SlideShare uma empresa Scribd logo

Generos textuais ano 2

1 de 46
Baixar para ler offline
Encontro 20º - 16/09
Profª Arianna
Pense rápido e escreva:
• Uma palavra
• Um desenho
• Uma frase.

“Como professora me realizo
quando...”
Atividade:
Gêneros, Tipos e Suportes
textuais
Retomando

Por que ensinar gêneros
textuais na escola?
Tipo textual é a forma como um texto se
apresenta. As únicas tipologias existentes são:
•
•
•
•
•

Narração
Argumentação
Exposição
Descrição
Injunção (Indica um procedimento. Enunciados
incitadores à ação/textos instrucionais).
GÊNEROS TEXTUAIS
Segundo Schneuwly e Dolz (2004).
São
instrumentos culturais disponíveis nas interações
sociais. Emergem em diferentes domínios
discursivos e se concretizam em textos, que são
singulares.
Modeladores do discurso em qualquer situação de
interação verbal, os falantes recorrem a eles.
Ler página 9.
SUPORTES
• Uma superfície física, em formato específico que
suporta, fixa e mostra o texto.
• Além de discutir diversos tipos de suporte em sua
relação com os gêneros textuais, Marcuschi (2003),
os distingue de locais de armazenamento de
suportes, como as bibliotecas, os canais ou meios
de condução de um gênero, como o telefone, a
Internet e os pára-choques de caminhão.
Generos textuais ano 2
Generos textuais ano 2
Gêneros escritos e suportes
Generos textuais ano 2
Narrativa: A vida de Tarsila relatada
com pontos de vista.
Narrativa: conto
Generos textuais ano 2
Generos textuais ano 2
Narrativa: trata assuntos econômicos
com a fantasia e muita imaginação
Generos textuais ano 2
Narrativa que relata a história de
personagens.
Generos textuais ano 2
Poesia
Generos textuais ano 2
Narrativa: leva as crianças descobrirem os
diferentes espaços da crosta terrestre
Generos textuais ano 2
Narrativa: Aprender a importância da
Cultura Africana para nosso país.
BIOGRAFIA
AUTOBIOGRAFIA
A escolha de um gênero se determina pela esfera, as
necessidades da temática, o conjunto dos participantes e a
vontade enunciativa ou intenção do locutor. (Schneuwly, 2004)
Práticas de
linguagem

Práticas de
linguagem

Gêneros

Gêneros

Fazer compras

Casamento

PRÁTICAS

Práticas de
linguagem

SOCIAIS

Gêneros
Alugar / vender
um imóvel

Festa junina
Práticas de
linguagem
Gêneros

Ir ao médico

Práticas de
linguagem
Gêneros
CENPEC
Gêneros orais
“É preciso criar contextos de produção também para os
gêneros orais em que se determinam quem é o público, o
que será dito e como. É isso que permite aos alunos se
apropriarem das noções, das técnicas e dos instrumentos
necessários ao desenvolvimento de suas capacidades de
expressão em situações de comunicação”.
Bernard Schneuwly
Alguns gêneros orais:
•
•
•
•
•
•
•

Parlenda;
Trava-língua;
Quadrinha;
Cantiga;
Piada;
Apresentação oral;
Telefonema;

•
•
•
•
•
•

Exposição Oral;
Júri simulado;
Debate;
Entrevista;
Notícia;
Reportagem.
Valorizar os textos
de tradição oral,
reconhecendo-os
como manifestações
culturais.

Relacionar fala e
escrita, tendo em
vista a apropriação
do sistema de
escrita, as variantes
linguísticas e os
diferentes gêneros
textuais.

Reconhecer a
diversidade linguística,
valorizando as
diferenças culturais
entre variedades
regionais, sociais, de
faixa etária, de gênero,
dentre outras

Participar de
interações orais em
sala de aula
(questionando,
sugerindo, etc)

Textos
orais.
Situações
planejadas
de ensino
Analisar a pertinência
e a consistência de
textos orais,
considerando as
finalidades e
características dos
gêneros seguintes.

