SlideShare uma empresa Scribd logo

52. o que é religião

P
pohlos
1 de 19
Baixar para ler offline
52. o que é religião
1|A p o s t i l a – O   que é Religião?




      O QUE É RELIGIÃO?


     Que é religião pura? Cristo nos diz que religião pura é o
exercício da piedade, simpatia e amor no lar, na igreja e no mundo.
Essa é a espécie de religião a ser ensinada aos filhos, e é artigo
genuíno. Ensinai-lhes que não devem centralizar os pensamentos em si
mesmos, mas que onde quer que haja necessidade humana e
sofrimento, aí há um campo de atividade missionária. Review and
Herald, 12 de novembro de 1895. (BS, 35)
     Anjos de Deus estão observando para ver como tratamos essas
pessoas que necessitam de nossa simpatia, amor e desinteressada
benevolência. Este é o teste de Deus para o nosso caráter. Se temos a
verdadeira religião da Bíblia, haveremos de sentir ser um débito de
amor, bondade e interesse para com Cristo em favor de Seus
irmãos; e não podemos fazer menos que mostrar, nossa gratidão por
Seu imensurável amor para conosco quando éramos nós ainda
pecadores indignos, indignos de Sua graça, manifestando profundo
interesse e amor altruísta pelos que são nossos irmãos menos
afortunados que nós. (BS, 36)
    As condições da vida eterna, sob a graça, são exatamente as
mesmas que eram no Éden - perfeita justiça, harmonia com Deus,
conformidade perfeita com os princípios de Sua lei. A norma de
caráter apresentada no Antigo Testamento é a mesma apresentada
no Novo. Esta norma não é de molde a não podermos atingi-la. Em
toda ordem ou mandamento dado por Deus, há uma promessa, a mais
positiva, a fundamentá-la. Deus tomou as providências para que nós
possamos tornar semelhantes a Ele, e cumpri-las-á para todos quantos
não interpuserem uma vontade perversa, frustrando assim a Sua graça.
(Maior Discurso de Deus, 76)
    Ali não há tétricos erros para obscurecer o intelecto. A verdade
e o conhecimento, claros, vigorosos e perfeitos, têm afugentado
todas as dúvidas, e nenhum laivo de dúvida lança sua funesta
sombra sobre os seus ditosos habitantes. Vozes contenciosas não
perturbam a suave e perfeita paz do Céu. Seus habitantes não
Apostila– O que é Religião? |2

conhecem tristezas, desgostos e lágrimas. Tudo está em perfeita
harmonia, em perfeita ordem e perfeita felicidade. (EF, 296)
    Em toda escola deve haver os que tenham uma reserva de
paciência e de talento disciplinar, e que cuidem que cada ramo de
trabalho seja mantido na mais elevada norma. Devem dar-se lições de
asseio, ordem e perfeição. Ensine-se aos estudantes como conservar
em perfeita ordem tudo na escola e em redor dela. (CPPE, 211)
    É perfeita a ordem no Céu, assim como a obediência, a paz e a
harmonia. Os que não têm tido nenhum respeito pela ordem e a
disciplina nesta vida, não respeitarão a ordem observada no Céu.
Não poderão ser ali admitidos; pois todos quantos houverem de ter
entrada no Céu amarão a ordem e respeitarão a disciplina. O
caráter formado nesta vida determinará o destino futuro. Quando
Cristo vier, não mudará o caráter de ninguém. O precioso tempo da
graça é concedido a fim de ser aproveitado em lavar nossas vestes de
caráter e branqueá-las no sangue do Cordeiro. O remover as manchas
do pecado requer a obra de toda uma existência. Necessitam-se dia a
dia novos esforços no refrear e negar o próprio eu. A cada dia há novas
batalhas a combater, e vitórias novas a serem obtidas. Diariamente
deve a alma dilatar-se, pleiteando fervorosamente com Deus pelas
poderosas vitórias da cruz. Os pais não devem negligenciar de sua
parte nenhum dever para beneficiar seus filhos. Devem educá-los de tal
maneira, que venham a ser uma bênção para a sociedade aqui, e
possam colher a recompensa da vida eterna no futuro. (CSE, 43)
     Os anjos trabalham harmoniosamente. Perfeita ordem
caracteriza todos os seus movimentos. Quanto mais
aproximadamente imitarmos a harmonia e ordem dos anjos, tanto
maior êxito terão os esforços desses agentes celestiais em nosso
favor. Se não virmos necessidade de ação harmônica, e formos
desordenados, indisciplinados e desorganizados em nossa maneira de
agir, os anjos que são perfeitamente organizados e se movem em
perfeita ordem, não poderão com êxito trabalhar por nós. Afastar-se-ão
pesarosos, pois não estão autorizados a abençoar a confusão,
distração e desorganização. Todos os que desejarem a cooperação
dos mensageiros celestiais, devem trabalhar em harmonia com eles. Os
que receberam a unção do Céu, em todos os seus esforços incentivarão
a ordem, a disciplina e unidade de ação, e então os anjos de Deus
3|A p o s t i l a – O   que é Religião?

poderão cooperar com eles. Mas nunca, jamais esses mensageiros
celestes sancionarão a irregularidade, a desorganização e a desordem.
Todos estes males são o resultado dos esforços de Satanás para
enfraquecer-nos as forças, destruir-nos a coragem e evitar a ação bem-
sucedida. (Igreja Remanescente, 24)
     Há ordem no Céu. Há regras e regulamentos que governam
todo o exército celeste. Todos se movem em ordem. Tudo ali é
limpo, tudo está em perfeita ordem. E todo aquele que houver de ser
julgado digno de entrar no Céu será inteiramente disciplinado e será
sem mácula nem ruga ou coisa semelhante. Os incultos têm manchas e
rugas em si agora. Eles fariam melhor em não perder tempo e começar
a obra da purificação de si mesmos de toda imundícia da carne e do
espírito, aperfeiçoando a santidade no temor do Senhor. (MM, Nossa
Alta Vocação, 228)
     Foi-me mostrada a ordem, a perfeita ordem do Céu, e senti-me
arrebatada ao escutar a música perfeita que ali há. Depois de sair da
visão, o canto aqui me soou muito áspero e dissonante. Vi grupos de
anjos que se achavam dispostos em quadrado, tendo cada um uma
harpa de ouro. Na extremidade inferior dela havia um dispositivo para
virar, fixar a harpa, ou mudar os tons. Seus dedos não corriam pelas
cordas descuidosamente, mas faziam vibrar diferentes cordas para
produzir diferentes acordes. Há um anjo que dirige sempre, o qual toca
primeiro a harpa a fim de dar o tom, depois todos se ajuntam na
majestosa e perfeita música do Céu. Ela é indescritível. É melodia
celestial, divina, enquanto cada semblante reflete a imagem de Jesus,
irradiando glória indizível. (Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 45.)
     Deus é um Deus de ordem. Tudo que se acha em conexão
com o Céu, está em perfeita ordem; a sujeição e a perfeita
disciplina assinalam os movimentos da hoste angélica. O êxito
apenas pode acompanhar a ordem e a ação harmoniosa. Deus
requer ordem e método em Sua obra hoje, não menos do que nos
dias de Israel. Todos os que estão a trabalhar para Ele devem fazê-lo
inteligentemente, não de maneira descuidada, casual. Ele quer que
Sua obra seja feita com fé e exatidão, para que sobre ela ponha o
sinal de Sua aprovação. (PP, 376)
Apostila– O que é Religião? |4

