SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
ATENÇÃO ÀS
MULHERES
CÂNCER DE OVÁRIO
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
O diagnóstico precoce do câncer de ovário é um grande
desafio para os profissionais de saúde, sendo possível
somente em parte dos casos, uma vez que a maioria só
apresenta sinais e sintomas em fases mais avançadas da
doença.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Objetivos dessa apresentação:
• Apresentar os fatores de risco e de proteção para o câncer
de ovário;
• Apresentar seus principais sintomas;
• Apresentar as atuais recomendações para seu
rastreamento, estadiamento e tratamento.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Carcinogênese Ovariana
O câncer epitelial de ovário é a doença maligna
ginecológica mais letal e a quinta causa mais comum de
câncer em mulheres. Ele resulta da transformação
maligna do epitélio da superfície do ovário, que é
contíguo ao epitélio peritoneal. Conitec, 2019.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário
Estimativas do INCA 2020/2022:
• 6650 novos casos
• 6,18 casos/ 100.000 mulheres
INCA, 2020.
Risco
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário
• Idade
• Nulíparas – 30 a 60 %
• Raça branca
• Fatores ambientais: países
desenvolvidos e industrializados
• Fatores nutricionais: dietas ricas
em gorduras
• Obesidade: IMC > 30 Kg/m2
• Endometriose: risco de 2,5% de
transformação maligna
• Irradiação
• Tabagismo
• Reposição hormonal
Fatores Predisponentes
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário
• 10 % dos casos
• Mutações genéticas: BRCA1 e BRCA2
• História familiar de câncer do ovário, mamas, endométrio, colons, pâncreas
• Síndrome de Lynch (câncer colorretal hereditário não poliposo) tendência a
câncer de endométrio e ovário
• Síndrome de Li Fraumeni
Risco Aumentado
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário
• Inibição da ovulação
• Amamentação
• Paridade aumentada
• Anticoncepcionais orais
• Laqueadura tubária
• Ooforectomia profilática em
mulheres de alto risco associada
a outras cirurgias
Fatores de Proteção
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário: distribuição dos casos por faixa etária
0
100
200
300
400
500
600
700
800
900
15-29 30-39 40-49 50-59 60-69 70-79 >80
Maligno
Borderline
Número
de
casos
Faixa etária
FIGO – Annual Report
Limítrofe
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Para população geral
• Risco: 2 %
• Não há consenso nem recomendação de método de rastreio
• Exame pélvico
• Ultrassom transvaginal
Câncer de Ovário
Rastreamento
ANUAL
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Para população de alto risco
• Risco: aproximadamente 45%
• Exame pélvico
• Ultrassom transvaginal
• Ca 125
Câncer de Ovário
Rastreamento
SEMESTRAL
A partir de 35 anos ou 10 anos
antes do primeiro diagnóstico
em qualquer membro da família.
Profilaxia: Salpingo-ooforectomia
entre 35 e 45 anos
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário: Diagnóstico
• Sensação de peso no baixo ventre
• Dor abdominal
• Alterações menstruais e
sangramento vaginal
• Flatulência
• Má digestão
• Perda de apetite
• Alterações do ritmo intestinal
• Cansaço
• Emagrecimento
• Aumento do volume abdominal
Sintomas
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário: Diagnóstico
• Normal
• Aumento do volume abdominal
• Palpação de massas no abdome
• Ascite
• Palpação de massas anexiais ao toque vaginal e retal
Exame Ginecológico
Tumores do ovário - aumento
do volume abdominal
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário: Diagnóstico
• Ultrassom transvaginal/pélvico
• Dopplerfluxometria
• Punção abdominal – citologia de
líquido ascético
• Ressonância Nuclear Magnética
• Tomografia computadorizada
• Marcadores tumorais: Ca 125
• Histopatológico
Métodos Complementares
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Investigação e Estadiamento
IOTA regras simples:
● Benigno - Presença de pelo
menos 1 fator B e nenhum
fator M
● Maligno - Pelo menos um fator
M presente e nenhum fator B
presente
● Se houver presença simultânea
de fatores benignos e malignos
- inconclusivo
Timmerman et. al., 2016.
Parâmetros para predizer
um tumor BENIGNO
Parâmetros para predizer
um tumor MALIGNO
B1 – Uniocular M1 – tumor sólido e irregular
B2 – Presença de componente
sólido com no máximo 7mm de
diâmetro
M2 – Presença de ascite
B3 – Presença de sombra
acústica posterior
M3 – No mínimo 4 estruturas
papilares
B4 – Tumor multilocular com
maior diâmetro < 100mm
M4 – Tumor sólido multilocular
com maior diâmetro ≥ 100mm
B5 – Ausência de vascularização M5 – Intensa vascularização
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Investigação e Estadiamento
