SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 58
Função do 2º grau
Função do 2º grau
A função do 2º grau, também denominada
função quadrática, é definida pela expressão
do tipo:
y = f(x) = ax² + bx + c, onde a, b e c são
constantes reais e Exemplos:
a) y=x²+3x+2 ( a=1; b=3; c=2 )
b) y=x² ( a=1; b=0; c=0 )
c) y=x²-4 ( a=1; b=0; c=-4 )
Conteúdo para 8ª série
Professor Antonio Carlos Carneiro Barroso
Professor de Matemática do Colégio estadual
Dinah Gonçalves em Valéria Salvador-Ba
Graduado pela UFBA e pós graduado em
metodologia e Didática do Ensino Superior
www.ensinodematemtica.blogspot.com.br
www.profantoniocarneiro.com
www.accbarrosogestar.blogspot.com.br
Gráficos:
Gráfico de uma função do 2º grau:
O gráfico de uma função quadrática
é uma parábola
Podemos visualizar uma parábola em um
parque de diversões, simplesmente olhando
para a montanha russa.
 Sua representação gráfica é dada em torno de
eixos:
Veja:
A Parábola:
Professor Antonio Carlos
Observe os pontos:
 Notem que os pontos: A e A`, B e B`, C e C` são
simétricos (estão a mesma distância do eixo de
simetria). O ponto V representa o vértice da parábola, é
a partir dele que determinamos todos os outros pontos.
Coordenadas do vértice
 A coordenada x do vértice da parábola pode ser
determinada por .
 Exemplo: Determine as coordenada do vértice da
parábola y=x²-4x+3
Temos: a=1, b=-4 e c=3
Logo, a coordenada x será igual a 2, mas e a
coordenada y?
Fique atento:
Simples: Vamos substituir o valor obtido da coordenada
x e determinar o valor da coordenada y.
Assim, para determinarmos a coordenada y da parábola
y=x²-4x+3, devemos substituir o valor de x por 2.
y = (2)²-4.(2)+3 = 4-8+3=-1
Logo, as coordenadas do vértice serão V=(2,-1)
Portanto, para determinarmos as coordenadas do
vértice de uma parábola, achamos o valor da
coordenada x (através de x=-b/2a) e substituindo este
valor na função, achamos a coordenada y!!!
Raízes:
Raízes (ou zeros) da função do 2º grau
Denominam-se raízes da função do 2º grau os
valores de x para os quais ela se anula.
y=f(x)=0
Exemplo: na função y=x²-4x+3, que acima
acabamos de determinar as coordenadas de
seus vértices, as raízes da função serão x=1 e
x`=3.
Vejamos o gráfico:
O gráfico:
Resolva a função:
Notem que quando x=1 e x`=3, a parábola intercepta
("corta") o eixo x.
Como determinar a raiz ou zero da função do 2º
grau?
Simplesmente aplicando a resolução de equações do 2º
grau, já vista na seção anterior.
Exemplo: determine a raiz da função y=x²+5x+6:
Fazendo y=f(x)=0, temos x²+5x+6=0
Agora basta resolver a equação aplicando a fórmula de
Bháskara.
x²+5x+6=0
Acharemos que x = -2 e x` = -3.
Concavidade da parábola
Explicarei esta parte com um simples desenho.
a>0a<0Os desenhos até que ficaram bonitinhos,
mas isso não importa neste momento. O que
nos importa agora é que quando a>0, a
concavidade da parábola está voltada para cima
(carinha feliz) e quando a<0, a parábola está
voltada para baixo (carinha triste).
Exemplos:
y = f(x) = x² - 4
y = f(x) = -x² + 4
Nota:
Quando a concavidade está voltada para cima (a>0), o
vértice representa o valor mínimo da função. Quando a
concavidade está voltada para baixo (a<0), o vértice
representa o valor máximo.
Quando o discriminante é igual a zero
Quando o valor de , o vértice a parábola encontra-se no
eixo x. A coordenada y será igual a zero.
Exemplo: y=f(x)=x²+2x+1
x²+2x+1=0
x=x`=-b/2a=-1
As coordenadas do vértice serão V=(-1,0)
Gráfico:
Estudo do delta:
Quando o descriminante é maior que zero
Quando o valor de , a parábola intercepta o eixo
x em dois pontos. (São as raízes ou zeros da
função vistos anteriormente).
Exemplo: y = f(x) = x²-4x+3
x²-4x+3=0
x=1, x`=3
Gráfico:
Gráfico:
Delta<0
Quando o discriminante é menor que
zero
Quando o valor de , a parábola não
intercepta o eixo x. Não há raízes ou
zeros da função.
Exemplo: y = f(x) = x²-x+2
x²-x+2=0
Gráfico:
a>0 e a<0
Olhe o gráfico:
Esboçando o gráfico
Para finalizarmos (ufa!), vamos desenhar
o gráfico da função
y=-x²-4x-3
1ª etapa: Raízes ou zeros da função
-x²-4x-3=0
Aplicando a fórmula de Bháskara
x=-1, x`=-3
Veja as etapas:
2ª etapa: Coordenadas do vértice
Coordenada x (=-b/2a): -(-4)/2.(-1)=-2
Coordenada y: Basta substituir o valor de x
obtido na função
y = -x²-4x-3 = -(-2)²-4.(-2)-3 = -4+8-3 = 1
Portanto, V=(-2,1)
3ª etapa: Concavidade da parábola
y=-x²-4x-3
Como a=-1<0, a concavidade estará voltada
para baixo
Olhe o gráfico:
Exercício:
1) As equações abaixo definem funções
do 2º grau. Para cada uma dessas
funções, ache as coordenadas do vértice
que a representa:
a) f(x)= x² - 4x + 5
b) f(x)= x² +4x - 6
c) f(x)= 2x² +5x - 4
d) f(x)= -x² + 6x - 2
e) f(x)= -x² - 4x +1
Resolva:
2) Determine, se existirem, os zeros reais
das funções seguintes:
a) f(x)= 3x² - 7x + 2
b) f(x)= -x² + 3x - 4
c) f(x)= -x² + 3/2x + 1
d) f(x)= x² -4
e) f(x)= 3x²
Não existe zeros em (b)
Antonio Carlos carneiro Barroso:
3) Construa o gráfico das seguintes
funções:
a) f(x)= x² - 16x + 63
b) f(x)= 2x² - 7x + 3
c) f(x)= 4x² - 4x +1
d) f(x)= -x² + 4x - 5
e) f(x)= -2x² +8x- 6
Faça:
4) Em uma partida de vôlei, um jogador deu um
saque em que a bola atingiu uma altura h em
metros, num tempo t, em segundos, de acordo
com a relação h(t) = -t² + 8t.
a) Em que instante a bola atingiu a altura
máxima?
[Nota]: observem o vértice
b) De quantos metros foi a altura máxima
alcançada pela bola?
c) Esboce o gráfico que represente esta
situação.
Respostas: 4: a)4s; b) 16m
Função do 1º grau:
Vamos iniciar o estudo da função do 1º grau, lembrando
o que é uma correspondência:
Correspondência: é qualquer conjunto de pares
ordenados onde o primeiro elemento pertence ao
primeiro conjunto dado e o segundo elemento pertence
ao segundo conjunto dado.
Assim: Dado os conjuntos A={1,2,3} e B={1,2,3,4,5,6}
consideremos a correspondência de A em B, de tal
modo que cada elemento do conjunto A se associa no
conjunto B com o seu sucessor. Assim ; ; . A
correspondência por pares ordenados seria:

