Pensamento SistêmicoO Pensamento como um Sistema de David Bohm    Grupo de Estudos - Turma Recife 2012                    ...
Sábado de ManhãGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
Sábado de Manhã- Resumo da Sexta-Feira à Tarde- Sobre a Incoerência- Sobre o Condicionamento do Pensamento- Sobre a Incoer...
Resumo da Sexta-Feira à Tarde- Processo é um sistema com partes dependentes das outras.- O pensamento é um processo – um t...
Resumo da Sexta-Feira à Tarde- Há um tipo de falha sistemática – quando há algo errado em  uma parte do sistema, buscamos ...
Sobre a Incoerência- O mais importante é ver o que está acontecendo em busca da  incoerência e vendo o que significa para ...
Sobre a Incoerência- O cérebro está condicionado em usar o mecanismo para evitar  emergir o que deveria emergir.- Essa sup...
Sobre a Incoerência- O critério para o pensamento coerente é que algo seja  verdadeiro e correto.- Para isso é preciso sen...
Sobre a Incoerência- Parece que passamos a vida toda buscando formas de              manter as endorfinas ativas.- A tenta...
Sobre o condicionamento do pensamento- Alguns reflexos são estabelecidos e condicionados. A forma  básica do condicionamen...
Sobre o condicionamento do pensamento- Reflexos livres podem ser modificados pela inteligência e  percepção, mas quando se...
Sobre a incoerência sustentável- Os reflexos podem se tornar incoerentes e se firmarem por  causa das condições criadas pe...
Incoerência e Estresse- Cada reação do pensamento é sempre simultaneamente  emocional, neurofisiológica, química. Onde há ...
Incoerência e Estresse- O Universo é coerente. Uma espécie sua não coerente, não  sobrevive. Qualquer estrutura natural es...
Pensamentos             Emoções                     (parciais)           (poderosas)Natureza do  Reflexo                  ...
Teste da Incoerência- A incoerência não está no DNA. Ela é específica do  pensamento.- Todo pensamento tem algo de incoere...
Buscando Livrar-se da Incoerência- A ação inapropriada de tentar sair da confusão, cair fora do  sistema, também é parte d...
Buscando Livrar-se da IncoerênciaAtitudes ao se descobrir a incoerência do pensamento:1)mover-se para a coerência;2)defend...
Buscando Livrar-se da Incoerência- É preciso se tornar sensível às pistas para se livrar da  incoerência.- É preciso focar...
Movimento                                                                                                        para a   ...
A Saída…- A saída é tocar os reflexos por meio de uma compreensão tão  profunda que modifique o ato de pensar.     - Porém...
A Saída…    É preciso apresentar um outro tipo de mapa       mental, mais coerente com o não dito.                        ...
Necessidade X Contingência    Necessidade* – não pode ser de outra maneira = retenção                               X    C...
Necessidade X Contingência- As coisas reais são estáveis, resistem e estão ligadas ao conceito de  necessidade.- As pessoa...
Necessidade X Contingência- A noção de necessidade não é meramente intelectual. É  importante para gerar a energia para re...
A Saída…- É preciso ter clareza para nos tornarmos um pouco mais  conscientes e acessar alguma coisa incondicionada, pois ...
A Saída…   - Na idade da pedra as pessoas eram muito mais coerentes,           pelo menos nas atitudes perante a natureza....
A Saída…- Se os sentimentos estão ligados com os pensamentos, então,  quando há um sentimento (ruim), em uma dada situação...
A Saída…      - (ao colocar a suposição em palavras). Pode haver uma      experiência de mudança de direção em que a rigid...
A Saída…- A descrição necessária pode indicar que a própria pessoa gera  um distúrbio dentro de si e não que ele é causado...
A Saída…- “O que precisamos é de uma descrição correta da forma como  você está pensando agora”.… “Não admitimos a nós mes...
Saída …  - Abrir espaço para  possibilidades                                                                      Consequê...
A Saída…    “ Sim, estou dizendo que estamos tentando      fazer algo. Estamos apenas aprendendo,      atentos e atenciosa...
Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pensamento como sistema [david bohm]grupo de estudos seminário 2

728 visualizações

Publicada em

Slides do 2º seminário do grupo de estudos do livro "Pensamento como Sistema" de David Bohm - Turma Recife.
Elaborados por: Jorge Monteiro Arruda e Maria da Graça Barbosa Agra.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
728
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pensamento como sistema [david bohm]grupo de estudos seminário 2

  1. 1. Pensamento SistêmicoO Pensamento como um Sistema de David Bohm Grupo de Estudos - Turma Recife 2012 Seminário, 2 Recife, 22 de Outubro de 2012 Jorge Monteiro Arruda e Maria da Graça Barbosa AgraGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  2. 2. Sábado de ManhãGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  3. 3. Sábado de Manhã- Resumo da Sexta-Feira à Tarde- Sobre a Incoerência- Sobre o Condicionamento do Pensamento- Sobre a Incoerência Sustentável- Incoerência e Estresse- Teste da Incoerência- Buscando Livrar-se da Incoerência- A Saída - Necessidade X ContingênciaGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  4. 4. Resumo da Sexta-Feira à Tarde- Processo é um sistema com partes dependentes das outras.- O pensamento é um processo – um todo interligado que inclui o sentimento e o corpo (emoções), além de atividades intelectuais.- O pensamento é um único processo ao redor do mundo que passa entre as pessoas.- O pensamento é a fonte de todos os problemas.- Os problemas são sintomas de algo mais profundo.- Daí o estado depressivo do mundo – muitos problemas que o indivíduo e a sociedade confrontam.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  5. 5. Resumo da Sexta-Feira à Tarde- Há um tipo de falha sistemática – quando há algo errado em uma parte do sistema, buscamos outra como apoio para corrigí-la, mas ao tentar, acrescentamos mais problemas similares. (Leis do Pensamento Sistêmico)- Não resolvemos dessa maneira e os problemas aumentam ao redor do mundo.- Sentimos dor e medo ao tentar ver o que acontece dentro de nós. Instinto e cultura bloqueiam nossa visão do que se passa.- É preciso ver isso para aprender como tudo funciona.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  6. 6. Sobre a Incoerência- O mais importante é ver o que está acontecendo em busca da incoerência e vendo o que significa para si.- Há vícios do pensamento positivo e negativo. Quando se usa o pensamento positivo para superar pensamentos negativos, estes continuam a atuar e isso ainda é incoerência. (Psicologia Positiva; Investigação Apreciativa)- O pensamento é um processo neurofisiológico, com elementos físicos e químicos.- Mesmo que a pessoa esteja errada, continua acreditando em seus pensamentos como verdadeiros porque não aguentaria pensar de outra forma e, assim, remover as endorfinas geradas pelo organismo que causam a sensação de bem-estar.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  7. 7. Sobre a Incoerência- O cérebro está condicionado em usar o mecanismo para evitar emergir o que deveria emergir.- Essa supreção existe para coisas boas e coisas más porque as pessoas não se vêem dessa forma. Nesse sentido é a mesma coisa perceber-se como maravilhoso ou culpado.- Positivo e negativo são dois lados do mesmo sistema. Dor e prazer, medo e segurança são sensações que caminham juntas.- Os centros de prazer são acionados para superar a dor. Mas, os centros de prazer se desgastam e o prazer é sempre um fenômeno transitório.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  8. 8. Sobre a Incoerência- O critério para o pensamento coerente é que algo seja verdadeiro e correto.- Para isso é preciso sentir prazer ou dor do pensamento. Se não se é capaz de sentí-los é porque o pensamento coerente não é mais operante. E, ao contrário, se o pensamento oferece dor ou prazer, torna-o destrutivo.- Somos condicionados pela geração de dor e prazer do pensamento, o que significa o início de muitos problemas.- Viver só do prazer ou da endorfina não é coerente. É auto- ilusão, auto-engano e não se consegue esconder as evidências para sempre sem consequências destrutivas.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  9. 9. Sobre a Incoerência- Parece que passamos a vida toda buscando formas de manter as endorfinas ativas.- A tentativa de controlar as endorfinas não é coerente. 