SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
Manual da Sauna
Qual a dif erença entre sauna seca e a vapor?

A sauna seca gera calor seco, auxiliando na eliminação de toxinas.
A sauna a vapor possui propriedades hidratantes e antiestresse.
Porém ambas podem ser utilizadas o ano todo.
Na verdade é uma questão de gosto. Escolha a que melhor lhe convir ou f ique com ambas.




                                                                                          PDFmyURL.com
Gás ou elét rica?
Para saunas comerciais onde o uso é maior, ou para sítios, chácaras, f azendas, casas e para quem gosta
de mais originalidade e economia, a sauna a gás é ideal.

Para hotéis e motéis, onde as saunas são individuais, e para apartamentos, casas ou locais onde não
haja espaço disponível para equipamentos maiores, recomenda-se a sauna elétrica. Destacamos a Linha
Plus (geradores de vapor elétrico), que podem ser instalados dentro do ambiente, graças ao gabinete
construído em polietileno rotomoldado (material anticorrosivo).

Temos certeza que uma das opções será ideal para o seu ambiente de sauna.




Const rução passo-a-passo da sauna a vapor

Para saunas residenciais pode-se optar por medidas convencionais, tais como:

1,50 m x 2,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 4 pessoas
2,00 m x 2,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 6 pessoas
2,00 m x 3,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 9 pessoas


Para saunas comerciais (clubes, academias, condomínios):
3,00 m x 3,00 m x 2,20 m - Espaço ideal para 12 pessoas
3,00 m x 4,00m x 2,20 m – Espaço ideal para 18 pessoas


Você pode aproveitar algum espaço disponível na sua residência (um banheiro, uma dispensa ou algum
cômodo sem utilização) para f azer a sua sauna. Contrate um bom prof issional e siga as orientações do
f abricante.




Ambiente de sauna a vapor
Construa o cômodo em alvenaria, siguindo as orientações:




                                                                                                          PDFmyURL.com
1 - Tet o com inclinação:

Teto com altura de 2,20 m e inclinação de 10% no prolongamento, oposta aos bancos.
Essa inclinação é f undamental, pois quando o vapor condensar surgirão gotículas de água no teto. Com a
inclinação essas gotículas vão escorrer para a extremidade mais baixa do teto e não cairão sobre os
usuários, ou seja, acima dos bancos só haverá vapor.

Se o cômodo já foi construído e não tem inclinação no teto, faça o rebaixamento com forro de
PVC.



2 - Bancos

Faça 2 bancos em alvenaria, um inf erior e um superior (para menor ou maior temperatura), nas medidas de
50 cm x 40 cm.



                                                                                                           PDFmyURL.com
3 - Suspiro e respiro

Faça um orif ício de 4" (suspiro) próximo ao teto (“pé direito”), e um orif ício de 4" (respiro) próximo ao chão
(“pé esquerdo”), para controle de oxigênio e temperatura dentro do ambiente. Para acabamento destes
orif ícios, use grelha giratória de controle.



4 - Ent rada para cano de vapor (dent ro do ambient e)

Prever nicho na parede para adaptar o cano de vapor, com as medidas de 40 cm (alt.) x 12 cm (larg.) x 10
cm (prof .).
A entrada de vapor para dentro do ambiente deve ser em um local neutro, próxima da parede f rontal aos
bancos numa distância de 30 cm do chão.

Obs.: Atente para a distância da tubulação de vapor, não faça sifonagem.



5 - Rede elét rica

Faça uma passagem de conduite para iluminação e outro ponto para
f echamento do circuito entre o quadro de comando com termostato e o
aparelho (quando f or instalado dentro do ambiente).
Para iluminação do recinto utilize luminárias blindadas e instale o
interruptor fora do ambiente.



6 - Ralo

Faça um ralo no interior do ambiente para escoar a água quando f or ef etuada a limpeza do recinto. No
caso de equipamento instalado dentro do ambiente (Plus com Dreno Automático - Gerador de Vapor
Elétrico), após o f echamento da torneira de abastecimento toda a água do gabinete da sauna se
esgotará, e o ralo deverá estar perto do equipamento para que esta água tenha vazão.