Noção de função:
Veja os diagramas:
Uma função todo elemento de A tem
imagem única em B.
Analisando os diagramas acima:
O diagrama 1 não satisfaz a condição (1);
os diagramas 3, 4 e 5 não satisfazem a
condição (2).
Logo, somente o diagrama 2 representa
uma função
Domínio, imagem e contra domínio
Observe o diagrama:
Função:
 Chamemos esta função de f, logo o conjunto de pares ordenados
serão:
 f={(1,2),(2,3),(3,4)}
 O conjunto X={1,2,3} denomina-se domínio da função f.
 D(F)=X
 O conjunto Y={1,2,3,4,5} denomina-se contradomínio da função f.
 C(F)=Y
 Dizemos que 2 é a imagem de 1 pela função f.
 f(1)=2
 Ainda, f(2)=3 e f(3)=4.
 Logo o conjunto das imagens de f e dado por:
 Im(f)={2,3,4}
Determinação de função:
Observe a figura:
Veja:
Associe cada elemento de X com um
elemento de y:
Determine a imagem de cada função:
a) D(f) = {1,2,3}
y = f(x) = x + 1
[Sol] f(1) = 1+1 = 2
f(2) = 2+1 = 3
f(3) =3+1 = 4
Logo: Im(f)={2,3,4}
b) D(f) = {1,3,5}
y = f(x) = x²
[Sol] f(1) = 1² = 1
f(3) = 3² = 9
f(5) = 5² = 25
Logo: Im(f)={1,9,25}
Plano cartesiano :
Eixo Cartesiano:
Eixos x e y:
Consideremos dois eixos x e y
perpendiculares em 0, os quais
determinam o plano A.
Dado um plano P qualquer, pertencente
ao plano A, conduzamos por ele duas
retas:
x // x' e y // y'
Denominemos P1 a interseção de x com
y' e P2 a interseção de y com x'
Continuação:
Nessas condições, definimos:
- Abscissa de P é um número real representado por P1
- Ordenada de P é um número real representado por P2
- A coordenada de P são números reais x' e y' ,
geralmente indicados na forma de par ordenado ( x' , y' )
- O eixo das abscissas é o eixo x
- O eixo das ordenadas é o eixo y
- A origem do sistema é o ponto 0
- Plano cartesiano é o plano A.
Depois dessa revisão veja a função do 1º
grau:
Exemplo:
Numa loja, o salário fixo mensal de um
vendedor é 500 reais. Além disso, ele recebe de
comissão 50 reais por produto vendido.
a) Escreva uma equação que expresse o ganho
mensal y desse vendedor, em função do
número x de produto vendido.
[Sol] y=salário fixo + comissão
y=500 + 50x
Cont.
Quanto ele ganhará no final do mês se
vendeu 4 produtos?
[Sol] y=500+50x , onde x=4
y=500+50.4 = 500+200 = 700
Quantos produtos ele vendeu se no final
do mês recebeu 1000 reais?
[Sol] y=500+50x , onde y=1000
1000=500+50x » 50x=1000-500 »
50x=500 » x=10
Cont.
A relação assim definida por uma
equação do 1º grau é denominada função
do 1º grau, sendo dada por:
y=f(x)=ax+b com ,a e b pertencente
aos números reais

