Olhai os lírios do monte“Nos lugares remotos do Gerês há uma planta que produz um lírioazul, planta endémica e maravilhosa...
O pedido é para que além da eventual documentação fotográfica tomemnota da sua posição exacta (coordenadas gps ou referênc...
IdentificaçãoGeófito com bolbo de túnica membranosa. Folhas dimorfas, as inferiorescompridas, as distales mais curtas, de ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lírio do monte

192 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
192
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lírio do monte

  1. 1. Olhai os lírios do monte“Nos lugares remotos do Gerês há uma planta que produz um lírioazul, planta endémica e maravilhosa. (…) Penso nela como sendo umolhar que a terra ergue das suas profundezas e que nos empresta paraque os segredos novos nos sejam apontados. Pois é a terra quem nospersuade aos caminhos que ela tem ainda invioláveis. Um lírio azulque parece perdido nas alturas roqueiras é talvez algo mais do que aIris Boissieri; é um olhar que nos vigia, passe a candura poética.”Agustina Bessa LuísO Lírio do Monte (Iris Boissieri) é por muitos tido como a planta galego-portuguesa por excelência.Encontra-se apenas no norte de Portugal, na serra do Gerês, e na Galiza.É também comummente conhecido por Lírio do Gerês ou por Lirio do Xurés.É uma planta endémica do noroeste peninsular, catalogada como em perigode extinção, que na Galiza só se conserva nas serras do Xurés e SantaEufemia (Ourense), no Courel (Lugo) e, na provincia da Corunha, no MontePindo – embora aqui os especialistas a tenham dado por desaparecida.Daí o apelo feito pela Associação Monte Pindo Parque Natural para que comela entre em contacto quem aviste algum exemplar da espécie no MontePindo, onde o habitat estaria nas fendas das grandes rochas graníticas.
  2. 2. O pedido é para que além da eventual documentação fotográfica tomemnota da sua posição exacta (coordenadas gps ou referências visuaisfidedignas) para transmissão à Associação Monte Pindo.A associação lembra que qualquer dano provocado a uma iris boissieri, bemcomo a qualquer outra espécie em perigo de extinção, é, de acordo com alei vigente, suscetível de penalização com multa até 300.000 €.Dados gerais do Lirio do Monte Nome comum: Lirio do Xurés ou Gerês ou Lirio do Monte Nome científico: Iris boissieri Henriques Altitude: 500-1.450 m Habitat: Solos pouco profundos sobre rochas graníticas Fitosociologia: Pterosparto lasianthi-Ericetum aragonensis Biotipo: Geófito bulboso Biologia reprodutiva: Monoica Floração: V-VI (VII) Fructificação: VII-VIII Expressão sexual: Bissexual Polinização: Entomófila Dispersão: Barocoria Nº cromossomático: 2n = 36 Reprodução assexual: Divisão do bolbo
  3. 3. IdentificaçãoGeófito com bolbo de túnica membranosa. Folhas dimorfas, as inferiorescompridas, as distales mais curtas, de limbo amplo, transformando-segradualmente em espatas. Tronco terminado numa só flor,excepcionalmente duas. Corola violácea, divisões externas com uma franjacentral amarela e tricomas da mesma cor.DistribuiçãoGaliza e norte de Portugal.Na Galiza está presente, em Ourense, nas serras de Xurés, Santa Eufemia eem Baltar, em Lugo, na serra do Courel e, na Corunha, nos montes doPindo.No norte de Portugal encontra-se na serra do Gerês.AmeaçasIncêndios. Abandono da pastorícia. Apanha da flora. Parasitismo.Reino: PlantaeFilo: MagnoliophytaClasse: LiliopsidaOrdem: AsparagalesFamília: IridaceaeGénero: Iris

×