SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
Pit
 
Doenças que se transmitem por contágio sexual (doença sexualmente transmissível) Definição:  Podem ser: Bactéria Ou vírus
Sífilis Sintomas: Dor ao urinar H: aparece pus (corrimento pardo) Febre, dor de cabeça, mal estar Tratamento?  Medicamentoso com cura completa se diagnosticado precocemente Profilaxia (prevenção): Camisinha? Evitar o contato
 
Gonorréia  Sintomas: Corrimento purulento Ardência  ao urinar Coceira Em mulheres os sintomas costumam ser ausentes pode gerar febre e mal estar Profilaxia: Camisinha Higiene pós coito Tratamento: antibiótico
 
 
Infecção recorrente (vem, melhora e volta)  lesões genitais vesiculares (em forma de pequenas bolhas) agrupadas que sofrem erosão (ferida) seguida de cicatrização espontânea  são muito dolorosas e precedidas por eritema (vermelhidão) Herpes Genital Sintomas:
As crises podem ser desencadeadas por fatores tais como  stress  emocional, exposição ao sol, febre, baixa da imunidade etc.  A pessoa pode estar contaminada pelo vírus e não apresentar ou nunca ter apresentado sintomas e, mesmo assim, transmiti-lo a(ao) parceira(o) numa relação sexual. 
Vulvovaginite   Inflamação e/ou infecção no trato genital feminino (vulva, vagina, epitélio uterino) Sintomas: corrimento com odor forte, sensação de desconforto, prurido, dor ao urinar e dor ou dificuldade para relações sexuais
Tratamento: antibióticos, antifúngicos, cremes ou pomadas bactericidas, comprimidos ou supositórios vaginais. Em alguns casos é necessário o uso de cremes com corticóides ou com outros hormônios
 
Sida – síndrome da imunodeficiência adquirida
 
Causada pelo vírus HIV Ataca o sistema imunológico comprometendo as funções de proteção contra ataques patogênicos (bactérias, parasitas, outros vírus e até células cancerígenas)  Sintomas : Não há sintomas Doenças oportunistas (tuberculose, pneumonias, e alguns tipos de tumores) Transmissão: Sangue e líquidos grosseiramente contaminados por sangue, sêmen, secreções vaginais e leite materno. Pode ocorrer transmissão no sexo vaginal, oral e anal.
Os beijos sociais são seguros quanto a transmissão do vírus, mesmo que uma das pessoas seja portadora do HIV. O mesmo se pode dizer de apertos de mão e abraços. Os beijos de boca aberta são considerados de  baixo risco  quanto a uma possível transmissão do HIV Encubação: até 12 anos
 
No Brasil, todos os dias 30 pessoas MORREM DE AIDS;  
107 pessoas são INTERNADAS, vítimas da AIDS;
68 casos de AIDS são registrados;
340 pessoas são INFECTADAS com o vírus da AIDS.
Existem drogas que inibem a  replicação  do HIV, que devem ser usadas associadas, mas ainda não se pode falar em cura da AIDS. As  doenças oportunistas  são, em sua maioria tratáveis, mas há necessidade de uso contínuo de medicações para o controle dessas manifestações Tratamento?
 
Prevenção Na transmissão sexual:sexo seguro - uso de camisinha.
Na transmissão pelo sangue recomenda-se cuidado no manejo de sangue (uso de seringas descartáveis, exigir que todo sangue a ser transfundido seja previamente testado para a presença do HIV, uso de luvas quando estiver manipulando feridas ou líquidos potencialmente contaminados).
Não há, no momento, vacina efetiva para a prevenção da infecção pelo HIV. É necessário observar que o uso da camisinha, apesar de proporcionar excelente proteção, não proporciona proteção absoluta (ruptura, perfuração, uso inadequado).
 