Gráfico:
Gráfico da função do 1º grau:
O gráfico de uma função do 1º grau de R em R
é uma reta.
Exemplo:
1) Construa o gráfico da função determinada por
f(x)=x+1:
[Sol] Atribuindo valores reais para x, obtemos
seus valores correspondentes para y.
Olhe os pares:
O conjunto dos pares ordenados determinados é f={(-2,-1),
(-1,0),(0,1),(1,2),(2,3)}
2º Exemplo:
Construa o gráfico da função determinada por
f(x)=-x+1.
[Sol] Atribuindo valores reais para x, obtemos
seus valores correspondentes para y.
xy=f(x)=-x+1-2 3-1 20 11 02-1O conjunto dos
pares ordenados determinados é f={(-2,3),(-1,2),
(0,1),(1,0),(2,-1)}
Continuação:
O gráfico:
y = x+1 ( a> 0 ) ; onde a = 1
Função crescente:
y = -x+1 ( a<0 ); onde a=-1
Função decrescente:
Raízes ou zeros:
Para determinarmos a raiz ou zero de uma
função do 1º grau, definida pela equação
y=ax+b, como a é diferente de 0, basta
obtermos o ponto de intersecção da equação
com o eixo x, que terá como coordenada o par
ordenado (x,0).
1) Considere a função dada pela equação
y=x+1, determine a raiz desta função.
[Sol] Basta determinar o valor de x para termos
y=0
x+1=0 » x=-1
Dizemos que -1 é a raiz ou zero da função
Veja a raiz dessa função:
Onde corta o eixo x é a raiz da função
Determine a raiz da função y=-x+1 e
esboce o gráfico
Veja:
Sinal de uma função de 1º grau
 a>o e a<o
Cont.
Note que para x=-b/a, f(x)=0 (zero da função).
Para x>-b/a, f(x) tem o mesmo sinal de a. Para
x<-b/a, f(x) tem o sinal contrário ao de a.
Exemplos:
1) Determine o intervalo das seguintes funções
para que f(x)>0 e f(x)<0.
a) y=f(x)=x+1
[Sol] x+1>0 » x>-1
Logo, f(x) será maior que 0 quando x>-1
 x+1<0 » x<-1
Logo, f(x) será menor que 0 quando x<-1
2º exemplo:
b) y=f(x)=-x+1
[Sol]* -x+1>0 » -x>-1 » x<1
Logo, f(x) será maior que 0 quando x<1
 -x+1<0 » -x<-1 » x>1
Logo, f(x) será menor que 0 quando
x>1
(*ao multiplicar por -1, inverte-se o sinal
da desigualdade
Exercício:
) Represente graficamente a função
definida por:
a) f(x) = 2x-1
b) f(x) = -1/2x+3
c) f(x) = 4x
d) f(x) = 1/3x+2
e) f(x) = -3x+6
Cont.
2) Determine a raiz ou zero de cada uma
das seguintes equações:
a) f(x) = 2x+5
b) f(x) = -x+2
c) f(x) = 1/3x+3
d) f(x) = 1-5x
e) f(x) = 4x
Determine a expressão da função
representada pelo gráfico abaixo:
Faça:
Cont.
Pelo gráfico, concluímos:
Quando x=0, y=2; portanto, o valor de b na
expressão é igual a 2
Quando y=0, x=-4 (raiz ou zero da função)
Substituindo os valores em y=ax+b:
0 = -4a + 2
a = 1/2
Logo, a expressão é y = 1/2x+2.
Determine as expressões que as
definem.
Descreva as funções abaixo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercícios resolvidos de máximo e mínimo de função
Exercícios resolvidos de máximo e mínimo de funçãoExercícios resolvidos de máximo e mínimo de função
Exercícios resolvidos de máximo e mínimo de funçãoDiego Oliveira
 
Exercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pExercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pKamilla Oliveira
 
www.AulasDeMatematicaApoio.com - Matemática - Função Afim
www.AulasDeMatematicaApoio.com  - Matemática - Função Afimwww.AulasDeMatematicaApoio.com  - Matemática - Função Afim
www.AulasDeMatematicaApoio.com - Matemática - Função AfimAulas De Matemática Apoio
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadráticarosilemes
 
(63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas
(63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas (63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas
(63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas wilkerfilipel
 
Exercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pExercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pJean Silveira
 
Lista de exercícios - conjuntos - 6º ano
Lista de exercícios  - conjuntos - 6º anoLista de exercícios  - conjuntos - 6º ano
Lista de exercícios - conjuntos - 6º anoAnderson C. Rosa
 
Função do 2º grau
Função do 2º grauFunção do 2º grau
Função do 2º grauleilamaluf
 
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton brunoIlton Bruno
 
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...Paulo Mutolo
 
25º aula coordenadas do vértice da parábola
25º aula   coordenadas do vértice da parábola25º aula   coordenadas do vértice da parábola
25º aula coordenadas do vértice da parábolajatobaesem
 
Operações com polinômios resolução
Operações com polinômios   resoluçãoOperações com polinômios   resolução
Operações com polinômios resoluçãoluisresponde
 

Mais procurados (20)

Exercícios resolvidos de máximo e mínimo de função
Exercícios resolvidos de máximo e mínimo de funçãoExercícios resolvidos de máximo e mínimo de função
Exercícios resolvidos de máximo e mínimo de função
 
Exercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pExercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2p
 
www.AulasDeMatematicaApoio.com - Matemática - Função Afim
www.AulasDeMatematicaApoio.com  - Matemática - Função Afimwww.AulasDeMatematicaApoio.com  - Matemática - Função Afim
www.AulasDeMatematicaApoio.com - Matemática - Função Afim
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadrática
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadrática
 
(63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas
(63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas (63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas
(63 alíneas) Exercicios resolvidos sobre logaritmos e equações logaritmicas
 
Função do 2º Grau
Função do 2º GrauFunção do 2º Grau
Função do 2º Grau
 
Função.quadratica
Função.quadraticaFunção.quadratica
Função.quadratica
 
Exercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2pExercícios função de 2° grau 2p
Exercícios função de 2° grau 2p
 
lista-de-exercicios-funcao-exponencial
lista-de-exercicios-funcao-exponenciallista-de-exercicios-funcao-exponencial
lista-de-exercicios-funcao-exponencial
 
Plano Cartesiano
Plano CartesianoPlano Cartesiano
Plano Cartesiano
 
Lista de exercícios - conjuntos - 6º ano
Lista de exercícios  - conjuntos - 6º anoLista de exercícios  - conjuntos - 6º ano
Lista de exercícios - conjuntos - 6º ano
 
Função do 2º grau
Função do 2º grauFunção do 2º grau
Função do 2º grau
 
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno1ª lista de exerc(monomios) 8º ano   ilton bruno
1ª lista de exerc(monomios) 8º ano ilton bruno
 
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
 
25º aula coordenadas do vértice da parábola
25º aula   coordenadas do vértice da parábola25º aula   coordenadas do vértice da parábola
25º aula coordenadas do vértice da parábola
 
Operações com polinômios resolução
Operações com polinômios   resoluçãoOperações com polinômios   resolução
Operações com polinômios resolução
 
Função afim
Função afimFunção afim
Função afim
 
FunçãO QuadráTica
FunçãO QuadráTicaFunçãO QuadráTica
FunçãO QuadráTica
 
Resumo função quadrática
Resumo função quadráticaResumo função quadrática
Resumo função quadrática
 

Semelhante a Função do 2º Grau.

Função de 2º grau 17122016
Função de 2º grau 17122016Função de 2º grau 17122016
Função de 2º grau 17122016Antonio Carneiro
 
FunçãO Do 1º E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
FunçãO Do 1º  E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro BarrosoFunçãO Do 1º  E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
FunçãO Do 1º E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro BarrosoAntonio Carneiro
 
Funcao do-primeiro-grau
Funcao do-primeiro-grauFuncao do-primeiro-grau
Funcao do-primeiro-graucon_seguir
 
resumo Função do 2 grau
 resumo Função do 2 grau resumo Função do 2 grau
resumo Função do 2 grauCelia Lana
 
Função do 2º Grau
Função do 2º GrauFunção do 2º Grau
Função do 2º Grauprofmribeiro
 