Escutar textos de
diferentes gêneros,
os mais formais,
comuns em situações
públicas, analisandoos .

Planejar
intervenções orais
em situações
públicas: exposição
oral, debate,
contação de
história.

Produzir textos orais
de diferentes
gêneros, com
diferentes propósitos
(entrevistas, notícias,
etc).
GÊNEROS DIGITAIS

São gêneros textuais que emergem no contexto
da tecnologia digital em ambientes virtuais.
(Marcuschi, 2005)
Fórum
E-mail
Blog

Chat

Quiz
Perfil do usuário
Pesquisa
Por que trabalhar com gêneros textuais?
 As práticas de linguagem são mediadas por instrumentos culturais e
históricos, ou seja, por gêneros textuais. Se a escola investe no ensino
dos gêneros estará facilitando, portanto, a apropriação dos usos da
língua.
 Não é preciso criar uma espécie de graduação dos gêneros e começar
a estabelecer uma hierarquia entre eles, determinando quais devem
ser explorados em cada ano. A proposta de Dolz e Schneuwly (2004) é
que esta progressão seja garantida por meio do aprofundamento dos
objetivos didáticos. Assim, um mesmo gênero pode ser trabalhado
em anos/ciclos/séries diferentes, mas com o passar dos anos essa
abordagem deve ser cada vez mais complexa (aprendizagem em
espiral).
Bronckart (1999) e Schneuwly e Dolz (2004)
Papel fundamental da escola na
apropriação dos gêneros


Segundo Machado (2005, p. 251), “a apropriação dos
gêneros é um mecanismo fundamental de socialização, de
possibilidade de inserção prática dos indivíduos nas
atividades comunicativas humanas”.



Na nossa sociedade, para que haja realmente a
apropriação dos gêneros é preciso que sejam mobilizadas
instituições educacionais formalizadas, ou seja, essa é uma
tarefa que compete, sobretudo, às escolas (SCHNEUWLY,
1995).
Generos textuais ano 2
Generos textuais ano 2
MANCHETES DIVERTIDAS
brincando com características jornalísticas.
O primeiro passo será a elaboração da
manchete, do titulo que indica a notícia, também
chamado de lead. Para isso, precisaremos
identificar quatro elementos: quem, o quê, onde,
quando.
DUPLAS – ESCREVER EM CADA PAPEL UMA
RESPOSTA PARA CADA PERGUNTA:

QUEM

O QUÊ

QUANDO

ONDE
EX:
DONA DE
CASA

RONCA

NO CONSULTÓRIO
DO DENTISTA

QUEM

O QUÊ

ONDE

À MEIA-NOITE

QUANDO
“Dona de casa ronca no consultório do
dentista à meia-noite.”
Para turmas mais avançadas,
poderíamos agora, criar
uma reportagem em cima
desta manchete.
Generos textuais ano 2
Quais gêneros trabalhar em sala de aula?
• “... Textos interessantes, que tenham significado para
seu grupo de alunos, assim como proporcionar um
bom trabalho de exploração e compreensão desses
textos.” (BRANDÃO, 2006)
• “O texto a ser refletido em classe é o texto
significativo. Aquele que circula socialmente, que é
escrito por alguém, com alguma intenção e é
destinado a determinado interlocutor, seja ele real ou
virtual.” (BOZZA, 2008, p.24)
Unidade 5 - Ano 2
TAREFA PARA CASA E PARA SALA
ANO 2 – UNIDADE 5 – SETEMBRO 2013

LIVRO: PRODUÇÃO DE TEXTO NA ESCOLA - Reflexões e práticas no
Ensino Fundamental (Telma Ferraz e Leal e Ana Carolina Perrusi Brandão)

Sequência do trabalho:
•Leitura do capitulo completo (em casa)
•Apontar os pontos principais do texto
•Elaborar uma questão a ser respondida e apresentada para o grupo classe;
•Apresentação para a classe em powerpoint, cartaz ou outro meio de acordo
com o grupo.