    "Vi quão grandioso e santo é Deus. Disse o anjo: 'Ande com
cuidado diante dEle, pois Ele é alto e sublime, e o séquito de Sua glória
enche o templo.' Vi que no Céu tudo está em perfeita ordem. Disse o
anjo: 'Vede vós, Cristo é a cabeça, movei-vos em ordem, movei-vos
em ordem. Tende um significado para cada coisa.' Disse o anjo: 'Vede
vós e sabei quão perfeita, quão bela é a ordem no Céu; segui-a.'"
Manuscrito 11, 1850. (PE, Prefácio)
    Há perfeita ordem e harmonia na cidade santa. Todos os
anjos comissionados para visitar a Terra, levam um cartão de
ouro e, ao entrarem e saírem, apresentam-no aos anjos que
ficam às portas da cidade. O Céu é um lugar agradável. Anseio ali
estar, e contemplar meu amorável Jesus, que por mim deu Sua vida,
e achar-me transformada a Sua imagem gloriosa. Oh! quem me dera
possuir linguagem para exprimir as glórias do resplandecente mundo
vindouro! Estou sedenta das águas vivas que alegram a cidade de
nosso Deus. (PE, 39)
    Satanás bem sabe que o sucesso apenas pode acompanhar a ação
ordenada e harmoniosa. Bem sabe que tudo que se relaciona com o
Céu se acha em perfeita ordem, e sujeição e disciplina perfeita
caracterizam os movimentos dos anjos. (Igreja Remanescente, 24 e 25)
     Outra notável manifestação para as nações ao redor era a ordem
perfeita observada no acampamento dos israelitas. Elas podiam ver a
nuvem pairando sobre o lugar em que seria armado o tabernáculo;
observavam os sacerdotes e outros agentes designados tratando de
sua obra especial, cada qual desempenhando a parte que lhe foi
atribuída na obra de preparar o acampamento para a noite. Ninguém
fazia o que alguma outra pessoa devia fazer. Quem quer que
tentasse realizar a obra de outro homem sofreria a pena de morte.
Cada um cuidava de seu dever especial. No levantamento do
tabernáculo, uma parte ajustou-se a outra parte, e a casa do Senhor foi
estabelecida com admirável precisão. Não era proferida nenhuma
palavra nem dada ordem alguma, exceto pela pessoa encarregada.
Ninguém ficava confuso; tudo era montado de acordo com o modelo
mostrado a Moisés no monte. (MM, Exaltai-o, 146)
   Em todas as suas jornadas eles observavam perfeita ordem.
Cada tribo levava um estandarte, com o sinal da casa de seu pai, e
5|A p o s t i l a – O   que é Religião?

cada tribo era ordenada a acampar junto a seu próprio estandarte.
Quando viajavam, as diferentes tribos marchavam em ordem, cada tribo
sob seu próprio estandarte. Quando descansavam de suas jornadas, o
tabernáculo era construído, e então as diferentes tribos armavam suas
tendas em ordem, precisamente na posição que Deus ordenara, ao
redor do tabernáculo, a certa distância dele. (HR, 157)
    Aqueles que se acham ligados ao serviço de Deus precisam ser
purificados de todo traço de egoísmo. Tudo deve ser feito em
harmonia com a ordem: "Quanto fizerdes por palavras ou por obras,
fazei tudo" (Col. 3:17) "para glória de Deus". I Cor. 10:31. A divina lei
de justiça e eqüidade precisa ser estritamente obedecida nos tratos
entre semelhante e semelhante, irmão e irmão. Cumpre-nos buscar
perfeita ordem e justiça perfeita, segundo a semelhança do
próprio Deus. Unicamente nessa base nossas obras resistirão à
prova do juízo. ...(I ME, 114)
     Cristo repreendeu os discípulos por sua morosidade de
compreensão. ... Depois de Sua ressurreição, ao estar andando para
Emaús com dois dos discípulos, Ele lhes abriu o entendimento para
compreenderem as Escrituras, explicando-lhes o Antigo Testamento de
tal maneira que viram nos seus ensinos um significado que os próprios
escritores não tinham visto. ... (MM, Exaltai-o, pág. 116)
    É o dever de todo cristão adotar hábitos de ordem, perfeição e
presteza. Não há desculpa para a morosidade e imperfeição em
trabalho de qualquer natureza. Quando alguém está sempre
trabalhando, e a tarefa nunca está concluída, é porque a mente e o
coração não estão na obra. (Parábolas de Jesus, pág. 344.)
    Tudo que se relacionava com a instalação do acampamento era
uma lição prática para as crianças, instruindo-as em hábitos de
precisão, esmero e ordem. Requeria-se que as crianças com idade
suficiente aprendessem a armar as tendas em que viviam e a
observar perfeita ordem em tudo o que faziam. ... Elas obtinham
constantemente instruções no tocante às coisas celestiais.
Constantemente os pais explicavam aos filhos por que os israelitas
estavam viajando no deserto; por que foi dada a lei no Sinai; e o que
esperavam fazer e ser quando chegassem à Terra Prometida.
Manuscrito 152, 1901. (MM, Exaltai-o, 146)
Anúncio

Recomendados

56 pão temporal
56   pão temporal56   pão temporal
56 pão temporalpohlos
 
54. o poder das trevas
54. o poder das trevas54. o poder das trevas
54. o poder das trevaspohlos
 
55. a norma mais alta
55. a norma mais alta55. a norma mais alta
55. a norma mais altapohlos
 
43. o selamento dos 144 mil
43. o selamento dos 144 mil43. o selamento dos 144 mil
43. o selamento dos 144 milpohlos
 
29. preparação do povo de deus
29. preparação do povo de deus29. preparação do povo de deus
29. preparação do povo de deuspohlos
 
16. como aceita nosso trabalho
16. como aceita nosso trabalho16. como aceita nosso trabalho
16. como aceita nosso trabalhopohlos
 
36. o reino da graça
36. o reino da graça36. o reino da graça
36. o reino da graçapohlos
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

15. regeneração
15. regeneração15. regeneração
15. regeneraçãopohlos
 
❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGR
❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGR❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGR
❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGRGerson G. Ramos
 
Aquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwards
Aquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwardsAquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwards
Aquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwardsDeusdete Soares
 
A Igreja Remanecente - Ellen G. White
A Igreja Remanecente - Ellen G. WhiteA Igreja Remanecente - Ellen G. White
A Igreja Remanecente - Ellen G. Whitefrenjr
 
Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)
Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)
Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)Fabiana Cesarini
 
Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina Sergio Schmidt
 
Deus requer santificação aos cristãos 21
Deus requer santificação aos cristãos 21Deus requer santificação aos cristãos 21
Deus requer santificação aos cristãos 21Silvio Dutra
 
Estudo sobre intercessão
Estudo sobre intercessãoEstudo sobre intercessão
Estudo sobre intercessãoEdleusa Silva
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Silvio Dutra
 
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...OrdineGesu
 
13. o chamado de um povo
13. o chamado de um povo13. o chamado de um povo
13. o chamado de um povopohlos
 
Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22Silvio Dutra
 
09. como deus trabalha
09. como deus trabalha09. como deus trabalha
09. como deus trabalhapohlos
 
Deus, a melhor porçao do cristão
Deus, a melhor porçao do cristãoDeus, a melhor porçao do cristão
Deus, a melhor porçao do cristãoRogério Dias
 
Estudo adicional_O Espírito Santo_332014
Estudo adicional_O Espírito Santo_332014Estudo adicional_O Espírito Santo_332014
Estudo adicional_O Espírito Santo_332014Gerson G. Ramos
 
A última igreja laodicéia
A última igreja   laodicéiaA última igreja   laodicéia
A última igreja laodicéiaDiego Fortunatto
 
Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25Silvio Dutra
 
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisQvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisCleudson Corrêa
 

Mais procurados (20)

15. regeneração
15. regeneração15. regeneração
15. regeneração
 
❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGR
❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGR❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGR
❉ Respostas 13 - O mundo inteiro precisa ouvir?_GGR
 
Aquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwards
Aquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwardsAquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwards
Aquietai vos e sabei que eu sou deus - jonathan edwards
 
A Igreja Remanecente - Ellen G. White
A Igreja Remanecente - Ellen G. WhiteA Igreja Remanecente - Ellen G. White
A Igreja Remanecente - Ellen G. White
 
Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)
Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)
Espiritismo para as crianças (cairbar schutel)
 
Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina Participantes da natureza divina
Participantes da natureza divina
 
Estudo adicional 312014
Estudo adicional 312014Estudo adicional 312014
Estudo adicional 312014
 
Deus requer santificação aos cristãos 21
Deus requer santificação aos cristãos 21Deus requer santificação aos cristãos 21
Deus requer santificação aos cristãos 21
 
Estudo sobre intercessão
Estudo sobre intercessãoEstudo sobre intercessão
Estudo sobre intercessão
 
Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60Deus requer santificação aos cristãos 60
Deus requer santificação aos cristãos 60
 
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
031c - O Senhor Jesus é o Messias de todas as pessoas e daqui é o Reformador ...
 