Timmerman et. al., 2016.
B1: Cisto Unilocular B2: Presença de componentes
sólidos, com maior diâmetro <
7mm
B3: Presença de sombras
acústicas
B5: Ausência de Vascularização
B4: Tumor multilocular com
maior diâmetro < 100mm
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Investigação e Estadiamento
Timmerman et. al., 2016.
M1: Tumor sólido e irregular M2: Presença de ascite M3: No mínimo 4 estruturas
papilares
M4: Tumor sólido multilocular
com maior diâmetro ≥ 100mm
M5: Intensa Vascularização
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Fonte: IOTA ADNEX Risk Model
Há modelos e
aplicativos que podem
ser usados para apoiar
a investigação e
estadiamento do
câncer de ovário.
Investigação e Estadiamento
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário
Tratamento
Cirurgia - Objetivos:
• Estadiamento
• Controle da doença
• Citorredução
Cirurgia fundamental
• Histerectomia total + Anexectomia bilateral + Omentectomia
+ Apendicectomia + Linfadenectomia pélvica e para-aórtica
IMPORTANTE:
Exploração cirúrgica da cavidade abdominal
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário
Tratamento
Quimioterapia
➢ Neoadjuvante
• Utilizada como primeiro recurso terapêutico
• Indicada nos casos em que a cirurgia inicial não será completa
➢ Adjuvante
• Complementa a cirurgia
• Indicada nos casos em que se comprovou doença extensa e/ou ressecção
incompleta da doença
• O tratamento do câncer de ovário pode apresentar potencial curativo
ou paliativo, dependendo do estádio da neoplasia e da diferenciação
tumoral.
• Nos casos de potencial curativo, com doença potencialmente
ressecável, o tratamento pode envolver a indicação de quimioterapia
prévia ou adjuvante à intervenção cirúrgica.
Conitec, 2019.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Câncer de Ovário
Tratamento Conservador
➢ Objetivos:
• Manter função reprodutora
• Manter produção hormonal ovariana
➢ Indicações:
• Prole incompleta
• Pacientes jovens
• Estágios iniciais
• Tumores bem diferenciados - limítrofes
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
• Embora as pacientes com câncer de ovário recorrente raramente sejam curadas, elas
podem ter respostas significativas aos tratamentos de resgate.
• O papel da vigilância nessa neoplasia é fornecer práticas clínicas que devem ser
direcionadas para a detecção de recorrências que possam ser tratadas, com intuito
paliativo, curativo ou de controle.
• Recomendam-se visitas de acompanhamento a cada dois a quatro meses nos primeiros
dois anos, seguidas de intervalos de seis meses nos três anos seguintes.
Acompanhamento Pós-tratamento
Conitec, 2019.
Apesar de se obter uma resposta clínica completa, as taxas de recorrência permanecem
altas para o câncer de ovário, ocorrendo em torno de 25% dos pacientes com doença em
estágio inicial e 80% daquelas com doença avançada.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
Alimentação adequada
Controle do peso corporal
Restrição ao consumo de álcool e tabaco
Atividade física regular
Bom sono
Recomendações
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
A identificação câncer de ovário em seu estágio inicial
e o encaminhamento ágil e adequado para o
atendimento especializado são essenciais para um
melhor resultado terapêutico e prognóstico dos casos.
Conitec, 2019.
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
CÂNCER DE OVÁRIO
• Timmerman D, Van Calster B, Testa A, et al. Predicting the risk of malignancy in adnexal masses based on the Simple
Rules from the International Ovarian Tumor Analysis group. Am J Obstet Gynecol. 2016;214(4):424-437.
doi:10.1016/j.ajog.2016.01.007
• Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. ABC do câncer : abordagens básicas para o controle do
câncer / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. – 6. ed. rev. atual. – Rio de Janeiro : INCA, 2020.
• Berek JS, Renz M, Kehoe S, Kumar L, Friedlander M. Cancer of the ovary, fallopian tube, and peritoneum: 2021 update.
Int J Gynaecol Obstet. 2021;155 Suppl 1:61-85. doi:10.1002/ijgo.13878
• Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Relatório de Recomendação Nº 150 –
Diretrizes Diagnósticas e Terapêuticas de Neoplasia maligna epitelial de ovário. 2019.
Referências
portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Aprofunde seus conhecimentos acessando artigos disponíveis na biblioteca do Portal.
ATENÇÃO ÀS
MULHERES
Material de 23 de agosto de 2022
Disponível em: portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br
Eixo: Atenção às Mulheres
CÂNCER DE OVÁRIO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação ca colo e mama
Apresentação ca colo e mamaApresentação ca colo e mama
Apresentação ca colo e mamaVanessa Serrano
 
Câncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroCâncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroRoberta Araujo
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de MamaOncoguia
 
Aula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentes
Aula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentesAula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentes
Aula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentesGuilherme Novita Garcia
 
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaSaúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaBruna Oliveira
 
Câncer de Ovário - Solange Sanches
Câncer de Ovário - Solange Sanches Câncer de Ovário - Solange Sanches
Câncer de Ovário - Solange Sanches Oncoguia
 
Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaMathielly Samara
 
Lesões precursoras do câncer do colo uterino
Lesões precursoras do câncer do colo uterinoLesões precursoras do câncer do colo uterino
Lesões precursoras do câncer do colo uterinoitsufpr
 
Câncer de mama - Palestra para comunidade
Câncer de mama -  Palestra para comunidadeCâncer de mama -  Palestra para comunidade
Câncer de mama - Palestra para comunidadeMaylu Souza
 
Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroOncoguia
 
Bi rads - mamografia
Bi rads - mamografiaBi rads - mamografia
Bi rads - mamografiadapab
 

Mais procurados (20)

Cancer do cólo do útero pronto
Cancer do cólo do útero prontoCancer do cólo do útero pronto
Cancer do cólo do útero pronto
 
Câncer de mama: do exame clínico ao exame de imagem
Câncer de mama: do exame clínico ao exame de imagemCâncer de mama: do exame clínico ao exame de imagem
Câncer de mama: do exame clínico ao exame de imagem
 
Cancer colo do utero
Cancer colo do uteroCancer colo do utero
Cancer colo do utero
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
 
Apresentação ca colo e mama
Apresentação ca colo e mamaApresentação ca colo e mama
Apresentação ca colo e mama
 
Câncer de cólo de útero
Câncer de cólo de úteroCâncer de cólo de útero
Câncer de cólo de útero
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
Espessamento endometrial à ultrassonografia e achados histeroscópicos
Espessamento endometrial à ultrassonografia e achados histeroscópicosEspessamento endometrial à ultrassonografia e achados histeroscópicos
Espessamento endometrial à ultrassonografia e achados histeroscópicos
 
Cancer de ovario
Cancer de ovarioCancer de ovario
Cancer de ovario
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
Cancer de mama
Cancer de mamaCancer de mama
Cancer de mama
 
Aula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentes
Aula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentesAula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentes
Aula 2 - Câncer de Mama queixas mamárias frequentes
 
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de MamaSaúde da Mulher em Câncer de Mama
Saúde da Mulher em Câncer de Mama
 
Câncer de Ovário - Solange Sanches
Câncer de Ovário - Solange Sanches Câncer de Ovário - Solange Sanches
Câncer de Ovário - Solange Sanches
 
Seminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mamaSeminario de cancer de mama
Seminario de cancer de mama
 
Lesões precursoras do câncer do colo uterino
Lesões precursoras do câncer do colo uterinoLesões precursoras do câncer do colo uterino
Lesões precursoras do câncer do colo uterino
 
Câncer de mama - Palestra para comunidade
Câncer de mama -  Palestra para comunidadeCâncer de mama -  Palestra para comunidade
Câncer de mama - Palestra para comunidade
 
Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do Útero
 
Bi rads - mamografia
Bi rads - mamografiaBi rads - mamografia
Bi rads - mamografia
 
ApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De Mama
ApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De MamaApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De Mama
ApresentaçãO Do SemináRio Sobre CâNcer De Mama
 

Semelhante a Câncer de Ovário: Fatores de Risco, Sintomas e Tratamento

AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptxAULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptxVanessaAlvesDeSouza4
 
AULA Câncer do colo do útero.pptx
AULA Câncer do colo do útero.pptxAULA Câncer do colo do útero.pptx
AULA Câncer do colo do útero.pptxJessicaRamos80226
 
palestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mamapalestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mamaMirianSouzaRibeiro
 
O Cancro Da Mama
O Cancro Da MamaO Cancro Da Mama
O Cancro Da Mamavania19
 
O que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretalO que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretalTookmed
 
importancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.pptimportancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.pptvalentimamuge
 
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdfaula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdfAndreiaCosta151227
 
Detecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncerDetecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncernnanda4
 
Detecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncerDetecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncernnanda4
 
Entendendo o câncer colorretal
Entendendo o câncer colorretalEntendendo o câncer colorretal
Entendendo o câncer colorretalOncoguia
 
Consensointegra
ConsensointegraConsensointegra
Consensointegraevandrodig
 
Novidades no tratamento do
Novidades no tratamento doNovidades no tratamento do
Novidades no tratamento doOncoguia
 
SLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptx
SLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptxSLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptx
SLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptxGlauciaVieira16
 

Semelhante a Câncer de Ovário: Fatores de Risco, Sintomas e Tratamento (20)

Abordagem Atual no Diagnostico dos Tumores Ovarianos
Abordagem Atual no Diagnostico dos Tumores OvarianosAbordagem Atual no Diagnostico dos Tumores Ovarianos
Abordagem Atual no Diagnostico dos Tumores Ovarianos
 
Saúde intergral da mulher aula 4
Saúde intergral da mulher  aula 4Saúde intergral da mulher  aula 4
Saúde intergral da mulher aula 4
 
Rastreamento do câncer do colo do útero: cobertura, periodicidade e população...
Rastreamento do câncer do colo do útero: cobertura, periodicidade e população...Rastreamento do câncer do colo do útero: cobertura, periodicidade e população...
Rastreamento do câncer do colo do útero: cobertura, periodicidade e população...
 
Rastreamento do câncer do colo do útero: adequabilidade da amostra
Rastreamento do câncer do colo do útero: adequabilidade da amostraRastreamento do câncer do colo do útero: adequabilidade da amostra
Rastreamento do câncer do colo do útero: adequabilidade da amostra
 
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptxAULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
AULA 08 - CÂNCER DE COLO DE ÚTERO E MAMA.pptx
 
AULA Câncer do colo do útero.pptx
AULA Câncer do colo do útero.pptxAULA Câncer do colo do útero.pptx
AULA Câncer do colo do útero.pptx
 
palestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mamapalestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mama
 
O Cancro Da Mama
O Cancro Da MamaO Cancro Da Mama
O Cancro Da Mama
 
O que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretalO que você precisa saber Câncer colorretal
O que você precisa saber Câncer colorretal
 
importancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.pptimportancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
importancia do conhecimento do Cancro da mama.ppt
 
06 cancerbexigai parte 1
06 cancerbexigai parte 106 cancerbexigai parte 1
06 cancerbexigai parte 1
 
