Desenvolvendo a argumentação
Curso de inverno – Pré-Federal
Corretora: Sinara Medeiros
- O aluno deverá apresentar uma argumentação
coerente e que busque persuadir o interlocutor de que
determinada opinião sej...
* Estratégias argumentativas:
- Causa e consequência: permite desenvolver um
raciocínio mais complexo, mas as duas devem s...
- Opinião de especialista: confere credibilidade, já que
funciona como embasamento teórico, porém, deve
apenas ser usada c...
Desenvolvendo a
argumentação sobre
as propostas do
ENEM.
ENEM 2002 – O direito de votar: como fazer dessa
conquista um meio para promover as transformações
sociais de que o Brasil...
Para que existam hoje os direitos políticos, o direito de
votar e ser votado, de escolher seus governantes e
representante...
A democracia é subversiva. … subversiva no sentido mais
radical da palavra. Em relação à perspectiva política, a
razão da ...
Se você tem mais de 18 anos, vai ter de votar nas
próximas eleições. Se você tem 16 ou 17 anos, pode
votar ou não. O mundo...
O objetivo da banca é resgatar o valor do voto, não só em
relação aos jovens.
O que argumentar:
- Apresentar argumentos hi...
ENEM 2008
O texto acima, que focaliza a relevância da região amazônica
para o meio ambiente e para a economia brasileira, menciona a...
Como argumentar sobre cada ação?
- O aluno deve escolher uma das ações e escrever
um texto coerente às soluções sugeridas,...
- O candidato deveria mostrar o que o desmatamento
faz com o funcionamento da máquina de chuva que
é a Amazônia.
O partici...
Debate sobre possíveis
temas
Tema 1: Importação de médicos
- Essa tentativa, segundo o próprio ministro da saúde,
visa amenizar a escassez de médicos e...
Reportagem que mostra uma
opinião a favor da importação
de médicos
08 de Julho de 2013 – Notícias Terra Dilma: serão contratados apenas médicos
estrangeiros bem formados
O Programa Mais Méd...
A presidente lembrou que a contratação de médicos estrangeiros é muito
comum em vários países que têm "excelentes sistemas...
Reportagem que mostra
uma opinião contra a
importação de médicos
26 de Junho de 2013 – Notícias Terra
Sindicato: precisamos de condições melhores, não de médicos estrangeiros
O presidente...
Médicos brasileiros são a prioridade, diz ministro
da Saúde Geraldo Ferreira, da Federação Nacional dos
Médicos (Fenam), a...
Tema 2: Incêndio na boate Kiss – fatalidade ou
negligência?
Tema 3: Maioridade Penal
Tema 4: Obesidade
Tema 5: Homossexual...
Referências bibliográficas
• Módulo II – Pré-federal
• Disponível em: http://noticias.terra.com.br/educacao/dilma-
serao-c...
Obrigada!
Bons estudos e
boa sorte!
Desenvolvendo a argumentação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Desenvolvendo a argumentação

2.893 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.893
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desenvolvendo a argumentação

  1. 1. Desenvolvendo a argumentação Curso de inverno – Pré-Federal Corretora: Sinara Medeiros
  2. 2. - O aluno deverá apresentar uma argumentação coerente e que busque persuadir o interlocutor de que determinada opinião seja aceita. É necessário uma boa argumentação para a defesa do seu ponto de vista. - O aluno deve escrever seu texto dentro dos propósitos da argumentação coerente, clara e consistente. - Cabe ao participante fazer um bom desenvolvimento do tema a partir de um repertório cultural produtivo e de considerações que tangem ao senso comum, e bom domínio do tipo de texto dissertativo- argumentativo.
  3. 3. * Estratégias argumentativas: - Causa e consequência: permite desenvolver um raciocínio mais complexo, mas as duas devem ser trabalhadas em conjunto; - Dado estatístico: é convincente, já que dispõe de algum estudo ou pesquisa feitos por alguma órgão sério, entretanto, antes de colocar algum dado estatístico ou informação, tenha certeza de sua procedência; - Enumeração: listagem de argumentos referentes ao tema, contudo, deve-se desenvolver a enumeração, e não apenas apresentá-las em tópicos;
  4. 4. - Opinião de especialista: confere credibilidade, já que funciona como embasamento teórico, porém, deve apenas ser usada como ponto de partida para o próprio argumento; - Exemplificação: ilustra o argumento, ou seja, trata-se de uma ferramenta do argumento; - Fato divulgado na mídia: ilustra o argumento, demonstrando que o autor tem habilidade de relacionar a ideia ao fato cotidiano, entretanto, deve ser relatada de forma breve, para que o texto não se transforme em uma narração.
  5. 5. Desenvolvendo a argumentação sobre as propostas do ENEM.
  6. 6. ENEM 2002 – O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais de que o Brasil necessita. Comício pelas Diretas já, em São Paulo, 1984.
