Tabela de seleção de bombas e motobombas

30.215 visualizações

Publicada em

http://www.poolshop.com.br
Tabela de seleção de bombas e motobombas

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
30.215
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
43
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
378
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela de seleção de bombas e motobombas

  1. 1. ve SubDrive 00 Inline 1100 BPR R NOVA MBI-98 TABELA PARA BC-98 SELEÇÃO DE BCS-S1 BOMBAS E VJ MOTOBOMBAS VN NOVA SUBVL ASP BT4 TAP ME-HI 2011-B
  2. 2. BC MBV MEMSA ME Multiplic BCA
  3. 3. BC ME BPI BAR BI MBIBCS MCI
  4. 4. Prezado Usuário, A Franklin Electric (Schneider Motobombas) elaborou esta Tabela com materiais de linha e outras informações técnicas podem ser consultadas nao objetivo de facilitar o processo de escolha das bombas e motobombas. home page, nos catálogos técnicos impressos ou também no catálogo eletrônico (CD). Aqui, você poderá encontrar todos os produtos disponíveis, suasaplicações em geral, algumas características construtivas, bem como os dados Se você tiver aplicações específicas e necessitar de produtoshidráulicos de vazão e altura manométrica tabelados. diferenciados no que diz respeito à adequação de material e/ou de curvas características, entre em contato com nosso Departamento Técnico para Curvas características, dimensionais das bombas, vista explodida com análise de viabilidade e desenvolvimento. Dispomos de materiais e motorescódigos das peças componentes de cada bombeador, características dos elétricos com características especiais. www.franklin-electric.com atecbrasil@fele.com www.schneider.ind.br
  5. 5. Índice Bombas Centrífugas Multiestágios - Rotor fechado Observações Importantes ME-1, ME-2 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 36 Atenção! Itens de Segurança Obrigatórios ---------------------------------------------------------------------- 04 ME-3 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 37 Procedimentos Básicos para a Correta Instalação das Bombas e Motobombas Bombas Centrífugas Prevenção Contra Incêndio - Rotor fechado Exemplo de Utilização da Tabela para Seleção de Bombas e Motobombas ------------------------- 05 BPI-BCV, BPI-92 S/T J, BPI-21 R, BPI-21 F, BPI-22 R, BPI-22 F -------------------------------------------------- 38/39 Tabela para Consulta Rápida ------------------------------------------------------------------------------------------ 06 Bombas Vórtex - Rotor semiaberto MBV-01 F, MBV-21 R, MBV-21 F, MBV-22 R, MBV-22 F --------------------------------------------------------- 40 Sistemas de Pressurização - Bombas Pressurizadoras Residenciais - Rotor fechado MBV-42 R, MBV-42 F --------------------------------------------------------------------------------------------------- 41 BPR-9, BPR-12 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------- 08 Bombas Centrífugas Submersíveis - Rotor semiaberto Tanques de Pressão---------------------------------------------------------------------------------------------------- 09 BCS-S1 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 42 Série SubDrive Inline 1100------------------------------------------------------------------------------------------- 10 BCS-C5, BCS-205, BCS-305, BCS-220, BCS-320, BCS-350 ----------------------------------------------------- 43 Exemplos de Dimensionamento Simplificado de Motobomba ------------------------------------------- 11 Bombas Injetoras - Rotor fechado BIR-2008, MBI-98, MBI-0, MBI-1-------------------------------------------------------------------------------------- 44 Bombas Centrífugas Monoestágio - Rotor fechado MBI-0, MBI-1, MBI-2 ---------------------------------------------------------------------------------------------------- 45 BC-98 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 12 BCR-2000, BCR-2010 --------------------------------------------------------------------------------------------------- 13 Motobombas Submersas 4” - Rotor fechado BC-91 S/T ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 