SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO
       ESTADO DE SÃO PAULO
             SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

  PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES
            DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

                             MATEMÁTICA / REVEZAMENTO
PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
mariasilviazampieri@yahoo.com.br


PORTFÓLIO 2= REVEZAMENTO= MATEMÁTICA=2012/2013=

4º Encontro:        07/02/13
Local :             Espaço do Saber
Professora Tutora : MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI

        Voltamos!No dia 07 de fevereiro, nas dependências do Espaço do Saber, em
Vinhedo ,reiniciamos as atividades de Matemática na etapa do revezamento do
PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO.
        São duas turmas de professores cursistas,uma no período da manhã e outra à noite.
        Os professores cursistas trabalham no Ensino Fundamental I e ,ou, na Educação
Infantil da Rede Municipal de Ensino de Vinhedo.
        Algumas professoras precisaram mudar de horário de trabalho devido à atribuição
das aulas para o ano de 2013, por isso alteraram também o seu horário de frequência nos
encontros do Pró-letramento Matemática.
        Também tivemos algumas inscrições novas, que foram feiras com a devida
autorização da Sra Sarah,reitoria da UNICAMP, com solicitação feita através de e-mail
enviado em 29 de janeiro de 2013 e respondido em 30 de janeiro de 2013.
        Iniciamos as reuniões falando sobre os objetivos do Programa Pró-letramento,suas
metodologias e material didático de apoio ; atualizamos o nosso calendário de aulas (vide
anexo II) uma vez que não nos foi possível realizar os quatro encontros programados para
2012,realizamos apenas três e fizemos uma redistribuição dos encontros para 2013.
        Mencionamosos roteiros do primeiro ao quarto encontro nesse relatório,nos anexos
III a VII, respectivamente. Nesses encontros abordamos os assuntos do fascículo
I:NÚMEROS NATURAIS                 e do fascículo 2:OPERAÇÕES COM NÚMEROS
NATURAIS. Pretendemos encerrar os estudos do fascículo 2 no 6º encontro, na quinta-
feira da semana em curso.
        Em todos os nossos encontros, procuramos seguir uma rotina de forma a
otimizarmos o nosso tempo, vista a abrangência dos tópicos em pauta para estudo.
        Salvo exceções, iniciamos os encontros dando as boas vindas aos cursistas,
recebendo e comentando as tarefas dos encontros anteriores.
        Em seguida, ouvimos a leitura do relato do encontro anterior feita por um cursista
no “Caderno de bordo” do grupo. Para exemplificar, no anexo VIII segue um desses
relatos feiro pela cursista Carla Aparecida Massae Uekawa Ito.
        Os presentes, ouvindo o relato, tecem seus comentários e observações sobre os
assuntos ali tratados, pois, normalmente, esses relatos constam de um resumo dos assuntos
abordados no encontro, atividades relacionadas e mencionadas pelos participantes e uma
breve avalição do evento.
        Prosseguimos divulgando a pauta do dia que se inicia com uma mensagem de apoio
e incentivo a todos.


                                                                                        1
Aqui inicia-se o estudo do material do Programa Pró-letramento .Fascículo a
fascículo, página por página, atividade por atividade.
        Procuramos variar as dinâmicas e metodologias empregadas nessas abordagens,
trazendo materiais didáticos diversos, leituras complementares, depoimentos pessoais,
vídeos,artesanato, músicas, poesias, até; e muitos depoimentos sobre as experiências
profissionais de cada um dos cursistas e da tutora. A partilha tem sido enriquecedora uma
vez que o grupo de professores é bem dinâmico ali estão presentes professores dos vários
segmentos da Educação Infantil e do Ensino fundamental I (do 1º ao 5º ano) bem como
coordenadores Pedagógicos do EF I.
        A seguir , ilustraremos, com fotos, alguns desses momentos da nossa capacitação.




       Professoras cursistas realizam leitura do relato do encontro anterior feito no
                                   “Caderno de bordo”.




                        Momentos de leitura compartilhada.




                                                                                        2
Nossa sala de aula, no Espaço do Saber, com material didático pedagógico diversificado.
.




Momentos de atividades individuais realizadas pelas cursistas.




Os registros e as trocas de experiências entre os cursistas.




                                                                                          3
Os vídeos como recursos didático pedagógicos .




 As parcerias.....




Os ouvidos atentos...




Os trabalhos em grupos e as trocas de experiências...
                                                        4
As pesquisas....




A apresentação dos resultados....




A felicidades com os resultados dos próprios trabalhos...

                                                            5
Os jogos




Os pequenos grupos de estudos e os grupos maiores...




Os registros e a leitura dos registros.


Pudemos, assim, ilustrar alguns momentos de nossos encontros.
Passemos, agora, aos anexos.




                                                                6
ANEXO I


Cópia de e-mails com solicitação e autorização para o ingresso de novos cursistas em
2013.
1º) SOLICITAÇÃO:
VINHEDO_PRÓ-LET MAT_NOVOS CURSISTAS Ter, 29 Jan 2013 às 18:08
Exibir detalhes
De:Maria Silvia Zampieri

Para : proletramento reitoria unicamp/smcarvalho.abreu@gmail.com/coordenação
SARAH
Boa tarde!
Peço o seu parecer sobre a seguinte situação:
Podemos matricular, na etapa do revezamento, novos cursistas nas turmas que
iniciaram em novembro/2012?
Foram realizados , em 2012, apenas 3 ( três) encontros dos 21 ( vinte e um) programados
,portanto não haverá problemas quanto à frequência, além disso, faremos encontros de
reposição do conteúdo já visto em novembro/2012.
São professores que tiveram o seu horário de trabalho modificado ou ingressantes na Rede
Municipal de Ensino de Vinhedo que estão interessados em cursar a etapa do revezamento
do Programa Pró-letramento de Matemática.
Aguardamos o parecer técnico sobre o assunto o mais breve possível visto que , no
nosso calendário escolar,o ano letivo iniciará no dia 1º/02/13 e gostaríamos de ter uma
resposta para os professores interessados até essa data.
Um abraço e boa semana!
MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
Tutora de Matemática
Vinhedo
_________________________________________________________________________
2º) AUTORIZAÇÃO
2013 às 10:02       30 de Jan
Mensagem marcada como favorita
DE Proletramento PARA Você

RES: VINHEDO_PRÓ-LET MAT_NOVOS CURSISTAS

Exibir detalhes
De :Proletramento
Para: Maria Silvia Zampieri
Bom dia Maria,
Sim, podem haver novos cursistas, desde que a frequência se mantenha.

Att,

Sarah




                                                                                       7
ANEXO II
                     CALENDÁRIO




O calendário dos encontros de Matemática PARA O PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO
2012 foi o seguinte:



MÊS/ANO                           DIA (QUINTA-FEIRA)
NOVEMBRO/2012                     29
DEZEMBRO/2012                     06,13 (NOITE),20 (MANHÃ)




O calendário dos encontros de Matemática PARA O PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO
previstos para 2013 é o seguinte:



MÊS/ANO                           DIA (QUINTA-FEIRA)
NOVEMBRO/2012                     29
DEZEMBRO/2012                     06,13 (NOITE),20 (MANHÃ)
FEVEREIRO/2013                    07,14,21,28
MARÇO/ 2013                       07,14,28
ABRIL/2013                        04,11,18,25
MAIO/2013                         02,09,16,23
JUNHO/2013                        06,13, 20




ANEXO III

                                                                      8
PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO
                               ESTADO DE SÃO PAULO
                             SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

 PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS
                  ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
                                      MATEMÁTICA
                PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
                             mariasilviazampieri@yahoo.com.br
 _____________________________________________________________________________________
   1º Encontro     29/11/12




                                   http://www.boaaula.com.br/iolanda/tese/ensinar.htm
ROTEIRO DE TRABALHO
1ª Parte

- Apresentação do(a) tutor(a).
- Apresentação dos professores cursistas.
- Apresentação do Programa Pró-Letramento:
- Guia do curso (livro do cursista)
- Sumário do livro do cursista (página 5)- Explicações sobre o Programa Pró-Letramento
(páginas 7 a 15):                                 - O que é Pró-Letramento?O que se
pretende?Por que formação continuada?                               - O Pró-Letramento em
Matemática:O material didático- A dinâmica dos fascículos-Registrando seus estudos- A
carga horária do curso
- Destaque sobre a importância da leitura antecipada dos conteúdos dos fascículos.
- A importância dos registros durante os encontros para compor os relatórios e os
portfólios.- O preenchimento de uma ficha individual do cursista.

2ª Parte
- Leitura e comentários do texto “ Uma definição de felicidade”(páginas 16 e 17).-
Fascículo 1 – Números Naturais- Apresentação do fascículo1 e da dinâmica dos trabalhos
envolvendo cada fascículo do Programa Pró-Letramento (página 12 do guia).- Escolha de
um(a) redator(a) por encontro para o “caderno de bordo”.Obs: Com o apoio de todos,
este(a) professor (a) ficará encarregado(a) de fazer anotações que contribuirão para a
construção da memória do encontro.                                              - Instruções
para o(a) redator(a).- Avaliação crítica do encontro.- Auto - avaliação feita pelo grupo de
trabalho.