  7. 7. Para que existam hoje os direitos políticos, o direito de votar e ser votado, de escolher seus governantes e representantes, a sociedade lutou muito. (www.iarabernardi.gov.br. 01/03/02.) A política foi inventada pelos humanos como o modo pelo qual pudessem expressar suas diferenças e conflitos sem transformá-los em guerra total, em uso da força e extermínio recíproco. (…) A política foi inventada como o modo pelo qual a sociedade, internamente dividida, discute, delibera e decide em comum aprovar ou reiterar ações que dizem respeito a todos os seus membros. (CHAUÍ, Marilena. Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 1994)
  8. 8. A democracia é subversiva. … subversiva no sentido mais radical da palavra. Em relação à perspectiva política, a razão da preferência pela democracia reside no fato de ser ela o principal remédio contra o abuso do poder. Uma das formas (não a única) é o controle pelo voto popular que o método democrático permite por em prática. (Vox populi vox dei. – Norberto Bobbio. Qual socialismo? Discussão de uma alternativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983. Texto adaptado)
  9. 9. Se você tem mais de 18 anos, vai ter de votar nas próximas eleições. Se você tem 16 ou 17 anos, pode votar ou não. O mundo exige dos jovens que se arrisquem. Que alucinem. Que se metam onde não são chamados. Que sejam encrenqueiros e barulhentos. Que, enfim, exijam o impossível. Resta construir o mundo do amanhã. Parte desse trabalho é votar. Não só cumprir uma obrigação. Tem de votar com hormônios, com ambição, com sangue fervendo nas veias. Para impor aos vitoriosos suas exigências – antes e principalmente depois das eleições. ( FORASTIERI, André. Muito além do voto. Época. 6 de maior de 2002. Texto adaptado)
  10. 10. O objetivo da banca é resgatar o valor do voto, não só em relação aos jovens. O que argumentar: - Apresentar argumentos históricos, os quais este tema propicia, sobre a luta pelo direito do voto e de um debate sobre o papel do jovem na construção de um país melhor. - Seria viável argumentar sobre o poder do voto, a necessidade da democracia, o exercício da cidadania e a conscientização política. Caberia fazer, por exemplo, uma análise de que o voto é considerado - pela grande maioria das pessoas - como um dever e não como um meio de promover as transformações necessárias no país, isso serviria para justificar e condenar a falta de interesse neste ato.
  11. 11. ENEM 2008
  12. 12. O texto acima, que focaliza a relevância da região amazônica para o meio ambiente e para a economia brasileira, menciona a “máquina de chuva da Amazônia”. Suponha que, para manter essa “máquina de chuva” funcionando, tenham sido sugeridas as ações a seguir: 1. suspender completa e imediatamente o desmatamento na Amazônia, que permaneceria proibido até que fossem identificadas áreas onde se poderia explorar, de maneira sustentável, madeira de florestas nativas; 2. efetuar pagamentos a proprietários de terras para que deixem de desmatar a floresta, utilizando-se recursos financeiros internacionais; 3. aumentar a fiscalização e aplicar pesadas multas àqueles que promoverem desmatamentos não-autorizados. Escolha uma dessas ações e, a seguir, redija um texto dissertativo, ressaltando as possibilidades e as limitações da ação escolhida.
  13. 13. Como argumentar sobre cada ação? - O aluno deve escolher uma das ações e escrever um texto coerente às soluções sugeridas, ressaltando as possibilidades e as limitações de cada ação. Para resolver os problemas seria preciso mostrar o que daria certo e o que não funcionária dentro da medida proposta, sempre apontando as vantagens e desvantagens de cada escolha. - o aluno deveria propor o aumento das multas, da fiscalização e o pagamento de uma taxa para incentivar os proprietários das terras a não desmatarem. Enfatizar a importância do equilíbrio ambiental.
  14. 14. - O candidato deveria mostrar o que o desmatamento faz com o funcionamento da máquina de chuva que é a Amazônia. O participante deve dar esclarecimentos precisos para cada ação, por exemplo: - Ação 1: Ressaltar as consequências e as causas de tais atos: suspender e proibir; - Ação 2: Observar o fato de utilizar recursos financeiros internacionais e as implicações disso; - Ação 3: Fiscalizar e aplicar multas. Como viabilizar isso? Quais as garantias de eficácia dessa prática?
  15. 15. Debate sobre possíveis temas
  16. 16. Tema 1: Importação de médicos - Essa tentativa, segundo o próprio ministro da saúde, visa amenizar a escassez de médicos em regiões extremamente precárias e carentes. Por outro lado, muitos protestos se iniciaram contra essa medida.
