SlideShare uma empresa Scribd logo

A Importância do Farmacêutico Clínico

A Importância do Farmacêutico Clínico

1 de 21
Baixar para ler offline
A Importância do
          Farmacêutico Clínico
    Prof Dr. Marcelo Polacow Bisson



4a. Jornada Farmacêutica
           do
Hospital Santa Marcelina
Histórico
   Historicamente o farmacêutico tem
    contato com pacientes usuários de
    medicamentos
   Perda da identidade na década de 40 com
    a industrialização
   Mudança no curriculo dos cursos de
    farmácia nos EUA com direcionamento
    clínico
   Brasil (atraso nas mudanças e na
    mentalidade)
                Importância do Farmacêutico
                          Clínico             2
Mudança do Paradigma
 Paradigma  antigo: “farmacêutico
  é      o     profissional     do
  medicamento”
 Paradigma novo: “farmacêutico
  é o profissional voltado ao
  usuário do medicamento” –
  Paciente como foco
           Importância do Farmacêutico
                     Clínico             3
Dificuldades
   A execução de ações de farmácia
    clínica tem sido o grande desafio do
    farmacêutico         nos        últimos
    anos, muitas vezes pela ausência
    desta disciplina na currículo de muitos
    cursos de graduação pelo Brasil, ou
    mesmo pela falta de referencial para
    aplicação da mesma.
                 Importância do Farmacêutico
                           Clínico             4
Qual modelo seguir?
   A grande dúvida que paira no ar, é
    qual seria o melhor modelo a ser
    aplicado       no    Brasil, porém
    atualmente com a introdução da
    globalização em todas as áreas
    inclusive farmacêutica, caminhamos
    para um modelo universal.

              Importância do Farmacêutico
                        Clínico             5
Modelo Universal
   Este modelo universal é baseado nas
    recomendações       de       órgãos
    governamentais como a Organização
    Mundial          de          Saúde
    (OMS), Organização Panamericana
    de Saúde (OPAS), e de ONGs
    importantes como a Sociedade
    Americana de Farmacêuticos em
    Sistemas de Saúde (ASHP).
               Importância do Farmacêutico
                         Clínico             6

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

História da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no BrasilHistória da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no BrasilSafia Naser
 
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de EnfermagemIntrodução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de EnfermagemRAYANE DORNELAS
 
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarAtenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarRodrigo Xavier
 
Farmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaFarmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaanafreato
 
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmáciaAula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmáciaPatrícia Lopes
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaLeonardo Souza
 
Farmacologia para enfermagem
Farmacologia para enfermagemFarmacologia para enfermagem
Farmacologia para enfermagemAna Hollanders
 
Noções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_final
Noções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_finalNoções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_final
Noções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_finalangelitamelo
 
Controle de Qualidade de Medicamentos 2007
Controle de Qualidade de Medicamentos 2007Controle de Qualidade de Medicamentos 2007
Controle de Qualidade de Medicamentos 2007Adriana Quevedo
 
2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologia2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologiamarigrace23
 
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)Elizeu Ferro
 
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentosAtendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentosLuis Antonio Cezar Junior
 
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)Renato Santos
 

Mais procurados (20)

História da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no BrasilHistória da Farmácia no Brasil
História da Farmácia no Brasil
 
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de EnfermagemIntrodução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
Introdução a Farmacologia - Curso Técnico de Enfermagem
 
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalarAtenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
Atenã ã o farmaceutica e farmacia clinica -implantaã_ao na farmacia hospitalar
 
Farmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaFarmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinética
 
Básico de farmacologia
Básico de farmacologiaBásico de farmacologia
Básico de farmacologia
 
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmáciaAula 1 legislação aplicada a farmácia
Aula 1 legislação aplicada a farmácia
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
 
Bases da farmacologia
Bases da farmacologiaBases da farmacologia
Bases da farmacologia
 
Noções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêuticaNoções de legislação farmacêutica
Noções de legislação farmacêutica
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
 
