“O estabelecimento de Israel e suas agressões contra os países islâmicos
  durante sessenta anos, tem sido no intuito de a...
Mahmoud Ahmadinejad e outros líderes iranianos têm repetidamente
dado declarações públicas ameaçando o Estado de Israel e ...
O OCIDENTE

“Eles (o Ocidente) querem ser os mestres do mundo e ter tudo enquanto o
resto do mundo não tem nada. Isto nos ...
nos EUA, no Canadá ou Alasca para eles, para que os judeus possam
estabelecer seu país”.
(Presidente Ahmadinejad, dezembro...
“Os sionistas deveriam saber que se fizerem qualquer coisa de mal contra
o Irã, a resposta das forças armadas do Irã será ...
Zev Nagel
Membro Sênior

Ari Fridman
Membro da Herança do Legado

Planejado e supervisionado por:

David A. Harris
Diretor...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Irã em suas prórpias palavras

1.167 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Irã em suas prórpias palavras

  1. 1. “O estabelecimento de Israel e suas agressões contra os países islâmicos durante sessenta anos, tem sido no intuito de assegurar os interesses do Ocidente, mas atualmente temos a onda de despertar islâmico, e o colapso gradual da hegemonia do Ocidente, razão pela qual os ocupantes não se sentem seguros nas terras ocupadas”. (Mahmoud Ahmadinejad, Presidente do Irã, 21 de fevereiro de 2006) O Irã em suas próprias palavras Comitê Judaico Americano Introdução
  2. 2. Mahmoud Ahmadinejad e outros líderes iranianos têm repetidamente dado declarações públicas ameaçando o Estado de Israel e o Ocidente. Eles negam o Holocausto – até chegaram ao ponto de realizarem uma Conferência de Negação do Holocausto, em dezembro de 2006 – denunciam os judeus e o Ocidente, e ameaçam uma ordem pacífica mundial. A conferência contou com a presença de pseudo estudiosos, incluindo supremacistas brancos, como David Duke. Em vista da crença bem divulgada de que o Irã está avançando em seu conhecimento do ciclo de energia nuclear e desenvolvendo armamento avançado, incluindo mísseis balísticos Shahab 3 e Shahab 4, há todas as razões para se preocupar com o Presidente Ahmadinejad e seus aliados políticos, que poderiam agir cumprindo suas freqüentes ameaças. O Conselho de Segurança das Nações Unidas reconheceu a ameaça iraniana quando passou uma resolução inicial de sanções contra o regime iraniano em dezembro de 2006. É crucial nesse momento, que a comunidade internacional se una para assegurar que as palavras do regime não se tornem em ações. “Estou dizendo a estas super potências falsas, que a nação iraniana se tornou independente há 27 anos e ...no caso nuclear resistirá até que consiga totalmente seus direitos (nucleares)” (Presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad,fevereiro de 2006) “Eu lhes asseguro que nós não voltaremos atrás nem um centímetro em nossos direitos nucleares”. (Presidente Ahmadinejad, dezembro de 2005) “Eles (os membros do Conselho de Segurança) desejam mobilizar um grupo de seus agentes no pretexto deste pedaço de papel, a fim de plantar sementes de discórdia entre a nação iraniana”. (Presidente Ahmadinejad, rejeitando a validade das sanções impostas ao Irã pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, dezembro de 2006) (O Presidente Ahmadinejad discursando em Teerã no começo da Semana da Defesa Sagrada do Irã, com a exibição de mísseis “Sattar 1”) “Quando chegar o dia em que o mundo do islã estiver devidamente equipado com as armas que Israel têm, a estratégia de colonialismo estaria em um beco sem saída porque o uso de uma arma atômica contra Israel não deixaria nada, mas o mesmo artefato produziria apenas danos ao mundo islâmico”. (Aiatolá Ali Akbar Hashemi-Rafsanjani, o influente ex-Presidente do Irã, dezembro de 2001)
  3. 3. O OCIDENTE “Eles (o Ocidente) querem ser os mestres do mundo e ter tudo enquanto o resto do mundo não tem nada. Isto nos deixa com sérias dúvidas em relação à sinceridade da União Européia e da Agência Internacional de Energia Atômica” (Presidente Ahmadinejad, insistindo no direito do Irã de se obter a tecnologia nuclear, janeiro de 2006) “Estamos pedindo que (os países europeus) desçam de suas torres de marfim e ajam com um pouco de lógica...Quem são vocês para nos privar de conseguir nossos objetivos? Vocês acham que são os senhores do mundo e que todos deveriam seguí-los. Mas essa idéia é uma idéia errada”. (Presidente Ahmadinejad, acusando os países europeus de privar o Irã de ter tecnologia para fins pacíficos, janeiro de 2006) “A linguagem do Presidente dos EUA se parece com a linguagem de Hitler... Se Hitler tivesse de mostrar a cara de um ditador sedento por sangue, ele teria adotado (a cara) de George W. Bush”. (Aiatolá Seyed Ali Khamenei, Líder Supremo do Irã, agosto de 2002) “Há uma grande semelhança entre o comportamento dos americanos de hoje e o comportamento dos nazistas... os americanos estão infectados hoje com o orgulho satânico e egoísmo arrogante...” (Aiatolá Khamenei, agosto