13. o chamado de um povo
13. o chamado de um povo13. o chamado de um povo
13. o chamado de um povo
 
Fé e obras
Fé e obrasFé e obras
Fé e obras
 
Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22Deus requer santificação aos cristãos 22
Deus requer santificação aos cristãos 22
 
09. como deus trabalha
09. como deus trabalha09. como deus trabalha
09. como deus trabalha
 
Deus, a melhor porçao do cristão
Deus, a melhor porçao do cristãoDeus, a melhor porçao do cristão
Deus, a melhor porçao do cristão
 
Estudo adicional_O Espírito Santo_332014
Estudo adicional_O Espírito Santo_332014Estudo adicional_O Espírito Santo_332014
Estudo adicional_O Espírito Santo_332014
 
A última igreja laodicéia
A última igreja   laodicéiaA última igreja   laodicéia
A última igreja laodicéia
 
Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25Deus requer santificação aos cristãos 25
Deus requer santificação aos cristãos 25
 
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituaisQvcc   03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
Qvcc 03 - quais os resultados do exercício dos dons espirituais
 

Destaque

47. a obrar do pastor
47. a obrar do pastor47. a obrar do pastor
47. a obrar do pastorpohlos
 
49. o ômega e o alfa
49. o ômega e o alfa49. o ômega e o alfa
49. o ômega e o alfapohlos
 
Lição 09 o bom pastor conhece suas ovelhas
Lição 09   o bom pastor conhece suas ovelhasLição 09   o bom pastor conhece suas ovelhas
Lição 09 o bom pastor conhece suas ovelhasMárcio Pereira
 
51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outros51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outrospohlos
 
53. vans suspeitas
53. vans suspeitas53. vans suspeitas
53. vans suspeitaspohlos
 

Destaque (6)

47. a obrar do pastor
47. a obrar do pastor47. a obrar do pastor
47. a obrar do pastor
 
283 pastor e as ovelhas
283   pastor e as ovelhas283   pastor e as ovelhas
283 pastor e as ovelhas
 
49. o ômega e o alfa
49. o ômega e o alfa49. o ômega e o alfa
49. o ômega e o alfa
 
Lição 09 o bom pastor conhece suas ovelhas
Lição 09   o bom pastor conhece suas ovelhasLição 09   o bom pastor conhece suas ovelhas
Lição 09 o bom pastor conhece suas ovelhas
 
51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outros51. devemos amar uns aos outros
51. devemos amar uns aos outros
 
53. vans suspeitas
53. vans suspeitas53. vans suspeitas
53. vans suspeitas
 

Semelhante a 52. o que é religião

Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituaisPr Pedro
 
188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016
188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016
188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016Jair de Barros
 
DONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsx
DONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsxDONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsx
DONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsxSandroAlves90
 
Espiritismo para crianças
Espiritismo para criançasEspiritismo para crianças
Espiritismo para criançasanaccc2013
 
“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”JUERP
 
Respostas_322016_O Sermão do Monte_GGR
Respostas_322016_O Sermão do Monte_GGRRespostas_322016_O Sermão do Monte_GGR
Respostas_322016_O Sermão do Monte_GGRGerson G. Ramos
 
Um ministério perpétuo
Um ministério perpétuo      Um ministério perpétuo
Um ministério perpétuo Gerson G. Ramos
 
Justificado para ser justo e santo
Justificado para ser justo e santoJustificado para ser justo e santo
Justificado para ser justo e santoSilvio Dutra
 
Suplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santoSuplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santoJMVSobreiro
 
Sem Santificação Nenhum Céu
Sem Santificação Nenhum CéuSem Santificação Nenhum Céu
Sem Santificação Nenhum CéuSilvio Dutra
 
Sem i palestra i versao2007
Sem i palestra i versao2007Sem i palestra i versao2007
Sem i palestra i versao2007Márcio E Maria
 
Método do-cerco-de-jericó-em-equipe
Método do-cerco-de-jericó-em-equipeMétodo do-cerco-de-jericó-em-equipe
Método do-cerco-de-jericó-em-equipeElizangela Serrati
 
A natureza dos anjos slides
A natureza dos anjos   slidesA natureza dos anjos   slides
A natureza dos anjos slidesVilma Longuini
 

Semelhante a 52. o que é religião (20)

Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
O Lar Adventista - Estudo 06
O Lar Adventista - Estudo 06O Lar Adventista - Estudo 06
O Lar Adventista - Estudo 06
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
 
188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016
188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016
188 Respostas Reveladas do Apocalipse Bíblico - Por: Jair/Teólogo/2016
 
DONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsx
DONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsxDONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsx
DONS E O CRESCIMENTO TOTAL DA IGREJA - Floresta.ppsx
 
Espiritismo para crianças
Espiritismo para criançasEspiritismo para crianças
Espiritismo para crianças
 
Teste
TesteTeste
Teste
 
“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”“Há um só corpo e um só Espírito”
“Há um só corpo e um só Espírito”
 
As parábolas de Jesus
As parábolas de Jesus  As parábolas de Jesus
As parábolas de Jesus
 
Respostas_322016_O Sermão do Monte_GGR
Respostas_322016_O Sermão do Monte_GGRRespostas_322016_O Sermão do Monte_GGR
Respostas_322016_O Sermão do Monte_GGR
 
Um ministério perpétuo
Um ministério perpétuo      Um ministério perpétuo
Um ministério perpétuo
 
Port bhc
Port bhcPort bhc
Port bhc
 
Justificado para ser justo e santo
Justificado para ser justo e santoJustificado para ser justo e santo
Justificado para ser justo e santo
 
Cerco de jericó
Cerco de jericóCerco de jericó
Cerco de jericó
 
Suplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santoSuplica dos dons do espírito santo
Suplica dos dons do espírito santo
 
Sem Santificação Nenhum Céu
Sem Santificação Nenhum CéuSem Santificação Nenhum Céu
Sem Santificação Nenhum Céu
 
Sem i palestra i versao2007
Sem i palestra i versao2007Sem i palestra i versao2007
Sem i palestra i versao2007
 
Método do-cerco-de-jericó-em-equipe
Método do-cerco-de-jericó-em-equipeMétodo do-cerco-de-jericó-em-equipe
Método do-cerco-de-jericó-em-equipe
 
Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014Liturgia 22 de junho de 2014
Liturgia 22 de junho de 2014
 
A natureza dos anjos slides
A natureza dos anjos   slidesA natureza dos anjos   slides
A natureza dos anjos slides
 

Mais de pohlos

50. enigmas da bíblia
50. enigmas da bíblia50. enigmas da bíblia
50. enigmas da bíbliapohlos
 
48. o amor à comodidade
48. o amor à comodidade48. o amor à comodidade
48. o amor à comodidadepohlos
 
46. árvore de fruto
46. árvore de fruto46. árvore de fruto
46. árvore de frutopohlos
 
45. a luz do mundo
45. a luz do mundo45. a luz do mundo
45. a luz do mundopohlos
 
44. linguagem
44. linguagem44. linguagem
44. linguagempohlos
 
42. a oração
42. a oração42. a oração
42. a oraçãopohlos
 
41. estudo independente
41. estudo independente41. estudo independente
41. estudo independentepohlos
 
39. a condição da igreja i
39. a condição da igreja i39. a condição da igreja i
39. a condição da igreja ipohlos
 
40. trono
40. trono40. trono
40. tronopohlos
 
38. abismo
38. abismo38. abismo
38. abismopohlos
 
37. verduras
37. verduras37. verduras
37. verduraspohlos
 
35. senhor justiça nossa
35. senhor justiça nossa35. senhor justiça nossa
35. senhor justiça nossapohlos
 
34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1pohlos
 
33. amai vos uns aos outros
33. amai vos uns aos outros33. amai vos uns aos outros
33. amai vos uns aos outrospohlos
 
32. falsa piedade
32. falsa piedade32. falsa piedade
32. falsa piedadepohlos
 
31. alegoria
31. alegoria31. alegoria
31. alegoriapohlos
 
30. a espada do espírito
30. a espada do espírito30. a espada do espírito
30. a espada do espíritopohlos
 
28. o selamento
28. o selamento28. o selamento
28. o selamentopohlos
 
27. apostasia
27. apostasia27. apostasia
27. apostasiapohlos
 
26. gênesis dois sete
26. gênesis dois sete26. gênesis dois sete
26. gênesis dois setepohlos
 

Mais de pohlos (20)

50. enigmas da bíblia
50. enigmas da bíblia50. enigmas da bíblia
50. enigmas da bíblia
 
48. o amor à comodidade
48. o amor à comodidade48. o amor à comodidade
48. o amor à comodidade
 
46. árvore de fruto
46. árvore de fruto46. árvore de fruto
46. árvore de fruto
 
45. a luz do mundo
45. a luz do mundo45. a luz do mundo
45. a luz do mundo
 
44. linguagem
44. linguagem44. linguagem
44. linguagem
 
42. a oração
42. a oração42. a oração
42. a oração
 
41. estudo independente
41. estudo independente41. estudo independente
41. estudo independente
 
39. a condição da igreja i
39. a condição da igreja i39. a condição da igreja i
39. a condição da igreja i
 
40. trono
40. trono40. trono
40. trono
 
38. abismo
38. abismo38. abismo
38. abismo
 
37. verduras
37. verduras37. verduras
37. verduras
 
35. senhor justiça nossa
35. senhor justiça nossa35. senhor justiça nossa
35. senhor justiça nossa
 
