Sistema de avaliação

568 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
568
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema de avaliação

  1. 1. EEEFM POLIVALENTE LINHARES I Av. Pres. Café Filho, 546 - Novo Horizonte, Linhares - ES, 29902-400 (27) 3373-1306 | escolalinhares@sedu.es.gov.br | polium.blogspot.com.br SISTEMA DE AVALIAÇÃO A avaliação necessita ser planejada, executada e avaliada por todos os que fazem a comunidade educativa. A realização dessa ação possibilita a melhoria na qualidade do trabalho desenvolvido na unidade escolar. Dessa forma, não basta para a escola construir mecanismos de avaliação que se limitem a apresentar os dados referentes aos resultados e que não apontem para intervenções na realidade educacional. É necessário que esses mecanismos tenham o caráter de propor alternativas administrativas e pedagógicas para o crescimento da escola (Projeto Político Pedagógico). A sistemática de avaliação da aprendizagem da EEEFM Polivalente de Linhares I é estruturada conforme segue. TCI – Teste de Conhecimentos Integrados PE – Prova Específica AD – Atividades Diversificadas TCI PE AD TOTAL ENSINO REGULAR 1º Trimestre 2º Trimestre 10 10 10 10 10 10 30 30 3º Trimestre 10 10 20 40 EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS - EJA 1º Bimestre 2º Bimestre PE 20 20 AD 30 30 TOTAL 50 50 TCI – TESTE DE CONHECIMENTOS INTEGRADOS Trata-se de uma prova integrada aplicada ao final de cada trimestre, contendo questões de múltipla escolha de todas as disciplinas. A utilização desse tipo de avaliação favorece ao procedimento de adaptação, proporcionando experiência na resolução de longas provas, envolvendo diversas disciplinas e variados níveis de dificuldade. A avaliação é marcada pela unidade escolar e consta em seu cronograma de atividades. Acontece, simultaneamente, para todas as séries e tem a duração de três horas (Projeto Político Pedagógico). ENSINO FUNDAMENTAL São 45 questões que seguem uma sequência pré-estabelecida. Essas questões devem ser encaminhadas para o pedagogo na data definida no cronograma de atividades. DISCIPLINA QUESTÕES Língua Portuguesa 1a5 Artes 6 a 10 Educação Física 11 a 15 Inglês 16 a 20 História 21 a 25 Geografia 26 a 30 Matemática 31 a 35 Ciências 36 a 40 Ensino Religioso 41 a 45
  2. 2. ENSINO MÉDIO São 48 questões que seguem uma sequência pré-estabelecida. Essas questões devem ser encaminhadas para o pedagogo na data definida no cronograma de atividades. DIURNO 1º e 2º Ano DISCIPLINA QUESTÕES 1a4 Língua Portuguesa 5a8 Artes 9 a 12 Educação Física 13 a 16 Inglês 17 a 20 História 21 a 24 Geografia 25 a 28 Matemática 29 a 32 Biologia 33 a 36 Física 37 a 40 Química 41 a 44 Filosofia 45 a 48 Sociologia 3º Ano DISCIPLINA QUESTÕES Língua Portuguesa Língua Inglesa História Geografia Matemática Biologia Física Química Filosofia Sociologia Língua Espanhola Artes Educação Física 1a4 5a8 9 a 12 13 a 16 17 a 20 21 a 24 25 a 28 29 a 32 33 a 36 37 a 40 41 a 44 45 e 48 49 e 52 NOTURNO 1º e 2º Ano DISCIPLINA QUESTÕES Língua Portuguesa 1a4 Artes 5a8 Educação Física 9 a 12 Inglês 13 a 16 História 17 a 20 Geografia 21 a 24 Matemática 25 a 28 Biologia 29 a 32 Física 33 a 36 Química 37 a 40 Filosofia 41 a 44 Sociologia 45 a 48 3º Ano DISCIPLINA Língua Portuguesa Inglês História Geografia Matemática Biologia Física Química Filosofia Sociologia QUESTÕES 1a4 5a8 9 a 12 13 a 16 17 a 20 21 a 24 25 a 28 29 a 32 33 a 36 37 a 40 Observação: As questões do TCI deverão ser feitas seguindo os descritores do PAEBES (para as disciplinas contempladas) e do ENEM. Inclusive, deverá conter o número do descritor na atividade. Exemplo: 1. (D20). Isso ocorrerá para que todos os professores de todas as séries e disciplinas participem da preparação dos alunos para as avaliações externas, sem comprometer o tempo que dispõe para suas aulas. PE – PROVA ESPECIFICA É uma prova que tem por finalidade verificar os conhecimentos específicos de cada disciplina. Deve conter questões objetivas e questões discursivas. O fato de combinar questões objetivas e discursivas possibilita a avaliação da capacidade de expressão escrita do aluno e lhe prepara para participar de avaliações externas como PAEBES, Prova Brasil e ENEM. A escola define em seu cronograma de atividades as semanas para aplicação dessas provas. Em cada semana serão aplicadas as provas de determinada área de conhecimento (Projeto Político Pedagógico).