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptxFUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptxFabiolaSouza36
 
matematica e midias
matematica e midiasmatematica e midias
matematica e midiasiraciva
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadráticajwfb
 
Funções do 1º e 2º grau
Funções do 1º e 2º grauFunções do 1º e 2º grau
Funções do 1º e 2º grauZaqueu Oliveira
 
Funcoes
FuncoesFuncoes
Funcoeslopes
 
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...Zaqueu Oliveira
 
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função   1º ano do ensino medioProduto cartesiano e função   1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medioSimone Smaniotto
 
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função   1º ano do ensino medioProduto cartesiano e função   1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medioSimone Smaniotto
 
Aula 5 - Função do 2º grau
Aula 5 - Função do 2º grauAula 5 - Função do 2º grau
Aula 5 - Função do 2º grauTurma1NC
 

Semelhante a Função do 2º Grau. (20)

Função de 2º grau 17122016
Função de 2º grau 17122016Função de 2º grau 17122016
Função de 2º grau 17122016
 
FunçãO Do 1º E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
FunçãO Do 1º  E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro BarrosoFunçãO Do 1º  E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
FunçãO Do 1º E 2º Grau Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
 
Funcao do-primeiro-grau
Funcao do-primeiro-grauFuncao do-primeiro-grau
Funcao do-primeiro-grau
 
resumo Função do 2 grau
 resumo Função do 2 grau resumo Função do 2 grau
resumo Função do 2 grau
 
Função do 2º Grau
Função do 2º GrauFunção do 2º Grau
Função do 2º Grau
 
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptxFUNÇÃO POLINOMIAL DO  2º GRAU.pptx
FUNÇÃO POLINOMIAL DO 2º GRAU.pptx
 
matematica e midias
matematica e midiasmatematica e midias
matematica e midias
 
Função quadrática
Função quadráticaFunção quadrática
Função quadrática
 
Aula de funcao
Aula de funcaoAula de funcao
Aula de funcao
 
Funções.saa
Funções.saaFunções.saa
Funções.saa
 
Funções do 1º e 2º grau
Funções do 1º e 2º grauFunções do 1º e 2º grau
Funções do 1º e 2º grau
 
Funcoes
FuncoesFuncoes
Funcoes
 
Funcoes
FuncoesFuncoes
Funcoes
 
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
Equações do 2ºgrau, Função Polinomial do 1º e 2º grau, Semelhanças, Segmentos...
 
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função   1º ano do ensino medioProduto cartesiano e função   1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medio
 
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função   1º ano do ensino medioProduto cartesiano e função   1º ano do ensino medio
Produto cartesiano e função 1º ano do ensino medio
 
Funções
Funções Funções
Funções
 
Aula 5 - Função do 2º grau
Aula 5 - Função do 2º grauAula 5 - Função do 2º grau
Aula 5 - Função do 2º grau
 
Aulaemgrupo
AulaemgrupoAulaemgrupo
Aulaemgrupo
 
Apostila matematica
Apostila matematicaApostila matematica
Apostila matematica
 

Mais de Antonio Carneiro (20)

Volumes 17122016
Volumes 17122016Volumes 17122016
Volumes 17122016
 
Sessão de cônicas 17122016
Sessão de cônicas 17122016Sessão de cônicas 17122016
Sessão de cônicas 17122016
 
Angulos 17122016
Angulos 17122016Angulos 17122016
Angulos 17122016
 
Estudodareta 17122016
Estudodareta 17122016Estudodareta 17122016
Estudodareta 17122016
 
Polinomios 17122016
Polinomios 17122016Polinomios 17122016
Polinomios 17122016
 
Matrizes 17122016
Matrizes 17122016Matrizes 17122016
Matrizes 17122016
 
Introduomatemticacomercialefinanceira 17122016
Introduomatemticacomercialefinanceira 17122016Introduomatemticacomercialefinanceira 17122016
Introduomatemticacomercialefinanceira 17122016
 
Matriz
MatrizMatriz
Matriz
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
 
Matrizes
Matrizes Matrizes
Matrizes
 
Matrizes
MatrizesMatrizes
Matrizes
 
Ângulo
ÂnguloÂngulo
Ângulo
 
Estudo da reta
Estudo da retaEstudo da reta
Estudo da reta
 
Matemática Comercial e Financeira
 Matemática Comercial e Financeira Matemática Comercial e Financeira
Matemática Comercial e Financeira
 
Sessões Cônicas
 Sessões Cônicas Sessões Cônicas
Sessões Cônicas
 
Triângulo
TriânguloTriângulo
Triângulo
 
Produtos notaveis
Produtos notaveisProdutos notaveis
Produtos notaveis
 
Função Exponencial
Função ExponencialFunção Exponencial
Função Exponencial
 
Apresentação 3
Apresentação 3Apresentação 3
Apresentação 3
 
Apresentação4 6ª a vesp
Apresentação4 6ª a vespApresentação4 6ª a vesp
Apresentação4 6ª a vesp
 

Último

UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfManuais Formação
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxOsnilReis1
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 

Último (20)

UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdfUFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
UFCD_10392_Intervenção em populações de risco_índice .pdf
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptxATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
ATIVIDADE AVALIATIVA VOZES VERBAIS 7º ano.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 

Função do 2º Grau.