34. apocalipse 1
34. apocalipse 134. apocalipse 1
34. apocalipse 1
 
33. amai vos uns aos outros
33. amai vos uns aos outros33. amai vos uns aos outros
33. amai vos uns aos outros
 
32. falsa piedade
32. falsa piedade32. falsa piedade
32. falsa piedade
 
31. alegoria
31. alegoria31. alegoria
31. alegoria
 
30. a espada do espírito
30. a espada do espírito30. a espada do espírito
30. a espada do espírito
 
28. o selamento
28. o selamento28. o selamento
28. o selamento
 
27. apostasia
27. apostasia27. apostasia
27. apostasia
 
26. gênesis dois sete
26. gênesis dois sete26. gênesis dois sete
26. gênesis dois sete
 

Último

Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade SocialOração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade SocialJuniorCavecchia
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxCelso Napoleon
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxRodrigoTavares484059
 
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhosPoesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhosMiraSandre2
 
Novena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNovena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNilson Almeida
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelNilson Almeida
 
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfengrobertomourafilho
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Nilson Almeida
 
ordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadeordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadececilcavalcanti
 
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoOração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoNilson Almeida
 
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
DIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docxDIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docx
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docxJose Moraes
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNilson Almeida
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxjoseciceroroberto197
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasNilson Almeida
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxjoseciceroroberto197
 

Último (20)

Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade SocialOração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
Oração da Campanha da Fraternidade 2024 - Fraternidade e Amizade Social
 
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
 
Novena A São José
Novena A São JoséNovena A São José
Novena A São José
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
 
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhosPoesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
Poesia A arvore boa do livro Evangelho em quadrinhos
 
Novena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNovena De Santa Teresinha
Novena De Santa Teresinha
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
 
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola
 
ordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadeordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidade
 
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoOração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
 
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
DIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docxDIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docx
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo Onofre
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2
Carta da Quaresma 2024 Reflexão para grupos Parte 2
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs Diárias
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
 