7 - Port a

A porta deve ser impermeável, possuir visor transparente e sempre abrir para f ora do
ambiente.


                                                                                                                   PDFmyURL.com
Revest iment o t érmico (imagem abaixo)

Na sauna a vapor é importante que se f aça o revestimento térmico com vermiculita. Após a colocação
d a laje, reboque todas as paredes e teto com uma massa de cimento e vermiculita, na seguinte
proporção: 4 kg de vermiculita, 1 kg de cimento, (um pouco de) cal, adicione água até dar liga e f aça um
reboco de 2,5 cm a 3 cm de espessura e deixe secar por completo. depois f aça o acabamento escolhido.

Proporção para 1 m2 de parede.




Acabament o: t et o, paredes e piso da sauna a vapor

O teto deve ser sempre liso, para que não ocorra a presença indesejável de gotículas de água em cima dos
bancos. Pode ser utilizada tinta (Bacterkill).

As paredes da sauna a vapor podem ser revestidas com azulejos, mármore ou tinta látex (apropriada para
locais que vão receber umidade).

No piso use materiais antiderrapantes: ardósia, pedra mineira, cerâmica texturizada, etc.
                                                                                                            PDFmyURL.com
At enção
Para ambientes de sauna fora do padrão, como:

- Sem isolamento térmico (reboco com vermiculita)
- Parede ou janela de vidro
- Piscinas acopladas ao ambiente da sauna

Adquirir equipamento de maior potência.




Ambiente de sauna seca
Contrate uma empresa especialista em construção de ambiente de sauna seca

Revest iment o t érmico

Após rebocar paredes e teto com reboco comum, f aça o revestimento térmico com lã de vidro ou isopor,
f ixados com sarraf os.



Revest iment o das paredes (após revest iment o t érmico)

Para o revestimento das paredes, use madeira seca, como cedro ou mogno. É importante utilizar madeira
maciça, de f ácil respiração.

Jamais envernize ou aplique qualquer produto para a proteção da madeira.

Para a limpeza do ambiente, use pano úmido em água.



Respiro e suspiro
                                                                                                        PDFmyURL.com
No ambiente de sauna seca é f undamental a construção de respiro e suspiro para oxigenar e dissipar o
calor. Veja na imagem abaixo (A próximo ao teto e B próximo ao chão e ao equipamento).




Piso

Na sauna seca, o piso pode ser cimentado ou cerâmica (antiderrapante), se pref erir pode cobrí-lo com um
estrado de madeira.



Inst ruções para inst alação do equipament o

Não deve haver madeira no espaço onde será instalado o equipamento, pois isso pode causar um
incêndio. Use placas ref ratárias nas paredes em volta do equipamento e no piso. Se o aparelho possuir
chaminé, o ref ratário das paredes deve acompanhar toda sua extensão. A chaminé deve sair de

                                                                                                           PDFmyURL.com
pref erência pela parede, f ormando um ângulo de 45º.

Para sauna seca elétrica, utilize cerca de proteção ao redor do equipamento, a uma distância mínima de
10 cm.

Para sauna seca a lenha ou gás, construa uma parede com tijolos ref ratários (vazados) ao redor e na
mesma altura do equipamento, a 10 cm de distância.



Iluminação

A iluminação do ambiente deve ser sempre indireta e com lâmpada de até 40
watts no máximo. Utilize arandela de madeira e instale o interruptor f ora do
ambiente.



Port a

Porta de madeira com isolamento térmico; deverá abrir sempre para f ora do recinto e possuir visor
transparente.