14 SUB 7, SUB 10 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------- 46 BC-92 S/T ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 15 SUB 15-NY ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 47 BCV, BC-92 S/T AV ------------------------------------------------------------------------------------------------------ 16 SUB 15-S, SUB 20, SUB 25--------------------------------------------------------------------------------------------- 48 Versajet-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 17 SUB 35, SUB 45, SUB 60, SUB 90 ------------------------------------------------------------------------------------ 49 BC-21 R, BC-21 F -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 18 BC-22 R, BC-22 F -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 19 Bombas Centrífugas para Equipamento Veicular BC-23 R, BC-23 F -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 20 BCA-43 E, BCA-43 D, MDC-FVA Multiplic, ME-3 Multiplic ---------------------------------------------------- 50 MSA-21 R, MSA-21 F --------------------------------------------------------------------------------------------------- 21 MSA-22 R, MSA-22 F -------------------------------------------------------------------------------------------------- 22 Bombas para Acoplamento em Motores Estacionários (Combustão Interna) MSA-23 R, MSA-23 F --------------------------------------------------------------------------------------------------- 23 SH BC-92 T, SH BC-92 T AV, SH MBA ZL, SH BCA-2, SH BCA-41, SH BCA-42 ------------------------------ 51 BC-20 F -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 24 SH BC-21 R, SH BC-21 F, SH BC-22 R, SH BPI-21 R, SH BPI-22 R, SH MBI-1, SH MBI-2 ------------------ 52 SH ME-1, SH ME-2, SH MSA-21 R, SH MSA-21 F, SH MSA-22 R, SH MBV-21 R, SH MBV-21 F --------- 53 Bombas Autoaspirantes - Rotor fechado BAR, ASP ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 25 Anexos MBA-XL, MBA-ZL ------------------------------------------------------------------------------------------------------- 26 Perda de Carga em Tubulações ------------------------------------------------------------------------------------ 54 Comprimentos Equivalentes em Conexões --------------------------------------------------------------------- 55 Bombas Autoaspirantes - Rotor semiaberto Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão --------------------------------------------------------------- 55 BCA-1 1/2, BCA-2, BCA-41 ------------------------------------------------------------------------------------------- 27 Perda de Carga em Tubos de PVC para Irrigação -------------------------------------------------------------- 55 BCA-42, BCA-43 E ------------------------------------------------------------------------------------------------------ 28 Estimativa de Consumo Diário ------------------------------------------------------------------------------------- 56 Fator de Múltiplas Saídas (F) para Corrigir as Perdas de Carga nas Linhas Laterais ------------------ 56 Bombas Centrífugas de Aço Inox - Rotor semiaberto Fórmula para Cálculo da Potência --------------------------------------------------------------------------------- 56 MCI-RE, MCI-RQ --------------------------------------------------------------------------------------------------------- 29 Fórmulas para Correção de Rotação de Polias ----------------------------------------------------------------- 56 Fórmulas para Alteração de Diâmetro do Rotor --------------------------------------------------------------- 56 Bombas Centrífugas Multiestágios de Aço Inox - Rotor fechado Fórmula para Cálculo do NPSH------------------------------------------------------------------------------------- 56 BT4, ME-HI --------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 30/31 Dados de Pressão Atmosférica para Determinadas Altitudes Locais ------------------------------------ 56 Pressão de Vapor d’Água para Determinadas Temperaturas ----------------------------------------------- 56 Motobombas Submersíveis Multiestágios 5” - Rotor fechado Exemplos