3ª Parte
    FASCÍCULO 1

                                                                                          9
- Pensando juntos (página 7):- escolher um (a) relator (a).- sugestões : que os
professores troquem experiências envolvendo:                             - - as tarefas
individuais do fascículo.
- - os aspectos relacionados com suas aulas e com o uso das ideias do módulo.- -
os aspectos da formação continuada: dúvidas metodológicas, operacionais ou
conceituais.       - trabalhando em grupo:- texto para leitura (página 8).- o olhar dos
alunos (página 9).- ajudando seu aluno a conceituar números naturais (páginas 10 e
11).

_______________________________________________________________




ANEXO DO ROTEIRO DE TRABALHO DO 1º ENCONTRO




                                                                                    10
http://nossasalanossaula.blogspot.com.br/p/jogos-pedagogicos.html




ANEXO IV

                                                                    11
PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO
                                  ESTADO DE SÃO PAULO
                                SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

 PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS
                  ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
                                     MATEMÁTICA
                PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
                            mariasilviazampieri@yahoo.com.br
 _____________________________________________________________________________________
2º Encontro 06/12/12




ROTEIRO DE TRABALHO
                                                                8ª edição do evento IlustraBrasil!,
Agência de Notícia de Direitos Animais – ANDA
1ª Parte
        Boas vindas
        Leitura do relato do encontro anterior feito no “caderno de bordo”
        Destaque para a importância da leitura antecipada dos conteúdos dos fascículos
        A importância dos registros durante o encontros para compor os relatórios e os portfólios
        O preenchimento de uma ficha individual do professor cursista.
2ª Parte
        Fascículo 1:
        1ª etapa :PENSANDO JUNTOS (página 7/vista no 1º encontro)

        2ª etapa: TRABALHANDO EM GRUPO – atividades das páginas 8 a 11
        1.Texto para leitura – Os números e sua representação
        2. O olhar dos alunos
        3.Ajudando seu aluno a conceituar números naturais
        Tarefas 2 a 6; correção e comentários;

        3ª etapa: ROTEIRO DO TRABALHO INDIVIDUAL (Páginas 12 a 26)
        Anotar as preparações para o próximo encontro.

       4ª etapa : NOSSAS CONCLUSÕES (Página 11)
    Incentivo aos registros das discussões ocorridas durante cada atividade, sintetizando pontos de
   destaque tais como:
       - os desafios
       - as dificuldades            - as propostas de inovações
       - as boas ideias             - ...entre outras
       - as sugestões
   Realização de uma avaliação crítica do encontro.



                                                                                                      12
3ª Parte
       Em relação à 3ª etapa do Fascículo 1:ROTEIRO DO TRABALHO INDIVIDUAL
       Parte1: O sistema de numeração decimal
       1.1.O sistema de numeração decimal e a importância do zero ( páginas 12 a 14) TI
       1
       1.2.Atividades para compreensão do sistema de numeração (páginas 14 e 15) TI 2
       1.3.A ordenação de números naturais (página 16) TI 3
       1.4. A reta numérica (página 17) TI 4
       1.5. As centenas (páginas 17e 18) TI 5
       1.6.Outros recursos .....(páginas 18 e 19) TI 6;TI 7;TI 8.

       Parte 2: Preparando para a adição e a subtração
       2.1.Os conceitos de adição e subtração (página 20) TI 9
       2.2.Ações associadas às operações de adição e subtração (páginas 20 a 23)TI 10 a
       TI 15
       2.3.Os fatos básicos e seu aprendizado (páginas 24 a 26) TI 16 e TI 17.

Recursos:
      Vídeo :Sistema de numeração- coleção 1 (1ª série)/ www.novaescola.org.br
      Vídeo :Sistema de numeração- coleção 2 (1ª série)/www.novaescola.org.br
      Vídeo : Analisando regularidades do quadro numérico / Nova Escola on line
      Vídeo: Jogo Detetive de números / Nova Escola on line
      Material dourado
      Ábaco de papel




ANEXO V




                                                                                      13
PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO
          ESTADO DE SÃO PAULO
               SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

     PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES
                     DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
                                MATEMÁTICA
   PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
   mariasilviazampieri@yahoo.com.br
__________________________________________________________________________________________
                 3º Encontro     (NOITE:13/12/2012 E MANHÃ :20/12/2012)

                                                       ‘A alegria não chega apenas no encontro do achado,
                                        mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode
                                        dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria”.

  Paulo Freire

  ROTEIRO DE TRABALHO

  I. Leitura do relato do encontro anterior pela professora designada pelas professoras cursistas.
               Comentários e complementações das professoras cursistas.
  II. FASCÍCULO 1
  Parte 1 da 3ª etapa :recebimento das TIs de 1 a 8 (páginas 14 a 19).
       Parte 2 da 3ª etapa :PREPARANDO PARA A ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO
               SEÇÃO 1 – Os conceitos de adição e subtração - leitura página 20
                                                            - TI 9 página 20
               Vídeo : Um amor de confusão2 (you tube)
               Elencar atividades relativas ao vídeo
               SEÇÃO 2 - AÇÕES ASSOCIADAS ÀS OPERAÇÕES ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO
               Páginas 20 a 23-leitura e resolução das TIs 10 a 15.

  ADIÇÃO : JUNTAR     TI 10
       ACRESCENTAR TI 11

  SUBTRAÇÃO : RETIRAR              TI 12
       COMPARAR TI 13
       COMPLETAR TI 14
                                        TI 15
          SEÇÃO 3 –OS FATOS BÁSICOS E SEU APRENDIZADO
               Páginas 24 e 25 – leitura e resolução das TIs 16 e17.

  III. NÃO ESQUECER:Para o encontro de 07/02/2013 preparar:
       “Nossas conclusões” sobre o fascículo 1 que, nessa vez, serão feitas
         individualmente.
         - Destacar o registro das discussões ocorridas em cada atividade sintetizando os
         pontos que pautaram :
                 - os desafios
                 - as dificuldades
                 - as boas ideias
                 - as sugestões
                 - as propostas de inovações , entre outros.
     - Realizar uma avaliação crítica do encontro.

                                                                                                      14
 A leitura do fascículo 2 , incluindo a apresentação da página 6.
     A entrega das tarefas 1 a 4 do fascículo 2, páginas 7 a 8, por escrito.




IV: DICAS DE LEITURA:
1.KAMII, Constance. A criança e o número .Editora Papirus.Campinas.SP.1990.
2.RANGEL, Dulce S. Um amor de confusão. Coleção Girassol. Editora Moderna .São
Paulo.SP.2008.

Para leitura do livro 1, acesse:

http://books.google.com.br/books

Sinopse do livro 2
 Dona Galinha bota um ovo e, asseando, encontra mais dois ovos. Os três ovos, diferentes,
 vão para o mesmo ninho. E, cada vez que sai a passeio, Dona Galinha encontra outros ovos,
 que aos primeiros vão se juntar. No dia em que os ovos se abrem, é uma surpresa: nasce
 ganso, pato, tartaruga, jacaré, que confusão. Muito adequado para o leitor iniciante, pelas
 palavras e estruturas frasais que se repetem quase como num jogo de encadear, o livro traz
 uma historieta simples, mas que encerra uma surpresa e gera possibilidades de
 investigações sobre diversos temas, desde a questão matemática até pesquisas sobre
 animais e reflexões sobre o meio ambiente.

A autora do livro 2
Dulce Rangel é paulistana e mora em Avaré, em São Paulo. É publicitária, designer. Escreveu,
dirigiu e
apresentou inúmeras peças de teatro. Atualmente trabalha com a ONG Viva e Deixe Viver.
http://literatura.moderna.com.br/catalogo/sinopse/85-16-04088-7.pdf


_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
________________________________________________________________________




ANEXO VI


               PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO


                                                                                               15
ESTADO DE SÃO PAULO
                SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

   PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES
   DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
                                MATEMÁTICA
   PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
   mariasilviazampieri@yahoo.com.br
___________________________________________________________________________________________
                                           ___
                                 4º Encontro (07/02/2013)
                                    ROTEIRO DE TRABALHO




                                   Renata Fagundes

   1ª PARTE: Leitura do relato do encontro anterior pela professora designada pelos professores
              cursistas.
   Comentários e complementações dos professores cursistas.
   2ª PARTE : Mensagem ao professor cursista.

   3ª PARTE : Apresentação do fascículo 2: Operações com Números Naturais (página 6).
        1ª etapa: Pensando Juntos (página 7)
         T 1 página 7 : avaliação conjunta do trabalho desenvolvido nos encontros anteriores
         (fascículo 1).
        2ª etapa : 1.Texto para leitura : algoritmos
                     2.O algoritmo da adição
                                              T 2 ( página 8)
                                              T 3 ( página 9)
                                              T 4 ( página 9)
                    3.O algoritmo da subtração
         Seção 1: Introduzindo o algoritmo da Subtração (página 10)
                                             TI 1 (página 10)
                                             Leitura página 10.
         Seção 2: o algoritmo da subtração e a ação de retirar: Retiramos algo daquilo que temos!
         (página 11 a 13)
         O Q.V.L. e o uso de material concreto. Exemplos 1 e 2.
                                             TI 2 e TI 3 (página 13 )
   4ª PARTE :PESQUISA:
         Como as ações de comparar e completar podem auxiliar o desenvolvimento de estratégias
         de cálculo para efetuar uma subtração ? (página 13 ).