Invocação À Luz
Invocação À LuzInvocação À Luz
Invocação À Luz
 

52. o que é religião

  • 2. 1|A p o s t i l a – O que é Religião? O QUE É RELIGIÃO? Que é religião pura? Cristo nos diz que religião pura é o exercício da piedade, simpatia e amor no lar, na igreja e no mundo. Essa é a espécie de religião a ser ensinada aos filhos, e é artigo genuíno. Ensinai-lhes que não devem centralizar os pensamentos em si mesmos, mas que onde quer que haja necessidade humana e sofrimento, aí há um campo de atividade missionária. Review and Herald, 12 de novembro de 1895. (BS, 35) Anjos de Deus estão observando para ver como tratamos essas pessoas que necessitam de nossa simpatia, amor e desinteressada benevolência. Este é o teste de Deus para o nosso caráter. Se temos a verdadeira religião da Bíblia, haveremos de sentir ser um débito de amor, bondade e interesse para com Cristo em favor de Seus irmãos; e não podemos fazer menos que mostrar, nossa gratidão por Seu imensurável amor para conosco quando éramos nós ainda pecadores indignos, indignos de Sua graça, manifestando profundo interesse e amor altruísta pelos que são nossos irmãos menos afortunados que nós. (BS, 36) As condições da vida eterna, sob a graça, são exatamente as mesmas que eram no Éden - perfeita justiça, harmonia com Deus, conformidade perfeita com os princípios de Sua lei. A norma de caráter apresentada no Antigo Testamento é a mesma apresentada no Novo. Esta norma não é de molde a não podermos atingi-la. Em toda ordem ou mandamento dado por Deus, há uma promessa, a mais positiva, a fundamentá-la. Deus tomou as providências para que nós possamos tornar semelhantes a Ele, e cumpri-las-á para todos quantos não interpuserem uma vontade perversa, frustrando assim a Sua graça. (Maior Discurso de Deus, 76) Ali não há tétricos erros para obscurecer o intelecto. A verdade e o conhecimento, claros, vigorosos e perfeitos, têm afugentado todas as dúvidas, e nenhum laivo de dúvida lança sua funesta sombra sobre os seus ditosos habitantes. Vozes contenciosas não perturbam a suave e perfeita paz do Céu. Seus habitantes não
  • 3. Apostila– O que é Religião? |2 conhecem tristezas, desgostos e lágrimas. Tudo está em perfeita harmonia, em perfeita ordem e perfeita felicidade. (EF, 296) Em toda escola deve haver os que tenham uma reserva de paciência e de talento disciplinar, e que cuidem que cada ramo de trabalho seja mantido na mais elevada norma. Devem dar-se lições de asseio, ordem e perfeição. Ensine-se aos estudantes como conservar em perfeita ordem tudo na escola e em redor dela. (CPPE, 211) É perfeita a ordem no Céu, assim como a obediência, a paz e a harmonia. Os que não têm tido nenhum respeito pela ordem e a disciplina nesta vida, não respeitarão a ordem observada no Céu. Não poderão ser ali admitidos; pois todos quantos houverem de ter entrada no Céu amarão a ordem e respeitarão a disciplina. O caráter formado nesta vida determinará o destino futuro. Quando Cristo vier, não mudará o caráter de ninguém. O precioso tempo da graça é concedido a fim de ser aproveitado em lavar nossas vestes de caráter e branqueá-las no sangue do Cordeiro. O remover as manchas do pecado requer a obra de toda uma existência. Necessitam-se dia a dia novos esforços no refrear e negar o próprio eu. A cada dia há novas batalhas a combater, e vitórias novas a serem obtidas. Diariamente deve a alma dilatar-se, pleiteando fervorosamente com Deus pelas poderosas vitórias da cruz. Os pais não devem negligenciar de sua parte nenhum dever para beneficiar seus filhos. Devem educá-los de tal maneira, que venham a ser uma bênção para a sociedade aqui, e possam colher a recompensa da vida eterna no futuro. (CSE, 43) Os anjos trabalham harmoniosamente. Perfeita ordem caracteriza todos os seus movimentos. Quanto mais aproximadamente imitarmos a harmonia e ordem dos anjos, tanto maior êxito terão os esforços desses agentes celestiais em nosso favor. Se não virmos necessidade de ação harmônica, e formos desordenados, indisciplinados e desorganizados em nossa maneira de agir, os anjos que são perfeitamente organizados e se movem em perfeita ordem, não poderão com êxito trabalhar por nós. Afastar-se-ão pesarosos, pois não estão autorizados a abençoar a confusão, distração e desorganização. Todos os que desejarem a cooperação dos mensageiros celestiais, devem trabalhar em harmonia com eles. Os que receberam a unção do Céu, em todos os seus esforços incentivarão a ordem, a disciplina e unidade de ação, e então os anjos de Deus
  • 4. 3|A p o s t i l a – O que é Religião? poderão cooperar com eles. Mas nunca, jamais esses mensageiros celestes sancionarão a irregularidade, a desorganização e a desordem. Todos estes males são o resultado dos esforços de Satanás para enfraquecer-nos as forças, destruir-nos a coragem e evitar a ação bem- sucedida. (Igreja Remanescente, 24) Há ordem no Céu. Há regras e regulamentos que governam todo o exército celeste. Todos se movem em ordem. Tudo ali é limpo, tudo está em perfeita ordem. E todo aquele que houver de ser julgado digno de entrar no Céu será inteiramente disciplinado e será sem mácula nem ruga ou coisa semelhante. Os incultos têm manchas e rugas em si agora. Eles fariam melhor em não perder tempo e começar a obra da purificação de si mesmos de toda imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santidade no temor do Senhor. (MM, Nossa Alta Vocação, 228) Foi-me mostrada a ordem, a perfeita ordem do Céu, e senti-me arrebatada ao escutar a música perfeita que ali há. Depois de sair da visão, o canto aqui me soou muito áspero e dissonante. Vi grupos de anjos que se achavam dispostos em quadrado, tendo cada um uma harpa de ouro. Na extremidade inferior dela havia um dispositivo para virar, fixar a harpa, ou mudar os tons. Seus dedos não corriam pelas cordas descuidosamente, mas faziam vibrar diferentes cordas para produzir diferentes acordes. Há um anjo que dirige sempre, o qual toca primeiro a harpa a fim de dar o tom, depois todos se ajuntam na majestosa e perfeita música do Céu. Ela é indescritível. É melodia celestial, divina, enquanto cada semblante reflete a imagem de Jesus, irradiando glória indizível. (Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 45.) Deus é um Deus de ordem. Tudo que se acha em conexão com o Céu, está em perfeita ordem; a sujeição e a perfeita disciplina assinalam os movimentos da hoste angélica. O êxito apenas pode acompanhar a ordem e a ação harmoniosa. Deus requer ordem e método em Sua obra hoje, não menos do que nos dias de Israel. Todos os que estão a trabalhar para Ele devem fazê-lo inteligentemente, não de maneira descuidada, casual. Ele quer que Sua obra seja feita com fé e exatidão, para que sobre ela ponha o sinal de Sua aprovação. (PP, 376)
  • 5. Apostila– O que é Religião? |4 "Vi quão grandioso e santo é Deus. Disse o anjo: 'Ande com cuidado diante dEle, pois Ele é alto e sublime, e o séquito de Sua glória enche o templo.' Vi que no Céu tudo está em perfeita ordem. Disse o anjo: 'Vede vós, Cristo é a cabeça, movei-vos em ordem, movei-vos em ordem. Tende um significado para cada coisa.' Disse o anjo: 'Vede vós e sabei quão perfeita, quão bela é a ordem no Céu; segui-a.'" Manuscrito 11, 1850. (PE, Prefácio) Há perfeita ordem e harmonia na cidade santa. Todos os anjos comissionados para visitar a Terra, levam um cartão de ouro e, ao entrarem e saírem, apresentam-no aos anjos que ficam às portas da cidade. O Céu é um lugar agradável. Anseio ali estar, e contemplar meu amorável Jesus, que por mim deu Sua vida, e achar-me transformada a Sua imagem gloriosa. Oh! quem me dera possuir linguagem para exprimir as glórias do resplandecente mundo vindouro! Estou sedenta das águas vivas que alegram a cidade de nosso Deus. (PE, 39) Satanás bem sabe que o sucesso apenas pode acompanhar a ação ordenada e harmoniosa. Bem sabe que tudo que se relaciona com o Céu se acha em perfeita ordem, e sujeição e disciplina perfeita caracterizam os movimentos dos anjos. (Igreja Remanescente, 24 e 25) Outra notável manifestação para as nações ao redor era a ordem perfeita observada no acampamento dos israelitas. Elas podiam ver a nuvem pairando sobre o lugar em que seria armado o tabernáculo; observavam os sacerdotes e outros agentes designados tratando de sua obra especial, cada qual desempenhando a parte que lhe foi atribuída na obra de preparar o acampamento para a noite. Ninguém fazia o que alguma outra pessoa devia fazer. Quem quer que tentasse realizar a obra de outro homem sofreria a pena de morte. Cada um cuidava de seu dever especial. No levantamento do tabernáculo, uma parte ajustou-se a outra parte, e a casa do Senhor foi estabelecida com admirável precisão. Não era proferida nenhuma palavra nem dada ordem alguma, exceto pela pessoa encarregada. Ninguém ficava confuso; tudo era montado de acordo com o modelo mostrado a Moisés no monte. (MM, Exaltai-o, 146) Em todas as suas jornadas eles observavam perfeita ordem. Cada tribo levava um estandarte, com o sinal da casa de seu pai, e