Simplificados de Instalações -------------------------------------------------------------------------- 57 VN -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 32/33 Opções de Composição do Produto ------------------------------------------------------------------------------ 58 Tabela apresentada no Catálogo de Motores Elétricos da Weg ------------------------------------------- 59 Motobombas em Linha Multiestágios 5” - Rotor fechado Sugestão de tabela para consulta rápida, de forma simplificada ----------------------------------------- 59 VL -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 34/35 Conversão de Unidades de Medidas------------------------------------------------------------------------------ 60
  6. 6. Observações Importantes Atenção! Itens de Segurança Obrigatórios 1. Dados hidráulicos conforme ISO 9906 anexo “A” com motor de linha e frequência indicados. Para condições , diferentes consulte a Fábrica. 2. Para obter a altura manométrica total em m c.a., não deixe de considerar as perdas de carga por atrito da instalação. 1. Providencie, na instalação de recalque, um bujão para escorva. Nunca abra o bujão de escorva da bomba enquanto a mesma estiver em operação, pois a pressão pode 3. Não utilize a bomba na faixa com asteriscos (*). A utilização da bomba nessa faixa ocasiona sobrecarga arremessá-lo contra alguém. no motor. 2. Obrigatório o aterramento do motor elétrico conforme NBR 5410 ou norma 4. No caso de motores elétricos, dados hidráulicos da faixa de operação são válidos para tensão nominal. equivalente do país onde o produto será instalado. Este procedimento protege as pessoas contra choque elétrico quando em contato com partes metálicas 5. Obrigatório o aterramento do motor elétrico, conforme previsto na norma NBR 5410 ou norma equivalente do país onde o produto será instalado. eventualmente energizadas, garante o correto funcionamento do equipamento e permite uma utilização confiável e correta da instalação. 6. Para a ligação do motor elétrico, siga corretamente o esquema de ligação mostrado na plaqueta de identificação do mesmo, respeitando a voltagem da rede local. Nas bombas acopladas a motores monofásicos 3. É obrigatória a utilização de chave de proteção, dotada de relé de sobrecarga, 6 fios, trifásicos ou nas bombas mancalizadas, observe pelo lado de trás do acionamento do motor (ou adequada para uma maior segurança do motor elétrico contra efeitos externos, tais mancal), se este gira no sentido horário (exceção do modelo BCA-43 E). Caso contrário, para o motor como: subtensão, sobretensão, sobrecarga, etc. O relé deve ser ajustado para a corrente monofásico 6 fios, siga as instruções contidas na placa do motor; e para o motor trifásico, inverta a posição de serviço do motor e a falta do mesmo na instalação, implicará em perda total da das duas fases da rede. garantia. Em sistemas trifásicos, além do relé de sobrecarga, faz-se necessário a utilização de relé falta-fase. Lembre-se que disjuntores simplesmente protegem a 7. É vedado pela Fábrica o uso de qualquer um de seus modelos de bombas ou motobombas para o transporte de líquidos inflamáveis, medicinais e/ou alimentícios. Havendo utilização indevida, a responsabilidade será instalação contra curtos-circuitos. inteiramente do aplicador do produto. 4. No circuito elétrico da motobomba, de acordo com a NBR 5410, é obrigatória a 8. A fim de evitar cavitação na sucção, verifique o NPSH requerido pelo modelo da bomba a ser utilizada instalação de um interruptor diferencial residual ou disjuntor diferencial residual (fornecido pela Schneider) e, se necessário, calcule o NPSH disponível da instalação (ver “Fórmula para Cálculo (“DR”). Estes dispositivos possuem elevada sensibilidade, que garantem proteção do NPSH” nos Anexos), principalmente para bombeamento de líquido acima da temperatura ambiente e , contra choques elétricos. alturas de sucção elevadas. 