   5ª PARTE: Sugestão de leitura



                                                                                                  16
FROMENTAL,Lean – Luc ; Joële Jolivet. 365 Pinguins. Editora Companhiadas Letrinhas. São
           Paulo.2012.
_________________________________________________________________________


ANEXO VII


                       PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO
                             ESTADO DE SÃO PAULO
                           SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA                                      DE
PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
                             MATEMÁTICA
         PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
                    mariasilviazampieri@yahoo.com.br
 ______________________________________________________________________
            5ºENCONTRO           14/02/2013
                     ROTEIRO DE TRABALHO




I)1ª PARTE: Leitura do relato do encontro anterior pela professora designada
pelos professores cursistas.
  Comentários e complementações dos professores cursistas.
II)2ª PARTE: Revendo e completando o encontro anterior

   Um algoritmo : uma sequência de ações.
   Uma necessidade: a compreensão das relações entre os passos concretos da
                  operação matemática e o registro formal do algoritmo.

  Uma atividade com adição e subtração: Jogo SE.....ENTÃO

III) 3ª PARTE: Fascículo 2 / Parte 2: A Multiplicação e a Divisão
     Seção 1.As operações Multiplicação e Divisão
     Leitura página 14 e resolução da TI 4
     Seção 2. Ações associadas às operações Multiplicação e Divisão (páginas 14
              e 15).


                                                                                          17
Enfoques para a Multiplicação:
          A adição de parcelas iguais
          O raciocínio combinatório
          A proporcionalidade
TI 5 (página 15)

   Enfoques para a divisão :
           Divisão repartição
           Divisão comparação de medida
TI 6 ( página 16)

Seção 3 :Sugestões de atividades
              A bota de muitas léguas ( leitura páginas 16 a 18).
TI 7 a TI 10 (páginas 16 a 18)
 OBS: Na impossibilidade de aplicar as tarefas diretamente aos seus alunos,
    elabore o material (cartões ,reta numérica, etc...) para o jogo de muitas léguas
    em suas diversas fases.

 Seção 4: O algoritmo da multiplicação (páginas 19 e 20).
 TI s 10 e 11 (páginas 19 e 20).
 Seção 5 : O algoritmo da divisão por subtrações sucessivas ( páginas 21 a 23).
 TI 12 (página 23).
       Outros algoritmos usados para a divisão: apresentação, comentários e
  trocas de experiências entre os professores cursistas.

 IV) 4ª PARTE
 a) VÍDEOS RECOMENDADOS
      Série Matemática é D+
      - Divisão 2ª série
      - Divisão 3ª série
      - Somar ou multiplicar?
      Revista Novaescola on line : Aprendizagens no campo aditivo
      O sanduíche da Maricota.Avelino Guedes.Pró-letramento UEPG.
      YOUTUBE http://www.youtube.com/watch?v=zBWpBGm3zgo

b)ENCARTE ESPECIAL: Atividades no campo multiplicativo (Anexo I)
http://revistaescola.abril.com.br/matematica/especial/campo-multiplicativo/
atividades.pdf

c)LEITURA RECOMENDADA:
      Livro: GUEDES,Avelino.O sanduíche da Maricota.Editora
      Moderna.SãoPaulo.2012.
      Vídeo : http://www.youtube.com/watch?v=zBWpBGm3zgo

d)ESTUDOS RECOMENDADOS

      PROGRAMA LER E ESCREVER.Guias de planejamento e
      orientaçõesdidáticas para o professor2ª,3ª e 4ª séries. Sec de
      Educação do Estado de São Paulo.FDE.São Paulo.2012.

                                                                                 18
2ª série/3º ano, vol I páginas 182 a 200, vol II páginas 233 a 290.
       3ª série/4º ano páginas 280 a 286 e pagina 298 a 322.
       4ª série/5º ano páginas 266 a 290.

   _______________________________________________________________




ANEXO VIII



                        PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO
                              ESTADO DE SÃO PAULO
                            SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

      PRÓ-LETRAMENTO: PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE
    PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
                           MATEMÁTICA
           PROFESSORA TUTORA: MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI
REGISTRO DO 2º ENCONTRO DO CURSO DE PRÓ-LETRAMENTO EM
MATEMÁTICA (06/12/2012)


         Neste mês de dezembro de 2012, mais precisamente no último dia 5, perdemos alguém
que era um referencial tanto para nós brasileiros como para o mundo: Oscar Niemayer, que há
104 anos nos brindava com sua existência.

         Grande arquiteto mundialmente reconhecido, levou a arquitetura brasileira para fora dos
nossos portões. Nasceu em 15 de dezembro de 1907, no Rio de Janeiro. Em 1928, casou-se com
Annita Baldo, com quem teve uma filha, Ana Maria e em 2006 com Vera Lúcia Cabreira.

         Gostava de desenhar e este dom lhe levou à arquitetura. Em 1929, ingressou na Escola
Nacional de Belas Artes, iniciando sua carreira em 1932, ou seja, quando ainda nem havíamos
nascido, ele já se aventurava no mundo das formas e da criatividade.

          Em 1988, recebeu o mais importante prêmio da arquitetura mundial, o Pritzker.

         E é com uma frase dele que começo o registro do nosso 2º encontro do curso de Pró-
letramento em Matemática:

         "Minha preocupação sempre é fazer uma coisa diferente, que provoque surpresa".

         Penso que todos nós que estamos aqui hoje fazendo cada um o seu esforço e sacrifício
para isso, ou porque deixamos filhos em casa, ou porque trabalhamos o dia todo e estamos
cansados, ou porque moramos em outra cidade e teremos uma viagem pela frente, buscamos

                                                                                             19
aprimorar nossos conhecimentos a fim de, como disse Niemayer, fazer o diferente para os
nossos alunos, causar a surpresa, esperançosos de chamar a atenção deles para provocar a
curiosidade e a desestabilização de suas idéias a respeito do mundo e dos conhecimentos que
outras gerações nos deixaram (função da escola).

            Por isso, na última quinta-feira estudamos bastante. Foi uma aula muito interessante e
que provocou vários debates e sugestões de trabalho.

            Iniciamos os trabalhos com a leitura do registro no Diário de Bordo feito pela amiga Carla
de Abreu. Seu relatório recebeu muitos elogios da nossa tutora Maria Silvia. Ela comentou que o
relato foi além de suas funções, trouxe sugestões e avaliação do que acontece na escola na qual
Carla é coordenadora.

            Ai! Minha nossa! Onde eu estava com a cabeça quando me ofereci para fazer o próximo
registro?

            Ah! Já sei! Na correria do Ano Que Vem!

            E por isso,acho que esta tirinha do facebook cai como uma luva para nós.




            Partimos, então, para a discussão das tarefas “de casa”. Lemos o texto “Os números e
sua representação” (página 8 do Fascículo 1) e comentamos sobre os pontos mais importantes.

                                                                                                   20
A tutora Maria Silvia nos disse que não se usa mais a palavra “conjunto” e sim
“agrupamentos”. Também falou do modismo, de tempos atrás, da “teoria dos conjuntos” e nos
contou como na época em que era moda, foi imposto aos professores de Matemática o trabalho
com ela sem a devida formação.

         No entanto, concordo com o comentário da Professora Kamila, quando disse que era
importante este trabalho com os alunos, que fazíamos atividades relacionando os elementos,
especificando se pertenciam ou não ao conjunto, união ou intersecção entre eles.

         Sobre o conceito de número, a professora Rosana explicou que no 1º ano os alunos
ainda não admitem resultados iguais para contas diferentes. Se você der uma conta como 5+2,
por exemplo e logo em seguida 6+1, eles ficarão intrigados e dirão que não pode haver o mesmo
resultado para duas contas.

         Sua intervenção é explicar aos alunos que o 7 está agrupado de maneiras diferentes e
mostra a eles com material concreto como isso é possível.

         Ainda discutindo sobre o texto, a professora Daniele comentou que para as crianças do
2º ano é difícil entender o sistema de numeração e que o material dourado dá a falsa impressão
de que eles compreenderam o valor posicional e sugere o trabalho com o ábaco como intervenção
e estímulo a essa compreensão.

         Outra sugestão de atividade que estimule a reflexão sobre o Sistema de numeração
decimal, oferecido pela professora Maria Silvia, é dar a um grupo ou dupla produtiva de alunos
três fichas com números e pedir para formarem o maior número possível com elas.

         Desta forma fomos fazendo as leituras das tarefas e conversando sobre as hipóteses
formuladas para respondê-las.

         Aprendemos muito nestas atividades, como a expressão “correspondência biunívoca”,
antiga “termo a termo”, o princípio da igualdade e desigualdade e que, para que este possa ser
desenvolvido é necessário que o conceito de inclusão de números já esteja consolidado.

         Que devemos sempre observar “o que a criança sabe dentro do que ela não sabe”.
Que em relação aos números, a nossa fala é aditiva e a escrita é posicional, e que isso não
está claro para as crianças.

         É aconselhável não usar ábaco ou material dourado colorido, pois não se deve atribuir a
eles mais que uma característica e que é necessário fazer a equivalência entre material dourado e
ábaco.




                                                                                              21
No texto “ajudando o aluno a conceituar números naturais” (página 10 do fascículo 1) o
livro recomenda que façamos com que os alunos extrapolem os limites da contagem, se contam
até 10, devemos introduzir contagens até 15 ou 20, por exemplo.