  • 6. 5|A p o s t i l a – O que é Religião? cada tribo era ordenada a acampar junto a seu próprio estandarte. Quando viajavam, as diferentes tribos marchavam em ordem, cada tribo sob seu próprio estandarte. Quando descansavam de suas jornadas, o tabernáculo era construído, e então as diferentes tribos armavam suas tendas em ordem, precisamente na posição que Deus ordenara, ao redor do tabernáculo, a certa distância dele. (HR, 157) Aqueles que se acham ligados ao serviço de Deus precisam ser purificados de todo traço de egoísmo. Tudo deve ser feito em harmonia com a ordem: "Quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo" (Col. 3:17) "para glória de Deus". I Cor. 10:31. A divina lei de justiça e eqüidade precisa ser estritamente obedecida nos tratos entre semelhante e semelhante, irmão e irmão. Cumpre-nos buscar perfeita ordem e justiça perfeita, segundo a semelhança do próprio Deus. Unicamente nessa base nossas obras resistirão à prova do juízo. ...(I ME, 114) Cristo repreendeu os discípulos por sua morosidade de compreensão. ... Depois de Sua ressurreição, ao estar andando para Emaús com dois dos discípulos, Ele lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras, explicando-lhes o Antigo Testamento de tal maneira que viram nos seus ensinos um significado que os próprios escritores não tinham visto. ... (MM, Exaltai-o, pág. 116) É o dever de todo cristão adotar hábitos de ordem, perfeição e presteza. Não há desculpa para a morosidade e imperfeição em trabalho de qualquer natureza. Quando alguém está sempre trabalhando, e a tarefa nunca está concluída, é porque a mente e o coração não estão na obra. (Parábolas de Jesus, pág. 344.) Tudo que se relacionava com a instalação do acampamento era uma lição prática para as crianças, instruindo-as em hábitos de precisão, esmero e ordem. Requeria-se que as crianças com idade suficiente aprendessem a armar as tendas em que viviam e a observar perfeita ordem em tudo o que faziam. ... Elas obtinham constantemente instruções no tocante às coisas celestiais. Constantemente os pais explicavam aos filhos por que os israelitas estavam viajando no deserto; por que foi dada a lei no Sinai; e o que esperavam fazer e ser quando chegassem à Terra Prometida. Manuscrito 152, 1901. (MM, Exaltai-o, 146)
  • 7. Apostila– O que é Religião? |6 Não é uma virtude que homens ou mulheres tolerem a lentidão e o desleixo no trabalho, seja qual for sua natureza. Os hábitos de morosidade devem ser vencidos. O homem vagaroso e que faz seu trabalho com imperfeição não é obreiro de valor. Sua lentidão é um defeito que tem de ser visto e corrigido. Ele precisa usar a inteligência para idear como empregar o tempo de modo a obter os melhores resultados. Quando alguém está sempre trabalhando e o trabalho nunca é terminado, a causa está em que a mente e o coração não são postos no trabalho. Algumas pessoas levam dez horas para fazer aquilo que outros realizam prazerosamente em cinco horas. Tais obreiros não aplicam tato e método a seu trabalho. Cumpre aprender algo cada dia acerca de como melhorar na maneira de trabalhar, de modo a terminar a tarefa e ter tempo para outra coisa. É dever de todo obreiro dedicar não somente as forças, mas também a mente e o intelecto, àquilo que irá fazer. Alguns dos que se ocupam no trabalho doméstico estão sempre labutando; não porque tenham tanto que fazer, mas porque não fazem planos para dispor de tempo. Devem reservar determinado tempo para cumprir suas tarefas e fazer com que cada um de seus movimentos tenha a sua utilidade. Lentidão e ignorância não são virtudes. Podeis escolher tornar-vos estereotipados num procedimento errôneo pelo fato de não terdes a determinação de reformar-vos, ou podeis cultivar vossas faculdades para prestar o melhor serviço possível, e neste caso sereis requisitados em todas as partes. Sereis apreciados por tudo o que valeis. "Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças." Ecl. 9:10. "Não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor." Rom. 12:11. (FEC, 316) A doutrina da graça e salvação por meio de Jesus Cristo é um mistério para uma grande parte daqueles cujos nomes se encontram nos livros da igreja. Se Cristo estivesse na Terra, falando a Seu povo, Ele os censuraria por sua morosidade de compreensão. Diria para os vagarosos e incompreensivos: "Deixei em vosso poder verdades que têm que ver com a vossa salvação, cujo valor não podeis imaginar." (II ME. 188) É o dever de todo cristão adotar hábitos de ordem, perfeição e presteza. Não há desculpa para a morosidade e imperfeição em trabalho de qualquer natureza. Quando alguém está sempre trabalhando, e a tarefa nunca está concluída, é porque a mente e o coração não estão na obra. Os vagarosos, e que trabalham sem o
  • 8. 7|A p o s t i l a – O que é Religião? competente preparo, devem reconhecer que essas são faltas para serem corrigidas. Precisam exercitar a mente em planejar como utilizar o tempo para alcançar os melhores resultados. Com cuidado e método alguns conseguirão em cinco horas o mesmo trabalho que outros em dez. (I MCP, 6) O vestuário da mãe deve ser simples, mas limpo e de bom gosto. A mãe que usa roupas rasgadas e sujas, que pensa em qualquer roupa é suficientemente boa para usar no lar, não importa quão suja ou estragada esteja ela, dá aos seus filhos um exemplo que os incentiva ao desleixo. E mais do que isto, perde ela sua influência sobre eles. Não podem eles deixar de notar a diferença entre a sua aparência e a daqueles que se trajam com bom gosto; e seu respeito por ela é diminuído. (MM, Cuidado de Deus, 118) Conservar vosso coração no Céu dará vigor a todas as vossas graças, e vida a todos os vossos deveres. Disciplinar a mente em demorar nas coisas celestiais, comunicará vida e zelo a todos os nossos esforços. Nossos esforços são fracos, e corremos devagar a carreira cristã, e manifestamos indolência e desleixo, porque avaliamos tão pouco o celeste galardão. Somos raquíticos nas realizações espirituais. É dever e privilégio do cristão crescer até "ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo". Efés. 4:13. Review and Herald, 29 de março de 1870. (MM, Cuidado de Deus 118) Cumpre não haver nenhum desleixo. Por amor de Cristo, cujas testemunhas somos, devemos apresentar exteriormente o melhor dos aspectos. No serviço do tabernáculo, Deus especificou cada detalhe no tocante ao vestuário dos que deviam oficiar perante Ele. Com isto nos ensinou que tem suas preferências também quanto à roupa dos que O servem. Prescrições minuciosas foram por Ele dadas em relação à roupa de Arão, por ser esta simbólica. Do mesmo modo as roupas dos seguidores de Cristo devem ser simbólicas, pois que lhes compete representar a Cristo em tudo. O nosso exterior deve caracterizar-se em todos os seus aspectos pelo asseio, modéstia e pureza. O que, porém, a Palavra de Deus não aprova são as mudanças no vestuário pelo mero amor da moda - a fim de nos conformarmos ao mundo. Os cristãos não devem enfeitar o corpo com trajes custosos e adornos preciosos. (Evangelismo, 312)
  • 9. Apostila– O que é Religião? |8 Alguns desses filhos mimados se encontram entre os estudantes que freqüentam nosso colégio. Os professores e todos os que se interessam pelos estudantes e desejam ajudá-los têm a não invejável tarefa de procurar auxiliar a essa classe de jovens insubmissos. Não estiveram sujeitos a seus pais no lar, e não fazem uma idéia do que é ter um dirigente na escola ou nos lares em que se hospedam. Quanta fé, paciência, graça e sabedoria são necessárias para lidar com esses jovens negligenciados e de que se deve ter muita comiseração! Os pais enganados talvez se coloquem até ao lado dos filhos contra a disciplina da escola e do lar. Querem impedir os outros de cumprir o dever que Deus deles requer e que negligenciaram abertamente. Quanta sabedoria divina é necessária para lidar com justiça e amar a misericórdia sob tais circunstâncias difíceis! Quão difícil é equilibrar na direção certa a mentes deturpadas por esse desleixo! Alguns não têm sido reprimidos, ao passo que outros têm sido governados em demasia; e quando estão longe das vigilantes mãos que mantinham rigorosamente as rédeas do controle, deixando o amor e a misericórdia fora de cogitação, decidem não receber ordens de ninguém. Desdenham até da própria idéia de restrição. (FEC, 53) Os quartos de alguns estudantes no ano passado deram uma impressão desfavorável de seus ocupantes. Se os estudantes são grosseiros e rudes, seus quartos com freqüência evidenciam este fato. Brincadeiras arrojadas, gargalhadas ruidosas e ficar acordado até altas horas da noite não deve ser tolerado pelos que alugam quartos. Se relevam tal procedimento da parte dos estudantes, causam-lhes um grave dano, e tornam-se, em grande medida, responsáveis pela má conduta. Os quartos dos estudantes devem ser visitados freqüentemente, para ver se são favoráveis à saúde e ao conforto, e para verificar se todos estão vivendo de acordo com os regulamentos da escola. Deve-se indicar qualquer desleixo, e labutar fielmente em favor dos estudantes. Caso sejam insubordinados e não queiram ser controlados, é melhor que voltem para casa, e a escola estará em melhor situação sem eles. Nosso colégio não deve ficar depravado por causa de alguns estudantes indisciplinados. Muitos colégios em nosso país são lugares em que os jovens correm o perigo de se tornarem imorais e depravados por meio dessas más associações. (FEC, 54)
  • 10. 9|A p o s t i l a – O que é Religião? Nosso lar e os arredores devem ser uma lição prática, ensinando processos de aperfeiçoamento, de maneira que a atividade, o asseio, o bom gosto e o refinamento tomem o lugar da ociosidade, da falta de limpeza, da desordem e do que é grosseiro. Por nossa vida e exemplo, podemos ajudar outros a distinguir o que é repulsivo em seu caráter e ambiente, e com cortesia cristã podemos animar o aperfeiçoamento. Ao manifestarmos interesse neles, encontraremos oportunidade de lhes ensinar a empregar melhor suas energias. (CBV, 196) O escrupuloso asseio é indispensável tanto à saúde física como à mental. Impurezas são constantemente expelidas do corpo por meio da pele. Seus milhões de poros logo ficam obstruídos, a menos que se mantenham limpos mediante banhos freqüentes, e as impurezas que deviam sair pela pele se tornam mais uma sobrecarga aos outros órgãos eliminadores. (CBV, 276) Para serem aceitos aos olhos de Deus, os dirigentes do povo deviam dar estrita atenção às condições higiênicas dos exércitos de Israel, mesmo quando saíam para a batalha. Toda pessoa, desde o comandante-superior até ao mais humilde soldado do exército, era sagradamente ordenado a manter o asseio pessoal e nos seus arredores; pois os israelitas eram escolhidos por Deus como Seu povo peculiar. Comprometiam-se solenemente a serem santos no corpo e no espírito. Não deviam ser descuidosos ou negligentes em seus deveres pessoais. Deviam em todos os aspectos, manter a limpeza. Não deviam permitir coisa alguma desordenada ou insalubre em seus arredores, coisa alguma que manchasse a pureza da atmosfera. Interior e exteriormente, deviam ser puros. SDA Bible Commentary, vol. 1, pág. 1.119. (Filhos e Filhas de Deus 173) Com respeito ao asseio, Deus não requer menos de Seu povo hoje, do que em relação ao Israel antigo. A negligência da limpeza induz a doença. Doença e morte prematura não vêm sem causa. Febres obstinadas e graves doenças têm prevalecido em comunidades e cidades anteriormente consideradas salubres, e alguns têm morrido, enquanto outros foram deixados com a constituição alquebrada, mutilados por toda a vida, pela doença. Em muitos casos seu próprio quintal contém o agente de destruição, que despediu veneno letal para a atmosfera, para ser inalado pela família e a vizinhança. A lerdeza e