Definição : métodos que evitam a gravidez Exceto a camisinha, nenhum dos métodos contraceptivos previnem contra doenças sexualmente transmissíveis
Pílula Anticoncepcional Estrógeno e progesterona – inibe ovulação Fins terapêuticos: cólica, hemorragias, acnes, regular ciclo Muito eficiente contra a concepção
Pílula do dia Seguinte Alta dosagem de estrógeno Impossibilita a implantação do zigoto no útero
DIU Dispositivo Intra Uterino Sais de cobre – espermaticida Impede implantação do embrião no útero
Preservativos  Borracha fina Não permite o encontro do espermatozóide com o óvulo e também não permite troca de fluidos
 
Diafragma Feito de borracha Se molda ao colo do útero 96% eficácia
Laqueadura e Vasectomia Cirurgias de esterilização  Tuba uterina é eliminada Interrupção do canal deferente laqueadura
Vasectomia
Tabelinha  Suspensão de relações sexuais durante o período de ovulação POUCO CONFIÁVEL
Infertilidade Endometriose – tecido interno do útero cresce e se desloca (ovário, tubas, lugares próximos ao abdômen) – inchaço, sangramento, irritação, dor Produção de espermatozóides – doença nas glândulas que produzem hormônios, traumas ou injúrias no testículo Distúrbios de ejaculação – problemas no sistema imunológico, genético Menopausa – 40 a 50 anos Redução na Fertilidade Masculina – 70 anos
Esperma
Inseminação Arificial
Fertilização in vitro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
César Milani
 
7º ano cap 5 vírus
7º ano cap 5   vírus7º ano cap 5   vírus
7º ano cap 5 vírus
ISJ
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
lipe98
 
Apresentação metodos anticoncepcionais
Apresentação metodos anticoncepcionaisApresentação metodos anticoncepcionais
Apresentação metodos anticoncepcionais
joao11batista
 

Mais procurados (20)

Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Adolescência e puberdade
Adolescência e puberdadeAdolescência e puberdade
Adolescência e puberdade
 
7º ano cap 5 vírus
7º ano cap 5   vírus7º ano cap 5   vírus
7º ano cap 5 vírus
 
Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano Bactérias 7º Ano
Bactérias 7º Ano
 
Puberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;dPuberdade .pptx;d
Puberdade .pptx;d
 
Vacinas: mitos e verdades
Vacinas: mitos e verdadesVacinas: mitos e verdades
Vacinas: mitos e verdades
 
Virus e viroses
Virus e virosesVirus e viroses
Virus e viroses
 
6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar6 ano o universo e o sistema solar
6 ano o universo e o sistema solar
 
Microrganismos
MicrorganismosMicrorganismos
Microrganismos
 
Métodos Contraceptivos
Métodos ContraceptivosMétodos Contraceptivos
Métodos Contraceptivos
 
8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência8 ano puberdade e adolescência
8 ano puberdade e adolescência
 
Apresentação dst
Apresentação dstApresentação dst
Apresentação dst
 
As ist´s e as suas consequências
As ist´s e as suas consequênciasAs ist´s e as suas consequências
As ist´s e as suas consequências
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente TransmissíveisDoenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
 
I.2 O sistema solar
I.2 O sistema solarI.2 O sistema solar
I.2 O sistema solar
 
Apresentação metodos anticoncepcionais
Apresentação metodos anticoncepcionaisApresentação metodos anticoncepcionais
Apresentação metodos anticoncepcionais
 
Metodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos speMetodos contraceptivos spe
Metodos contraceptivos spe
 
Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade Educação sexual - Puberdade
Educação sexual - Puberdade
 
Biologia: Bactérias
Biologia: BactériasBiologia: Bactérias
Biologia: Bactérias
 
Dst 8º ano
Dst   8º anoDst   8º ano
Dst 8º ano
 

Semelhante a Dst 8o Ano

Doenas s1-1198788038494860-3
Doenas s1-1198788038494860-3Doenas s1-1198788038494860-3
Doenas s1-1198788038494860-3
Pelo Siro
 