                                                                                                         PDFmyURL.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Check list segurança no trabalho rural
Check list segurança no trabalho ruralCheck list segurança no trabalho rural
Check list segurança no trabalho ruralRaul Cristino
 
Segurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwnSegurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwnNestor Neto
 
Segurança em Frigoríficos Contra Vazamento de Amônia
Segurança em Frigoríficos  Contra Vazamento de AmôniaSegurança em Frigoríficos  Contra Vazamento de Amônia
Segurança em Frigoríficos Contra Vazamento de AmôniaFernando Rosalvo
 
Nr 18 - andaimes e plataformas de trabalho
Nr 18 - andaimes e plataformas de trabalhoNr 18 - andaimes e plataformas de trabalho
Nr 18 - andaimes e plataformas de trabalhoDavid Alves Rbeiro
 
Ficha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de IncêndioFicha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de IncêndioAna Lucia Santana
 
NBR 14.280 cadastro de acidente do trabalho, procedim
NBR 14.280   cadastro de acidente do trabalho, procedimNBR 14.280   cadastro de acidente do trabalho, procedim
NBR 14.280 cadastro de acidente do trabalho, procedimAne Costa
 
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROSNOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROSRobson Peixoto
 
Plano emergencia modelo
Plano emergencia modeloPlano emergencia modelo
Plano emergencia modeloMarlon Gatti
 
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptxTreinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptxRudinei de Moura
 
Check List para plataforma Elevatória - NR 18
Check List para plataforma Elevatória - NR 18Check List para plataforma Elevatória - NR 18
Check List para plataforma Elevatória - NR 18IZAIAS DE SOUZA AGUIAR
 
NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...
NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...
NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...Advantage Automação
 
APR ATUALIZADO COM F.O AUDITORIA.doc
APR ATUALIZADO  COM F.O AUDITORIA.docAPR ATUALIZADO  COM F.O AUDITORIA.doc
APR ATUALIZADO COM F.O AUDITORIA.docARTHURDeoliveiraNeto
 

Mais procurados (20)

Check list segurança no trabalho rural
Check list segurança no trabalho ruralCheck list segurança no trabalho rural
Check list segurança no trabalho rural
 
Segurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwnSegurança do Trabalho nwn
Segurança do Trabalho nwn
 
Treinamento de integração nr 1 upload
Treinamento de integração nr 1 uploadTreinamento de integração nr 1 upload
Treinamento de integração nr 1 upload
 
Segurança em Frigoríficos Contra Vazamento de Amônia
Segurança em Frigoríficos  Contra Vazamento de AmôniaSegurança em Frigoríficos  Contra Vazamento de Amônia
Segurança em Frigoríficos Contra Vazamento de Amônia
 
Nr 18 - andaimes e plataformas de trabalho
Nr 18 - andaimes e plataformas de trabalhoNr 18 - andaimes e plataformas de trabalho
Nr 18 - andaimes e plataformas de trabalho
 
Check List Escadas
Check List EscadasCheck List Escadas
Check List Escadas
 
Modelo analise de risco
Modelo analise de riscoModelo analise de risco
Modelo analise de risco
 
Acidente do trabalho com disco de corte cenas fortes
Acidente do trabalho com disco de corte   cenas fortesAcidente do trabalho com disco de corte   cenas fortes
Acidente do trabalho com disco de corte cenas fortes
 
Ficha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de IncêndioFicha de Inspeção de Extintores de Incêndio
Ficha de Inspeção de Extintores de Incêndio
 
NBR 14.280 cadastro de acidente do trabalho, procedim
NBR 14.280   cadastro de acidente do trabalho, procedimNBR 14.280   cadastro de acidente do trabalho, procedim
NBR 14.280 cadastro de acidente do trabalho, procedim
 
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROSNOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
 
Aula 5 epi
Aula 5   epiAula 5   epi
Aula 5 epi
 
Plano emergencia modelo
Plano emergencia modeloPlano emergencia modelo
Plano emergencia modelo
 
Check List Cinto Segurança
Check List Cinto SegurançaCheck List Cinto Segurança
Check List Cinto Segurança
 
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptxTreinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
Treinamento para Segurança em Trabalho a Quente.pptx (1).pptx
 
Check List para plataforma Elevatória - NR 18
Check List para plataforma Elevatória - NR 18Check List para plataforma Elevatória - NR 18
Check List para plataforma Elevatória - NR 18
 
NR12 ANEXO II
NR12 ANEXO IINR12 ANEXO II
NR12 ANEXO II
 
Nr05+ +dds+-+conto+rato+-+p21+-+nov+20
Nr05+ +dds+-+conto+rato+-+p21+-+nov+20Nr05+ +dds+-+conto+rato+-+p21+-+nov+20
Nr05+ +dds+-+conto+rato+-+p21+-+nov+20
 
NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...
NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...
NR-12 - O que é nr-12 - Norma Regulamentadora de Segurança de Máquinas e Equi...
 