Recomendados

Plano aula modelo gasparim genero textual
Plano aula modelo gasparim  genero textualPlano aula modelo gasparim  genero textual
Plano aula modelo gasparim genero textualLuis Carlos Santos
 
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaOficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaJosilene Borges
 
Proposta curricular para o 3º ano do ensino fundamental
Proposta curricular para o 3º ano do ensino fundamentalProposta curricular para o 3º ano do ensino fundamental
Proposta curricular para o 3º ano do ensino fundamentalRosemary Batista
 
Sugestões atividades oralidade
Sugestões atividades oralidadeSugestões atividades oralidade
Sugestões atividades oralidadeDyone Andrade
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaKeila Arruda
 
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoPráticas de Leitura e Práticas de Produção de texto
Práticas de Leitura e Práticas de Produção de textoFernanda Tulio
 
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Val Valença
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreheliane
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptpnaicdertsis
 
Oficina de produção de texto
Oficina de produção de textoOficina de produção de texto
Oficina de produção de textoElia Rejany
 
Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Professora Cida
 
Sequência didática piada
Sequência didática piadaSequência didática piada
Sequência didática piadaProfessora Cida
 
Produção e intervenção de textos sme 2013
Produção e intervenção de textos sme 2013Produção e intervenção de textos sme 2013
Produção e intervenção de textos sme 2013Rosemary Batista
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Luiza Carvalho
 
Sequência didática poema
Sequência didática   poemaSequência didática   poema
Sequência didática poemaAnalú Lúcia
 
Sistema de Escrita Alfabética - PNAIC
Sistema de Escrita Alfabética - PNAICSistema de Escrita Alfabética - PNAIC
Sistema de Escrita Alfabética - PNAICVera Marlize Schröer
 
A escrita como produção de textos
A escrita como produção de textosA escrita como produção de textos
A escrita como produção de textosAna Paula
 
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aulaProjeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aulaMaria Cecilia Silva
 
PROJETO POEMA & POESIA
PROJETO POEMA & POESIAPROJETO POEMA & POESIA
PROJETO POEMA & POESIAPaulo David
 
Critérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textosCritérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textosRosemary Batista
 
Descritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º AnoDescritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º AnoProf Barbosa
 

Mais procurados (20)

Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestre
 
Generos e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais pptGeneros e tipos textuais ppt
Generos e tipos textuais ppt
 
Oficina de produção de texto
Oficina de produção de textoOficina de produção de texto
Oficina de produção de texto
 
Projeto Malala (propostas de atividades)
Projeto Malala (propostas de atividades)Projeto Malala (propostas de atividades)
Projeto Malala (propostas de atividades)
 
Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012Sequencia receita culinaria_abril_2012
Sequencia receita culinaria_abril_2012
 
Sequência didática piada
Sequência didática piadaSequência didática piada
Sequência didática piada
 
Produção e intervenção de textos sme 2013
Produção e intervenção de textos sme 2013Produção e intervenção de textos sme 2013
Produção e intervenção de textos sme 2013
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
 
Sequência didática poema
Sequência didática   poemaSequência didática   poema
Sequência didática poema
 
Leitura e produção textual
Leitura e produção textualLeitura e produção textual
Leitura e produção textual
 
Sistema de Escrita Alfabética - PNAIC
Sistema de Escrita Alfabética - PNAICSistema de Escrita Alfabética - PNAIC
Sistema de Escrita Alfabética - PNAIC
 
A escrita como produção de textos
A escrita como produção de textosA escrita como produção de textos
A escrita como produção de textos
 
Produção de Texto
Produção de TextoProdução de Texto
Produção de Texto
 
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aulaProjeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
 
Sequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesiaSequencia didatica poesia
Sequencia didatica poesia
 
PROJETO POEMA & POESIA
PROJETO POEMA & POESIAPROJETO POEMA & POESIA
PROJETO POEMA & POESIA
 
Critérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textosCritérios para avaliação da produção de textos
Critérios para avaliação da produção de textos
 
Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)
 
Produção de textos ano 2
Produção de textos ano 2Produção de textos ano 2
Produção de textos ano 2
 
Descritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º AnoDescritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º Ano
 

Destaque

Projeto jogos e brincadeiras
Projeto jogos e brincadeiras Projeto jogos e brincadeiras
Projeto jogos e brincadeiras repari
 
Apostila jogos na matematica
Apostila   jogos na matematicaApostila   jogos na matematica
Apostila jogos na matematicaMarcia MMs
 
Jogos para Alfabetização
Jogos para AlfabetizaçãoJogos para Alfabetização
Jogos para AlfabetizaçãoGraça Sousa
 
(Lurdes)jogos na alfabetização bingo 1
(Lurdes)jogos  na  alfabetização bingo 1(Lurdes)jogos  na  alfabetização bingo 1
(Lurdes)jogos na alfabetização bingo 1Leisy Anne Tebaldi
 
Sugestão de jogos para alfabetização Arroio do Sal
Sugestão de jogos para alfabetização Arroio do SalSugestão de jogos para alfabetização Arroio do Sal
Sugestão de jogos para alfabetização Arroio do SalSimone Dias
 
Aul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textualAul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textualmarcelocaxias
 
Matemática com jogos
Matemática com jogosMatemática com jogos
Matemática com jogoselieneudocia
 
Professoras conhecendo os Jogos de Alfabetização
Professoras conhecendo os Jogos de AlfabetizaçãoProfessoras conhecendo os Jogos de Alfabetização
Professoras conhecendo os Jogos de AlfabetizaçãoBete Feliciano
 
Tipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textualTipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textualAndriane Cursino
 
Jogos Pnaic-Matemática
Jogos Pnaic-MatemáticaJogos Pnaic-Matemática
Jogos Pnaic-MatemáticaGraça Sousa
 
5º gênero e tipologia textual
5º gênero e tipologia textual5º gênero e tipologia textual
5º gênero e tipologia textualJunior Paixão
 
Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil.
 Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil. Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil.
Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil.Leila da Conceição
 
Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10
Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10
Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10Adriana Avila
 

Destaque (20)

Projeto jogos e brincadeiras
Projeto jogos e brincadeiras Projeto jogos e brincadeiras
Projeto jogos e brincadeiras
 
Apostila jogos na matematica
Apostila   jogos na matematicaApostila   jogos na matematica
Apostila jogos na matematica
 
Jogos de alfabetização
 Jogos de alfabetização Jogos de alfabetização
Jogos de alfabetização
 
Jogos para Alfabetização
Jogos para AlfabetizaçãoJogos para Alfabetização
Jogos para Alfabetização
 
Slide e proinfo Miriam
Slide e proinfo MiriamSlide e proinfo Miriam
Slide e proinfo Miriam
 
(Lurdes)jogos na alfabetização bingo 1
(Lurdes)jogos  na  alfabetização bingo 1(Lurdes)jogos  na  alfabetização bingo 1
(Lurdes)jogos na alfabetização bingo 1
 
jogos de alfabetização
  jogos de alfabetização  jogos de alfabetização
jogos de alfabetização
 
Sugestão de jogos para alfabetização Arroio do Sal
Sugestão de jogos para alfabetização Arroio do SalSugestão de jogos para alfabetização Arroio do Sal
Sugestão de jogos para alfabetização Arroio do Sal
 
Aul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textualAul 02 tipolo_e_gênero_textual
Aul 02 tipolo_e_gênero_textual
 
Tp3
Tp3Tp3
Tp3
 
Jogos de alfabetizaçao
Jogos de alfabetizaçaoJogos de alfabetizaçao
Jogos de alfabetizaçao
 
Matemática com jogos
Matemática com jogosMatemática com jogos
Matemática com jogos
 