5. Toda bomba ao ser instalada sobre a laje de residências ou outras edificações, deverá 9. Para bombeamento de água com material abrasivo, consulte a Fábrica para especificação dos materiais. conter proteção impermeável contra possíveis vazamentos ao longo de seu uso, no 10. Os diâmetros de sucção e recalque indicados nas motobombas deverão ser adaptados a tubulações de período de garantia ou fora dele. diâmetro igual ou superior, dependendo da vazão que a bomba fornecerá ao sistema (ver “Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão” nos Anexos). , 6. Nas instalações onde se utiliza o modelo de Motobomba Submersível, mesmo com o motor aterrado, nunca entre na água e nem movimente a motobomba enquanto o 11. As bombas centrífugas, quando instaladas com válvula de pé, ao nível do mar e bombeando água na sistema estiver em funcionamento. Perigo de choque elétrico. temperatura ambiente, succionam uma profundidade máxima de 8 m c.a. (exceção BC-92 S AV, MBA-ZL e MBV). Maiores informações, consulte a Fábrica. 7. Em caso de queima do motor, não toque no equipamento enquanto a chave geral que 12. Para informações adicionais referentes à instalação, consulte “Itens de segurança obrigatórios” Em caso de . alimenta o sistema elétrico estiver ligada. Chame um eletricista para retirar o dúvida na instalação de qualquer produto, procure um profissional especializado ou entre em contato com o equipamento e avaliar a instalação. Departamento Técnico da Fábrica. 8. Caso haja alguma avaria ou defeito no produto, entre imediatamente em contato com 13. As fotos e desenhos são de caráter ilustrativo. a Assistência Técnica ou com o revendedor. Não utilize o equipamento caso você suspeite que o mesmo possua algum defeito. Para maiores informações, consulte o 14. As informações hidráulicas, composição e dimensionais poderão sofrer alterações sem prévio aviso, de acordo Manual de Instrução das Bombas e Motobombas. com a evolução tecnológica.04
  7. 7. Procedimentos Básicos para a Correta Instalação das Bombas e Motobombas1. As tensões monofásicas padronizadas no Brasil são 127 V (conhecida como 110 V) e 220 V. Para ligar o motor em 127 V, utilize o esquema da Figura A. Para ligar em 220 V, utilize o esquema da Figura B. Exemplo de Utilização da Tabela para Seleção de Bombas e Motobombas Calcula-se a Altura Manométrica Total que a sua motobomba deve atingir, somando-se: Altura de Sucção + Altura de Recalque + Perdas de Carga. Por exemplo, para 11 m c.a., temos: 1 - Procure na linha de Altura Manométrica Total da tabela, o valor calculado ou o valor superior mais próximo, no caso 11 m c.a. 2 - Após identificado o valor de Altura Manométrica Total, desça na respectiva coluna até encontrar Figura A - Monofásico 127 V Figura B - Monofásico 220 V o valor de vazão, em m3/h, que lhe satisfaça. Por exemplo: 3,0 m3/h. 3 - À esquerda da tabela encontram-se o modelo, a potência e os demais dados referentes à 2. Utilize chave magnética de proteção (relé de sobrecarga). motobomba escolhida. 3. Para motores monofásicos de outras tensões (127/254 V, 254/508 V ou 220/440 V) e motores trifásicos, efetue a ligação elétrica dos fios conforme placa de identificação do motor e tensão da rede.4. Para motores com potências a partir de 7,5 cv é necessário utilizar partida estrela-triângulo (Y ) ou conforme as normas da concessionária de energia local. CARACTERÍSTICAS HIDRÁULICAS 5. Sempre que houver dúvidas na instalação elétrica do motor ou na compreensão das tabelas e esquemas sem vazão (m c.a.) de sucção (m c.a.) Pressão máxima apresentados, consulte um técnico especializado no assunto ou entre em contato com o Suporte Técnico da Fábrica. Altura máxima Monofásico Ø Recalque Ø Sucção Potência Ø Rotor ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL (m c.a.) (mm) 6. Instale a bomba o mais próximo possível da fonte de captação, dentro de um abrigo que a proteja das (pol) (pol) (cv) MODELO intempéries e com espaço suficiente para a ventilação do motor elétrico. 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 1 12 13 14 15 16 17 18 19 7. Os diâmetros das tubulações de entrada (sucção) e saída (recalque) da bomba podem ser ampliados sempre que necessário. Por outro lado, não é recomendado utilizar tubulações de diâmetros menores do que os bocais VAZÃO EM m3/h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE 0 m c.a. da bomba. 