         Neste aspecto a Professora Rosana exemplificou uma das estratégias que usa com a
sua turma. Diz a eles que dará um apontador, por exemplo, para quem for o número 50. Então os
alunos começam a contagem, um por vez vai falando o número até chegarem a 50. Ela contou
que eles ficam muito curiosos para saber quem será o 50.

         Outra atividade aplicada por ela é baseada no calendário, em contagem e em valor
posicional. Ela utiliza um cartaz caprichosamente montado e organizado de forma a se trabalhar
não apenas os dias do mês, mas a posição ocupada pelos números, as unidades e dezenas, e a
adição que compõem os números com duas casas decimais.




                                                                                            22
Após as explicações ficamos impressionadas! Foi possível perceber o trabalho e a
dedicação de nossa colega e principalmente a sua preocupação em oferecer aos seus alunos o
estímulo necessário para que se apropriem dos conhecimentos construídos por gerações
passadas e largamente utilizados pela sociedade contemporânea.

          Parabéns, Professora Rosana!

          Então, fomos além do que traz o livro texto, falamos de intervenção, materiais que
podem ser usados para facilitar a compreensão e o trabalho em sala de aula.

          Depois de tanta teoria e discussão didática nossa aula foi suavizada com uma
estimulante estimativa, todos queriam acertar, claro!

          A tutora sabiamente nos mostrou quão rica pode ser esta atividade nos apontando
formas para se revelar o resultado.

          Finalizando a aula assistimos a três vídeos muito interessantes sobre coleções e Jogo do
Detetive e fizemos uma atividade de contagem, o que nos permitiu vivenciar formas diferentes de
contar.

          Considero que esta aula foi muito proveitosa e com certeza aumentou ainda mais as
expectativas de todo o grupo. Acho que nosso sacrifício com certeza valerá a pena e este curso
fará diferença em nossa prática profissional. Sem falar no fato de que nossa tutora enriquece
muito as aulas contando suas experiências e vivências, trazendo atividades de avaliações oficiais
as quais tem acesso para discussão e resolução.


                                                                                               23
Termino este registro desejando a todos um ótimo curso e deixando uma frase para
reflexão que foi a epígrafe de meu Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia.

         “A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original.”

                                                                                    Albert Einstein




         Fonte das citações (consultados em 08/12/2012):

         http://pensador.uol.com.br/frases_de_albert_einstein/

         http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2012/12/veja-frases-marcantes-de-oscar-niemeyer.html

REGISTRO FEITO POR :
Carla Aparecida Massae Uekawa Ito – E. M. C. I. C. Eduardo Von Zuben.




                                                                                                24

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

9ano l portuguesa - professor 1bim2015
9ano   l portuguesa - professor 1bim20159ano   l portuguesa - professor 1bim2015
9ano l portuguesa - professor 1bim2015marilene lúcia rosa
 
O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...
O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...
O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...LOCIMAR MASSALAI
 
Portifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesPortifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesBete Feliciano
 
4bim 9ano lingua-portuguesa_professor
4bim  9ano lingua-portuguesa_professor4bim  9ano lingua-portuguesa_professor
4bim 9ano lingua-portuguesa_professormarilene lúcia rosa
 
Ata do 1° período 1 b
Ata do 1° período 1 bAta do 1° período 1 b
Ata do 1° período 1 bMaiara Gomes
 
36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professorEduardo Lopes
 
1º formação avalia reme 2015 definitiva
 1º formação avalia reme 2015   definitiva 1º formação avalia reme 2015   definitiva
1º formação avalia reme 2015 definitivaLuciano de Brito
 
Guia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º ano
Guia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º anoGuia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º ano
Guia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º anoorientacoesdidaticas
 
Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2
Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2
Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2Lúcia da Silveira
 
Pauta de formação
Pauta de formaçãoPauta de formação
Pauta de formaçãoaplima71
 
Guia planejamento orient_did_quarta_volume_unico
Guia planejamento orient_did_quarta_volume_unicoGuia planejamento orient_did_quarta_volume_unico
Guia planejamento orient_did_quarta_volume_unicomatematicajundiai
 
Guia de planejamento e orientações didáticas 2º ano vol 1
Guia de planejamento e orientações didáticas  2º ano vol 1Guia de planejamento e orientações didáticas  2º ano vol 1
Guia de planejamento e orientações didáticas 2º ano vol 1orientacoesdidaticas
 
jornal_a_ pagina_outubro_2011
jornal_a_ pagina_outubro_2011jornal_a_ pagina_outubro_2011
jornal_a_ pagina_outubro_2011eb23bocage
 
Livro de textos aluno ler e escrever
Livro de textos aluno ler e escreverLivro de textos aluno ler e escrever
Livro de textos aluno ler e escreverFabiana Esteves
 

Mais procurados (19)

9ano l portuguesa - professor 1bim2015
9ano   l portuguesa - professor 1bim20159ano   l portuguesa - professor 1bim2015
9ano l portuguesa - professor 1bim2015
 
O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...
O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...
O LIE da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Juscelino Kubistchek d...
 
Portifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesPortifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - Orientações
 
4bim 9ano lingua-portuguesa_professor
4bim  9ano lingua-portuguesa_professor4bim  9ano lingua-portuguesa_professor
4bim 9ano lingua-portuguesa_professor
 
Ata do 1° período 1 b
Ata do 1° período 1 bAta do 1° período 1 b
Ata do 1° período 1 b
 
36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor
 
Bloco1 planejamento
Bloco1 planejamentoBloco1 planejamento
Bloco1 planejamento
 
Monografia Emilio Matemática 2012
Monografia Emilio Matemática 2012Monografia Emilio Matemática 2012
Monografia Emilio Matemática 2012
 
Abertura pnaic 2016 sao roque
Abertura pnaic 2016 sao roqueAbertura pnaic 2016 sao roque
Abertura pnaic 2016 sao roque
 
1º formação avalia reme 2015 definitiva
 1º formação avalia reme 2015   definitiva 1º formação avalia reme 2015   definitiva
1º formação avalia reme 2015 definitiva
 
Plano de ação
Plano de açãoPlano de ação
Plano de ação
 
Guia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º ano
Guia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º anoGuia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º ano
Guia de Planejamento e Orientações Didáticas 1º ano
 
Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2
Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2
Relatorio de estagio obrigatorio lucia da silveira 2008 2
 
Pauta de formação
Pauta de formaçãoPauta de formação
Pauta de formação
 
Coletânea de atividades 2° ano
Coletânea de atividades 2° anoColetânea de atividades 2° ano
Coletânea de atividades 2° ano
 
Guia planejamento orient_did_quarta_volume_unico
Guia planejamento orient_did_quarta_volume_unicoGuia planejamento orient_did_quarta_volume_unico
Guia planejamento orient_did_quarta_volume_unico
 
Guia de planejamento e orientações didáticas 2º ano vol 1
Guia de planejamento e orientações didáticas  2º ano vol 1Guia de planejamento e orientações didáticas  2º ano vol 1
Guia de planejamento e orientações didáticas 2º ano vol 1
 
jornal_a_ pagina_outubro_2011
jornal_a_ pagina_outubro_2011jornal_a_ pagina_outubro_2011
jornal_a_ pagina_outubro_2011
 
Livro de textos aluno ler e escrever
Livro de textos aluno ler e escreverLivro de textos aluno ler e escrever
Livro de textos aluno ler e escrever
 

Destaque

Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª IvanoskaRevolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoskaelaineoliver12
 
50 ideias para começar o ano
50 ideias para começar o ano50 ideias para começar o ano
50 ideias para começar o anoeliasdemoch
 
Pesquisa portifólio em texto
Pesquisa portifólio em textoPesquisa portifólio em texto
Pesquisa portifólio em textowil
 
Texto portfolio digital
Texto portfolio digitalTexto portfolio digital
Texto portfolio digitaleliasdemoch
 
Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EF
 Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EF Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EF
Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EFDenise Gomes
 
Monografia Evarista Matemática 2012
Monografia Evarista Matemática 2012Monografia Evarista Matemática 2012
Monografia Evarista Matemática 2012Biblioteca Campus VII
 
Operacoes-fundamentais-matematicas
Operacoes-fundamentais-matematicasOperacoes-fundamentais-matematicas
Operacoes-fundamentais-matematicasElisa Maria Gomide
 
A importância da alimentação na atividade física.
A importância da alimentação na atividade física.A importância da alimentação na atividade física.
A importância da alimentação na atividade física.Selma Brunetti Silva
 
5 projeto alimentação saudável
5 projeto alimentação saudável5 projeto alimentação saudável
5 projeto alimentação saudáveljuniorfuleragem
 
UNIP - Manual de normalizacao_abnt
UNIP - Manual de normalizacao_abntUNIP - Manual de normalizacao_abnt
UNIP - Manual de normalizacao_abntRogerio Sena
 
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável   profª engracia.pptx abcSlides alimentação saudável   profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abcengraciam
 
Operações básicas da matemática
Operações básicas da matemáticaOperações básicas da matemática
Operações básicas da matemáticaEdiclei Oliveira
 
Modelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninterModelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninterRogerio Sena
 
Operações com Números Naturais
Operações com Números NaturaisOperações com Números Naturais
Operações com Números Naturaisrubensdiasjr07
 
Modelo portfólio unopar
Modelo portfólio unoparModelo portfólio unopar
Modelo portfólio unoparRogerio Sena
 

Destaque (17)

Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª IvanoskaRevolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
 
50 ideias para começar o ano
50 ideias para começar o ano50 ideias para começar o ano
50 ideias para começar o ano
 
Pesquisa portifólio em texto
Pesquisa portifólio em textoPesquisa portifólio em texto
Pesquisa portifólio em texto
 
Texto portfolio digital
Texto portfolio digitalTexto portfolio digital
Texto portfolio digital
 
Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EF
 Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EF Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EF
Algoritmo da divisão - uma abordagem conceitual nos anos iniciais do EF
 
Monografia Evarista Matemática 2012
Monografia Evarista Matemática 2012Monografia Evarista Matemática 2012
Monografia Evarista Matemática 2012
 
Monografia Odimar Matemática 2010
Monografia Odimar Matemática 2010Monografia Odimar Matemática 2010
Monografia Odimar Matemática 2010
 
Operacoes-fundamentais-matematicas
Operacoes-fundamentais-matematicasOperacoes-fundamentais-matematicas
Operacoes-fundamentais-matematicas
 
A importância da alimentação na atividade física.
A importância da alimentação na atividade física.A importância da alimentação na atividade física.
A importância da alimentação na atividade física.
 