de 2002) “A nação iraniana não pode mais ser decepcionada pelas nações ocidentais”. (Aiatolá Khamenei, janeiro de 2005) “Se nossa civilização consistir de agressão, fazendo com que o povo oprimido não tenha um lar, sufocando as vozes da justiça e trazendo a pobreza para a maioria dos povos do mundo, nós falamos bem alto que detestamos sua civilização oca”. (Presidente Ahmadinejad, dezembro de 2005) “Eles (os EUA e Israel) são pessoas insolentes, e eles acham que o mundo inteiro tem de obedecê-los”. (Presidente Ahmadinejad, outubro de 2005) O HOLOCAUSTO “Se vocês (Europa) cometeram esse grande crime, então por que a nação palestina oprimida deve pagar o preço? Esta é a nossa proposta: Se vocês cometeram o crime, então dêem uma parte de sua própria terra na Europa,
  4. 4. nos EUA, no Canadá ou Alasca para eles, para que os judeus possam estabelecer seu país”. (Presidente Ahmadinejad, dezembro de 2005) “Hoje, (os países europeus) criaram um mito em o nome do Holocausto e o consideram acima de Deus, religião e dos profetas”. (Presidente Ahmadinejad, dezembro de 2005) “Há documentos mostrando uma colaboração próxima entre os sionistas e a Alemanha nazista, e os números exagerados em relação ao Holocausto de judeus foram fabricados para solicitar a simpatia da opinião pública mundial, preparar o terreno para a ocupação da Palestina, e para justificar as atrocidades cometidas pelos sionistas”. (Aiatolá Khamenei, dezembro de 2005) TERRORISMO “Jihad significa lutar pelos valores elevados...quem lutar por esses valores...os anjos de Alá o reconhecerão no paraíso. Não considere aqueles que foram assassinados pela causa de Alá como mortos...Quando esta grande nação com sua juventude zelosa e fiel ... resistir ao inimigo... (O Irã) deixará que (O Ocidente) experimente a derrota uma vez mais” (Aiatolá Khamenei, outubro de 2004) ISRAEL “Muito em breve essa mancha de desgraça (Israel) desaparecerá do centro do mundo islâmico – e isso pode ser conseguido”. (Presidente Ahmadinejad, discursando na conferência: “O mundo sem o sionismo”, outubro de 2005) “Como o Imã (o Aiatolá Ruhollah Khomeini, fundador da Revolução Iraniana) declarou, Israel deve ser varrido do mapa”. (Presidente Ahmadinejad, discursando na conferência: “O mundo sem o sionismo”, outubro de 2005) “A posição do Irã tem sempre sido clara sobre este feio fenômeno (Israel). Nós temos dito repetidamente que este tumor cancerígeno de um estado tem de ser removido da região”. (Aiatolá Khamenei, dezembro de 2000) “Qualquer um que reconhecer Israel queimará no fogo da fúria da nação islâmica”. (Presidente Ahmadinejad, discursando na conferência: “O mundo sem o sionismo”, outubro de 2005)
  5. 5. “Os sionistas deveriam saber que se fizerem qualquer coisa de mal contra o Irã, a resposta das forças armadas do Irã será tão firme que os levará ao coma eterno, como (o Primeiro Ministro) Sharon”. (General Mostafa Mohammad Najjar, falando sobre a possibilidade de Israel atacar as instalações nucleares iranianas, janeiro de 2006) “Se houver qualquer verdade nestas conversações (sobre Israel atacar as instalações nucleares iranianas), Israel sofrerá imensamente. É um país muito pequeno que está ao nosso alcance”. (Ali Larijani, falando sobre a possibilidade de Israel atacar as instalações nucleares iranianas, janeiro de 2006) “A mão invisível dos sionistas e outros estrangeiros nos acidentes sangrentos e explosões em mesquitas e lugares religiosos... isso é totalmente certo”. (Aiatolá Khamenei, junho de 2005) “Para encobrir a falha e pobreza de pensamento, eles (o Ocidente) levantaram uma bandeira de defesa dos direitos humanos e uma campanha contra o terrorismo...Os EUA e os sionistas são eles mesmos os condutores padrão de violação dos direitos humanos e treinamento de terroristas”. (Aiatolá Khamenei, abril de 2005) “Esse fenômeno (a normalização das relações com Israel) é um comportamento odioso que os governos islâmicos não deveriam aceitar de modo algum”. (Aiatolá Khamenei, outubro de 2005) “(As charges são) uma conspiração dos sionistas que ficaram irados por causa da vitória do Hamas”. (Aiatolá Khamenei – as charges foram originalmente publicadas em um jornal dinamarquês, em setembro de 2005, cinco meses antes das eleições palestinas, que deram o poder ao Hamas, ao final de janeiro de 2006 – em fevereiro de 2006) “(Os sionistas) criaram uma base, de onde podem expandir seu domínio sobre todo o mundo islâmico, não há outro propósito do que esse”. (Presidente Ahmadinejad, discursando na conferência: “O mundo sem o sionismo”, outubro de 2005) AGRADECIMENTOS Compilado e editado por: Maxine Kaye Assistente Sênior do Diretor Executivo
  6. 6. Zev Nagel Membro Sênior Ari Fridman Membro da Herança do Legado Planejado e supervisionado por: David A. Harris Diretor Executivo Agradecimentos especiais para: Yehudit Barsky Diretor da Divisão do Oriente Médio e Terrorismo Internacional (DMEIT) Tal Ranen Associado de Pesquisa, DMEIT

×