Oficina consciência fonológica (apostila)
Oficina  consciência fonológica (apostila)Oficina  consciência fonológica (apostila)
Oficina consciência fonológica (apostila)
 
Professoras conhecendo os Jogos de Alfabetização
Professoras conhecendo os Jogos de AlfabetizaçãoProfessoras conhecendo os Jogos de Alfabetização
Professoras conhecendo os Jogos de Alfabetização
 
Projeto
ProjetoProjeto
Projeto
 
Tipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textualTipologia e gênero textual
Tipologia e gênero textual
 
Jogos Pnaic-Matemática
Jogos Pnaic-MatemáticaJogos Pnaic-Matemática
Jogos Pnaic-Matemática
 
5º gênero e tipologia textual
5º gênero e tipologia textual5º gênero e tipologia textual
5º gênero e tipologia textual
 
Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil.
 Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil. Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil.
Jogos e Materiais Didáticos no Ensino de Matemática para a Educação Infantil.
 
Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10
Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10
Aprendendo Matemática de um modo criativo: Jogo nunca 10
 

Semelhante a Generos textuais ano 2

Pnaic producao textos_orais_escritos
Pnaic producao textos_orais_escritosPnaic producao textos_orais_escritos
Pnaic producao textos_orais_escritosClaudio Pessoa
 
Generosetipostextuaisppt
Generosetipostextuaisppt Generosetipostextuaisppt
Generosetipostextuaisppt Kelly Arduino
 
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02Kelly Arduino
 
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Jhosyrene Oliveira
 
Debate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolar
Debate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolarDebate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolar
Debate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolarMayke Machado
 
SLIDE SEGUNDA.pptx
SLIDE SEGUNDA.pptxSLIDE SEGUNDA.pptx
SLIDE SEGUNDA.pptxTainTorres4
 
Generos e tipos textuais
Generos e tipos textuaisGeneros e tipos textuais
Generos e tipos textuaisRogério Souza
 
Material oficinas inglês
Material oficinas inglêsMaterial oficinas inglês
Material oficinas inglêsFALE - UFMG
 
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02Alessandra Gomes
 
Gêneros textuais.1doc
Gêneros textuais.1docGêneros textuais.1doc
Gêneros textuais.1docelannialins
 
PNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escola
PNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escolaPNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escola
PNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escolaElieneDias
 
Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...
Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...
Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...ProfCibellePires
 
Pnaic unidade 5 gêneros reformulado - sevane
Pnaic unidade 5  gêneros reformulado - sevanePnaic unidade 5  gêneros reformulado - sevane
Pnaic unidade 5 gêneros reformulado - sevanetlfleite
 

Semelhante a Generos textuais ano 2 (20)

Pnaic producao textos_orais_escritos
Pnaic producao textos_orais_escritosPnaic producao textos_orais_escritos
Pnaic producao textos_orais_escritos
 
Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2
 
Generos textuais
Generos textuais Generos textuais
Generos textuais
 
Generosetipostextuaisppt
Generosetipostextuaisppt Generosetipostextuaisppt
Generosetipostextuaisppt
 
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
 
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
 
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
Generostextuaisparte1 130731201208-phpapp02
 
Debate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolar
Debate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolarDebate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolar
Debate em sala de aula práticas de linguagem em um gênero escolar
 
SLIDE SEGUNDA.pptx
SLIDE SEGUNDA.pptxSLIDE SEGUNDA.pptx
SLIDE SEGUNDA.pptx
 
Generos e tipos textuais
Generos e tipos textuaisGeneros e tipos textuais
Generos e tipos textuais
 
Material oficinas inglês
Material oficinas inglêsMaterial oficinas inglês
Material oficinas inglês
 
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
Generosetipostextuaisppt 130817130306-phpapp02
 
Gêneros textuais.1doc
Gêneros textuais.1docGêneros textuais.1doc
Gêneros textuais.1doc
 
PNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escola
PNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escolaPNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escola
PNAIC - Porque ensinar gêneros textuais na escola
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...
Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...
Apresentação 3º Encontro Presencial_Ciclo Formativo Municipal_Pauta Docência ...
 