5 projeto alimentação saudável
5 projeto alimentação saudável5 projeto alimentação saudável
5 projeto alimentação saudável
 
UNIP - Manual de normalizacao_abnt
UNIP - Manual de normalizacao_abntUNIP - Manual de normalizacao_abnt
UNIP - Manual de normalizacao_abnt
 
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável   profª engracia.pptx abcSlides alimentação saudável   profª engracia.pptx abc
Slides alimentação saudável profª engracia.pptx abc
 
Operações básicas da matemática
Operações básicas da matemáticaOperações básicas da matemática
Operações básicas da matemática
 
Modelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninterModelo portfolio uninter
Modelo portfolio uninter
 
Operações com Números Naturais
Operações com Números NaturaisOperações com Números Naturais
Operações com Números Naturais
 
Modelo portfólio unopar
Modelo portfólio unoparModelo portfólio unopar
Modelo portfólio unopar
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
 

Semelhante a Pró-Letramento: encontro sobre números naturais

36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professorrosemereporto
 
Guia planejamento orient_did_terceira_volume_unico
Guia planejamento orient_did_terceira_volume_unicoGuia planejamento orient_did_terceira_volume_unico
Guia planejamento orient_did_terceira_volume_unicoEdson Virginio
 
36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professorMonica Cardoso
 
Primeira Capacitação de Tutores de Matemática
Primeira Capacitação de Tutores de MatemáticaPrimeira Capacitação de Tutores de Matemática
Primeira Capacitação de Tutores de MatemáticaMaria Silvia Leite Zampieri
 
Cronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdf
Cronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdfCronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdf
Cronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdfJulianaKatiaDaSilvaG
 
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015Jussara Fernandes Oleques
 
7 Planejamento 31_01 Manhã.pptx
7 Planejamento 31_01 Manhã.pptx7 Planejamento 31_01 Manhã.pptx
7 Planejamento 31_01 Manhã.pptxPEILUIZABELEM
 
reuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.pptreuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.pptSupervisoEMAC
 
reuniao-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao-16-de-dezembro-2010.pptreuniao-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao-16-de-dezembro-2010.pptProfTacyMRedin
 

Semelhante a Pró-Letramento: encontro sobre números naturais (20)

Portfólio 1 revezamento
Portfólio 1 revezamentoPortfólio 1 revezamento
Portfólio 1 revezamento
 
Portfólio fase 7
Portfólio fase 7Portfólio fase 7
Portfólio fase 7
 
36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor
 
Guia planejamento orient_did_terceira_volume_unico
Guia planejamento orient_did_terceira_volume_unicoGuia planejamento orient_did_terceira_volume_unico
Guia planejamento orient_did_terceira_volume_unico
 
36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor36529302 guia-dop-professor
36529302 guia-dop-professor
 
1º encontro de tutores no revezamento
1º encontro de tutores no revezamento1º encontro de tutores no revezamento
1º encontro de tutores no revezamento
 
Primeira Capacitação de Tutores de Matemática
Primeira Capacitação de Tutores de MatemáticaPrimeira Capacitação de Tutores de Matemática
Primeira Capacitação de Tutores de Matemática
 
Relatório do 4º encontro de tutores
Relatório do 4º encontro de tutoresRelatório do 4º encontro de tutores
Relatório do 4º encontro de tutores
 
Cronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdf
Cronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdfCronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdf
Cronograma Integrado de Recuperação e Aprofundamento - 3º bimestre (2).pdf
 
Portfólio fase 6 - Pró Letramento Matemática
Portfólio fase 6 - Pró Letramento MatemáticaPortfólio fase 6 - Pró Letramento Matemática
Portfólio fase 6 - Pró Letramento Matemática
 
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
Orientações aos professores - Boletim informativo nº1/2015
 
4º ano
4º ano4º ano
4º ano
 
1 encontro pacto matematica
1 encontro pacto matematica1 encontro pacto matematica
1 encontro pacto matematica
 
Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade
 
DIA 02 - Momento 1.pptx
DIA 02 - Momento 1.pptxDIA 02 - Momento 1.pptx
DIA 02 - Momento 1.pptx
 
7 Planejamento 31_01 Manhã.pptx
7 Planejamento 31_01 Manhã.pptx7 Planejamento 31_01 Manhã.pptx
7 Planejamento 31_01 Manhã.pptx
 
Fascículo 1
Fascículo 1Fascículo 1
Fascículo 1
 
reuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.pptreuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao ano letivo-16-de-dezembro-2010.ppt
 
reuniao-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao-16-de-dezembro-2010.pptreuniao-16-de-dezembro-2010.ppt
reuniao-16-de-dezembro-2010.ppt
 
Plano de Trabalho 2010/2011
Plano de Trabalho 2010/2011Plano de Trabalho 2010/2011
Plano de Trabalho 2010/2011
 

Mais de Maria Silvia Leite Zampieri

Portfólio Revezamento - Fase 12: Compras no Mercadinho
Portfólio Revezamento - Fase 12:  Compras no MercadinhoPortfólio Revezamento - Fase 12:  Compras no Mercadinho
Portfólio Revezamento - Fase 12: Compras no MercadinhoMaria Silvia Leite Zampieri
 

Mais de Maria Silvia Leite Zampieri (20)

Portfólio Revezamento - Fase 12: Compras no Mercadinho
Portfólio Revezamento - Fase 12:  Compras no MercadinhoPortfólio Revezamento - Fase 12:  Compras no Mercadinho
Portfólio Revezamento - Fase 12: Compras no Mercadinho
 
Portfólio fase 11 revezamento
Portfólio  fase 11 revezamentoPortfólio  fase 11 revezamento
Portfólio fase 11 revezamento
 
Portfólio 10 - As botas de muitas léguas
Portfólio 10 - As botas de muitas léguasPortfólio 10 - As botas de muitas léguas
Portfólio 10 - As botas de muitas léguas
 
Portfólio fase 9 final docx
Portfólio  fase 9 final docxPortfólio  fase 9 final docx
Portfólio fase 9 final docx
 
Portfólio fase 8
Portfólio fase 8Portfólio fase 8
Portfólio fase 8
 
Portfólio fase 5 revezamento
Portfólio fase 5 revezamentoPortfólio fase 5 revezamento
Portfólio fase 5 revezamento
 
Relatório da tutora
Relatório da tutoraRelatório da tutora
Relatório da tutora
 
Portfólio 4 revezamento
Portfólio 4  revezamentoPortfólio 4  revezamento
Portfólio 4 revezamento
 
Entrega dos Certificados
Entrega dos CertificadosEntrega dos Certificados
Entrega dos Certificados
 
Portfólio Fase 12
Portfólio Fase 12Portfólio Fase 12
Portfólio Fase 12
 
Portfólio fase 10
Portfólio   fase 10Portfólio   fase 10
Portfólio fase 10
 
Portfólio fase 9
Portfólio fase 9Portfólio fase 9
Portfólio fase 9
 
Portfólio Atividades fase 7
Portfólio Atividades fase 7Portfólio Atividades fase 7
Portfólio Atividades fase 7
 
Portfólio fase 7
Portfólio  fase 7Portfólio  fase 7
Portfólio fase 7
 
Portfólio fase 6
Portfólio fase 6Portfólio fase 6
Portfólio fase 6
 
Portfólio fase 5
Portfólio   fase 5Portfólio   fase 5
Portfólio fase 5
 
Portfólio - fase 5
Portfólio - fase 5Portfólio - fase 5
Portfólio - fase 5
 
Atividades do Fascículo 3: Espaço e Forma
Atividades do Fascículo 3: Espaço e FormaAtividades do Fascículo 3: Espaço e Forma
Atividades do Fascículo 3: Espaço e Forma
 
Portfólio fase 4
Portfólio fase 4Portfólio fase 4
Portfólio fase 4
 
Atividades do Fascículo 2
Atividades  do Fascículo 2Atividades  do Fascículo 2
Atividades do Fascículo 2
 