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia -   Leis & DrogariasAtendente de Farmácia -   Leis & Drogarias
Atendente de Farmácia - Leis & Drogarias
 
Farmacologia para enfermagem
Farmacologia para enfermagemFarmacologia para enfermagem
Farmacologia para enfermagem
 
Formas farmaceuticas
Formas farmaceuticasFormas farmaceuticas
Formas farmaceuticas
 
Noções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_final
Noções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_finalNoções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_final
Noções de semiologia e cuidado farmacêutico crfmg 2015_final
 
Farmacologia e definicões
Farmacologia e definicõesFarmacologia e definicões
Farmacologia e definicões
 
Controle de Qualidade de Medicamentos 2007
Controle de Qualidade de Medicamentos 2007Controle de Qualidade de Medicamentos 2007
Controle de Qualidade de Medicamentos 2007
 
2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologia2 aula de farmacologia
2 aula de farmacologia
 
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)01   atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
01 atendente de farmácia (conceitos fundamentais)
 
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentosAtendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
Atendente de Farmácia - Recebimento e armazenamento de medicamentos
 
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)
 

Destaque

Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015Cassyano Correr
 
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosMétodo Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosCassyano Correr
 
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitáriaCassyano Correr
 
Experiências em Farmácia Clínica
Experiências  em Farmácia ClínicaExperiências  em Farmácia Clínica
Experiências em Farmácia ClínicaSandra Brassica
 
Farmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militar
Farmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militarFarmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militar
Farmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militarMarcelo Polacow Bisson
 
Manual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão FarmacêuticaManual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão FarmacêuticaJardel Inácio
 
Farmacêutico Na UTI
Farmacêutico Na UTIFarmacêutico Na UTI
Farmacêutico Na UTIsbrassica
 
Entendendo a Assistência Farmacêutica no Brasil
Entendendo a Assistência Farmacêutica no BrasilEntendendo a Assistência Farmacêutica no Brasil
Entendendo a Assistência Farmacêutica no BrasilThalles Peixoto
 
Farmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalar
Farmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalarFarmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalar
Farmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalarTCC_FARMACIA_FEF
 
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalarAutomação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalarAdriano Heitz Nascimento
 
Farmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar IntroducaoFarmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar IntroducaoJose Carlos
 
Indicação farmacêutica
Indicação farmacêuticaIndicação farmacêutica
Indicação farmacêuticafarmaefarma
 
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?Cassyano Correr
 
Farmacia Hospitalar
Farmacia HospitalarFarmacia Hospitalar
Farmacia HospitalarSafia Naser
 

Destaque (20)

Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
Atuação clínica do farmacêutico - Congresso Riopharma 2015
 
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados FarmacêuticosMétodo Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
Método Clínico para os Cuidados Farmacêuticos
 
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
7 passos para a implementação de serviços farmacêuticos na farmácia comunitária
 
Experiências em Farmácia Clínica
Experiências  em Farmácia ClínicaExperiências  em Farmácia Clínica
Experiências em Farmácia Clínica
 
Conceitos de Atenção Farmacêutica
Conceitos de  Atenção FarmacêuticaConceitos de  Atenção Farmacêutica
Conceitos de Atenção Farmacêutica
 
Atenção farmacêutica aula i
Atenção farmacêutica    aula iAtenção farmacêutica    aula i
Atenção farmacêutica aula i
 
Farmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militar
Farmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militarFarmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militar
Farmácia Militar - Como ingressar como farmacêutico na carreira militar
 
Manual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão FarmacêuticaManual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
Manual Informativo Sobre a Profissão Farmacêutica
 
Farmácia clínica
Farmácia clínicaFarmácia clínica
Farmácia clínica
 
Aula 2 - AF
Aula 2 - AFAula 2 - AF
Aula 2 - AF
 
Farmacêutico Na UTI
Farmacêutico Na UTIFarmacêutico Na UTI
Farmacêutico Na UTI
 
Entendendo a Assistência Farmacêutica no Brasil
Entendendo a Assistência Farmacêutica no BrasilEntendendo a Assistência Farmacêutica no Brasil
Entendendo a Assistência Farmacêutica no Brasil
 
Farmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalar
Farmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalarFarmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalar
Farmácia hospitalar a importância da farmácia hospitalar
 
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalarAutomação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
Automação aplicada à gestão em farmácia hospitalar
 
Farmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar IntroducaoFarmacia Hospitalar Introducao
Farmacia Hospitalar Introducao
 
Atendente de Farmacia
Atendente de FarmaciaAtendente de Farmacia
Atendente de Farmacia
 
Indicação farmacêutica
Indicação farmacêuticaIndicação farmacêutica
Indicação farmacêutica
 
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
Serviços Farmacêuticos Clínicos: O que dizem as Revisões Sistemáticas?
 
Farmacia Hospitalar
Farmacia HospitalarFarmacia Hospitalar
Farmacia Hospitalar
 
Farmacia clinica
Farmacia clinicaFarmacia clinica
Farmacia clinica
 

Semelhante a A Importância do Farmacêutico Clínico

Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologia
Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologiaAtenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologia
Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologiafarmwaine
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxAlineRibeiro648347
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxAlineRibeiro648347
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfNaidilene Aguilar
 
Farmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdfFarmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdfDaiane Santos
 
Praticas em farmacia clinica apostila
Praticas em farmacia clinica   apostilaPraticas em farmacia clinica   apostila
Praticas em farmacia clinica apostilaDaiane Santos
 
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição -   Palestra CrfMedicamento Isento de Prescrição -   Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra CrfMarcelo Polacow Bisson
 
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIALATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIALMarcelo Sacavem
 
Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012farmaefarma
 
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdfFarmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdfMarciaRodrigues615662
 
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdfFarmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdfMarciaRodrigues615662
 
metodo clinicopara atencao farmaceutica
 metodo clinicopara atencao farmaceutica metodo clinicopara atencao farmaceutica
metodo clinicopara atencao farmaceuticaARNON ANDRADE
 
Método Clínico para Atenção Farmacêutica
Método Clínico para Atenção FarmacêuticaMétodo Clínico para Atenção Farmacêutica
Método Clínico para Atenção FarmacêuticaBruna Bernardi
 

Semelhante a A Importância do Farmacêutico Clínico (20)

Af
AfAf
Af
 
Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologia
Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologiaAtenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologia
Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica em cronologia
 
Aula 1 - AF
Aula 1 - AFAula 1 - AF
Aula 1 - AF
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
 
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptxatenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
atenofarmacutica-aulai-121219111500-phpapp02.pptx
 
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdfatencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
atencao-farmaceutica farmacia clinica.pdf
 
Farmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdfFarmcia clnica.apostila pdf
Farmcia clnica.apostila pdf
 
Farmacoté..
Farmacoté..Farmacoté..
Farmacoté..
 
Big Cim
Big CimBig Cim
Big Cim
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Praticas em farmacia clinica apostila
Praticas em farmacia clinica   apostilaPraticas em farmacia clinica   apostila
Praticas em farmacia clinica apostila
 
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição -   Palestra CrfMedicamento Isento de Prescrição -   Palestra Crf
Medicamento Isento de Prescrição - Palestra Crf
 
Metododader
MetododaderMetododader
Metododader
 
Metododader
MetododaderMetododader
Metododader
 
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIALATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
ATENÇÃO FARMACÊUTICA NA HIPERTENSÃO ARTERIAL
 
Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012Palestra farma&farma 2012
Palestra farma&farma 2012
 
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdfFarmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
 
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdfFarmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
Farmácia Clínica _ Passei Direto.pdf
 
metodo clinicopara atencao farmaceutica
 metodo clinicopara atencao farmaceutica metodo clinicopara atencao farmaceutica
metodo clinicopara atencao farmaceutica
 
Método Clínico para Atenção Farmacêutica
Método Clínico para Atenção FarmacêuticaMétodo Clínico para Atenção Farmacêutica
Método Clínico para Atenção Farmacêutica
 