1/3 x 3/4 3/4 18 8 107 4,5 4,3 4,2 4,1 3,9 3,7 3,6 3,4 3,2 3,0 2 2,8 2,5 2,3 2,0 1,6 1,2 8. Utilize válvula de pé (válvula fundo de poço) nas Bombas Centrífugas (Figura C). BC-98 3 9. Nas Bombas Centrífugas, preencha toda a tubulação de sucção e o corpo da mesma com água (escorva da bomba). 1/2 x 3/4 3/4 20 8 107 5,5 5,4 5,2 5,1 4,9 4,7 4,5 4,3 4,1 3,9 3,7 3,5 3,2 2,9 2,6 2,3 1,8 1,110. Nas Bombas Autoaspirantes (Figura D), preencha o corpo da mesma com água.11. Para maiores informações, consulte o Manual de Instrução das Bombas e Motobombas. Motobomba selecionada: BC-98, 1/3 cv Escolha, preferencialmente, um modelo de motobomba cujo ponto de operação calculado (Altura Manométrica Total e Vazão) esteja localizado na região central da faixa de trabalho, evitando desta forma, eventuais sobrecargas ou falta de vazão. Figura C - Motobomba Centrífuga Figura D - Motobomba Autoaspirante 05
  8. 8. TABELA PARA CONSULTA RÁPIDA (analise as informações que se encontram nas demais páginas, para a especificação definitiva do produto) SISTEMAS DE CENTRÍFUGAS MONOESTÁGIO AUTOASPIRANTES AÇO INOX MULTIESTÁGIOS PRESSURIZAÇÃO BPR BC-98 BC-91 BC-91 T BC-92 BCV BC-92 S/T AV BC-21 MSA-21 BC-20 F BAR MBA-XL BCA-1 1/2 BCA-41 BCA-43 MCI-RE BT4 ME-HI APLICAÇÕES / MODELOS TAP BCR S/T de S/T Versajet BC-22 MSA-22 ASP MBA-ZL BCA-2 BCA-42 MCI-RQ SubDrive Inline Bronze BC-23 MSA-23 Páginas Páginas Página Página Página Página Páginas Páginas Páginas Página Página Página Página Página Página Página Páginas Páginas 08, 09 e 10 12 e 13 14 14 15 16 16 e 17 18,19 e 20 21, 22 e 23 24 25 26 27 27 e 28 28 29 30 e 31 30 e 31 Abastecimento predial Abastecimento residencial Acoplamento em equipamento veicular Agricultura, chácaras Aquicultura Alimentação de caldeiras Água quente Bombeamento de água com cereais ou grãos em suspensão Bombeamento de água com sólidos em suspensão Bombeamento de efluentes não fibrosos Cabines de pintura Caminhões pipa Captação fluvial Drenagem de águas servidas e pluviais Estações de tratamento de esgoto Fertirrigação orgânica Fontes e cascatas de médio/grande porte Fontes e cascatas de pequeno porte Indústrias / processos Irrigação de áreas agrícolas Irrigação de jardins Lavação de ambientes, veículos e máquinas Limpeza de caixas d’água Nebulização de aviários e estufas Poços semiartesianos e artesianos Poços de ponteira, redes de baixa pressão Pressurização da rede hidráulica em residências Prevenção contra incêndio, bomba jockey Produtos químicos Rebaixamento de lençol freático Sistemas de refrigeração Transporte de água a longa distância Tratamento de efluentes, vinhoto06
  9. 9. TABELA PARA CONSULTA RÁPIDA (analise as informações que se encontram nas demais páginas, para a especificação definitiva do produto) MULTIESTÁGIOS INCÊNDIO VÓRTEX SUBMERSÍVEIS (*) INJETORAS SUBMERSAS VEICULARES VN 5” VL 5” ME-1 ME-3 BPI-BCV MBV-01 MBV-21 MBV-42 BCS-S1 - BCS-C5 BCS-350 BIR-2008 - MBI-98 4” BCA-43 MDC-FVA ME-3 ME-1 V BPI-92 J MBV-22 BCS-205 - BCS-305 MBI-0 - MBI-1 - MBI-2 SUB 7, SUB 10, SUB 15-NY Multiplic Multiplic APLICAÇÕES / MODELOS ME-2 BPI-21 - BPI-22 BCS-220 - BCS-320 SUB 15-S, SUB 20, SUB 25, SUB 35 SUB 45, SUB 60, SUB 90 Páginas Páginas Página Página Páginas Página Página Página Página Página Páginas Páginas Página Página Página 32 e 33 34 e 35 36 37 38 e 39 40 40 41 42 e 43 43 44 e 45 46, 47, 48 e 49 50 50 50 Abastecimento predial Abastecimento residencial Acoplamento em equipamento veicular Agricultura, chácaras Aquicultura Alimentação de caldeiras Água quente Bombeamento de água com cereais ou grãos em suspensão Bombeamento de água com sólidos em suspensão Bombeamento de efluentes não fibrosos Cabines de pintura Caminhões pipa Captação fluvial Drenagem de águas servidas e pluviais Estações de tratamento de esgoto Fertirrigação orgânica Fontes e cascatas de médio/grande porte Fontes e cascatas de pequeno porte Indústrias / processos Irrigação de áreas agrícolas Irrigação de jardins Lavação de ambientes, veículos e máquinas Limpeza de caixas d’água Nebulização de aviários e estufas Poços semiartesianos e artesianos Poços de ponteira, redes de baixa pressão Pressurização da rede hidráulica em residências Prevenção contra incêndio, bomba jockey Produtos químicos Rebaixamento de lençol freático Sistemas de refrigeração Transporte de água a longa distância Tratamento de efluentes, vinhoto(*) As Bombas Injetoras são utilizadas em instalações com altura de sucção superior a 8 m c.a. 07