Pró-Letramento: encontro sobre números naturais

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA / REVEZAMENTO PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI mariasilviazampieri@yahoo.com.br PORTFÓLIO 2= REVEZAMENTO= MATEMÁTICA=2012/2013= 4º Encontro: 07/02/13 Local : Espaço do Saber Professora Tutora : MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI Voltamos!No dia 07 de fevereiro, nas dependências do Espaço do Saber, em Vinhedo ,reiniciamos as atividades de Matemática na etapa do revezamento do PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO. São duas turmas de professores cursistas,uma no período da manhã e outra à noite. Os professores cursistas trabalham no Ensino Fundamental I e ,ou, na Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Vinhedo. Algumas professoras precisaram mudar de horário de trabalho devido à atribuição das aulas para o ano de 2013, por isso alteraram também o seu horário de frequência nos encontros do Pró-letramento Matemática. Também tivemos algumas inscrições novas, que foram feiras com a devida autorização da Sra Sarah,reitoria da UNICAMP, com solicitação feita através de e-mail enviado em 29 de janeiro de 2013 e respondido em 30 de janeiro de 2013. Iniciamos as reuniões falando sobre os objetivos do Programa Pró-letramento,suas metodologias e material didático de apoio ; atualizamos o nosso calendário de aulas (vide anexo II) uma vez que não nos foi possível realizar os quatro encontros programados para 2012,realizamos apenas três e fizemos uma redistribuição dos encontros para 2013. Mencionamosos roteiros do primeiro ao quarto encontro nesse relatório,nos anexos III a VII, respectivamente. Nesses encontros abordamos os assuntos do fascículo I:NÚMEROS NATURAIS e do fascículo 2:OPERAÇÕES COM NÚMEROS NATURAIS. Pretendemos encerrar os estudos do fascículo 2 no 6º encontro, na quinta- feira da semana em curso. Em todos os nossos encontros, procuramos seguir uma rotina de forma a otimizarmos o nosso tempo, vista a abrangência dos tópicos em pauta para estudo. Salvo exceções, iniciamos os encontros dando as boas vindas aos cursistas, recebendo e comentando as tarefas dos encontros anteriores. Em seguida, ouvimos a leitura do relato do encontro anterior feita por um cursista no “Caderno de bordo” do grupo. Para exemplificar, no anexo VIII segue um desses relatos feiro pela cursista Carla Aparecida Massae Uekawa Ito. Os presentes, ouvindo o relato, tecem seus comentários e observações sobre os assuntos ali tratados, pois, normalmente, esses relatos constam de um resumo dos assuntos abordados no encontro, atividades relacionadas e mencionadas pelos participantes e uma breve avalição do evento. Prosseguimos divulgando a pauta do dia que se inicia com uma mensagem de apoio e incentivo a todos. 1
  • 2. Aqui inicia-se o estudo do material do Programa Pró-letramento .Fascículo a fascículo, página por página, atividade por atividade. Procuramos variar as dinâmicas e metodologias empregadas nessas abordagens, trazendo materiais didáticos diversos, leituras complementares, depoimentos pessoais, vídeos,artesanato, músicas, poesias, até; e muitos depoimentos sobre as experiências profissionais de cada um dos cursistas e da tutora. A partilha tem sido enriquecedora uma vez que o grupo de professores é bem dinâmico ali estão presentes professores dos vários segmentos da Educação Infantil e do Ensino fundamental I (do 1º ao 5º ano) bem como coordenadores Pedagógicos do EF I. A seguir , ilustraremos, com fotos, alguns desses momentos da nossa capacitação. Professoras cursistas realizam leitura do relato do encontro anterior feito no “Caderno de bordo”. Momentos de leitura compartilhada. 2
  • 3. Nossa sala de aula, no Espaço do Saber, com material didático pedagógico diversificado. . Momentos de atividades individuais realizadas pelas cursistas. Os registros e as trocas de experiências entre os cursistas. 3
  • 4. Os vídeos como recursos didático pedagógicos . As parcerias..... Os ouvidos atentos... Os trabalhos em grupos e as trocas de experiências... 4
  • 5. As pesquisas.... A apresentação dos resultados.... A felicidades com os resultados dos próprios trabalhos... 5
  • 6. Os jogos Os pequenos grupos de estudos e os grupos maiores... Os registros e a leitura dos registros. Pudemos, assim, ilustrar alguns momentos de nossos encontros. Passemos, agora, aos anexos. 6
  • 7. ANEXO I Cópia de e-mails com solicitação e autorização para o ingresso de novos cursistas em 2013. 1º) SOLICITAÇÃO: VINHEDO_PRÓ-LET MAT_NOVOS CURSISTAS Ter, 29 Jan 2013 às 18:08 Exibir detalhes De:Maria Silvia Zampieri Para : proletramento reitoria unicamp/smcarvalho.abreu@gmail.com/coordenação SARAH Boa tarde! Peço o seu parecer sobre a seguinte situação: Podemos matricular, na etapa do revezamento, novos cursistas nas turmas que iniciaram em novembro/2012? Foram realizados , em 2012, apenas 3 ( três) encontros dos 21 ( vinte e um) programados ,portanto não haverá problemas quanto à frequência, além disso, faremos encontros de reposição do conteúdo já visto em novembro/2012. São professores que tiveram o seu horário de trabalho modificado ou ingressantes na Rede Municipal de Ensino de Vinhedo que estão interessados em cursar a etapa do revezamento do Programa Pró-letramento de Matemática. Aguardamos o parecer técnico sobre o assunto o mais breve possível visto que , no nosso calendário escolar,o ano letivo iniciará no dia 1º/02/13 e gostaríamos de ter uma resposta para os professores interessados até essa data. Um abraço e boa semana! MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI Tutora de Matemática Vinhedo _________________________________________________________________________ 2º) AUTORIZAÇÃO 2013 às 10:02 30 de Jan Mensagem marcada como favorita DE Proletramento PARA Você RES: VINHEDO_PRÓ-LET MAT_NOVOS CURSISTAS Exibir detalhes De :Proletramento Para: Maria Silvia Zampieri Bom dia Maria, Sim, podem haver novos cursistas, desde que a frequência se mantenha. Att, Sarah 7
  • 8. ANEXO II CALENDÁRIO O calendário dos encontros de Matemática PARA O PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO 2012 foi o seguinte: MÊS/ANO DIA (QUINTA-FEIRA) NOVEMBRO/2012 29 DEZEMBRO/2012 06,13 (NOITE),20 (MANHÃ) O calendário dos encontros de Matemática PARA O PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO previstos para 2013 é o seguinte: MÊS/ANO DIA (QUINTA-FEIRA) NOVEMBRO/2012 29 DEZEMBRO/2012 06,13 (NOITE),20 (MANHÃ) FEVEREIRO/2013 07,14,21,28 MARÇO/ 2013 07,14,28 ABRIL/2013 04,11,18,25 MAIO/2013 02,09,16,23 JUNHO/2013 06,13, 20 ANEXO III 8
  • 9. PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI mariasilviazampieri@yahoo.com.br _____________________________________________________________________________________ 1º Encontro 29/11/12 http://www.boaaula.com.br/iolanda/tese/ensinar.htm ROTEIRO DE TRABALHO 1ª Parte - Apresentação do(a) tutor(a). - Apresentação dos professores cursistas. - Apresentação do Programa Pró-Letramento: - Guia do curso (livro do cursista) - Sumário do livro do cursista (página 5)- Explicações sobre o Programa Pró-Letramento (páginas 7 a 15): - O que é Pró-Letramento?O que se pretende?Por que formação continuada? - O Pró-Letramento em Matemática:O material didático- A dinâmica dos fascículos-Registrando seus estudos- A carga horária do curso - Destaque sobre a importância da leitura antecipada dos conteúdos dos fascículos. - A importância dos registros durante os encontros para compor os relatórios e os portfólios.- O preenchimento de uma ficha individual do cursista. 2ª Parte - Leitura e comentários do texto “ Uma definição de felicidade”(páginas 16 e 17).- Fascículo 1 – Números Naturais- Apresentação do fascículo1 e da dinâmica dos trabalhos envolvendo cada fascículo do Programa Pró-Letramento (página 12 do guia).- Escolha de um(a) redator(a) por encontro para o “caderno de bordo”.Obs: Com o apoio de todos, este(a) professor (a) ficará encarregado(a) de fazer anotações que contribuirão para a construção da memória do encontro. - Instruções para o(a) redator(a).- Avaliação crítica do encontro.- Auto - avaliação feita pelo grupo de trabalho. 3ª Parte  FASCÍCULO 1 9
  • 10. - Pensando juntos (página 7):- escolher um (a) relator (a).- sugestões : que os professores troquem experiências envolvendo: - - as tarefas individuais do fascículo. - - os aspectos relacionados com suas aulas e com o uso das ideias do módulo.- - os aspectos da formação continuada: dúvidas metodológicas, operacionais ou conceituais. - trabalhando em grupo:- texto para leitura (página 8).- o olhar dos alunos (página 9).- ajudando seu aluno a conceituar números naturais (páginas 10 e 11). _______________________________________________________________ ANEXO DO ROTEIRO DE TRABALHO DO 1º ENCONTRO 10