  • 11. A p o s t i l a – O q u e é R e l i g i ã o ? | 10 negligência testemunhada às vezes é animalesca, e a ignorância dos efeitos dessas coisas sobre a saúde é assombrosa. Esses lugares devem ser limpos, especialmente no verão, com auxílio de cal, ou cinza, ou pelo enterramento diário. Publicado inicialmente em How to Live, parte 4, págs. 54-61; reproduzido em Review and Herald, de 5 a 12 de dezembro de 1899. (CSS, 63) Foi requerido do povo abstenção de trabalhos e cuidados seculares, e que tivessem pensamentos devocionais. Deus requereu também que lavassem suas vestes. Ele não é menos minucioso agora do que foi então. Ele é um Deus de ordem e requer que Seu povo sobre a Terra, hoje, observe hábitos de estrita limpeza. Os que adoram a Deus com vestes maculadas e eles próprios manchados não se apresentam diante dEle de modo aceitável. Ele não Se agrada da sua falta de reverência, e não aceitará o culto de adoradores impuros, pois insultam o seu Autor. O Criador dos céus e da Terra considerou a limpeza tão importante que disse: "Lavem eles os seus vestidos." Êxo. 19:10. (História da Redenção, 138) Foi ordenada uma limpeza escrupulosa bem como uma ordem estrita por todo o arraial e arredores. Pôs-se em execução um regulamento sanitário completo. A toda pessoa que estivesse imunda por qualquer motivo, era vedado entrar no acampamento. Tais medidas eram indispensáveis para a conservação da saúde em meio de uma multidão tão vasta; e também necessário era que se mantivessem ordem e pureza perfeitas, para que Israel pudesse desfrutar da presença de um Deus santo. Assim Ele declarou: "O Senhor teu Deus anda no meio do teu arraial, para te livrar e entregar os teus inimigos diante de ti: pelo que o teu arraial será santo." (PP, 375) A menos que os médicos em nossos hospitais sejam homens de hábitos íntegros, a menos que atendam prontamente a seus deveres, seu trabalho será reprovável, e os instrumentos apontados por Deus perderão sua influência. Por uma conduta de negligência ao dever os médicos humilham o Grande Médico, de quem devem ser representantes. Horário estrito deve ser mantido com todos os pacientes, sejam eles elevados ou humildes. Nenhuma descuidosa negligência deve permitir-se por parte de qualquer enfermeiro. Sede sempre fiéis a vossa palavra, prontos em atender
  • 12. 11|A p o s t i l a – O que é Religião? ao compromisso marcado, pois isto significa muito para os doentes. Carta 128, 1905. (MS, 193) Como é corriqueiro o hábito de trocar o dia pela noite, e a noite pelo dia! Muitos jovens dormem profundamente pela manhã, quando deveriam estar levantados com o trinar matutino dos passarinhos, e estar em movimento quando toda a natureza está desperta. Seja a juventude regular no horário de deitar e levantar. ... Proponham em seu coração disciplinarem-se e praticarem leis bem ordenadas. Deus é Deus de ordem, e cada jovem tem o dever de observar leis estritas, pois esse procedimento atuará em seu proveito. The Youth's Instructor, 7 de setembro de 1893. (MM, Minha Consagração, 143) Caso os jovens de ambos os sexos hajam de crescer até à plena estatura de Cristo Jesus, devem-se tratar inteligentemente. ... Os hábitos nocivos à saúde sejam de que espécie forem - dormir tarde, levantar tarde pela manhã, comer depressa - devem ser vencidos. Mastigai bem vossa comida. Não haja precipitação na comida. Ventilai bem o quarto de dormir dia e noite, e fazei trabalho físico útil. ... Usando com propriedade nossas faculdades ao máximo na mais útil ocupação, mantendo com saúde todo órgão do corpo, e assim conservando todo órgão, a mente, os nervos e os músculos hão de trabalhar harmoniosamente, e podemos realizar o mais precioso serviço para Deus. The Youth's Instructor, 7 de abril de 1898. (MM, Filhos e Filhas de Deus, 171) Meu pensamento tem sido que, se eu estivesse em seu estado, saberia imediatamente que atitude tomar para obter alívio. Embora me sentisse indisposta, não esperaria para recuperar-me deitada. Traria em meu auxílio o poder da vontade, e deixaria a cama e me dedicaria a ativo exercício físico. Observaria estritamente hábitos regulares de levantar cedo. Comeria pouco, aliviando dessa forma o meu organismo de carga desnecessária, incentivaria a alegria e proporcionaria a mim mesma os benefícios do exercício apropriado ao ar livre. Tomaria banho freqüentemente, e beberia bastante água pura e refrescante. Caso fosse seguida essa conduta de maneira perseverante, resistindo à inclinação para agir de maneira diferente, operaria maravilhas na recuperação da saúde. (MS, 107)
  • 13. A p o s t i l a – O q u e é R e l i g i ã o ? | 12 A obra do colportor é enobrecedora e se demonstrará um sucesso se ele for fiel, fervoroso e paciente, continuando firmemente o trabalho que empreendeu. Seu coração precisa estar na obra. Deve levantar-se cedo e trabalhar diligentemente, pondo em uso apropriado as faculdades que Deus lhe deu. Encontrar-se-ão dificuldades. (Colportor Evangelista, 77) Devem ser instruídos [os filhos] a respeitar as horas de oração e a levantar-se cedo para tomar parte no culto da família. (Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 134.) Não deveis perder as preciosas horas do sábado, levantando- vos tarde. No sábado a família deve levantar-se cedo. Despertando tarde, é fácil atrapalhar-se com a refeição matinal e a preparação para a Escola Sabatina. Disso resulta pressa, impaciência e precipitação, dando lugar a que a família se possua de sentimentos impróprios desse dia. Sendo profanado, o sábado torna-se um fardo, e sua aproximação será para ela antes motivo de desagrado do que de regozijo. (III TS, 23) É um sagrado dever para os que cozinham o saber preparar alimento saudável. Muitas almas se perdem em razão de um errôneo modo de preparar os alimentos. Exige reflexão e cuidado o fazer um bom pão; há, porém, mais religião num pão bem feito do que muitos pensam. Na verdade há poucas boas cozinheiras. As jovens entendem ser coisa servil cozinhar e fazer outros serviços domésticos; e, por isso, muitas jovens que se casam e têm cuidado de família pouca idéia possuem dos deveres que pesam sobre a esposa e mãe. (CBV, 302) Deus não é honrado quando o corpo é negligenciado ou maltratado, ficando assim incapacitado para Seu serviço. Cuidar do corpo, proporcionando-lhe comida saborosa e revigorante, é um dos principais deveres dos pais de família. É muito melhor usar roupas e mobília menos caras do que restringir a provisão de alimento. (CBV, 322) É errado comer apenas para satisfazer o apetite, mas não se deve ser indiferente quanto à qualidade da comida, ou à maneira de prepará-la. Se a comida que comemos não é saborosa, o organismo não recebe tanta nutrição. O alimento deve ser
  • 14. 13|A p o s t i l a – O que é Religião? cuidadosamente escolhido e preparado com inteligência e habilidade. (A Ciência do Bom Viver, pág. 300) Alguns são chamados aos deveres considerados humildes - talvez, cozinhar. A ciência culinária, porém, não é de pequena importância. O hábil preparo do alimento é uma das artes mais essenciais, ocupando lugar superior ao ensino da música ou à costura. Com isto não quero diminuir o ensino da música, ou a costura, pois são essenciais. Mais importante ainda, porém, é a arte de preparar comida de maneira que seja saudável ao mesmo tempo e saborosa. Esta arte deve ser considerada como a mais valiosa de todas as artes, visto se achar tão ligada com a vida. Ela deve receber mais atenção; pois para formar bom sangue, o organismo necessita de bom alimento. O fundamento de tudo que mantém a saúde do povo é a obra médico-missionária da boa cozinha. (CSRA, 263) Os professores verão que é grandemente vantajoso lançar mão do trabalho manual, juntamente com os estudantes, de maneira desinteressada, mostrando-lhes como trabalhar. Cooperando com os jovens, desta maneira prática, os professores podem ligar o coração dos estudantes a si mesmos, pelos laços da simpatia e do amor fraternal. A bondade e a sociabilidade cristãs são poderosos fatores para se conquistarem as afeições dos jovens. (CPPE, 208) A sociabilidade cristã é na verdade bem pouco cultivada pelo povo de Deus. Este ramo de educação não deve ser negligenciado ou perdido de vista em nossas escolas. (CSE, 158) Mais uma vez insisto convosco quanto à necessidade de pureza em todo pensamento, toda palavra e ação. Temos uma responsabilidade individual para com Deus, e uma obra individual que ninguém pode fazer por nós. É fazer o mundo melhor por preceito, pelo esforço pessoal e o exemplo. Ao passo que devemos cultivar a sociabilidade, não se faça isto por mero divertimento, mas com um desígnio. Há almas por salvar. Review and Herald, 10 de novembro de 1885. (Evang. 495) A sociabilidade cristã é na verdade bem pouco cultivada pelo povo de Deus. ... Os que se encerram em si mesmos, que são avessos a se desdobrarem para beneficiar os outros mediante amigável convívio, perdem muitas bênçãos; pois mediante o contato mútuo os espíritos são polidos e refinados; por meio do