  10. 10. Sistemas de Pressurização - Banho com muito mais pressão e conforto. Bombas Pressurizadoras Residenciais Rotor fechado • Funcionamento automático. • Pressurização de cima para baixo. Aplicações Gerais: BPR-9 Para 1 banheiro A BPR é a bomba da Schneider ideal para pressurizar chuveiros, torneiras e outros pontos de saída, em casas, apartamentos, coberturas e inclusive em sistemas de aquecimento de passagem BPR-9 a gás, elétrico ou solar (desde que instalado antes do aquecedor). A BPR também é a melhor opção para ser instalada em alguns modelos de geladeiras onde a pressão mínima para a produção automática de gelo e suprimento de água fresca não é atingida. Acessórios Acompanha a bomba: BPR-9 (Fluxostato interno) BPR-12 • 2 conexões de latão 3/4” x 1/2” • 1 conexão de latão 1” x 3/4” Características • 2 anéis de vedação • 1 conexão de latão 3/4” x 1/2” • 1 filtro • 2 anéis de vedação Compacta • 1 chave para instalação, • 1 fluxostato externo Silenciosa manutenção e escorva • 1 filtro Fácil manuseio e instalação • 1 chave para instalação, BPR-12 Funcionamento automático manutenção e escorva Não desperdiça energia, pois desliga imediatamente após a CARACTERÍSTICAS HIDRÁULICAS interrupção do consumo de água sem vazão (m c.a.) Pressão máxima Pressão mínima na sucção de Monofásico Ø Recalque Ø Sucção Potência ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL (m c.a.) 2 m c.a. (pressuriza a rede de (pol) (cv) (pol) MODELO cima para baixo) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Possui um sensor de fluxo que liga e desliga a bomba quando o VAZÃO EM m3/h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE 0 m c.a. ponto de saída de água é aberto ou fechado BPR-9 1/6 x 3/4 3/4 9,2 1,5 1,4 1,3 1,2 1,0 0,9 0,7 0,5 0,1 Blindagem de aço inox que BPR-12 1/3 x 1 1 12,4 4,1 4,0 3,8 3,6 3,4 3,1 2,9 2,6 2,4 2,0 1,6 1,0 mantém os componentes internos do motor completamente isolados em relação a água Motor IP-44, com capacitor permanente, 2 Polos, 60 Hz Rotor fechado de PES (plástico engenheirado de alta performance). Possui um filtro que retém Temperatura máxima do líquido bombeado: 60°C. pequenas partículas Obs.: Para obter a vazão em litros/min, multiplique o valor da tabela por 16,67. Equipamento desenvolvido para uso exclusivamente residencial. que possam danificar a bomba e/ou o fluxostato BPR-12 Para 2 banheiros08
  11. 11. Sistemas de Pressurização - Banho com muito mais pressão e conforto.Tanques de PressãoRotor fechado Também disponíveis para venda em separado: Vaso de Expansão Tanques• Pressurização de para baixo. cima ou de cima baixo paraAplicações Gerais:Pressurização da rede hidráulicaem residências com cisterna 24 litros 20 litros 35 litros 80 litrosou reservatório superior. TAP-20 C / TAP-35 C TAP-20 A / TAP-35 A Pressurização Média Média Casas com 3 banheiros 2 banheiros Acrescenta à altura da caixa d’água 23 metros 23 metros Tanque de pressão ideal para residências com Conexões (entrada/saída) Vazão máxima 4300 litros/hora 1” 72 litros/min 2800 litros/hora 1” 47 litros/min até 3 banheiros. Temperatura máxima da água 55°C 55°C Pressão (desliga) Frequência máxima de Pressão (liga) CARACTERÍSTICAS HIDRÁULICAS Volume do tanque sem vazão (m c.a.) Pré-carga de sucção (m c.a.) partidas por hora Ø Recalque (pol) Autoaspirante Pressão máxima Altura máxima Ø Sucção (pol) Ø Rotor (mm) Potência (cv) Monofásico ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL (m c.a.) (litros) MODELO Centrífuga 11 12 13 14 15 16 17 18 20 22 23 m c.a. m c.a. m c.a. Psi Psi Psi VAZÃO EM m3/h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE 0 m c.a.