REVISÃO TEXTUAL
21 de maio de 2014.
LEITURA DELEITE
 Vídeo Fly – Animação
DINÂMICA DE GRUPO- Parte 1
1. EM GRUPOS SOCIALIZAR AS PRODUÇÕES DE TEXTOS QUE
TROUXERAM.
2. O GRUPO DEVERÁ ESCOLHER APENAS...
PRODUÇÃO DE TEXTOS NA ESCOLA
Reflexões e práticas no Ensino
Fundamental
CAPÍTULO 7 – A revisão textual na sala de aula:
re...
REVISÃO DE TEXTO
OBJETO DE
REFLEXÃO
INTERLOCUTOR X
AVALIADOR
SITUAÇÃO
COMUNICATIVA
CONDIÇÕES DE
PRODUÇÃO
DESDE A
EDUCAÇÃO
...
HORA DO CAFÉ
ANÁLISE
 COMPARAR OS CRITÉRIOS ADOTADOS PARA A
ESCOLHA DO TEXTO E DO FOCO PARA O
TRABALHO COM A REVISÃO COM O ESQUEMA
DO ...
VÍDEO CEEL
 REVISÃO: COMENTÁRIOS Ana Carolina Perrusi
Brandão E Alexsandro da Silva
CONTINUAÇÃO DA DINÂMICA DE GRUPO – Parte 2
PLANEJAR SITUAÇÕES DIDÁTICAS DE REVISÃO TEXTUAL
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

REVISÃO TEXTUAL FINAL

1.644 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

REVISÃO TEXTUAL FINAL

  1. 1. REVISÃO TEXTUAL 21 de maio de 2014.
  2. 2. LEITURA DELEITE  Vídeo Fly – Animação
  3. 3. DINÂMICA DE GRUPO- Parte 1 1. EM GRUPOS SOCIALIZAR AS PRODUÇÕES DE TEXTOS QUE TROUXERAM. 2. O GRUPO DEVERÁ ESCOLHER APENAS UMA PRODUÇÃO DE TEXTO E EXPLICITAR QUAIS FORAM OS CRITÉRIOS PARA A ESCOLHA, APRESENTANDO TAMBÉM QUAL PODERIA SER O FOCO DE TRABALHO COM A REVISÃO DE TEXTO 3. SOCIALIZAÇÃO DOS CRITÉRIOS ADOTADOS PARA A ESCOLHA DO TEXTO E DO FOCO PARA O TRABALHO COM A REVISÃO .
  4. 4. PRODUÇÃO DE TEXTOS NA ESCOLA Reflexões e práticas no Ensino Fundamental CAPÍTULO 7 – A revisão textual na sala de aula: reflexões e possibilidades de ensino ................................................................ Ana Carolina Perrusi Brandão
  5. 5. REVISÃO DE TEXTO OBJETO DE REFLEXÃO INTERLOCUTOR X AVALIADOR SITUAÇÃO COMUNICATIVA CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO DESDE A EDUCAÇÃO INFANTIL INDIVIDUAL, DUPLA E COLETIVA REVISÃO EM PROCESSO E REVISÃO DO PRODUTO TEXTUALIDADE: COERÊNCIA, ORGANIZAÇÃO SEQUENCIAL DAS IDEIAS, TEMA DO TEXTO, RECURSOS COESIVOS, GRAU DE INFORMATIVIDADE, PONTUAÇÃO, LÉXICO ADEQUADO. NORMATIVIDADE: CALIGRAFIA, ORTOGRAFIA, USO DE LETRA MAIÚSCULA, SEPARAÇÃO DE SÍLABAS, PARÁGRAFOS, CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL, CONFIGURAÇÃO ESPACIAL E ORGANIZACIONAL DO TEXTO. ADEQUAÇÃO DO TEXTO ÀS FINALIDADES PROPOSTAS, AVALIANDO O MODO DE DIZER EM FUNÇÃO DO(S) INTERLOCUTOR(ES) PRETENDIDO(S), GÊNERO TEXTUAL E POSSÍVEL PORTADOR PARA O TEXTO A SER PRODUZIDO. COMO O PROFESSOR PODE INTERVIR NO TEXTO DO ALUNO? PARAR DE INTERVIR NO TEXTO DO ALUNO QUANDO PERCEBER QUE ESTÁ ANULANDO O DISCURSO DESTE. QUAL O SIGNIFICADO DA PROPOSTA DE REVISÃO PARA OS ALUNOS? O QUE É? O QUE REVISAR? COMO O PROFESSOR PODE CONDUZIR O TRABALHO COM REVISÃO? SUPERFIÍCEDOTEXTO AS CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO INFLUENCIAM DIRETAMENTE NA QUALIDADE DO TEXTO A SER REVISADO. NESTE PROCESSO O PROFESSOR PRECISA SER O INTERLOCUTOR REAL DOS TEXTOS DOS ALUNOS, NÃO UM AVALIADOR, UM JUIZ. DA MESMA FORMA PRECISA ESTABELECER CRITÉRIOS CLAROS PARA A CORREÇÃO, DE MODO QUE OS ALUNOS RECONHEÇA-OS E ATRIBUIA SENTIDO A ESTA PRÁTICA, GARANTINDO EM SEU PLANEJAMENTO A REVISÃO DE DIFERENTES ASPECTOS. DISCURSIVIDADE
  6. 6. HORA DO CAFÉ
  7. 7. ANÁLISE  COMPARAR OS CRITÉRIOS ADOTADOS PARA A ESCOLHA DO TEXTO E DO FOCO PARA O TRABALHO COM A REVISÃO COM O ESQUEMA DO CAPÍTULO DO LIVRO
  8. 8. VÍDEO CEEL  REVISÃO: COMENTÁRIOS Ana Carolina Perrusi Brandão E Alexsandro da Silva
  9. 9. CONTINUAÇÃO DA DINÂMICA DE GRUPO – Parte 2 PLANEJAR SITUAÇÕES DIDÁTICAS DE REVISÃO TEXTUAL

×