Doenças sexualmente transmissiveis dst
Doenças sexualmente transmissiveis dstDoenças sexualmente transmissiveis dst
Doenças sexualmente transmissiveis dst
Mariana Rei Ferreira
 
Ciências métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
Ciências   métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...Ciências   métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
Ciências métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
Rodrigo Exteca
 
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
Cristina0910
 
Uma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa XdUma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa Xd
pedroines141520
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
Angela Boucinha
 

Semelhante a Dst 8o Ano (20)

IST'S.pdf
IST'S.pdfIST'S.pdf
IST'S.pdf
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Doenas s1-1198788038494860-3
Doenas s1-1198788038494860-3Doenas s1-1198788038494860-3
Doenas s1-1198788038494860-3
 
Doenças sexualmente transmissiveis dst
Doenças sexualmente transmissiveis dstDoenças sexualmente transmissiveis dst
Doenças sexualmente transmissiveis dst
 
Primeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VIPrimeiros Socorros Modulo VI
Primeiros Socorros Modulo VI
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis Doenças Sexualmente Transmissíveis
Doenças Sexualmente Transmissíveis
 
Dsts etec
Dsts etecDsts etec
Dsts etec
 
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdfAULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
AULA+5+Mod.+II-+ISTS+e+HIV-AIDS_compressed.pdf
 
Ciências métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
Ciências   métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...Ciências   métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
Ciências métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
 
Ciências métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
Ciências   métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...Ciências   métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
Ciências métodos anticoncepcionais-dorilêo de pina-nathalia benicia e thali...
 
Trabalholll
TrabalholllTrabalholll
Trabalholll
 
DST
DSTDST
DST
 
DST
DSTDST
DST
 
Trabalholll
TrabalholllTrabalholll
Trabalholll
 
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
InfecçõEs%20 Sexualmente%20 TransmissíVeis[1]
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Uma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa XdUma ApresentaçãO Completa Xd
Uma ApresentaçãO Completa Xd
 
