Apresentação1

2.145 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.145
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
101
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação1

  1. 1. ACOLHER PARA ENSINAR
  2. 2. O SENTIDO DA PALAVRA ACOLHIMENTO • Modo de receber ou maneira de ser recebido; dar crédito a; dar ouvidos a; admitir; aceitar; tomar em consideração; hospitalidade. Lugar em que há segurança; abrigar. • É um processo de afetividade entre as pessoas. • Estimula o desenvolvimento de valores e a capacidade de conviver.
  3. 3. ATITUDES DE ACOLHIMENTO ABREM CAMINHOS • Para a aprendizagem, a permanência e inclusão; • Situações de ensino agradáveis que suscitem no aluno o desejo de repetir e renovar a aprendizagem.
  4. 4. 1 Como percebemos atitudes acolhedoras na escola? 2 Quais os maiores desafios para adotar atitudes acolhedoras cotidianamente?
  5. 5. DINÂMICA- AVENIDA CONGESTIONADA 1 Objetivo: trocar o grupo de posição na avenida. 2 Regras: - Avenida: dividida em sete casas. - As pessoas posicionam-se uma em cada casa. - Deixe livre a casa do meio. - Fique de frente umas para as outras. - Só se pode andar para a frente. - Movimentos não simultâneos. - Ocupar a casa da frente se vazia. - Saltar quem vem em sentido contrário, havendo casa vazia às costas.
  6. 6. POSTURA DE ACOLHIMENTO DE UMA INSTITUIÇÃO EDUCACIONAL • Ambiente bem estruturado esteticamente; • Acessível fisicamente a todos; • Qualidade das relações humanas forjadas em seus espaços de construção de conhecimento;
  7. 7. Agressividade, gritos, rispidez, grosserias, palavrões, empurrões, podem revelar problemas com a autoestima. Sentimentos de inadequação e contra a dor do desamor : são expressados, com a necessidade de formar uma carapuça protetora contra o medo de ser rejeitado, contra (“já que sou mesmo incompetente para tantas coisas, por aí eu me destaco”) e (“ninguém gosta de mim mesmo, quero mais é explodir o mundo”) (MALDONADO, 1994, p.39)
  8. 8. ATITUDE DE ACOLHIMENTO • Necessidade de compatibilizar a prática pedagógica e o acolhimento a diversidade social e cultural dos sujeitos que frequentam o ambiente escolar;
  9. 9. É PRECISO EDUCAR-SE E EDUCAR PARA SERMOS ACOLHEDORES. Atitudes Condutas Afetivas Acolhimento
  10. 10. DIMENSÕES DO DESENVOLVIMENTO HUMANO Afetiva (emoções e sentimentos), Sociocultural; Cognitiva Biológica;
  11. 11. Emoções (sentidas) sentimentos (conhecidos) Regulação e consciência (conhecimento de si) Influência cultural Não temos como agir eticamente no mundo Vídeo...
  12. 12. ATITUDES PARA UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA NO ACOLHIMENTO NO AMBIENTE ESCOLAR 1 Conhecer o outro (quem é o meu aluno?) e a si; 2 Otimismo X realismo; 3 Despir-se de preconceitos – empatia; 4 Integrar-se e integrar o aluno na convivência do contexto escolar- (regras bem compreendidas, apresentação dos funcionários); 5 Ajudar o aluno a construir sua identidade do educando com a escola(cuidar da interação entre os aluno, abaixo ao apelido, estabelecer acordos);
  13. 13. ATITUDES PARA UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA NO ACOLHIMENTO NO AMBIENTE ESCOLAR 6 Sensibilidade e comprometimento social com uma educação de qualidade; 7 Atividades que levem em conta o saber do educando; 8 Usar com eficiência a diversidade de linguagens: verbal e não verbal; 9 Desenvolvimento de conhecimentos básicos de convívio escuta e diálogo , sinergia, ética, justiça, verdade, solidariedade, respeito, credibilidade, tolerância, atenção, afetividade, autoestima.
  14. 14. ATITUDES PARA UMA EXPERIÊNCIA POSITIVA NO ACOLHIMENTO NO AMBIENTE ESCOLAR • Comunicação: saudar, demonstrar interesse pelas pessoas, amabilidade, orientar, agradecer, disponibilizarse. • Não é possível não comunicar...não existe comportamento que não seja comunicação”. Paul Watzalawick
  15. 15. CONSTRUÇÃO DE VALORES Valores são construídos a partir da projeção de sentimentos positivos que o sujeito faz sobre objetos, e/ou pessoas, e/ou relações, e/ou sobre si mesmo. Alguns valores se “posicionam” de forma mais central em nossa identidade e outros de forma mais periférica, dependendo da intensidade da carga afetiva vinculada a determinado valor A escola não tem controle sobre a formação de valores em seus alunos, mas tem grande influência sobre sua formação.
  16. 16. Filme: Tempero da vida
  17. 17. http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/01/pomba-libertada-por-papa-francisco-e-atacada-por-gaivota-no-vaticano.html
  18. 18. Dinâmica: montanha russa
  19. 19. Ensinar é tocar o outro para sempre. Marta

×