(*) TAP-20 C 20 1/2 x 1 1 26 2 128 10 14 11 16 23 33 60 4,3 4,2 4,0 3,8 3,6 3,4 3,2 3,0 2,5 2,0 1,6(*) TAP-35 C 35 Motor WEG IP-00 com capa de proteção, termostato e capacitor permanente, 2 Polos, 60 Hz Rotor fechado de Noryl®, com 30% de fibra de vidro (maior dureza). (*) Nas instalações onde o sistema opera com pressão positiva na sucção, é obrigatório o uso Bombeador de ferro fundido. de válvula de retenção horizontal com mola, na entrada da bomba. Temperatura máxima do líquido bombeado: 55°C. Pressão (desliga) de autoaspiração (m c.a.) Frequência máxima de Pressão (liga) CARACTERÍSTICAS HIDRÁULICAS Volume do tanque sem vazão (m c.a.) Pré-carga partidas por hora Potência máxima Ø Recalque (pol) Pressão máxima consumida (W) Ø Sucção (pol) Altura máxima Ø Rotor (mm) Potência (cv) Monofásico ALTURA MANOMÉTRICA TOTAL (m c.a.) (litros) MODELO 11 12 13 14 15 16 17 18 20 22 23 m c.a. m c.a. m c.a. Psi Psi Psi VAZÃO EM m3/h VÁLIDA PARA SUCÇÃO DE 0 m c.a. TAP-20 A 20 1/2 750 x 1 1 28 4 114 10 14 11 16 23 33 60 2,8 2,7 2,5 2,3 2,2 2,0 1,8 1,6 1,2 0,8 0,6 TAP-35 A 35TAP-20 = 20 litros - TAP-35 = 35 litros TAP-20 C TAP-20 A Motor WEG IP-00, com capa de proteção, termostato e capacitor permanente, 2 Polos, 60 Hz Rotor fechado e difusor de alumínio. TAP-35 C TAP-35 A Bombeador de ferro fundido. Obs.: Para obter a vazão em litros/min, multiplique o valor da tabela por 16,67. Temperatura máxima do líquido bombeado: 55°C. 09
  12. 12. Sistemas de Pressurização - Banho com muito mais pressão e conforto. Série SubDrive Inline 1100 Rotor fechado • Sistema de pressão constante. Aplicações Gerais: Características do Sistema • Pressão de água constante Pressurização constante de água em residências, apartamentos, com vazão variável conforme consumo. coberturas, indústrias, sprinklers, sistemas de pressurização em geral, • A velocidade da bomba é instalações que requerem silêncio e economia de espaço. controlada para operar no ponto ótimo, sem sobrecarregar o motor. • Potência: 1,2 cv (0,9 kW). SubDrive Inline 1100 (*) Quick Pack SubDrive Inline 1100 (**) • Corrente de partida do motor baixa (soft-starting). (*) Este conjunto contém: 2 (**) Este conjunto contém: • Funcionamento silencioso. 1 Motobomba com kit fixação ão Todos os 6 itens relacionados no conjunto ao lado (*), • Sistema compacto 2 Inversor de frequência mais: (480 mm x 200 mm). 3 Sensor de pressão 7 2 registros esfera (1 1/4” e 1 1/2”) ” • Peso bruto: 22 kg. 4 Válvula de retenção com ros 8 Vaso de expansão 24 litros mola de 1 1/4” 1 5 Manômetro 6 Prensa cabo 8 Características da Bomba 3 4 6 • Opera em uma ampla faixa de 7 vazão até 9 m3/h. • Pressão mínima requerida na 5 sucção: 2 m c.a. (exceto em cisternas com sucção afogada e sem vórtice). • Incremento da pressão de entrada até 41 m c.a. • Todas as partes que fazem contato com a água são de aço inoxidável. • Temperatura máxima ambiente: 40ºC funcionamento contínuo. • Temperatura máxima do líquido Incremento de Pressão (m c.a.) bombeado: 40ºC. Características do Inversor • Desliga por baixo fluxo de água. • Detecta e desliga se a bomba estiver travada. • Proteção contra raios e tensão. • Proteção contra queda de tensão. • Proteção contra sub e sobrecarga. • Proteção contra curto circuito e circuito aberto. • Invólucro NEMA 4. • Frequência: 50/60 Hz • Frequência de operação: 20-63 Hz. • Corrente (máxima): 12 A (l/min) 0 20 40 60 80 100 120 160 180 • Tensão de entrada: 190-260V Vazão 140 Monofásico. (m3/h)10