Mais de Marcelo Polacow Bisson

Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial - ...
Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial  - ...Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial  - ...
Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial - ...Marcelo Polacow Bisson
 
Erros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo PolacowErros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo PolacowMarcelo Polacow Bisson
 
Avaliacao Economica Desafios Gestao Sus
Avaliacao Economica Desafios Gestao SusAvaliacao Economica Desafios Gestao Sus
Avaliacao Economica Desafios Gestao SusMarcelo Polacow Bisson
 
Curso Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)
Curso   Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)Curso   Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)
Curso Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)Marcelo Polacow Bisson
 
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolverÂmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolverMarcelo Polacow Bisson
 
Bases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção Farmacêutica
Bases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção FarmacêuticaBases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção Farmacêutica
Bases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção FarmacêuticaMarcelo Polacow Bisson
 
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legalAssistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legalMarcelo Polacow Bisson
 
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no BrasilPerspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no BrasilMarcelo Polacow Bisson
 
Lei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no Brasil
Lei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no BrasilLei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no Brasil
Lei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no BrasilMarcelo Polacow Bisson
 
Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138
Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138
Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138Marcelo Polacow Bisson
 
Rdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios Clínicos
Rdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios ClínicosRdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios Clínicos
Rdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios ClínicosMarcelo Polacow Bisson
 
Lei Nº 5.991/73 - Comércio Farmacêutico
Lei Nº 5.991/73 - Comércio FarmacêuticoLei Nº 5.991/73 - Comércio Farmacêutico
Lei Nº 5.991/73 - Comércio FarmacêuticoMarcelo Polacow Bisson
 
Política Nacional de Medicamentos Portaria 3916 De 1998
Política Nacional de Medicamentos   Portaria 3916 De 1998Política Nacional de Medicamentos   Portaria 3916 De 1998
Política Nacional de Medicamentos Portaria 3916 De 1998Marcelo Polacow Bisson
 

Mais de Marcelo Polacow Bisson (20)

Aula dimpless marcelo polacow
Aula dimpless   marcelo polacowAula dimpless   marcelo polacow
Aula dimpless marcelo polacow
 
Farmácia militar
Farmácia militarFarmácia militar
Farmácia militar
 
Farma&Farma
Farma&FarmaFarma&Farma
Farma&Farma
 
Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial - ...
Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial  - ...Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial  - ...
Compatibilizaçã da Valorização Profissional e Desenvolvimento Empresarial - ...
 
Erros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo PolacowErros de Medicação - Marcelo Polacow
Erros de Medicação - Marcelo Polacow
 
Avaliacao Economica Desafios Gestao Sus
Avaliacao Economica Desafios Gestao SusAvaliacao Economica Desafios Gestao Sus
Avaliacao Economica Desafios Gestao Sus
 
Rdc 44-2010 - Antibioticos
Rdc 44-2010  -  AntibioticosRdc 44-2010  -  Antibioticos
Rdc 44-2010 - Antibioticos
 
Curso Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)
Curso   Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)Curso   Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)
Curso Rdc 44/09 CRF-SP (Dr. AdrianoFalvo)
 
Farmacoeconomia - conceitos básicos
Farmacoeconomia - conceitos básicosFarmacoeconomia - conceitos básicos
Farmacoeconomia - conceitos básicos
 
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolverÂmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
Âmbito Farmacêutico: Atividades que o farmacêutico pode desenvolver
 
Bases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção Farmacêutica
Bases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção FarmacêuticaBases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção Farmacêutica
Bases Clínicas e Humanisticas para o desenvolvimento da Atenção Farmacêutica
 
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legalAssistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
Assistência e Atenção Farmacêutica - Histórico, Conceitos e embasamento legal
 
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no BrasilPerspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
Perspectivas Futuras para a profissão farmacêutica no Brasil
 
Lei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no Brasil
Lei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no BrasilLei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no Brasil
Lei 6360/1976 - Normas para Registro de medicamentos no Brasil
 
Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138
Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138
Normatização de MIPS (OTCs) - RDC 138
 
Rdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios Clínicos
Rdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios ClínicosRdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios Clínicos
Rdc 302/05 Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios Clínicos
 
Medicamentos Genéricos no Brasil
Medicamentos  Genéricos no BrasilMedicamentos  Genéricos no Brasil
Medicamentos Genéricos no Brasil
 
Lei Nº 5.991/73 - Comércio Farmacêutico
Lei Nº 5.991/73 - Comércio FarmacêuticoLei Nº 5.991/73 - Comércio Farmacêutico
Lei Nº 5.991/73 - Comércio Farmacêutico
 
RDC 44/09 - ANVISA
RDC 44/09 - ANVISARDC 44/09 - ANVISA
RDC 44/09 - ANVISA
 
Política Nacional de Medicamentos Portaria 3916 De 1998
Política Nacional de Medicamentos   Portaria 3916 De 1998Política Nacional de Medicamentos   Portaria 3916 De 1998
Política Nacional de Medicamentos Portaria 3916 De 1998
 

A Importância do Farmacêutico Clínico

  • 1. A Importância do Farmacêutico Clínico Prof Dr. Marcelo Polacow Bisson 4a. Jornada Farmacêutica do Hospital Santa Marcelina
  • 2. Histórico  Historicamente o farmacêutico tem contato com pacientes usuários de medicamentos  Perda da identidade na década de 40 com a industrialização  Mudança no curriculo dos cursos de farmácia nos EUA com direcionamento clínico  Brasil (atraso nas mudanças e na mentalidade) Importância do Farmacêutico Clínico 2
  • 3. Mudança do Paradigma  Paradigma antigo: “farmacêutico é o profissional do medicamento”  Paradigma novo: “farmacêutico é o profissional voltado ao usuário do medicamento” – Paciente como foco Importância do Farmacêutico Clínico 3
  • 4. Dificuldades  A execução de ações de farmácia clínica tem sido o grande desafio do farmacêutico nos últimos anos, muitas vezes pela ausência desta disciplina na currículo de muitos cursos de graduação pelo Brasil, ou mesmo pela falta de referencial para aplicação da mesma. Importância do Farmacêutico Clínico 4
  • 5. Qual modelo seguir?  A grande dúvida que paira no ar, é qual seria o melhor modelo a ser aplicado no Brasil, porém atualmente com a introdução da globalização em todas as áreas inclusive farmacêutica, caminhamos para um modelo universal. Importância do Farmacêutico Clínico 5
  • 6. Modelo Universal  Este modelo universal é baseado nas recomendações de órgãos governamentais como a Organização Mundial de Saúde (OMS), Organização Panamericana de Saúde (OPAS), e de ONGs importantes como a Sociedade Americana de Farmacêuticos em Sistemas de Saúde (ASHP). Importância do Farmacêutico Clínico 6
  • 7. Conceitos O termo farmácia clínica apesar de bastante abrangente tem sido substituído (indevidamente) em parte pela “Atenção Farmacêutica” ou no inglês “Pharmaceutical Care”. Importância do Farmacêutico Clínico 7
  • 8. Conceito de Farmácia Clínica (Bisson,MP – Farmácia Clínica & Atenção Farmacêutica, Editora Manole, 2006)  Toda ação praticada pelo farmacêutico e voltada direta ou indiretamente para o paciente (p.ex. Farmacovigilância, Centro de Informações de Medicamentos, Discussão de casos clínicos com a equipe multiprofissional, etc.) Importância do Farmacêutico Clínico 8
  • 9. Conceito de Atenção farmacêutica (Hepler C, Strand L, 1990)  O conceito internacionalmente aceito de “Atenção Farmacêutica” (Pharmaceutical Care) é o estabelecido por Hepler & Strand em 1990, que define assim: “A missão principal do farmacêutico é prover a atenção farmacêutica, que é a provisão responsável de cuidados relacionados a medicamentos com o propósito de conseguir resultados definidos que melhorem a qualidade de vida dos pacientes”. Importância do Farmacêutico Clínico 9