  17. 17. Reportagem que mostra uma opinião a favor da importação de médicos
  18. 18. 08 de Julho de 2013 – Notícias Terra Dilma: serão contratados apenas médicos estrangeiros bem formados O Programa Mais Médicos para o Brasil, que será lançado nesta segunda-feira pelo governo federal, terá como prioridade levar profissionais de saúde às periferias das grandes cidades, aos municípios do interior e àqueles mais distantes, principalmente do Norte e do Nordeste. De acordo com a presidente Dilma Rousseff, serão abertos dois editais: um para selecionar os municípios que querem receber profissionais e outro para que os profissionais brasileiros possam se inscrever e escolher a cidade para onde querem ir. Caso as vagas disponíveis não sejam preenchidas por médicos brasileiros, o governo vai autorizar a contratação de estrangeiros. (...) Dilma ressaltou que se trata de uma medida emergencial para garantir que essa parcela de brasileiros tenha atendimento "o mais rápido possível". Ela destacou que o governo tem trabalhado para ampliar as vagas nos cursos de medicina, mas ressaltou que a formação de um especialista leva, em média, dez anos. A presidente também enfatizou que a vinda de médicos estrangeiros não vai tirar emprego dos profissionais brasileiros nem significa arriscar a saúde da população.
  19. 19. A presidente lembrou que a contratação de médicos estrangeiros é muito comum em vários países que têm "excelentes sistemas de saúde", como é o caso da Inglaterra, onde 37% dos médicos que trabalham lá se formaram no exterior. Ela também citou o caso dos Estados Unidos, onde 25% dos médicos também fizeram os seus cursos em outros países. Já o Brasil, conforme informou, tem apenas 1,79% de médicos estrangeiros. Segundo Dilma Rousseff, os esforços para suprir a falta de médicos nos municípios mais distantes serão ainda mais necessários a partir dos investimentos que o governo vem fazendo para construir e reformar as unidades de saúde. Ela destacou que, além dos R$ 7,4 bilhões que já estão sendo aplicados, há previsão, para o ano que vem, de mais R$ 5,5 bilhões. Ela enfatizou que para participar do Programa Mais Médicos para o Brasil e receber os profissionais, os municípios terão de assumir o compromisso de acelerar os investimentos na construção ou reforma das unidades Básicas de Saúde. Já em relação aos incentivos para que os médicos brasileiros queiram atuar nesses locais, ela destacou que o Ministério da Saúde vai pagar um salário de 10 mil por mês, por uma jornada semanal de 40 horas.
  20. 20. Reportagem que mostra uma opinião contra a importação de médicos
  21. 21. 26 de Junho de 2013 – Notícias Terra Sindicato: precisamos de condições melhores, não de médicos estrangeiros O presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Florentino Cardoso, afirma que a ideia não é fazer uma greve, "para não punir a população", e que os serviços de emergência terão garantidos a presença mínima de médicos. Ainda assim, a população deverá ser afetada. "Precisamos mostrar para a população que temos um problema de subfinancianento da saúde. É preciso saber os motivos que fizeram com que o governo deixasse de aplicar R$ 17 bilhões do orçamento do ano passado. Não somos contra a presença dos médicos estrangeiros, mas precisamos ter a certeza de que eles passem por uma avaliação criteriosa para trabalhar no País", disse. Segundo ele, é preciso garantir a dignidade para que os médicos possam fazer o atendimento de forma adequada. Segundo ele, a falta de condições de trabalho é um dos motivos pelos quais os médicos não preenchem as vagas, principalmente nas cidades mais distantes do Brasil. "Há locais em que não há água para lavar as mãos. Então, precisamos de condições melhores e não é com a contratação de estrangeiros que vamos conseguir isso", diz.​
  22. 22. Médicos brasileiros são a prioridade, diz ministro da Saúde Geraldo Ferreira, da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), afirma que a possível contratação de médicos cubanos é um "trabalho de alinhamento ideológico" e desnecessário. "Vamos fazer uma paralisação e não descartamos a possibilidade de uma greve. Temos de manifestar o nosso descontentamento com a situação. Precisamos é melhorar as condições de trabalho dos médicos", disse. Roberto d'Avila, presidente do Conselho Federal de Medicina, diz que os médicos irão às ruas nos Estados para participar de atos, passeatas e assembleias. "Buscamos soluções. Temos subfinanciamento na área de saúde e é por isso que faltam médicos. Não aceitamos política de saúde que vilanize os médicos nacionais e que queiram resolver o problema com a importação de outros", diz.
  23. 23. Tema 2: Incêndio na boate Kiss – fatalidade ou negligência? Tema 3: Maioridade Penal Tema 4: Obesidade Tema 5: Homossexualidade
  24. 24. Referências bibliográficas • Módulo II – Pré-federal • Disponível em: http://noticias.terra.com.br/educacao/dilma- serao-contratados-apenas-medicos-estrangeiros-bem- formados,8893a6faad0bf310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD. html • Disponível em: http://noticias.terra.com.br/educacao/sindicato-precisamos- de-condicoes-melhores-nao-de-medicos- estrangeiros,d54442c82318f310VgnVCM5000009ccceb0aRC RD.html
  25. 25. Obrigada! Bons estudos e boa sorte!

×