  13. 13. Exemplo de Dimensionamento Simplificado de Motobomba Centrífuga Residencial Exemplo de Dimensionamento Simplificado de Motobomba Injetora (Poço Semiartesiano) Reservatório Superior Aplicação: Recalque de água limpa em residência Reservatório 1m Superior 2m Comprimento da Tubulação de Recalque Recalque Altura de Comprimento 3m da Tubulação Altura de Recalque = 6 m 3m 3m 4m 0,5 m 0,5 m Desnível Nível de sucção Estático Nível Altura de (acima de Dinâmico Sucção = 2 m Figura Ilustrativa 8 metros) 3m Profundidade Profundidade até o Injetor Reservatório do Poço Inferior Injetor 30 cm - Altura mínima do fundo do poço ao injetorDados da Instalação: Dados da Instalação:• Altura de Sucção (desnível entre a bomba e a lâmina d’água do reservatório inferior) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . AS = 2,0 metros • Profundidade do poço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Prof. = 25 metros• Altura de Recalque (desnível entre a bomba e o ponto mais alto da instalação) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . AR = 7,0 metros • Diâmetro do poço . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . D= 100 milímetros• Comprimento da Tubulação (comprimento da tubulacão de sucção mais a de recalque) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . CT = 20,5 metros • Nível Estático . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . NE = 10 metros • Nível Dinâmico. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . ND = 15 metrosDeterminação da Vazão: • Altura de Recalque (desnível entre a bomba e o ponto mais alto da instalação) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . AR = 8 metrosConsumo solicitado: 2.000 litros/h ou 2,0 m3/h • Comprimento da Tubulação de Recalque (da bomba até o reservatório superior) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . CTR = 30 metros Determinação da Vazão:Escolha do Diâmetro da Tubulação: (conforme tabela “Perda de Carga em Tubulações” ou “Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão”) Vazão do poço: 3,0 m3/hNa tabela “Perda de Carga em Tubulações” (nos Anexos), localize a linha onde está o valor de vazão desejado e siga para a direita até o primeiro Consumo solicitado: 2,0 m3/h ou 2.000 litros/hvalor depois da linha em negrito. Este valor é o fator (percentual) de perda de carga. A partir deste valor, suba na coluna até encontrar o diâmetro Escolha da Bomba Schneider: (Tabela para Seleção de Bombas)mínimo indicado para a vazão informada. No exemplo, para a vazão de 2 m3/h, a tabela indica 1” para o RECALQUE. Para a SUCÇÃO, adote, deacordo com a vazão, o diâmetro especificado na tabela “Sugestão de Diâmetro de Tubulação por Vazão” (nos Anexos). Profundidade de instalação do injetor: 23 metros Diâmetro da tubulação de sucção: 1 1/4”Diâmetro da Tubulação de Recalque: 1” Diâmetro da Tubulação de Sucção: 1” Modelo da Bomba: MBI-1 I1-26 Diâmetro da tubulação de retorno: 1” Vazão para a submergência de 2 metros 1,33 m3/h Recalque máximo: 28 m c.a.Determinação da Altura Manométrica Total (AMT): Vazão para a submergência de 10 metros 2,20 m3/h Escolha do Diâmetro da Tubulação de Recalque (conforme tabela “Perda de Carga em Tubulações” ou “Sugestão de DiâmetroAltura Manométrica Total = (Altura de Sucção + Altura de de Tubulação por Vazão”)Recalque + Perdas de Carga) = 2,0 + 7,0 + 1,1 = 10,1 m c.a.Acrescente 5% para considerar as perdas de carga nas conexões: Vazão considerada: 2,0 m3/h Diâmetro da Tubulação de Recalque: 1”Altura Manométrica Total = 10,1 + 5% = 10,6 m c.a. ≅ 11,0 m c.a. Determinação da Perda de Carga na Tubulação de Recalque:Para a seleção da motobomba, observe o exemplo da página 3. Determinação de Perda de Carga: PC = CT x Fpc (%) (Ver Tabela) PCRecalque = Comprimento da Tubulação de Recalque (CTR) X Fator de Perda de Carga (FPC) (tabela “Perda de Carga em Tubulações”)AMT = (AS + AR + PCtubos) + 5% PCRecalque = 30 x 5,4 %AMT = ( 2,0 + 7,0 + 1,1 ) + 5% PC = 20,5 x 5,4% PCRecalque = 1,62 m c.a. Condições de Operação:AMT = ( 10,1 ) + 5% PC = 1,1 m c.a. Determinação da Altura Manométrica de Recalque: AMR < Recalque máximo da bombaAMT = ( 10,6 m c.a. ≅ 11,0 m c.a. 10,1 m c.a. < 28 m c.a., se verdadeiro, o modelo escolhido AMR = (AR + PCRecalque) + 5% poderá ser empregado. Caso contrário, aumente o diâmetro daSeleção da Bomba Schneider para: AMR = ( 8 + 1,62 ) + 5% tubulação de recalque ou escolha outro modelo de bomba. AMR = 9,62 + 5%AMT = 11,0 m c.a. AMR = 10,1 m c.a.Vazão = 2,0 m3/h Modelo: BCR-2000 1/4 cv Modelo: MBI-1 - I1-26 - 1,0 cv OBS.: Estes exemplos foram elaborados de forma simplificada, baseados em informações elementares de instalação. 11

×