  • 1. Função do 2º grau Função do 2º grau A função do 2º grau, também denominada função quadrática, é definida pela expressão do tipo: y = f(x) = ax² + bx + c, onde a, b e c são constantes reais e Exemplos: a) y=x²+3x+2 ( a=1; b=3; c=2 ) b) y=x² ( a=1; b=0; c=0 ) c) y=x²-4 ( a=1; b=0; c=-4 )
  • 2. Conteúdo para 8ª série Professor Antonio Carlos Carneiro Barroso Professor de Matemática do Colégio estadual Dinah Gonçalves em Valéria Salvador-Ba Graduado pela UFBA e pós graduado em metodologia e Didática do Ensino Superior www.ensinodematemtica.blogspot.com.br www.profantoniocarneiro.com www.accbarrosogestar.blogspot.com.br
  • 3. Gráficos: Gráfico de uma função do 2º grau: O gráfico de uma função quadrática é uma parábola Podemos visualizar uma parábola em um parque de diversões, simplesmente olhando para a montanha russa.  Sua representação gráfica é dada em torno de eixos:
  • 6. Observe os pontos:  Notem que os pontos: A e A`, B e B`, C e C` são simétricos (estão a mesma distância do eixo de simetria). O ponto V representa o vértice da parábola, é a partir dele que determinamos todos os outros pontos. Coordenadas do vértice  A coordenada x do vértice da parábola pode ser determinada por .  Exemplo: Determine as coordenada do vértice da parábola y=x²-4x+3 Temos: a=1, b=-4 e c=3 Logo, a coordenada x será igual a 2, mas e a coordenada y?
  • 7. Fique atento: Simples: Vamos substituir o valor obtido da coordenada x e determinar o valor da coordenada y. Assim, para determinarmos a coordenada y da parábola y=x²-4x+3, devemos substituir o valor de x por 2. y = (2)²-4.(2)+3 = 4-8+3=-1 Logo, as coordenadas do vértice serão V=(2,-1) Portanto, para determinarmos as coordenadas do vértice de uma parábola, achamos o valor da coordenada x (através de x=-b/2a) e substituindo este valor na função, achamos a coordenada y!!!
  • 8. Raízes: Raízes (ou zeros) da função do 2º grau Denominam-se raízes da função do 2º grau os valores de x para os quais ela se anula. y=f(x)=0 Exemplo: na função y=x²-4x+3, que acima acabamos de determinar as coordenadas de seus vértices, as raízes da função serão x=1 e x`=3. Vejamos o gráfico:
  • 10. Resolva a função: Notem que quando x=1 e x`=3, a parábola intercepta ("corta") o eixo x. Como determinar a raiz ou zero da função do 2º grau? Simplesmente aplicando a resolução de equações do 2º grau, já vista na seção anterior. Exemplo: determine a raiz da função y=x²+5x+6: Fazendo y=f(x)=0, temos x²+5x+6=0 Agora basta resolver a equação aplicando a fórmula de Bháskara. x²+5x+6=0 Acharemos que x = -2 e x` = -3.
  • 11. Concavidade da parábola Explicarei esta parte com um simples desenho. a>0a<0Os desenhos até que ficaram bonitinhos, mas isso não importa neste momento. O que nos importa agora é que quando a>0, a concavidade da parábola está voltada para cima (carinha feliz) e quando a<0, a parábola está voltada para baixo (carinha triste). Exemplos:
  • 12. y = f(x) = x² - 4
  • 13. y = f(x) = -x² + 4
  • 14. Nota: Quando a concavidade está voltada para cima (a>0), o vértice representa o valor mínimo da função. Quando a concavidade está voltada para baixo (a<0), o vértice representa o valor máximo. Quando o discriminante é igual a zero Quando o valor de , o vértice a parábola encontra-se no eixo x. A coordenada y será igual a zero. Exemplo: y=f(x)=x²+2x+1 x²+2x+1=0 x=x`=-b/2a=-1 As coordenadas do vértice serão V=(-1,0)
  • 16. Estudo do delta: Quando o descriminante é maior que zero Quando o valor de , a parábola intercepta o eixo x em dois pontos. (São as raízes ou zeros da função vistos anteriormente). Exemplo: y = f(x) = x²-4x+3 x²-4x+3=0 x=1, x`=3 Gráfico:
  • 18. Delta<0 Quando o discriminante é menor que zero Quando o valor de , a parábola não intercepta o eixo x. Não há raízes ou zeros da função. Exemplo: y = f(x) = x²-x+2 x²-x+2=0
  • 21. Olhe o gráfico: Esboçando o gráfico Para finalizarmos (ufa!), vamos desenhar o gráfico da função y=-x²-4x-3 1ª etapa: Raízes ou zeros da função -x²-4x-3=0 Aplicando a fórmula de Bháskara x=-1, x`=-3
  • 22. Veja as etapas: 2ª etapa: Coordenadas do vértice Coordenada x (=-b/2a): -(-4)/2.(-1)=-2 Coordenada y: Basta substituir o valor de x obtido na função y = -x²-4x-3 = -(-2)²-4.(-2)-3 = -4+8-3 = 1 Portanto, V=(-2,1) 3ª etapa: Concavidade da parábola y=-x²-4x-3 Como a=-1<0, a concavidade estará voltada para baixo
  • 24. Exercício: 1) As equações abaixo definem funções do 2º grau. Para cada uma dessas funções, ache as coordenadas do vértice que a representa: a) f(x)= x² - 4x + 5 b) f(x)= x² +4x - 6 c) f(x)= 2x² +5x - 4 d) f(x)= -x² + 6x - 2 e) f(x)= -x² - 4x +1
  • 25. Resolva: 2) Determine, se existirem, os zeros reais das funções seguintes: a) f(x)= 3x² - 7x + 2 b) f(x)= -x² + 3x - 4 c) f(x)= -x² + 3/2x + 1 d) f(x)= x² -4 e) f(x)= 3x² Não existe zeros em (b)
  • 26. Antonio Carlos carneiro Barroso: 3) Construa o gráfico das seguintes funções: a) f(x)= x² - 16x + 63 b) f(x)= 2x² - 7x + 3 c) f(x)= 4x² - 4x +1 d) f(x)= -x² + 4x - 5 e) f(x)= -2x² +8x- 6
  • 27. Faça: 4) Em uma partida de vôlei, um jogador deu um saque em que a bola atingiu uma altura h em metros, num tempo t, em segundos, de acordo com a relação h(t) = -t² + 8t. a) Em que instante a bola atingiu a altura máxima? [Nota]: observem o vértice b) De quantos metros foi a altura máxima alcançada pela bola? c) Esboce o gráfico que represente esta situação. Respostas: 4: a)4s; b) 16m
  • 28. Função do 1º grau: Vamos iniciar o estudo da função do 1º grau, lembrando o que é uma correspondência: Correspondência: é qualquer conjunto de pares ordenados onde o primeiro elemento pertence ao primeiro conjunto dado e o segundo elemento pertence ao segundo conjunto dado. Assim: Dado os conjuntos A={1,2,3} e B={1,2,3,4,5,6} consideremos a correspondência de A em B, de tal modo que cada elemento do conjunto A se associa no conjunto B com o seu sucessor. Assim ; ; . A correspondência por pares ordenados seria: 
  • 30. Uma função todo elemento de A tem imagem única em B. Analisando os diagramas acima: O diagrama 1 não satisfaz a condição (1); os diagramas 3, 4 e 5 não satisfazem a condição (2). Logo, somente o diagrama 2 representa uma função
  • 31. Domínio, imagem e contra domínio Observe o diagrama:
  • 32. Função:  Chamemos esta função de f, logo o conjunto de pares ordenados serão:  f={(1,2),(2,3),(3,4)}  O conjunto X={1,2,3} denomina-se domínio da função f.  D(F)=X  O conjunto Y={1,2,3,4,5} denomina-se contradomínio da função f.  C(F)=Y  Dizemos que 2 é a imagem de 1 pela função f.  f(1)=2  Ainda, f(2)=3 e f(3)=4.  Logo o conjunto das imagens de f e dado por:  Im(f)={2,3,4}
  • 34. Veja: Associe cada elemento de X com um elemento de y:
  • 35. Determine a imagem de cada função: a) D(f) = {1,2,3} y = f(x) = x + 1 [Sol] f(1) = 1+1 = 2 f(2) = 2+1 = 3 f(3) =3+1 = 4 Logo: Im(f)={2,3,4} b) D(f) = {1,3,5} y = f(x) = x² [Sol] f(1) = 1² = 1 f(3) = 3² = 9 f(5) = 5² = 25 Logo: Im(f)={1,9,25}
  • 37. Eixos x e y: Consideremos dois eixos x e y perpendiculares em 0, os quais determinam o plano A. Dado um plano P qualquer, pertencente ao plano A, conduzamos por ele duas retas: x // x' e y // y' Denominemos P1 a interseção de x com y' e P2 a interseção de y com x'
