Roma antiga

2.308 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Roma antiga

  1. 1. ANTIGUIDADE CLÁSSICA – MUNDO ROMANO Localizada na Península Itálica Principais povos que ocuparam a Itália Antiga: •Italiotas – ocuparam a Itália central. Subdividiam-se em tribos: latinos, volcos, équos, úmbrios, sabinos, saminitas. •Etruscos – ocuparam a região central; depois o norte e o sul. •Gregos – ocuparam o sul da Itália na época da colonização grega. Fundaram várias colônias que ficaram conhecidas como Magna Grécia ORIGEM DE ROMA •Mitológica – lenda relatada pelo poeta Virgílio. Roma foi fundada pelo irmãos gêmeos, Rômulo e Remo. Foram lançados no rio Tibre; alimentados por uma loba. Quando adultos,
  2. 2. reconquistaram o trono de seu avô. Depois, disputaram o poder, com a vitória de Rômulo, que fundou Roma. ETAPAS HISTÓRICAS MONARQUIA •Poder nas mãos de um rei, eleito em assembléia popular. Juiz, chefe militar e religioso •Senado: formado por cidadãos idosos, responsáveis pela chefia das grandes famílias (genos). Propor novas leis e fiscalizar as ações dos reis. •Assembléia Curial – cidadãos agrupados em cúrias (conjunto de 10 genos). Seus membros eram soldados. Elegia altos funcionários, aprovava ou rejeitava leis,aclamava o rei.
  3. 3. Sociedade •Patrícios – cidadãos; grandes proprietários de terras, rebanhos e escravos. Podiam desempenhar funções públicas •Clientes – homens livres que prestavam diversos serviços aos patrícios, em troca de proteção e auxílio econômico •Plebeus – homens livres. Dedicavam-se ao comércio, ao artesanato e ao trabalho agrícola. •Escravos – prisioneiros de guerras Passagem para a República Insatisfação dos patrícios com medidas adotadas pelo rei em favor dos plebeus. Rebelaram-se contra o rei, e formaram a República.
  4. 4. REPÚBLICA •Senado – formado pelos patrícios. Fortalecido. •Cônsules – no lugar do rei. Dois cônsules. •Assembléia dos cidadãos – manobrada pelos patrícios. Conflitos entre patrícios x plebeus. Plebeus pagavam impostos, lutavam no exército etc. Mas não participavam das decisões políticas. Conquistas obtidas pela plebe (TRIBUNOS DA PLEBE): •Lei das XII Tábuas – leis escritas válidas para patrícios e plebeus. Evitavam arbitrariedades. •Lei Canuléia – permissão de casamento entre patrícios e plebeus
  5. 5. •Leis Licínias: permitiam a participação dos plebeus na partilha das terras conquistadas. •Hortênsio – decisões tomadas na Assembléia dos Cidadãos têm força de lei. PLEBISCITO. •Proibição da escravidão por dívidas •Voto censitário Expansão territorial •Abastecimento interno •Obtenção de mão-de-obra – prisioneiros de guerra Guerras Púnicas: disputa entre Roma e Cartago pelo controle comercial do Mediterrâneo (Púnicas: os romanos chamavam os cartagineses de poeni – fenícios).
  6. 6. Dominada Cartago, expandiram-se para a Península Ibérica, Gália, Macedônia, Grécia, Ásia Menor. Ricos nobres romanos tornaram-se donos de grandes latifúndios, cultivados pelos escravos Empobrecimento dos plebeus: não conseguiam competir com os produtos vindas das novas regiões conquistadas. Faliram e foram para Roma (para servir no exército). A cidade não estava preparada para receber essa quantidade de pessoas. Aumento da massa de desocupados pobres e famintos. Surgimento de uma nova classe comercial - os equestres Tentativa de fazer uma reforma agrária (distribuição de terras entre os camponeses plebeus) e diminuição do preço do trigo (Lei Frumentária). Os tribunos da plebe (Tibério e Caio Graco) foram assassinados.