Ds ts
Ds tsDs ts
Ds ts
 
Dst’s
Dst’sDst’s
Dst’s
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 

Dst 8o Ano

  • 1. Pit
  • 2.  
  • 3. Doenças que se transmitem por contágio sexual (doença sexualmente transmissível) Definição: Podem ser: Bactéria Ou vírus
  • 4. Sífilis Sintomas: Dor ao urinar H: aparece pus (corrimento pardo) Febre, dor de cabeça, mal estar Tratamento? Medicamentoso com cura completa se diagnosticado precocemente Profilaxia (prevenção): Camisinha? Evitar o contato
  • 5.  
  • 6. Gonorréia Sintomas: Corrimento purulento Ardência ao urinar Coceira Em mulheres os sintomas costumam ser ausentes pode gerar febre e mal estar Profilaxia: Camisinha Higiene pós coito Tratamento: antibiótico
  • 7.  
  • 8.  
  • 9. Infecção recorrente (vem, melhora e volta) lesões genitais vesiculares (em forma de pequenas bolhas) agrupadas que sofrem erosão (ferida) seguida de cicatrização espontânea são muito dolorosas e precedidas por eritema (vermelhidão) Herpes Genital Sintomas:
  • 10. As crises podem ser desencadeadas por fatores tais como  stress  emocional, exposição ao sol, febre, baixa da imunidade etc.  A pessoa pode estar contaminada pelo vírus e não apresentar ou nunca ter apresentado sintomas e, mesmo assim, transmiti-lo a(ao) parceira(o) numa relação sexual. 
  • 11. Vulvovaginite Inflamação e/ou infecção no trato genital feminino (vulva, vagina, epitélio uterino) Sintomas: corrimento com odor forte, sensação de desconforto, prurido, dor ao urinar e dor ou dificuldade para relações sexuais
  • 12. Tratamento: antibióticos, antifúngicos, cremes ou pomadas bactericidas, comprimidos ou supositórios vaginais. Em alguns casos é necessário o uso de cremes com corticóides ou com outros hormônios
  • 13.  
  • 14. Sida – síndrome da imunodeficiência adquirida
  • 15.  
  • 16. Causada pelo vírus HIV Ataca o sistema imunológico comprometendo as funções de proteção contra ataques patogênicos (bactérias, parasitas, outros vírus e até células cancerígenas) Sintomas : Não há sintomas Doenças oportunistas (tuberculose, pneumonias, e alguns tipos de tumores) Transmissão: Sangue e líquidos grosseiramente contaminados por sangue, sêmen, secreções vaginais e leite materno. Pode ocorrer transmissão no sexo vaginal, oral e anal.
  • 17. Os beijos sociais são seguros quanto a transmissão do vírus, mesmo que uma das pessoas seja portadora do HIV. O mesmo se pode dizer de apertos de mão e abraços. Os beijos de boca aberta são considerados de baixo risco quanto a uma possível transmissão do HIV Encubação: até 12 anos
  • 18.  
  • 19. No Brasil, todos os dias 30 pessoas MORREM DE AIDS;  
  • 20. 107 pessoas são INTERNADAS, vítimas da AIDS;
  • 21. 68 casos de AIDS são registrados;
  • 22. 340 pessoas são INFECTADAS com o vírus da AIDS.
  • 23. Existem drogas que inibem a replicação do HIV, que devem ser usadas associadas, mas ainda não se pode falar em cura da AIDS. As doenças oportunistas são, em sua maioria tratáveis, mas há necessidade de uso contínuo de medicações para o controle dessas manifestações Tratamento?
  • 24.  
  • 25. Prevenção Na transmissão sexual:sexo seguro - uso de camisinha.
  • 26. Na transmissão pelo sangue recomenda-se cuidado no manejo de sangue (uso de seringas descartáveis, exigir que todo sangue a ser transfundido seja previamente testado para a presença do HIV, uso de luvas quando estiver manipulando feridas ou líquidos potencialmente contaminados).
  • 27. Não há, no momento, vacina efetiva para a prevenção da infecção pelo HIV. É necessário observar que o uso da camisinha, apesar de proporcionar excelente proteção, não proporciona proteção absoluta (ruptura, perfuração, uso inadequado).
  • 28.  
  • 29. Definição : métodos que evitam a gravidez Exceto a camisinha, nenhum dos métodos contraceptivos previnem contra doenças sexualmente transmissíveis
  • 30. Pílula Anticoncepcional Estrógeno e progesterona – inibe ovulação Fins terapêuticos: cólica, hemorragias, acnes, regular ciclo Muito eficiente contra a concepção
  • 31. Pílula do dia Seguinte Alta dosagem de estrógeno Impossibilita a implantação do zigoto no útero
  • 32. DIU Dispositivo Intra Uterino Sais de cobre – espermaticida Impede implantação do embrião no útero
  • 33. Preservativos Borracha fina Não permite o encontro do espermatozóide com o óvulo e também não permite troca de fluidos
  • 34.  
  • 35. Diafragma Feito de borracha Se molda ao colo do útero 96% eficácia
  • 36. Laqueadura e Vasectomia Cirurgias de esterilização Tuba uterina é eliminada Interrupção do canal deferente laqueadura
  • 38. Tabelinha Suspensão de relações sexuais durante o período de ovulação POUCO CONFIÁVEL
  • 39. Infertilidade Endometriose – tecido interno do útero cresce e se desloca (ovário, tubas, lugares próximos ao abdômen) – inchaço, sangramento, irritação, dor Produção de espermatozóides – doença nas glândulas que produzem hormônios, traumas ou injúrias no testículo Distúrbios de ejaculação – problemas no sistema imunológico, genético Menopausa – 40 a 50 anos Redução na Fertilidade Masculina – 70 anos