  • 12. PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI mariasilviazampieri@yahoo.com.br _____________________________________________________________________________________ 2º Encontro 06/12/12 ROTEIRO DE TRABALHO 8ª edição do evento IlustraBrasil!, Agência de Notícia de Direitos Animais – ANDA 1ª Parte Boas vindas Leitura do relato do encontro anterior feito no “caderno de bordo” Destaque para a importância da leitura antecipada dos conteúdos dos fascículos A importância dos registros durante o encontros para compor os relatórios e os portfólios O preenchimento de uma ficha individual do professor cursista. 2ª Parte Fascículo 1: 1ª etapa :PENSANDO JUNTOS (página 7/vista no 1º encontro) 2ª etapa: TRABALHANDO EM GRUPO – atividades das páginas 8 a 11 1.Texto para leitura – Os números e sua representação 2. O olhar dos alunos 3.Ajudando seu aluno a conceituar números naturais Tarefas 2 a 6; correção e comentários; 3ª etapa: ROTEIRO DO TRABALHO INDIVIDUAL (Páginas 12 a 26) Anotar as preparações para o próximo encontro. 4ª etapa : NOSSAS CONCLUSÕES (Página 11) Incentivo aos registros das discussões ocorridas durante cada atividade, sintetizando pontos de destaque tais como: - os desafios - as dificuldades - as propostas de inovações - as boas ideias - ...entre outras - as sugestões Realização de uma avaliação crítica do encontro. 12
  • 13. 3ª Parte Em relação à 3ª etapa do Fascículo 1:ROTEIRO DO TRABALHO INDIVIDUAL Parte1: O sistema de numeração decimal 1.1.O sistema de numeração decimal e a importância do zero ( páginas 12 a 14) TI 1 1.2.Atividades para compreensão do sistema de numeração (páginas 14 e 15) TI 2 1.3.A ordenação de números naturais (página 16) TI 3 1.4. A reta numérica (página 17) TI 4 1.5. As centenas (páginas 17e 18) TI 5 1.6.Outros recursos .....(páginas 18 e 19) TI 6;TI 7;TI 8. Parte 2: Preparando para a adição e a subtração 2.1.Os conceitos de adição e subtração (página 20) TI 9 2.2.Ações associadas às operações de adição e subtração (páginas 20 a 23)TI 10 a TI 15 2.3.Os fatos básicos e seu aprendizado (páginas 24 a 26) TI 16 e TI 17. Recursos: Vídeo :Sistema de numeração- coleção 1 (1ª série)/ www.novaescola.org.br Vídeo :Sistema de numeração- coleção 2 (1ª série)/www.novaescola.org.br Vídeo : Analisando regularidades do quadro numérico / Nova Escola on line Vídeo: Jogo Detetive de números / Nova Escola on line Material dourado Ábaco de papel ANEXO V 13
  • 14. PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI mariasilviazampieri@yahoo.com.br __________________________________________________________________________________________ 3º Encontro (NOITE:13/12/2012 E MANHÃ :20/12/2012) ‘A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria”. Paulo Freire ROTEIRO DE TRABALHO I. Leitura do relato do encontro anterior pela professora designada pelas professoras cursistas. Comentários e complementações das professoras cursistas. II. FASCÍCULO 1 Parte 1 da 3ª etapa :recebimento das TIs de 1 a 8 (páginas 14 a 19). Parte 2 da 3ª etapa :PREPARANDO PARA A ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO SEÇÃO 1 – Os conceitos de adição e subtração - leitura página 20 - TI 9 página 20 Vídeo : Um amor de confusão2 (you tube) Elencar atividades relativas ao vídeo SEÇÃO 2 - AÇÕES ASSOCIADAS ÀS OPERAÇÕES ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO Páginas 20 a 23-leitura e resolução das TIs 10 a 15. ADIÇÃO : JUNTAR TI 10 ACRESCENTAR TI 11 SUBTRAÇÃO : RETIRAR TI 12 COMPARAR TI 13 COMPLETAR TI 14 TI 15 SEÇÃO 3 –OS FATOS BÁSICOS E SEU APRENDIZADO Páginas 24 e 25 – leitura e resolução das TIs 16 e17. III. NÃO ESQUECER:Para o encontro de 07/02/2013 preparar:  “Nossas conclusões” sobre o fascículo 1 que, nessa vez, serão feitas individualmente. - Destacar o registro das discussões ocorridas em cada atividade sintetizando os pontos que pautaram : - os desafios - as dificuldades - as boas ideias - as sugestões - as propostas de inovações , entre outros. - Realizar uma avaliação crítica do encontro. 14
  • 15.  A leitura do fascículo 2 , incluindo a apresentação da página 6.  A entrega das tarefas 1 a 4 do fascículo 2, páginas 7 a 8, por escrito. IV: DICAS DE LEITURA: 1.KAMII, Constance. A criança e o número .Editora Papirus.Campinas.SP.1990. 2.RANGEL, Dulce S. Um amor de confusão. Coleção Girassol. Editora Moderna .São Paulo.SP.2008. Para leitura do livro 1, acesse: http://books.google.com.br/books Sinopse do livro 2 Dona Galinha bota um ovo e, asseando, encontra mais dois ovos. Os três ovos, diferentes, vão para o mesmo ninho. E, cada vez que sai a passeio, Dona Galinha encontra outros ovos, que aos primeiros vão se juntar. No dia em que os ovos se abrem, é uma surpresa: nasce ganso, pato, tartaruga, jacaré, que confusão. Muito adequado para o leitor iniciante, pelas palavras e estruturas frasais que se repetem quase como num jogo de encadear, o livro traz uma historieta simples, mas que encerra uma surpresa e gera possibilidades de investigações sobre diversos temas, desde a questão matemática até pesquisas sobre animais e reflexões sobre o meio ambiente. A autora do livro 2 Dulce Rangel é paulistana e mora em Avaré, em São Paulo. É publicitária, designer. Escreveu, dirigiu e apresentou inúmeras peças de teatro. Atualmente trabalha com a ONG Viva e Deixe Viver. http://literatura.moderna.com.br/catalogo/sinopse/85-16-04088-7.pdf _________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________ ANEXO VI PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO 15
  • 16. ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI mariasilviazampieri@yahoo.com.br ___________________________________________________________________________________________ ___ 4º Encontro (07/02/2013) ROTEIRO DE TRABALHO Renata Fagundes 1ª PARTE: Leitura do relato do encontro anterior pela professora designada pelos professores cursistas. Comentários e complementações dos professores cursistas. 2ª PARTE : Mensagem ao professor cursista. 3ª PARTE : Apresentação do fascículo 2: Operações com Números Naturais (página 6).  1ª etapa: Pensando Juntos (página 7) T 1 página 7 : avaliação conjunta do trabalho desenvolvido nos encontros anteriores (fascículo 1).  2ª etapa : 1.Texto para leitura : algoritmos 2.O algoritmo da adição T 2 ( página 8) T 3 ( página 9) T 4 ( página 9) 3.O algoritmo da subtração Seção 1: Introduzindo o algoritmo da Subtração (página 10) TI 1 (página 10) Leitura página 10. Seção 2: o algoritmo da subtração e a ação de retirar: Retiramos algo daquilo que temos! (página 11 a 13) O Q.V.L. e o uso de material concreto. Exemplos 1 e 2. TI 2 e TI 3 (página 13 ) 4ª PARTE :PESQUISA: Como as ações de comparar e completar podem auxiliar o desenvolvimento de estratégias de cálculo para efetuar uma subtração ? (página 13 ). 5ª PARTE: Sugestão de leitura 16
  • 17. FROMENTAL,Lean – Luc ; Joële Jolivet. 365 Pinguins. Editora Companhiadas Letrinhas. São Paulo.2012. _________________________________________________________________________ ANEXO VII PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PRÓ-LETRAMENTO : PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA PROFESSORA TUTORA:MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI mariasilviazampieri@yahoo.com.br ______________________________________________________________________ 5ºENCONTRO 14/02/2013 ROTEIRO DE TRABALHO I)1ª PARTE: Leitura do relato do encontro anterior pela professora designada pelos professores cursistas. Comentários e complementações dos professores cursistas. II)2ª PARTE: Revendo e completando o encontro anterior Um algoritmo : uma sequência de ações. Uma necessidade: a compreensão das relações entre os passos concretos da operação matemática e o registro formal do algoritmo. Uma atividade com adição e subtração: Jogo SE.....ENTÃO III) 3ª PARTE: Fascículo 2 / Parte 2: A Multiplicação e a Divisão Seção 1.As operações Multiplicação e Divisão Leitura página 14 e resolução da TI 4 Seção 2. Ações associadas às operações Multiplicação e Divisão (páginas 14 e 15). 17
  • 18. Enfoques para a Multiplicação: A adição de parcelas iguais O raciocínio combinatório A proporcionalidade TI 5 (página 15) Enfoques para a divisão : Divisão repartição Divisão comparação de medida TI 6 ( página 16) Seção 3 :Sugestões de atividades A bota de muitas léguas ( leitura páginas 16 a 18). TI 7 a TI 10 (páginas 16 a 18) OBS: Na impossibilidade de aplicar as tarefas diretamente aos seus alunos, elabore o material (cartões ,reta numérica, etc...) para o jogo de muitas léguas em suas diversas fases. Seção 4: O algoritmo da multiplicação (páginas 19 e 20). TI s 10 e 11 (páginas 19 e 20). Seção 5 : O algoritmo da divisão por subtrações sucessivas ( páginas 21 a 23). TI 12 (página 23). Outros algoritmos usados para a divisão: apresentação, comentários e trocas de experiências entre os professores cursistas. IV) 4ª PARTE a) VÍDEOS RECOMENDADOS Série Matemática é D+ - Divisão 2ª série - Divisão 3ª série - Somar ou multiplicar? Revista Novaescola on line : Aprendizagens no campo aditivo O sanduíche da Maricota.Avelino Guedes.Pró-letramento UEPG. YOUTUBE http://www.youtube.com/watch?v=zBWpBGm3zgo b)ENCARTE ESPECIAL: Atividades no campo multiplicativo (Anexo I) http://revistaescola.abril.com.br/matematica/especial/campo-multiplicativo/ atividades.pdf c)LEITURA RECOMENDADA: Livro: GUEDES,Avelino.O sanduíche da Maricota.Editora Moderna.SãoPaulo.2012. Vídeo : http://www.youtube.com/watch?v=zBWpBGm3zgo d)ESTUDOS RECOMENDADOS PROGRAMA LER E ESCREVER.Guias de planejamento e orientaçõesdidáticas para o professor2ª,3ª e 4ª séries. Sec de Educação do Estado de São Paulo.FDE.São Paulo.2012. 18
