar informações por semelhança
  17. 17. Arquitetura de Informação 2. Inventário de conteúdo Lista completa de todas as informações que devem estar presentes no site. Essas informações serão, posteriormente, agrupadas e hierarquizadas de acordo com sua relevância e importância.
  18. 18. Arquitetura de Informação - PERMISSÃO: esse conteúdo é aberto a todos ou exige autenticação? - FORMATO: o conteúdo está no corpo do HTML ou em um formato proprietário, como PDF, FLV, etc? - REDUNDÂNCIA: em que outras áreas do site o conteúdo deve ser encontrado? 3 itens para serem levados em consideração:
  19. 19. Arquitetura de Informação 3. Procurar por metadados <ul><li>Descritivos: </li></ul><ul><ul><li>- Todas as maneiras diferentes de descrever o objeto de conteúdo </li></ul></ul><ul><li>Administrativos: </li></ul><ul><li>Relação do objeto com o contexto de negócio </li></ul><ul><li>Ex: Quem criou o conteúdo? Em que data? </li></ul>
  20. 20. Arquitetura de Informação
  21. 21. Arquitetura de Informação
  22. 22. Arquitetura de Informação
  23. 23. Arquitetura de Informação
  24. 24. Arquitetura da Informação 4. Faced Classification (Classificação Facetada) Classificação e organização de um mesmo conjunto de informações de diferentes maneiras. Você pode utilizar metadados para organizar as informações em esquemas diferentes. Cada esquema é uma dimensão da estrutura do site.
  25. 25. Arquitetura da Informação Alguns exemplos de organização da informação
  26. 26. Grandes áreas temáticas demarcadas por cores Arquitetura da Informação
  27. 27. Arquitetura da Informação Público-alvo Perfil de atuação
  28. 28. Arquitetura da Informação
  29. 29. Arquitetura da Informação
  30. 30. Arquitetura da Informação
  31. 31. Arquitetura da Informação Cardsorting
  32. 32. Arquitetura da Informação Cardsorting O que é ? É uma técnica de design centrado no usuário que explora a categorização de conteúdo feita pelo grupo pesquisado. Para que serve ? O objetivo é obter dados sobre o modelo mental do usuário no que diz respeito ao espaço da informação
  33. 33. Arquitetura da Informação Cardsorting Como funciona ? O usuário organiza cartões representando tipos específicos de informação em grupos de conteúdo Quando aplicar ? No projeto de um novo site Na criação de uma nova área No redesign
  34. 34. Arquitetura da Informação Cardsorting Tipos de Cardsorting Aberto O usuário agrupa livremente os itens, criando o número de conjuntos que achar necessário, bem como o nome para representar o grupo. Fechado O usuário organiza os cartões em categorias já existentes.
  35. 35. Arquitetura da Informação Cardsorting 1 sessão por usuário Para evitar constrangimentos e que a percepção visual se perca frente ao consenso do grupo Mínimo de 6 sessões
  36. 36. Arquitetura da Informação Cardsorting Funciona melhor quando: 1. Há inventário de conteúdo/funcionalidades 2. As necessidades do usuário são conhecidas 3. O conteúdo é relativamente homogêneo
  37. 37. Arquitetura da Informação Cardsorting <ul><li>Antes: </li></ul><ul><li>Selecionar o conteúdo </li></ul><ul><li>(podem ser páginas, grupos de páginas, funcionalidades) </li></ul><ul><li>2. Selecionar as pessoas </li></ul><ul><li>3. Preparar os cartões </li></ul><ul><li>(Os cartões devem ser numeradas no verso, para referência posterior. </li></ul><ul><li>Levar cartões em branco para o caso dos participantes desejarem </li></ul><ul><li>repetir o conteúdo em mais de uma categoria ou criar um novo </li></ul><ul><li>item ou categoria) </li></ul>
  38. 38. Arquitetura da Informação Cardsorting <ul><li>Durante: </li></ul><ul><li>Observar e escutar </li></ul><ul><li>2. Fazer anotações </li></ul>
  39. 39. Arquitetura da Informação Cardsorting <ul><li>Depois: </li></ul><ul><li>Procurar por padrões </li></ul><ul><li>2. Procurar por diferenças </li></ul><ul><li>(conteúdos que foram difíceis de entender, </li></ul><ul><li>conteúdos que poderiam estar em mais de uma área, </li></ul><ul><li>rótulos que geraram ambiguidade) </li></ul>
  40. 40. Arquitetura da Informação Cardsorting Atividade: Realizar uma sessão de cardsorting
  41. 41. http://www.optimalsort.com/pages/default.html http://websort.net/ Arquitetura da Informação Cardsorting Ferramentas online:

×