Pnaic unidade 5 gêneros reformulado - sevane
Pnaic unidade 5  gêneros reformulado - sevanePnaic unidade 5  gêneros reformulado - sevane
Pnaic unidade 5 gêneros reformulado - sevane
 
Slides unidade 5
Slides unidade 5Slides unidade 5
Slides unidade 5
 
Slides unidade 5
Slides unidade 5Slides unidade 5
Slides unidade 5
 
Gêneros textuais anos inicias
Gêneros textuais   anos iniciasGêneros textuais   anos inicias
Gêneros textuais anos inicias
 

Mais de Aprender com prazer

Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7   educação estatística - gráficos e tabelasCaderno 7   educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelasAprender com prazer
 
Caderno7 ed. estatística - classificaçao e categorizaçao
Caderno7   ed. estatística - classificaçao e categorizaçaoCaderno7   ed. estatística - classificaçao e categorizaçao
Caderno7 ed. estatística - classificaçao e categorizaçaoAprender com prazer
 
Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7   educação estatística - gráficos e tabelasCaderno 7   educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelasAprender com prazer
 
Caderno 7 ed. estatística introdução
Caderno 7   ed. estatística introduçãoCaderno 7   ed. estatística introdução
Caderno 7 ed. estatística introduçãoAprender com prazer
 
Conexões matemáticas situações problema
Conexões matemáticas   situações problemaConexões matemáticas   situações problema
Conexões matemáticas situações problemaAprender com prazer
 
Resolução de problemas em aula de matemática um problema mal resolvido
Resolução de problemas em aula de matemática   um problema mal resolvidoResolução de problemas em aula de matemática   um problema mal resolvido
Resolução de problemas em aula de matemática um problema mal resolvidoAprender com prazer
 
Resolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemasResolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemasAprender com prazer
 
Práticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoPráticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoAprender com prazer
 
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3Aprender com prazer
 
Cálculos e algoritmos caderno 4
Cálculos e algoritmos caderno 4 Cálculos e algoritmos caderno 4
Cálculos e algoritmos caderno 4 Aprender com prazer
 

Mais de Aprender com prazer (20)

Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7   educação estatística - gráficos e tabelasCaderno 7   educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelas
 
Caderno7 ed. estatística - classificaçao e categorizaçao
Caderno7   ed. estatística - classificaçao e categorizaçaoCaderno7   ed. estatística - classificaçao e categorizaçao
Caderno7 ed. estatística - classificaçao e categorizaçao
 
Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7   educação estatística - gráficos e tabelasCaderno 7   educação estatística - gráficos e tabelas
Caderno 7 educação estatística - gráficos e tabelas
 
Caderno 7 ed. estatística introdução
Caderno 7   ed. estatística introduçãoCaderno 7   ed. estatística introdução
Caderno 7 ed. estatística introdução
 
Conexões matemáticas situações problema
Conexões matemáticas   situações problemaConexões matemáticas   situações problema
Conexões matemáticas situações problema
 
Contando o tempo
Contando o tempoContando o tempo
Contando o tempo
 
Grandezas e medidas parte 2
Grandezas e medidas parte 2Grandezas e medidas parte 2
Grandezas e medidas parte 2
 
Grandezas e medidas parte 1
Grandezas e medidas parte 1Grandezas e medidas parte 1
Grandezas e medidas parte 1
 
Massa x peso
Massa x pesoMassa x peso
Massa x peso
 
Tempo x sistema monetário
Tempo x sistema monetárioTempo x sistema monetário
Tempo x sistema monetário
 
Travessia do rio problemas
Travessia do rio problemasTravessia do rio problemas
Travessia do rio problemas
 
Resolução de problemas em aula de matemática um problema mal resolvido
Resolução de problemas em aula de matemática   um problema mal resolvidoResolução de problemas em aula de matemática   um problema mal resolvido
Resolução de problemas em aula de matemática um problema mal resolvido
 