  • 15. A p o s t i l a – O q u e é R e l i g i ã o ? | 14 intercâmbio social formam-se relações e amizades que dão em resultado certa unidade de coração e uma atmosfera de amor que agradam ao Céu. (Lar Adventista, 457) Mesmo entre os que professam ser cristãos, é pouco exercida a verdadeira hospitalidade. Entre nosso próprio povo a oportunidade de mostrar hospitalidade não é considerada como deveria ser, isto é, um privilégio e bênção. Há muito, mas muito pouca sociabilidade, muito pouca disposição para dar lugar a dois ou três mais à mesa familiar, sem constrangimento nem ostentação. Há os que alegam que é demasiado trabalho. Não o seria, se dissésseis: "Não fizemos nenhum preparo especial, mas vocês são bem-vindos ao que temos." Pelo inesperado hóspede as boas-vindas são apreciadas muito mais do que o mais elaborado preparo. Testimonies, vol. 6, pág. 343. Insisto convosco quanto à necessidade de pureza em todo pensamento, toda palavra e ação. Temos uma responsabilidade individual para com Deus, e uma obra individual que ninguém pode fazer por nós. É fazer o mundo melhor, por preceito, pelo esforço pessoal e o exemplo. Ao passo que devemos cultivar a sociabilidade, não se faça isto por mero divertimento, mas com um desígnio. Há almas por salvar. Evangelismo, pág. 495. Temos uma individual responsabilidade para com Deus, uma obra individual que nenhum outro pode fazer por nós. É tornar o mundo melhor por preceito,esforço pessoal e exemplo. Ao cultivarmos a sociabilidade, não seja ela meramente por etiqueta mas por um propósito. Há pessoas a salvar. ... Nosso contato com os outros deve ser caracterizado por elevação de pensamentos e sobriedade. Nossa conversação deve ser sobre as coisas celestiais. ...(MM, Minha Consagração Hoje, 207) Perdemos muito, como povo, por falta de simpatia e sociabilidade uns com os outros. O que fala de independência e se fecha em si mesmo, não está preenchendo o lugar que lhe foi designado por Deus. Somos filhos de Deus, dependendo mutuamente uns dos outros quanto à felicidade. Impendem sobre nós os reclamos de Deus e da humanidade. Cumpre-nos a todos desempenhar nossa parte nesta vida. É o devido cultivo dos elementos sociais de nossa natureza, que nos põe em simpatia com nossos irmãos, e nos proporciona felicidade em
  • 16. 15|A p o s t i l a – O que é Religião? nossos esforços por beneficiar os outros. A felicidade do Céu consistirá na pura comunhão de seres santos - a harmoniosa vida social com os benditos anjos e com os remidos que lavaram seus vestidos e os branquearam no sangue do Cordeiro. Não nos podemos sentir felizes enquanto nos encerramos em nossos próprios interesses. Devemos viver neste mundo para ganhar almas para o Salvador. Se ofendemos os outros, prejudicamo-nos a nós mesmos. Se os beneficiamos, somos nós mesmos beneficiados; pois a influência de toda ação boa se reflete em nosso próprio coração. (I TS, 458) Ainda uma vez quero insistir na necessidade de cultivar a pureza de pensamento, palavras e ação. Temos uma responsabilidade individual para com Deus, um trabalho pessoal que ninguém pode fazer por nós: é regenerar o mundo pelo ensino, exemplo e esforço pessoal. Cultivando a sociabilidade, não o façamos simplesmente por passatempo, e sim com um propósito útil. Há almas a salvar. Aproximemo-nos delas pelo esforço pessoal. Franqueemos as nossas portas aos moços que estão expostos a tentações. O mal os solicita por toda parte. Procurai interessá-los. Se têm defeitos, procurai corrigi-los. Não vos afasteis deles, mas buscai seu contato. Introduzi-os no vosso lar, convidai-os para assistir ao culto doméstico. Há milhares que precisam que se faça tal serviço por eles. Cada árvore no jardim de Satanás está carregada de frutos sedutores e venenosos, e maldição é pronunciada sobre cada um que deles colher e comer. Lembremo-nos do que Deus exige de nós: que tornemos o caminho do Céu, claro, brilhante e atraente, para que nos seja dado afastar as almas dos destrutivos encantamentos de Satanás. (II,TS 241) A verdadeira hospitalidade. Entre nosso próprio povo, não é considerada como deve ser a oportunidade de ser hospitaleiro, como um privilégio e uma bênção. Há positivamente muito pouca sociabilidade, muito pouca disposição de fazer lugar para mais dois ou três à nossa mesa de família, sem embaraço ou ostentação. Alguns alegam ser "demasiado incômodo". Não o será se dissentes: "Não fizemos nenhum preparativo especial, mas sois bem-vindos a participar do que temos." Para o hóspede inesperado, um bom acolhimento é muito mais apreciado do que a mais trabalhosa preparação. (II, TS, 570) Com respeito ao asseio, Deus não requer menos de Seu povo hoje, do que em relação ao Israel antigo. A negligência da limpeza
  • 17. A p o s t i l a – O q u e é R e l i g i ã o ? | 16 induz a doença. Doença e morte prematura não vêm sem causa. Febres obstinadas e graves doenças têm prevalecido em comunidades e cidades anteriormente consideradas salubres, e alguns têm morrido, enquanto outros foram deixados com a constituição alquebrada, mutilados por toda a vida, pela doença. Em muitos casos seu próprio quintal contém o agente de destruição, que despediu veneno letal para a atmosfera, para ser inalado pela família e a vizinhança. A lerdeza e negligência testemunhada às vezes é animalesca, e a ignorância dos efeitos dessas coisas sobre a saúde é assombrosa. Esses lugares devem ser limpos, especialmente no verão, com auxílio de cal, ou cinza, ou pelo enterramento diário. Publicado inicialmente em How to Live, parte 4, págs. 54-61; reproduzido em Review and Herald, de 5 a 12 de dezembro de 1899. (CSS, 63) Exige Deus pureza de coração e higiene pessoal agora, assim como o fazia ao dar instruções especiais aos filhos de Israel. Se Deus foi tão minucioso ao prescrever limpeza para aqueles que jornadeavam pelo deserto, que se achavam ao ar livre quase todo o tempo, não requer Ele menos de nós, que vivemos em casas forradas, onde as impurezas são mais observadas e têm influência mais insalubre. Spiritual Gifts, vol. 4, págs. 126-128. (CSS, 82) Hábitos pessoais incorretos estão entre as principais causas de enfermidades. Ordem e limpeza são leis do Céu. As orientações dadas a Moisés quando o Senhor estava para declarar Sua lei sobre o Monte Sinai foram muito estritas a esse respeito. ... Foram instruídos a fazer isso, para que não houvesse entre eles impureza ao se apresentarem perante o Senhor. Ele é um Deus de ordem, e requer ordem e limpeza em Seu povo. (MM, CT, 112) A lei moral, proclamada do Sinai, não pode ocupar um lugar no coração de pessoas de hábitos desordeiros e sujos. Se os filhos de Israel não puderem sequer ouvir a proclamação daquela santa lei sem limpeza de corpo e vestes, como podem seus puros preceitos ser escritos sobre o coração daqueles que são relapsos com seu corpo e seu lar? ...(MM, CT, 112) Os anjos estão atentos para ouvir a espécie do testemunho que estais dando ao mundo quanto a vosso divino Mestre. Que a vossa conversação tenha por objeto Aquele que vive para interceder por
  • 18. 17|A p o s t i l a – O que é Religião? vós perante o Pai. Ao pegardes na mão de um amigo, esteja em vossos lábios e coração um louvor a Deus. Isso há de atrair seus pensamentos para Jesus. (CC, 119) Se os crentes se associarem com os descrentes com o propósito de ganhá-los para Cristo, testemunharão em Seu favor, e tendo terminado sua missão, afastar-se-ão para respirar numa atmosfera pura e santa. Quando na companhia de incrédulos, lembre- se que você é uma representante de Jesus Cristo em caráter. Não permita que palavras frívolas e levianas, nem conversação vulgar sejam proferidas por seus lábios. (CJN, 26) O Senhor instituiu um plano pelo qual muitos dos estudantes de nossas escolas podem aprender lições práticas indispensáveis ao sucesso futuro. Ele nos tem dado o privilégio de manusear preciosos livros que têm sido dedicados ao progresso de nossa obra de saúde e de educação. No próprio manuseio desses livros os jovens encontrarão muitas experiências que lhes ensinarão como tratar com problemas que os esperam nas regiões distantes. Durante sua vida escolar, em contato com esses livros, muitos aprendem como aproximar-se cortesmente do povo, e como exercer tato na conversação com eles em diferentes pontos da verdade presente. Ao alcançarem certo grau de êxito financeiro, alguns aprenderão lições de poupança e economia que lhes serão de grande vantagem quando forem enviados como missionários. Review and Herald, 4 de junho de 1908. (Colportor Evangelista, 30) As palavras de advertência do apóstolo à igreja de Corinto, são aplicáveis a todos os tempos, e especialmente adaptadas a nossos dias. Por idolatria entendia ele não apenas a adoração de ídolos, mas o egocentrismo, o amor das comodidades e a condescendência com o apetite e paixão não é a religião de Cristo. Uma mera profissão de fé em Cristo, um presumido conhecimento da verdade, não tornam um homem cristão. Uma religião que busca apenas o deleite dos olhos, dos ouvidos, do paladar, ou que sanciona a condescendência própria, não é a religião de Cristo. (AA, 307) Por ocasião de sua conversão, Paulo foi inspirado com o incontido desejo de ajudar seus semelhantes a contemplar a Jesus de Nazaré como o Filho do Deus vivo, poderoso para transformar e
  • 19. A p o s t i l a – O q u e é R e l i g i ã o ? | 18 para salvar. Desde então sua vida fora inteiramente dedicada ao esforço para retratar o amor e o poder do Crucificado. Seu grande coração de simpatia abrangeu todas as classes. "Eu sou devedor", declarou, "tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a ignorantes." Rom. 1:14. O amor para com o Senhor da glória, a quem tão implacavelmente perseguira na pessoa de Seus santos, era o princípio que atuava em sua conduta, o móvel que o impelia. Se acontecia afrouxar o seu amor no caminho do dever, um olhar à cruz e ao amor admirável ali revelado, era suficiente para fazê-lo cingir os lombos de seu entendimento e impeli-lo na senda da renúncia de si mesmo. (AA, 246)