1o. Mov. da 5a. Sinfonia de BeethovenGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  10. 10. Sobre o condicionamento do pensamento- Alguns reflexos são estabelecidos e condicionados. A forma básica do condicionamento é repetir algo de maneira quase contínua. (Pavlov e Skinner: Condicionamento clássico e condicionamento operante)- Quando temos um pensamento ele é registrado na memória na forma de um reflexo.- Grande parte de nosso aprendizado diário consiste em estabelecer reflexos condicionados. (Habilidade)- O pensamento é um jogo muito sutil de reflexos potencialmente ilimitado, apesar de que achamos que estamos gerando e controlando o pensamento. Mas, você só descobre que o pensamento é, depois que ele é gerado.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  11. 11. Sobre o condicionamento do pensamento- Reflexos livres podem ser modificados pela inteligência e percepção, mas quando se tornam muito condicionados, ficam rígidos, não permitem que a inteligência e a percepção ajam.- Quando os reflexos são condicionados de forma muito forte formam uma estrutura (de pensamento). Filme “É”Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  12. 12. Sobre a incoerência sustentável- Os reflexos podem se tornar incoerentes e se firmarem por causa das condições criadas pela sociedade.- É a incoerência sustentável que se perpetua apesar das evidências.- A resposta inteligente seria pará-la, suspendê-la, começar a buscar o motivo da incoerência e depois mudá-la.- Mas há uma incoerência defensiva, cujos pensamentos incoerentes se atrelam às endorfinas que os defendem e evitam os questionamentos e, consequentemente, a remoção das endorfinas e o desconforto. (Incompetência Hábil/Desafios da Aprendizagem de Ciclo Duplo)Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  13. 13. Incoerência e Estresse- Cada reação do pensamento é sempre simultaneamente emocional, neurofisiológica, química. Onde há um condicionamento poderoso, o efeito será muito grande.- O sinal básico da incoerência é estar atingindo resultados não intencionados, não desejados. Outros sinais são a contradição, o conflito, o estresse.- Qualquer doença é incoerente com o organismo. O câncer se defende do sistema que o corpo utiliza para manter-se em ordem e ainda o imobiliza para apoiá-lo. (Busca de aliados)- O estresse são muitos conflitos resultantes da incoerência, gerando alterações em todo o corpo que vão se acumulando.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  14. 14. Incoerência e Estresse- O Universo é coerente. Uma espécie sua não coerente, não sobrevive. Qualquer estrutura natural está sempre se transformando e não dura para sempre.- A morte é fato. Nossa atitude pode não ser coerente e talvez por isso a morte nos perturba.- A violência é incoerente porque refere-se ao uso da força onde não é chamada. Os problemas surgem do pensamento e a violência nunca resolve o problema do pensamento.- A inveja também é um sinal de incoerência para evitar o desconforto (remoção de endorfinas) pelo desejo ou necessidade de ter algo do outro que você não tem.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  15. 15. Pensamentos Emoções (parciais) (poderosas)Natureza do Reflexo Crenças (arraigadas) REPETIÇÃO DO REFLEXO ADERÊNCIA DO REFLEXO CONDICIONADO* REFLEXO REFLEXO* ALGO MUDA INAPROPRIADO INCOERÊNCIA NÃO MUDA RESULTADOS CONTRADIÇÃO CONFLITO ESTRESSE INDESEJADOS Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  16. 16. Teste da Incoerência- A incoerência não está no DNA. Ela é específica do pensamento.- Todo pensamento tem algo de incoerente. A natureza do pensamento é parcial.- Teste para a incoerência = se está atingindo os resultados desejáveis. Incoerência = contradição, conflito, confusão X Coerência = harmonia, ordem, beleza, bondade, verdadeGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  17. 17. Buscando Livrar-se da Incoerência- A ação inapropriada de tentar sair da confusão, cair fora do sistema, também é parte do problema.- Não olhar para a incoerência, também é evidência de incoerência.- A investigação da incoerência é parte da nossa coerência. (Mas..)- A questão que prevalece: a pergunta ou os hábitos condicionados? (Mundo Comportamental do Modelo I)Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  18. 