A menina que não queria livros

3.262 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado pelos alunos de 5 anos das salas 1 e 2 do Jardim de Infância da Sanguinheira (Tocha, Cantanhede), a partir de uma atividade de promoção da leitura dinamizada pela Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolar Gãndara Mar baseada na obra "A menina que não queria livros" (autoria de Luísa Ducla Soares / ilustração de Aurélie de Sousa; editora: Civilização)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.262
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
178
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
62
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A menina que não queria livros

  1. 1. Era uma vez uma menina chamada Joana. O pai oferecia-lhe livros de presente, mas ela não gostava de livros.
  2. 2. A Joana não gostava deste presente, porque o livro não sabia a chocolate, nem dava saltos. Então a Joana atirou o livro ao ar e as folhas desprenderam-se todas e começaram a voar como as borboletas. O pai fechou os olhos e disse: “Que horror!”
  3. 3. No dia seguinte o pai ofereceu-lhe outro livro e disse: “Não faças a este o que fizeste ao outro!”
  4. 4. A Joana teve uma ideia, foi tomar banho com o livro para ele ficar limpo. As folhas desprenderam-se e começaram a flutuar. A Joana disse: “Venham ver”... Tinha um livro a nadar na banheira… O pai ao ver ficou de boca aberta!
  5. 5. No dia seguinte o pai ofereceu-lhe outro livro e disse: “Não faças a este o que fizeste aos outros!” Mas a Joana sempre com ideias más, atirou o livro ao cão … O pai ao ver deu um grito de aflição!
  6. 6. No dia seguinte o pai ofereceu outro livro à Joana e disse: “ Não faças a este o que fizeste aos outros!” A Joana teve uma má ideia, amachucou as páginas do livro e atirou-as ao gato.… O pai desmaiou no sofá!
  7. 7. No dia seguinte o pai ofereceu-lhe um novo livro e disse: “ Não faças a este o que fizeste aos outros”. A avó estava a fazer uma sopa de letras e a Joana atirou o livro para dentro da panela… O pai ao ver fugiu pela porta fora!
  8. 8. No dia seguinte o pai ofereceu-lhe um novo livro e disse: “ Não faças a este o que fizeste aos outros”. A Joana recortou as imagens colou-as na parede e na janela, colou o cão azul na porta e uma sereia na cama. O quarto parecia encantador! O pai ficou muito triste e zangado que até lhe caíram 97 cabelos e os óculos.
  9. 9. No dia seguinte o pai ofereceu-lhe outro livro com um urso de peluche na capa. A Joana gostou do livro porque tinha o urso dela a lavar na máquina. Nessa noite a Joana já quis que o pai lhe lesse a história. O pai disse: “ quando eu era pequeno não dormia sem ouvir uma história”. Nessa noite a Joana teve sonhos cor-de-rosa…
  10. 10. A partir dessa noite a Joana levava para a cama um livro para o pai lhe ler a história. Quando o pai demorava um bocadinho, chamava a mãe, a avó e até o papagaio. A Joana chegou à conclusão:” Eu vou mas é aprender a ler”. A Joana pedia ao pai para lhe comprar mais livros. O pai, agora cansado de tanto ouvir a Joana e o papagaio, leva as mãos à cabeça!
  11. 11. Autores / ilustradores:
  12. 12. Trabalho realizado a partir de uma atividade de promoção da leitura dinamizada pela Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Gândara Mar com base na obra: Blogue da Biblioteca: http://biblos-tocha.blogspot.pt/ Professor Bibliotecário: João Paulo Martins Fevereiro / março 2014 Orientação das crianças e edição em PowerPoint: Educadoras Helena Ferreira e Helena Abreu Jardim de Infância da Sanguinheira

×