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdfaula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
aula_tumoresfemininos_mulherporinteiro.pdf
 
Sleo ca mama
Sleo ca mamaSleo ca mama
Sleo ca mama
 
Detecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncerDetecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncer
 
Detecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncerDetecção precoce e rastriamento do câncer
Detecção precoce e rastriamento do câncer
 
Entendendo o câncer colorretal
Entendendo o câncer colorretalEntendendo o câncer colorretal
Entendendo o câncer colorretal
 
Consensointegra
ConsensointegraConsensointegra
Consensointegra
 
Novidades no tratamento do
Novidades no tratamento doNovidades no tratamento do
Novidades no tratamento do
 
Tumores anexiais
Tumores anexiaisTumores anexiais
Tumores anexiais
 
SLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptx
SLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptxSLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptx
SLIDE CÂNCER COLO DO ÚTERO.pptx
 

Mais de Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)

Mais de Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz) (20)

Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e InfertilidadeDisbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
Disbioses, Infecções Genitais e Infertilidade
 
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em PediatriaPrevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
Prevenção de Infecção de Sítio Cirúrgico em Pediatria
 
Ansiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no ClimatérioAnsiedade e Depressão no Climatério
Ansiedade e Depressão no Climatério
 
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
Diabetes Mellitus na Gestação: estratégias de organização e hierarquização da...
 
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
Prevenção do Câncer de Colo: quando a colposcopia é indicada?
 
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no BrasilDesospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
Desospitalização de Crianças com CCC: panorama da atenção domiciliar no Brasil
 
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto NormalO Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
O Pré-natal e a Promoção do Parto Normal
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
 
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
Diretriz Clínica Brasileira de Linha de Cuidado para Malformações Cirúrgicas:...
 
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadasDiabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
Diabetes Mellitus na Gestação: alterações metabólicas associadas
 
Luto Perinatal
Luto PerinatalLuto Perinatal
Luto Perinatal
 
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e ManejoAnafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
Anafilaxia na Infância: Apresentação Clínica e Manejo
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e PuerpérioDiabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
Diabetes Mellitus na Gestação: Cuidados no Parto e Puerpério
 
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no BrasilRetomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
Retomada da Cobertura Vacinal: Desafios e Perspectivas no Brasil
 
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na GestaçãoCuidados com a Saúde Bucal na Gestação
Cuidados com a Saúde Bucal na Gestação
 
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
Hábitos Saudáveis e a Prevenção do Câncer de Mama: é possível?
 
Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?Fibrose Cística: como diagnosticar?
Fibrose Cística: como diagnosticar?
 
Osteogênese Imperfeita
Osteogênese ImperfeitaOsteogênese Imperfeita
Osteogênese Imperfeita
 
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natalDiabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
Diabetes Mellitus na Gestação: Tratamento e Cuidados no Pré-natal
 
Desafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução AlimentarDesafios na Introdução Alimentar
Desafios na Introdução Alimentar
 