APR ATUALIZADO COM F.O AUDITORIA.doc
APR ATUALIZADO  COM F.O AUDITORIA.docAPR ATUALIZADO  COM F.O AUDITORIA.doc
APR ATUALIZADO COM F.O AUDITORIA.doc
 

Semelhante a Sauna Socalor Manual

Manual da sauna socalor
Manual da sauna socalorManual da sauna socalor
Manual da sauna socalorworldpiscinas
 
Manual de Instalação de Lareira e Salamandra
Manual de Instalação de Lareira e SalamandraManual de Instalação de Lareira e Salamandra
Manual de Instalação de Lareira e SalamandraCottage Casa E Lazer
 
Comprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de PiscinasComprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Piscinasesaunas04
Piscinasesaunas04Piscinasesaunas04
Piscinasesaunas04Cocab Pools
 
Apresentação esquadrias de ferro e de madeira 2012
Apresentação esquadrias de ferro e de madeira  2012Apresentação esquadrias de ferro e de madeira  2012
Apresentação esquadrias de ferro e de madeira 2012A M
 
Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)
Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)
Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)turmab
 
Manual de Gerador de Calor para Sauna Seca Sodramar
Manual de Gerador de Calor para Sauna Seca SodramarManual de Gerador de Calor para Sauna Seca Sodramar
Manual de Gerador de Calor para Sauna Seca SodramarCottage Casa E Lazer
 
07 como instalar um ar condicionado split passo a passo
07 como instalar um ar condicionado split passo a passo07 como instalar um ar condicionado split passo a passo
07 como instalar um ar condicionado split passo a passoandydurdem
 
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...eduabreu08
 
Construção civil 2
Construção civil 2Construção civil 2
Construção civil 2eduabreu08
 
Construção de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de PiscinasConstrução de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Aquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de Piscinas
Aquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de PiscinasAquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de Piscinas
Aquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016
Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016
Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016independent
 
MANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNAS
MANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNASMANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNAS
MANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNASImpercapSaunas1
 

Semelhante a Sauna Socalor Manual (20)

Manual da sauna socalor
Manual da sauna socalorManual da sauna socalor
Manual da sauna socalor
 
Manual de Instalação de Lareira e Salamandra
Manual de Instalação de Lareira e SalamandraManual de Instalação de Lareira e Salamandra
Manual de Instalação de Lareira e Salamandra
 
Comprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de PiscinasComprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
 
Manual da Sauna a Vapor Impercap
Manual da Sauna a Vapor ImpercapManual da Sauna a Vapor Impercap
Manual da Sauna a Vapor Impercap
 
Soluft catalogo vidros_porcelanatos_2013
Soluft catalogo vidros_porcelanatos_2013Soluft catalogo vidros_porcelanatos_2013
Soluft catalogo vidros_porcelanatos_2013
 
Piscinasesaunas04
Piscinasesaunas04Piscinasesaunas04
Piscinasesaunas04
 
Saunas Treinamento
Saunas TreinamentoSaunas Treinamento
Saunas Treinamento
 
Cobertura
CoberturaCobertura
Cobertura
 
Apresentação esquadrias de ferro e de madeira 2012
Apresentação esquadrias de ferro e de madeira  2012Apresentação esquadrias de ferro e de madeira  2012
Apresentação esquadrias de ferro e de madeira 2012
 
Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)
Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)
Vamos construir uma casa de banho dr1 (3)
 
Manual de Gerador de Calor para Sauna Seca Sodramar
Manual de Gerador de Calor para Sauna Seca SodramarManual de Gerador de Calor para Sauna Seca Sodramar
Manual de Gerador de Calor para Sauna Seca Sodramar
 
07 como instalar um ar condicionado split passo a passo
07 como instalar um ar condicionado split passo a passo07 como instalar um ar condicionado split passo a passo
07 como instalar um ar condicionado split passo a passo
 
Catalogo jardim2017 _
Catalogo jardim2017 _Catalogo jardim2017 _
Catalogo jardim2017 _
 
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
Assoalhos de Tábuas corridas (Tabuão), tacos de madeira e parquet, decks em g...
 