Fio de contas
Fio de contasFio de contas
Fio de contas
 
Resolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemasResolução e formulação de problemas
Resolução e formulação de problemas
 
Os jogos e o snd
Os jogos e o sndOs jogos e o snd
Os jogos e o snd
 
Campo multiplicativo final
Campo multiplicativo finalCampo multiplicativo final
Campo multiplicativo final
 
Práticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro anoPráticas de produção de texto no primeiro ano
Práticas de produção de texto no primeiro ano
 
Geometria caderno 5
Geometria caderno 5Geometria caderno 5
Geometria caderno 5
 
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3
 
Cálculos e algoritmos caderno 4
Cálculos e algoritmos caderno 4 Cálculos e algoritmos caderno 4
Cálculos e algoritmos caderno 4
 

Generos textuais ano 2

  • 1. Encontro 20º - 16/09 Profª Arianna
  • 2. Pense rápido e escreva: • Uma palavra • Um desenho • Uma frase. “Como professora me realizo quando...”
  • 3. Atividade: Gêneros, Tipos e Suportes textuais
  • 4. Retomando Por que ensinar gêneros textuais na escola?
  • 5. Tipo textual é a forma como um texto se apresenta. As únicas tipologias existentes são: • • • • • Narração Argumentação Exposição Descrição Injunção (Indica um procedimento. Enunciados incitadores à ação/textos instrucionais).
  • 6. GÊNEROS TEXTUAIS Segundo Schneuwly e Dolz (2004). São instrumentos culturais disponíveis nas interações sociais. Emergem em diferentes domínios discursivos e se concretizam em textos, que são singulares. Modeladores do discurso em qualquer situação de interação verbal, os falantes recorrem a eles. Ler página 9.
  • 7. SUPORTES • Uma superfície física, em formato específico que suporta, fixa e mostra o texto. • Além de discutir diversos tipos de suporte em sua relação com os gêneros textuais, Marcuschi (2003), os distingue de locais de armazenamento de suportes, como as bibliotecas, os canais ou meios de condução de um gênero, como o telefone, a Internet e os pára-choques de caminhão.
  • 12. Narrativa: A vida de Tarsila relatada com pontos de vista.
  • 16. Narrativa: trata assuntos econômicos com a fantasia e muita imaginação
  • 18. Narrativa que relata a história de personagens.
  • 22. Narrativa: leva as crianças descobrirem os diferentes espaços da crosta terrestre
  • 24. Narrativa: Aprender a importância da Cultura Africana para nosso país.
  • 27. A escolha de um gênero se determina pela esfera, as necessidades da temática, o conjunto dos participantes e a vontade enunciativa ou intenção do locutor. (Schneuwly, 2004) Práticas de linguagem Práticas de linguagem Gêneros Gêneros Fazer compras Casamento PRÁTICAS Práticas de linguagem SOCIAIS Gêneros Alugar / vender um imóvel Festa junina Práticas de linguagem Gêneros Ir ao médico Práticas de linguagem Gêneros
  • 29. Gêneros orais “É preciso criar contextos de produção também para os gêneros orais em que se determinam quem é o público, o que será dito e como. É isso que permite aos alunos se apropriarem das noções, das técnicas e dos instrumentos necessários ao desenvolvimento de suas capacidades de expressão em situações de comunicação”. Bernard Schneuwly
  • 30. Alguns gêneros orais: • • • • • • • Parlenda; Trava-língua; Quadrinha; Cantiga; Piada; Apresentação oral; Telefonema; • • • • • • Exposição Oral; Júri simulado; Debate; Entrevista; Notícia; Reportagem.