  • 38. Continuação: Nessas condições, definimos: - Abscissa de P é um número real representado por P1 - Ordenada de P é um número real representado por P2 - A coordenada de P são números reais x' e y' , geralmente indicados na forma de par ordenado ( x' , y' ) - O eixo das abscissas é o eixo x - O eixo das ordenadas é o eixo y - A origem do sistema é o ponto 0 - Plano cartesiano é o plano A.
  • 39. Depois dessa revisão veja a função do 1º grau: Exemplo: Numa loja, o salário fixo mensal de um vendedor é 500 reais. Além disso, ele recebe de comissão 50 reais por produto vendido. a) Escreva uma equação que expresse o ganho mensal y desse vendedor, em função do número x de produto vendido. [Sol] y=salário fixo + comissão y=500 + 50x
  • 40. Cont. Quanto ele ganhará no final do mês se vendeu 4 produtos? [Sol] y=500+50x , onde x=4 y=500+50.4 = 500+200 = 700 Quantos produtos ele vendeu se no final do mês recebeu 1000 reais? [Sol] y=500+50x , onde y=1000 1000=500+50x » 50x=1000-500 » 50x=500 » x=10
  • 41. Cont. A relação assim definida por uma equação do 1º grau é denominada função do 1º grau, sendo dada por: y=f(x)=ax+b com ,a e b pertencente aos números reais 
  • 42. Gráfico: Gráfico da função do 1º grau: O gráfico de uma função do 1º grau de R em R é uma reta. Exemplo: 1) Construa o gráfico da função determinada por f(x)=x+1: [Sol] Atribuindo valores reais para x, obtemos seus valores correspondentes para y.
  • 43. Olhe os pares: O conjunto dos pares ordenados determinados é f={(-2,-1), (-1,0),(0,1),(1,2),(2,3)}
  • 44. 2º Exemplo: Construa o gráfico da função determinada por f(x)=-x+1. [Sol] Atribuindo valores reais para x, obtemos seus valores correspondentes para y. xy=f(x)=-x+1-2 3-1 20 11 02-1O conjunto dos pares ordenados determinados é f={(-2,3),(-1,2), (0,1),(1,0),(2,-1)}
  • 46. y = x+1 ( a> 0 ) ; onde a = 1 Função crescente:
  • 47. y = -x+1 ( a<0 ); onde a=-1 Função decrescente:
  • 48. Raízes ou zeros: Para determinarmos a raiz ou zero de uma função do 1º grau, definida pela equação y=ax+b, como a é diferente de 0, basta obtermos o ponto de intersecção da equação com o eixo x, que terá como coordenada o par ordenado (x,0). 1) Considere a função dada pela equação y=x+1, determine a raiz desta função. [Sol] Basta determinar o valor de x para termos y=0 x+1=0 » x=-1 Dizemos que -1 é a raiz ou zero da função
  • 49. Veja a raiz dessa função: Onde corta o eixo x é a raiz da função
  • 50. Determine a raiz da função y=-x+1 e esboce o gráfico Veja:
  • 51. Sinal de uma função de 1º grau  a>o e a<o
  • 52. Cont. Note que para x=-b/a, f(x)=0 (zero da função). Para x>-b/a, f(x) tem o mesmo sinal de a. Para x<-b/a, f(x) tem o sinal contrário ao de a. Exemplos: 1) Determine o intervalo das seguintes funções para que f(x)>0 e f(x)<0. a) y=f(x)=x+1 [Sol] x+1>0 » x>-1 Logo, f(x) será maior que 0 quando x>-1  x+1<0 » x<-1 Logo, f(x) será menor que 0 quando x<-1
  • 53. 2º exemplo: b) y=f(x)=-x+1 [Sol]* -x+1>0 » -x>-1 » x<1 Logo, f(x) será maior que 0 quando x<1  -x+1<0 » -x<-1 » x>1 Logo, f(x) será menor que 0 quando x>1 (*ao multiplicar por -1, inverte-se o sinal da desigualdade
  • 54. Exercício: ) Represente graficamente a função definida por: a) f(x) = 2x-1 b) f(x) = -1/2x+3 c) f(x) = 4x d) f(x) = 1/3x+2 e) f(x) = -3x+6
  • 55. Cont. 2) Determine a raiz ou zero de cada uma das seguintes equações: a) f(x) = 2x+5 b) f(x) = -x+2 c) f(x) = 1/3x+3 d) f(x) = 1-5x e) f(x) = 4x
  • 56. Determine a expressão da função representada pelo gráfico abaixo: Faça:
  • 57. Cont. Pelo gráfico, concluímos: Quando x=0, y=2; portanto, o valor de b na expressão é igual a 2 Quando y=0, x=-4 (raiz ou zero da função) Substituindo os valores em y=ax+b: 0 = -4a + 2 a = 1/2 Logo, a expressão é y = 1/2x+2.
  • 58. Determine as expressões que as definem. Descreva as funções abaixo.