Câncer de Ovário: Fatores de Risco, Sintomas e Tratamento

  • 2. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO O diagnóstico precoce do câncer de ovário é um grande desafio para os profissionais de saúde, sendo possível somente em parte dos casos, uma vez que a maioria só apresenta sinais e sintomas em fases mais avançadas da doença.
  • 3. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Objetivos dessa apresentação: • Apresentar os fatores de risco e de proteção para o câncer de ovário; • Apresentar seus principais sintomas; • Apresentar as atuais recomendações para seu rastreamento, estadiamento e tratamento.
  • 4. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Carcinogênese Ovariana O câncer epitelial de ovário é a doença maligna ginecológica mais letal e a quinta causa mais comum de câncer em mulheres. Ele resulta da transformação maligna do epitélio da superfície do ovário, que é contíguo ao epitélio peritoneal. Conitec, 2019.
  • 5. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário Estimativas do INCA 2020/2022: • 6650 novos casos • 6,18 casos/ 100.000 mulheres INCA, 2020. Risco
  • 6. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário • Idade • Nulíparas – 30 a 60 % • Raça branca • Fatores ambientais: países desenvolvidos e industrializados • Fatores nutricionais: dietas ricas em gorduras • Obesidade: IMC > 30 Kg/m2 • Endometriose: risco de 2,5% de transformação maligna • Irradiação • Tabagismo • Reposição hormonal Fatores Predisponentes
  • 7. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário • 10 % dos casos • Mutações genéticas: BRCA1 e BRCA2 • História familiar de câncer do ovário, mamas, endométrio, colons, pâncreas • Síndrome de Lynch (câncer colorretal hereditário não poliposo) tendência a câncer de endométrio e ovário • Síndrome de Li Fraumeni Risco Aumentado
  • 8. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário • Inibição da ovulação • Amamentação • Paridade aumentada • Anticoncepcionais orais • Laqueadura tubária • Ooforectomia profilática em mulheres de alto risco associada a outras cirurgias Fatores de Proteção
  • 9. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário: distribuição dos casos por faixa etária 0 100 200 300 400 500 600 700 800 900 15-29 30-39 40-49 50-59 60-69 70-79 >80 Maligno Borderline Número de casos Faixa etária FIGO – Annual Report Limítrofe
  • 10. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Para população geral • Risco: 2 % • Não há consenso nem recomendação de método de rastreio • Exame pélvico • Ultrassom transvaginal Câncer de Ovário Rastreamento ANUAL
  • 11. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Para população de alto risco • Risco: aproximadamente 45% • Exame pélvico • Ultrassom transvaginal • Ca 125 Câncer de Ovário Rastreamento SEMESTRAL A partir de 35 anos ou 10 anos antes do primeiro diagnóstico em qualquer membro da família. Profilaxia: Salpingo-ooforectomia entre 35 e 45 anos
  • 12. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário: Diagnóstico • Sensação de peso no baixo ventre • Dor abdominal • Alterações menstruais e sangramento vaginal • Flatulência • Má digestão • Perda de apetite • Alterações do ritmo intestinal • Cansaço • Emagrecimento • Aumento do volume abdominal Sintomas
  • 13. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário: Diagnóstico • Normal • Aumento do volume abdominal • Palpação de massas no abdome • Ascite • Palpação de massas anexiais ao toque vaginal e retal Exame Ginecológico Tumores do ovário - aumento do volume abdominal
  • 14. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário: Diagnóstico • Ultrassom transvaginal/pélvico • Dopplerfluxometria • Punção abdominal – citologia de líquido ascético • Ressonância Nuclear Magnética • Tomografia computadorizada • Marcadores tumorais: Ca 125 • Histopatológico Métodos Complementares
  • 15. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Investigação e Estadiamento IOTA regras simples: ● Benigno - Presença de pelo menos 1 fator B e nenhum fator M ● Maligno - Pelo menos um fator M presente e nenhum fator B presente ● Se houver presença simultânea de fatores benignos e malignos - inconclusivo Timmerman et. al., 2016. Parâmetros para predizer um tumor BENIGNO Parâmetros para predizer um tumor MALIGNO B1 – Uniocular M1 – tumor sólido e irregular B2 – Presença de componente sólido com no máximo 7mm de diâmetro M2 – Presença de ascite B3 – Presença de sombra acústica posterior M3 – No mínimo 4 estruturas papilares B4 – Tumor multilocular com maior diâmetro < 100mm M4 – Tumor sólido multilocular com maior diâmetro ≥ 100mm B5 – Ausência de vascularização M5 – Intensa vascularização