Construção civil 2
Construção civil 2Construção civil 2
Construção civil 2
 
Construção de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de PiscinasConstrução de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de Piscinas
 
Aquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de Piscinas
Aquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de PiscinasAquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de Piscinas
Aquecimento Gás para Residência e Piscina - Show de Piscinas
 
Econogas Sodramar
Econogas SodramarEconogas Sodramar
Econogas Sodramar
 
Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016
Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016
Indústria Centro-Oeste - Catalogo 2016
 
MANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNAS
MANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNASMANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNAS
MANUAL DE SAUNA SEMI ÚMIDA - IMPERCAP SAUNAS
 

Mais de Pool Shop Piscinas Ltda

Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCVazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCPool Shop Piscinas Ltda
 
Manual de instruções das bombas e motobombas
Manual de instruções das bombas e motobombasManual de instruções das bombas e motobombas
Manual de instruções das bombas e motobombasPool Shop Piscinas Ltda
 
Tabela de seleção de bombas e motobombas
Tabela de seleção de bombas e motobombasTabela de seleção de bombas e motobombas
Tabela de seleção de bombas e motobombasPool Shop Piscinas Ltda
 
Especificações técnicas banheira marbella 2000
Especificações técnicas banheira marbella 2000Especificações técnicas banheira marbella 2000
Especificações técnicas banheira marbella 2000Pool Shop Piscinas Ltda
 

Mais de Pool Shop Piscinas Ltda (20)

Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVCVazão máxima admissível em tubulação de PVC
Vazão máxima admissível em tubulação de PVC
 
Filtro Jacuzzi Série FIT
Filtro Jacuzzi Série FITFiltro Jacuzzi Série FIT
Filtro Jacuzzi Série FIT
 
Filtro Jacuzzi Série CWF
Filtro Jacuzzi Série CWFFiltro Jacuzzi Série CWF
Filtro Jacuzzi Série CWF
 
Filtro Jacuzzi Série CFA
Filtro Jacuzzi Série CFAFiltro Jacuzzi Série CFA
Filtro Jacuzzi Série CFA
 
Filtro Jacuzzi Série TP
Filtro Jacuzzi Série TPFiltro Jacuzzi Série TP
Filtro Jacuzzi Série TP
 
Manual de instruções das bombas e motobombas
Manual de instruções das bombas e motobombasManual de instruções das bombas e motobombas
Manual de instruções das bombas e motobombas
 
Lamina bcr 2010
Lamina bcr 2010Lamina bcr 2010
Lamina bcr 2010
 
Curva bcr 2010
Curva bcr 2010Curva bcr 2010
Curva bcr 2010
 
Tabela de seleção de bombas e motobombas
Tabela de seleção de bombas e motobombasTabela de seleção de bombas e motobombas
Tabela de seleção de bombas e motobombas
 
Instrução tratamento de piscinas
Instrução tratamento de piscinasInstrução tratamento de piscinas
Instrução tratamento de piscinas
 
Robô Sibrape Diagnostic 3001
Robô Sibrape Diagnostic 3001Robô Sibrape Diagnostic 3001
Robô Sibrape Diagnostic 3001
 
Robôs Sibrape
Robôs SibrapeRobôs Sibrape
Robôs Sibrape
 
Placalor Sibrape
Placalor SibrapePlacalor Sibrape
Placalor Sibrape
 
Manual Operacional Robô Sibrape XT5
Manual Operacional Robô Sibrape XT5Manual Operacional Robô Sibrape XT5
Manual Operacional Robô Sibrape XT5
 
Manual Placalor Sibrape
Manual Placalor SibrapeManual Placalor Sibrape
Manual Placalor Sibrape
 
Fispq Hidrosan Penta
Fispq Hidrosan PentaFispq Hidrosan Penta
Fispq Hidrosan Penta
 
