O problema da verdade psicologia

526 visualizações

Publicada em

O que seria a verdade ? E quais problemas nos traria ela ? Trabalho criado por Poliana Martins e Islayne Pires Sales.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
526
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O problema da verdade psicologia

  1. 1. O PROBLEMA DA VERDADE Será que há problemas verdade? O que é a verdade?
  2. 2. O PROBLEMA DA VERDADE  Paramos para analisar sobre esse assunto, e imediatamente veio em nossa mente diversos questionamentos “Será, que a verdade trás problemas?”, “Ela não teria que nos libertar?”, “Será que a nossa verdade atual seria verdade se fosse a tempos a trás?” ou melhor “ O que de fato é a verdade?”. Pois é, vários questionamentos nos rodeia e a verdade para al- guns não se passa de algo subjetivo, onde cada pessoa tem a sua verdade, baseada no seu pensar e em suas ex- periência.
  3. 3. ATITUDE FILOSÓFICA – SEGUNDO MARILENA CHAUÍ  Marilena Chauí chamou de “atitude filosófica” e não aceitação de certezas e crenças estabelecidas, isto porque seria papel da filosofia buscar a verdade. No entanto, a grande questão a verdade em uma sociedade globalizada, denominada por uma grande quantidade de informações, muitas das quais servem aos interesses do sistema capitalista. Além do fato que a própria definição de verdade comporta múltiplos conceitos. Entretanto, a busca pela verdade passa necessariamente pelo combate contra o dogmatismo, a crença que o mundo é tal como observado e percebido inicialmente, sem possibilidade de contestação. Nesse sentido, a atitude dogmática é conservadora, evita novidades e modificações, enraizando-se em crenças e opiniões, o que conduz, muitas vezes, ao fanatismo
  4. 4. O CONCEITO DE VERDADE  O conceito mais comum de verdade, define-a como conformidade ou adequação entre o pensamento e a realidade. Este conceito remonta a Platão que definia a verdade em termos ontológicas, quando afirmava que a verdade era a adequação ou correspondência entre a razão e o ser, ou do discurso com a realidade. Nesta adequação entre o pensamento e realidade. Aristóteles, acreditando o papel da lógica da linguagem. Dada a importância crescente do conhecimento cientifico a partir do séc. XVII,começou a predominar nos debates sobre a verdade, a questão da objetividade e validade universal do conhecimento cientifico. Problema que dará origem a um novo ramo da filosofia – a Epistemologia
  5. 5. OS PROBLEMAS DA VERDADE  O primeiro problema para os filósofos é estabelecer que tipo de coisa é verdadeira ou falsa, qual o portador da verdade (em inglês truth-bearer). Depois há o problema de se explicar o que torna verdadeiro ou falso o portador da verdade. Há teorias robustas que tratam a verdade como uma propriedade. E há teorias deflacionárias, para as quais a verdade é apenas uma ferramenta conveniente da nossa linguagem. Desenvolvimentos da lógica formal trazem alguma luz sobre o modo como nos ocupamos da verdade nas linguagens naturais e em linguagens formais. Para Nietzsche, por exemplo, a verdade é um ponto de vista. Ele não define nem aceita definição da verdade, porque não se pode alcançar uma certeza sobre a definição do oposto da mentira. Daí seu texto "como filosofar com o martelo".1 Mas para a filosofia de René Descartes a certeza é o critério da verdade. Quem concorda sinceramente com uma frase está se comprometendo com a verdade da frase. A filosofia estuda a verdade de diversas maneiras. A metafísica se ocupa da natureza da verdade. A lógica se ocupa da preservação da verdade. A epistemologia se ocupa do conhecimento da verdade. Há ainda o problema epistemológico do conhecimento da verdade. O modo como sabemos que estamos com dor de dente é diferente do modo como sabemos que o livro está sobre a mesa. A dor de dente é subjetiva, talvez determinada pela introspecção. O fato do livro estar sobre a mesa é objetivo, determinado pela percepção, por observações que podem ser partilhadas com outras pessoas, por raciocínios e cálculos. Há ainda a distinção entre verdades relativas à posição de alguém e verdades absolutas.
  6. 6. A CONCEPÇÃO DE VERDADE E A VERDADE FILOSÓFICA
  7. 7. CONCLUSÃO:  Chegar à verdade pode ser mais complexo do que aparente, talvez mesmo impossível dentro da ilimitada capacidade humana de racionalização. Porém o interessante é o caminho percorrido em busca da verdade em uma luz que pode iluminar novas tentativas
  8. 8. BIBLIOGRAFIA:  http://fabiopestanaramos.blogspot.com.br/2011/09/c oncepcao-filosofica-da-verdade.html  afilosofia.no.sapo.pt/11.verdade.htm  pt.wikipedia.org/wiki/Verdade  fabiopestanaramos.blogspot.com/.../concepcao- filosofica-da-verdade.ht.

×