  • 16. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Investigação e Estadiamento Timmerman et. al., 2016. B1: Cisto Unilocular B2: Presença de componentes sólidos, com maior diâmetro < 7mm B3: Presença de sombras acústicas B5: Ausência de Vascularização B4: Tumor multilocular com maior diâmetro < 100mm
  • 17. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Investigação e Estadiamento Timmerman et. al., 2016. M1: Tumor sólido e irregular M2: Presença de ascite M3: No mínimo 4 estruturas papilares M4: Tumor sólido multilocular com maior diâmetro ≥ 100mm M5: Intensa Vascularização
  • 18. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Fonte: IOTA ADNEX Risk Model Há modelos e aplicativos que podem ser usados para apoiar a investigação e estadiamento do câncer de ovário. Investigação e Estadiamento
  • 19. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário Tratamento Cirurgia - Objetivos: • Estadiamento • Controle da doença • Citorredução Cirurgia fundamental • Histerectomia total + Anexectomia bilateral + Omentectomia + Apendicectomia + Linfadenectomia pélvica e para-aórtica IMPORTANTE: Exploração cirúrgica da cavidade abdominal
  • 20. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário Tratamento Quimioterapia ➢ Neoadjuvante • Utilizada como primeiro recurso terapêutico • Indicada nos casos em que a cirurgia inicial não será completa ➢ Adjuvante • Complementa a cirurgia • Indicada nos casos em que se comprovou doença extensa e/ou ressecção incompleta da doença • O tratamento do câncer de ovário pode apresentar potencial curativo ou paliativo, dependendo do estádio da neoplasia e da diferenciação tumoral. • Nos casos de potencial curativo, com doença potencialmente ressecável, o tratamento pode envolver a indicação de quimioterapia prévia ou adjuvante à intervenção cirúrgica. Conitec, 2019.
  • 21. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Câncer de Ovário Tratamento Conservador ➢ Objetivos: • Manter função reprodutora • Manter produção hormonal ovariana ➢ Indicações: • Prole incompleta • Pacientes jovens • Estágios iniciais • Tumores bem diferenciados - limítrofes
  • 22. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO • Embora as pacientes com câncer de ovário recorrente raramente sejam curadas, elas podem ter respostas significativas aos tratamentos de resgate. • O papel da vigilância nessa neoplasia é fornecer práticas clínicas que devem ser direcionadas para a detecção de recorrências que possam ser tratadas, com intuito paliativo, curativo ou de controle. • Recomendam-se visitas de acompanhamento a cada dois a quatro meses nos primeiros dois anos, seguidas de intervalos de seis meses nos três anos seguintes. Acompanhamento Pós-tratamento Conitec, 2019. Apesar de se obter uma resposta clínica completa, as taxas de recorrência permanecem altas para o câncer de ovário, ocorrendo em torno de 25% dos pacientes com doença em estágio inicial e 80% daquelas com doença avançada.
  • 23. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO Alimentação adequada Controle do peso corporal Restrição ao consumo de álcool e tabaco Atividade física regular Bom sono Recomendações
  • 24. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO A identificação câncer de ovário em seu estágio inicial e o encaminhamento ágil e adequado para o atendimento especializado são essenciais para um melhor resultado terapêutico e prognóstico dos casos. Conitec, 2019.
  • 25. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br CÂNCER DE OVÁRIO • Timmerman D, Van Calster B, Testa A, et al. Predicting the risk of malignancy in adnexal masses based on the Simple Rules from the International Ovarian Tumor Analysis group. Am J Obstet Gynecol. 2016;214(4):424-437. doi:10.1016/j.ajog.2016.01.007 • Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. ABC do câncer : abordagens básicas para o controle do câncer / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. – 6. ed. rev. atual. – Rio de Janeiro : INCA, 2020. • Berek JS, Renz M, Kehoe S, Kumar L, Friedlander M. Cancer of the ovary, fallopian tube, and peritoneum: 2021 update. Int J Gynaecol Obstet. 2021;155 Suppl 1:61-85. doi:10.1002/ijgo.13878 • Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Relatório de Recomendação Nº 150 – Diretrizes Diagnósticas e Terapêuticas de Neoplasia maligna epitelial de ovário. 2019. Referências
  • 26. portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Aprofunde seus conhecimentos acessando artigos disponíveis na biblioteca do Portal. ATENÇÃO ÀS MULHERES Material de 23 de agosto de 2022 Disponível em: portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br Eixo: Atenção às Mulheres CÂNCER DE OVÁRIO