Boletim Técnico Hidrosan Plus
Boletim Técnico Hidrosan PlusBoletim Técnico Hidrosan Plus
Boletim Técnico Hidrosan Plus
 
Boletim Técnico Hidrosan Penta
Boletim Técnico Hidrosan PentaBoletim Técnico Hidrosan Penta
Boletim Técnico Hidrosan Penta
 
Fispq Hidrosan Plus
Fispq Hidrosan PlusFispq Hidrosan Plus
Fispq Hidrosan Plus
 
Especificações técnicas banheira marbella 2000
Especificações técnicas banheira marbella 2000Especificações técnicas banheira marbella 2000
Especificações técnicas banheira marbella 2000
 

Sauna Socalor Manual

  • 1. Manual da Sauna Qual a dif erença entre sauna seca e a vapor? A sauna seca gera calor seco, auxiliando na eliminação de toxinas. A sauna a vapor possui propriedades hidratantes e antiestresse. Porém ambas podem ser utilizadas o ano todo. Na verdade é uma questão de gosto. Escolha a que melhor lhe convir ou f ique com ambas. PDFmyURL.com
  • 2. Gás ou elét rica? Para saunas comerciais onde o uso é maior, ou para sítios, chácaras, f azendas, casas e para quem gosta de mais originalidade e economia, a sauna a gás é ideal. Para hotéis e motéis, onde as saunas são individuais, e para apartamentos, casas ou locais onde não haja espaço disponível para equipamentos maiores, recomenda-se a sauna elétrica. Destacamos a Linha Plus (geradores de vapor elétrico), que podem ser instalados dentro do ambiente, graças ao gabinete construído em polietileno rotomoldado (material anticorrosivo). Temos certeza que uma das opções será ideal para o seu ambiente de sauna. Const rução passo-a-passo da sauna a vapor Para saunas residenciais pode-se optar por medidas convencionais, tais como: 1,50 m x 2,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 4 pessoas 2,00 m x 2,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 6 pessoas 2,00 m x 3,00 m x 2,20 m – Espaço ideal para 9 pessoas Para saunas comerciais (clubes, academias, condomínios): 3,00 m x 3,00 m x 2,20 m - Espaço ideal para 12 pessoas 3,00 m x 4,00m x 2,20 m – Espaço ideal para 18 pessoas Você pode aproveitar algum espaço disponível na sua residência (um banheiro, uma dispensa ou algum cômodo sem utilização) para f azer a sua sauna. Contrate um bom prof issional e siga as orientações do f abricante. Ambiente de sauna a vapor Construa o cômodo em alvenaria, siguindo as orientações: PDFmyURL.com
  • 3. 1 - Tet o com inclinação: Teto com altura de 2,20 m e inclinação de 10% no prolongamento, oposta aos bancos. Essa inclinação é f undamental, pois quando o vapor condensar surgirão gotículas de água no teto. Com a inclinação essas gotículas vão escorrer para a extremidade mais baixa do teto e não cairão sobre os usuários, ou seja, acima dos bancos só haverá vapor. Se o cômodo já foi construído e não tem inclinação no teto, faça o rebaixamento com forro de PVC. 2 - Bancos Faça 2 bancos em alvenaria, um inf erior e um superior (para menor ou maior temperatura), nas medidas de 50 cm x 40 cm. PDFmyURL.com
  • 4. 3 - Suspiro e respiro Faça um orif ício de 4" (suspiro) próximo ao teto (“pé direito”), e um orif ício de 4" (respiro) próximo ao chão (“pé esquerdo”), para controle de oxigênio e temperatura dentro do ambiente. Para acabamento destes orif ícios, use grelha giratória de controle. 4 - Ent rada para cano de vapor (dent ro do ambient e) Prever nicho na parede para adaptar o cano de vapor, com as medidas de 40 cm (alt.) x 12 cm (larg.) x 10 cm (prof .). A entrada de vapor para dentro do ambiente deve ser em um local neutro, próxima da parede f rontal aos bancos numa distância de 30 cm do chão. Obs.: Atente para a distância da tubulação de vapor, não faça sifonagem. 