  • 19. 2ª série/3º ano, vol I páginas 182 a 200, vol II páginas 233 a 290. 3ª série/4º ano páginas 280 a 286 e pagina 298 a 322. 4ª série/5º ano páginas 266 a 290. _______________________________________________________________ ANEXO VIII PREFEITURA MUNICIPAL DE VINHEDO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PRÓ-LETRAMENTO: PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DOS ANOS/SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA PROFESSORA TUTORA: MARIA SILVIA LEITE ZAMPIERI REGISTRO DO 2º ENCONTRO DO CURSO DE PRÓ-LETRAMENTO EM MATEMÁTICA (06/12/2012) Neste mês de dezembro de 2012, mais precisamente no último dia 5, perdemos alguém que era um referencial tanto para nós brasileiros como para o mundo: Oscar Niemayer, que há 104 anos nos brindava com sua existência. Grande arquiteto mundialmente reconhecido, levou a arquitetura brasileira para fora dos nossos portões. Nasceu em 15 de dezembro de 1907, no Rio de Janeiro. Em 1928, casou-se com Annita Baldo, com quem teve uma filha, Ana Maria e em 2006 com Vera Lúcia Cabreira. Gostava de desenhar e este dom lhe levou à arquitetura. Em 1929, ingressou na Escola Nacional de Belas Artes, iniciando sua carreira em 1932, ou seja, quando ainda nem havíamos nascido, ele já se aventurava no mundo das formas e da criatividade. Em 1988, recebeu o mais importante prêmio da arquitetura mundial, o Pritzker. E é com uma frase dele que começo o registro do nosso 2º encontro do curso de Pró- letramento em Matemática: "Minha preocupação sempre é fazer uma coisa diferente, que provoque surpresa". Penso que todos nós que estamos aqui hoje fazendo cada um o seu esforço e sacrifício para isso, ou porque deixamos filhos em casa, ou porque trabalhamos o dia todo e estamos cansados, ou porque moramos em outra cidade e teremos uma viagem pela frente, buscamos 19
  • 20. aprimorar nossos conhecimentos a fim de, como disse Niemayer, fazer o diferente para os nossos alunos, causar a surpresa, esperançosos de chamar a atenção deles para provocar a curiosidade e a desestabilização de suas idéias a respeito do mundo e dos conhecimentos que outras gerações nos deixaram (função da escola). Por isso, na última quinta-feira estudamos bastante. Foi uma aula muito interessante e que provocou vários debates e sugestões de trabalho. Iniciamos os trabalhos com a leitura do registro no Diário de Bordo feito pela amiga Carla de Abreu. Seu relatório recebeu muitos elogios da nossa tutora Maria Silvia. Ela comentou que o relato foi além de suas funções, trouxe sugestões e avaliação do que acontece na escola na qual Carla é coordenadora. Ai! Minha nossa! Onde eu estava com a cabeça quando me ofereci para fazer o próximo registro? Ah! Já sei! Na correria do Ano Que Vem! E por isso,acho que esta tirinha do facebook cai como uma luva para nós. Partimos, então, para a discussão das tarefas “de casa”. Lemos o texto “Os números e sua representação” (página 8 do Fascículo 1) e comentamos sobre os pontos mais importantes. 20
  • 21. A tutora Maria Silvia nos disse que não se usa mais a palavra “conjunto” e sim “agrupamentos”. Também falou do modismo, de tempos atrás, da “teoria dos conjuntos” e nos contou como na época em que era moda, foi imposto aos professores de Matemática o trabalho com ela sem a devida formação. No entanto, concordo com o comentário da Professora Kamila, quando disse que era importante este trabalho com os alunos, que fazíamos atividades relacionando os elementos, especificando se pertenciam ou não ao conjunto, união ou intersecção entre eles. Sobre o conceito de número, a professora Rosana explicou que no 1º ano os alunos ainda não admitem resultados iguais para contas diferentes. Se você der uma conta como 5+2, por exemplo e logo em seguida 6+1, eles ficarão intrigados e dirão que não pode haver o mesmo resultado para duas contas. Sua intervenção é explicar aos alunos que o 7 está agrupado de maneiras diferentes e mostra a eles com material concreto como isso é possível. Ainda discutindo sobre o texto, a professora Daniele comentou que para as crianças do 2º ano é difícil entender o sistema de numeração e que o material dourado dá a falsa impressão de que eles compreenderam o valor posicional e sugere o trabalho com o ábaco como intervenção e estímulo a essa compreensão. Outra sugestão de atividade que estimule a reflexão sobre o Sistema de numeração decimal, oferecido pela professora Maria Silvia, é dar a um grupo ou dupla produtiva de alunos três fichas com números e pedir para formarem o maior número possível com elas. Desta forma fomos fazendo as leituras das tarefas e conversando sobre as hipóteses formuladas para respondê-las. Aprendemos muito nestas atividades, como a expressão “correspondência biunívoca”, antiga “termo a termo”, o princípio da igualdade e desigualdade e que, para que este possa ser desenvolvido é necessário que o conceito de inclusão de números já esteja consolidado. Que devemos sempre observar “o que a criança sabe dentro do que ela não sabe”. Que em relação aos números, a nossa fala é aditiva e a escrita é posicional, e que isso não está claro para as crianças. É aconselhável não usar ábaco ou material dourado colorido, pois não se deve atribuir a eles mais que uma característica e que é necessário fazer a equivalência entre material dourado e ábaco. 21
  • 22. No texto “ajudando o aluno a conceituar números naturais” (página 10 do fascículo 1) o livro recomenda que façamos com que os alunos extrapolem os limites da contagem, se contam até 10, devemos introduzir contagens até 15 ou 20, por exemplo. Neste aspecto a Professora Rosana exemplificou uma das estratégias que usa com a sua turma. Diz a eles que dará um apontador, por exemplo, para quem for o número 50. Então os alunos começam a contagem, um por vez vai falando o número até chegarem a 50. Ela contou que eles ficam muito curiosos para saber quem será o 50. Outra atividade aplicada por ela é baseada no calendário, em contagem e em valor posicional. Ela utiliza um cartaz caprichosamente montado e organizado de forma a se trabalhar não apenas os dias do mês, mas a posição ocupada pelos números, as unidades e dezenas, e a adição que compõem os números com duas casas decimais. 22
  • 23. Após as explicações ficamos impressionadas! Foi possível perceber o trabalho e a dedicação de nossa colega e principalmente a sua preocupação em oferecer aos seus alunos o estímulo necessário para que se apropriem dos conhecimentos construídos por gerações passadas e largamente utilizados pela sociedade contemporânea. Parabéns, Professora Rosana! Então, fomos além do que traz o livro texto, falamos de intervenção, materiais que podem ser usados para facilitar a compreensão e o trabalho em sala de aula. Depois de tanta teoria e discussão didática nossa aula foi suavizada com uma estimulante estimativa, todos queriam acertar, claro! A tutora sabiamente nos mostrou quão rica pode ser esta atividade nos apontando formas para se revelar o resultado. Finalizando a aula assistimos a três vídeos muito interessantes sobre coleções e Jogo do Detetive e fizemos uma atividade de contagem, o que nos permitiu vivenciar formas diferentes de contar. Considero que esta aula foi muito proveitosa e com certeza aumentou ainda mais as expectativas de todo o grupo. Acho que nosso sacrifício com certeza valerá a pena e este curso fará diferença em nossa prática profissional. Sem falar no fato de que nossa tutora enriquece muito as aulas contando suas experiências e vivências, trazendo atividades de avaliações oficiais as quais tem acesso para discussão e resolução. 23
  • 24. Termino este registro desejando a todos um ótimo curso e deixando uma frase para reflexão que foi a epígrafe de meu Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia. “A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original.” Albert Einstein Fonte das citações (consultados em 08/12/2012): http://pensador.uol.com.br/frases_de_albert_einstein/ http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2012/12/veja-frases-marcantes-de-oscar-niemeyer.html REGISTRO FEITO POR : Carla Aparecida Massae Uekawa Ito – E. M. C. I. C. Eduardo Von Zuben. 24