  3. 3. Observações:  A PE deve conter, no mínimo, 50% de questões discursivas.  As questões de múltipla escolha da PE devem contemplar os descritores do PAEBES (para as disciplinas contempladas) e do ENEM. Para tanto, o professor deverá trabalhar em suas aulas com atividades que também contemplem esses descritores.  Deve conter no mínimo 3 questões e 10 itens de acerto.  Arte e Educação Física podem substituir a Prova Específica por atividades práticas. AD – Atividades Diversificadas É o conjunto de instrumentos avaliativos propostos durante todo o trimestre, com exceção de provas e testes. Cabe ao professor da disciplina definir os mecanismos que serão utilizados para melhor acompanhar o processo de aprendizado de seus alunos. É necessário que haja coerência entre sua escolha teórica e sua prática pedagógica. Os instrumentos avaliativos constantes desse grupo possibilitam uma avaliação de caráter qualitativo, respeitando as características individuais por permitir ao aluno utilizar-se de suas múltiplas inteligências. Fazem parte das atividades diversificadas: exercícios, debates, pesquisas, trabalhos acadêmicos, resumos, produções textuais, trabalhos em grupos, ilustrações, auto-avaliação, apresentações artísticas diversas, entre outros (Projeto Político Pedagógico). As atividades previstas no Cronograma de Atividades da escola, como Semana de Ciências e Tecnologia, Semana Literomusical e Consciência Negra integram as Atividades Diversificadas. RECUPERAÇÃO RECUPERAÇÃO PARALELA Serve como suporte em eventuais necessidades, numa metodologia que permite rever conteúdos para avançar com mais tranquilidade e segurança. É destinada aos alunos que apresentem dificuldades de aprendizagem não superadas no cotidiano escolar e necessitem de um trabalho mais direcionado, paralelo às aulas regulares. Objetivos da recuperação paralela:  Intervir de forma imediata nas dificuldades de determinados alunos, a fim de saná-las.  Promover uma recuperação imediata, melhorando a autoestima do aluno.  Evitar o acúmulo de dificuldades que poderão inviabilizar a aprendizagem dos conteúdos subseqüentes. Ao concluir o trabalho com um conteúdo e realizar a avaliação da aprendizagem, caso verifique que houve alunos que não aprenderam, o professor deve retomar o conteúdo de imediato, focando aquilo que diagnosticou como não alcançado. Após esse trabalho, deverá realizar uma nova avaliação. No entanto, essa nova avaliação não precisa ser em forma de prova. Porém, se for aplicada a PE e um grande número de alunos obtiver nota abaixo da média, o professor DEVERÁ rever os conteúdos não aprendidos e dar uma nova prova, substituindo a nota anterior. É importante lembrar que, na retomada dos conteúdos, é imprescindível utilizar uma nova estratégia metodológica, uma vez que a utilizada anteriormente não levou ao êxito (Projeto Político Pedagógico) RECUPERAÇÃO TRIMESTRAL Quando a recuperação paralela não for suficiente para o alcance de um resultado satisfatório, o aluno participará da recuperação trimestral. A mesma deve ser organizada com atividades significativas, por meio de procedimentos metodológicos diversificados. A prova de recuperação deve conter o mínimo de 5 questões e 15 itens de acerto. RECUPERAÇÃO FINAL No final do ano, o aluno que não conseguir alcançar a média anual igual ou maior que 60 (sessenta) pontos fará a Recuperação Final, prevista em calendário Escolar. A Avaliação terá o valor de 100 (cem) pontos e o aluno deverá de tirar no mínimo 60 (sessenta) pontos para ser aprovado para a série subsequente (Projeto Político Pedagógico). Essa prova deve contemplar dos conteúdos mais significativos do ano letivo, conter no mínimo 10 questões e 25 itens de acerto.

×