  7. 7. Instaurada um ditadura: •General Mário – abriu o exército aos plebeus e criou o soldo. (salarium) •General Silas – foi obrigado a deixar o governo, devido seu estilo antipopular. REVOLTAS APÓS A DITADURA: •Sertório •Revolta dos escravos – comandada por Spartacus •Tentativa de golpe de Cantilina SOLUÇÃO PARA AS REVOLTAS: Triunviratos (3 generais no poder)
  8. 8. 1o. Triunvirato: Pompeu, Crasso e Júlio César. César realizou diversas reformas sociais para controlar a situação. 2o. Triunvirato: Marco Antônio, Otávio e Lépido. Poder dividido entre os três. Lépido: África, mas depois se retirou da política. Otávio venceu Marco Antônio, pois recebeu apoio dos romanos para derrotá-lo, pois diziam que Marco Antônio queriam formar um império no Oriente, casando-se com Cleópatra. Otávio Augusto, assim, tornou-se o primeiro Imperador Romano. IMPÉRIO Alto Império – apogeu do Império Romano; expansão militar e territorial (contida) - Pax Romana; aumento do escravismo (prisioneiros de guerra); política do pão e circo (Coliseu); surgimento do cristianismo. Imperadores: Tibério, Calígula, Cláudio e Nero./ Vespasiano e Domiciano / Nerva, Trajano, Adriano, Marco Aurélio, Antinino
  9. 9. Pio e Cômodo / Sétimo Severo, Caracala, Macrino, Heliogábalo e Severo Alexandre. Baixo Império – Diocleciano – tetrarquias Constantino – Edito de Milão – liberdade religiosa aos cristãos. Mudança da capital do Império para Constantinopla. POR QUE OS CRISTÃOS ERAM PERSEGUIDOS? Por não reconhecerem as divindades pagãs nem a autoridade divina do imperador. “Bem aventurados os pobres, porque deles será o reino de Deus”. = cativou os pagãos.
  10. 10. CRISES DO IMPÉRIO: •Elevados gastos públicos •Aumento dos impostos •Aumento dos miseráveis •Desordens sociais e políticas •Invasões bárbaras (bárbaros = não romanos) Crescimento do número de mercenários – soldados que vendem seus serviços militares a um governo estrangeiro. •Crise do escravismo •Divisão do Império Romano em IROcidente e IROriente: dividir para fortalecer cada uma das partes do Império contra os bárbaros •Queda de Roma – 476 d.C Rômulo Augusto foi deposto por Odoacro, rei dos Hérulos. Império Romano – 80 milhões de habitantes.
  11. 11. Resumindo... O que levou à crise o Império ROMANO? •Crise do escravismo (diminuição do número de escravos) •Inflação (queda da produtividade associada ao aumento dos impostos) •Êxodo urbano (plebeus migram da cidade para o campo, à procura de trabalho e sobrevivência) •Colonato (os plebeus que migraram passam a trabalhar nas terras do grandes proprietários de terras (os latifundiários patrícios). Depois, invasão dos bárbaros.
  12. 12. CULTURA Direito romano (Dura lex, sed lex; data venia), arquitetura (termas, aquedutos), língua latina e catolicismo (Cristo nasceu durante o reinado do imperador Augusto; os cristãos foram perseguidos do governo de Nero ao de Diocleciano. Cristãos eram lançados nas jaulas com os leões) Em 313 d.C, o imperador Constantino, que se convertera ao cristianismo, concedeu liberdade religiosa, através do Edito de Milão. Em 391 d.C, o cristianismo tornou-se a religião oficial de Roma, e foi organizada a Igreja Católica.
  13. 13. Zeus – Júpiter Hera – Juno Atena – Minerva Afrodite – Vênus Ártemis – Diana Dionísio - Baco Poetas: Virgílio, Horácio, Ovídio. Historiador: Tito Lívio. FORMAÇÃO DO FEUDALISMO EUROPEU
  14. 14. IMPÉRIO ROMANO
  15. 15. O Coliseu

×