  • 31. Valorizar os textos de tradição oral, reconhecendo-os como manifestações culturais. Relacionar fala e escrita, tendo em vista a apropriação do sistema de escrita, as variantes linguísticas e os diferentes gêneros textuais. Reconhecer a diversidade linguística, valorizando as diferenças culturais entre variedades regionais, sociais, de faixa etária, de gênero, dentre outras Participar de interações orais em sala de aula (questionando, sugerindo, etc) Textos orais. Situações planejadas de ensino Analisar a pertinência e a consistência de textos orais, considerando as finalidades e características dos gêneros seguintes. Escutar textos de diferentes gêneros, os mais formais, comuns em situações públicas, analisandoos . Planejar intervenções orais em situações públicas: exposição oral, debate, contação de história. Produzir textos orais de diferentes gêneros, com diferentes propósitos (entrevistas, notícias, etc).
  • 32. GÊNEROS DIGITAIS São gêneros textuais que emergem no contexto da tecnologia digital em ambientes virtuais. (Marcuschi, 2005) Fórum E-mail
  • 35. Por que trabalhar com gêneros textuais?  As práticas de linguagem são mediadas por instrumentos culturais e históricos, ou seja, por gêneros textuais. Se a escola investe no ensino dos gêneros estará facilitando, portanto, a apropriação dos usos da língua.  Não é preciso criar uma espécie de graduação dos gêneros e começar a estabelecer uma hierarquia entre eles, determinando quais devem ser explorados em cada ano. A proposta de Dolz e Schneuwly (2004) é que esta progressão seja garantida por meio do aprofundamento dos objetivos didáticos. Assim, um mesmo gênero pode ser trabalhado em anos/ciclos/séries diferentes, mas com o passar dos anos essa abordagem deve ser cada vez mais complexa (aprendizagem em espiral). Bronckart (1999) e Schneuwly e Dolz (2004)
  • 36. Papel fundamental da escola na apropriação dos gêneros  Segundo Machado (2005, p. 251), “a apropriação dos gêneros é um mecanismo fundamental de socialização, de possibilidade de inserção prática dos indivíduos nas atividades comunicativas humanas”.  Na nossa sociedade, para que haja realmente a apropriação dos gêneros é preciso que sejam mobilizadas instituições educacionais formalizadas, ou seja, essa é uma tarefa que compete, sobretudo, às escolas (SCHNEUWLY, 1995).
  • 39. MANCHETES DIVERTIDAS brincando com características jornalísticas. O primeiro passo será a elaboração da manchete, do titulo que indica a notícia, também chamado de lead. Para isso, precisaremos identificar quatro elementos: quem, o quê, onde, quando.
  • 40. DUPLAS – ESCREVER EM CADA PAPEL UMA RESPOSTA PARA CADA PERGUNTA: QUEM O QUÊ QUANDO ONDE
  • 41. EX: DONA DE CASA RONCA NO CONSULTÓRIO DO DENTISTA QUEM O QUÊ ONDE À MEIA-NOITE QUANDO
  • 42. “Dona de casa ronca no consultório do dentista à meia-noite.”
  • 43. Para turmas mais avançadas, poderíamos agora, criar uma reportagem em cima desta manchete.
  • 45. Quais gêneros trabalhar em sala de aula? • “... Textos interessantes, que tenham significado para seu grupo de alunos, assim como proporcionar um bom trabalho de exploração e compreensão desses textos.” (BRANDÃO, 2006) • “O texto a ser refletido em classe é o texto significativo. Aquele que circula socialmente, que é escrito por alguém, com alguma intenção e é destinado a determinado interlocutor, seja ele real ou virtual.” (BOZZA, 2008, p.24) Unidade 5 - Ano 2
  • 46. TAREFA PARA CASA E PARA SALA ANO 2 – UNIDADE 5 – SETEMBRO 2013 LIVRO: PRODUÇÃO DE TEXTO NA ESCOLA - Reflexões e práticas no Ensino Fundamental (Telma Ferraz e Leal e Ana Carolina Perrusi Brandão) Sequência do trabalho: •Leitura do capitulo completo (em casa) •Apontar os pontos principais do texto •Elaborar uma questão a ser respondida e apresentada para o grupo classe; •Apresentação para a classe em powerpoint, cartaz ou outro meio de acordo com o grupo.