  • 10. Consenso de Granada (1999)  A missão principal do farmacêutico é identificar, resolver e prevenir problemas relacionados com os medicamentos (PRM), que podem interferir com os resultados terapêuticos específicos. Importância do Farmacêutico Clínico 10
  • 11. Consenso de Granada (1999)  Existe uma PRM quando o paciente: 1- Não usa os medicamentos que necessita 2- Usa medicamentos que não necessita 3- Usa um medicamento que não responde 4- Usa uma dose inferior a que precisa 5- Usa uma dose superior a que precisa 6- Usa um medicamento que provoca uma RAM Importância do Farmacêutico Clínico 11
  • 12. Método Dáder  O método Dáder de seguimento farmacoterapêutico é um instrumento de avaliação da farmacoterapia disponível para os farmacêuticos que pretendam efetuar seguimento farmacoterapêutico aos seus doentes, tendo em vista a obtenção do maior benefício (efetividade e segurança) da terapêutica. Importância do Farmacêutico Clínico 12
  • 13. Método Dáder  Na Espanha utiliza-se o Seguimento Farmacoterapêutico personalizado (SFT), que é a prática profissional na qual o farmacêutico se responsabiliza pelas necessidades do paciente relacionadas com os medicamentos.  Isto se realiza mediante a detecção, prevenção e resolução de problemas relacionados com a medicação (PRM). Importância do Farmacêutico Clínico 13
  • 14. Método Dáder  O Método Dáder de SFT tem um procedimento concreto, no qual se elabora um estado de situação objetiva do paciente, do que logo se derivam as correspondentes Intervenções farmacêuticas  Cada profissional clínico, conjuntamente com o paciente e seu médico, decidam o que fazer em função de seus conhecimentos e as condições particulares que afetem o caso. Importância do Farmacêutico Clínico 14
  • 15. Método Dáder  A grande vantagem do método Dáder é que ele permitiu sistematizar os experimentos e as publicações resultados encontrados no processo de atenção farmacêutica. Importância do Farmacêutico Clínico 15
  • 16. Desafios  O farmacêutico que deseja trabalhar em contato com pacientes deve possuir, uma série de conhecimentos e habilidades que serão discutidas no decorrer desta exposição. Importância do Farmacêutico Clínico 16
  • 17. Desafios  A grande dificuldade é transportar os conceitos e ferramentas teóricas para o dia-a-dia do profissional, passando pela mudança cultural dos próprios farmacêuticos, pela valorização da profissão perante a sociedade, os demais profissionais de saúde, e principalmente pelos administradores de sistemas de saúde e órgãos governamentais. Importância do Farmacêutico Clínico 17
  • 18. A atenção ao paciente requer a integração de conhecimentos e habilidades  - Conhecimento de doenças  - Conhecimentos de farmacoterapia  - Conhecimentos de terapia não medicamentosa  - Conhecimento de análises clínicas  - Habilidades de comunicação  - Habilidades em monitoração de pacientes  - Habilidades em avaliação física  - Habilidades em informação sobre medicamentos  - Habilidades em planejamento terapêutico Importância do Farmacêutico Clínico 18
  • 19. Resultados obtidos com as ações clínicas do farmacêutico  Melhora na adesão aos tratamentos farmacoterapêuticos;  Diminuição na incidência de reações adversas e interações medicamentosas;  Diminuição no tempo de internação;  Diminuição de morbidade e mortalidade dos pacientes;  Melhora na qualidade de vida dos pacientes;  Diminuição de custos. Importância do Farmacêutico Clínico 19
  • 20. Livro ( Ed. Medfarma)  Título Farmácia Clínica & Atenção Farmacêutica Autor Marcelo Polacow Bisson ISBN 1243-2 Ano 2003 Edição 1ª edição Num. de páginas 379 p. Importância do Farmacêutico Clínico 20
  • 21. OBRIGADO PELA ATENÇÃO polacow@uol.com.br Importância do Farmacêutico Clínico 21