18. Buscando Livrar-se da IncoerênciaAtitudes ao se descobrir a incoerência do pensamento:1)mover-se para a coerência;2)defender a incoerência (segunda ordem de incoerência) – defesa da primeira ordem de incoerência; rejeição de uma evidência da qual não se está seguro que seja uma evidência de incoerência; defesa contra enxergar a incoerência; uma forma de tentar recuperar as endorfinas conectadas ao pensamento e às crenças para resgatar a sensação de bem- estar . Ao evitar o confronto com a evidência incoerente (primeira ordem), esta segunda ordem de incoerência produz todo tipo de consequência destrutiva. (Variáveis Governantes Sobredeterminantes)Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  19. 19. Buscando Livrar-se da Incoerência- É preciso se tornar sensível às pistas para se livrar da incoerência.- É preciso focar no aprendizado, mas com interesse por ele por si só, pois se for por qualquer outro motivo, isso acaba por entrar no condicionamento – aprender a fazer as coisas com o propósito de melhorar as coisas pode ser uma armadilha.- É preciso aprender sobre esses reflexos que estão extraviando.- A compreensão é importante, mas não é suficiente. A questão é como mudar esses reflexos… (Erro/Defensividade/Aprendizagem de Ciclo Duplo/ModeloII)Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  20. 20. Movimento para a coerência Reflexos Ações Endorfi QuestionamentoCondicionados Incoerentes nas das ações (reflexos repetidos) (não propositais) (sensação de incoerentes bem-estar) DEFESA Incoerência sustentável -Tenta alcançar “A” -Rejeição das evidências - Reflexo leva para “B” - Produção de resultados - Luta contra “B” indesejados e - Segue o reflexo gerado consequências destrutivas Incoerência de 1a. ordem Incoerência de 2a. ordem Saída … Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  21. 21. A Saída…- A saída é tocar os reflexos por meio de uma compreensão tão profunda que modifique o ato de pensar. - Porém , a compreensão verbal, intelectual ou por imagem é ainda muito abstrata e o aprendizado pode não ser colocado em prática.- É preciso prestar atenção, num nível que nos leve mais a fundo. (Modelos Mentais) - O processo mental está em um nível sutilmente abstrato e sua parte intelectual não toca os reflexos diretamente. - Mesmo entendendo o reflexo intelectualmente, ele segue atraente, produzindo endorfinas e químicas que gera sensação de atração.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  22. 22. A Saída… É preciso apresentar um outro tipo de mapa mental, mais coerente com o não dito. Texto “O Sapo”Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  23. 23. Necessidade X Contingência Necessidade* – não pode ser de outra maneira = retenção X Contingência – pode ser de outra maneira = possibilidade- Algo que é necessário tem uma força muito poderosa que não se consegue colocar de lado.- A suposição de que algo é impossível pode nos colocar em uma armadilha ao fazer com que seja impossível.(Profecia auto-realizante)- O tempo todo estamos tentando avaliar a necessidade e a contingência, sem sequer pensarmos no que estamos fazendo. Faz parte dos nossos reflexos.* raiz do latim = não cederGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  24. 24. Necessidade X Contingência- As coisas reais são estáveis, resistem e estão ligadas ao conceito de necessidade.- As pessoas possuem suposições divergentes sobre o que é necessário ou o que é absolutamente necessário.- A negociação é uma tentativa de que alguém deixe alguma coisa de lado, que se adaptem, se ajustem e admitam que há contingência naquilo que pensavam que era necessário.- As suposições sobre o que é necessário evitam o diálogo. Geram um jogo de reflexos para se defenderem com força absoluta e dão poder ao reflexo. (Defensividade)- O instinto de preservação é um jogo de reflexos muito poderoso, mas a noção de necessidade se sobrepõe a tudo isso.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  25. 25. Necessidade X Contingência- A noção de necessidade não é meramente intelectual. É importante para gerar a energia para realização.- Por outro lado, pode correr atrás de uma incoerência absurda por pensar que é absolutamente necessário.- A noção de necessidade mexe com a pessoa, gera a sensação de ser impelido, compelido, propelido, repelido. Tudo isso é a necessidade trabalhando.