5 - Rede elét rica Faça uma passagem de conduite para iluminação e outro ponto para f echamento do circuito entre o quadro de comando com termostato e o aparelho (quando f or instalado dentro do ambiente). Para iluminação do recinto utilize luminárias blindadas e instale o interruptor fora do ambiente. 6 - Ralo Faça um ralo no interior do ambiente para escoar a água quando f or ef etuada a limpeza do recinto. No caso de equipamento instalado dentro do ambiente (Plus com Dreno Automático - Gerador de Vapor Elétrico), após o f echamento da torneira de abastecimento toda a água do gabinete da sauna se esgotará, e o ralo deverá estar perto do equipamento para que esta água tenha vazão. 7 - Port a A porta deve ser impermeável, possuir visor transparente e sempre abrir para f ora do ambiente. PDFmyURL.com
  • 5. Revest iment o t érmico (imagem abaixo) Na sauna a vapor é importante que se f aça o revestimento térmico com vermiculita. Após a colocação d a laje, reboque todas as paredes e teto com uma massa de cimento e vermiculita, na seguinte proporção: 4 kg de vermiculita, 1 kg de cimento, (um pouco de) cal, adicione água até dar liga e f aça um reboco de 2,5 cm a 3 cm de espessura e deixe secar por completo. depois f aça o acabamento escolhido. Proporção para 1 m2 de parede. Acabament o: t et o, paredes e piso da sauna a vapor O teto deve ser sempre liso, para que não ocorra a presença indesejável de gotículas de água em cima dos bancos. Pode ser utilizada tinta (Bacterkill). As paredes da sauna a vapor podem ser revestidas com azulejos, mármore ou tinta látex (apropriada para locais que vão receber umidade). No piso use materiais antiderrapantes: ardósia, pedra mineira, cerâmica texturizada, etc. PDFmyURL.com
  • 6. At enção Para ambientes de sauna fora do padrão, como: - Sem isolamento térmico (reboco com vermiculita) - Parede ou janela de vidro - Piscinas acopladas ao ambiente da sauna Adquirir equipamento de maior potência. Ambiente de sauna seca Contrate uma empresa especialista em construção de ambiente de sauna seca Revest iment o t érmico Após rebocar paredes e teto com reboco comum, f aça o revestimento térmico com lã de vidro ou isopor, f ixados com sarraf os. Revest iment o das paredes (após revest iment o t érmico) Para o revestimento das paredes, use madeira seca, como cedro ou mogno. É importante utilizar madeira maciça, de f ácil respiração. Jamais envernize ou aplique qualquer produto para a proteção da madeira. Para a limpeza do ambiente, use pano úmido em água. Respiro e suspiro PDFmyURL.com
  • 7. No ambiente de sauna seca é f undamental a construção de respiro e suspiro para oxigenar e dissipar o calor. Veja na imagem abaixo (A próximo ao teto e B próximo ao chão e ao equipamento). Piso Na sauna seca, o piso pode ser cimentado ou cerâmica (antiderrapante), se pref erir pode cobrí-lo com um estrado de madeira. Inst ruções para inst alação do equipament o Não deve haver madeira no espaço onde será instalado o equipamento, pois isso pode causar um incêndio. Use placas ref ratárias nas paredes em volta do equipamento e no piso. Se o aparelho possuir chaminé, o ref ratário das paredes deve acompanhar toda sua extensão. A chaminé deve sair de PDFmyURL.com
  • 8. pref erência pela parede, f ormando um ângulo de 45º. Para sauna seca elétrica, utilize cerca de proteção ao redor do equipamento, a uma distância mínima de 10 cm. Para sauna seca a lenha ou gás, construa uma parede com tijolos ref ratários (vazados) ao redor e na mesma altura do equipamento, a 10 cm de distância. Iluminação A iluminação do ambiente deve ser sempre indireta e com lâmpada de até 40 watts no máximo. Utilize arandela de madeira e instale o interruptor f ora do ambiente. Port a Porta de madeira com isolamento térmico; deverá abrir sempre para f ora do recinto e possuir visor transparente. PDFmyURL.com