- Tudo está interligado, as separações são conveniências. Assim, em nossas mentes devemos esboçar apenas linhas pontilhadas entre pensamento, sentimento, química etc.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  26. 26. A Saída…- É preciso ter clareza para nos tornarmos um pouco mais conscientes e acessar alguma coisa incondicionada, pois se não tiver, não terá saída. - O simples fato de sermos capazes de ver coisas novas, sugere que há algo incondicionado. E se houver, que poderia ser o movimento da inteligência, há possibilidade de se chegar a ele. (Aprendizagem de Ciclo Duplo – Modelo II)- Temos de abrir espaço em nosso pensamento para as possibilidades. - Algumas pessoas em inteligência artificial diriam que o que consideramos criatividade é simplesmente uma forma mais profunda de condicionamento do que não vimos (...)Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  27. 27. A Saída… - Na idade da pedra as pessoas eram muito mais coerentes, pelo menos nas atitudes perante a natureza. - No entanto, a criatividade tecnologica nos desafia para caminharmos em direção à coerência, pois do contrário todos os tipos de desastre poderão ocorrer.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  28. 28. A Saída…- Se os sentimentos estão ligados com os pensamentos, então, quando há um sentimento (ruim), em uma dada situação, há uma suposição geral. (Escada de Inferência)- É válido colocar a suposição em palavras para tentar entender porque está reagindo a esta situação; tentar entender o pensamento que está por detrás disso.(Explicitar a Coluna da Esquerda/Reveleção de Pressupostos)- Deve haver uma alteração eletroquímica no cérebro que faz sentir o desconforto e a conclusão intelectual não é suficiente.- É preciso ir mais fundo porque um reflexo gera outro, que gera outro. E alguns deles podem até trazer de volta ou recriar o reflexo que se acreditava ter eliminado.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  29. 29. A Saída… - (ao colocar a suposição em palavras). Pode haver uma experiência de mudança de direção em que a rigidez das suposições do condicionamento esteja se afrouxando um pouco e que a pessoa pode se sentir mais confortável. É um passo para aprender algo. Mas requer um trabalho sustentável. - É preciso explorar isso, não com o espírito de tentar se livrar desse ou daquele reflexo em particular, mas com o espírito de aprendizado. - O ponto é o que tem sido observado e atingir o que está ocorrendo, de forma explícita. Colocar em palavras aumenta um pouco mais a percepção.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  30. 30. A Saída…- A descrição necessária pode indicar que a própria pessoa gera um distúrbio dentro de si e não que ele é causado por alguém de fora.- Ou seja, a fonte do problema é o seu próprio reflexo.- O sistema de reflexo desenvolver uma explicação de que alguém de for a o fez sentir mal, é uma racionalização de defesa.- Há muitos reflexos configurados para selecionar o que é relevante e tornar muito difícil “olhar lá dentro e ver algo”, mesmo em uma memória saudável e normal, além da repressão de memórias desagradáveis e memórias traumáticas.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  31. 31. A Saída…- “O que precisamos é de uma descrição correta da forma como você está pensando agora”.… “Não admitimos a nós mesmos a natureza real dos nossos pensamentos”. (para descobrir o que está acontecendo)- “Dizer as verdadeiras palavras que expressam a maneira que realmente pensa, faz também reagir o corpo, pois o reflexo está também na química e não no intelecto”.- “Isso é feito para aprender e não para mudar algo, porque se você estiver tentando mudar algo, não vai funcionar”.- “Ago pode mudá-lo (o reflexo) quando você aprende, mas isso é uma consequência”.Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  32. 32. Saída … - Abrir espaço para possibilidades Consequência Consciência, Mapa mental clareza sobre Aprend necesidade de MUDANÇA isento, limpo retenção er - Sensibilidade - Prestar atenção - Explicitar (em palavras) REQUER UM TRABALHO SUSTENTÁVEL Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  33. 33. A Saída… “ Sim, estou dizendo que estamos tentando fazer algo. Estamos apenas aprendendo, atentos e atenciosamente aprendendo”. David BohmGrupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012
  34. 34. Grupo de Estudos “O pensamento como um Sistema” de Bohm – Turma Recife 2012

×